A Garota Que Você Deixou Para Trás

A Garota Que Você Deixou Para Trás Jojo Moyes




Resenhas - A Garota Que Você Deixou Para Trás


566 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Sueli 14/02/2014

A Garota Que Ficou No Meu Coração
Ando com esse bovarismo rondando as minhas escolhas. Esse “querer descarado” de querer apenas coisas bonitas, simples, alegres e agradáveis. Converso com amigas, e não tenho nenhum pudor em confessar que meu coração é totalmente vagabundo, mas nem por isso menos sensível. Assim como não sou imune à beleza, ou aos encantos que a vida nos proporciona. E, entre as coisas que amo estão as artes de maneira geral, e um dos meus artistas plásticos favoritos é Gustav Klimt.
Portanto, quando assisti a um documentário sobre o processo de restituição dos quadros pintados por ele, e que pertenciam originalmente à família Bloch-Bauer, e que foram roubados durante a ocupação alemã, no primeiro grande conflito mundial, me senti tão perturbada que não consegui, até hoje, ter uma opinião formada sobre a sentença que obrigou o governo austríaco a devolver parte do acervo roubado à família Bloch-Bauer.
O que a princípio me pareceu uma sentença justa, já que as obras pertenciam aos Bloch-Bauer, tirou de todos nós a possibilidade de apreciar esses quadros tão belos e que até o momento da devolução estavam expostos em um museu vienense. As obras, depois de restituídas aos herdeiros, foram postas imediatamente em leilão e vendidas para um colecionador particular, onde ficarão para sempre longe de nossos olhos.
Vocês devem estar se perguntando o motivo de todo esse blá-blá-blá... Acontece que o livro “A Garota Que Você Deixou Para Trás” trata das questões jurídicas que envolvem um quadro que supostamente foi roubado da aldeia de S. Péronne, durante a ocupação alemã, na Primeira Grande Guerra.
Eu imaginei que haveria a mesma pátina de tristeza que havia encontrado em outro livro da Jojo Moyes que li, “Como Eu Era Antes de Você”, e que me emociona até hoje. Pensei encontrar uma história onde a mocinha seguisse em frente, após uma perda devastadora, mas nada havia me preparado para o que encontrei em “A Garota Que Ficou Para Trás”. Foram dias angustiantes, de profunda tristeza e agonia, mas ao mesmo tempo de um fascínio assustador e viciante.
Várias vezes eu me propus a abandonar a leitura, mas já estava presa, enfeitiçada pelo relato aterrorizante da vida dessas mulheres tão distantes de mim, tanto no tempo, como na força com que lutam por suas escolhas. O quê uma grande escritora, com uma grande história não faz conosco, não é mesmo?
Sophie e Liv são mulheres que não titubeiam quando o julgamento incorreto de suas ações as excluem e as afastam de todos aqueles que paulatinamente as assassinam moralmente, até mesmo as pessoas nas quais elas depositam o seu afeto e confiança. Até mesmo a chance de se defenderem de acusações caluniosas e inverídicas lhes foi negada. Essas mulheres, afastadas por quase um século, sofrem a mesma solidão dos injustiçados.
Jojo Moyes é uma escritora fascinante, ela deixa todo o conflito do livro para nós, os seus leitores. Em muitas ocasiões nos veremos torcendo para que Sophie e Liv mudem as suas escolhas, ou tentando não julgá-las por seus atos.
Acompanharemos a trajetória de Sophie, uma bela e confiante mulher, que foi retratada brilhantemente, e com todo amor, em tela, por seu marido – o quadro em questão - desde a sua juventude, plena de vida, até ser transformada em nada mais que um corpo à beira da morte, coberto de sangue e infestada de piolhos. Li a morte sobrepujando a esperança que a motivava em sua busca, e li a hora em que ela conhece a sensação de resignação pelo seu próprio destino, de uma forma brilhante, e com um desfecho inesperado e magnífico.
Quase não me comuniquei durante a leitura deste livro, apenas o necessário, pois estava ansiosa para saber o final, e a todo instante lembrava-me que a Tonks nos disse que era feliz...
Segui em frente, tateando, fechando o livro quando eu estava tão emocionada que sentia minhas mãos tremerem. As lágrimas em meus olhos, e minha garganta ardendo pelo choro contido. E, tudo isto por ter acreditado e torcido firmemente pelos personagens tão bem construídos por Moyes.
Duas histórias paralelas e com muitas similaridades. A primeira começa em St. Pèronne, 1916, mas com alguns flashes do começo do relacionamento entre Sophie e Édouard, em 1914. E a segunda, em Londres, 2006, onde iremos conhecer Liv, uma triste viúva, de trinta anos, que em sua ânsia de preservar seus bens, acaba por perder tudo, menos a esperança e amor de Paul, um americano, divorciado e que coloca o mundo de Liv de pernas para o ar.
Se você acha que contei muita coisa sobre “A Garota Que Você Deixou Para Trás”, posso lhe garantir que você não tem ideia do mundo que é este livro!
Não tenho nenhuma dúvida de que este livro daria um filme magnífico. Fiquei tão emocionada como quando assisti “A Lista de Schindler”. E, imagino que eu deva ter lido os dois livros mais impactantes de Jojo Moyes... Leia e aprenda as lições contidas nesta história, eu garanto que você não vai se arrepender, além de adiantar que foi um dos finais mais lindos e emocionantes que já nos últimos anos.
Não posso deixar de comentar sobre a capa que achei parecidíssima com a do livro “Como Eu Era Antes de Você”. Concordam?
Parabéns à Editora Intrínseca por mais esse lançamento espetacular.
Nat 05/08/2014minha estante
Maravilhoso.
Li apenas um dessa autora, o "Como eu era antes de voce" que amei, ri e chorei.
sei que vou gostar muito desse.


