Faces do Desejo

Faces do Desejo Jeam Camilo




Resenhas - Faces do Desejo


4 encontrados | exibindo 1 a 4


Paula Juliana 02/04/2014

Resenha: Faces do Desejo - Jeam Camilo

''... Com certas revelações, vinham a tona não somente resquícios do que foi feito, mas a descoberta de erros, de fragilidades... coisas que o tempo tratou apenas apenas de cobrir com uma fina camada de areia e não de enterrar em uma cova estrategicamente funda, e o estrago não pode ser medido com desculpas ou possibilidades de concertos.''

No livro Faces do Desejo do autor Jeam Camilo, três jovens. Uma mulher e dois homens. Tem um relacionamento a três. Não no sentido triângulo amoroso, mocinha conhece um e depois outro e se apaixona pelos dois e não sabe escolher! Não! A. (protagonista) tem um relacionamento com V. e C.(os dois homens protagonista), mas V. tem um relacionamento com A. e C., assim como C. tem um relacionamento com A. e V.. A conexão em relação sexual e psicológica vem de todos para com todos. Eles buscam uma relação que preencha cada vazio dentro deles. E que realizem todos os desejos e fantasias.

A história transgride valores que a nossa sociedade reconhece como convencional. Algumas vezes a obra choca o leitor. Uma relação que no inicio foi boa e que fazia bem para todas as partes com o tempo e atos dos três vai se tornado nociva e perigosa.

'' Estava cansada de ser sempre esta personagem multifacetada, cheia de nuances e ambiguidades.''

Em um livro com o nome:Faces do Desejo, eu imaginei uma leitura diferente, no sentido que imaginei um romance erótico do tipo que estou acostumada a ler! Confesso que foi uma leitura intensa e forte. Não é uma leitura para qualquer um em minha opinião.

Algumas partes me incomodaram. Sabem quando a gente lê uma coisa e ela nos remete a uma realidade muito diferente da nossa? Eu costumo a ler muitos romances adultos.

Gosto de romances eróticos, mas estou acostumada a encontrar homens dominadores, protetores, totalmente héteros e geralmente bem mocinhos... daqueles que a gente xinga e grita por eles, mas os mocinhos desse obra são diferentes. No ponto que não são perfeitos, eles não são politicamente corretos ou o tipo de mocinho que me fez suspirar. A emoção e sentimento que eles trouxeram a tona em mim foi bem diferente. Primeiro foi a forma em que eles lidavam com o sexo e com o desejo. As histórias paralelas. O medo que senti por eles. Medo do tipo, de ter que parar o livro e respirar. Por medo do que vai acontecer a seguir na vida deles. As situações de perigo que eles se auto colocavam! O desprendimento e a frieza fazendo paralelo com a emoção e o desejo! A atmosfera sombria que por vezes tomava conta da obra, das emoções e sentimentos dos protagonistas.

O mesmo vale para a mocinha! Estou acostuma ao perfil de mocinhas estilo boas moças e virginais. A nossa protagonista A. é... BEM difícil de definir e expressar o grau de profundidade e complexidade.

Digamos que nossos protagonistas, os três, são muito complexos e difíceis de definir! São intensos.

Me lembro só de um livro que me remeteu a sentimentos parecidos ao ler que foi O ''Eu, Christiane F., Treze Anos, Drogada, Prostituída...''. Em algumas partes fiquei muito angustiada com o livro. Não tive nenhum ''favorito'' na história a minha torcida era para os três. Minha preferência era para que nenhum se machucasse física e psicologicamente. Para que conseguirem enfrentar seus demônios e seus esqueletos no armário.

'' Nenhum glamour naquelas ruas, nas mulheres, nos homens e nos romances, como cantam nas músicas. Os lugares eram feios e fétidos, os homens eram perigosos e horrorosos e as mulheres bizarras e passionais.''

É um livro bom! Emocionante! Você procura saber onde existe amor na relação dos personagens. Tenta identificar as peças que são soltas ao longo da história e somente se encaixam no final! Bem surpreendente! Gostei da escrita do autor e também da forma peculiar em que montou os nomes de personagens, ruas e locais. Nenhum em si tinha nome, ele sempre se referia aos personagens por inicias, como A., V., C., J., na rua X. e por aí vai. Mostrando que isso não interferia no mistério, na curiosidade da história.

A obra mostra que uma verdade pode ser super estimada! A verdade é aquele verdade que bem lhe convém e quando lhe convém.

Entre relacionamentos, paixões, amores e desejos devemos ter cuidado ao se entregar, relações por base de manipulações e falsas verdades, sentimentos ou a falta deles, podem ferir a si mesmo e aos outros!

Paula Juliana

site: http://overdoselite.blogspot.com.br/
Jeam 02/04/2014minha estante
Minha querida Paula, é fantástico quando um leitor, sensível como você, consegue captar o que queremos dizer.
Escrever "Faces do desejo" foi uma tarefa árdua e isso reflete na própria história.
Um ponto interessante com relação aos nomes, é justamente o fato deles terem tanto medo de se revelarem, que o nome á o único refúgio que eles possuem para manterem esse resquício de particularidade.

Fiquei muito feliz com sua resenha!

Super beijo!

;)

Jeam Camilo


Paula Juliana 10/05/2014minha estante
Poxa! Jeam, Obrigada mesmo!!
Um livro maravilhoso! Espero ler outras obras suas!
Beijos




Carolina DC 08/04/2014

O livro gira em torno de três personagens anônimos: A., V. e C. que apesar de terem um relacionamento entre si vivem também se envolvendo em muitos casos anônimos.
Apesar da sinopse ter um toque mais romântico, o conteúdo do livro não transborda essa emoção. Aqui temos uma história sobre três jovens que preenchem o seu vazio emocional com sexo, de qualquer maneira, com qualquer um e de maneira arriscada.
O livro apresenta muitas cenas de sexo e no início foca-se quase exclusivamente nisso. O outro ponto é o suicídio de um estudante de medicina, que de forma indireta começa a ter relação com a vida desses jovens.
Seria interessante que fosse abordado de maneira mais detalhada o aspecto emocional de cada um dos protagonistas desde o início do livro, alternando com as cenas mais perigosas.
Os protagonistas são difíceis de interpretar e até mesmo de conseguir despertar alguma empatia por parte do leitor. A falta de amor próprio em cada um deles, de uma análise mais profunda e até mesmo a toxicidade do "relacionamento" dos três, cria uma certa brecha entre o leitor e os personagens.
É essa toxicidade envolvida em valores não considerados normais pela sociedade que se destaca. A maneira como dizem amar mas na verdade ousam manipular para conseguir o que desejam, custe o que custar e a quem custar é extremamente impactante.
Como naquela antiga ciranda onde fulano ama beltrano que ama ciclano que no final não ama ninguém, "Faces do Desejo" traz uma crua realidade daqueles que não dão valor a vida como um todo, seja por falta de maturidade ou até mesmo por prazer.
Não existem personagens bons, ajuizados, preocupados com o próximo. São indivíduos feridos que se tornam agressivos, maldosos e sem peso na consciência.
A ideia geral do livro é muito boa e faz com que o leitor reflita sobre a maneira como as pessoas estão desvalorizando o sexo, tornando-o algo mecânico e sem importância, mas também sobre como ignoramos a raiz de nossos problemas, ocupando o vazio de formas que nem sempre podem ser consideradas saudáveis.
Não serão todos os leitores que irão se encantar pela leitura de "Faces do Desejo". Não existem príncipes ou mocinhas desprotegidas e inocentes. Não existem finais felizes...
Em relação à revisão, diagramação e layout a editora realizou um bom trabalho. Foram encontrados alguns errinhos de digitação e gramática, mas nada que interferisse na leitura. A capa é simples, mas muito bonita.

"Eles querem me usar, mas... quer saber? Não me importo! Simplesmente não me importo! E por isso não é vulgar para mim. Eles me veem como um objeto, me desejam, vem atrás e se satisfazem, mas e daí?" (p. 25)
Jeam 05/08/2014minha estante
Querida Carolina, que felicidade ler suas impressões sobre a obra!
Acredite, não foi fácil escrevê-la.
Algo me chamou a atenção em suas impressões: "...faz com que o leitor reflita sobre a maneira como as pessoas estão desvalorizando o sexo, tornando-o algo mecânico e sem importância, mas também sobre como ignoramos a raiz de nossos problemas, ocupando o vazio de formas que nem sempre podem ser consideradas saudáveis."
Captou muito bem o sentido deles: vivemos num dia-a-dia onde buscamos fugir de nossos problemas, e não percebemos que acabamos caindo em mais e mais problemas.

Super obrigado e aguarde novidades ;)

Beijos,

Jeam Camilo


Carolina DC 07/08/2014minha estante
Oi Jeam, tudo bem?
Fico feliz em saber que consegui captar o sentido do livro ;)
Vou ficar aguardando as novidades rs
Bjkas




Vivendo Mil Vid 16/04/2014

Sublime
Comprei estes livro por que eu estava sem dinheiro e não queria ficar sem ler, então juntei o preço a minha vontade.

E para minha surpresa ele é muito bom não simplesmente bom , mais sim, MARAVILHOSO, o escritor Jeam Camilo escreve maravilhosamente bem, fiquei impressionada com a dinâmica da história, a perfeita construção do texto sem hiperboles ou vicio de linguaram.
Quer saber esse escritor ganhou uma fã.
Bom o livro conta a história de A., V. e C, sim isso mesmo ele não coloca nomes apenas inciais. A. é a garota e V. e C são os meninos. Este trio é formado por A. que na minha opnião é viciada em sexo (todo tipo de sexo).
A. conhece V. na faculdade e começa a ter um relacionamento liberal, sem amarras, sem cobranças e sem exclusividade, e sem "AMOR". Os dois vão morar juntos e após um periodo, ela conhece C. e agrega ele para seu estilo de vida se assim posso dizer. O relacionamento do trio é regado a sexo, traição, aventura e drama.
Sem nunca programar um futuro eles vão levando suas vidas porém nenhum deles poderia prever que o futuro lhes daria uma grande lição.
Mesmo achando que o amor não faz parte deste relacionamento eles vão ver que nada é previsivél e que nos sentimentos ninguem manda.
Este livro nos mostra até onde o amor pode nos levar e o quanto ele pode nos destruir.
Sinceramente o livro é muito bom, eu posso citar apenas que é um pouco difícil acompanhar a história devidos os nomes serem abreviados e as vezes ele narra passado e presentes de forma um pouco confusa, mas, não é nada que não de para entender.
Amei cada linha que li e só consegui parar quando terminei.
Este entra na lista dos mais, mais.
Jeam 05/08/2014minha estante
Lilian!

Fiquei encantado com suas impressões.
Confesso que esse é um tipo de livro que nem todos gostam dessa forma, justamente por narrar fatos pesados, segredos obscuros, mas você conseguiu de uma forma muito bonita, captar esses sentimentos!

Aguarde novidades!!!
;)

enquanto isso, siga meu blog: http://jeamcamilo.wordpress.com/

Super beijo e, novamente, obrigado!!!

Jeam Camilo




4 encontrados | exibindo 1 a 4