Aftas

Aftas Cintia Carolina




Resenhas - Aftas


2 encontrados | exibindo 1 a 2


Lissandro96 03/06/2018

EU GOSTEI :)
Quem curte um belo livro sobrenatural vai gostar bastante deste. Esse foi um livro que não esperava muitas emoções, acredite, achava que desistiria dele logo nas primeiras páginas. Mas foi logo nas primeiras páginas que vi o potencial da autora, e claro, da história.

Ana Carolina é uma personagem forte e ao mesmo tempo frágil, ela não meças as palavras quando alguma coisa dá errado. Já Karmel, é um moço educado, refinado e muito cavalheiro. Gostei muito do nome dele. '-'

Depois de chorar e sofrer muito com o término do namoro, Ana Carolina conhece o professor da aula de Direito, Henrique Karmel. Conversa vai e conversa vem logo rolou aquela química. Assim como Henrique, Ana também não é um ser completamente normal. Ela tem sonhado praticamente o mesmo sonho por vários dias e isso a intrigou bastante.
Com a passar das páginas, Ana descobre o segredo de Karmel, sua família de vampiros não fica nada satisfeita com o novo romance. Mas eles acabam sedendo aos encantos da Ana. A família de Karmel é dona do que podemos chamar de um bar muito refinado e bastante frequentado por vampiros. Até que Ana conhece Adriano.

Tenho sério problema de torcer para mocinha ficar com o cara errado. Por que ninguém escreve um livro assim? Adriano é o totalmente o oposto de Karmel, ele é mal, louco, possessivo, "vida loka" e sim, quando ele apareceu na história estava torcendo para a Ana deixar o Henrique. Mas enfim, Ana descobre após sua transformação que ela é uma Afta de fogo, um ser sobrenatural que domina o fogo.

Ser uma afta é algo muito perigoso. Aftas possuem um sangue valioso, o sabor de seu sangue deixa qualquer vampiro louco para beber mais e mais... Graças a isso, as Aftas estão quase extintas por terem sido caçadas por séculos. Agora, Henrique tenta protegê-la de todas as formas.

site: http://www.tudoquemotiva.com/2015/05/aftas-fogo-derretido-cintia-carolina.html
comentários(0)comente



Jam 09/10/2015

Ainda não sei...
RESUMO: Ana Carolina é professora universitária e nutre um peculiar fascínio por livros de histórias sobrenaturais.
Ela não imagina que seu colega, o também professor Henrique Karmel – por quem tem uma queda –, é na verdade, um vampiro de mais de 150 anos! Após inesperadas reviravoltas, Ana e Henrique vivem um amor intenso e divertido, capaz de suportar segredos seculares e transformações místicas. Sugada para uma realidade paralela, onde vampiros e outros seres extraordinários convivem sob um rigoroso conjunto de regras e leis, Ana terá de aceitar acordos e transgressões selados com sangue, inclusive com seu sangue.
IMPRESSÕES: Para começar o resumo acima não condiz com o conteúdo do livro. Até chegar a saber da existência de Henrique Karmel, já transcorreu um tempo enorme sobre a vida de Ana, que ao meu ver foi desnecessário para a trama.
No início da estória ela tinha um namorado/marido e amigas íntimas, no decorrer da estória as amigas desaparecem, acontece uma situação complicada entre ela e o tal namorado (confusa até). Muito tempo depois de conhecer Henrique, Ana se descobre interessada nele, mas ainda namora, mas logo essa história é resolvida.(nada disso está no resumo da obra).
A autora não se aprofunda muito na questão Vampiro, nada novo nem tão bizarro, aceitável. A relação de Ana com os vampiros, ao menos a família de Henrique, é amistosa, carinhosa e regada e amor.Mas sempre existe alguém que cobiça as coisas alheias, e não tarda a aparecer quem se interesse pela "humana". Logo começa as brigas e intrigas, alguém muito mal querendo tomar posse da Ana. Em meio a tudo isso Ana descobre que está se transformando em algo, não se sabe o que. Inconvenientemente, quem sabe no que ela está se transformando é justamente o inimigo que quer seu sangue. Nesse momento eu estava totalmente envolvida no mistério da estória, mas admito, esperava mais. Por fim a transformação de Ana! (êêê) Admito, novamente, esperava mais, não pense que não gostei, até gostei foi algo completamente inesperado, e acho que original até, mas faltou uma consistência, um encaixe.
Com muito fogo e sangue enfim chegamos ao desfecho dessa história, mas aí está o problema, não ache que foi um desfecho, deixou muita coisa por resolver, e ao final percebi um ar de: Continua no próximo.
Mas o melhor de tudo é que esses detalhes não me impediram de usufruir da leitura, de relaxar. Uma leitura fácil, gostosa, envolvente, e o melhor: Vampiros, lindos, fortes e ainda por cima com presas (Amo!). Amei experimentar mais um autor nacional.
comentários(0)comente



2 encontrados | exibindo 1 a 2