Sueli 05/08/2014minha estante
Leia sem medo, Naty. Foi um dos melhores livros que li nos últimos anos.
Bjks


Ida 12/08/2014minha estante
Sueli, mais uma resenha brilhante, me fez desejar ainda mais ler este livro e pelo que vejo Jojo Moyes é uma excelente escritora. Obg


Sueli 12/08/2014minha estante
Depois desse livro, Ida, a Jojo Moyes entrou definitivamente para a minha lista de autoras favoritas.
Leia, e depois me conte, ok?
Bjs


Keylla 10/02/2015minha estante
Adoro suas resenhas! Parabéns!


Puri Morais (@nocasoumabookaholic) 20/01/2017minha estante
Le a sinopse e sua resenha, to meio com medo, dela só lê "Como era nestes de você", e já chorei horrores, e já deu pra ver que vou fica com o coração na mão em relação a Shopie e talvez não va aceitar tudo.


Vitória 31/01/2018minha estante
Eu li esse livro em três dias. O livro estava sempre me surpreendendo. Só não entendi por que Aurelien ficou com raiva de Sophie, poxa era irmão dela, Hélene nem ficou assim. Enfim, esse livro é maravilhoso, ele prende e não quer soltar. O final chocante.


Lucimar 13/06/2019minha estante
Sueli, minha querida amiga, que maravilhosa resenha! Aí estão todos os sentimentos que me embargam a garganta quando leio um livro desse tipo, não tive coragem de lê-lo ainda; mas provavelmente um dia me pegarei lendo-o e recordando-me de você.


Cley 15/04/2020minha estante
Procurei,mas acho q n tem continuação pra essa perfeição de livro,ne


Sueli 16/04/2020minha estante
Não, Cley, acho que esse livro não tem continuação... A não ser que a editora ofereça uma grana muito boa para a autora e ela resolva escrever um novo volume. Eu sofri muito com esse livro, mas também amei!


KatrinA 24/05/2020minha estante
Tenho que te congratular. Estou tentando por em palavras oque foi ler esse livro para mim, ao ler seu resumo poético quis chorar por voltar novamente para o caminhão, sentindo o desespero e a soldão , vendo um tiro ser disparado e mais uma parte do meu coração se despedaçar com o de Sophie . A autora me trouxe muitos momentos de reflexão sobre o sofrimento de todas as partes em uma guerra. E que em nome do amor alguns são capazes de tudo. Nunca me senti tão sensível a um livro.
Quando alguém me perguntar desse livro vou enviar sua resenha.


Sueli 25/05/2020minha estante
Obrigada, KatrinA, mas o mérito é todo desse livro extremamente emocionante, concorda?
Sinta-se a vontade para compartilhar!
Ótima semana ;)


Cristina 09/01/2021minha estante
Parabéns pela resenha!! Amei muito este livro. Dei de presente a várias amigas.




Emanuelle Najjar 26/01/2014

Boa pedida para quem gosta de romance e drama
O livro é dividido em dois tempos distintos e tipos narrativos, alternando a narração em 1ª pessoa, na voz de Sophie, e a 3ª, para seguir a história de Liv. Não sou muito chegada a esses capítulos em vozes alternadas , mas a escolha faz sentido, visto o contexto em que a história se dá, onde a única (ou quase) que pode narrar por Sophie é ela mesma, enquanto o que diz respeito a Liv e a sua luta pelo quadro, deve ser narrado em tom concreto, sem grandes dúvidas para o leitor.

Dito isso, devo mencionar algo surpreendente (pelo menos em se tratando de mim): senti empatia pela maioria dos personagens especialmente por Sophie. Foi uma das poucas vezes que uma narrativa em primeira pessoa me fisga a ponto de me embalar em uma história, pude imaginar e vivenciar o ambiente e seus gestos de uma maneira palpável e isso é o auge de um leitor. No caso de Liv, tive momentos de oscilação em minha empatia - há passagens onde ela fica realmente insuportável. - mas, ainda assim, o saldo é positivo. E isso é um ALÍVIO tendo em vista que tenho me tornado um ser intolerante com a burrice crônica de alguns personagens, mas posso ter paciência dependendo do contexto de suas histórias.

Outro ponto interessante é que se trata de um livro cheio de reviravoltas. Posso até ousar dizer que esse é tão movimentado quanto livros da Lucinda Riley (acredite: se eu estou usando essa autora como parâmetro, o negócio vai longe.) só que neste caso, com uma melhor qualidade, pelo menos na minha opinião.

Com relação ao seu trabalho anterior, não há grandes semelhanças no tipo de texto usado em "Como eu era antes de você" e "A garota que você deixou para trás". Nem era de se esperar algo parecido, afinal são histórias e contextos bem diferentes, embora a comparação seja inevitável nesse sentido: a editora seguiu o padrão da capa de "Como eu era antes de você" para lançar o novo livro. Levando a semelhança dos títulos em consideração e sem olhar a sinopse, dá até para pensar que se trata de um livro sequência.

Enfim, se você gosta de romance e uma pitada de drama, esse livro pode ser uma excelente pedida. Apesar de serem 384 páginas, elas vão passar bem rápido.

site: http://garotadabiblioteca.blogspot.com/
Larissa 30/01/2014minha estante
Gostei da sua resenha, o livro me parece interessante. Mas, por que só 3 estrelas?


Emanuelle Najjar 30/01/2014minha estante
Oi, Larissa

Eu dei três estrelas mais pela descrição, que configura um bom livro. Mas não cheguei a achá-lo "muito bom" ou algo além disso. Na prática os excessos de reviravolta me fizeram ter cautela com ele. Foi mais reviravolta que novela de Glória Perez. Mas é bem interessante de se ler, minha classificação foi mais por uma questão de gosto mesmo.
Obrigada por comentar!


Emanuelle Najjar 01/02/2014minha estante
Oi, Luana!
Eu nunca li "A última carta de amor", mas se ele se passa do modo como está falando, creio que seja sim semelhante. No caso de "A garota", o tempo passado é narrado em primeira pessoa para a história de Sophie, que fala sobre a história do quadro, e para 3ª quando o foco é a Liv. O "A última carta" segue esse padrão?


Caroline Fortunato 04/02/2014minha estante
Gente, comprei o livro ontem e estou esperando chegar pelo correio. Esse será o 4º livro da Moyes que eu vou ler e amei os 3 primeiros. Ela adora mistura passado com presente, deixando o futuro em nossas expectativas. Também adora essa mudança de falas e personagens. Mas o que eu mais gosto nela é a dureza (me lembra os dramas dramáticos - redundante, sim! - do Almodóvar), a forma quase fria com que ela fala de amor. Por que, na vida real, é assim que acontece, não?! As vezes a gente ama quem não nos ama, a gente se decepciona e decepciona os outros, a gente não vê saída, a gente encontra obstáculos.

Os romances da Jojo têm que ser lidos sem aquela vontade de ver o "felizes para sempre". Mas as vezes a gente encontra de alguma maneira.

Confesso que estou ansiosa para ler o livro.


Ale Pinho 03/01/2015minha estante
Li "A última carta de amor" e foi o livro que mais me emocionou, com personagens tão ricos e palpáveis que pude sentir cada palavra dita, cada sentimento! Li também "Como eu era antes de você", e novamente me emocionei. Fato: Jojo Moyes escreve romances com características femininas e masculinas e por isso mesmo acho tão verdadeiros. Não são água com açúcar nem frios demais! Agora minha querida cunhada me deu "A garota que você deixou pra trás" só posso esperar um novo romance inspirador! Adorei as resenhas que li... Só me deixaram mais curiosa e animada pra ler.


K. 05/12/2015minha estante
Eu li "Como eu era antes de você" e fiquei apaixonada pela história! Agora, estou lendo "A garota que você deixou para trás" e fiquei com a mesma sensação que você, de que são livros bem diferentes. Porém, a narrativa me prendeu! Espero me surpreender quando terminar!


Marisa 23/12/2015minha estante
Muito boa a su resenha, e concordo plenamente....tem horas que a Liv se torna insurportável, e isso me fez gostar um pouco menos do livro, mas ainda assim é uma bonita história.




Isa 04/09/2020

Impecável
Esse livro esteve tanto tempo parado na minha estante que fico até com vergonha de ter demorado tanto a ler essa perfeição! Bem estruturado, extremamente tocante e de uma sensibilidade imensa. Tô apaixonada por cada pedacinho desse livro.
comentários(0)comente



Anne 24/05/2020

Um livro contado sobre a perspectiva de duas mulheres: Sophie, que viveu durante a 1° guerra mundial e tem um quadro seu pintado por seu marido e, Live, que vive no século XXI e ganhou o quadro do seu falecido marido e agora enfrenta uma batalha judicial pelo quadro.
Nem sei explicar o quanto o livro fica super interessante ao decorrer das páginas. A autora traz bem detalhado o que uma guerra faz com as pessoas e ficamos cada vez mais instigados a entender o que aconteceu com Sophie e o destino do quadro.
comentários(0)comente



Jana Diglio 12/07/2020

Até onde você iria para chegar, salvar, ou apenas ver pela última vez o amor da sua vida?
Até onde você lutaria para continuar tendo um presente dado pelo do amor da vida, já morto?
E se no meio do caminho você encontrasse um outro amor?
Cada um agiria de uma forma.. No livro há duas personagens, uma na França, durante a Guerra.. E a outra nos dias de hoje. Qual a relação entre elas? O amor entre os maridos.. E algo que as une mais do que poderiam imaginar!
Um livro as vezes forte.. As vezes água com açúcar.. Nunca podendo ser comparado com COMO EU ERA ANTES DE VOCÊ da mesma autora.. Mas lindo como todos os livros que já li dela!
comentários(0)comente



Juliana Esgalha @juesgalha 04/02/2020

Um livro emocionante e tocante
Meu primeiro livro da Jojo foi “Como Eu Era Antes de Você” e infelizmente foi uma certa decepção pra mim, apesar da ideia ser ótima, eu senti que faltou emoção por parte da autora e acabou que não me encantou como eu esperava. Mesmo assim, eu decidi que daria uma segunda chance pra Jojo, só que nunca mais acabei lendo outro livro dela, mesmo com tantos de seus lançamentos no mercado, eu sempre acabava escolhendo outra história. Até que minha amiga querida Sheila, acabou me convencendo a dar outra chance novamente e me indicou este livro aqui. Ela também me indicou “Paris Para Um” que é um livro de contos (que ainda estou lendo) e recomendou que eu lesse o ultimo conto antes de começar essa história e foi o que fiz.

“A Garota que Você Deixou pra Trás” tem para mim, uma escrita… Ok, eu não diria a escrita, mas um comprometimento totalmente diferente e muito maior dessa vez por parte da Jojo se comparado com “Como Eu Era Antes de Você”. Foi uma história que me fisgou logo nas primeiras páginas. A narrativa é ambientada em duas épocas: Primeira Guerra Mundial e nos dias atuais (mais precisamente em 2002) e conta a história de Sophie e Liv respectivamente e como a vida das duas se cruzam através de um quadro mesmo após passado quase 100 anos e que a autora conseguiu mesclar certinho as vidas, as épocas, sem deixar nenhum fio solto pra trás.

É um livro muito emocionante. Tocante e ao mesmo tempo delicado quando se aborda alguns assuntos que envolvem perdas e lutos de duas personagens com épocas completamente diferentes uma da outra. Obviamente pra mim, a história de Sophie foi muito mais impactante, afinal de contas, ela estava numa época de guerra, e por muitos momentos eu não gostei de algumas atitudes de Liv, mas compreendi que todo o esforço e teimosia dela valeu a pena principalmente pra se ter a verdade e honrar o nome de Sophie acima de tudo.

Então, dito tudo isso, quero agradecer a Sheila por me trazer de volta ao mundo dos livros da Jojo porque agora eu vou ler os outros dela e inclusive já comprei seu ultimo laçamento, então posso dizer que também Jojo e eu fizemos a pazes.

site: https://shejulis.com/livro-a-garota-que-voce-deixou-pra-tras/
Sheila Almendros 04/02/2020minha estante
Amém ?? (e amei que você gostou do meu livro do coração!)




Yas 30/06/2020

não tenho palavrass
não sei o que dizer, só sentir. Jojo Moyes segue marcando minha vida com mais um livro e choca um total de zero pessoas
comentários(0)comente



Gio 18/05/2020

Impossível não amar
Primeiro, não tem como não amar qualquer livro da Jojo. Segundo, não é possível não gostar de romances históricos.
Admito que os trechos da Liv se arrastavam um pouco, pois a Sophie era extremamente mais carismática, porém gostei muito da evolução de ambas as personagens.
Aline.Silva 18/05/2020minha estante
A cronologia é estranha no começo, mas essa história é linda mesmo


Annelyse.Diamante 18/05/2020minha estante
A história é linda. Quando terminei, até abracei o livro rsrsrs


Aline.Silva 18/05/2020minha estante
É um dos mais bonitos da Jojo mesmo




Mylena Rodrigues 11/04/2021

Lindo!
Esse com certeza é um dos meus preferidos! Um livro extremamente emocionante. Mais uma das histórias da Jojo em que ela mistura épocas passadas com a contemporânea e sempre surte um efeito magnífico! Eu realmente sou uma Jojoteira rs
Vale muito a pena a leitura!
comentários(0)comente



Rany 08/06/2020

A garota que você deixou para trás
O livro é aquele velho e bom romance, fala sobre a vida de Sophie e seu marido e sobre eles serem obrigados a se separerem. A primeira parte do livro se passa em 1917, quando estava ocorrendo a primeira guerra mundial, já a segunda parte se passa em 2006. Esse livro é PEEFEITO!
comentários(0)comente



Anna 07/04/2020

Que bonita história
Esse é o primeiro livro da Jojo Moyes que leio, estava esperando uma espécie de Nicolas Sparks, de verdade, mas satisfatoriamente ela superou isso. Ao começar a história antiga da época de guerras, e todo drama envolto eu fiquei cativada, e claro ao envolver depois um futuro baseado em um objeto desse passado deixou o livro mais saboroso em saber em ambas histórias, passado e futuro o que aconteceu com as duas personagens principais. As duas personagens, Sofie e Liv, são extremamente teimosas e isso faz com que a história das suas se enlace de forma maravilhosa
comentários(0)comente



Tamires 28/07/2020

A garota que você deixou para trás - Jojo Moyes
*Essa não é uma leitura atual, mas eu precisava deixar registrado aqui o quão bom é esse livro.
*A Jojo me ganhou com o livro "Como eu era antes de você", desde então é uma das minhas autoras favoritas.
*O livro conta a história de Sophie e Edouard (pintor), que se passa na França durante a Primeira Guerra Mundial; e simultaneamente conta a história de Liv Halston que se passa em Londres quase um século depois.
*Como essas histórias se conectam? Liv, perdeu o marido e embarca em uma emocionante busca da história que há por trás de uma quadro que ganhou do marido na lua de mel. O quadro foi pintado por Edouard para sua amada esposa Sophie, antes de partir para lutar na Guerra, no século passado!
*No passado: Em meio a Guerra Liv e sua família se vê obrigada a cooperar com os Alemãs, enquanto vive cercada pelo medo de nunca mais ver o marido.
*No presente: Liv contrata um advogado para defendê-la na luta na justiça pela posse do quadro, uma vez que os parentes vivos de Edouard querem a obra de volta a família.
*
*Se tem uma coisa que eu amei nesse livro foi a força das duas personagens femininas! Sophie arrisca tudo para rever o marido e Liv coloca todo seu empenho para manter consigo aquela que era a lembrança mais viva qu tinha do seu marido!
*A leitura pode ser um pouco lenta no início, porque é necessário toda uma contextualização para situar o leitor no tempo. Mas é uma leitura muito construtiva e o final não deixa nada a desejar!
*
*Nota 5/5
*
*Quotes*
*...é que na vida há coisas muito mais importantes que vencer.
*O tempo não justifica o que é errado.
*A humanidade é capaz de amor e beleza assim como de destruição.
Os tempos de guerra preparam as pessoas para muita coisa.
*A gente tem que ter fé em algumas coisa.
*Saiba minha querida, que marco cada dia, não do mesmo modo que os meus companheiros, grato por ter sido mais um dia a ter sobrevivido, mas agradecendo a Deus pelo fato de que cada um significa que seguramente devo estar a vinte e quatro horas mais perto de você.
*As vezes a vida é uma série de obstáculos, uma questão de colocar um pé na frente do outro.
Por: Tamires Moraes (@umamorumlivro)
comentários(0)comente



Ester 10/12/2020

Começo arrastado mais depois fica emocionante
Bryan.Caratti 10/12/2020minha estante
O importante é não deixar o livro pra trás kkkk


Ester 12/12/2020minha estante
Exatamente ??




jornal._literario 25/07/2020

O livro da qual venho falar hoje possui como plano de fundo a Segunda Guerra Mundial.
Com uma narrativa intercalada entre o passado e o presente, a autora nos trouxe uma visão um pouco diferente do que foi a Segunda Guerra.(Trarei depois livros sobre esse assunto.
Então, além de ao longo da história irmos descobrindo o que aconteceu no passado, vemos os personagens do presente descobrirem também.
Não achei a narrativa envolvente no começo mas depois eu fui me interessando mais pela história e acabei dando 4 estrelas.

site: https://www.instagram.com/jornal._literario/?hl=pt-br
comentários(0)comente



Vivi 28/03/2020

Linda história. Foi muito bem elaborada e os personagens são cativantes! Esse livro é um dos meus preferidos de todos os de Jojo Moyes.
comentários(0)comente



566 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |