O último homem do mundo

O último homem do mundo Tais Cortez




Resenhas - O último homem do mundo


153 encontrados | exibindo 16 a 31
2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 |


Vivs 26/12/2015

Uma comédia romântica leve e que nos faz suspirar!
Sabe aquele livro que te prende? Que faz com que você o leia com uma certa urgência simplesmente porque preciso saber qual será o próximo passo das personagens. Bom, O Ultimo Homem do Mundo é exatamente assim. Um livro leve, divertido e extremamente envolvente.


Amanda é rica, mimada e rebelde. Sua mãe é uma atriz famosa no país e a menina se sente constantemente abandonada pela mãe que sempre está trabalhando ou em busca de um novo namorado. Depois de ser expulsa das três ultimas escolas, Amanda é obrigada a estudar no Educação de Elite, um dos melhores colégios internos do país. Claro que ela não gostou nada de mais essa imposição da mãe e por isso desde o momento em que pisou na escola nova ela decidiu: faria de tudo para ser expulsa.

Mas nessa escola foi diferente, já no primeiro dia ela descobre que tem um diretor muito paciente e uma inspetora atenta. Ela também conhece Ricardo, ela o odeia a primeira vista, e o sentimento é recíproco, mas além do ódio eles também compartilham uma atração mútua.

Amanda é mimada, chata e até certo ponto previsível. Tenho que confessar que no começo ela me irritou um pouco com sua rebeldia, mas quando percebi já estava totalmente envolvida na história e mal podia esperar pela próxima página. Tanto que não esperei, li em apenas um dia! Tais nos prende com uma narrativa fluida e personagens engraçados mas ao mesmo tempo inteligentes e nada superficiais.

Gostei muito do rumo que a autora deu a história, é um clichê? Talvez, mas a história de Amanda e Ricardo não deixa a desejar. Além da relação dos dois o livro também aborda a relação de cada um com seus pais e amigos, é um livro que fala sobre amor em um sentido amplo.

Uma comédia romântica que posso recomendar a todos. Leve, animada e com um final que fez essa romântica aqui suspirar.

site: http://corujasdebiblioteca.com.br/2015/12/20/o-ultimo-homem-do-mundo-tais-cortez/
Tais Cortez 30/12/2015minha estante
Oiii, Vi
Que resenha mais fofa! Adorei :)
Obrigada!
Fico feliz q tenha sido uma leitura leve, divertida e envolvente!
Bjsss e sucesso ao blog!




Duda 22/12/2015

Resenha – O Último Homem do Mundo – Taís Cortez
Conheci o livro O Ultimo Homem do Mundo através da booktour realizada pela autora, Taís Cortez. Não busquei nada sobre o livro, para formar minha opinião somente pela leitura. O livro conta a história de Amanda, uma menina bem rebelde e que faz de tudo para desagradar a mãe, Patrícia Oliveira, uma atriz super famosa. Devido ao fato da mãe trabalhar sem parar e nos poucos momentos de folga, passar envolvida em namoros, Amanda se sente abandonada, o que a levou a rebeldia.
A menina foi expulsa dos seus últimos colégios, e acabou sendo matriculada no colégio interno, Educação Elite, que como o nome já diz, é para jovens da elite nacional, filhos de pais ricos e poderosos. Amanda está determinada a conseguir mais uma expulsão, fazendo as maiores doidices para isso, desde pintar o cabelo (ruivo natural!) de cores bizarras, a fumar cigarros, mesmo não gostando.
Logo no primeiro dia arruma briga com a Mariana; que por coincidência, é filha do diretor; o que quase a leva a ser expulsa, se não fosse pela “ajuda” de duas meninas que a defenderam, Maíra e Paulina. E essas duas com o passar do tempo se tornam grandes amigas de Amanda e ajudam em suas loucuras, mesmo não entendendo o porquê de a menina querer sair de um dos melhores colégios do país.
Ainda no primeiro dia da aula, Amanda conhece Ricardo, o namorado de Mariana e que parece ser o típico playboyzinho, com direito a popularidade, arrogância e tudo mais. Porém, com o passar do livro, vemos que há mais de Ricardo do que o que foi deixado pela primeira impressão.
Amanda e Ricardo se “odeiam” desde o inicio, tanto que Amanda vive dizendo que ele é o “ultimo homem do mundo” para ela, mas devido a uma causa nobre, acabam tendo que se unir e esquecer as diferenças. A partir daí outros sentimentos começam a surgir...
Há toda uma história de fundo, mas não quero revelar mais para evitar os spoilers. No começo do livro identifiquei muitas coisas parecidas com a novela Rebelde (a mexicana, nunca assisti a versão brasileira). A Amanda e o Ricardo pareciam muito com a Roberta e o Diego. Não achei algo ruim, afinal, amo essa novela e esses personagens. Mas ao decorrer do livro, as semelhanças foram diminuindo, o que também foi bom, pois o livro criou sua própria identidade.
Devorei o livro em poucas horas, mesmo sendo uma semana onde eu estava até sem tempo de morrer. Não conseguir para de ler até terminar. Estou ansiosa para ler outros livros da Tais.

site: http://www.wewantdreaming.com.br/2015/12/resenha-o-ultimo-homem-do-mundo-tais.html
Tais Cortez 23/12/2015minha estante
Oiii, Eduarda
Obrigada pela linda resenha!
Adorei saber q devorou o livro em poucas horas e que não conseguiu parar de ler até terminar! rs
A Amanda e o Ricardo foram sim inspirados pela Roberta e pelo Diego, que eram meu casal preferido da novela!
Gostei quando comentou q, a despeito dessas semelhanças, o livro adquiriu sua própria identidade!
Bjsss e sucesso ao blog!




Suzii 18/12/2015

O final é muito fofo!
Eu amei o livro, eu li ele em menos de dois dias, me prendeu fácil... a escrita da Tais Cortez é muito leve e boa pra se ler, o ruim é que li rápido e agora quero mais kkk....
Aprendi com a Amanda, pois ela era muito rebelde e mudou, antes eu era antissocial assim como Amanda e também fui mudando aos poucos. Me identifiquei muito com a Amanda e isso me fez ler o livro super rápido, passando a noite em claro.
E agora o Ricardo é mais um dos meus crush's literários!
Tais Cortez 18/12/2015minha estante
Oiii, Suzani
Que depoimento mais fofo!
Obrigada por compartilhar o q achou!
Fico feliz q mais um de meus bbs tenha conquistado seu coração! Vc realmente leu rapidinho! rs
Adorei saber que se identificou com a Amanda e que o Ricardo se tornou mais um de seus crush's literários hehe
Bjssss




estantedasuh 18/12/2015

O Último Homem do Mundo - Blog Era Uma Vez o Livro
Amanda é uma adolescente rebelde, ela tem problemas com a mãe pois acha que não recebe a devida atenção. Sua mãe prefere a carreira ao ficar com ela. Por causa disso ela já foi expulsa de três colégios. Patrícia, mãe de Amanda, vendo a situação da filha resolve colocá-la num colégio interno, intitulado Educação de Elite, onde só tem filhos de famosos e empresários. Amanda se sente traída mais uma vez por sua mãe e vai fazer de tudo pra ser expulsa de novo.

Ao reparar no local ele vê que não é tão ruim assim e acaba desistindo da ideia. Ela conhece suas amigas de quarto e elas acabam sendo uma das causas dela desistir da expulsão. Junto com essas novas amigas ela conhece Ricardo, uma garoto mulherengo e o mais popular da escola. Eles se odeiam logo de cara, mas no fundo tem uma pontinha de amor ali.

O leitura é bem juvenil, mas tem temas muito importantes para a nossa juventude. Nessa história vi como os pais são importantes na vida de um filho, tanto pro bem quanto pro mau. Quase todos os alunos do colégio sentiam que seus pais não davam a devida atenção e cada um reagia de uma maneira.

A capa do livro é linda. A diagramação é simples. A folha é amarelada perfeita para leitura e a fonte está num tamanho maravilhoso. Vi alguns erros ortográficos, mas nada que atrapalhe a leitura.

Eu gostei do livro logo de cara, pois os personagens são bem carismáticos e nos fazem se apegar a eles. Adorei a mensagem que a autora passou de amizade, fidelidade companheirismo e amor. Uma leitura super indicada a todos que amam livros juvenis com muito conteúdo.

site: http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/2015/12/o-ultimo-homem-do-mundo-de-tais-cortez.html
Tais Cortez 18/12/2015minha estante
Oii, Suellen
Fico muito feliz que tenha gostado do livro e apreciado todas as mensagens que procurei transmitir através da história.
Se puder, coloca ela no skoob tb por favor!
Obrigadaaa
Bjsss!




Ana 10/12/2015

Tais Cortez é paulista e autora de dois livros: “Golfinhos e Tubarões” e “O Último Homem do Mundo” e fui convidada para participar de um book tour do segundo.

No começo eu me empolguei porque: Livro. Mas daí parei para pensar o que me esperava e pensei “no que eu fui me meter?”. Eu não li nenhuma resenha ou sinopse antes de receber o livro, mas o título e capa não me pegavam, sabe? Eu não sou uma leitora de romances-romances. Gosto de romances quando o romance não é o foco, o que não é o caso.

Mas enfim, vamos ao que interessa:

O Último Homem do Mundo conta a história de Amanda, uma garota revoltada que coleciona expulsões em seu currículo. Amanda é enviada, como medida desesperada, para um colégio interno, e seu primeiro dia de aula já começa com tentativas de uma nova expulsão. Em seu primeiro dia Amanda também conhece Ricardo, o popular-mulherengo da escola, e os dois desenvolvem aquela química te-amo-te-odeio.

O ponto fraco do livro, para mim, é a previsibilidade. Mas não vejo isso como um problema do livro, e sim de eu mesma já ter me saturado de romances. Mesmo tendo achado o livro previsível, ele foi capaz de prender plenamente a atenção de alguém que não gosta de romances (> eu

site: http://quasemineira.com.br/2015/06/o-ultimo-homem-do-mundo/
Tais Cortez 10/12/2015minha estante
Oii, Ana
Obrigada por compartilhar o q achou!
Q bom q, apesar dos pontos que ressaltou, ele conseguiu prender sua atenção mesmo sem vc gostar de romances rss
Bjsss e sucesso ao blog!




Djaina Eclesia 29/11/2015

Foférrimo!
Realmente tive que ler tudo, precisava saber mais e mais, me apaixonei é claro por Amanda e Ricardo, que malucos e que lindos, lembrei muito de quando assisti Rebelde do mxc, sensações que tive há dez anos atrás vieram à tona, meu primeiro beijo, a descoberta da necessidade de estar com quem se gosta, no meu caso não tive sucesso, e graças a Deus por isso, mas fiquei muito feliz ao ler esse livro.
Tais Cortez 29/11/2015minha estante
Oiii, Djaina
Uau, leu super rapido!!!
Fico feliz q tenha gostado e que a história tenha despertado essas sensações tão gostosas da nossa adolescência!
E faz sentido ter se lembrado da novela Rebelde, pois o casal principal foi inspirado pela Roberta e o Diego, meu casal preferido da trama! hahah
Bjsss e obrigada por compartilhar o q achou!




spoiler visualizar
Tais Cortez 29/11/2015minha estante
Oiiii, Lara
Adorei sua resenha!
Especialmente quando disse que sei criar personagens apaixonantes hehe
Fico feliz q meus dois livros, mesmo sendo tão diferentes, conseguiram conquistar seu coração!
Que venha agora Acima de Nós!
Bjssss e sucesso ao blog!




Joiran 08/11/2015

Deixar o passado e seguir em frente
Amanda é a aquela menina que não consegue se desvincular de fatos pesados e sofridos do seu passado. Em vários sentidos ela tem razão de não se desvincular e em outros faz se necessário uma surra de realidade. Ricardo é um protagonista com um enorme dom. Ele consegue ser contraditório e unilateral ao mesmo tempo.
Tais Cortez criou um ambiente escolar aconchegante e que consegui captar o jogo de contrastes que é a riqueza e pobreza no Brasil. A Escola E.E. é uma instituição que eu gostaria de trabalhar. Não por ser uma escola que é para ricos, mas sim por causa da figura do diretor, Alexandre.
Foi por causa da força do diretor que Amanda foi guiada e persuadida a desistir de se sabotar, já que uma idéia fixa na mente do ser humano, normalmente, só consegue sair depois que nos metemos em roubadas gigantescas.
Ricardo é aquele garoto que meche com os corações das meninas e causa irritação em Amanda. Essa irritação vai intensificando e se transformando em algo mais conforme novas peças e pessoas vão surgindo no decorrer da estória. Eu simplesmente fiquei extasiado como o coração do personagem vê o outro.
Nesse livro os personagens secundários possuem um destaque a parte. Paulina e Maíra são duas colunas de sustentação da vida de Amanda. David é a força sobrenatural que quebrou o coração dos protagonistas. Os antagonistas são muito chatos e ordinários.
A autora em vários momentos me fez rir e outros me fez chorar. Senti falta de mais detalhes sobre o impacto do sucesso do baile no que os protagonistas propunham. E aqui vai um recado para a autora. Estou esperando algum conto ou quem sabe um livro sobre a visão do Ricardo desses acontecimentos.
Se você ainda não leu O Último Homem do Mundo não perca tempo. Super indico. Você que leu, gostou?

Joe Almeida


site: http://surpresasnaspaginas.blogspot.com.br/
Tais Cortez 09/11/2015minha estante
Oiii, Joiran
Bom, o que dizer da sua resenha?
Admito que estava ansiosa para saber sua opinião sobre o livro, principalmente porque poucos homens leram este livro, e os poucos que leram gostaram....então estava torcendo para que ocorresse o mesmo com vc! Fico muitoooo feliz q sim!
Adorei saber q a história o fez rir e chorar! Que bom é perceber o quanto foi envolvido por ela!
Tb gostei de seu comentário sobre o diretor Alexandre. Ele é realmente incrível!
Obrigada pelo carinho! Que venha Golfinhos e Tubarões!!!
Abraço e sucesso ao blog!




Fernanda 29/10/2015

Amor na medida certa
As primeiras páginas de um livro normalmente definem a leitura, isso acontece de vários aspectos, pelo menos comigo, com esse livro a narrativa me cativou desde o início, o que foi e é crucial para que eu consiga terminar um livro, pois bem, O último homem do mundo possui uma narrativa leve, simples e prazerosa de ser lida, as páginas fluem rapidamente sem que você se dê conta de que o tempo está passando.

A abordagem inicial, da garota rebelde, me parecia, de inicio, que se tornaria um livro clichê, a garota com problemas familiares superficiais que faz de tudo para chamar atenção dos pais, mas, e eu adoro dizer isso: mas... fui totalmente surpreendida, temos muitas coisas diferentes no livro, como: romance adolescente (para quem gosta), problemas familiares, problemas sociais, identificação do seu papel como individuo dentro da sociedade, poder da amizade e a força de uma conversa franca.

Todos os temas são abordados de forma natural na narrativa, nada parece ter sido jogado dentro da história, até mesmo o final, que te deixa com gostinho de quero mais, só que tudo na medida certa.

Pra mim, uma boa história tem que saber dosar as coisas, não pode ser igual novela que só conta tudo no último capítulo, mas também não pode contar tudo de uma vez, os fatos tem que fluir, acontecer, de norma natural.

A Taís conseguiu me encantar de verdade com esse livro, a escrita é maravilhosa, o tema, os personagens e a critica social, mesmo que eu quisesse mais da parte social, entendo que nesse livro não faria sentido, mas de qualquer forma foi incrível ler que ela conseguiu dentro de um romance colocar algo que nos faça pensar no próximo, analisar nossas vidas e os reais problemas que vivemos.

Estive com um "bloqueio" quanto a resenhas, perdi a conta de quando postei a última aqui no blog, mas terminei o livro a pouco, e senti uma vontade imensa de falar o que eu achei, porque quando a gente gosta de verdade de algo, quer que todo mundo saiba, independente do que seja, é sempre assim.

Não sou louca por romances adolescentes, mas esse com toda certeza do mundo esse tem seu lugar especial no meu coração.

"... - Pessoas comuns falam sobre pessoas. Pessoas extraordinárias discutem ideias. Pessoas comuns pensam em si mesmas. Pessoas extraordinárias querem mudar o mundo. Pessoas comuns se cansam quando os obstáculos aparecem. Pessoas extraordinárias encontram forças quando todos já desistiram..."



site: https://bookshelfone.wordpress.com/2015/10/29/resenha-o-ultimo-homem-do-mundo-tais-cortez/
Tais Cortez 29/10/2015minha estante
Ferrrrrrrr
Adorei a resenha!!!
Primeiro, por vc ter se surpreendido com a história. O último homem do mundo recebe bastante esse tipo de comentário kkkk o leitor começa achando que será um romance clichê e acaba encontrando muito mais!
Segundo, pelo seu comentário sobre todas as coisas terem ocorrido de maneira natural e na dose certa. Acho isso super importante. Não gosto de cenas ou acontecimentos forçados.
Terceiro, por ter conseguido quebrar seu bloqueio em escrever resenha rss
Fico muito feliz q tenha gostado da minha escrita, do enredo e por ter se encantado com a história a ponto de sentir essa vontade de contar a todos como se sentiu! rs
Obrigada pelo carinho!!!
Bjsss e sucesso ao blog!




Thaysa 27/10/2015

Simplesmente apaixonante!
Amanda é filha de uma atriz super famosa, que toma todas as decisões na vida da filha e não consegue perceber que a filha cresceu e quer escolher ela mesma o que fazer dos seus dias.

Com a fama, Patrícia, mãe de Amanda, faz de tudo para dar do bom e do melhor para a filha. Entretanto, faz com que não sobre nenhum tempo para a menina, e o pouco que resta Patrícia passa com algum namorado diferente, revoltando Amanda.

Mas, ao invés de colocar as cartas na mesa e conversar com a mãe, ela simplesmente acredita que suas atitudes é que vão falar por si. Depois de ser expulsa de três colégios, ela é matriculada no Educação de Elite, o melhor colégio do país. Entretanto, ela não foi consultada pela mãe, e decide que não ficará ali por muito tempo.

Logo que chega, toda de preto e com cabelos roxos, já arruma confusão esbarrando em Ricardo, um dos alunos mais populares do colégio e um babaca de carteirinha. Como se não bastasse essa recepção hostil, logo que se despede da mãe, Mariana, namorada de Ricardo, conta para seus colegas a "fama" que a mãe de Amanda tem, e é claro, Amanda não deixa barato, ainda com a oportunidade de uma briga e expulsão a vista.

"- Não toque em mim, se não quiser perder o dedo! - ameacei-o com um sorriso nos lábios. Eu estava prestes a machucá-lo e, dessa vez, propositalmente." (pág. 12)

Quando chega na sala do diretor, ela não contesta em nenhum momento as afirmações de Mariana, até que duas garotas que presenciaram a briga resolvem ajudar e contam a verdade. Amanda fica furiosa, pois seus planos foram por água a baixo, e é ai que ela descobre que essas duas garotas são Maíra e Paulina, suas colegas de quarto.

Amanda faz tudo que se pode imaginar para infligir as regras do colégio e ser expulsa. Mas, para seu infortúnio, o diretor é muito paciente e a inspetora orgulhosa demais para deixar que uma aluna rebelde a tire do sério.

Confesso que quando peguei para ler achei que seria mais um romancesinho clichê, maaaaaas acabei me surpreendendo e muito! Durante a leitura você vai percebendo os motivos reais de Amanda e Patrícia agirem assim.

Enlouqueci quando Amanda diz que é ruiva, mas pinta os cabelos como um ato de rebeldia. Como assim querida?? Não faz isso comigo! Mas a tinta é removível e ela logo deixa seus cabelos lindos, maravilhosos e invejáveis como são naturalmente.

Amanda é uma protagonista cheia de atitude, disposta a fazer o que for necessário para conseguir o que quer. Ricardo é um babaca conquistador que não leva desaforo para casa e não mede esforços para manter sua reputação. Já dá para perceber a confusão que esses dois aprontam, né?!

O crescimento da protagonista durante a leitura é visível. E MAIS! A autora não fica simplesmente focada no romance, ela aborda assuntos muito mais importantes, o que eu achei fantástico para o crescimento de Amanda.

"- [...] Pessoas comuns falam sobre pessoas. Pessoas extraordinárias discutem ideias. Pessoas comuns pensam em si mesmas. Pessoas extraordinárias querem mudar o mundo. Pessoas comuns se cansam quando os obstáculos aparecem. Pessoas extraordinárias encontram forças quando todos já desistiram. [...]" (pág. 160-161)

Eu simplesmente AMEI esse livro! Desde que comecei a ler, não consegui parar e acabei no mesmo dia, em horas! E ainda entrou para a minha lista dos que merecem ser relidos ♥

O Último Homem do Mundo é um romance maravilhoso, conflitante e apaixonante! Recomendo a todos que gostam do gênero, podem ler sem medo algum!!

site: http://www.guardiadebibliotecas.com.br/2015/10/resenha-do-11-book-tour-de-o-ultimo.html
Tais Cortez 27/10/2015minha estante
Thaysaaaaa...
Obrigada pela resenha!
Ameiiii :)
Fico feliz que tenha se surpreendido pela história e foi impossível não rir dos seus comentários sobre os cabelos da Amanda haha
Tbm gostei quando mencionou que o livro vai além do romance e envolve assuntos bem importantes :)
Que venha agora Golfinhos e Tubarões!!!
Bjssss e sucesso ao blog!




Blog Duas Mentes Literárias 23/10/2015

9 BookTour do Ultimo Homem do Mundo
Resenha Lu:

Engraçado, leve e romântico, muito romântico é assim que é “O Último Homem do Mundo”.
Sabe aquelas comédias americanas?? Então assim é esse livro, ele é leve e, sem dúvidas, vai te proporcionar momentos de risadas e de vergonha alheia também, nas encrencas em que Amanda se mete.
“O Último Homem do Mundo” conta de forma divertida a história de Amanda, a típica garota problemática, ela já foi expulsa de três colégios, porém já nas primeiras páginas você nota que tudo o que nossa protagonista faz é para chamar a atenção de sua mãe, a bela atriz de fama nacional Patricia Oliveira, que gasta seu tempo livre atrás de um novo amor.
Em uma tentativa de fazer a filha se comportar, Patrícia matrícula Amanda no Colégio de Educação Elite, um colégio interno frequentado apenas pelos filhos da alta sociedade. Porém Amanda está determinada a ser expulsa desse também e não medirá esforços para conseguir, já em seu primeiro dia ela se mete em confusão com Mariana, a filha do diretor, e automaticamente elas se tornam inimigas.
Ricardo o garoto mais popular e mulherengo do Colégio está disposto a comprar a briga de sua namorada, Mariana, e é ai que um milhão de confusões acontece.
Entretanto Amanda e Ricardo são atraídos um pelo outro, mas eles não mediram esforços para atrapalhar um ao outro, porém um projeto os uni e algo mais também, assim Amanda e Ricardo vão se conhecer a fundo, saber quais são os dramas, sonhos e frustrações um do outro e vão tentar se ajudar e parar de negar a atração que sentem.

"Ricardo era o último homem do mundo que minha consciência escolheria"

Não tem como não se divertir e rir com esse livro, o leitor ficará apaixonado a cada página, vai rir ao ver esses dois orgulhosos lutando contra o maior sentimento de todos: o amor.

"No fundo, eu sabia que seu sentimento era verdadeiro, porque o seu amor foi demonstrado com atitudes, antes mesmo de ser expresso em palavras.”.

Taís aborda de forma leve os dramas e conflitos adolescentes, a confiança em quem se ama, mesmo quando tudo aponta o contrario, a rebeldia da personagem e a vida corrida que muitos pais levam. Todos os personagens são bem construídos, a vilã, não é tão vilã assim, me proporcionou momentos de diversão, como toda vilã de comédia romântica ela faz o livro acontecer.
Amanda amadurece muito ao longo do livro, o crescimento dela acontece a cada página e você vai crescendo junto com a personagem, eu ri com ela, vivi seus dramas e anseios e também me apaixonei por Ricardo, apesar de querer esganar ele em vários momentos.
As companheiras de quarto, Maíra e Paulina, são maravilhosas, elas são amigas de verdade e levam a palavra amizade ao pé da letra, ajudando em vários momentos nos planos malucos de Amanda.
A capa do livro é um luxo a parte, eu li o livro em dois dias e assim que acabei eu só ficava olhando e olhando, o capista está de parabéns ele capturou a essência do livro e colocou na capa, a diagramação da Ler é maravilhosa, adorei que no canto esquerdo das páginas tinha o nome do capítulo que fazem jus a cada parte da história. As folhas amareladas são as minhas preferidas, o tamanho da letra é adequado.
Taís Cortez demonstrou mais uma vez que consegue capturar o leitor do início ao fim, com sua escrita impecável e diálogos inteligentes, o enredo foi super bem conduzido do inicio ao fim e deixa o leitor com gostinho de quero mais.
Será que o amor vai vencer o orgulho de Amanda e Ricardo?

"O amor é um risco e, se você não está disposta a se arriscar, então não é digna desse amor. A questão é: o amor de vocês vale esse risco?"


Se apaixonar por esse livro vale o risco da ressaca depois, então o que você está esperando para ler??

Resenha Beca:

“O Último Homem do Mundo” é o tipo de romance que eu AMOOO.
Sabe aqueles romances adolescentes? Clichês? Que já sabemos o final, mas mesmo assim quando estamos dentro da história parece que aquele final feliz nunca vai chegar e que você vai chorar no final (Seja porque não termina do jeito que você quer ou simplesmente porque o livro terminou kkkkk)???? Bom, assim é o segundo livro escrito por Tais Cortez!!!
O livro me fez lembrar o filme “Garota Mimada”, pelo simples fato de que ambas as protagonistas serem garotas rebeldes que os pais não suportam mais e que são mandadas a um colégio interno, mas a semelhança acaba ai, porque no livro, Amanda (a personagem principal), é daquelas rebeldes que se vestem toda de preto, maquiagem forte, cabelo colorido (nem um pouco patricinha como a do filme)... Tudo pra irritar e chamar a atenção da mãe, que é uma atriz famosa, que não dá atenção para Amanda desde que o pai de sua filha morreu e ela ficou famosa.
Depois de ser expulsa de 3 colégios (até agora me pergunto como ela fez isso kkkkk) a mãe de Amanda, Patrícia Oliveira, decide colocar a filha na Escola de Elite, um colégio interno onde só estudam os filhos dos Todos Poderosos kkkkkk. Amanda entra na escola decida a ser expulsa, por isso já se mete em confusão nos primeiros minutos que chega à escola... E JUSTO com a filha do diretor, Alexandre (que é um ex-namorado de sua mãe). Porém o que Amanda não espera é encontrar um diretor que pode ser considerado um amigo e que é MUITO paciente... E o que nunca passou pela cabeça dela foi...fazer amigas...
Como o esperado, Amanda, logo que chega ao colégio, já passa a ser odiada pelos “populares”, Mariana (filha do diretor), seu namorado, Ricardo, e seu grupinho de ricos esnobes kkkkkkkk. Amanda tenta unir o útil ao agradável ao beijar Ricardo... ISSO MESMO SENHORAS E SENHORES, Amanda beija seu “inimigo”, tudo para se vingar de Mariana e para tentar ser expulsa, já que uma das principais regras da escola é: “Proibido relacionamentos amorosos em ambiente escolar”... O que se vocês podem perceber não impediu a própria filha do diretor descumprir essa regra.
Em meio a tantas tentativas de sair da escola Amanda é obrigada a se juntar a Ricardo pra juntos fazerem o bem. Como assim? Não posso contar então leiam o livro kkkkkk.
Bom, vou parar por aqui senão não paro mais e dou spoiler kkkkkk
Tais discorre muito bem sobre a vida de alunos em uma escola interna, os conflitos de caráter, os problemas familiares, a hierarquia presente nas escolas (devemos admitir kkkkk), as crises amorosas, os problemas de alguns alunos com álcool, entre outros temas.
É um livro que depois que acaba você ainda fica pensando nele por dias. Um livro que te prende do começo ao fim com as encrencas de Amanda, Ricardo e os esnobes kkkkkkk.

site: http://blogduasmentesliterarias.blogspot.com.br/2015/09/book-tour-o-ultimo-homem-do-mundo-tais.html
Tais Cortez 24/10/2015minha estante
Obrigada pela resenha, meninas!
Adorei!
Fic feliz q tenham gostado e se divertido com as loucuras da Amanda!
Bjsss
e sucesso ao blog!




Ana 21/10/2015

Resenha "O último homem do mundo" - Tais Cortez
Oi gente!!

Hoje trago pra vocês a resenha do livro "O último homem do mundo" que recebi no booktour que a autora Tais Cortez me convidou.

Primeiro de tudo quero muito agradecer a Adriana do Blog Livros, Leituras e Leitores por ter me indicado para esse booktour. Eu nunca tinha participado de um porque acho muito difícil ler um livro e não te-lo na estante (estou achando muito difícil envia-lo a próxima do booktour) mas, estou muito feliz de ter tido a oportunidade de ler esse livro.

Sabe aquele livro clichê que você sabe o que vai acontecer o tempo todo mas, que você não consegue deixar de ler até terminar? Aquele livro que te prende do inicio ao fim, te faz suspirar, te coloca no lugar da personagem, faz você se apaixonar e se sentir pré adolescente de novo? É esse livro, eu amo clichês, pra mim, são os melhores, as melhores histórias de amor são as clichês, os melhores livros são assim e esse não foi diferente.

Quando eu peguei esse livro pra ler, foi depois de me preparar pra dormir, eu pensei, "Vou ler um pouquinho e adiantar minhas leituras", em nenhum momento pensei que só pararia de ler as 03:30 da manhã, depois de ler a última página do livro.

Bom, sem mais delongas, vamos a resenha.

SINOPSE: Amanda é uma garota rebelde e problemática. Filha de Patrícia Oliveira, uma atriz mundialmente famosa, ela se ressente do comportamento da mãe, que trabalha demais e dedica seu pouco tempo livre para namorar. Depois de ser expulsa dos três últimos colégios, Amanda é matriculada contra sua vontade no Educação de Elite, o colégio interno mais renomado do país, onde apenas os filhos da elite nacional estudam. Determinada a conseguir mais uma expulsão, ela é capaz das maiores loucuras, mas seus planos acabam sendo frustrados por suas colegas de quarto, por uma inspetora intrometida e um diretor paciente. Lá ela também conhece Ricardo, o garoto mais popular e mulherengo do colégio. A atração entre eles é imediata, mas isso não impede que se odeiem ferozmente e que façam de tudo para prejudicar um ao outro. No entanto, o destino os forçará a unirem forças por um bem maior, e Amanda perceberá que, às vezes, o último homem do mundo de sua consciência pode ser justamente aquele que seu coração decide escolher.
Bom, depois dessa sinopse, não tenho muito o que dizer da história do livro sem contar muitos spoilers mas, vou falar minhas primeiras impressões e o que achei dos personagens.

A Amanda é filha de uma atriz super conhecida, devido a falta de atenção, ela começou a ficar meio "rebelde" e a fazer exatamente as coisas que a mãe dela não queria que ela fizesse. Sempre dava um jeito de ser expulsa dos colégios que a mãe a colocava e o relacionamento das duas é péssimo. Minha primeira impressão dela foi de que devia ser uma criança, achei ela na verdade muito mimada mas, depois fui vendo que ela fazia as coisas pra chamar a atenção, era sempre uma forma da mãe olhar para o que ela fazia, mesmo que fosse pra brigar.

O livro começa com a Amanda narrando sua ida a nova escola, e o quanto ela estava infeliz com isso. Logo no primeiro dia de aula a garota conheceu o Ricardo e sua namorada (os populares da escola). Eu achei o Ricardo um tanto quanto arrogante e cheguei até a pensar que o rapaz por quem a Amanda iria se apaixonar seria algum outro, que o Ricardo odiasse.

"Pessoas comuns pensam em si mesmas, pessoas extraordinárias querem mudar o mundo"

Com os desenrolar da história eu fui percebendo as verdadeiras personalidades dos protagonistas. Amanda é uma menina carente, que muitas vezes deixou de fazer o que queria só para contrariar a mãe e o Ricardo é um garoto que tem algumas mágoas da infância e que não tem amor em casa, o único amor que recebia era da sua namorada e a personalidade dela acabava refletindo a dele.

"-Minha cabeça diz que ele é o último homem com quem quero me envolver - admiti.-E o seu coração? - Perguntou Paulínia.-Diz que é tarde demais..."

Como eu falei lá no começo do post, o livro é um super clichê, mas é um clichê maravilhoso, a autora conseguiu me prender a leitura de uma forma que poucos livros conseguiram. Cada hora era uma "treta" nova que a Amanda arrumava kkkkkkk e confesso que me diverti com algumas. Não consegui largar o livro até terminar, ficava sempre no "mais um capítulo".

Eu super indico o livro, para todas as idades, tenho certeza que todos vão se apaixonar assim como eu.

Espero que tenham gostado e que leiam o livro.

Super beijos e até a próxima.
;*

site: www.saladadelivros.com
Tais Cortez 24/10/2015minha estante
Oiii, Ana Carina
Uauuu...ameii sua resenha!
Muito obrigada :)
Assim como vc, sou fã de romances clichês hahah
Fico feliz em ver o quanto gostou e se divertiu com a história, e adorei saber q ficou presa à leitura da primeira a última página, a ponto de "madrugar" até terminar a leitura! rsss
Obrigada pelo carinho!
Bjsss
e sucesso ao blog!




Jaque 07/10/2015

Leitura obrigatória pra quem gosta de romance ♥
WOW!
Esse livro é realmente sensacional!
A protagonista, Amanda Oliveira, é uma adolescente rebelde (que me lembrou MUITO a Roberta, de RBD), inteligente, sarcástica, caridosa e forte. Revoltada com a mãe, uma atriz internacionalmente famosa e namoradeira, Amanda decide fazer tudo que pode para sair do novo colégio interno, o Educação de Elite. No entanto, ela acaba fazendo amizades e começa a gostar da escola, o que dificulta muito em seu plano de impedir a mãe de decidir sua vida.
Entre essas amizades também temos Ricardo, um mulherengo "sem sentimentos", por quem Amanda nutre sentimentos de ódio (sentimento esse que é mútuo), até conhecê-lo melhor. Esse gato deixa a protagonista extremamente confusa, assustada com as próprias sensações e percebendo como Ricardo pode afetá-la.
Quando os dois se envolvem, não é pelas razões certas, e, no começo, Amanda tira proveito de Ricardo como uma de suas tentativas de ser expulsa. Porém, essa vai se tornar uma tarefa quase impossível, já que o diretor está certo que vai convencê-la a permanecer no colégio.
Nesse livro também temos temas polêmicos, como a verdadeira pobreza, alcoolismo, problemas familiares e traição.
O enredo é maravilhoso e envolvente, assim como a escrita da autora. Um dos pontos mais interessantes, para mim, além dos temas pesados (incrivelmente bem-abordados), foi a personalidade da protagonista e o apoio que ela recebe das pessoas, que permite que ela veja as coisas de uma forma menos superficial, e acompanhamos seu amadurecimento.
Recebi essa obra em parceria com a Tais, através de um Book Tour. Li em apenas 3 dias, e teria lido em ainda menos tempo, não fosse pela escola em período integral. :(
Sinceramente, é um livro tão sensacional que me deixou sem palavras. É daqueles que você sente uma montanha russa de emoções e se encanta, se envolvendo intensa e deliciosamente com os personagens, desejando que a história seja prolongada. Foi uma leitura de aquecer o coração, e estou louca para conferir outras obras da autora.
Com certeza o livro entrou para um dos melhores lidos do ano, e quero muito ser a sortuda que vai ficar com ele. O livro mexe muito com o leitor, e sinto que é capaz de curar qualquer ressaca literária!

site: http://sanduicheliterario.blogspot.com/2015/10/resenha-o-ultimo-homem-do-mundo.html
Tais Cortez 07/10/2015minha estante
Jaqueeeeeeee...
Que resenha mais maravilhosa!!! AMEI!
Adorei qnd comentou sobre o enredo, minha escrita e sobre o amadurecimento da Amanda.
Q delicia saber q foi uma montanha russa de emoções para vc!!! E achei sensacional qnd disse q ele seria capaz de curar qlq ressaca literária!!! hehe
Eh uma honra saber q ele entrou para um dos melhores lidos do ano!
Obrigada pelo carinho! Espero q minhas outras obras tbm consigam encantá-la!!!
Bjsss e sucesso ao blog!




Maria Gabriela | Um livro ou dois 03/10/2015

Apaixonante!!!
O livro conta a história de Amanda, uma jovem temperamental e explosiva, aluna do segundo ano e de 16 anos, que estuda forçada no colégio interno Educação de Elite.
Sua mãe, Patricia é uma atriz bem famosa e não sabe cuidar da filha, somente do seu trabalho e de sua vida amorosa (ou quase isso). Por isso Amanda é tão rebelde. Já foi expulsa de três colégios e faz de tudo para sair desse na qual foi matriculada por livre espontânea pressão.

Ela é bem doidinha e não mede as consequências para fazer o que quer, afinal ela já é expert no assunto.

Apesar de querer tanto sair do colégio, ela acaba conhecendo o Ricardo, um garoto bem mulherengo e popular do colégio; O último homem do mundo pela qual ela se apaixonaria... O lindo é que logo de cara, ocorre uma atração entre os dois, mas ainda assim são birrentos e parecem se odiar.

"Eu não vou ficar nesse colégio por muito tempo, mas, enquanto eu estiver aqui, é melhor você e sua namorada ficarem fora do meu caminho. E se ela falar um “a” sobre a minha mãe de novo, você pode se preparar para ter uma namorada banguela!"

Mas ela tem sorte de conhecer Paulina e Maíra, que se mostram amigas desde o primeiro contato. Para seu azar, Mariana é a filha encrenqueira do diretor do EE, e também namorada do Ricardo. Isso faz com que Amanda queira ainda mais sair do colégio, mas a força do destino mostra que nem tudo é o que e como a gente quer.


Conforme vão se passando os dias, Amanda vai aguentando e sempre procurando novos problemas para ser expulsa. Mas o problema maior dela é ter que ignorar Ricardo mesmo com seu coração pedindo pra ter ele por perto. Ela é bastante birrenta, mas ele adora retribuir.

Amanda descobre coisas sobre Mariana e Ricardo e usa isso pra tentar se vingar e sair do colégio.

Mas, apesar de toda raiva e de todos os problemas, eles acabam se apaixonando... O problema é que Amanda sai magoada, ao descobrir que nem tudo era como ela enxergava.

Passei boa parte do livro com muita raiva do Ricardo. Mas no final, confesso que senti vontade de abraçá-lo ao descobrir a verdade por trás de todo o engano.

"Sinto muito por ter estragado as coisas, e por ter machucado você. Eu confio em você, e vou fazer o que for preciso para compensar a dor que causei a nós dois. Apenas me diga que você ainda me ama, porque eu amo você".

O livro lembra muito a nossa amada novela Rebelde, a filha do diretor, a mocinha rebelde, a mãe famosa e alucinada por fama e namorados mal sucedidos. Mas a história consegue ser ainda mais legal e ter suas diferenças.

A Tais nos lembra que nem sempre sabemos em quem podemos confiar e que nosso coração acaba sempre dando a última palavra, mesmo que a gente diga que aquele cara, é o último homem do mundo pela qual você se apaixonaria...


site: www.blogumlivrooudois.blogspot.com
Tais Cortez 04/10/2015minha estante
Oiiii, Maria Gabriela
Obrigada pela resenha!!!
Adorei :)
Fico muito feliz q tenha gostado!
E vc acertou quando lembrou da novela Rebelde, pois a Amanda e o Ricardo foram inspirados no meu casal favorito: Roberta e Diego! rss
Bjsss
e sucesso ao blog!




153 encontrados | exibindo 16 a 31
2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 |