The Hunger Games

The Hunger Games Suzanne Collins




Resenhas - The Hunger Games


114 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Vincent Law 11/08/2012

Eu não entendo... Só entendo quando termino de ler apenas umas cinco páginas, e tento ajudar Katniss Everdeen encontrar alguma solução para ela, mas é tanto risco que a coloco, que deixo ela mesma fazer o seu ardiloso trabalho dentro da sua cabeça mesmo XD.

Esse livro, o que posso dizer, é fantástico!

Se alguém acha clichê, acho que eu ficaria entretido e animado por todo santo dia, sem ao menos notar essa pequena vergonha escondida dentro de mim para esse livro.

Eu recomendo este livro para quem quer encontrar prazer na solidão, na dúvida, nas variadas esperanças e para aqueles que estão na procura do significado da morte. Ou seja, na vida, um sentimento de inter-relação com o mundo, e a si mesmos.

Só isso que tinha que dizer.
Luz 12/08/2012minha estante
... Significado da morte tem tudo a ver com essa estória, que não li o livro, mas vi o filme e sei que foi uma adaptação muito bem feita. Jogos Vorazes mostra bem clarmente como muitas vezes precisamos pegar a vida à unha e termos muitas flechas no alforje para atingirmos nossos alvos.


A menina que ama livros 04/06/2020minha estante
Qual diferença da trilogia?




L 18/05/2020

Livro ou filme?
Podemos parar um momento para apreciar a adaptação deste livro?
Adorei os filmes, e foram eles que me deram a conhecer estes livros.
Foi uma boa leitura, mas não fiquei surpreendida em nenhum momento. Normalmente, quando leio um livro depois de ter visto a sua adaptação, consigo ser surpreendida de formas incríveis. Neste não aconteceu, não porque o livro foi mau, mas porque a adaptação é muito, mesmo muito boa!
Contudo, tenho que admitir que ficamos a conhecer muito melhor Katniss e o Peeta, e foi algo que gostei bastante.
Finalizo, agradecendo à Suzanne Collins por criar um mundo tão complexo, com personagens tão incríveis. Adoro por demais esta série!
Aline 18/05/2020minha estante
O primeiro é até fiel, mas o segundo e o terceiro são mto mto bons.


L 18/05/2020minha estante
Quero muito continuar a ler os seguintes!




Aline 27/04/2020

Revisitando uma obra perfeita
Muito bom reler boas histórias e perceber que você continua amando como da primeira vez!
Clary 29/04/2020minha estante
Estou relendo e sentindo a mesma coisa que senti em 2014. ??


Aline 03/05/2020minha estante
Essa história é muito boa! Parece que tem tempo que não leio nada que me prenda dessa forma!




Ritinha 01/07/2010

Só tenho uma coisa a dizer...e não é muito...pelo amor de Deus...LEIAM!!!! ABSOLUMENTE EXTRAORDINARIO...quero ler o segundo já! Rocco lança o segundo pra ontem viu...ou vou comprar o importado msm! Ain...li o livro em 1 dia e meio...Céus tô em choque! LOL
Lu 03/09/2010minha estante
O problema é que a Rocco não parece ter muita pressa em publicar as continuações.




Hermione Potter 13/04/2020

Maravilhoso!
Amo esse livro, sem dúvidas. Muito bom!
Campos 13/04/2020minha estante
vale a pena a compra ? do que se trata o livro RS fiquei interessado




Markera 13/08/2012

????
Como é que um livro desses recebe tantas críticas positivas? Muito chato. Mais um desses Crepúsculos, imagino.
Markera 13/08/2012minha estante
Em duas horas de resenha já apareceu um louco me xingando porque não gostei desse livro. Alto nível de leitor.




Roberto Faria 17/03/2020

Eu estava super ansioso pra fazer essa releitura e foi simplesmente incrível! Adorei reviver esse universo, os personagens e a história.
Kelly.Christinne 17/03/2020minha estante
Melhor livro de distopia q eu já li.




Andrea 19/09/2012

Eu demorei um pouco para me interessar pelo livro, e confesso que só fiquei animada com o filme depois de ler algumas resenhas. Logo que fui ao cinema conferir, fiquei com vontade de comprar a trilogia! Assim como Feios, a história se passa em um futuro distante e apocalíptico. A América do Norte se transformou em Panem, e é governada com garras de ferro pela Capital.

