Quando Vi Você

Quando Vi Você Nana Pauvolih




Resenhas - Quando vi você


17 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2


VBCA 29/11/2020

Excelente
A autora vem de forma excelente contar essa história, temos romance, comflitos, amor...tudo na medida certa.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Ohara 09/03/2020

Quando os sonhos se tornam realidade...

Mas com toda a certeza, antes de se realizarem teve muito babado, confusão e gritaria.

E pelo que me parece, ainda não terminou.

Amei
comentários(0)comente



Fabiana @bibliotecadabia 19/02/2020

Um livro PERFEITO, envolvente e arrebatador !
RESENHA: Resenhar os livros da Nana, é uma delícia, e também uma responsabilidade. Primeiro porque além de ser uma excecional autora, ela escreve um gênero que sofre de grande preconceito no meio literário, principalmente por aqueles que não gostam, e acabam diminuindo a obra, simplesmente por ser erótico.

Tenho um enorme carinho por essa Duologia, por ter sido meu primeiro contato com os livros da autora, e me senti totalmente transportada a algo maior por assim descrever. O nível da escrita, enredo com o qual me deparei foi de uma maestria sem igual, que ultrapassa a linha do 'dom', e tem aquele algo mais.

Nesta Duologia vamos conhecer a história de Ana Flor uma jovem sonhadora, romântica, que ama ler livros açucarados e sonha em viver uma linda história de amor semelhante aos seus livros. É advogada, tem cerca de vinte anos e vive com sua mãe em uma apartamento no Rio de Janeiro.

Ana está noiva de Vitor Valente, um rapaz que se apaixonou por ela e acabou conseguindo uma chance com ela por insistência, pois Ana nunca esteve completamente segura de estar apaixonada por ele, porém acabou aceitando tal romance por achar que estava vivendo fora da realidade à espera de seu príncipe encantado. Ana Flor durante uma visita a casa de Vítor se depara com a foto de João Pedro, prino de Vítor. Ela não o conhece pessoalmente, mas fica atraída por ele, assim que o vê na foto.

João Pedro Valente é médico, rico e bem sucedido, e está retornando ao Brasil após passar alguns anos na Alemanha. Vitor e João são como irmãos, viveram juntos na adolescência e sempre foram muito unidos.

João tem uma vida dupla, para a sociedade é um respeitado médico de renome e com uma vida exemplar. Em sua vida particular e para poucas e seletas pessoas escolhidas, ele revela-se um dominador sádico, sócio de um clube de Swing e BDSM. Neste ponto gostaria de registrar que é percetível na leitura que houve uma pesquisa sobre esse universo BDSM, mesmo para mim que sou completamente leiga sobre esse estilo de vida, é percetível que houve preocupação da autora em ser o mais verossímil na narrativa da história.

João e Ana se conhecem na casa de Vitor em uma festa. A atração entre eles é imediata, mas ao notar que Ana Flor é a noiva de seu primo, ele fica muito irritado, principalmente por achar que Ana flerta com vários homens quando Vitor não está por perto. João é um homem direto e fala o que pensa sem rodeios, e na primeira oportunidade deixa claro para Ana que não gostou de sua atitude. Isso gera um desconforto entre eles logo de inicio.

Uma narrativa forte, envolvente e com diversos temperos adicionados a trama, transformando-a em um verdadeiro banquete a ser degustado a cada página e capítulo lido. O livro tem um excelente ritmo de leitura, nada arrastado ou rápido demais, o que deixa o leitor desfrutar da situação criada e ao mesmo tempo em ritmo constante para não deixar o texto massivo.

Outro aspecto que me encantou nos livros da Nana, são os personagens secundários que englobam a trama, ela os aproveita de maneira excepcional, não focando apenas nos protagonistas.

O livro em si é muito envolvente principalmente pela carga emocional e as polêmicas tão características nos textos da autora, recomendo para quem procura uma leitura com tais elementos. O livro é erótico e com cenas bem explicitas, então esteja atento, pois é um livro erótico e aborda dominação e submissão.

site: https://www.instagram.com/bibliotecadabia/
comentários(0)comente



Fabiana @bibliotecadabia 19/02/2020

Um livro PERFEITO, envolvente e arrebatador !
RESENHA: Resenhar os livros da Nana, é uma delícia, e também uma responsabilidade. Primeiro porque além de ser uma excecional autora, ela escreve um gênero que sofre de grande preconceito no meio literário, principalmente por aqueles que não gostam, e acabam diminuindo a obra, simplesmente por ser erótico.

Tenho um enorme carinho por essa Duologia, por ter sido meu primeiro contato com os livros da autora, e me senti totalmente transportada a algo maior por assim descrever. O nível da escrita, enredo com o qual me deparei foi de uma maestria sem igual, que ultrapassa a linha do 'dom', e tem aquele algo mais.

Nesta Duologia vamos conhecer a história de Ana Flor uma jovem sonhadora, romântica, que ama ler livros açucarados e sonha em viver uma linda história de amor semelhante aos seus livros. É advogada, tem cerca de vinte anos e vive com sua mãe em uma apartamento no Rio de Janeiro.

Ana está noiva de Vitor Valente, um rapaz que se apaixonou por ela e acabou conseguindo uma chance com ela por insistência, pois Ana nunca esteve completamente segura de estar apaixonada por ele, porém acabou aceitando tal romance por achar que estava vivendo fora da realidade à espera de seu príncipe encantado. Ana Flor durante uma visita a casa de Vítor se depara com a foto de João Pedro, prino de Vítor. Ela não o conhece pessoalmente, mas fica atraída por ele, assim que o vê na foto.

João Pedro Valente é médico, rico e bem sucedido, e está retornando ao Brasil após passar alguns anos na Alemanha. Vitor e João são como irmãos, viveram juntos na adolescência e sempre foram muito unidos.

João tem uma vida dupla, para a sociedade é um respeitado médico de renome e com uma vida exemplar. Em sua vida particular e para poucas e seletas pessoas escolhidas, ele revela-se um dominador sádico, sócio de um clube de Swing e BDSM. Neste ponto gostaria de registrar que é percetível na leitura que houve uma pesquisa sobre esse universo BDSM, mesmo para mim que sou completamente leiga sobre esse estilo de vida, é percetível que houve preocupação da autora em ser o mais verossímil na narrativa da história.

João e Ana se conhecem na casa de Vitor em uma festa. A atração entre eles é imediata, mas ao notar que Ana Flor é a noiva de seu primo, ele fica muito irritado, principalmente por achar que Ana flerta com vários homens quando Vitor não está por perto. João é um homem direto e fala o que pensa sem rodeios, e na primeira oportunidade deixa claro para Ana que não gostou de sua atitude. Isso gera um desconforto entre eles logo de inicio.

Uma narrativa forte, envolvente e com diversos temperos adicionados a trama, transformando-a em um verdadeiro banquete a ser degustado a cada página e capítulo lido. O livro tem um excelente ritmo de leitura, nada arrastado ou rápido demais, o que deixa o leitor desfrutar da situação criada e ao mesmo tempo em ritmo constante para não deixar o texto massivo.

Outro aspecto que me encantou nos livros da Nana, são os personagens secundários que englobam a trama, ela os aproveita de maneira excepcional, não focando apenas nos protagonistas.

O livro em si é muito envolvente principalmente pela carga emocional e as polêmicas tão características nos textos da autora, recomendo para quem procura uma leitura com tais elementos. O livro é erótico e com cenas bem explicitas, então esteja atento, pois é um livro erótico e aborda dominação e submissão.

site: https://www.instagram.com/bibliotecadabia/
comentários(0)comente



Jugdiaz 08/07/2019

Abandonei
Parei logo depois da cena do estacionamento! Erotismo é uma coisa, curto livros eróticos, mas esta cena pra mim é pura e simples violência doméstica.
comentários(0)comente



Mariana Maciel 03/03/2019

Adoro os livros dela, esse a protagonista não me cativou, os demais personagens sim. Embora o livro tenha muitos pensamentos e cenas picantes muito longas eu ainda gostei do livro.
comentários(0)comente



sah 22/01/2019

Maravilhoso
Simplismente esse livro é um amor quem gosta de uma historia romantica com pegada hot vai amar esse livro como sempre Nana nos supriendendo
Pala 17/02/2019minha estante
Você tem o livro em pdf? Não encontro em nenhum lugar!!


sah 27/03/2019minha estante
Sim


Maria.Vanessa 28/08/2019minha estante
Pode me mandar o pdf pfvr??




Amanda Caldeira 30/12/2018

Meio clichê!
Bom esse livro me lembrou muito de "50 tons de cinza" em que uma mocinha virgem conhecem um mocinho tudo de bom que é adepto a práticas de BDSM. Mas não é tão igual assim.
Ana Flor é uma jovem romântica e inocente que acredita que deve se guardar para o seu "príncipe encantado", o homem que irá atrebata-la com uma paixão desconcertante e lhe jurar amor eterno. Aos 22 anos conhece Victor Valente, um bom rapaz que está loucamente apaixonado por ela. Por insistência de sua mãe e amigos, ela acaba topando sair com ele, namorar e agora, sem saber como isso aconteceu, noivar. Até que um dia ela vê uma foto que muda tudo.
Sim, querido leitor, ela se apaixona por uma foto, mas não uma qualquer (tipo eu apaixonada pelos atores que fazem o Thor ou o Aquaman), ela se apaixona pela foto do primo e melhor amigo do noivo. Daí tudo começa a dar errado...
João Pedro Valente teve uma vida complicada, enfrentou problemas na adolescência com os pais sem limites e só se estabilizou na vida quando eles morreram (deixando alguns traumas) e ele foi morar com os tios. Hoje, ele é médico, neurocirurgião de renome e está retornando de um doutorado de 1 ano que fez na Alemanha. No seu retorno sua tia faz uma festa e ele se encanta por uma convidada, até que descobre que ela é na verdade a noiva de seu primo.
Para Ana tudo já estava insuportável, quando conheceu João Pedro, sua vida mudou. Ela dispensa o Victor e apesar da sua perseguição insistente e da mãe perturbado seu juízo, ela não volta pra ele. Depois de um tempo tentando resistir, eles se encontram e acabam ficando juntos e começando um relacionamento por 1 mês enquanto Victor (que já é o ex, mas está perseguindo Ana) está fora do país.
Enfrentando os traumas de João e o romantismo exagerado de Ana, vemos nesse livro a luta para tentar aceitar meios diferentes de ver a relação sexual de um casal. João é um dom de marca maior, enquanto Ana é uma virgem tímida. Eles entram em um jogo perigoso que pode custar o coração dos dois.
A história em si é bem clichê e a autora tem romances melhores, mais intrigantes e envolventes, mas não se engane, o livro é bom. Dá para se distrair e confesso que fiquei curiosa para saber como as coisas ficarão no segundo livro. Achei essa Fernanda insuportável e o João meio burro por demorar a entender o que estava acontecendo. Enfim, o livro é legal e parece que estarei fechando 2018 com o segundo volume dele!!!
Pala 17/02/2019minha estante
Você tem o livro em pdf?


Amanda Caldeira 17/02/2019minha estante
Não, li pelo Kindle Unlimited...




Claric_123 24/11/2018

Não gostei. Achei muito fraca a história. A autora tem livros muito melhores.
comentários(0)comente



Eugenia.Pimenta 23/11/2018

Duologia Quando vi você- Nana pauvolih
Como todos os livros da Nana, essa duologia tbm foi ótima. Conta a história de João Pedro e Ana Flor. Bom D++++???
comentários(0)comente



Terapiadolivro 20/11/2015

Bom!
Bom livro. História com aquele sempre enredo de livros romances eróticos, mas as histórias da autora são sempre boas de ler! Leitura fluida e rápida. Fácil é gostoso de ler e se envolver.
comentários(0)comente



The Best Words Br 06/10/2015

The Best Words Br
Quando vi você conta a história de Ana Flor, uma mulher idealizadora, romântica de primeira e que, por isso, sonha com seu príncipe encantado - que, por acaso, não é seu noivo. Ana está num noivado com Vítor Valente, um homem lindo, educado, que é louco por ela, mas que não preenche o coração de nossa mocinha do jeito que ela espera. Por pressão de sua mãe - que procura controlar todas as ações da filha-, de seus amigos e do próprio Vítor, ela permanece nesse relacionamento, tentando sentir algo mais. Contudo, Ana não esperava que uma simples foto mudasse totalmente sua vida e que a fizesse perceber que esse romance sem amor não poderia continuar.

Após ver a foto do primo de seu noivo, Ana descobre que seu príncipe realmente existe e que, infelizmente, não pode ficar com ela. João Pedro Valente abalou todas as certezas que nossa mocinha tinha e virou seu mundo de cabeça para baixo, mesmo sem estar em sua frente. Se uma simples foto fez isso, imagina o que João poderia provocar se estivesse em carne e osso ao lado de Ana? Isso é algo que ela não quer descobrir. No entanto, como todo destino gosta de pregar peças, João volta de viagem da Alemanha e Ana fica de cara com ele. Nesse encontro, ambos ficam abalados, instigados e excitados pela misteriosa atração que os rondou na primeira vez em que seus olhares se cruzaram.

Uma foto. Um cara. Um passado. Um presente que pode fazer com que Ana Flor tenha uma outra visão e não se apegue totalmente ao lado romântico do amor....

Com o tempo, Ana e João não conseguem resistir ao louco sentimento que os aproxima e um sexy e arrebatador envolvimento começa. Assim, Ana descobre gostos bem peculiares de seu amante, mas não se afasta e agarra com afinco esse "amor", pois quer aproveitar aquele relacionamento fugaz enquanto eles podem.

Com narrativas alternadas entre os personagens principais, conhecemos o passado nada convencional de João e entendemos suas atitudes durante o livro; torcemos para que Ana consiga conquistar de vez o coração fechado desse cara marrento; e ficamos apreensivos com tantas reviravoltas causadas por pessoas que não querem ver a felicidade do casal.

Ps: ODEIO a Fernanda, amiga de João! Aquela mulher é maluca, meu Deus, só pode!

O enredo, querendo ou não, me lembrou um pouco de Cinquenta Tons de Cinza, mas é óbvio que a Nana soube colocar suas singularidades nos personagens e na história.

A escrita do livro é envolvente ao extremo e você fica com o coração na boca, tentando saber como será o final. Além disso, uma coisa que me agradou demais foram as músicas colocadas no início de cada parte em que a mudança de narração ocorre. As letras escolhidas coincidiam demais com o trecho da história e isso faz com que você se emocione...
A minha dica, nesse contexto, é colocar a música citada bem baixinho enquanto você lê o capítulo, pois isso faz com você entre ainda mais no clima.

Os personagens dessa obra são autênticos, com personalidades fortes e decididos. Nenhum deles fica lamentando por ter feito algo ou por ter deixado de fazer determinada coisa. Aliás, quando eles querem, eles vão e fazem, independentemente da consequência que virá. Bom, preciso dizer que, apesar de estar loucamente apaixonada pelo João, escolhi Ana como a minha favorita... Essa menina-mulher soube conquistar o leitor de um jeito fantástico.... Sua maneira tímida, ousada, submissa e dominante ao mesmo tempo mostrou que ela estava no controle de tudo durante todo o tempo! Então, parabéns por isso, Ana Flor!!!! Você é uma diva!

Esse livro acaba de um jeito maravilhoso, mas deixa aquele gostinho de "bis"! E, graças aos céus, temos uma continuação, chamada Quando vi você 2, que eu já estou lendo e amando.

Então, se você gosta de um bom romance, de um enredo bemmm quente e de uma história de superação psicológica ( algo que eu sempre amo ler), não perca essa leitura, pois sei que você ficará viciado.

Eu gostei tanto do que li que meu exemplar está cheio de marcações, hehehe.

Espero que tenham curtido essa resenha, meus lindos!

Beijos da Alê e até mais :D

site: http://thebestwordsbr.blogspot.com.br/2015/02/quando-vi-voce-nana-pauvolih.html
comentários(0)comente



Fer Miola 21/07/2015

APAIXONANTE
RECOMENDAÇÃO DE LEITURA

Quando vi você - Nana Pauvolih

http://vivendonomundodelivros.blogspot.com.br/2015/07/duologia-quando-vi-voce-01-nana-pauvolih.html

site: http://vivendonomundodelivros.blogspot.com.br/2015/07/duologia-quando-vi-voce-01-nana-pauvolih.html
Pala 17/02/2019minha estante
Você tem o livro em pdf?




estantedasuh 27/03/2015

Quando Vi Você - Blog Era Uma Vez o Livro
Ana Flor ama ler livros de romance e sempre sonhou em encontrar seu príncipe encantado. No momento ela está noiva de Vitor Valente, mas não tem certeza se o ama de verdade. Ana Flor não sabe se realmente quer casar com ele, mas Vitor insiste em que casem logo.

Um dia Ana Flor estava em casa e viu a foto do primo de Vitor, João Pedro. Vitor sempre falou muito bem dele e o considera como seu irmão. Depois que Ana o viu nunca mais o esqueceu. Alguma coisa aconteceu com ela e sua vida mudou. Agora mais do que nunca ela ficou em dúvida do amor que sente por Vitor.

Depois de dois um ano na Alemanha João Pedro está voltando para o Brasil. Enfim vai rever sua família amada e principalmente seu primo/irmão Vitor. João é um neurocirurgião muito renomado e rico. Mas em sua vida particular ele é um dominador, sócio do clube Voraz. Seus gostos são muito pesados e é nesse lugar que ele extravasa os seus problemas e coloca a sua fera para fora.

Os Tios de João Pedro resolveram fazer uma festa de boas vindas, e convidaram alguns amigos e familiares para essa festa. Ana Flor foi convidada por Vitor para conhecer seu primo, mas ela ficou muito nervosa pois, ainda estava muito mexida com por ele. Quando Ana Flor chega na festa ela via a procura de Vitor, mas de repente se depara com João Pedro e a atração é fatal. Tanto ela quanto ele se sentem atraídos na mesma hora e isso vai mexer com os dois de uma forma inevitável. Mas como isso pode acontecer? Ana Flor é noiva do seu primo? Ele jamais poderá ficar com ela. Para João Pedro isso será um grande problema.

Eu comecei a ler o livro sem nenhuma pretensão. Achei que seria mais um livro hot. Só que foi totalmente diferente. Ana Flor é uma mulher inocente, virgem e que tem muita vontade de viver um grande amor. Qual mulher não sonha em achar o homem da sua vida? Mesmo ela sendo esse amor de pessoa, existe uma mulher forte por traz, mas que está escondida por toda opressão que ela sofre da sua mãe. Uma mulher fria e que quer que ela case-se com um homem rico. Não gostei da mãe dela, pra mim ela nem parecia uma mãe.

João Pedro é aqueles caras de pararem o transito. Um homem imponente e muito inteligente. Às vezes até autoritário. Ele nunca pensou em se casar e construir uma família. O seu maior prazer é dominar as mulheres. O único relacionamento que ele tem é com Fernanda, sua melhor amiga desde os dezessete anos. Fernanda também gosta de BDSM, mas isso é o maior relacionamento que ele tem, e o único que ele pretende ter.

O livro é cheio de emoção, ficamos presos aos personagens querendo saber quando eles vão se aproximar. A escritora escreveu a história num ritmo muito bom, nada muito arrastado e nem muito rápido. Conseguimos ver a evolução da história e muitos sentimentos são passados para os leitores. Tem cenas sensuais que deixa qualquer um louco. Kkkkkkkk. A capa do livro é bem sugestiva, a diagramação simples. A única coisa que eu vi de errado foi alguns erros de português. Mas nada que atrapalhe e leitura.

Além de Ana, João e Vitor, temos a personagem Paola que é a melhor amiga de Ana. Uma mulher muito auto-astral e um pouco boca suja, mas que ama de mais Ana Flor. Eu a adorei, pois deu muito graça a história.

Eu super recomendo o livro. Uma história envolvente e que prende o leitor do começo ao fim. Quero parabenizar a Nana por escrever uma história maravilhosa.


site: http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/2015/03/resenha-quando-vi-voce-de-nana-pauvolih.html
comentários(0)comente



17 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2