Animate Me - Amor Criativo

Animate Me - Amor Criativo Ruth Clampett




Resenhas - Animate Me: Amor Criativo


33 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3


Emmie (Lady Whistlebooks) 26/07/2019

Um clichê, nem tão clichê assim...
Como eu posso começar a explicar esse livro?

💞Nathan Evans é um animador de 20 e poucos anos, nerd, introvertido, mas super criativo. Além do seu trabalho oficial na República dos Rabiscos, ele autopublica suas revistas em quadrinhos da sua super-heroína: Garota-B, que — ele acha que ninguém sabe — é inspirada na sua paixonite até então inalcançável, Brooke Tobin.

💞Brooke é uma mulher forte, linda e decidida que sempre amou o mundo da animação, mas, como não tem o talento necessário, acabou se envolvendo com a parte burocrática e financeira da coisa.

💞Depois de um encontro inesperado com Brooke numa loja geek, Nathan começa a pensar se de fato o sonho de conquistá-la é tão impossível assim. Quando ele cria coragem para subir até seu escritório e levar um café de gentileza com uma ilustração especial para ela, a ligação entre os dois começa a crescer e se fortalecer.

💞A obra é narrada pelo ponto de vista do Nathan e o acompanhamos em todas as suas confusões para conquistar o amor de sua vida.

💞Olha, eu não tenho nem palavras para dizer como me senti lendo esse livro. E agora que terminei, não consigo me livrar do vazio que ele deixou no meu peito. "Animate Me" é um livro super divertido, fofo, engraçado e MARAVILHOSO. Clichê sim! Só que ao mesmo tempo não! Esqueça os caras macho alfa experientes e dominadores por quem a mocinha tímida e retraída se apaixona perdidamente, e diga olá ao carinha que não sabe mesmo onde pôr as mãos e para a garota decidida que adora falar sobre sexo.

💞 Cheio de referências do mundo geek e de animações clássica, o livro te envolve da primeira página até a última! Simplesmente impossível largar. Ele também conta com ilustrações muito fofas que representam as que o próprio protagonista faz na história.
⠀⠀
💞O livro foi escrito por Ruth Clampett, filha de ninguém mais, ninguém menos do que o animador lendário Bob Clampett (Looney Tunes)! Ela já foi Vice Presidente de Desenhos da Warner Bros e depois fundou a Clampett Studio Collections, como editora de arte da Warner. Só daí já dá para perceber o quanto de referências dá para tirar da história.

Achei muito legal todas as homenagens prestadas, as frases no início de cada capítulo, os desenhos e PRINCIPALMENTE a história em si, que é leve, divertida, sexy e engraçada. Tem tudo para virar a minha leitura favorita do ano!!!

Onde posso comprar um Nathan só para mim?

site: Instagram.com/ladywhistlebooks
Lavi 26/07/2019minha estante
Fiquei super interessada, parece super fofo. A tradução dessa editora é boa? Nunca ouvi falar dela.


Emmie (Lady Whistlebooks) 26/07/2019minha estante
Olha, eu achei a tradução muito boa mesmo tanto no quesito adaptação quanto gramática. Dá de 10 a zero em muita editora consagrada! Os erros que eu encontrei foram mais "typos", como li em ebook pode ser q seja uma coisa específica do formato (embora não atrapalhou a leitura de maneira alguma).
O livro é bem fofo e fluído. Uma das minhas leituras favoritas de 2019!




Renata.Olimpia 20/01/2018

Para os Geeks de plantão
Animate me Amor Criativo - Ruth Clampett

Uma leitura diferente por ser relatada do ponto de vista de Nathan Evans, um geek com sérios problemas de confiança principalmente no campo sentimental. É um livro leve e fofo apesar de achar um pouco excessiva as cenas de sexo, adorei o fato de ser recheado de referências do mundo da animação.
Sobre a personagem de Nathan achei que ficou um pouco a desejar, vamos e convenhamos: um homem de 26 anos, quase realizado profissionalmente com a personalidade de um adolescente de 16😑, as vezes acho que as autoras perdem um pouco os limites, esquecem que estamos tratando de um romance e não de uma fantasia distopica onde tudo é possível😓😅.
Sobre a Brooke vou me calar pra não soltar spoiler 😏.
Livro bom não ótimo, indicado para quem procura algo leve e com uma narração diferenciada.


