O Doce Veneno do Escorpião

O Doce Veneno do Escorpião Bruna Surfistinha




Resenhas - O Doce Veneno do Escorpião


226 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Teresa.Martins 06/07/2020

O livro traz a tona verdades e tabus. Poderia ter uma linguagem menos vulgar. Achei a redaçao um pouco apelativa
comentários(0)comente



Andressa.Soares 04/07/2020

Afff
Perdi 168 páginas da minha vida. Mas ok. ?Taí? o tipo de livro que a gente só lê porque tem pdf grátis.
Patricia.Lopes 04/07/2020minha estante
Hahahahahahaha leu meus pensamentos! Li faz tempo esse livro e pensei a mesma coisa! Fazer o q!




Renann 25/06/2020

Perdi meu tempo, mas...
A obra é bastante confusa e com algumas colocacoes muito fora de contexto. Agora sei pq no meu tempo de colegio as pessoas so falavam desse livro. Tem muita sacanagem, historias sexuais contadas com detalhes e bla bla bla. Nada demais para uma pessoa adulta, mas com certeza muito interessante para um adolescente.
A licao que fica: era melhor ter ido ver o filme do pelé.
comentários(0)comente



Suuh | @leitora.ansiosa 13/06/2020

A vida de Raquel Pacheco.
Acredito que muita gente deva conhecer Bruna Surfistinha, principalmente depois do lançamento de seu filme.⁣

Assisti ao filme e quando soube que tinha um livro fiquei logo curiosa para ler. ⁣

Minha maior curiosidade era saber mais da vida da Raquel Pacheco, já que a Bruna foi bem retratada no longa.⁣

De antemão já aviso que a Raquel não é uma boa escritora. Gostei de saber um pouco mais sobre sua vida, como o fato dela ser adotada, ter a síndrome do patinho feio quando pequena, sentir prazer em pequenos delitos (como roubar dinheiro dos pais) só com 12/13 anos de idade.⁣

Acredito que Raquel se transformou em Bruna porque quis. Desde o começo isso ficou bem claro para mim. Não foi a vida cruel que fez ela virar garota de programa, foi o fato dela escolher esse caminho. Digo isso porque ela tinha oportunidades, privilégios, mas não sentia que era o suficiente.⁣

O problema do livro é que a Raquel não escreve com muito nexo sabe. Ela inicia uma história do presente e do nada começa uma história do passado e depois volta para o presente e isso me incomodou muito. Fiquei perdida varias vezes.⁣

Enfim, foi uma leitura válida mas não é lá grande coisa.⁣

site: https://www.instagram.com/p/CBZBPxSjRX_/?utm_source=ig_web_copy_link
comentários(0)comente



Steve 23/05/2020

Bruna sabe muito
"As amizades passam, os vícios ficam.'
São conclusões como esta que fazem do livro uma obra de arte.
comentários(0)comente



Marjorie 21/05/2020

Não gostei
O livro tem muitos erros de gramática. Não consegui sentir empatia pela Raquel, achei ela extremamente superficial e fútil. O filme é mais legal.
comentários(0)comente



carvsnin 08/05/2020

oi
clube dos que leram a parte secreta mesmo todo mundo dizendo que não podia, porque a curiosidade falou mais alto
Damares 14/05/2020minha estante
safada


carvsnin 14/05/2020minha estante
?




Caroline.Prado 30/04/2020

Leitura bem rápida
Porém, a escrita deixa a desejar......
.
comentários(0)comente



Renata 26/04/2020

Raquel Pacheco dando vida a Bruna Surfistinha
A história de Raquel Pacheco, garota de família tradicional, moradora de um bairro nobre da cidade de São Paulo, aos 17 anos de idade, sai de casa para se prostituir, adotando o nome de Bruna Surfistinha, tornando-se nacionalmente conhecida por ter uma conta em um blog no qual fazia anotações de seus clientes dando lhes avaliações.
comentários(0)comente



Stefan 20/04/2020

A primeira profissão
Certa vez, li um texto onde o autor afirma que, biblicamente, a primeira profissão do mundo era a venda do próprio corpo, a prostituição.
Não tenho certeza da veracidade do texto,ou se na bíblia esta escrito isso mesmo, mesmo que de forma alegórica, como a maioria do que esta escrito lá, o que posso afirmar é que eu achei o livro um pouco comovente.
Realmente não é muito bem escrito, mas não é péssimo, mostra um lado do mundo que muita gente não quer ou não gosta de enxergar, mas existe, esta lá, e que, utilizando agora uma metáfora bíblica, não devemos jogar pedras, pois todos erramos, um erro maior é julgar segundo nossa régua moral.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Mary Jane 14/04/2020

Bom pra quem curte detalhes
Nada eletrizante, apenas a vida de uma moça com uma profissão. Acho válido a experiência e curiosidade, mas, nada demais
comentários(0)comente



Djéssica | @leituraconcluida 06/04/2020

O Doce Veneno do Escorpião
Minha dica: Nunca julgue um livro pela capa. Quem não leu e tem curiosidade, leia-o sem preconceitos, você pode se surpreender.
comentários(0)comente



Eduarda.Figueiredo 31/03/2020

Horrível.
Nada de novo e leitura péssima, mas que decidi ir até o final tentando me convencer de que não é possível publicarem tamanha algazarra promíscua e com zero conteúdo.
Apenas a história de Raquel, reconhecida como Bruna, filha adotiva de um casal de classe média alta e que ela os roubava, além de se drogar em tempos do colegial, repetir de ano, etc.
Se rendeu a prostituição e acredita mesmo que há algum tipo de inveja quando falam mal da vida dela, mas ao mesmo tempo mostra uma carência extrema por atenção. Além disso, se drogou durante anos até ter uma overdose daquelas.
É engraçado pq no livro ela relata que conheceu o amor de sua vida (um homem que antes era casado) e dois meses depois do livro ser publicado ela descobriu q ele a traía com garotas de programa.
Lembrando que ela roubava dinheiro de seus pais e até de outras pessoas, compactuando com seu futuro, quando foi roubada diversas vezes por suas colegas.
Leitura podre, devo assim dizer, visto que não tem nem pontuação correta, muitas gírias e parece um post de facebook.
Como eu acho que toda leitura é válida e por isso vou até o final (mesmo ela sendo podre), me remete que você colhe aquilo que planta. Se você furta, rouba, mente, trai, o karma é certo.
Não indico! ?
comentários(0)comente



Day 25/03/2020

Não é uma obra-prima, mas o conteúdo compensa
Primeiramente, não é um livro pornô, longe disso. É um livro não tão bem escrito, mas fácil de ler até pela curiosidade que desperta para quem imagina como é a vida de uma garota de programa. Não acho que a vida que ela relata no trabalho que tem seja a realidade de todas as mulheres que fazem o mesmo, longe disso. Mas a maior surpresa é a empatia que surge durante a leitura, que ela é uma mulher como qualquer uma de nós, com inseguranças, medos, traumas, desejos e que a vida é muito complexa para julgamentos e preconceitos.
comentários(0)comente



226 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |