Cem Gramas de Centeio

Cem Gramas de Centeio Agatha Christie
Agatha Christie




Resenhas - Cem Gramas de Centeio


46 encontrados | exibindo 31 a 46
1 | 2 | 3 | 4


Maria Clara B. Chicalski 29/12/2015

Rainha do Crime
Confesso que, apesar de ser uma grande fã de suspense, mistério e histórias policiais, nunca tinha lida nada da rainha Agatha Christie. Eu tinha grandes expectativas, e Agatha definitivamente não me decepcionou.
Fazia um bom tempo que já queria ler alguns dos livros da Agatha Christie, mas nunca havia lido nenhuma sinopse nem nada. Um dia, fui na livraria e achei várias edições maravilhosas de diversos livros dela.
Quando comecei a ler, confesso que estranhei um pouco, porque não sou tão acostumada a ler livros mais "formais", digamos assim. Como as histórias de Agatha são um pouco antigas, por assim dizer, ela narra seus livros num tom mais sério. Como o último livro que li era um pouco mais descontraído e atual, senti a diferença entre a narrativa dos dois livros, mas logo acostumei.
Mas o que todos dizem sobre a rainha do crime é verdade: ela consegue enganar o leitor facilmente, despistando-nos do verdadeiro assassino e nos fazendo acreditar em vários outros.
Todos os personagens foram muito bem formulados, e eu acredito que, quando o autor é bom, ele consegue fazer com que você mesmo tire suas próprias conclusões sobre o personagem, afinal, ele foi tão bem construído que é fácil ter uma ideia do que cada um faria em determinadas situações.
Apesar de ela ser tão boa quanto ao caráter dos personagens, mesmo assim consegue nos enganar várias vezes sobre quem são e o que fariam.
Tive muitos palpites sobre quem seria o verdadeiro criminoso durante o livro, e no fim era alguém que eu jamais teria imaginado. Mesmo assim, o final fez total sentido, e eu quase não acreditei como não havia percebido antes.
Agatha certamente domina a arte de escrever crimes, incluindo trazer à tona novas teorias, mostrar diferentes visões do crime e confundir a cabeça do leitor, sendo que o assassino é alguém que estava logo abaixo do nosso nariz.
Agatha nos convence tão bem sobre a situação que faz parecer que nós mesmo estamos investigando o crime, conhecendo cada um dos personagens e descobrindo a história verdadeira pouco a pouco.
Achei que não fosse cair nas armadilhas da autora, mas, como aconteceram várias vezes durante o livro, descobri que estava enganada. E confesso que, realmente, Agatha Christie é a rainha do crime.
comentários(0)comente



Jess 30/08/2015

Surpreendente
Mais uma obra prima da Rainha do Crime! A trama já começa com o assassinato do Sr. Rex Fortescue em seu escritório logo após tomar uma xícara de chá. Logo a polícia é chamada, e o detetive Neele, encarregado de cuidar da investigação descobre tratar-se de um caso de envenenamento. Mas quem seria o autor do crime e qual a motivação? Começa então uma série de entrevistas com todos que tinham contato com a vítima, e percebemos que muitos são os suspeitos de terem cometido o crime. A situação só se torna mais complicada ainda após a descoberta de mais dois assassinatos na residência do Sr. Fortescue. Com três mortes em um curto período de tempo e um possível assassino em série vivendo sob o mesmo teto das vítimas, é nesse cenário que Miss Marple surge para ajudar a solucionar o enigma e desmascarar o verdadeiro criminoso.

A trama te prende do começo ao fim, todos são suspeitos e isso só torna o jogo mais interessante para quem tenta adivinhar a identidade do verdadeiro assassino. Apesar de as pistas estarem lá o tempo todo o final ainda assim é surpreendente.
comentários(0)comente



Felipe 16/06/2015

Bom livro...
comentários(0)comente



ANINHAPONCE 11/04/2015

Cem Gramas de Centeio
Logo no primeiro capítulo, Rex Fortescue, um homem de negócios nada escrupuloso, mas esperto suficiente para manter-se dentro da lei, mesmo que precariamente, morre envenenado enquanto tomava chá no escritório. As primeiras suspeitas são voltadas ao pessoal do escritório, depois algum inimigo dos negócios e até a própria esposa. Porém ocorrem mais duas mortes (isso não é spoiler – ou é, não sei – está na contracapa da minha edição), e dessa forma aparece Miss Marple, que ajuda o Inspetor Neele na investigação. Tudo leva a uma antiga e inocente canção de ninar, Sing a Song of Sixpence, só que agora as consequências são fatais.
Bom, digamos que de todos os livros que li da autora (bem uns 30), esse foi o que a historia menos colou para mim. Seja o envolvimento de Miss Marple, algumas pistas (tantos as verdadeiras, quanto às falsas), o motivo... não que a historia tenha sido ruim, ou mal construída, de forma alguma, mas simplesmente não me convenceu. Embora tenha dado 4 estrelas, pois tenho o coração muito bom, e a Agatha continua sendo minha autora preferida, além de amar a escrita dela.

Espero que vocês tenham gostado, não tem como falar muito de um romance policial sem dar spoiler. Beijos e até a próxima.

site: http://viajandocompapeletinta.blogspot.com/
comentários(0)comente



Viviane 27/02/2015

Poderia ser melhor.
De todos os livros da Agatha esse foi um que matei a charada um pouco antes. Os elementos e a escrita não tiram o brilho da leitura. O que me fascina ao ler Agatha são os sinais que vão sendo deixado para que possamos tentar adivinhar. Envolvente, assim defino esse livro.
comentários(0)comente



Jaque - Achei o Livro 14/01/2015

Suspeitei desde o princípio :-)
Mais uma aventura de Miss Marple, uma das melhores na minha opinião.
O chefe da família Fortescue morre no trabalho após ingerir um veneno que seria facilmente encontrado em sua casa. Os funcionários são descartados como suspeitos enquanto toda sua família fica na mira da polícia. Filhos, esposa, cunhada e empregados são investigados até que mais duas pessoas são encontradas mortas. Quem poderia ter feito isso? As primeiras suspeitas da polícia caem por terra assim que a segunda pessoa é assassinada.
Muitas especulações, casos antigos que vêem à tona deixam a polícia mais confusa.
Miss Marple chega na casa da família e acaba ajudando o investigador em detalhes antes passados despercebidos. Lógico que mais tarde ela resolve todo o mistério e entrega o assassino de bandeja.
A trama é excelente! Apesar de ter adivinhado não fiquei decepcionada com a estória que foi muito envolvente e devorei o livro em pouco tempo.
Recomendo!
Cris Paiva 29/11/2017minha estante
Quando essa pessoa apareceu na história eu fiquei com o pé atras, e depois minha impressão foi ficando mais forte, e eu acabei acertando o culpado e como ele cometeu o assassinato. Fiquei impressionada com a minha astúcia!! Kkkkkk




Daliane 14/04/2014

Bom... mas monótono!
Minha primeira leitura da Agatha Christie e confesso que não foi grande coisa, com certeza ela tem melhores.
Não que o livro seja ruim, não é.
É até cativante, nos prende a atenção até descobrirmos afinal quem matou Mr. Fortescue.
Um final não tão previsível, embora, se analisarmos a maioria dos policiais ou suspenses, uma coisa é previsível: que o personagem que aparentemente não tem nada a ver é sempre o culpado.
Os autores encontram uns ganchos retirados lá do âmago de sua criatividade e implanta na história! se funciona? nem sempre. Mas nesse caso funcionou. Gostei desse final.
O que me desagradou foi a monotonia, tanto de cenário, quanto de diálogos, sei lá... achei monótono!

Mas ainda assim eu recomendo, vou ler outros da autora.
Raul Neris 09/07/2014minha estante
Olá, Daliane. Ainda não li esse. Sou fã da autora. Recomendo que leia O Caso dos Dez Negrinhos. Muito bom mesmo!


Ismael 26/12/2018minha estante
Tbm achei monótono. Esperava mais ação.




Felipe Sampaio 13/11/2012

Resenha: Cem Gramas de Centeio, Agatha Christie
A história é cheia de elementos ocultos e fica difícil escolher um culpado. Achei que a resolução do mistério ficou muito presa em coisas que não eram concretas e que só se tornou concreta no final, depois de muita suposição. Com isso, não tive como acreditar que determinada pessoa fosse a assassina se não por puro chute, durante toda a trama.
comentários(0)comente



Veronica 09/10/2011

Cem gramas de centeio
Um bom livro. Me enganei totalmente de quem era o assassino, esse foi dificil, o motivo tb era muito óbivio que eu o descartei no meio do livro. Mais um ótimo romance policial de Agatha Christie, com a excelente Miss Marple.

http://here-igo.blogspot.com/
comentários(0)comente



Vi 14/04/2011


Miss Marple é convidada a passar um tempo em uma mansão luxuosa porém sinistra, o Vila Tejo. Quando chega ao local já havia acontecido três homicídios e o elegante e eficiente inspetor Neele junto a esta adorável senhora tenta solucionar o caso.

Após ficar à par dos acontecimentos Miss Marple relaciona o primeiro assassinato com o terceiro, através de pistas deixada pelo autor dos crimes. Primeiro ele deixa um punhado de grãos de centeio no bolso da primeira vítima e no terceiro um pregador de roupa preso ao nariz da vítima. Baseando-se em uma cantiga infantil a inteligente a velhinha consegue chegar ao assassino.
comentários(0)comente



Joice (Jojo) 26/03/2011

"Reparem que canção mais singela:
Com cem gramas de centeio
E vinte melros de recheio
Basta fechar a panela
E esperar que se ponham a cantar
Uma torta tão bonita não faria o rei vibrar?
Enquanto ele no escritório, o dia inteiro,
Pensa só em ganhar dinheiro,
A rainha na sala sozinha
Come o pão com mel que lhe trazem da cozinha.
A criada, no quintal, estende a roupa, feliz,
Até que um passarinho safado lhe morde o nariz".

É com esse verso que Agatha Christie nos conduz em "Cem gramas de Centeio". Todavia, não pense que vai encontrar nesta narrativa algo tão rebuscado - ou mesmo tão inteligente - como em "O Caso dos Dez Negrinhos", outra obra da Dama do Crime que tem um verso infantil como fio condutor da história - e dos assassinatos.

"Cem gramas de Centeio" tem uma história simples, sem grandes novidades, mas, como sempre, bem escrita. Para os fãs do gênero - e, principalmente, de Agatha Christie - trata-se de uma obra mediana, mas ainda assim bastante divertida.

Para quem busca apenas diversão - e quer a todo custo saber se o mordomo realmente tem culpa no cartório - esta é uma boa dica.
comentários(0)comente



Helo 04/08/2010

A história foi muito condensada.
comentários(0)comente



Tiago Ribeiro 10/06/2010

Uma brincadeira macabra levou a resoluta Miss Marple á casa dos Fortescue.
Mais uma vez Agatha Christie escreve uma trama como só ela é capaz de planejar. Uma mansão, um homem rico e várias pessoas de olho no dinheiro. Um clima perfeito para um assassinato. Como sempre vários suspeitos. Só miss Marple para desvendar o caso com uma canção. A estória mostra como pessoas mesmo sendo da mesma família podem mudar em relação ao dinheiro. A Família Fortescue por mais nobre que ela fosse tinha vários conflitos e mágoas entres eles. Agatha nos engana quando nos faz acreditar em um suspeito e logo em seguida o mesmo é morto deixando assim a trama mais interessante. Não é uns dos mais famosos dela mas vale a pena conferir porque essa estória foi muito bem pensada pela 'Dama do crime'.
comentários(0)comente



Carol Galvão 22/08/2009

Muito Bom
Gosto muito dos livros com a Miss Marple, ela é uma velhinha que eu adoraria conhecer!!!!
Com a mania que ela tem de comparar todo mundo a gente que ela conhece sempre faz ela solucionar os casos.

Desta vez eu não consegui descobrir quem era o assassino ate o final, fiquei achanda que era um depois outro. Mas no geral a historia teve bastante nexo e teve um desfecho interessante!!!!

Vale apena ler afinal é Agatha né!!!!!
comentários(0)comente

Tiago Ribeiro 10/06/2010minha estante
Eu tbm mudei de suspeito a todo momento. As vezes eu pensava até como cada um dos personagem matou as vítimas mas eu não tinha pensado no culpado rsrsrs.




Dany_Ri 20/07/2009

Livro da minha autora preferida, logo: Fantástico. A Agatha consegue te manter presa no livro do começo ao fim.
comentários(0)comente



46 encontrados | exibindo 31 a 46
1 | 2 | 3 | 4