Twist Me

Twist Me Anna Zaires




Resenhas - Twist Me


5 encontrados | exibindo 1 a 5


Franciele 10/07/2017

Síndrome de Estocolmo
Se isso for amor, que eu morra sem conhecê-lo.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Mari Lopes 04/10/2016

Twist Me
Certo, vamos lá. Pra começo de conversa, eu nem sei porque li esse livro. Séries em que um único casal é o foco em todos os volumes não é o meu forte; escravidão sexual, muito menos, mas eu AMO Dark, e como uma boa apreciadora, resolvi dar uma chance a Twist Me.

Nora é uma garota de dezessete anos e virgem. Prestes a se formar no último ano do Ensino Médio, ela almeja perder sua virgindade com o típico jogador (lê-se quarterback gostoso) de futebol da escola, pelo qual tem uma queda. Mas toda essa paixonite de Nora por Jake - o jogador - é posta à prova quando ela conhece Julian - um latino de inesquecíveis olhos azuis - em uma boate.

Até aí tudo bem, mas eu não sei se foi a escrita corrida demais da autora que influenciou nessa opinião ou eu sou apenas chata mesmo, mas achei tudo muito corrido e estranho demais, de uma forma que ficou um buraco na história até a metade do livro. Julian é possessivo e sente uma obsessão por Nora que mesmo após ter sido esclarecido o motivo, achei clichê demais e injustificável devido a forma como ela é tratada por ele.

Não gostei do Julian durante todo o livro e achei nora sem sal e fraca. Tudo bem que ela é bem inexperiente e a atração que sentem um pelo outro é inegável, mas ser bonito e bom de cama não basta, ela deveria ter um pouco mais de pulso firme e agir menos infantilmente.

Outra coisa que me incomodou foram as cenas de sexo. Em demasia, repetitivas e em em todas elas a Nora saía dolorida no final, o que me fez questionar por um bom par de vezes se Julian era uma espécie de Centauro (metade homem, metade cavalo) ou coisa assim.

O primeiro livro. ao meu ver, não é exatamente romântico. O que eu vi foi a rasa descrição de transtornos mentais (de ambos os personagens) do que qualquer outra coisa.

Não vou dizer que foi ruim, até porque já li livros piores, mas ele foi fraco; excelente para quem curte um Dark mais "leve". Apesar das falhas, a escrita da Anna é boa, termina de uma forma que te dá a opção de ler a continuação apenas se quiser, e algumas partes são bem interessantes. Apesar de tudo, eu recomendo.
comentários(0)comente



Juliana.Godoy 03/10/2016

nossa..
eu realmente comecei este livro sem saber o que esperar, achei que nem fosse me prender mais errei, comecei a ler as 21h30 e fui terminar quase 1h da manhã porque ainda tive que ler as 50 primeira páginas do segundo livro.. rsrsrs síndrome de estocolmo sim, mais este livro realmente me prendeu, Jullian tem uma mente escura, tem seu lado negro, mais sua paixão e devoção por Nora me fez suspirar, sinceramente.
ele mataria e morreria por ela sem pensar duas vezes, tem muito mocinhos bons no livro que não tem um pingo de devoção que o Jullian tem,então sim, estou torcendo por eles!!!

recomendo muito este livro, a escrita de Ana Zaires é realmente fantástica.
comentários(0)comente



Elo 27/09/2016

Isso não é amor, é síndrome de Estocolmo.
comentários(0)comente



5 encontrados | exibindo 1 a 5