Jeremy Fink e o Sentido da Vida

Jeremy Fink e o Sentido da Vida Wendy Mass




Resenhas - Jeremy Fink e o Sentido da Vida


14 encontrados | exibindo 1 a 14


Karine 16/09/2021

Que história linda
Gostei bastante desse livro os personagens são bastante cativante o jeremy e um garoto fofo, engraçado, e responsável ele não é o clichê do garoto rebelde sem causa pelo contrário.
Mas devo admitir que o livro demorou para engatar isso só acontece depois das 100 páginas.
O final desse livro me emocionou bastante.
comentários(0)comente



Aione 07/05/2014

Admito que não esperava muito de Jeremy Fink e o Sentido Da Vida. Aliás, seria mais correto dizer que não esperava praticamente nada além de uma história gostosa de ser acompanhada, que cumpriria bem seu papel como literatura infanto-juvenil. Eu simplesmente não estava preparada para saber que seria essa, até o momento, minha melhor leitura do ano.
Foram tantos os elementos capazes de me levar àquele êxtase literário que não sei por onde ou como devo começar. É comum me encontrar sem palavras quando sou tomada por fortes emoções, e foi isso o que experimentei com esse livro.
Talvez, para começar, deva me referir aos interessantíssimos personagens criados por Wendy Mass. Os protagonistas, Jeremy e Lizzy, são ao mesmo tempo peculiares e cheios de vida. A autora soube como torná-los interessantes e apresentá-los sempre em meio a um gostoso humor, ao mesmo tempo em que os dosava com características que os tornavam mais reais. Jeremy, apesar de jovem, é extramente curioso e aficionado pela ciência, buscando sempre respostas e fatos curiosos. Também, é alguém que busca o conforto e a segurança e detesta, por exemplo, andar sozinho além dos limites de sua casa, já que isso o faz sair de sua zona de conforto. Lizzy, por outro lado, é aventureira e espevitada, e em muitos momentos tenta esconder seus próprios sentimentos, mesmo que nem sempre consiga.



"Não gosto de surpresas. Não assisto a filmes de terror. Não atendo o telefone se não puder ver quem está ligando pelo identificador de chamadas. Eu nem gosto quando alguém diz "Adivinha?" e fica esperando você adivinhar. Surpresas me deixam nervoso. Depois que você tem uma surpresa de verdade, aquela que tira o seu fôlego e muda a sua vida, todas as pequenas surpresas fazem você pensar na grande."

página 44




Um dos pontos que mais gostei foi o fato de ambos serem colecionadores e as próprias coleções de cada um: Jeremy, entre outras coisas, coleciona doces anômalos – como um M&M do tamanho da ponta de um dedo -, enquanto Lizzy deseja completar um baralho apenas com cartas encontradas ao acaso. Tais pontos, além de tornarem as personagens mais cativantes e interessantes, demonstram toda a criatividade por detrás da mente da autora.
Não apenas os protagonistas, a gama de personagens com que Wendy Mass nos presenteia é imensa e notável. Juntos, os amigos conhecem as mais diversas pessoas e, com cada uma delas, aprendem algo diferente, ensinando, também, o leitor que os acompanha. E talvez tenha sido esse o ponto que tanto me agradou nessa especial leitura.



"- Antes de uma semente de maçã ser plantada, ninguém pode saber quantas maçãs um dia vão brotar dela. Tudo tem a ver com o potencial, e o potencial está escondido de todos nós até o abraçarmos, encontrarmos nosso motivo, plantarmos a nós mesmos para podermos crescer. Tenho certeza de que você vai encontrar o que procura, Jeremy."

página 206




O livro, sem dúvida alguma, foi muito mais profundo do que eu imaginava. A começar pelas próprias reflexões de Jeremy pelo fato de ter perdido seu pai, há cinco anos. Depois, enquanto buscam as chaves para abrir a caixa que promete conter, em seu interior, o sentido da vida, aos poucos vão tendo a consciência de que, nessa jornada, estão sendo apresentados a ele a todo instante. E o mais interessante era acompanhar os pensamentos tidos por Jeremy logo após um significativo momento: normalmente, uma fala cheia de humor e digna de uma personagem de sua idade, que me fazia rir e sentir aumentar ainda mais meu carinho por ele.



"(...) 6. Deve haver dois tipos de escolha. Aquelas que você faz e que parecem inofensivas, mas podem levar à morte do pai de alguém, como resolver tomar mais uma xícara, de café de modo que você precisou sair para comprar mais naquela manhã e atravessou a rua sem olhar e fez um carro que estava vindo desviar e bater em um orelhão para não atropelar você. E do outro tipo, quando você sabe que aquilo que está fazendo vai levar a algo ruim ou bom. (...)
7. Ainda bem que tomo poucas decisões na vida. E se um dia eu resolvesse comer três canudinhos de chocolate em vez de dois, e isso levasse a uma guerra no Canadá?"
página 172



Reflexões e sentimentos a parte, a autora soube, com maestria, como embutir tudo isso em uma história interessante, divertida e que, certamente, aguça a curiosidade do leitor a cada página. Foi impossível não me envolver com as personagens e não desejar, junto delas, resolver todos os mistérios envolvendo a caixa recebida por Jeremy. E não bastasse ter desenvolvido muitíssimo bem toda a trama, Wendy Mass soube como finalizá-la de forma ainda melhor, não apenas respondendo todas as perguntas e amarrando possíveis pontas da trama, como também nos presenteando com a deliciosa sensação de magia mesmo que o livro nada tenha de fantasioso. Afinal, sua maior magia está contida no simples fato de falar sobre a mágica de se viver e de se estar vivo.
Talvez eu possa me estender e escrever linhas e mais linhas sobre o quão incrível eu achei essa leitura e o quanto ela me tocou, mas nada disso seria próximo o suficiente do que ela me fez sentir e de como pode ser essa experiência para cada um que resolver dar uma chance a um livro que, provavelmente, não chame a atenção. Bem, as maiores surpresas acontecem exatamente assim, quando nada esperamos de algo.
Então leiam, simplesmente leiam.

site: http://minhavidaliteraria.com.br/2014/05/06/resenha-jeremy-fink-e-o-sentido-da-vida-wendy-mass/
Dani 28/04/2017minha estante
Vou ler com certeza!
Excelente resenha!




Moonlight Books 14/06/2014

Leia esta e outras resenhas no blog Moonlight Books, www.moonlightbooks.net
Jeremy Fink é um livro adorável, é aquele livro juvenil inocente e jovial, mas ao mesmo tempo com uma mensagem que serve para pessoas de todas as idades. A história que temos nessas páginas, protagonizada por um garoto prestes a completar treze anos, é um das mais belas histórias de amor que já li.

Wendy Mass nos apresenta Jeremy Fink, um garoto que perdeu o pai muito cedo e vive com a mãe, uma bibliotecária bem humorada e que gosta de mobiliar a casa com móveis e objetos usados, tudo na casa desta família é de segunda mão, coisas angariadas em feirinhas de antiguidades, ao que tudo indica, somente as roupas de Jeremy são novas (isso após um certo vexame). Para o garoto não é necessário muito para ser feliz, seu bairro é o local onde encontra tudo que precisa e ele nem pensa em sair de lá um dia, na verdade ele gosta de habitualidade e certeza, sair de seu espaço é algo que o assusta; sempre orientado pela mãe, teme qualquer passo sem a companhia dela, andar de metrô ou ônibus é um pesadelo.

Jeremy possui uma grande amiga, a geniosa Lizzy, que quebra o marasmo da vida dele durante todo o tempo. A garota é uma pestinha, de língua afiada e respondona, mas adorável por sua autenticidade. Eles são opostos e conseguem se completar, formando uma dupla dinâmica e divertida.

No dia que Jeremy recebe uma estranha caixa pelo correio, com a seguinte inscrição: “O Sentido da Vida: Para Jeremy Fink Abrir No Dia do Seu Aniversário de Treze Anos”, sua vida sai da rotina, a caixa, um presente deixado por seu pai, precisa ser aberta no dia de seu aniversário, mas as chaves sumiram, e agora ele precisa correr contra o tempo para achar as tais chaves. Contando com a ajuda de Lizzy, Jeremy mergulha na maior aventura de sua vida.

Eu adoro narrativas pelo ponto de vista de crianças, sua percepção da vida é sempre mais bela e otimista, algumas coisas que complicamos, para eles são tão simples e outras as quais não damos muita importância, até mesmo por ter deixado cair no esquecimento, ganham novo significado quando mostradas por suas palavras. Jeremy é nosso narrador, e logo nas primeiras páginas ganhou meu coração, sua doçura, inocência, insegurança e bom humor com o qual leva a vida são únicos.


site: Leia o restante da resenha aqui, http://www.moonlightbooks.net/2014/06/resenha-jeremy-fink-e-o-sentido-da-vida.html
Jana 04/12/2014minha estante
eu esperava tanto desse livro e minhas expectativas foram totalmente superadas! concordo com tudo que você falou! ?




Lice 26/12/2021

Todo mundo deveria ler pelo menos uma vez esse livro.
Jeremy fink e o sentido da vida
+10
Eu não esperava muito desse livro e eu fiquei chocada quando eu o terminei ele e o favoritei.
A leitura foi rápida por mais que o começo foi um pouco devagar mais depois eu simplesmente não conseguia parar de ler.
É uma livro bem calmo e reflexivo ,então talvez não agrade a todos.
Os personagens são extremamente cativantes,jeremy é tão fofo ,inteligente e responsável é impossível odiar ele.
O livro tem mensagens lindas demais! E momentos que aquece o coração
E a forma que o autor mostro essa fase que deixamos de ser criança para viramos adolescentes e as mudanças que acontecem nessa fase me faz me sentir super próxima dos personagens e me identificar DEMAIS com todos eles
E o final do livro me deixou de queixo caido,realmente eu não esperava por tudo àquilo
É um livro que pode agradar todas as idades,so tem que saber interpretar direitinho
O livro vale super a pena,leiam provavelmente vcs não vão se arrepender
comentários(0)comente



Yoshida 11/11/2020

Levarei para vida o Sentido da Vida
Como posso começar essa resenha? Há tantas coisas que eu gostaria de falar, mas infelizmente não caberiam aqui.
Jeremy Fink e o Sentido da Vida é muito mais do que um livro, mas sim um ensinamento que te prende do início ao fim. Você sente na pele a ansiedade do Jeremy, assim como a angústia.
Na minha opinião, é um livro que todos deveriam ler, independente de como ande a sua vida e da visão que você tenha acerca dela. Afinal, cada um possui uma maneira diferente de enxergar o mundo a nossa volta.
Eu só queria dizer que levarei essa obra para o resto da minha vida. E que agora, mais do que nunca, anseio por viver.
comentários(0)comente



Kah 25/02/2021

Fofo, mas não é exatamente cativante
A leitura é um pouco monótona, melhorando quase no final. A história é boa, apenas a escrita e o desenvolvimento deixaram a desejar.
comentários(0)comente



Leti 22/08/2021

Em busca do sentido da vida
"Jeremy Fink e o sentido da vida" de Wendy Mass, é um livro muito interessante, que envolve mistério, amizade, e muitas reflexões.
A história acontece em Manhattam, centro da cidade de Nova York, mas também possui alguns trechos em Nova Jersey. Ela se passa dentro do período de um mês, desde 22 de junho, quando Jeremy recebe a caixa que contém o sentido da vida, até 22 de julho, data do seu 13° aniversário.
Os personagens principais da história são Jeremy Fink e Elizabeth Muldoun, mais conhecida como Lizzi. Os dois possuem doze anos de idade, mas em questão de personalidade são extremamente opostos. Ela é ruiva, vegetariana, extrovertida, geniosa, autêntica e adora se meter em confusão, enquanto o amigo é tímido, têm fascínio pela ciência e pelos livros, gosta de estudar e adora comer doces, tendo todas as suas refeições compostas por sanduíches de manteiga de amendoim. Uma das únicas coisas que os dois têm em que como é o fato de serem colecionadores. Lizzi coleciona cartas de baralho, e Jeremy doces mutantes. A motivação para passarem a colecionar veio do pai de Jeremy, que apesar de nunca conseguir levar uma coleção em frente, sempre os incentivava. Ele perdeu o pai em um acidente quando tinha oito anos, e Lizzi que era muito próxima da família e foi abandonada pela mãe quando pequena, sentiu tanto quanto o amigo. Morando em apartamentos lado a lado, os dois se ajudam e compartilham todos os momentos de suas vidas, construindo uma amizade cada vez mais forte a cada desafio que encontram pela frente.
Com uma escrita simples e envolvente, a autora trata de questões muito importantes e traz uma mensagem muito bonita e especial. Nunca tinha parado para pensar em qual seria o propósito da nossa existência, e logo que me deparei com esta obra possíveis respostas foram surgindo em minha mente, mas nenhuma delas foi suficientemente boa, comparada às reflexões presentes neste livro.
Gostei muito desse livro e recomendo para todas as idades. Tenho certeza de que não irá se arrepender!
comentários(0)comente



E. 12/10/2021

Maravilhoso
Quase oito anos depois, essa foi uma das minhas melhores releituras. Esse livro tem uma mensagem tão incrível, acredito que é uma leitura incrível para pré/adolescentes mas também para pessoas de todas as idades. Desde meus onze anos adoro esse livro e ele sempre vai ter um lugar especial no meu coração.

Lindo, emocionante, leitura super fluída. Um livro para todas as idades
comentários(0)comente



Fefa 15/05/2014

O que acontece quando um garoto de 13 anos ganha uma caixa de presente de seu pai falecido há 5 anos, o único problema é que a caixa possui 4 chaves diferentes e distintas para poder ser aberta, junto com sua amiga começa a busca pelas chaves, conhecendo diversas pessoas que ensinam algo sobre sobre o sentido da vida, que é o que está guardado dentro da caixa.
Apesar de ser uma leitura fácil, é muito profundo e faz com que pensemos em nossas vidas.
comentários(0)comente



Naty 02/02/2015

Livro engraçado, bonito e com um belo significado por trás.
Esse livro vai contar a história de Jeremy Fink e a procura dele pelo sentido da vida que o pai falecido deixou escondido dentro de uma caixa para ele, mas o que parece mito simples se torna difícil quando ele percebe que as quatro chaves necessárias para abrir essa caixa se perderam.
A partir daí, ele e sua amiga partem em uma aventura para encontrar essas chaves passando por várias experiências, conhecendo pessoas novas e entendendo mais e mais do sentido da vida.
O final é realmente bem inspirador e bonito. E, com certeza, esse livro é legal para uma criança ou adolescente ler, pois dá uma perspectiva da vida bem legal.
Parabéns Wendy Mass! Totalmente recomendo
comentários(0)comente



sandra 01/07/2015

Jeremy Fink e o sentido da vida
Mas afinal de contas,Qual o sentido da vida !!??

Esta é uma das perguntas que já fiz a mim mesma e que foi muito bem respondida por este livro , que apesar de trazer uma leveza na historia por ser contada do ponto de vista de dois adolescentes , traz um conteúdo muito complexo , nos faz pensar "fora da caixinha".

Ele nos conta a historia do garoto Jeremy Fink o qual recebe uma caixa que deverá ser aberta no seu aniversario de 13 anos , esta caixa foi deixada pelo seu pai , morto em um acidente há alguns anos , a busca das chaves que abre esta caixa misteriosa trás ao Jeremy uma aventura com questionamentos e explicações do ponto de vista diferente de varias pessoas pelas quais ele encontra nesta jornada .

Achei uma historia muito bem construída , me emocionou em vários momentos e realmente me fez pensar .... me apeguei demais ao personagem , este é mais um que vai ficar no coração .

Li este livro em ebook , mas gostaria de tê-lo em formato físico para compartilhar com outras pessoas , muito amor ....
Nany 08/07/2015minha estante
*-*




spoiler visualizar
comentários(0)comente



Stersa 07/07/2020

Gostozinho d ler
Eu li a história, e confesso que ela não me entreteu durante a leitura!
Possui muitas mensagens lindas sobre a vida, e que vc as fica refletindo durante a leitura.
A escrita é? bem simples e fluida. Recomendo esse livro para aqueles que gosta de uma aventura bem pé no chão!
comentários(0)comente



Brenda | Literatura Difusa 13/07/2020

Surpreendente
De início eu não dava nada para o livro, mas me surpreendi muito. Ao decorrer da história a autora aprofunda os personagens e sua motivações, levantando discussões muito pertinentes. A leitura é muito leve e dá um quentinho no coração.
comentários(0)comente



14 encontrados | exibindo 1 a 14


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR