A Coleira

A Coleira Nana Pauvolih




Resenhas - A Coleira


28 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2


Amanda Caldeira 13/05/2019

Um pouco estranho, mas ok!
Um livro no mínimo polêmico. Temos aqui uma história bem louca, mas que no final, apesar de tudo, dá uma acalentada no nosso coração romântico.
Lorenza Prado está preste a fazer 18 anos e é filha de um empresário viúvo que está falido. No último dia de aula, ela chega em casa e dá de cara com um homem maravilhoso, por quem sente (pela primeira vez na vida) um tesão descomunal. O que ela não esperava, era que ele tambem se encantasse e fizesse uma proposta indecente ao pai pela menina.
Seu pai, aproveitando-se da fama de honesto, pega o dinheiro dele e foge para Portugal, onde eles passam o resto da vida dele. Cansada de viver fora, Lorenza quer voltar e resolve pegar um avião para o RJ, afinal, tudo aconteceu em SP e já se passaram 6 anos. Logo, ela parte em direção a casa da prima.
Chegando lá, ela tem uma surpresa, ela é dopada e acorda amarrada a uma cama com um coleira. E qual sua surpresa ao olhar para frente e ver ele, seu algoz e sua grande paixão da adolescência..
Miguel Montes nunca esqueceu o golpe que levou do pai de Lorenza e nem o tesão que sentiu pela então menina, filha do colega. Montou um plano de vingança, esperando que ela fosse voltar e deu certo, agora ela estava a sua mercê.
O que nenhum dos dois esperava era que esse relacionamento quase doentio, fosse na verdade uma válvula de escape para os dois que nutrem sentimentos um pelo outro. Superando seu orgulho, preconceitos e passado desolador, eles vão ficando juntos.
Eu gostei do livro, apesar do relacionamento realmente abusivo no começo e do negócio da coleira que achei estranho e bizarro, mas entendi as perversões dele quando soubemos da história passada. Além disso, como ela mesmo falou, ela ficaria mesmo se estivesse solta e eles se entenderam e se aceitaram no final, sem muitos absurdos. Enfim, não é o melhor da Nana (na minha opinião), mas é um livro rápido e quente, se você gosta dessa temática, tenho certeza que vai gostar.
comentários(0)comente



Eugenia.Pimenta 21/12/2018

A coleira- Nana Pauvolih
Gosto muito dos livros da Nana, já li muitos. Mas esse deixou a desejar, esperava mais do livro. Não gosto quando uma mulher não tem amor próprio e se submete aos prazeres de um homem sádico. Não curti a história de Lorenza e Miguel.????
comentários(0)comente



Pedro 23/11/2018

"A Coleira" narra a história de Lorenza, uma linda jovem que no auge dos seus 17 anos se viu no centro de um grande problema gerado por seu pai Otávio. Com isso, Ela teve sua vida completamente mudada.

Lorenza era uma adolescente que estudava e tinha uma vida muito confortável graças ao pai, que era empresário. Mas, ela sabia que para ele as coisas não andavam muito bem nos negócios. Num determinado dia, ela chegou em casa e encontrou o pai reunido com um homem chamado Miguel Montês.

Confira a RESENHA COMPLETA + FOTOS no link abaixo! (Blog do Pedro Gabriel)

site: http://www.blogpedrogabriel.com/2018/11/resenha-coleira-de-nana-pauvolih.html
comentários(0)comente



Xanda 05/12/2017

Que isso?
Não gostei, espera bem mais
comentários(0)comente



Katia 16/05/2017

Vingança
Decepção. Achei a mocinha muito boba, muito submissa, sem atitude, achei horrível ela ficar presa por uma corrente com cadeado numa cama, como um cachorro, achei exagerado, a garota já estava presa numa casa cheia de seguranças, não tinha escapatória, cara sem noção, me causou muita agonia, não consegui romantizar. Sinceramente​, não sei como ela ainda conseguia ficar excitada.
comentários(0)comente



Paula 23/04/2017

Livro Corrido
Olha só a minha situação.
Esperei mais ou menos uns três anos para ler este livro. Super empolgada na espera. Procurei para comprar, mas nunca achava, sempre em falta. Já estava desistindo. Pensei até que este livro era uma obra inexistente criada pela minha mente fértil.
Até que em um lindo sábado de sol chegou em minhas mãos afoitas. Minha reação: Putz que budega. Revoltada é pouco. Nem Usain Bolt corre tão rápido como este livro foi corrido. O meu sábado ensolarado acabou nublado e com pancadas de chuva ao final da tarde. Aff
Resumo da Obra: Lorenza conhece Miguel. Puff: Atração.
Lorenza some com pai. Puff: Miguel espera pacientemente.
Lorenza retorna ainda com o seu selo de V aos 23 anos intacto. Puff: Miguel a faz de gato e sapato.
Lorenza e Miguel se pegam o livro todo. Puff: Os dois continuam se pegando.
Segredo revelado. Puff: Os dois ainda estão se pegando. Fim.
Se recomendo: aqueles que gostam de livros corridos vão amar.
comentários(0)comente



July 16/04/2017

...
Gosto muito dos livros da Nana, e não sei se foi porque demorei para ler esse livro, ou se foi porque ouvi muitos comentários dele, falando que é um ótimo livro, o que é...é uma boa leitura, mas ficou faltando algo, não sei o que, mas acho que foi tudo tão rápido de coleira para medo para raiva para amar, e todos esses sentimentos ao mesmo tempo, e derrepente a história mãe... senti que ficou faltando muita coisa.... sei lá só ficou faltando.
comentários(0)comente



Moreira 28/12/2016

Bom
De todos que já li dela esse foi o que não gostei muito.
comentários(0)comente



Mariana Maciel 04/12/2016

Queria esquecer que li....No bom sentido
Sem palavras simplesmente chocante, história bem envolvente, única.
Me deu muita raiva, mas muita raiva saber que acabou.
Sabe aquelas perguntas que fazem a nós leitores, Cite um livro que vc gostaria de esquecer, só para poder ler novamente? Com certeza eu gostaria de esquecer A Coleira para poder lê-lo várias e várias vezes. Nana nunca me decepciona
comentários(0)comente



estantedasuh 03/12/2016

A Coleira - Blog Estante da Suh
Lorenza é uma menina de 17 anos e mora com seu pai Otávio. Ela vive uma vida como uma adolescente qualquer. Seu pai está enfrentando problemas com sua empresa e para tentar salva-la ele se associa com Miguel. Só que Miguel faz uma exigência, para ajudar Otávio a salvar a sua empresa ele deveria deixar Lorenza ser sua amante. Otávio aceita o acordo, pega o dinheiro de Miguel, paga os funcionários e foge com Lorenza para Portugal não cumprindo a promessa de dá-la como amante a Miguel.

Seis anos se passam e Otávio morre, deixando Lorenza sozinha. Por ter se passado tantos anos Lorenza pensa que Miguel se esqueceu do golpe que havia sofrido então ela resolve voltar para o Brasil e vai visitar uma prima. Quando chega a casa ela estranha, pois sua prima não está, quem a recebe é uma senhora, mas Lorenza não acha nada demais. Só que era uma armadilha e depois de ter sido sedada, Lorenza descobre que a casa da sua prima agora é de Miguel e ela vira uma prisioneira, tendo que usar uma coleira.

Assim que comecei a ler o livro já desconfiei do Miguel, ele já um homem formado fazer uma proposta indecente sobre uma adolescente já diz que ele não é flor que se cheire. Não achei certo o que o pai de Lorenza fez, roubar não seria o melhor meio de acertar as coisas. Então para mim os dois erraram. E quem mais sofreu nessa história foi Lorenza, pois ela teve que pagar pelos pecados do pai.

Ser presa como animal não deve ser fácil e foi assim que Lorenza ficou. Ela foi humilhada, mas mesmo assim não abaixou a cabeça. Não tinha como enfrentar fisicamente Miguel, mas ela tentou fugir, mas sofreu muito por isso. Pra mim ela foi muito forte e tentou não se abater pela situação que estava vivendo. Só que desde que ela viu Miguel há seis anos ela se sente atraída por ele e essa atração vai deixa-la dividida. Ao mesmo tempo em que Lorenza sente ódio dele, ela sente atraída e vai chegando a ficar dependente dele.

Miguel é um homem bem vingativo, aquele tipo de pessoa que nunca vai esquecer se você pisar na bola com ele. Mas conforme a história vai avançando, vamos vendo quem é o Miguel de verdade. Um homem que sofreu abusos desde pequeno e que teve uma criação totalmente ao contrario do normal. Senti muito pena dele quando soube tudo que ele passou. A maior vilã de toda essa história é a mãe de Miguel, uma mulher mesquinha e maluca.

Nesse livro a autora aborda um tema muito polêmico, mas que não é abordado tão abertamente que é o abuso a homens. Eu fiquei chocada com tudo que li e como isso pode mudar drasticamente a vida de uma pessoa. O pior é saber que a pessoa que deveria cuidar e proteger é a que causa toda a dor e sofrimento para uma criança. A Nana soube abordar o tema de uma forma amena e muito explicativa. Isso me alertou para muitas coisas.

O final para mim foi lindo e me deixou muito satisfeita com o desenrolar da história. A Nana soube encaminhar todos os personagens e depois de tanto sofrimento fazer com que eles tivessem uma vida feliz.

Eu li o livro em e-book e comprei a versão com áudio. Confesso que nunca tinha ouvido um áudio-book, no caso do livro da Nana somente alguns trechos tem áudio e amei a experiência, pois a história fica muito mais real. Queria ter ouvido o livro inteiro. Kkkkk. Mas não se preocupe, pois tem versão sem áudio também. A capa é clara e condizente com a história. A diagramação do livro é simples, não houve erro de ortografia. O livro é narrado na visão da Lorenza.

Recomendo esse livro a todos que amam uma história repleta de vingança, atração, amizade, amor, companheirismo e claro, cenas quentes.

site: http://www.estantedasuh.com.br/2016/11/resenha-coleira-de-nana-pauvolih.html
comentários(0)comente



Carlinha.Frota 21/11/2016

Primeiro romance...
Surpreendente romance da Nana Pauvolih. Após ter lido praticamente todos os seus livros...finalmente consegui ler seu primeiro romance. Diferente história de amor, que de início começou de forma pouco convencional e depois deu início a uma linda história de amor. Provando que nem tudo que começa errado...está fadado ao fracasso. Muito bom.
comentários(0)comente



Jessica A. 04/10/2016

Não foi. Não desceu bem. É... :/
Tá brabo.

Eu fui com tanta sede ao pote, fiquei alucicrazy pra ler esse livro e eis que de novo, em mais um livro único da Nana Pauvolih me decepcionei.

O livro é muito corrido, tudo acontece na velocidade 5 da dança do créu, literalmente. O final então, quando eu pensei que estava indo e caminhando nos conformes, ela vai e adiciona um negócio mega chocante pra justificar o jeitão babaca do mocinho, fora que deixa o povo assustado e depois termina (porra!).

Sem esquecer que a autora romantizou a Síndrome do Estocolmo de uma forma não muito convincente. Fora que os personagens foram superficiais, a mocinha no início se mostrou uma coisa e depois foi outra completamente diferente.

Tudo acontece absurdamente rápido, com muito rala e rola e pouca história.

História clichê com um mocinho Zé-ruela e mocinha que fica gamada só de olhar para o babacão. Afff!

Se recomendo?! Por sua conta e risco.
Nota: 2
Ivi 04/10/2016minha estante
Kkkkk por sua conta e risco kkkkk


Jessica A. 04/10/2016minha estante
Claro Ivi, sempre tem alguma peste pra vim no meu inbox encher a minha paciência, que já é pouca.


Ivi 04/10/2016minha estante
Sou suspeita, sei que a autora tem muitas fãs mas pra mim nenhum livro dela me agradou. Gosto é gosto.


Jessica A. 04/10/2016minha estante
Eu li alguns livros da Série Segredos e da série Redenção gostei, mas esses livros que são únicos não dá, não consigo gostar :/


Fabiane 04/10/2016minha estante
Li dois dela e abandonei o terceiro. Muita troca de orifício pra pouco romance. Não adianta insistir, não gostei mesmo, e não pretendo revisitar rsrsrs


Vanessa Motaa 05/10/2016minha estante
Kkkkkkk! Nunca li nada da Nana... mas pela sua resenha já sei que vou me estressar. Essa história de Babaca-gostosão-se-apaixona já deu, né? Não, mentira. Não deu, mas depende de como o autor passa.
Tem clichês que sou apaixonada. Porém, sei que esse não vou me apaixonar! kkk! acabei de definir isso.


Paula Faria @blogliteralmenterosa 06/10/2016minha estante
Não li e não lerei rs Quando uma amiga sussurou o motivo da babaquice do cara, eu disse: Vai de retro Satanás kkk E desisti d leitura kkk


Jessica A. 06/10/2016minha estante
Bem isso mesmo Fabi! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Tá foda!


Jessica A. 06/10/2016minha estante
Vanessa, os livros da Nana são 8 ou 80, ou vc ama ou vc odeia! Eu já li alguns livros dela que eu gostei muito, mas tem outros que foram uó, os que eu tenho mais dificuldade em engolir determinadas coisas são os livros únicos dela. Já as séries são legais, recomendo vc ler algo dela pra saber se irá gostar ou n, é aquilo né: cada um tem a sua opinião. ;) Depois me conta oq achou!


Jessica A. 06/10/2016minha estante
Paula KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK to morta!


Paula Faria @blogliteralmenterosa 06/10/2016minha estante
Jessica kkkkk ué ¯\_(?)_/¯


Crís 30/10/2016minha estante
Quem realmente ama ler...não curte um "livro mt corrido" !;)Por conta e risco eu acredito em vc!rsrsrs...


Lay 02/11/2016minha estante
Tive a mesma sensação q vc. Esperei tanto dessa história e acabou q nem saco tive pra terminar! Abandonei!
Faltou história!!


Paula 23/04/2017minha estante
Olha só a minha situação. Esperei mais ou menos uns três anos para ler este livro. Super empolgada na espera. Procurei para comprar, mas nunca achava, sempre em falta. Já estava desistindo. Pensei até que este livro era uma obra inexistente criada pela minha mente fértil. Até que em um lindo sábado de sol chegou em minhas mãos afoitas. Minha reação: Putz que budega. Revoltada é pouco. Nem Usain Bolt corre tão rápido como este livro foi corrido. O meu sábado ensolarado acabou nublado e com pancadas de chuva ao final da tarde. Aff


Leticia.Lizardo 22/12/2017minha estante
Na Boa....recomendaria psiquiatria para esses dois. ...meu Deus. Adoro os livros da Nana mas esse não me cativou. Sua resenha foi a melhor.


Ines 27/12/2017minha estante
Acabei de terminar de ler e sua resenha me definiu completamente. Gosto dos livros da nana, mas tem uns 3 que li e fiquei em choque. Sua resenha é a melhor




Terapiadolivro 16/09/2016

Excitante
Único livro que faltava ler da Nana. Há tempos queria ler e criei uma expectativa muito grande pq os livros da Nana são sempre muito bons. Esse tb não deixa de ser! Achei que Lorenza foi muito ingênua de vir embora e caiu facil na armadilha, mas ok. Miguel é extremamente sensual, pornográfico e lindo. Lorenza é virgem e sonhadora. Como os outros livros, as partes eróticas são extremamente bem escritas e a gente reconhece o estilo da Nana em muitas frases... O livro não é grande, é simples, rápido e facil de ler. Quando pisquei já estava acabando.... O segredo que permeia a vida de Miguel é um tema difícil mas até que Nana fala muito superficialmente, o que nos deixa simpatizante ainda mais da causa de Miguel e acaba por entender seu comportamento. Mas e os sentimentos de Lorenza? É aquele amor criado do prisioneiro por seu algoz, afinal como prisioneiro vc acaba tendo uma dependência dele já que não tem contato com mais ninguém? Ou é um amor de verdade? Se vc estiver livre vai amar do mesmo modo? Apesar de ser um romance nada complicado mas muito gostoso de ler, nos deixa perguntas e questionamentos sobre os temas.
alessandra.rodrigues.98837 19/10/2017minha estante
alguem pode me enviar via email alessandra.rodrigues94@gmail.com




Ann 15/09/2016

AMEI

O que você faria se pudesse salvar as empresas de sua família da falência? Aceitaria a proposta de ir para a cama de um homem rico, frio, lindo, que mexeu com você desde que a fitou pela primeira vez? A jovem Lorenza tinha apenas dezessete anos quando conheceu Miguel Montês. Mas nunca o esqueceu. Em meio a acordos desonestos e fuga, ela acabou parando na cama dele seis anos depois, obrigada a usar uma coleira e ser prisioneira de um homem que queria cobrar velhas dívidas do passado. De uma louca e intensa atração, permeada por dramas e cenas altamente sensuais, Lorenza vai descobrir o amor de uma forma única, densa, voraz.
Erótico / Literatura Brasileira / Romance
Nana Pauvolih
Ano - 2016
200 páginas
Editora Multifoco

Segunda edição de A coleira, primeiro livro publicado por Nana Pauvolih. Nova revisão e design de capa.

Quando a Nana a falou qye saiu na Amazon, corri comprar e ai está uma surpresa agradável, desde que vi esse livro, ainda com a outra versão já queria lê-lo.
E foi uma um chute a gol, Lorenza e Miguel são demais. Miguel ajuda o pai de Lorenza, que acaba fugindo com ela, depois de um tempo, Miguel consegue "sequestrá-la" e ai começa a história de verdade.
Sabe aquele livro que é perfeito na ficção? É esse!
Durante um tempo que ela fica presa, com uma coleira, como todo romance, Lorenza acaba estregando-se ao poder de Miguel... E os segredos sombrios começam a aparecer.

Nana, sua linda!
Esse tema é tão difícil e escreveste de forma brilhante!

Sucesso e parabéns!



site: http://www.modaeeu.com.br/2016/09/resenha-coleira.html
comentários(0)comente



Bia Santana | Viciados em Leitura 08/08/2016

Três estrelas e só
Esse é um livro - e consequentemente, essa é uma resenha - que não vai agradar a todos. Nem eu, que curto uma zuera, uma malemolência, curti tanto assim, tanto que dei só 3 estrelas. Mas esse é um livro que a minha mãe já tinha comprado tem um tempo, ele é fininho com suas 200 páginas, e que eu tinha certa curiosidade por conta do título, fora que eu peguei enquanto lia um livro que não me prendia há dias, então foi aquela coisa de pegar pra ver se a zuerinha me dava um up.

Ele conta a história de Lorenza, que aos 17 anos conhece o belo e sedutor Miguel Montês, quando a empresa de seu pai passa por dificuldades, ficando à beira da falência. Miguel que é um empresário rico, decide ajudar o pai de Lorenza e em troca pede algo que surpreende a todos: a própria Lorenza.

Achando aquilo tudo um absurdo, o pai dela finge aceitar a ajuda, pega o dinheiro e foge do Brasil levando a filha, pois que pai daria a filha não é mesmo?

Passados seis anos, Lorenza resolve sair de Portugal e voltar para o Brasil depois da morte de seu pai. Esse tempo todo, Miguel acreditou que assim como seu pai, Lorenza também lhe deu o golpe, e por todo esse tempo ele cultivou um enorme desejo de vingança, misturado com a atração que sentiu ao ver aquela menina de 16 anos, anos atrás.

Ao chegar ao Brasil, ela cai na armadilha de Miguel. Ela vai direto pra casa de sua família onde pensa que sua prima está morando, mas na verdade quem está em posse da casa é Miguel. Seguindo seu plano de vingança, ele a mantém presa na casa, usando uma coleira, submetendo-a aos seus desejos como uma escrava. (As subs do mundo BDSM piram! Hahaha)

"- Droga, o que você vai fazer? - Não aguentava aquela brincadeira de gato e rato.
- Vou fazer o que eu quiser. O que eu imaginei durante todo esse tempo. E você, Lorenza, vai me pagar bem caro por todo trabalho que me deu.
- Isso é crime. Não pode me manter presa aqui!
- E quem vai saber? Você acabou de descer de um avião. Ninguém sabe que está aqui. Ninguém a esperava ou vai sentir a sua falta."

Aí nessa parte, quando ela volta, é que dá certa raiva e é algo que muita gente reclama das mocinhas nos livros eróticos atuais. Porque assim, lá com 17 anos, Lorenza sentiu uma baita atração por Miguel quando eles se viram a primeira e única vez. Então agora, quando ele a mantém acorrentada, presa pela coleira dentro de casa, completamente submetida a ele, ela fica naquela guerra interna. Assim como ele, ela também não o esqueceu, óbvio, e hoje, uma mulher feita, ela sente desejo por ele, um desejo super intenso. Então ora ela está revoltada por estar presa naquela casa sem poder sair, conversar, enfim, viver; ora ela se vê louca por ele, desejando ele e desejando todas as sacanagens que ele faz com ela.

Eu não sei dizer de quem eu senti mais raiva. Dela por em um momento ficar uma fera pelo absurdo de ser mantida presa e acorrentada, ou dele, por ser um estúpido grosseiro que só quer... vocês sabem. U.u

Claro que pra completar a trama, Miguel é aquele cara perturbado, ele não é sério e estúpido de graça. Mais pra frente, no livro, nós vamos entender o que aconteceu em seu passado que o deixou desse jeito e o assunto abordado, o incesto, apesar de ser nojento e monstruoso, é muito bem abordado, mesmo que rapidamente, já que o livro é bem pequeno. É chocante e triste saber que esse tipo de coisa acontece realmente.

"Mesmo agora, que não havia mais aquela agressividade do início, ele não era delicado ou manso. Continuava a me dominar na cama, me pegava duramente, me obrigava a fazer o que ele queria, como se fosse o meu dono, meu senhor. Era dominante e feroz na cama, era pornográfico, mas tudo aquilo me dava um prazer extremo, alucinante. Eu estava completa e irremediavelmente apaixonada por ele."

Voltando ao que eu falava lá no início, A Coleira é um livro bom e só, não é excepcional nem nada. É uma história rápida para aquela leitura despretensiosa pra quem gosta de livros eróticos e pronto.

Se você ficou curiosa(o) em saber se ele a libertou e o fim que os dois tiveram e gostar desse gênero, leia, ele não vai tomar muito do seu tempo e você matará sua curiosidade. Vale lembrar que a narrativa simples de Nana, acredito eu, se dê pelo fato deste ter sido o seu primeiro livro. Mas vale lembrar também que eu ainda não li os seus outros trabalhos tais como A Redenção de um Cafajeste e A Redenção de um Submisso, apesar de falarem muito bem - tanto minha mãe, quando a Grazi e uma outra amiga minha leram e adoraram.

site: http://www.viciadosemleitura.blog.br/2015/11/resenha-104-coleira-nana-pauvolih.html
Lay 02/11/2016minha estante
Eu li os outros livros da Nana. Adoro a série Segredos! Tem um Théo falcão... q homem!
Mas n curti o Miguel n, tanto q abandonei esse livro! Esperei tanto tempo pra ler e no fim, me decepcionou. A Nana evoluiu demais!! Amo os livros dela! Mas esse... enfim!




28 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2