Não Voltarás

Não Voltarás Hans Koppel




Resenhas - Não Voltarás


61 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5


andreza 20/08/2020

errrrrrr
eu não sou de dar uma estrela pra livros, mas esse mereceu!

os personagens são mal desenvolvidos e eu não consegui criar afeição por nenhum deles, nem mesmo a protagonista q é tão rasa quanto qualquer outro personagem, a única coisa q sei dela é q tem uma necessidade de atenção e por isso tava sempre colocando chifre no marido, ela não tem mais nenhum traço! é impressionante como os homens desse livro são chorões, o marido dela chora varias vezes e é até compreensível pela situação, mas o ricasso lá é uma situação tão????? ainda não entendi pq toda aquela encenação e choro. até a criança é chata!!!!! é compreensível uma criança querer a mãe mas existem momentos q achei ela muito mimada?? e aqueles policiais? eles literalmente não investigaram NADA


HORRÍVEL
comentários(0)comente



Bea 19/08/2020

"Não voltarás" é um thriller que conta a história do casal Mike e Ylva com sua filha Sanna. Em um dia normal na Suécia, Ylva sai do trabalho e não volta para casa. O que ninguém sabe é que ela está em uma casa de frente para a sua própria casa, trancada num porão com acesso à câmeras que a permitem ver seu marido e sua filha desesperados tentando encontrá-la. No entanto, ninguém pode ouvi-la e muito menos salvá-la.

Tem toda uma história por trás do "motivo" dela ter sido sequestrada e presa, não foi do nada, na verdade o plano de vingança foi muito bem pensado e isso me deixou chocada. Cada página que eu lia era mais uma surpresa e eu demorava pra assimilar a situação. Aqui não há vítimas e agressores, todos são culpados de alguma forma.

Interessante também é que nesse livro a polícia é totalmente despreparada e trata o desaparecimento de Ylva com descaso, deixando passar várias pistas que poderiam solucionar o crime — como acontece na vida real.

Apesar de ser um livro desesperador, que vai te fazer passar agonia com ela presa a tão poucos metros de sua família, o autor foi perfeito na escrita. A história muito bem construída e a descrição certeira te prendem do início até o fim. Inclusive, as últimas páginas foram um soco no meu estômago, muito pesado!

AVISO DE GATILHO: O livro contém violência sexual, fome, ameaça, violência física, depreciação e outras coisas.

"Onde você está? Estou começando a ficar preocupado. A Sanna também. Por favor, ligue para a gente."
comentários(0)comente



Leitora Viciada 21/04/2014

Um título intimidador, principalmente após ler a sinopse: Uma trama em que uma mulher é sequestrada e seu cativeiro é no porão em frente a sua própria casa. Enquanto sequestrada ela pode ver em uma TV sua casa e seu marido e filha devido a uma câmera de segurança posicionada ali pelos sequestradores.
Na capa, uma mulher fugindo por uma floresta: Será que Ylva escapará? Voltará para seu lar, ali, do outro lado da rua?
Não Voltarás é um thriller psicológico com sessenta e três capítulos curtos e instigantes. Pode ser lido em uma ou duas sessões, dependerá de quanto tempo o leitor tem disponível. É uma leitura extremamente dinâmica, com ação e mistérios que o seguram, fazendo-o desejar emendar um capítulo ao outro.

O principal elemento está na narrativa em terceira pessoa crua e direta. As cenas são curtas e contadas com muita simplicidade. Não há profundidade explícita em relação aos sentimentos e pensamentos das personagens, embora exista uma enorme complexidade entre elas. Relacionamentos complicados, confusos e muitas frustrações; medo e culpa nas entrelinhas.
Não há descrições de aparências, figurino e ambientes. Parece que a intenção ou estilo do autor é focar única e diretamente nos fatos. Ao ler eu apenas imaginava o que aconteceria, como e por que. Pensava nas motivações de cada uma das personagens.
Me preocupei inicialmente com a falta de detalhes para criar cenários, rostos e trejeitos. O autor não se preocupa com aparências; não se preocupa com o exterior. Apenas mostra o interior da história. É importante entrar nesse clima: Ler pensando apenas em quem as personagens são e não como são; ler imaginando apenas no lado psicológico delas e não o físico. Soa estranho, pode até parecer descuido do autor, mas após perceber o motivo da narrativa ser assim, a leitura voa.
Então quem necessita ou realmente aprecia descrições, não recomendo o livro. Já se o leitor quer apenas fatos e boa história sem se importar com a ausência de faces, recomendo Não Voltarás.
Acredito que esse seja o diferencial do livro, pois a história em si não é inovadora, embora seja marcante.

Para ler toda a resenha acesse o Leitora Viciada.
Faço isso para me proteger de plágios, pois lá o texto não pode ser copiado devido a proteção no script. Obrigada pela compreensão.

site: http://www.leitoraviciada.com/2014/04/nao-voltaras-hans-koppel-e-verus.html
Amanda 10/01/2015minha estante
É engraçado como só depois que li sua resenha que fui me tocar que realmente não apareceu nenhum descrição no livro, porque mesmo não tendo os personagens eram vividos enquanto eu lia, e eu pude imaginá-los todos. Acabei de terminar de ler o livro, que tem uma leitura realmente rápida , e ainda estou chocada com alguns aspectos, inicialmente não achei que iria gostar, tudo parecia tão sem nexo, mas depois de um tempo a teia de informações foi tomando sentido!




Veve Thiesen 12/10/2020

Gostei bastante, a história é super envolvente, leitura fluida!!! É um thriller psicológico muito bem construído, tu literalmente começa a ler e não consegue largar até terminar... Só é complicado ler os nomes das localizações kkkk. Gostei muito!!
comentários(0)comente



Urbano.Aires 25/12/2020

Uma história interessante de mistério e suspense, onde passa na região nórdica
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Ket 16/02/2020

Rápido de ler, mas não indico pra todo mundo
Não voltarás é um thriller psicológico sueco que conta a história de Ylva, uma mulher que é raptada e mantida em cárcere privado na casa vizinha à sua. Conforme a história se desenvolve, acompanhamos o que acontece com a protagonista nesse lugar e também como as coisas se dão do lado de fora: a investigação do sumiço de Ylva e a maneira como sua família reage.

A trama em si poderia ser melhor: a primeira metade do livro é consistente, mas depois de algum tempo, o livro cai em uma certa repetição que se alonga até o final, que por sua vez é corrido e mal desenvolvido. Alguns aspectos importantes também não são muito bem trabalhados e alguns personagens flutuam meio avulsos em alguns momentos. É um livro pesado em várias cenas, pois o autor descreve não só os abusos psicológicos, mas também os abusos físicos cometidos contra Ylva (acho importante, inclusive, avisar que existe o gatilho para estupro).

Quando comentei que não indicaria para todo mundo isso acontece, não só por causa do gatilho fortemente descrito na história, mas também porque no final, quando o autor nos conta porque aquelas pessoas raptaram Ylva, ele o faz de uma forma que pode levar muita gente a entender que ela mereceu o que lhe aconteceu e eu acho isso muito perigoso. A dimensão dos abusos pelos quais a Ylva passa ao longo da história, pra mim, não é justificável, mesmo que ela própria no passado, não tivesse sido uma pessoa santa. Acredito que, se o final tivesse sido melhor trabalhado, o autor poderia dissipar essa sensação estranha que tive.

No fim das contas vou dar 3 estrelas porque o livro realmente me manteve interessada para saber o que aconteceria com a Ylva. Não leva nota máxima em virtude do final corrido e mal trabalhado (a meu ver).

comentários(0)comente



Gerci || @_05demaio 30/09/2020

Bom pra passar o tempo
Não gostei tanto comparado a outros do mesmo gênero. Mas é uma leitura rápida e boa para passar o tempo. No início demorei um pouco pra me adaptar a narração, achei bem confuso kkkkkk mas a gente se encontra e a leitura flui.

O livro possui umas cenas fortes então considero uma leitura +16.
?
Justiça ou vingança cruel?
?
O destaque na minha opinião vai para o personagem Calle Collin, fez um trabalho melhor que a polícia.
?
"Os métodos usados pelos perpetradores para subjugar suas vítimas são os mesmos no mundo inteiro e tão antigos quanto as montanhas.
comentários(0)comente



Luisa 25/08/2020

Não sei pq eu peguei esse livro pra ler
Nesse suspense sueco conhecemos Ylva e Mike Zetterberg, um casal não muito feliz devido atitudes passadas da mulher. A mesma ao sair do trabalho é sequestrada por um casal de idosos e levada para um porão com uma tv que filme a frente da casa de Ylva e que também fica de frente a casa da mesma. Parece interessante não? uma mulher que vê através de um monitor sua família sofrendo seu desaparecimento enquanto esta a metros dali sem poder fazer nada. Angustiante né? Só que não.

O livro é extremamente previsível, já da pra saber o motivo do sequestro no primeiro 1/3 do livro. A filha da Ylva (pois é ela tem uma) tem umas reações tão estranhas que nem parece que a mãe desapareceu. E o marido, minha nossa, que bunda mole, só fica chorando e se remoendo e blá blá blá.

Os motivos pra eu conseguir ler o livro todo foi a possibilidade dele melhorar e os personagens coadjuvantes, que não são tão odiáveis.
comentários(0)comente



Rafa 04/11/2020

Mike Zetteberg vive com esposa Ylva e a filha do casal numa pequena cidade na Suécia. Um noite, Ylva não volta pra cada depois do trabalho, e quando ela não aparece na manhã seguinte, ele começa a se preocupar. Enquanto Mike lida com as suspeitas da polícia e com o próprio desespero, ele n desconfia de que sua esposa está viva e a apenas alguns passos de casa, presa no porão do outro lado da rua, atraída para uma trama horripilante de punição e vingança!

Bem, o livro tem a trama de vingança fechada e sem furos. E pra mim foi só! Não senti a tensão que é anunciada nas frases da contra-capa e das orelhas do livro, nem achei eletrizante ou empolgante como é descrito. Não havia conexão entre os capítulos e os personagens eram muito superficiais. Enfim, Não Voltarás não me cativou.

O lado positivo foi compartilhar a leitura com meus amigos do @clubedosthrillers !! Valeu pessoal!!
comentários(0)comente



Anelise 17/05/2020

meh
suspense fraquinho demais. a leitura é rápida e fluída e a ideia é boa, mas muito mal desenvolvida. nenhum personagem é realmente aprofundado, nem a ylva que é a principal. o final então, péssimo. todo o motivo do livro explicado em duas páginas corridas.
comentários(0)comente



Rosedlima 07/01/2021

Gostei
Qual o limite de fazer ?justiça??
As vezes podemos ter a razão e se perder no meio do caminho.
comentários(0)comente



Rê Lima 20/08/2020

Senti uma falta de conexão com os personagens, até com Mike, que seria o "mocinho", e sua filha. É bom, mas não é ótimo.
comentários(0)comente



Jess 17/07/2015

Péssimo
CONTÉM SPOILER
Boa narrativa que foi totalmente ofuscada pelo final surpreendentemente terrível. O leitor passa a história inteira abominando a situação à qual Ylva é submetida, de tortura física e psicológica, clamando pra que ela seja resgatada logo e que fique tudo bem porque aquela situação era inimaginável para qualquer ser humano. Aí o autor descreve ao final a motivação que levou o casal de sequestradores a torturar a Ylva (e a assassinar brutalmente os outros dois homens) induzindo o leitor a acreditar que tudo que ela passou foi "bem feito", como se existisse alguma justificativa. Não, mil vezes "Não". Detestei. Não indico.
comentários(0)comente



juragni 14/09/2020

Muito bom
Um suspense bem construído, uma trama que prende a atenção do começo ao fim, com uma linguagem que flui muito bem. História sombria, mas muito bem contada e convincente.
comentários(0)comente



61 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5