Desejos

Desejos Alexandra Bullen




Resenhas - Desejos


21 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2


Fernanda 15/05/2014

Resenha: Desejos
Resenha: Confesso que “Desejos”, de Alexandra Bullen, me conquistou primeiramente pela capa admirável e depois pela sinopse. A história tem uma premissa bem dinâmica e sutil, por isso pode ser definida como uma leitura bem rápida. A ligação do sofrimento, de relacionamentos difíceis, da magia e do romance são complementos fundamentais para o entendimento e o desenrolar dos acontecimentos.

Olivia Larsen passa por momentos difíceis em família após a morte trágica de Violet, sua irmã gêmea. O destaque principal esta nas passagens em que se tornam visíveis os aprendizados necessários para que a protagonista reconheça os valores certos de sua vida.



CONFIRA A RESENHA COMPLETA NO BLOG SEGREDOS EM LIVROS:

site: http://www.segredosemlivros.com/2014/05/resenha-desejos-alexandra-bullen.html
comentários(0)comente



Blog MDL 10/06/2014

Olivia Larsen não consegue tirar da cabeça o fato de que sua irmã gêmea está morta. Com dezesseis anos de idade e tendo que encarar uma mudança drástica em sua vida, ela ainda tem que assistir a sua família se separando um pouco mais a cada dia. As brigas dos seus pais são constantes, ela não tem amigos e tudo parece ficar pior a cada dia. Ela só queria ter Violet ao seu lado novamente. Mas ela sabe que isso é algo quase impossível. Quase... Porque após conhecer uma estranha mulher dona de um ateliê, ela é presenteada com um vestido mágico que traz de volta para ela o que ela mais queria: a sua irmã. Tendo uma oportunidade de ter a companhia de Violet mais uma vez, aos poucos Olivia vai deixando seu medo de lado e reaprende a viver, amar e sonhar.

“Desejos” é um livro que desde o primeiro momento busca despertar o lado mais sensível do leitor. Com promessas de delicadeza e emoções à flor da pele, é com certo pesar que pouco a pouco percebemos o quanto a autora se desviou do seu intuito inicial. Caindo no clichê de focar no romance e pecando na caracterização dos seus personagens, o seu texto não possui um diferencial que nos impulsione a ler o livro. Pelo contrário, com vários momentos em que a única vontade que temos é de postergar a leitura pela morosidade com a qual ela construiu a história, as páginas transcorrem de modo morno e nenhuma reviravolta considerável acontece antes de chegarmos próximo do final.

E mesmo que vez ou outra seja possível notar um pouco da magia e densidade que era prometida, essas características não são exibidas de forma tocante. Talvez isso tenha acontecido por causa protagonista que nos conta a história. Pois é com muita autopiedade e autodepreciação que ela vai narrando o seu dia a dia após a morte da sua irmã. Se concentrado principalmente no fato de não saber ser sociável sem Violet para ajudá-la, Olivia passa a maior parte do livro choramingando pelos cantos mesmo quando consegue aquilo que ela tanto quer. Violet, por sua vez, quando aparece na narrativa é para dar ordens e querer que sua irmã se torne uma cópia ainda mais fiel dela do que já é em decorrência das suas aparências tão semelhantes.

A infelicidade da autora na hora de construir seus personagens foi tanta que a “antagonista” da trama não desperta nenhum tipo de sentimento negativo no leitor e o mocinho não consegue mostrar todas as qualidades que fazem dele um garoto tão disputado. E como se só isso não bastasse, todos os demais personagens que aparecem na história não tem propósito algum a não ser interagir com a Olivia. É notória a falta de aprofundamento nos personagens secundários e na trama como um todo, já que o pouco que é mostrado sobre cada um desses pontos é feito de forma muito superficial. Tanto que ao final, eu desejei que a autora tivesse feito outra versão da história. Sendo que dessa vez, com um pouco mais de explicações acerca dos eventos mágicos que ocorrem e com um melhor desenvolvimento da trama com um todo.

Em suma, é um livro com muitas falhas e que vai deixar uma interrogação no ar para quem costuma gostar de histórias completas em todos os sentidos. Mas para quem não vê nenhum problema nos pontos que mencionei e quer conferir a história, logo notará que "Desejos" é um livro voltado para um público bem jovem e que sonha em encontrar o primeiro amor, ter um papel importante dentro de sua turma e ainda morar em uma cidade tão bela quanto São Francisco.

site: http://www.mundodoslivros.com/2014/06/resenha-desejos-por-alexandra-bullen.html
comentários(0)comente



Camis 21/08/2014

Se você pudesse fazer 3 desejos... 3 desejos que com certeza irão se realizar... O que você pediria? Claro, você tem que seguir algumas regrinhas, como: não pedir a mesma coisa duas vezes, não contar nada pra ninguém, não desejar mais desejos ou coisas abrangentes demais, como a paz mundial. Ainda assim, mesmo seguindo as regras, as possibilidades são infinitas... Quais seriam os seus três desejos?

Olivia Larsen (ou somente O para os íntimos) sofreu uma grande perda há poucos meses: sua irmã gêmea idêntica, Violet, faleceu no verão passado, e O simplesmente não consegue superar. Pra tentar seguir em frente, os pais das gêmeas decidiram mudar de cidade, mas, desde aquele fatídico dia na praia, sua família tem desmoronado um pouco mais a cada dia.

Mac, o pai de O, agora trabalha como faz-tudo da própria casa, tentando reformar uma antiga construção caindo aos pedaços que agora eles chamam de “lar”. Já sua mãe, Bridget, está depositando todos os seus esforços e tempo extra no trabalho. Enquanto isso, Olivia se sente mais sozinha do que nunca. Na nova cidade, sem sua irmã, que sempre foi sua fiel amiga e protetora, O acaba se tornando uma garota retraída, sem amigos, triste e com a mínima vontade de fazer qualquer coisa além de ficar sozinha.

Para ir a um jantar do escritório de sua mãe, Olivia precisou sair pelas ruas procurando algum lugar onde pudesse consertar um rasgo no vestido de festa que ela encontrou entre as coisas de Violet. Foi assim que ela descobriu o ateliê Mariposa Missionária, que nada mais era que um local caindo aos pedaços, abarrotado de objetos velhos, e que tinha por costureira uma garota jovem e pouco agradável com seus fregueses.

Olivia, no entanto, teve uma surpresa ao desembrulhar o vestido, minutos antes do jantar, e descobrir que ali dentro da capa plástica não estava o vestido de sua irmã, mas sim um espetacular vestido longo, com uma pequena mariposa dourada costurada em sua barra. Depois de uma pequena noite desastrosa para O, enquanto ela estava deitada no banco de trás do táxi a caminho de casa, Olivia pediu por Violet, dizendo em sua mente o quanto queria que a irmã estivesse ali.

E é assim que Violet volta. Bom, mais ou menos. Violet agora é um fantasma, e Olivia está determinada a passar o tempo que for necessário ao lado da irmã, porém, a gêmea tem outros planos, que envolvem fazer Olivia se enturmar na escola, deixar de ser tão triste e mudar um pouco o visual.

Depois de irem até o ateliê novamente tentar desvendar com tudo aquilo estava acontecendo, as gêmeas descobrem que Olivia foi escolhida para ser premiada com três desejos, quase como nos contos de fadas, desde que siga algumas regrinhas (como aquelas que eu citei lá no início). Porém, agora que O tem sua irmã de volta, o que mais ela poderia querer?

Confesso que o início de Desejos é “devagar quase parando”. Olívia se mostra, desde as primeiras páginas, como uma adolescente depressiva, sem demonstrar o menor empenho em superar a dor da perda e insatisfeita com as constantes brigas entre os pais. Creio que foi a própria Olivia que tornou o começo do livro tão maçante, pois assim que Violet retorna as coisas começam a mudar.

Violet já é o completo oposto da gêmea. Cheia de opiniões e vontades, a garota possui um senso de moda bem mais moderno, e está decidida a fazer Olivia menos solitária, adquirindo novos amigos e, quem sabe, um namorado.

Não dá pra dizer que a criação de Alexandra Bullen é original, pois se assemelha a muitas outras estórias criadas por aí envolvendo três desejos, porém, o ponto forte do livro está longe de ser este. Pra mim, o que salvou minha leitura foi o desenrolar da perda de Olivia, a maneira como a autora transpassou para o leitor o sofrimento da família inteira, que depois da morte de um de seus membros, acabou se desestruturando completamente. Por diversas vezes me emocionei enquanto sentia um pouco da dor de perder alguém que tanto ama; alguém que está sempre por perto e, de repente, se vai.

Não dá pra dizer que a leitura é imperdível, porque, como já disse, o início é bastante desanimador. Contudo, à medida que avançamos na narrativa, vamos sendo cativados um pouco mais pelas duas personagens. Se você gosta de um livro teen com romance e fantasia, então embarque em Desejos, o primeiro livro da duologia Desejo.

site: http://nolimitedaleitura.blogspot.com.br/2014/08/desejos.html
comentários(0)comente



Jacqueline 13/05/2014

Se quiser uma dose de tédio, esse é o livro certo
Estou em uma vibe muito boa com as histórias leves e despretensiosas. E foi nesse clima que decidi ler Desejos, obra de estreia da americana Alexandra Bullen. Desejei muito ter gostado do livro, mas pelo visto eu não estava usando um vestido mágico, então, não funcionou no meu caso.

" Desde a morte de Violet, a casa parecia grande e silenciosa demais. E na escola, ela não sabia o que era pior: ser a nova garota, ou ser a garota que parecia exatamente a outra garota que havia morrido durante o verão, a garota que amava a todos e a quem todos amavam"


Desde a morte da irmã gêmea Violet, Olivia não tem ânimo para se enturmar ou prosseguir com suas tarefas normalmente. Para piorar, de uma hora pra outra ela é forçada a trocar de cidade, e começar a estudar em uma nova escola, onde ser a garota nova é apavorante.
Ao entrar em um ateliê para consertar um antigo vestido de sua irmã, ela recebe no dia seguinte um misterioso - e incrível - vestido de festa para comparecer a um coquetel com sua mãe. Ela não imagina que o vestido em questão lhe dá a oportunidade de fazer um desejo, e tudo o que ela mais poderia querer é ter a irmã de volta.

Quando li a sinopse a primeira vez, acreditei que iria encontrar aquele tipo de história bobinha, que no final acaba deixando uma lição bacaninha sobre como vencer os medos e dar a volta por cima, e trabalharia o crescimento da personagem. Pena que não foi assim.
Eu juro que tentei, e tentei muito, gostar do livro. E acho que quando a gente se esforça para gostar de alguma coisa, é sinal que não era pra ser, já que o envolvimento deveria ser algo espontâneo.

A narrativa de Alexandra não tem nada de diferente ou especial, mas ainda assim me prendeu, tanto que terminei a leitura em apenas dois dias. Embora, no final eu tenha sentido aquela sensação de que o livro não acrescentou em nada, e provavelmente eu teria ocupado melhor o meu tempo lendo algo mais interessante.
Para deixar claro, eu só encontrei um ponto positivo em toda a leitura: o aproveitamento do cenário. Era delicioso ler as descrições sobre os lugares em Martha's Vineyard, que fica na cidade de NY.
Pra começar, eu não me importei muito com a falta de explicação para as propriedades mágicas do vestido. Desejos não tem um foco sobrenatural, e foi por esse motivo que aceitei de mente aberta o fato do vestido ser mágico, e a possibilidade da irmã dela voltar como fantasma.

A minha maior decepção foi encontrar uma protagonista tão chata e desinteressante. E para completar, a chegada da irmã fantasma não melhora muito as coisas. Basicamente o fantasma de Violet quer viver a vida de Olivia, e isso inclui mandar, ordenar e praticamente citar todas as falas que a outra garota teria que dizer. O objetivo? conquistar a popularidade na escola, e conseguir fazer amigos.
Só que Olívia é a personagem mais sem sal de todos os tempos. E nem estou contando o fato dela ser chorona e mimizenta sobre ter perdido a irmã (porque eu respeito o luto, e tudo mais). E minha imagem dela só piorou quando ela fica toda embasbacada pelo garoto mais bonito da escola. Mais fútil impossível.
Ela passa o tempo todo tentando se enturmar, até fazer amizade com a popular Calla, que adivinhem só, é namorada do garoto gato. Tão clichê.
E se Calla estava ali com o intuito de ser a bitch e infernizar a vida de Olívia, Bullen falhou incrivelmente, porque eu não consegui odiar Calla. O feitiço virou contra o feiticeiro, pois Olivia acabou com fama de bitch por "roubar" o namorado da outra.

O enredo até poderia ter salvação, se os personagens sustentassem a trama. Mas todos são igualmente desinteressantes, meros figurantes. Fora que eles não tem vida própria. Só estão ali para interagirem com Olivia, e só.
O romance não chegou nem perto de me fazer sentir empatia pelo casal. Eu não sei o que Soren viu na Olivia. Chega a ser engraçado o primeiro encontro deles (ou seria o segundo?) na fila de espera do banheiro, ele puxando conversa, entrando para usar o banheiro, e ela falando: Boa sorte. Acho que estou velha, e não manjo mais das cantadas atuais.
Eu queria encarnar a Narcisa Tamborindeguy surgindo de dentro da cômoda e falar: Ai que tédio, que casal mais sem criatividade, sem humor, sem vontade de viver, ai ... Ai que tédioooo, ai que absurdo, ai que badalo, ai que horror.

Sinceramente, se você tiver 12 anos provavelmente irá gostar de passar o tempo lendo Desejos, e se não tiver...você terá uma linda capa na estante.
Qual não foi a minha surpresa ao descobrir que o livro tinha uma continuação independente - Wishful Thinking - e ela é bem elogiada no Goodreads. Assumo que estou com uma pontinha de curiosidade para saber se Bullen se redimiu, e um medinho de me decepcionar novamente.

site: www.mybooklit.com
comentários(0)comente



Liachristo 25/06/2014

Desejos - Livro 01 - Alexandra Bullen - Galera Junior
Olívia e sua família estão passando pela pior fase de suas vidas. Sua irmã gêmea Violet, acabou de falecer. O mundo de Olívia vira de cabeça para baixo. Sua mãe resolve mudar radicalmente a vida da família se mudando para San Francisco, deixando a vida em Massachusetts totalmente para trás.

Olivia mal consegue se cuidar, porque nada pode fazê-la esquecer, que ela perdeu sua irmã para sempre. Seus primeiros dias na escola são confusos e passam como borrões.

Quando sua mãe anuncia que toda a família foi convidada para uma festa em seu novo escritório, Olivia fica temendo o evento. Se sente insegura para encontrar pessoas.
Ela começa a procurar uma roupa adequada para a ocasião, e encontra um vestido em uma das caixas de Violet, escondidos em uma sala vazia na nova casa. O vestido está ligeiramente danificado, e ela resolve procurar um locar para fazer o conserto. Olivia acaba achando uma alfaiataria na mesma rua de sua casa, onde ela encontra Posey, uma mulher estranha e meio rude, que após olhar o vestido, diz a ela que vai fazer o serviço e entregá-lo no dia seguinte. Quando Olivia encontra o vestido no dia seguinte em sua porta, ela fica chocada. Pois descobre que o vestido é completamente diferente do que ela deixou na loja, mas também muito mais bonito. Ela tenta encontrar Posey para fazer a troca, mas não a encontra e como está sem tempo Olivia resolve então colocar o vestido.

Ao perceber que o vestido é diferente e que pode lhe conceder desejos, Olívia resolve pedir o que ela mais queria. Sua irmã Violet de volta a sua vida. Depois de algum tempo, ela percebe que pode fazer mais dois desejos, e mesmo achando isso maravilhoso, com o passar do tempo ela começa a perceber que nem tudo são flores, e que ter seus desejos realizados nem sempre é algo bom.

Este livro me proporcionou uma leitura fofa e rápida! Fiquei interessada nele, desde seu lançamento e resolvi solicitar para resenha, sabendo que ia gostar da leitura. Ele tem todos os elementos de um bom divertimento,um livro gostoso para adolescentes, com vestido mágico, desejos que se tornam realidade, um personagem principal cativante e alguma emoção.

Eu me conectei imediatamente com Olivia. Mesmo através de sua tristeza, pude perceber que no fundo, Olivia queria que sua vida voltasse ao normal, e queria ser feliz novamente. Eu torci por Olivia ao longo do livro. Fiquei feliz quando Soren, seu interesse amoroso, retribuiu seus sentimentos. Gostei de sua animação quando Calla, a garota mais popular da escola iniciou uma amizade com ela e fiquei de coração partido quando ela finalmente teve que dizer adeus a sua irmã. Olivia aprendeu muito sobre a vida e o que significa realmente viver.

Os personagens secundários fazem toda a diferença. Bullen faz um grande trabalho ao desenvolver as relações entre Olivia e vários personagens diferentes, tudo ao mesmo tempo, e mantendo a relação entre Olivia e Violet no centro da história. Curti o relacionamento de Olivia com Calla. No final do livro, vemos que Calla não é como as típicas "garotas populares". Ela realmente tem muito mais profundidade e fiquei feliz em ver Olivia reacender sua amizade com Calla, especialmente em um momento tão dolorosamente difícil. Soren foi definitivamente um personagem que eu não deixaria pra trás. Ele era muito merecedor de suspiros e gostei demais quando ele realmente se apaixonou por Olivia. Era completamente óbvio, e muito doce. Onde eu posso encontrar um Soren?

Eu gostei do enredo criado pela autora. Eu amo livros sobre irmãs, e este foi definitivamente diferente, já que Violet estava morta. Isso acrescentou um nível completamente novo de profundidade ao livro. O relacionamento delas ao mesmo tempo que era o mesmo, também era diferente do que antes. Foi divertido ver o quanto as duas eram diferentes, no entanto, também era completamente óbvio por que elas se davam tão bem. Elas compartilharam um vínculo e uma relação especial de fazer inveja em qualquer um.

A idéia de fazer três desejos não é original, mas Bullen desenvolve a idéia habilmente, fazendo apenas de maneira diferente o suficiente para que eu quisesse continuar lendo, para ver o que mais Olivia desejaria. Eu achei muito interessante que Olivia tenha desejado a sua irmã de volta, mesmo que por um curto período de tempo para que tivesse uma despedida. O que precisava para seguir em frente e começar a viver.

A capa é linda! Foi o que primeiro me chamou a atenção. A diagramação, as fontes escolhidas, a cor das páginas, ficaram satisfatórias para mim. Um belo trabalho da Galera Junior.

Uma história muito bem escrita, que me deixou com lágrimas nos olhos, mas feliz ao mesmo tempo. Fico aqui ansiosa para a continuação.
Bjus


site: http://www.docesletras.com.br
comentários(0)comente



Ana Martines 21/07/2014

Como se estivéssemos assistindo à Sessão da Tarde enrolados em um edredom e tomando um chá quente.
Olivia Larsen é uma adolescente que perdeu sua irmã gêmea em um acidente um ano atrás. Após seus pais perceberem que não conseguiriam superar a morte da filha morando na mesma casa, decidiram se mudar de cidade. Olivia agora mora em uma pequena cidade, estuda em um colégio onde não conhece ninguém e, o pior de tudo: Não tem sua irmã para ajudá-la nestes momentos.

Olivia, em uma festa, conhece um garoto. O único garoto que já mexeu com ela de alguma forma: Soren. É como amor à primeira vista. Ela fica tocada, encantada. Mas, logo após um momento constrangedor e cheio de expectativas da parte dela, descobre que ele tem namorada. E ela é ninguém mais, ninguém menos que uma das garotas mais populares da escola: Calla.

Quem sempre fazia amigos era a Violet, sua irmã gêmea. Ela era descolada, estilosa, amigável e muito sociável. Completamente o contrário da irmã. Olivia não consegue se enturmar, não consegue encontrar as palavras certas para se comunicar e, principalmente, não consegue aparecer. Para todos, é como se ela nem existisse. Mas ela não se importava.

"Qualquer palavra que falasse teria sido murmurada na voz fria e vazia de alguém que não tinha muito mais por dentro para se importar."

Até que, ao entrar em uma loja, em busca do concerto de um antigo vestido que pertencia à sua irmã, Olivia se depara com uma estranha e pequena mulher. Esta, por sua vez, oferece à Olivia um vestido diferente do que precisa concertar, e Olivia não pode fazer outra escolha a não ser aceitar. Acontece que a garota não sabe que o vestido é mágico e, após implorar por sua irmã em um momento de fraqueza, um dos seus maiores desejos se realizam: Violet está de volta!

Após ter a sua irmã de volta, descobre que somente ela pode vê-la. Violet ainda está morta e, infelizmente, isto é irreversível. Mas, por outro lado, Olivia não se importa. Pode finalmente ter alguém com quem conversar, mesmo que esteja correndo o risco de parecer uma maluca, conversando com o vazio. Violet então resolve melhorar a vida de Olivia, como sempre fez. Guiá-la para a felicidade.

"Era bom finalmente chorar. Agora que tinha falado tudo, que tinha colocado tudo para fora, até respirar parecia mais fácil."

A obra gira em torno disso: O amor das irmãs gêmeas, o valor de uma amizade. Tocando também em assuntos como família, sentimentos, paixão. É um livro repleto de frases bonitas, marcantes, que relatam as mudanças que podem haver quando alguém que você ama, se vai.

Infelizmente, comecei o livro com outro olhar. Já tinha lido o Corações Feridos, um livro que relata a história de irmãs gêmeas também. Mas este é um livro triste, completamente o contrário de Desejos. Durante a leitura, estive procurando por momentos tristes, revelações chocantes. Mas este não é o foco do livro. O livro relata a vida de uma adolescente normal que, por culpa do destino, acabou perdendo a sua irmã e melhor amiga.

"Havia algo na imagem que tinha de si quando estava com ele. Era como se ela fosse totalmente livre e imaculada, intocada pelas coisas que estava sempre tentando esconder."

Desejos é um livro leve, romântico, superador e com algumas lições de vida. Não digo que é um livro marcante, muito menos um livro para chorar. Mas é fofo. Como se estivéssemos assistindo à Sessão da Tarde enrolados em um edredom e tomando um chá quente. Desejos esquenta o seu coração, te deixa calma e alegre. Me lembrou bastante aquele filme "16 Desejos", que tanto passa na Globo.

Recomendo a leitura do livro para todos que estão querendo ler algo mais fofo. Sem grandes reviravoltas, mas com alguns momentos emocionantes. Não espere chorar, ficar de ressaca literária... Não acontecerá. Mas, por outro lado, vale a pena ler, como um passatempo. É um livro perfeito para aquelas que gostam de um Chick-lit, uma coisa mais Paula Pimenta e Meg Cabot!

site: www.vicioemlivros.com
DESATIVADO 26/10/2016minha estante
nossa sua resenha me animou, pois vi tanto comentário negativo na net.. amei a capa desse livro e td q nao quero é me decepcionar e vc falando da paula e da meg foi meu ponto fraco hehe




Tami 07/08/2014

Esperava mais
Resenha publicada no blog Gaveta Abandonada.
Nota: 2,5

Uma capa bonita e uma boa sinopse chamam a atenção de qualquer um, e este livro tem estas duas qualidades. Porém após a leitura posso dizer que esperava uma história diferente, mais voltada para a magia e com foco na pessoa que iria escolher as meninas que precisavam dos desejos. Contudo acabei me deparando apenas com mais um romance jovem, sem muito destaque dos demais.

"- Você deve ser Olivia.
Os sapatos dele entraram em foco primeiro: mocassins esponjosos com bordas elevadas e macias, solas grossas e funcionais. Para Olivia, eles lembravam cogumelos, não apenas pela cor - daquele tipo bege, borrachudo, que já vem cortado, geralmente guardado em caixinhas de plástico -, mas também porque pareciam facilmente ter sido feito a partir de alguma espécie de fungo." (primeiras linhas, pág. 9)

Olivia mudou de cidade com seus pais após a morte de sua irmã. Violet sempre havia sido o porto-seguro de Olivia, a pessoa mais interessante e que fazia amizades de forma fácil. Agora a menina precisa reaprender tudo na cidade nova, enfrentando a saudade da irmã e as brigas constantes dos pais. Porém um vestido mágico faz com que Violet volte como fantasma para ajudar Olivia. E ela ainda tem direito a mais dois desejos.

Até a parte final o livro não se difere muito de outros romances adolescentes. Problemas na escola, o cara bonitinho por quem ela se apaixona, algumas brigas... na verdade, a vida escolar de Olivia é bem mais tranquila do que muitos dramas por aí. Ao se encaminhar para o final história vai para o lado que eu gostaria que tivesse tomado desde o início: os pedidos de Olivia e suas consequências. Pena que deixaram tão para o fim.

Posey, a artesã que cria os vestidos mágicos, tem muito menos destaque do que deveria. Ela poderia ser usada contando história de outras meninas que ajudou, falando mais sobre o seu passado, sobre o impacto dos desejos, porém simplesmente aparece pouco na trama. Isso acontece com praticamente todos os personagens secundários, que aparecem na trama sem muito aprofundamento.

(veja imagem da capa brasileira e da capa original no blog)

Gostei bastante da capa brasileira, que possui umas borboletinhas por toda a imagem (creio que consigam ver na foto lá do início do post). A capa original é, na minha opinião, bem estranha. Parece que falta alguma coisa embaixo, além da imagem ter cara daqueles livros baratinhos de banca. Não me passou uma boa impressão mesmo! Ainda bem que fizeram uma diferente. A diagramação é simples e infelizmente a revisão pecou um pouco. "agente" ao invés de "a gente" e "pergunto" ao invés de "perguntou" foram duas coisas me doeram um pouco os olhos.

Escrito em terceira pessoa, achei difícil me conectar com os personagens. Acho que esse livro teria um impacto completamente diferente se tivesse sido escrito em primeira pessoa, e seria muito mais interessante pois o foco dele é justamente os sentimentos de Olivia. Da forma como foi feito, é complicado se sentir dentro da história.

"Era bom finalmente chorar. Agora que tinha falado tudo, que tinha colocado tudo para fora, até respirar parecia mais fácil." (pág. 290)

Enfim, Desejos não é um livro ruim porém poderia trazer uma história muito melhor desenvolvida do que a que foi apresentada. No fim das contas é uma leitura tranquila, que infelizmente não prende desde o início e longe de ser inesquecível. A autora tinha uma ótima ideia nas mãos contudo acabou desenvolvendo uma história sem muito aprofundamento. O livro ainda possui uma continuação independente (esta história não deixa pontas soltas) que, se aparecer por aqui, continuo curiosa para ler (estranho né?). Para quem gosta de leituras bem leves pode ser uma opção.

site: http://gavetaabandonada.blogspot.com.br/2014/08/resenha-desejos.html
Vic 16/10/2020minha estante
Não é só mais um romance adolescente,esse livro é mais do que isso,tá certo que tem o romance da Olivia e tals,mas trata-se sobre família,sobre a perda,sobre a importância de ficarem unidos em um momento difícil,quando eu lia,foi isso o que peguei p mim,mas respeito sua opinião




Livy 07/09/2014

Juvenil com ares de drama
Confesso que a primeira coisa que me atraiu em Desejos foi a belíssima capa e edição. Na foto não é possível ver, mas pessoalmente a capa ainda é mais bonita pois tem borboletas em verniz voando ao redor da modelo. Eu simplesmente me apaixonei, fora o fato de que amo borboletas (percebe-se pelo layout do blog, não é mesmo!?). Pois bem, confesso que também tenho este ponto fraco de querer ler um livro pela capa. Sei que muitas vezes me dou mal, mas é inevitável: eu babo na capa e quero ler. E depois que li a sinopse, achei a premissa bem interessante. Não cheguei a criar grandes expectativas sobre a história, mas realmente foi bem diferente do que pensei que seria.

Olivia, com apenas 16 anos está sofrendo muito a perda da irmã, e se mudou com os pais para São Francisco para tentarem seguir em frente. Mas para Olivia não é nada fácil pois Violet, sua irmã, era seu porto seguro, sua guia e conselheira, sua melhor amiga. Digamos que Olivia nunca foi muito popular ou se preocupou em realmente viver e se divertir, como se vestir ou como agir bem na "sociedade" escolar. Quem sabia tudo sobre como ser um verdadeira e descolada adolescente era sua irmã. E agora ela não está mais com Olivia para ajudá-la e ela se sente perdida. Agora que Olivia está em um novo ambiente escolar, ela se sente ainda mais deslocada e esquisita. Violet saberia o que fazer.

Então quando Olivia acaba achando uma loja bem estranha ali perto de sua nova casa, a Mariposa Missionária, ela vê seu mundo virando de pernas para o ar. Lá Olivia conhece Posey uma jovem excêntrica que conserta roupas e faz outras peças realmente diferentes. E lhe dá um vestido especial que pode conceder-lhe um desejo. É aí que Olivia tem o que mais quer de volta: sua irmã.

Desejos, apesar de ser um livro juvenil, tem um quê de drama. Desde o início Alexandra Bullen traz uma trama carregada de sentimentos tristes e uma protagonista muito melancólica. Eu comecei o livro realmente desejando que a autora seguisse para um rumo mais intenso e emocionante, mas o que aconteceu ao decorrer do livro todo é uma trama morna, com personagens apagados e uma história que não chega a ser totalmente tocante.

Eu lia página após página, e ansiava por uma reviravolta, por acontecimentos interessantes, e por uma carga de sentimentos que me fizessem me apaixonar por Olivia e por todo o livro. Infelizmente não foi exatamente o que aconteceu. Ao meu ver quem vem trazer um pouco de graça, cor e significado para a história é Violet, que com seus estratagemas acaba fazendo com que Olivia viva e aprenda a seguir em frente.

Fora Violet todos os personagens são apagados e insossos demais. A impressão que tive é de que nenhum ali tinha um propósito e que todos faziam parte da história apenas para enfeitar a trama, pois não acrescentaram em nada. Senti falta de maior profundidade e maior desenvolvimento de suas personalidades e características que me fizessem sentir maior empatia ou que me fizessem me conectar com eles. Até mesmo Soren, garoto por quem Olivia se apaixona, não foi bem explorado, e eu não consegui sentir a intensidade que ele aparentava ter para Olivia. O romance em si é tão rápido e estranho que não consegui torcer por eles.

Olivia por sua vez me irritou bastante. Ela passa o livro todo insegura, cheia de autodepreciação e sentindo pena de si mesma. A autora quis aqui mostrar uma personagem que iria superar a si mesma, criar coragem ao decorrer da trama, se transformar. Mas isto acontece de forma tão leve e sútil que não chega nem a ser notável.

Em muitos momentos me vi querendo chegar logo ao final para ver como terminaria. E praticamente em todo o livro percebi que a autora se perdeu. A magia prometida com os vestidos perdeu o sentido em determinado momento, o envolvimento dos personagens na trama foi superficial, e a história foi fraca em vários sentidos, mas principalmente em dramaticidade e romance. Realmente acho que a autora foi muito infeliz na forma como construiu os personagens e a trama. Eu realmente gostaria que ela tivesse escolhido outros rumos. Gostaria que houvesse uma explicação para o porque de Posey e sua loja, e uma explicação para a magia envolvendo os vestidos. Mas e aí? Não tem!

Ao chegar ao final do livro tive um vislumbre do que a autora pretendia, e até cheguei a me emocionar um pouquinho. Vi a emoção que ela pretendia empregar durante o livro, tentando vir a tona no final. Principalmente achei bonita a despedida e conciliação que Olivia teve com seu passado, e que me surpreendeu pois já não estava esperando muito mais do livro. Digo que o final foi o que mais valeu a pena em toda a leitura, e que é Violet quem dá um pitada de diversão, emoção e vivacidade no livro.

Claro, todo livro tem suas lições e Desejos nos mostra que devemos sempre ter confiança em nós mesmos, seguir em frente, aceitar e aprender com o passado. E acima de tudo que nunca sabemos quando nossas vidas podem mudar bruscamente, e que nunca estamos preparados para dizer adeus para quem amamos, por isso devemos simplesmente viver plenamente. Viver cada dia como se ele fosse o último e especial.

Desejos é um juvenil com ares de drama, mas que é leve e que é uma leitura despretensiosa. Um livro para quem curte uma história fácil, leve e sem grandes reviravoltas. Um livro que promete calma e tranquilidade sem grandes emoções.

site: Confira mais resenhas: http://nomundodoslivros.com
comentários(0)comente



Zilda Peixoto 19/05/2014

Desejos
Algumas coisas nunca saem de moda e, certamente a releitura de contos de fadas é uma delas. Sempre curti esse tipo de história e foi por esse motivo que decidi ler Desejos. Obviamente que a belíssima ilustração da capa colaborou muito para a escolha, mas o fato é que fiquei bastante curiosa em conhecer a abordagem da autora. Confesso que não criei nenhuma expectativa em relação ao livro e, de fato isso ajudou bastante no processo da leitura.

Em “Desejos” Olivia Larsen perdera sua irmã gêmea Violet em um trágico acidente. Quase um ano após sua morte, Olivia ainda não consegue superar a perda da irmã. Além de ter que lidar com a dor da perda, Olivia é obrigada a se mudar com os pais para a cidade de São Francisco, cidade na qual sua mãe Bridget irá trabalhar. Após a morte de Violet, Olivia vê sua vida virar de ponta a cabeça. A família que outrora fora unida e feliz, agora passa por um momento muito delicado. Enquanto a mãe se dedica compulsivamente ao trabalho, seu pai Mac passa horas do dia reformando a antiga casa para onde se mudaram.
Como se a vida não estivesse sendo cruel o bastante, Olivia é obrigada a enfrentar mais uma grande mudança: adaptar-se a uma nova escola, fazer novos amigos, ou seja, esquecer o passado e tentar superá-lo.

Aos olhos de Olivia sua vida não tem mais sentido sem o apoio e a amizade de sua irmã Violet. Olivia nunca foi de muitos amigos e, por esse motivo ela não consegue fazer novas amizades assim que chega a São Francisco. Pelo contrário, Olivia faz de tudo para passar despercebida. Neste ponto Olivia e Violet eram muito diferentes. Olivia era a irmã quieta, insegura e que não tinha a menor vontade de aparecer. Já Violet era a popular, bem quista por todos, naturalmente linda e despojada. Essa diferença passa a ser ainda mais notável quando Olivia começa a frequentar a escola preparatória Golden Gate.
Nada de realmente novo é apresentado. Alexandra nos apresenta o mesmo universo que já estamos acostumados: o círculo dos populares que tomam conta do pedaço e o aparecimento do garoto dos sonhos de qualquer garota.

Soren é a figura representativa do príncipe no conto de Alexandra. Em tempos atuais o príncipe já não anda de cavalo. Nada disso, aqui, Soren surge de skate. Olivia sente-se atraída imediatamente pelo garoto de olhos verdes e cabelos desgrenhados. A desconstrução da figura do príncipe é notória e, isso faz com que a narrativa de Alexandra se destaque. De qualquer maneira, não espere grandes mudanças no que diz respeito à construção dos personagens.

O chefe do escritório aonde sua mãe irá trabalhar oferece uma recepção para recebê-los. Olivia nunca curtiu muito esse tipo de evento, sem Violet, essa tarefa parece ainda mais penosa. Sem ter o que vestir, pois seu armário não oferece muitas opções, Olivia encontra no meio das coisas de sua irmã um belo vestido. Porém, ele precisa de pequenos reparos. Olivia vai à busca de uma costureira e encontra uma loja bem próxima de sua casa. O local é meio assustador e possui um nome bem peculiar: Mariposa Missionária. Posey, a costureira, a recebe de uma maneira nada convidativa, mas aceita consertar o vestido. Contudo não é o vestido de Violet que ela recebe na sua casa após alguns dias de espera. O vestido que Posey enviara é ainda mais bonito. É com ele que Olivia vai à recepção sem ter ideia que o vestido seja mágico e que lhe poderá conceder um desejo.

Alexandra Bullen começa ditando um ritmo bem lento a narrativa, quase sonolento até o surgimento dos irmãos Miles e Bowie. É durante uma recepção de boas vindas no escritório onde a mãe de Olivia irá trabalhar que ela conhece os dois. Miles é um garoto no estilo nerd, que está sempre demonstrando indiferença e apatia. Já Bowie, é uma garota que tenta ser bem mais madura do que realmente é, sempre vestindo roupas que tentam impactar, com seu estilo hard-rock.

Ainda que Miles e Bowie tentem amenizar seu desconforto fazendo com que ela se sinta à vontade, Olivia não consegue interagir. Sentindo uma dor aguda ela deseja mais do que tudo ter sua irmã Violet de volta e, por fim, seus primeiro desejo é atendido. A partir daí, a narrativa de Alexandra começa ganhar vida, pois anteriormente somos obrigados a aturar Olivia e seus lamentos.
Tá bom! Vamos ser mais solidários com a dor da menina. Poxa vida! Ela acabara de perder sua irmã e ainda por cima tem que mudar de cidade, conhecer novas pessoas, começar do zero. Pelo menos por enquanto vamos aliviar.

Calla, a garota que ocupa o status de popular na escola é outra personagem que não convenceu. Não consegui criar nenhuma conexão com a personagem apesar de sua importância. Soren também não deixa marcas, mesmo sendo ele - o príncipe. Já Violet – a irmã-gêmea- morta-fantasma, essa sim, merece os louros. Violet é engraçada, ousada, carismática – o oposto de Olivia.

Após o retorno de Violet é que comecei a simpatizar com a narrativa de Alexandra. Alguns pontos que não foram esclarecidos anteriormente começam a fazer sentido tornando possível a assimilação do contexto geral. Confesso que senti pena de Olivia em diversos momentos e não imaginei o quanto a narrativa de Alexandra fosse tão tocante.

Considerando que a história seja direcionada ao público juvenil, “Desejos” conseguirá surpreender até os leitores mais maduros. A autora conseguiu encontrar um meio de abordar um tema tão delicado sem deixar de lado a magia presente nos contos de fadas. Aliás, não esperem nada muito glamoroso no sentido literal da palavra.
Ainda que o livro faça jus ao gênero Alexandra não recorreu tanto à fantasia que possivelmente encontramos nesse tipo de leitura. Os dilemas enfrentados por Olivia são reais, não fantasiosos. A importância da estrutura familiar está presente ao longo da narrativa e faz com que reflitamos a respeito do assunto.
Desde que o mundo é mundo conhecemos diversas releituras de contos de fadas e, isso não é novidade pra ninguém. Mas a ideia de reinventar essa abordagem é que faz com que esse tipo de história nunca perca sua magia. Em Desejos talvez você encontre semelhanças com a história do Patinho Feio, ou quem sabe fragmentos semelhantes à gata borralheira. De qualquer forma, se você já assistiu algum dos diversos filmes da Disney a história de Alexandra será aceita facilmente.

A ideia representativa do vestido faz com que possamos fazer várias leituras sobre sua abordagem. Que garota não desejaria possuir um vestido dos sonhos e que ainda por cima lhe concedesse três desejos. Através dessa alusão Alexandra nos ensina uma grande lição. O desejo de ser diferente do que realmente somos e o verdadeiro valor das coisas são duas das muitas mensagens apresentadas no livro. De uma maneira bem sutil a autora vai construindo uma narrativa sólida ao longo das 381 páginas.

A única coisa que me incomodou foi à rapidez com que a autora apresentou o final da história. Não havia necessidade para tamanha afobação já que a história dava margem e folga para ser finalizada. Apesar de ter gostado bastante do livro não vi necessidade em estender a história por mais um livro. Essa coisa de tornar histórias únicas em séries não me agrada. Enfim, vamos aguardar os próximos capítulos para ver onde isso vai dar. Num somatório geral eu diria que Alexandra Bullen levou nota 9.0 em sua estreia.

De qualquer maneira gostaria de recomendar a leitura a todos. Se você é daqueles que curte uma história fofa, e que “acredita” na fórmula pronta dos contos de fadas possivelmente irá curtir a leitura. Finais felizes são sempre bem vindos e a ficção está aí pra isso.

site: http://www.cacholaliteraria.com.br/2014/05/resenha-desejos-alexandra-bullen.html
comentários(0)comente



silvanasartori 19/05/2014


A história começa nos contando sobre Olivia, uma garota que após perder sua irmã gêmea Violet se muda para São Francisco com seus pais para tentar começar uma nova vida, mas as coisas não acabam sendo bem assim, porque ela sempre fora bastante solitária e isso acaba piorando, porque ela não consegue se aproximar das pessoas para fazer novas amizades e muito menos superar sua perda, então percebemos que a todo momento Olivia sente bastante falta de tudo que sua irmã significava em sua vida e começa então a se lembrar que em seu tempo de escola, Violet era bastante popular e tinha várias amizades e também gostava bastante de fazer compras junto de sua mãe para sempre estar renovando o seu guarda roupa.

''A única coisa que Violet e sua mãe tinham em comum era a esmagadora satisfação atingida ao pegar coisas em lojas caras, experimentá-las, embrulhá-las e trazê-las para casa. Apesar de não ser um passatempo no qual Olivia tinha muito interesse, ela geralmente ia junto, nem que fosse só pra assistir a Violet vetando as escolhas mais conservadoras.''


Bem ao contrário de Olivia que se sentia sempre satisfeita com o pouco que tinha. Não se importava muito com isso. Mas admirava muito sua irmã pela sua facilidade de lhe dar com as pessoas e consigo mesma.

''Violet sempre fora uma camaleoa, capaz de ser qualquer um a qualquer hora, o que significava conversas fáceis e fazer amizades rápido.''


Só que a história muda de figura quando um DESEJO inesperado de Olivia trás sua irmã Violet de volta e percebemos que durante as páginas que se seguem, Violet tenta de todas as maneiras fazer com que sua irmã Olivia mude seu modo de se vestir e de ser para tentar fazer amizades com as pessoas da escola para também começar a ser bem vista por todos ao seu redor.


''Com Violet bem ali a seu lado, era quase impossível lembrar como estava sua vida antes. Era como se ela de repente estivesse vendo colorido de novo, depois de meses vivendo em preto e branco. Sua vida velha e cinza parecia distante e sem importância''


''Não, não tem um fantasma aqui a meu lado. Não, essa não é minha irmã morta me dizendo que a melhor coisa que já me aconteceu só aconteceu por causa de um desejo.''


É lógico que Violet faz tudo isso para tentar ajudar, porque até tive uma leve impressão que ela queria mudar a personalidade de sua irmã para tentar ser parecida com ela mesma, mas Olivia é firme dizendo que sua personalidade ela não mudará, mesmo elas sendo gêmeas idênticas, mas aceita toda ajuda para tentar se enturmar e também tentar viver sua vida por si própria.
E então nesse meio tempo percebemos que muitas coisas vão acontecendo e Olivia sabe que ainda lhe resta alguns desejos para pedir, mas isso é algo para se pensar, até porque não é todo dia que a gente encontra algo que é MÁGICO para realizar os nossos maiores desejos. E isso tudo só nos mostra que o maior DESEJO DA VIDA é a nossa própria FELICIDADE e principalmente estar feliz com nós mesmos. Independente do que os nossos corações mais almejam.


''O que quer que vá pedir, peça com cuidado, e tenha certeza de que é o que seu coração quer. São esses pedidos que realmente contam.''



Minha Opinião
=============

Quando esse livro foi lançado, eu sinceramente fiquei bastante ENCANTADA com sua capa e logo depois sua sinopse me chamou bastante atenção para que eu pudesse ter bastante interesse de ler essa obra. Sinceramente a história não deixa nem um pouco a desejar, até porque é simplesmente MÁGICO. É o tipo de livro que vai te fazer refletir sobre a vida e em como devemos valorizar cada dia após o outro, ou seja, viver cada dia da melhor maneira possível para tentar superar as perdas dos nossos entes queridos.
Achei que a autora Alexandra Bullen criou uma boa história e com uma narrativa bastante fluída, apesar que em minha opinião eu achei que as passagens de Violet na história poderiam ter sido mais bem trabalhadas, porque houve um momento que Olivia começou a ter um romance com Soren e logo depois Violet desaparece por um tempo deixando com que o foco só ficasse entre o casal. É muito fofo essa relação entre os dois. Confesso que gostei bastante das descrições como os lugares e os momentos que foram vividos pelos personagens. Foi bastante encantador, mas também um romance que poderia ter sido mais bem explorado, porque achei um pouco sem sal. Gostei do modo que a autora desenvolveu tudo, até porque me prendeu o suficiente para que eu pudesse dar os meus 5 corações. Só que eu senti falta de Violet nesses momentos durante a história na parte que começa o romance de sua irmã. Quem for ler vai perceber essa ausência.

Mas apesar desse momento, ela ainda continua bastante presente no restante da história.

E uma outra coisa que realmente não me agradou muito e me senti incomodada não sei porque, foi quando a personagem Calla ficava chamando Violet de Madonna. Que coisa mais irritante !!! Poderia ter sido um apelido melhorzinho né? Mas Madonna? Fala sério !! (risos)

A história é bastante simples. Te prende, mas eu acho que tem muita coisa para melhorar em relação aos personagens que poderiam ter sido mais bem representados além das irmãs gêmeas.


Enfim...

No restante adorei tudo, principalmente seu desfecho que sinceramente não esperava que fosse de tal maneira. Foi simples, mas que para mim foi bastante significativo e lindo. A autora não deixou nenhuma ponta solta e soube juntar assuntos importantes como a amizade e a superação da perda para criar uma história que tocasse e chegasse no coração de seus leitores.


Quanto a sua diagramação, tenho que dizer que a Galera Record fez um ótimo trabalho, até porque a capa ficou realmente MARAVILHOSA chamando bastante atenção. Contém páginas amareladas e um ótimo tamanho de fonte para facilitar a leitura de todos os leitores.

É um livro que sem dúvida eu RECOMENDO e que TODOS deveriam ter na estante, porque a história tem seu jeitinho bem simples de conquistar qualquer um dos leitores que tiverem interessados. Mas não esperem muitos acontecimentos durante a leitura, porque ele é bem simples mesmo. Mas vale bastante a pena!! Eu sinceramente ADOREI !

E para finalizar, gostaria de agradecer a Editora Galera Record que me cedeu esse livro em cortesia e também pelo carinho e pela confiança que tem me dado durante a nossa parceria. Sucesso e que venha mais leituras e resenhas !!


site: http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Carolina DC 11/06/2014

"Desejos" é o primeiro livro da série da autora Alexandra Bullen. Narrado em terceira pessoa, apresenta ao leitor a protagonista Olivia, uma adolescente que morava em uma cidadezinha do interior chamada Willis, perto de Boston e tinha uma vida feliz, morando com seus pais e sua irmã gêmea, Violet. Infelizmente, sua irmã faleceu e Olivia sentiu-se perdida.
Tentando seguir em frente em meio a tragédia, seus pais decidem se mudar para São Francisco. Em uma cidade nova, em uma escola nova e sozinha Olivia encontra-se solitária. Ela sempre foi a mais quieta das duas, enquanto sua irmã era a social da dupla.
Olivia começa a estudar na escola preparatória Golden Gate, onde ela conhece Miles. A mãe de Miles trabalha junto com a mãe de Olivia, então, apesar de um início forçado os dois acabam se dando bem. Mas quem realmente desperta a atenção da Olivia é o misterioso skatista de olhos verdade, que mais para frente ela irá descobrir que é um dos populares da escola.
A premissa do livro é apresentar uma história sobrenatural, onde através de um vestido Olivia consegue trazer a irmã de volta. Nesse ponto acredito que a história pecou um pouco, pois faltou maiores explicações sobre o "fenômeno" e tudo foi aceito com muita naturalidade por parte da protagonista. Outro detalhe do livro é que a autora acabou focando um pouco mais no romance do que na interação das irmãs ou na interação da própria família Larsen.
O livro é voltado para o público juvenil e tem uma história leve e gostosa de ler, mas sem muitas expectativas e pretensões. Alguns personagens poderiam ser melhor desenvolvidos, como o Miles e sua meia-irmã Bowie, que dá a impressão de ser bem engraçada.
Uma história com romance, que fala de amizades e superação.
Até mesmo a interação de Olivia com o grupo de populares é um pouco superficial. Não conhecemos muito a história de cada um do grupo.
Em relação à revisão, diagramação e layout a editora realizou um ótimo trabalho. A capa é fofa e bem juvenil, combinando com o enredo.

"E agora, olhando para o alto, para o céu nebuloso, ela tentou se sentir triste por não ver nenhuma estrela. Ela queria desejar alguma coisa que a lembrasse de Violet. Ela desejava poder sentir alguma coisa, qualquer coisa, para ali na escuridão, sozinha". (p. 30)
comentários(0)comente



Mell 28/06/2014

Faça um pedido
Bom pessoal, estou voltando depois de quase dois meses sem conseguir ler os livros que o blog ganha na parceria com a galera Record. Venho com um livro que acabei abandonando, depois retornei a leitura e hoje venho lhes contar.

Desejos conta a vida de uma dupla de gêmeas, Olívia e Violet. Elas conversam, riem, Vielot ensina Olívia a ser popular, conquistar o que deseja e ser feliz. Elas passeiam pela cidade, conversam e dividem segredos. Ae aí, uma história comum de duas irmãs, certo? Seria sim comum, se não fosse o fato de que Violet está morta.

Mas, vou explicar do começo.

Violet morreu, Olívia passa a viver uma vida morna, sem alegrias, tudo lhe lembra a irmã, seus pais acabam a fazendo aceitar a mudança para a cidade dos avós. Tudo está um caos, mas, Olívia acaba sendo premiada com 3 vestidos. E esses vestidos farão tudo mudar e poderá lhe dar a chance de conversar novamente com a irmã. Seria isso possível? Será que existe mesmo um príncipe encantado num cavalo branco?

O enredo é bom, mas, a leitura não prende a atenção. Eu demorei mais de um mês para ler o livro, parava alguns dias, retornava, parava novamente. Houve dias que li apenas 2 capítulos pequenos.
Se você está lendo aqui é porque quer uma opinião antes de ler, a minha é: Arrisque. Não é porque eu, adulta, 23 anos, trabalhando 11 horas por dia, não gostei, que você adolescente sonhadora ou leitora de livros juvenis pode não gostar também. Dê uma chance ao livro e poderá se surpreender.


site: http://www.ecleticus.com/
comentários(0)comente



AndyinhA 05/07/2014

Trecho de resenha do blog MON PETIT POISON

Se você se encantou pela capa e achou a sinopse engraçadinha devido ao fato de ter magia envolvida... parabéns, a sinopse vai ser mais interessante que a história, apesar da sinopse ser singela e bonitinha, ela simplesmente promete mais do que a história trouxe.

Antes de tudo, você sabia que o livro é uma série? Nem eu, e o pior é que cheguei ao fim sem entender o motivo de ter uma continuação, ok, é um livro que pode ter milhares de histórias porque o tal vestido mágico sai de um atelier ‘bonitinho’ e poderia contar uma história de cada menina, mas aí repetir o mesmo drama? Sei não...

Falando de vestidos e magia, na verdade faltou magia e sobraram dramas adolescentes. A história gira em torno de uma menina que perdeu a irmã gêmea e com a ajuda do vestido mágico a mesma volta como fantasma. A personagem fantasma é divertida, louquinha, engraçada... já pensei vai aprontar todas e sobrar para a irmã viva, mas que nada. A autora não soube aproveitar o bom personagem que criou e fica fala falando de romances e encontros amorosos, totalmente deixando de lado a parte mágica.

Para saber mais, acesse:

site: http://www.monpetitpoison.com/2014/06/poison-books-desejos-alexandra-buller.html
comentários(0)comente



Irene Moreira 04/08/2014

Se você pudesse ter qualquer coisa, o que desejaria?
Desejos é o primeiro livro de uma série da autora Alexandra Bullen e confesso que é um tipo de leitura que me agrada muito e vivo intensamente por tudo que passa a protagonista torcendo por um final feliz. Talvez muitos leitores considerem uma história sem graça, mais voltada para os jovens que estão em busca do primeiro amor, que curtem uma turma de amigos e para eles tudo é festa.

Olívia Larsen é uma jovem que está tentando se adaptar a uma nova vida. Ela morava em Boston, mas depois da morte trágica de sua irmã gêmea, Violet, sua família resolvera mudar para São Francisco cidade onde sua mãe nascera. Para eles foi uma maneira de tentarem algo novo já que sua mãe, Bridget, recebera um convite para um cargo alto em uma firma de prestígio. Foram morar em uma casa de quatro andares que sua tia- avó Peggy deixara de herança. Só que era uma casa velha precisando de uma boa reforma o que seu pai, Mac, um empreiteiro sem trabalho, vinha trabalhando na sua recuperação.

Olívia foi estudar na escola preparatória Golden Gate e para ela tudo era novo, não conhecia ninguém. Miles filho de uma amiga de sua mãe estudava na mesma escola e foi quem mostrou a escola fazendo as devidas apresentações. Em tour pelo refeitório Miles mostra um grupo de “moderninhos” e Olívia fica impressionada com a forma de se vestir de uma garota – Calla Karalekas – cujo pai é “algum tipo de embaixador da Grécia e sua mãe da realeza japonesa.” Enfim Olívia tentava se adaptar a nova escola e tentava fazer novos amigos. Só que sua irmã sempre foi mais comunicativa, extrovertida tendo facilidade de fazer amigos além de ser vaidosa, adorar fazer compras e estar sempre bem vestida. Já Olívia sempre foi mais calada, calma e não se preocupava muito com sua forma de se vestir. Como ela sente falta de sua irmã para ajudá-la nessas horas.

Olívia fora a um evento com sua mãe de boas vindas. Para ir a festa ela separou um vestido que fora de sua irmã que precisava de um concerto. Foi quando encontrou uma loja chamada “Mariposa Missionária”. Tinha uma mesa cheia de miniaturas de borboletas e Olívia ficou apaixonada. Foi atendida por uma garota, Posey, que ficou de arrumar o vestido, mas não no prazo que precisava. Posey anotou seu endereço e ficou de enviar outro vestido.

Ela recebe um vestido muito bonito e o que não sabe é que ele é mágico. Ela acaba parando em uma festa e lá ela conhece um garoto, Soren, por quem ficou encantada, mas só que ele tem uma namorada que nada mais é do que a garota mais popular da escola – Calla. Olívia sempre tinha dificuldade de se enturmar e acaba não sendo notada e como já havia bebido um pouco mais da conta ficou enjoada o que a levou apegar um taxi para voltar para casa. Segue o trajeto passando mal e sentindo muita falta de Violet.
“- Eu só queria ter minha irmã de volta. – Ela suspirou alto, suas mãos cobrindo os olhos, apertando as lágrimas contra as bochechas molhadas.”


Como estava com o vestido mágico o seu desejo foi atendido e sua querida irmã Violet estava de volta. Sendo que só Olívia podia ver e ouvi-la. Sabe que sua irmã está morta, mas ela não se importa e fica feliz de poder ter sua companhia, conversarem e é assim que Violet vai ajudar sua irmã a enfrentar os seus problemas de relacionamento e mudar sua vida deforma que seja feliz.
“Enquanto o céu escurecia de azul para cinza- escuro, as irmãs ficaram deitadas lado a lado, como haviam feito desde pequenas; Olívia ligando as constelações com os dedos, Violet procurando estrelas cadentes.”

Vamos acompanhar momentos de amizade, de companheirismo, de amor como o desenrolar do romance entre Olívia e Soren que havia terminado seu namoro com Calla que se tornara uma de suas melhores amigas. Olívia vive um conflito com seus sentimentos e aí é que vamos viver momentos tensos. O que será que sua irmã Violet poderia fazer para ajuda-la? Será que Olívia vai ter coragem de contar para Calla que está namorando Soren?

Olívia é uma personagem muito forte que consegue enfrentar todo esse drama somado ao relacionamento com seus pais que acabam esquecendo um pouco da filha para viverem seus conflitos particulares.
“Ninguém sabe provocar a gente melhor que nossa própria família...”

Uma história que é uma lição de vida que mostra a força da amizade, a beleza do amor e carinho que dois jovens sentem um pelo outro que emociona demais de tão bonito.

“Eu não quero desejar esquecer, ela pensou. Não quero desejar que a dor passe. Eu quero ser real. Eu quero viver. Eu só queria ter podido dar adeus.”

Um leitura muito fofa e emocionante que recomendo e agora quero saber o que vai acontecer no próximo livro dessa série. Uma capa muito bonita que marca bem o tema do livro.

Resenha para a Saleta de Leitura
comentários(0)comente



Saleitura 04/08/2014

Se você pudesse ter qualquer coisa, o que desejaria?
Desejos é o primeiro livro de uma série da autora Alexandra Bullen e confesso que é um tipo de leitura que me agrada muito e vivo intensamente por tudo que passa a protagonista torcendo por um final feliz. Talvez muitos leitores considerem uma história sem graça, mais voltada para os jovens que estão em busca do primeiro amor, que curtem uma turma de amigos e para eles tudo é festa.

Olívia Larsen é uma jovem que está tentando se adaptar a uma nova vida. Ela morava em Boston, mas depois da morte trágica de sua irmã gêmea, Violet, sua família resolvera mudar para São Francisco cidade onde sua mãe nascera. Para eles foi uma maneira de tentarem algo novo já que sua mãe, Bridget, recebera um convite para um cargo alto em uma firma de prestígio. Foram morar em uma casa de quatro andares que sua tia- avó Peggy deixara de herança. Só que era uma casa velha precisando de uma boa reforma o que seu pai, Mac, um empreiteiro sem trabalho, vinha trabalhando na sua recuperação.

Olívia foi estudar na escola preparatória Golden Gate e para ela tudo era novo, não conhecia ninguém. Miles filho de uma amiga de sua mãe estudava na mesma escola e foi quem mostrou a escola fazendo as devidas apresentações. Em tour pelo refeitório Miles mostra um grupo de “moderninhos” e Olívia fica impressionada com a forma de se vestir de uma garota – Calla Karalekas – cujo pai é “algum tipo de embaixador da Grécia e sua mãe da realeza japonesa.” Enfim Olívia tentava se adaptar a nova escola e tentava fazer novos amigos. Só que sua irmã sempre foi mais comunicativa, extrovertida tendo facilidade de fazer amigos além de ser vaidosa, adorar fazer compras e estar sempre bem vestida. Já Olívia sempre foi mais calada, calma e não se preocupava muito com sua forma de se vestir. Como ela sente falta de sua irmã para ajudá-la nessas horas.

Olívia fora a um evento com sua mãe de boas vindas. Para ir a festa ela separou um vestido que fora de sua irmã que precisava de um concerto. Foi quando encontrou uma loja chamada “Mariposa Missionária”. Tinha uma mesa cheia de miniaturas de borboletas e Olívia ficou apaixonada. Foi atendida por uma garota, Posey, que ficou de arrumar o vestido, mas não no prazo que precisava. Posey anotou seu endereço e ficou de enviar outro vestido.

Ela recebe um vestido muito bonito e o que não sabe é que ele é mágico. Ela acaba parando em uma festa e lá ela conhece um garoto, Soren, por quem ficou encantada, mas só que ele tem uma namorada que nada mais é do que a garota mais popular da escola – Calla. Olívia sempre tinha dificuldade de se enturmar e acaba não sendo notada e como já havia bebido um pouco mais da conta ficou enjoada o que a levou apegar um taxi para voltar para casa. Segue o trajeto passando mal e sentindo muita falta de Violet.
“- Eu só queria ter minha irmã de volta. – Ela suspirou alto, suas mãos cobrindo os olhos, apertando as lágrimas contra as bochechas molhadas.”


Como estava com o vestido mágico o seu desejo foi atendido e sua querida irmã Violet estava de volta. Sendo que só Olívia podia ver e ouvi-la. Sabe que sua irmã está morta, mas ela não se importa e fica feliz de poder ter sua companhia, conversarem e é assim que Violet vai ajudar sua irmã a enfrentar os seus problemas de relacionamento e mudar sua vida deforma que seja feliz.
“Enquanto o céu escurecia de azul para cinza- escuro, as irmãs ficaram deitadas lado a lado, como haviam feito desde pequenas; Olívia ligando as constelações com os dedos, Violet procurando estrelas cadentes.”

Vamos acompanhar momentos de amizade, de companheirismo, de amor como o desenrolar do romance entre Olívia e Soren que havia terminado seu namoro com Calla que se tornara uma de suas melhores amigas. Olívia vive um conflito com seus sentimentos e aí é que vamos viver momentos tensos. O que será que sua irmã Violet poderia fazer para ajuda-la? Será que Olívia vai ter coragem de contar para Calla que está namorando Soren?

Olívia é uma personagem muito forte que consegue enfrentar todo esse drama somado ao relacionamento com seus pais que acabam esquecendo um pouco da filha para viverem seus conflitos particulares.
“Ninguém sabe provocar a gente melhor que nossa própria família...”

Uma história que é uma lição de vida que mostra a força da amizade, a beleza do amor e carinho que dois jovens sentem um pelo outro que emociona demais de tão bonito.

“Eu não quero desejar esquecer, ela pensou. Não quero desejar que a dor passe. Eu quero ser real. Eu quero viver. Eu só queria ter podido dar adeus.”

Um leitura muito fofa e emocionante que recomendo e agora quero saber o que vai acontecer no próximo livro dessa série. Uma capa muito bonita que marca bem o tema do livro.


Resenhado por Irene Moreira
http://www.skoob.com.br/estante/resenha/45022889

site: http://saletadeleitura.blogspot.com.br/2014/08/resenha-do-livro-desejos-desejo-livro.html
comentários(0)comente



21 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR