Desde o Primeiro Instante

Desde o Primeiro Instante Mhairi McFarlane




Resenhas - Desde o primeiro instante


40 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3


Paula 12/03/2018

Fofo e envolvente <3
Rhys e Rachel ♥ Raquel e Rhys, a 13 anos juntos planejando o casamento, o que ninguém imaginava era que ela estava infeliz.
Com o fim de um longo relacionamento Rachel se vê começando novamente, tendo que procurar um novo lugar para morar.
No meio dessa confusão de sentimentos ela encontra Ben, seu antigo amigo da faculdade a qual não vê a 10 anos.
Como esperado Ben está casado e muito bem resolvido.
Através dele, ela conhece Simon, e pensa que dali pode surgir algo novo.
Ela sendo uma jornalista de tribunal e Simon um advogado, ele consegue uma entrevista exclusiva com uma cliente. Mas algo dá errado e tudo vira uma grande confusão. Deixando Raquel totalmente fracassada no amor e no trabalho.
Sem contar com a esposa ciumenta de Ben.

Com todos os transtornos e os fantasmas do passado com as incertezas do futuro oq sairá de tudo isso?

Um romance leve e engraçado, com o cotidiano simples e confuso da vida de rachel.

"Mas mudei minha maneira de pensar. Se você não faz nada, nada acontece. A vida envolve decisões. Você as toma ou elas são tomadas por alguém mas não é possível evitá-las"
comentários(0)comente



Shir 15/10/2017

Incrivelmente apaixonante e real!
Dentre vários livros de romances que se passam nos 17 ou 20 e poucos anos, esse passa a personagem em seus 31 anos, problemas no trabalho, problemas na vida amorosa. A idade em que ela se deu conta que havia muita coisa errada e que cansou de empurrar com a barriga só porque alguém um dia estabeleceu um padrão que aos 30 você já tem que ter o pacote completo. Flashbacks dos anos da faculdade amolecem nossos corações com sua relação com Ben. Um livro que me fez pensar sobre muita coisa e ver o amor e as oportunidades com outros olhos! Incrível recomendo!
comentários(0)comente



cecilia 04/11/2016

Nao sei se sou alguém a se levar em consideração por adorar a temática e tudo relacionado. E um livro grande porem bem fluido que consegue fazer bem o paralelo entre o agora e o passado, passado esse que tem reservado alguns dos melhores capítulos. Fiquei completamente envolvida, sofri e dei muita risada, vale a pena a leitura amei
comentários(0)comente



sandra 17/08/2016

Desde o primeiro Instante
Gostei bastante do livro , apesar de achar os personagens um pouso sem personalidade , não tomam as rédeas da própria vida por assim dizer , entendo que em um momento foi por imaturidade , e em outro por apenas não terem como sair facilmente da situação em que se reencontraram .
Mas ainda assim , eu curti demais a leitura , me diverti bastante e ri de muitas situações criadas pela autora .
Recomendo e sim é um dos meus favoritos ...
comentários(0)comente



Cíntia 23/07/2016

Sinceramente....Não gostei!
Achei muita enrolação.Quando li a sinopse pensei ser um daqueles que nos deixa suspirando, no entanto quase que largo o livro nas primeiras páginas.
Camila 05/10/2016minha estante
Concordo com você!!




Arca Literária 29/05/2016

resenha disponivel no link a partir do dia 15/07
http://www.arcaliteraria.com.br/desde-o-primeiro-instante-mhairi-macfarlane/

site: http://www.arcaliteraria.com.br/desde-o-primeiro-instante-mhairi-macfarlane/
comentários(0)comente



Luanna 28/04/2016

Um daqueles livros que você já lê pensando nos atores para o filme
Uma gracinha de livro. Impossível ler "Desde o primeiro instante' - o título original é bem mais legal - e não formar o elenco todo na sua cabeça. A história é um pouco clichê mas, consegue divertir e os flashbacks tornam tudo ainda mais interessante.
comentários(0)comente



Su 17/03/2016

Como não se interessar por um titulo desse? Foi isso que me chamou a atenção nesse livro e me fez querer lê-lo.
Rachel e Ben estudaram juntos durante a faculdade. E, desde o primeiro momento se tornaram amigos. Ben era aquele garoto engraçado que todos queriam ter por perto. Já Rachel, era inteligente e fiel ao seu namorado, mesmo sendo um namoro a distância.
Dez anos depois, Rachel e Rhys estão prestes a se casar. Também, após treze anos de namoro, já não era sem tempo. Só que, Rachel não está satisfeita com Rhys. Digamos que o pedido de casamento nem sequer foi feito. Depois de uma discussão por causa das músicas que tocariam no casamento, ela decide terminar.
Com o fim do namoro, Rachel se refugia na companhia dos seus amigos, Caroline, Mindy e Ivor, todos da época da faculdade. Em uma noite regada a álcool, Caroline lhe diz que encontrou Ben na Biblioteca Central. Nisso, ela resolve arriscar e vai até lá, onde encontra um Ben dez anos mais velho e casado.
Gostei muito desse livro. O começo é um pouco parado. Mas, ao longo da leitura vamos nos afeiçoando a Rachel e seus amigos. Não gostei tanto do final. Depois de tudo, esperava outro desfecho para Rachel.
“Não era tanto a aparência de Ben que enlouquecia as meninas, penso agora, ainda que ajudasse muito. Ele incorporava o que talvez os atores chamem de “presença”. O que Rhys chama de andar por aí como se conhecesse tudo. Ele se move como se suas articulações fossem mais flexíveis do que as das outras pessoas. E tem um humor ácido: comentários leves e rápidos totalmente inesperados por virem de alguém tão bonito. Estamos acostumados a esperar que os bonitos sejam menos inteligentes, para equilibrar as coisas.
Mas, enquanto o olho e sinto que derreto por dentro, ele está conversando com a mulher de meia-idade que serve os café, totalmente normal e à vontade. Para mim, é um fato gigantesco. Para ele, sou uma nota de rodapé na história. Essa enorme disparidade cheira a grande problema. Se isso fosse um conto de fadas, eu estaria completamente sedenta diante de uma garrafa com um rótulo de VENENO. Por enquanto, o gosto vai ser de cappuccino.”

site: http://detudoumpouquino.blogspot.com
comentários(0)comente



Letícia 02/02/2016

Adorei!
Fico feliz por ter me dado a oportunidade de ler esse livro. Achei maduro. Achei muito bacana. Durante toda a leitura me senti como se estivesse lendo um filme de comédia romântica que assisto pela internet ou no cinema, sabe? Me sinto extasiada quando leio livros assim. E me pergunto quando os grandes produtores vão descobrir esse livro e pensar "ei, daria um ótimo filme com Chris Evans e Rachel McAdams, não acham?"
Achei muito legal a temática do livro. Você se pergunta durante todo o livro se eles vão ficar juntos, e aos poucos vai se conformando que muito certo que não. Afinal Ben é um homem muito legal e fiel ao casamento. E em contrapartida me pego torcendo pra que a Rach não volte com o Rhys. Seria um tiro no pé. As vezes precisamos seguir em frente e não simplesmente nos conformarmos com o que temos.

Recomendo muito a leitura!
comentários(0)comente



Sarah de Souza 25/11/2015

Pra quem está em dúvida!
Sempre penso que é uma pena quando um livro que gosto acaba. Mas, nunca tive tanta vontade de ler o livro de novo, e olha que acabei de lê-lo.
Já sinto saudades do Ben e da Rachel, e todos os outros, mesmo eles não sendo reais.
Quando pensei em ler esse livro, fiquei em dúvida porque não gosto dos clichês, onde você já sabe o que vai acontecer. Percebo que julguei o livro pela capa, não tem nada de clichê. É maravilhoso!
Pensei que demoraria para ler ele, pois é grande. Mas li em uns 4 dias (porque tinha que dormi, comer, estudar e viver).
Super recomendo esse livro. Favorito
comentários(0)comente



Mallu 06/11/2015

"Mas e se...?"
Como descrever de forma justa um livro do qual 98% de toda a leitura me fez gargalhar com o jeito engraçado e peculiar de cada personagem? Realmente, uma tarefa e tanto. Mas topo o desafio. Esse é o primeiro livro que faço uma resenha assim que o acabo de ler. Normalmente, levo alguns minutos para sair do transe e digerir a história. Porem, essa fluiu de forma tão espontânea e leve, que me fez sentir que seria algum tipo de crime se eu não começasse a falar sobre minha experiência com ela também instantaneamente. Bom, "Desde o primeiro instante" tinha tudo para ser uma história clichê e de certa forma, dependendo do ponto de vista, até que chega a ser. Mas um clichê bom, daqueles que te puxa como um imã e faz você vibrar com cada nova pagina virada. Uma história de melhores amigos que se apaixonam, pode ser vista como algo batido. Entretanto, isso muda de figura, quando conhecemos Rachel e Ben. Isso porque, eles são completamente distintos de personalidades singulares a ponto de você se perguntar "Como a autora foi capaz de cria-los?" Exatamente. Como?! A narração é elaborada a partir do ponto de vista de Rach, intercalando momentos do passado com o presente, possibilitando assim que sejamos capazes de conhecer a história de quando ela e Ben se conheceram na faculdade e ao mesmo tempo, em contra partida, podemos analisar a vida de ambos depois de 10 anos afastados. Com um enredo diferente, personagens marcantes e colocações voltadas para o humor, a autora nos entrega um livro tranquilo e fácil de digerir. Mas que ao mesmo tempo, nos faz ter momentos de reflexões sobre decisões que tomamos quando estamos sob pressão. Viver a sombra de um "E se?" é o monstro mais temido por muitas pessoas, porem ainda assim esse "bicho papão" surge em determinados momentos para impregnar nossa mente, assim como aconteceu na vida dos nossos protagonistas. Apesar de ter adorado a forma como Rachel narra o ambiente ao seu redor, em muitos momentos peguei-me pensando "E se fosse o Ben narrando? O que ele estaria pensando?" Inclusive, seria bem interessante se por ventura, a autora lançasse uma versão a parti da visão de Ben. Não sei se isso chegará a acontecer um dia, mas mantenho a esperança. Porem, voltando ao ponto crucial, durante toda a narração, temos aquela pontinha de esperança de "Agora vai", a cada nova conversa estabelecida pelos melhores amigos, achamos que a bolha do amor vai explodir novamente e eles vão enfim ficar juntos e isso até poderia ser fácil de acontecer, se não tivesse um empecilho tremendo. Ben esta casado e é super leal. Mais uma bomba para a sofrida e cansada Rach. O destino gosta mesmo de brincar com os nossos protagonistas, eles são jogados como "bolinha de ping pong" para um lado e para o outro diversas vezes durante a história e isso faz com que você comece a se questionar: "Será que eles vão ficar juntos ou...?" Exatamente. Ou. Uma história tão singular como essa não poderia deixar de ter um final também a caráter, mas para saber, antes é preciso ler e esbaldar-se com a magia e a genuinidade que esse enredo maravilhoso nos proporciona.
comentários(0)comente



Julia G 23/09/2015

Desde o primeiro instante
Desde o Primeiro Instante, de Mhairi McFarlane, estava estagnado na minha estante desde que o recebi em parceria com a Editora Novo Conceito. Ele era um dos livros que mais me deixaram curiosa na época do lançamento, mas eu tenho a mania irritante de não ler os que mais quero primeiro - a expectativa me deixa desconfiada. Então ele foi ficando, ficando... E eu acabei nem lembrando mais que ele estava lá. Até que a Ana, do blog Roendo Livros, me convidou para participar do projeto "Está na Estante e Não Leu? Seu Amigo Escolheu!" e selecionou ele para que fosse minha leitura.

O livro é narrado em primeira pessoa por Rachel, e o primeiro capítulo conta o fim de seu relacionamento de longa data com Rhys. Depois de tanto tempo compartilhando a vida com o ex-noivo, Rachel se sente sem rumo, até que descobre que Ben, seu antigo amigo da faculdade, está de volta à cidade e resolve, disfarçadamente, procurá-lo. Mas ela sabe que a amizade deles não será como era antes, já que quando estavam na faculdade eles tinham um mundinho só deles. Agora Ben está casado, e Rachel sabe que o que está começando a sentir por ele não é certo.

Intercalados aos capítulos que contam os acontecimentos presentes, Rachel insere alguns trechos de lembranças da época da faculdade, quando conheceu Ben. É uma construção interessante, porque não entrega nem o que aconteceu naquela época logo no início do livro, nem o que está acontecendo no presente.

"- Pode mandar um abraço meu a Abi, se conversar com ela?
- Claro - Ben diz. - Ela costumava perguntar muito sobre você.
Nós dois paramos quando ele diz 'costumava'. Fico tentando imaginar como ele explicou o fim de nossa amizade. Como ele se lembrava de mim? Se é que pensava...
É o primeiro obstáculo na nossa interação decidir se seremos amigos. Talvez Ben não veja o início de nada aqui, apenas um favor a outro amigo. Um passeio pelo passado, um giro rápido e então o retorno, com o pé firme no acelerador."

O primeiro aspecto positivo que preciso comentar sobre esse livro é: nunca vi uma obra que tratasse de um fim de relacionamento de maneira tão convincente. Rhys e Rachel compartilharam mais de dez anos de suas vidas, e não faria sentido que conseguissem se excluir totalmente um da vida do outro. A autora soube demonstrar bem a dificuldade de Rachel em saber viver sem ele, em uma nova casa, com novas rotinas, os pontos bons e ruins de estar solteira novamente. Ao mesmo tempo, mostrou o quanto a personagem queria poder contar com ele às vezes, aquela pessoa que ela conhece, e que a conhece, tão bem. Fiquei encantada com isso, principalmente porque, pessoalmente, estou em um relacionamento bastante duradouro e acho que, se terminasse, seria dessa forma. Não havia raiva, mágoa, sentimentos ruins, pelo contrário.

O segundo aspecto interessante foi a própria construção do enredo. A autora não conta toda a história dos dois no início do livro, e isso persuade o leitor a acreditar em algo que no fim não se concretiza, o que é surpreendente e muito bom. Vou tentar explicar melhor: desde o começo achei Rachel ingênua demais, e até um pouco manipuladora nessa ingenuidade, mas gostei da personagem e torcia por ela. Com o decorrer da leitura, no entanto, comecei a acreditar que ela tinha feito burradas demais no passado que estragaram tudo, e comecei a criar certa antipatia pela protagonista. No fim, a autora me conseguiu me surpreender, já que o que aconteceu estava bem longe do que eu tinha imaginado.

"[...] Se você não faz nada, nada acontece. A vida envolve decisões. Você as toma ou elas são tomadas por alguém, mas não é possível evitá-las."

O que eu mais gostei na obra, no entanto, foi ela tratar das decisões que precisam ser tomadas na vida, ou das que não são tomadas, e das consequências que cada ato ou omissão traz para nós mesmos. Além disso, o livro trata do que está subentendido, das nossas interpretações errôneas guiadas pelos medos, sem qualquer lógica que as sustentem e sempre, sempre, de como tudo poderia ter sido diferente se tivéssemos agido de modo diferente.

Desde o Primeiro Instante é, em suma, um romance leve, divertido e que se torna uma boa companhia sem dificuldade.


site: http://conjuntodaobra.blogspot.com.br/2015/09/desde-o-primeiro-instante-mhairi.html
comentários(0)comente



Mali 12/09/2015

Nunca julgue um livro antes de terminar de lê-lo...
Eu amei esse livro!!! É bem difícil uma obra que tenha mais de 400 páginas me segurar na leitura, mas essa me prendeu facinho. A história flui bem, a escrita da autora é ótima e eu me apaixonei pelos protagonistas. Eu chorei, ri, chorei de novo, chorei mais ainda, e ri novamente. É clichê? É. Mas é um clichê bom, e é impossível você não se envolver com a narrativa da Rachel. Ela intercala momentos do presente com momentos do passado, e dá pra ver como ela e o Ben eram super grudados, super amigos, e isso é triste quando você percebe que os dois ficaram uma década sem se falar. No início você pensa num motivo pro afastamento dos dois, mas só lá no meio do livro que ele é revelado. Eu juro que não esperava por isso, e acho que deixou tudo mais triste ainda - eu tava de TPM. É possível que eu esteja exagerando no quesito tristeza - mas ao mesmo tempo fiquei super feliz quando li... Ah, essa autora mexeu com meus feelings.
Eu comecei a ler esse livro porque eu achei que ia demorar um tempo pra ler tudo, pelo tanto de páginas, mas eu li em 3 ou 4 dias e foi uma leitura surpreendente, que eu não esperava ficar colada e fiquei. E também, por ser o primeiro livro da autora, achei que seria algo bem mais ou menos, mas novamente me enganei. Amei tudo!

Leia a resenha completa no blog:

site: http://doprefacioaoepilogo.blogspot.com.br/2015/01/resenha-desde-o-primeiro-instante.html
comentários(0)comente



Amanda 06/09/2015

Desde o primeiro instante
A vida às vezes pode ser cheia de encontros e desencontros, e é justamente sobre isso que fala o livro. Rachel após romper seu noivado, descobre que seu melhor amigo dos tempos da faculdade está na cidade em que ela mora, e junto com sua vinda vem a lembrança das várias experiências que vivenciou na faculdade. O reencontro deles traz de volta os sentimentos que ambos guardavam, mas Rachel descobre que ele está casado e só ficará na cidade por pouco tempo e é a partir desse reencontro que acontecem muitos eventos na vida de ambos. É uma história linda cheia de idas e vindas e conta sobre como o amor pode permanecer junto de duas pessoas mesmo com o passar dos anos.
comentários(0)comente



Eu Conto Um Conto 28/07/2015

Desde o Primeiro Instante é um livro agradável, apesar da história bem previsível. Não há nada surpreendente ou incrível, mas é daqueles romances simples e gostosos de ler.

O livro intercala o presente e o passado de Rachel, uma jornalista que rompe um noivado após treze anos de relacionamento por não se sentir feliz. Como se não bastassem as mudanças com o término, algo inesperado acontece: Rachel reencontra Ben, um antigo melhor amigo, após 10 anos sem se falarem. Seu coração palpita por vários motivos. Primeiro, porque eles compartilham uma história de amizade e um grande segredo. Segundo, o Ben maduro é de tirar o fôlego! Mas tudo parecia perfeito demais para ser verdade. Até Rachel reparar um prateado detalhe: a aliança de casado. Rachel murcha ao tomar conhecimento do estado civil do velho amigo, mas isso é só o início da confusão.

Eles se reaproximam, relembrando os tempos de parceria e tentam provar para o outro que seguiram cada um com sua vida e que ambos estão perfeitamente bem. Porém chega um momento que fica insustentável fingir que não há um elefante rosa entre eles e uma dor do passado que nenhum dos dois esqueceu ou superou.

Agora, que segredo será esse? Você terá que ler para saber.

Recomendo o livro pelos motivos já apontados, por ser em alguns momentos fofo, engraçado e por nos deixar suspirando por um carinha lindo, inteligente e fiel como o Ben.

site: http://eucontoumcontoblog.blogspot.com.br/2015/04/resenha-desde-o-primeiro-instante.html
comentários(0)comente



40 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3