Obs: A capa tem tudo a ver com o desenvolver do livro, achei lindinha todas as ilustrações apresentadas, e ri algumas vezes em que foi apresentado o macaco louco 😂😂😂😂

site: https://www.instagram.com/literarios_devaneios/
comentários(0)comente



Mariely 25/08/2017

Fofinho e quente
Pense num homi apaixonado... desse modelo aí não existe fácil não. É amor demais. Livro bem bonzinho. Já para o fim fiquei impaciente pra terminar. Maass valeu a leitura.
comentários(0)comente



Três Leitoras 10/08/2017

Resenha: Animate Me
Hoje vou falar de um livro que sempre quis ler, mas acabou que ia passando o tempo, mas finalmente consegui e quero muito falar dele com vocês.


O livro é todo narrado pelo Nathan, um cara de 26 anos, mega tímido, super geek, louco por quadrinhos, tanto que desenha maravilhosamente bem e ainda trabalha com animações.

Mas Nathan tem um segredo, uma paixão secreta por Brooke, uma das executivas na empresa onde ele trabalho, além disto, ela é sua grande inspiração para sua revista em quadrinhos.

A possibilidade deles se aproximarem era praticamente nula, mas um encontro inesperado os une e a partir daí, ele vê uma oportunidade de poder criar algum tipo de ligação com ela.
Então, ele tem uma ideia de todos os dias leva café para a Brooke e a cada dia uma nova ilustração nos copos... Isso faz com que eles se aproximem, faz com que eles possam se conhecer mais, mas nem tudo será tão simples... E o ponto principal de toda a complicação é que a Brooke está em um relacionamento, nada mais, nada menos que com o presidente da empresa em que eles trabalham.

Mas apesar de toda a dificuldade, eles se tornam grandes amigos, Brooke descobre que o Nathan é apaixonado por alguém e decidi ajudá-lo a conquistar a moça, mas não achem que essa ajuda será apenas na teoria, eles irão partir para aulas práticas... E o que era apenas uma relação de amizade, irá se aprofundar cada vez mais e é aí que a complicação irá começar de verdade.

Continue lendo no link

site: http://www.tresleitoras.com.br/2017/07/resenha-animate-me.html
comentários(0)comente



Bia 10/04/2017

Esse livro está há mais de um ano parado na minha estante. Na época de seu lançamento, foi uma verdadeira euforia. Um dos motivos para tanto "bafafá", se deve ao fato da autora, Ruth Clampett, ser filha do ilustre Bob Clampett, diretor, desenhista, criador e animador dos estúdios Warner Brothers.

Eu fiquei animadíssima para ler o livro, imaginei uma edição maravilhosa de linda. Bem, minha primeira decepção se deu justamente com a edição. Folhas brancas...

Fiquei deixando a leitura de lado, e agora que estou cumprindo a promessa de ler ou trocar os livros parados na estante, finalmente o li.

É narrado em primeira pessoa pelo desenhista de histórias em quadrinhos Nathan. Bem, ao contrário dos livros que estamos habituadas em ler, Nathan tem todo um diferencial aqui: é completamente inseguro e imaturo. Nutre uma verdadeira paixão por sua colega de trabalho, Brooke.

Brooke é muito poderosa, uma mulher bem sucedida que ocupa um cargo importantíssimo na empresa em que trabalham. Além disso, é exuberante. Para completar, namora o presidente da empresa, o lindo e musculoso Arnauld.

Nathan é tão apaixonado, que se inspirou em Brooke para a criação de sua personagem Garota-B, uma super heroína. Mas, em sua mente, seria completamente impossível qualquer tipo de aproximação.

“Eu posso não conseguir falar com as garotas, mas sei desenhá-las muito bem.” – página 08.

Mas o destino acaba dando uma forcinha. Ao fazer um bico numa loja geek, Nathan atende justamente Brooke. Desta forma, os dois acabam por se aproximarem.

Brooke é uma personagem segura de si. Eu adorei toda a construção da mesma, a autora com certeza criou uma personagem feminina empoderada e inspiradora.

Nathan por sua vez é totalmente diferente das construções masculinas de personagens que vemos por ai. Pra mim, esse diferencial foi completamente positivo.
“Pensamentos são coisas reais, amigos. Nunca subestimem o poder da mente. O primeiro passo para alcançar suas metas na vida é visualizar primeiro em sua mente.” – pagina 28.

Quando a aproximação acontece, tudo fica muito fofo. Nathan é um cavalheiro, começa a conquistar Brooke aos poucos, sem pressão. Ele passa a levar café para sua amada diariamente, e personaliza os copos com desenhos incríveis. Como não amar?
“Em minha saga para conquistar Brooke, começo a acreditar que existe um poder no café, e sigo em frente, um café a cada dia.” – página 70.

Falando em amar, outro ponto alto do livro são as citações de desenhos animados. Pessoalmente, essa abordagem ao mundo geek, foi a melhor parte.

Não se enganem pela capa fofa. Animate Me está longe de ser um livro voltado para o público jovem devido às altas doses de erotismo. Isso mesmo, eu fiquei surpreendida (rs). Mas, é tudo dentro do contexto, não temos “pornografia literária barata”, fiquem tranquilos.

A parte ruim é que não é um enredo capaz de prender o leitor por ser tudo muito previsível. A leitura é leve, descontraída, mas não fui enlaçada pela história, não fiquei com expectativas. Mesmo com os ápices se desenvolveram, não fui invadida pela surpresa do desenrolar, repito: foi tudo muito previsível.

Isso tornou a leitura “morna”, por vezes até fria.

Recomendo a leitura para quem gosta de romances leves com pitadas de erotismo. Mas, não crie expectativas, quem sabe assim você curtirá mais que eu.


site: http://lua-literaria.blogspot.com.br/2017/04/animate-me-amor-criativo-ruth-clampett.html
comentários(0)comente



Consumindo Sagas 19/03/2017

Pra mim foi só sexo sexo e mais sexo..
PS: Copiei a resenha lá do blog!

Antes de começar esse post, eu preciso avisar a vocês que nessa leitura teve muito sexo (mas muito mesmo), por isso eu classifiquei o post para maiores de 18 (assim podemos conversar livremente, tanto no post quanto nos comentários). Sabemos que qualquer pessoa pode ir numa livraria e comprar este livro independente da idade. Mas classifiquei como +18 para deixar claro que eu não recomendo esse livro para crianças ou pré adolescentes. Vamos deixar eles descobrirem este universo, quando estiverem preparados para isso.

Bom, primeiro eu gostaria de entender o porque dessa capa tão fofa, para um livro tão “pesado”??!! Eu falei um pouco sobre esse livro no meu post de leituras, assim que eu comprei ele. Eu não tinha lido a sinopse, apenas li alguns comentários na internet que era um livro muito bom, muito fofo e blablabla. Só que em momento algum, me avisaram que teria tanto sexo kkkkk. No começo eu estranhei um pouco, mas achei que fosse só a mente poluída do protagonista pensando besteiras masculinas. Depois da página 100, aí caiu minha ficha que esse livro seria completamente “adulto”. É claro que ele não é escrito como um romance erótico (longe disso). Tudo o que acontece é muito normal, e nada exagerado (como as vezes acontece nos livros que realmente abordam esse gênero mais hot).

Não foi uma leitura ruim, mas também não foi tão maravilhosa. A sensação que eu tive, foi que a autora imaginou uma história bem bobinha, que caberia em poucas páginas, e resolveu acrescentar 70% de sexo para preencher espaço. É como se a história tivesse começado até a página 100 depois entrasse 200 páginas de porno, e terminasse com mais 100 páginas de história. Se você tirar o sexo do livro, sobra 200 páginas, basicamente é isso.

Agora vamos comentar um pouco sobre essa história que nunca aconteceria na vida real (infelizmente kk). A história é mais ou menos o seguinte...(Eu não vou dar a sinopse completa para evitar spoilers).

O mocinho fala para uma amiga (a mocinha) que a ex namorada dele dizia que ele beijava muito mal. Aí a protagonista do livro (que tem uma alma muito caridosa) resolve ensinar ele a beijar muito bem, e lingua vai lingua vem e ele já é o profissional do beijo, o cara que segundo ela é o mestre do beijo. Aí como eu imaginava, ele diz pra ela que a ex dele nunca fazia sexo com ele porque ele era muito ruim de cama. Adivinhem o que vai acontecer???!!! SIM ela vai ensinar ele a virar o mestre do sexo. Gente, onde nesse planeta isso iria acontecer??? Me fala onde tem pessoas caridosas assim, para eu me apresentar por favor kkkkkkkkk.

E continuando a cena de sexo (vamos prosseguir com a baixaria rsrs), depois de 150 páginas dos dois se roçando um no outro, enfim rola o sexo. E como já era previsível, ele é o garanhão do sexo, a pessoa que ela mais gozou na vida (segundo ela). Nesses livros é sempre assim, e pra completar o clichê o pinto dele era imensooooo gigantescooooo quase um remo, dava pra andar de canoa com o pinto do cara. Que PALHAÇADA. Isso não me incomodaria se não fosse tão repetitivo e clichê.

A parte do sexo no livro não me incomodou em momento algum (só pra deixar claro), mas essa coisa do cara que não sabe beijar (de repente é o melhor beijo da vida), aí ele não sabe transar (e é o próprio kamasutra mestre das posições, dono do x videos, o sedento Christian Gray) aff. Não sei como as pessoas não cansam de escrever essas histórias tão idênticas. Isso é tipo aqueles livros que descrevem uma mocinha sem graça e que se acha feia, mas que todos acham ela a mais linda da história, todos querem ficar com ela blablabla... Muita falta de criatividade!

E o assunto sexo não para por aqui, porque foram 300 páginas só disso kkkk. Guto, mas que tipo de sacanagem acontece em Amor Criativo??? Meninas, tirando sexo anal, o resto tudo acontece rsrs. Tem cena em que ela fica segurando o pinto do mocinho (no livro eles falam PAU, mas eu acho muito baixo para os leitores, não vamos baixar o nível por aqui rsrs). Tem a mocinha fazendo sexo oral no mocinho na sala de reunião, tem o mocinho sendo o mestre dos dedinhos (se é que vocês me entendem...). Além de todos o gemidos e sexo matinal, teremos também os personagens usando fantasia erótica geek, teremos a mocinha sendo submissa.... Mais uma vez eu me pergunto, como um livro com tanta putaria tem uma capa tão fofa?? Kkk Não faço ideia.

Agora chega de safadeza e vamos focar nos personagens. O mocinho é tipo um nerd que vai virar o galã do livro tomando um banho de loja. A mocinha é a mais gata do prédio e tem um namorado, porém eles têm um relacionamento aberto, por isso ela passa o livro inteiro fazendo sacanagem com o mocinho (e em momento algum, mostra ela tendo qualquer tipo de carinho com o namorado). E foi justamente isso que me impediu de torcer pelo casal principal.

Apesar dela estar em um relacionamento aberto, o que ela fazia com o mocinho era mais uma "piranhagem" do que um affair qualquer.
Apesar das cenas de sexo serem boas e escritas de uma forma bem honesta, eu não consegui ter qualquer tipo de interesse pela história. A autora passou muito tempo focando no sexo e esqueceu de trabalhar mais no desenvolvimento da trama. Eu gostaria que tivesse alguma reviravolta, que tivesse algum momento mais dramático ou qualquer coisa que me fizesse ter uma expectativa por algo maior.

Amor Criativo não é um livro ruim, ele só não é o que mostra na sinopse. Eu não conseguiria descrever se é um livro divertido, sexy ou dramático. Mesmo ele possuindo esses elementos, nenhum deles é bem trabalhado na história. Se eu soubesse que seria essa minha experiência com este livro, com certeza eu não teria comprado esse exemplar.

É como eu disse, ele é um livro muito bom para quem ama ler livros com muito sexo e tal. Mas isso não é muito o que eu procuro em minhas leituras. Daqui duas semanas é bem provável que eu não me lembre de absolutamente nada que aconteceu nesse livro, esse é o maior problema dele, é totalmente esquecível.

site: http://lumenseries.blogspot.com.br/2017/03/leitores-maiores-de-18-animate-me-amor.html
fernanda.hahne 19/03/2017minha estante
Nossa, agora comprovei que duas pessoas podem ler o mesmo livro e ter opiniões completamente diferentes sobre ele. Minha leitura desse livro é totalmente o oposto, mas taí a beleza de literatura, capaz de provocar sentimentos tão diferentes em pessoas diferentes.


Consumindo Sagas 19/03/2017minha estante
kkkkkkkkk simmmmmmmmm... eu lembro que vc tinha gostado muito dele. Acho que por eu ter lido alguns livros fortes esse ano, este ficou mais água com açucar.


Fernando Nery 29/08/2017minha estante
Amei sua resenha. Concordo em tudo!!!




Lari 19/01/2017

Imaginava que ia ser aquele tipo de livro leve e fofo que a gente acaba engolindo em 2 dias, mas acabei demorando um monte pra terminar.
A história é legal, mas não me prendeu tanto. Acho que por ter mto mais cenas de sexo que eu imaginava, pela capa e os desenhos fofos achei que ia ser mais levinho.
Mas recomendo a leitura pra quem não se importar com isso!
comentários(0)comente



Vanessa Sueroz 29/09/2016

Neste livro vamos conhecer o jovem nerd Nathan, um animador gráfico que trabalha na Republica do Rabisco, um estúdio de animação da Disney. Ele desde sempre foi apaixonado pela diretora de Desenvolvimento, Brooke.

Os dois não tem nada em comum, Nathan é geek, nerd e viciado em desenhos animados, passa muito tempo lendo HQ e vendo desenho e a sua vida social é quase zero, já Brooke namora um dos diretores da empresa, tem uma vida mega agitada e é super desenvolvida e articulada.

Os dois acabam se conhecendo quando Brooke tem um problema com seu computador e Nathan vai ajuda-la. Mesmo sendo muito diferentes eles acabam ficam amigos muito rápido e Brooke decide ajudar Nathan a conquistar a garota dos seus sonhos, mesmo ela não sabendo que a própria Brooke é essa garota.

“Não, não pode ser. Não é ela. Ela não pode estar aqui comprando no Mundo Geek do Jimmy. Impossível. Não!”

Resenha completa:

site: http://blog.vanessasueroz.com.br/animate-me-amor-criativo/
comentários(0)comente



Carol O. 26/08/2016

Animate pra la de Criativo.
Ja faz um tempinho que tenho esse livro na minha estande.Confesso que comprei ele pela capa,Achei mega fofa *--* Depois de muito enrolar ontem finalmente dei uma chance ao livro e comecei a lê-lo e nossa como eu me arrependo em não ter lido antes.O livro trás uma história fantástica,Narrativa envolvente,Personagens encantadores.Para quem quer ler um livro divertido e com uma pitada de erotismo Anima-te - Amor Criativo é o livro indicado.Detalhe o Livro é narrado pelo Nathan,Admito que esse foi um dos outros fatores que fez em amar tanto o livro e ele se tornar um dos meus favoritos.Segue abaixo a sinopse original do livro.

*Nathan é , um rapaz de 26 anos , tímido, talentoso, fã de quadrinhos e que nutre uma paixão secreta por sua colega de trabalho, a executiva Brooke, de 30 anos. Sem esperanças de que um dia a garota poderia sequer notá-lo, Nathan começa a escrever uma história em quadrinhos com sua versão do mundo a partir do seu amor por ela. O que ele não esperava era que um projeto em comum os unisse. A partir de um encontro inesperado numa loja de acessórios para computadores, Nathan passa a levar café para Brooke todas as manhãs em seu escritório, mas um detalhe pra lá de sedutor marca o ritual: em cada copo ele desenha uma ilustração, e cada imagem é uma espécie de sinal que apenas eles conhecem.

Depois de saber que Nathan está apaixonado por uma colega de trabalho, Brooke passa a ajudá-lo a tornar-se um conquistador, porém, mal sabe ela que a tal colega é ela mesma. Depois de algumas “aulas” recheadas de muito erotismo, o casal mergulha num tórrido romance. O único problema é que Brooke é uma mulher comprometida, e com ninguém mais ninguém menos que com o presidente da empresa em que eles trabalham.*
comentários(0)comente



Anna 26/08/2016

Muito amor envolvido
Sabe aquele tipo de história que te prende o começo ao fim. Pois é. Eu não consegui largar o Nathan e a Brooke nem pra comer rsrs
Nathan é o típico nerd que eu AMO e Brooke uma mocinha adorável que desde o começo tem o coração de Nathan e nem imagina.
Animate Me é uma história que tem um pouqiknho de tudo e que com certeza entrou para meus livros favoritos. Uma leitura gostosa e super recomendo.
comentários(0)comente



Laura 23/06/2016

Capa fofa!
A historia é narrada por Nathan Evans um jovem geek, de 28 anos, desenhista, tímido e que não da a si mesmo o valor devido.
Ele trabalha numa produtora de animação em Los Angeles e é apaixonado por uma das diretoras Brooke Tobin. O amor e admiração por sua amada é tanto que ele cria um personagem de quadrinhos chamado Garota B. Um belo dia ele tem a oportunidade de interagir com Brooke, e a partir dai ele tem a chance de tentar ganhar seu coração.

Eu gostei do livro. Os personagens centrais são engraçados, apaixonantes. O que eu não esperava era que a historia tivesse uma proposta hot. Serio as cenas da Brookie e do Nathan pegam fogo rsrsrsr!!! E apesar de ter gostado muito das cenas hot dos protagonistas, achei que acabou sendo demais. Eu gostaria que ela tivesse explorado mais a galera da geek da produtora, e tinha material para isso. Por isso não vou dar 5 estrelas.

Uma curiosidade, que não sabia quando comprei o livro é que ele havia sido uma fanfic baseada na serie twilight, achei interessante, apesar de não ter visto relevância nenhuma com os personagens.
Fanfic a parti, o livro tem uma proposta interessante, um layout fofo e desenhos do artista Juan Ortiz. A escritora Ruth Clampett conhece bem o mundo dos desenhos e ilustrações, pois trabalhou com alguns dos melhores artistas nessa área. Atualmente ela tem seu próprio estúdio e trabalha tb para Warner Bros.
Silvana Barbosa 23/06/2016minha estante
Gostei ! Vou anotar .




Lane @juntodoslivros 12/01/2016

Um Geek Para Você ;)
Li Animate Me faz um bom tempo. Hoje tenho a oportunidade de resenha-lo e dizer que esse livro é bem fofo. Bem fofo mesmo.

Nathan é um geek encantador. Tímido, bonito e muito tímido (sim, de novo), ele trabalha com animação na revista República do Rabisco, mas também está investindo por fora na própria revista em quadrinhos: a heroína Garota-B. A heroína nada mais é do que inspirada em sua paixão de anos. Brooke. B-r-o-o-k-e. Ela trabalha na mesma empresa de Nathan como diretora do departamento de desenvolvimento da empresa. A garota é o sonho de Nathan, mas como um geek poderia se aproximar de um mulherão como Brooke?

O destino dá um empurrãozinho fazendo que com Brooke entre justamente na loja onde Nathan está ajudando um amigo, substituindo o gerente que se operou. Muita sorte!

“Não, não pode ser. Não é ela. Ela não pode estar aqui comprando no Mundo Geek do Jimmy. Impossível. Não!” Página 9

Os dois acabam estabelecendo um entendimento, mas não é suficiente para gerar uma amizade. Nathan só precisava de uma chance de se aproximar. Ele encontra a chance enquanto está no elevador com os amigos indo na cafeteria e Brooke revela precisar de um café. Ele compra o café e vai entregar, juntamente com um desenho dela no copo. Isso acaba virando uma rotina na vida dos dois. Assim, acabam por se aproximar. Antes desconhecidos, eles acabam por passar a serem amigos. E aparentemente, Brooke tem uma certa queda por geek. ;D

“- Eu não tinha certeza. Na verdade é estranhamente sexy, Tenho certeza que você deve atrair muitas garotas com esse estilo. Acho até que tem uma escondida neste quarto aí nos fundos.” Página 13

Porém, Arnauld, o namorado de Brooke e presidente da empresa onde Nathan trabalha, está bastante enciumado com a proximidade dos dois e vai fazer o possível para afastá-los.

Um romance muito, muito, muito fofo. Através de momentos amorzinhos e geeks, Nathan nos conta sua saga para conquistar a garota de seus sonhos. Adorei o fato de que o protagonista é masculino. Isso foge do convencional.

Algo que me chamou atenção de cara foi a capa do livro. Ela tem tudo a ver com a história. Já que todo o relacionamento de Brooke e Nathan gira em torno de cafés regados a desenhos. Não tem como não se apaixonar por esse personagem.

O livro é cheio de desenhos e ainda temos as frases de personagens famosos no começo de cada capítulo. A referência ao mundo dos desenhos é bastante presente no livro. Para quem curte romance e quer se divertir também, não deve perder essa história.

site: http://www.lostgirlygirl.com/2016/01/resenha-761-animate-me-amor-criativo.html
comentários(0)comente



Sabrina @sassenach_literaria 29/12/2015

Perfeitamente Fofo
Sabe aquele livro que você lê a sinopse e fica louca por ele? Foi exatamente isso que aconteceu comigo, amei a premissa da estória e quando descobri que ia ganha-lo quase morri de alegria hahaha. Muito obrigado Alice!

O livro conta a estória de Nathan um talentoso animador e um rapaz muito gentil que trabalha em uma das maiores empresas de animação dos EUA. Além de ser muito bom no que faz Nathan também tem alguns bons amigos no trabalho.

O livro começa com o rapaz trabalhando em uma loja chamada o Mundo Geek do Jimmy em um sábado para ajudar seu amigo que fez recentemente uma cirurgia. E não é só no nome que a loja é Geek, o uniforme que o rapaz usa também condiz muito com o local, gravata borboleta, camisa polo por dentro da calça compõe seu visual "nerd", e nesse instante entra a mulher mais linda que ele já viu, Brooke. Eles trabalham na mesma empresa, ele no setor de criação e ela no setor administrativo.

E tudo que um animador mais odeia é as reuniões semanais em seu setor, mas desde que Brooke chegou a empresa tudo que o rapaz anceia é uma oportunidade admirá-la de longe ao mesmo tempo ele passou a se dedicar paralelamente a sua maior paixão, sua edição de quadrinhos intitulada de Garota-B, onde Brooke é a protagonista.

Nathan é extremamente apaixonado por ela porém, ele reconhece que ela é inalcancável para ele, nada mais que um sonho e ainda é a namorada do chefe, mas quando Brooke vai a loja procurar um cabo USB que ela chama de cordinha, tudo muda.

"Os elogios dela me forçaram a perder a lógica e a razão. Por um segundo, imagino ficar de joelhos e suplicar: Case comigo Brooke. Nós podemos ir para a Comic Con na lua de mel…– Eu te avisei que eu era geek. Eu sou muito fã de desenhos animados.Ela deve ser fruto da minha imaginação… é perfeita demais para ser verdade.Me esforço para arrumar meus pensamentos."

Eles se conhecem e transformam uma linda amizade em um amor muito forte. Mas nem tudo é só flores o chefe/macaco/cabeludo Arnaud é "namorado" de Brooke e fará de tudo para atrapalhar o romance do casal e vai usar todos os seus meios para manter Brooke ao seu lado, mesmo que seja para usá-la como um trófeu.


"Caramba, prefiro morrer agora e acabar com a minha miséria. A minha Brooke está num resort chique com o macaco cabeludo, sendo massageada e mimada, com jantares e vinhos? E o que ela recebe de mim? Massagem nos pés, copos de café desenhados e hambúrguer do In-N-Out? Eu não tenho a menor chance..."

O livro além de ser lindo e divertido possui citações a cada capítulo de personagens das histórias em quadrinhos ou de filmes de animação, e também tem ilustrações algumas que Nathan faz no copo de café que ele leva todas as tardes para Brooke e esse diferencial torna a estória ainda mais apaixonante. As cenas de sexo é o tempero que deixa o livro mais que perfeito.


site: http://meninasnaliteratura.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Welton 24/12/2015

Surpreendente!
Animate me foi um livro que me surpreendeu, escrito por Ruth Clampett, filha do lendário animador dos estúdios Warner Bros., chamado Bob Clampett.

A historia fala sobre a vida de Nahtan, que assim como o pai da autora é um animador, ele trabalha na maior empresa de animação americana e é respeitado no seu trabalho, tanto pelo seu talento como pela sua personalidade agradável.

A Saga de Nathan é o típico amor nerd, uma cara que é legal e inteligente que encontra uma garota especial, no seu caso, Brooke.

Brooke é uma mulher que trabalha na mesma empresa que Nathan, mas ela não o conhecia até entrar em uma loja para comprar um cabo USB e ser atendida por ele, que ajudava um amigo a cuidar da loja, a partir daí, a história dos dois muda para sempre.

Cultivando seu amor platônico, Nathan cria uma história em quadrinhos de forma independente, onde Brooke é a Garota-B, a heroína da série. Completamente fissurado em Brooke, ele sabe que a garota maravilhosa é inalcançável, sabe que além dela ser tudo isso é também namorada do chefão e isso torna tudo um mero sonho.

Todo esse sonho é realizado em sua história Garota-B, que para sua surpresa vende muito bem para um quadrinho independente, o que coloca Nathan e Booke mais perto um do outro.
A partir desse ponto nada mais será igual na vida deles, depois que se conhecem um muda outro e temos a chance aprender várias lições ao acompanhar essa história.
O romance nerd, lembra a típica história do bem contra o mau, o mocinho que tenta tirar a mocinha dos braços do bandido, mas mesmo sendo uma história típica ela não cai na mesmice, o fato de ser bem humorada e cheia de referências ajuda, o que é um deleite para que curte a cultura geek.

O clima de romance pula das páginas mas não se engane não se trata daquela coisa chata e melosa, pelo contrário, o livro é bem humorado e até as passagens de cunho mais adulto, sejam relacionadas a sexo ou uma filosofia mais profunda,a leitura flui bem e isso o torna mais atraente.

O cunho filosófico é outro ponto forte, lições de aceitação de si mesmo e do outro, tudo bem amarrado e muitas vezes ilustrado de forma muito boa.
Aliás, as ilustrações são outro destaque do livro, os desenhos são bem originais e além de ajudar na conexão com a trama e os personagens dão todo um charme ao livro.

Outro detalhe bacana é que ao início de cada capítulo há uma citação de um desenho animado ou longa de animação.

site: http://telageek.blogspot.com.br/2015/11/resenha-animate-me-ruth-campett-editora.html
comentários(0)comente



Liachristo 20/12/2015

ANIMATE ME - Amor Criativo - Ruth Clampett - NVersos Editora
Animate Me foi mais uma das maravilhosas surpresas que tive nas leituras destes três últimos meses do ano. Um romance simplesmente delicioso! Uma história que te prende do início ao fim, e que te deixa com o coração em festa!

Sabe aquelas histórias que vai te pegando aos poucos e que de repente você se vê tão envolvida que não consegue parar? Aquelas histórias que te fazem sorrir feito boba, suspirar, sonhar durante a leitura? Pois é. Foi assim que me senti durante o tempo que estava lendo Animate Me.

Nathan é um geek. Um aficionado por quadrinhos, que trabalha com quadrinhos. Ele é um animador super talentoso, mas muito tímido e inexperiente. Apesar de já ter seus 26 anos, Nathan ainda é inseguro e quando se apaixona por Brooke, é como se fosse um adolescente se apaixonando pela primeira vez, e isto é tão fofo!!!

Brooke sua paixão, é nada menos que a diretora de desenvolvimento da empresa que trabalham, A República do Rabisco. Um estúdio de animação onde Nathan e outros animadores fazem a sua mágica. E onde o presidente é um cara prepotente e que vem a ser o namorado da Brooke... Já dá para imaginar que o nosso mocinho vai ter trabalho pra conquistar a sua musa não é mesmo?

"Ela parecia muito além de seu alcance ... poderia o amor desenhá-los juntos?"

Mas não se engane! Nathan vai ser persistente e vai lutar pelo amor de Brooke. E vai lutar com aquilo que ele sabe fazer de melhor! Ele vai usar todo o seu talento de criação! Ele toma coragem e faz contato com Brooke e a partir daí, passa a levar todos os dias pra ela, um copo de café do Starbucks, e todos os dias ele faz um desenho diferente no copo pra ela. Mas não são simples desenhos. São cenas representando coisas simples ou importantes que acontecem entre eles. Não é o máximo? Que garota não gostaria de ser conquistada assim? Eu amei gente.

Brooke é uma mulher linda, inteligente e que lutou pra chegar onde está. Mas ao mesmo tempo é insegura quando se trata de relacionamentos. Muitas vezes se deixando dominar e manipular por seu namorado( o macaco louco) kkkk Isso faz com que o trabalho de conquista de Nathan fique mais árduo. Aos poucos Brooke vai se deixando levar pelo encantamento e carisma de Nathan. Aos poucos ela vai se abrindo para seus sentimentos e começa a enxergar que o amor pode vir de forma inesperada e de onde a gente menos espera!

Nathan é um animador humilde enquanto ela é uma executiva. Brooke não sabe que ela já é o amor de Nathan faz algum tempo e que ela o inspirou pra começar a escrever e desenhar uma história em quadrinhos chamada A Garota B, que está começando a decolar. Eles são opostos completos do lado de fora, mas por dentro são perfeitos um para o outro. Eles logo iniciam uma "amizade", se bem que pra mim, fosse o começo de um romance, onde ela não queria admitir ou perceber isto. Ambos Nathan e Brooke têm suas inseguranças, mas desde que o livro é contado a partir da visão de Nathan, você só vê o seu lado. Por fora, Brooke é uma confidente e uma amiga sexy. Ela complementa ele. É claro que Nathan e Brooke querem estar juntos. Isso fica bem claro a partir de determinada parte do livro. Mas nem sempre o amor é o bastante. Ás vezes fatores externos podem complicar e muito um romance.

Conforme ia lendo, eu podia imaginar como se estivesse assistindo a um filme. E eu acho que daria um ótimo filme. Todas as citações dos desenhos animados, cenas cômicas que se passam em livrarias e caricaturas, me fizeram sentir uma certa nostalgia da época que eu assistia muito aos desenhos animados.

Para ler a resenha completa, visite o blog.

site: http://www.docesletras.com.br
comentários(0)comente



33 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3