Para mostrar seu poder, o governo criou os "Jogos Vorazes", no qual uma vez por ano dois tributos de cada um dos 12 distritos de Panem são chamados para participar. Os jogos, que são transmitidos ao vivo pela televisão, tem como vencedor aquele que restar vivo - e somente um dos 24 escolhidos pode sobreviver.

A protagonista aqui é Katniss, uma menina que vive na região mais pobre do distrito 12. Para sobreviver ela e seu melhor amigo Gale têm que caçar na floresta - uma região proibida. Conhecemos, então, a garota sendo forte e extremamente ligada à sua irmã, fazendo de tudo para que ela tenha uma vida melhor que a dela.

Katniss se voluntaria para participar dessa edição dos jogos, após sua irmã ter sido chamada. Peeta, o filho do padeiro do distrito, é convocado para participar. Nas entrevistas, antes de entrar na Arena, Peeta declara ser apaixonado por Katniss. E isso é essencial para o desenrolar dos jogos e da história.

O livro é muito bom, a narrativa é super coerente e a história é muito bem construída. Não dá para parar de ler! Recomendo para todos aqueles que gostam de ler. E, para aqueles que não gostam, vejam o filme - faltam alguns detalhes, mas é muito bom também!

O livro é muito parecido com "A Longa Marcha" , de Stephen King. Mesmo assim, ele fez uma crítica positiva sobre "Jogos Vorazes" - e não tinha como ser diferente!

Leia mais em: http://deia-galvao.blogspot.com/
Sharon 22/04/2014minha estante
Eu só vi o filme e realmente, achei MUITO parecido com "A Longa Marcha". Inclusive parece inspirado nele, não é?




Vivi 11/02/2011

SUPER RECOMENDO
Já no terceiro capítulo eu estava me desaguando em lágrimas. Um livro muito intenso e envolvente, te faz incorporar a personagem Katniss e sentir de forma muito profunda tudo o que ela passa.
É um livro que mexe com a estrutura do leitor, envolvendo de uma forma que fará analisarmos muitas coisas na vida.
Um livro envolvente do começo ao fim, porém o fim que te deixa com muita necessidade de ler a continuação (eu preciso urgente do Catching Fire, se ninguém me der vou comprar em Agosto)
Nem preciso dizer que SUPER recomendo.
Vivi 11/03/2011minha estante
Ai que bom saber que não sou só eu rsssss




João Paulo 04/12/2011

A autora me colocou numa posição desagradável: ela me viciou nos jogos de uma forma que senti uma vergonha por gostar do livro.

Explico: você despreza o povo da Capital por gostar dos Jogos, os chama de superficiais e alienados. Então chega a autora e te deixa viciado na história dos Jogos, torna você um habitante de Panem. Você é um deles, você se tornou aquilo que antes repudiava. Você está torcendo pela protagonista, mas da mesma forma que o povo da Capital está torcendo. De que lado estamos, afinal? É incrível! É mágica! Como ela fez isso?

Personagens com os quais você se identifica, cenários ricos em detalhes, a rebelião contra a opressão... Um texto emocionante, que nos levam para dentro da cabeça confusa de Katniss Everdeen. Um favorito instantâneo.
Rita 02/10/2013minha estante
É isso mesmo, e quando nos apercebemos estamos a imaginar quando é que ela vai conseguir matar o próximo tributo e torcemos para que seja logo. Alienado mesmo!




Liz 16/08/2011

Uma das coisas que eu mais gostei em The Hunger Games foi seu tema, tão diferente de quase todos os livros Young Adult lançados por aí a toda hora: ao invés de lidar com seres sobrenaturais, este decide contar uma história realista. Nele, a protagonista Katniss Everdeen é uma adolescente que vive em um dos locais mais pobres de Panem, e que passou a maior parte da vida burlando a lei para colocar comida na mesa da família.

Panem é um país que surgiu das ruínas de um lugar chamado América do Norte. É dividido em 12 Distritos, que são controlados com mãos de ferro pela Capital. Esta, para evitar rebeliões, decidiu criar os Hunger Games, um reality show anual em que um menino e uma menina de cada Distrito são confinados em um local onde devem lutar até a morte. Quem sobrar, vence.

O enredo não é tão original como muitos pensam - se não acredita, dê uma olhada nas sinopses de Battle Royale e A longa marcha - mas nem por isso a qualidade do livro cai. A narrativa, em primeira pessoa e no presente do indicativo, retrata muito bem a vida de Katniss, seus medos e ideias, além dos outros personagens. Considerando que tudo é visto pelos olhos da protagonista, eles são muito bem construídos. Panem também é tão naturalmente descrita que, algumas vezes, é possível temer que governos tão terríveis como o deste venham a surgir ou já até existam; em outras, bate uma tristeza por ver muitas características da sociedade fútil da Capital em nossa própria.

O livro é excelente, pena que parte da minha leitura foi estragada porque, devido aos intermináveis comentários positivos e notas altíssimas, eu estava esperando um livro estupendo, excepcional, o melhor de todos. Então eu me decepcionei um pouco, principalmente nos primeiros capítulos, onde a ação é escassa. Mas a história conseguiu me conquistar aos poucos. Acho que foi por causa de Katniss que eu realmente continuei. Apeguei-me bastante à ela, uma personagem que realmente sofre, mas consegue achar forças para continuar seguindo em frente. Um caso raro onde o personagem principal é o meu preferido.

Finalizando, este é o melhor livro YA que li esse ano, possuindo uma história realmente profunda e que pode levantar debates muito interessantes. Recomendadíssimo. Que venha Catching fire!
Banin 03/02/2012minha estante
a história só é "tão diferente" pq vc não conhece Battle Royalle
livro, mangá e filme japones com a mesma temática.
O que não quer dizer que o livro da Suzanne seja ruim, estou gostando bastante!




v. 14/11/2011

The Hunger Games
Simplesmente incrível! Muito viciante, não consegui parar de ler. E quando parei não aguentava esperar para ler o segundo livro.

Bem, The Hunger Games é o primeiro livro de uma trilogia escrita por Suzanne Collins, e conta a história de após a América do Norte ser destruída, foram criados 12 distritos, cada um com uma função, sejam elas, agricultura, pesca ou minas, por exemplo. E anualmente, a capital promove os Jogos Vorazes, onde um casal de jovens entre 12-18 anos de cada distrito, terão de disputar os jogos em busca da vitória, onde só um poderá sobreviver.
A história é em torno de Katniss Everdeen que se voluntaria para ir no lugar de sua irmã mais nova, Prim. E é a partir daí que uma história muito viciante começa!
Allan 15/03/2012minha estante
Queria saber uma coisa.. fácil o inglês pra quem esta começando a ler??




Barbara 07/05/2021

Como eu amo esse livro...
É uma das poucas releituras (audiobook conta como releitura?) que não me decepcionou nem um pouco. Ele mantém a essência e sem problemas mesmo depois de todo esse tempo. Todo o hype é válido, ainda que eu ache que muitos acabam por ignorar todo o contexto que ele traz e valorizem somente o romance.
comentários(0)comente



Maya 17/03/2011

www.mayamoura.com

A história se passa em um futuro indeterminado mas ao ler sobre a vida de Katniss em seu distrito parecia que estava lendo algo do passado. Quando ela vai para a preparação para os jogos, surgem os traços futrísticos com a tecnologia avançada. Já quando os jogos começam…a palavra que mais se encaixa é brutal. Além da sobrevivência básica (arranjar comida, uma fonte de água, não congelar de frio durante a noite), os tributos também tem que enfrentar predadores, tanto animais quanto humanos, o outros tributos.

Para complicar mais ainda a situação, a Capital ainda trama mudanças climáticas, acidentes ou o que for necessário para criar conflitos entre os tributos e obrigá-los a se enfrentarem.

O ritmo da narrativa não me incomodou. Alguns acharam que foi corrido, para mim foi ideal. O final deixa um ganchinho para a continuação, mas apesar de estar ansiosa para saber o que acontece com os personagens, não estou esperando muito dos próximos livros porque o que me conquistou nesse foram os jogos.
comentários(0)comente



Vivi Barini 02/11/2010

Em um futuro pós-apocalíptico, depois de uma série de desastres, secas, tempestades, incêndios, da elevação do nível dos mares que engoliu boa parte da terra, e da guerra brutal pelo pouco que havia restado, no lugar da América do Norte surge Panem, o país que se ergueu das cinzas.

Essa nação era formada por treze distritos comandados pela Capital. Mas, aparentemente, nem tudo era tão perfeito e maravilhoso como a Capital queria acreditar. Em uma época conhecida como os Dias Escuros, os distritos se rebelaram contra aquele que os comandava. O resultado foi simples: doze distritos foram derrotados; o décimo-terceiro, obliterado.




- leia mais em The Bookaholic Princess: http://www.thebookaholicprincess.com.br/2010/11/jogos-vorazes-1-jogos-vorazes-por.html
comentários(0)comente



114 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |