Geek Girl

Geek Girl Holly Smale




Resenhas - Geek Girl


31 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3


caarolparker 15/10/2019

Nerd e modelo? É possível ?
Harriet é a garota branca mais comum do mundo, ela prefere livros do que moda e tem cabelos ruivos, eu sou tão diferente! Mas uau, um garoto a viu e convidou para ser modelo e boom, ela é uma modelo internacional, mas a amiga não gostou porque era o sonho dela !! E Harriet estava apenas tentando ser outra pessoa em vez de "consertar" sua confiança. Bem, e sobre sua amiga, em vez de apoiá-la, ela age com toda a maldade e 'como você pode fazer isso comigo !!'.
Ela acha que ser um nerd é ruim, mas também acha que a moda é chata porque é diferente! Então, basicamente, ela tem 15 anos, mas age como 12. Em vez de admirar Annabel, madrasta forte, organizada e sabe tudo, ela olha para o pai que perdeu o emprego e tem uma mentalidade de 5 anos.
Nick é o garoto branco mais chato de todos os tempos, é britânico e bonito. O leitor não sabe nada sobre ele, exceto que é modelo. Toby é um perseguidor que Harriet não pode enfrentar, porque ele também é um nerd, então eu não posso intimidá-lo quando na verdade ela faz isso toda vez que o encontra.
O final é basicamente Harriet percebendo que ela pode gostar das duas coisas porque moda é sobre se expressar !! omg eu sou tão inteligente, bem, eu sou um nerd, afinal;) ​​(me mate agora)
comentários(0)comente



Minha Velha Estante 09/01/2019

Resenha da Mylena Suarez
“ Meu nome é Harriet Manners, e sou uma geek.”

Harriet é um adolescente de 15 anos que já se acostumou à vida de excluída e párea da escola graças a sua arqui-inimiga Alexa, que sempre faz de tudo para menosprezar e humilhar Harriet, desde demonstrar desprezo intitulando a garota de Geek até expondo ela na sala de aula.

Em compensação, Harriet encontra consolo certo em Nat, sua amiga desde o jardim de infância e é graças a ela que Harriet vai viver uma grande aventura.

“ Nat - só a título de registro - é a minha Melhor Amiga, e estamos tão completamente em sintonia que é como se tivéssemos um único cérebro dividido em duas partes quando nascemos.”

Ao acompanhar Nat em uma atividade escolar numa feira de moda, ela não imaginou que sua vida mudaria da água para o vinho. Lá ela conhece o garoto mais lindo que já viu na vida, Nick.

“Ele não veio à mente nem uma vez, com seus cachos que parecem uma juba de leão, seu cheiro de limão e o rabo de pato em sua nuca.”

Para completar, nesse evento, ela é descoberta por uma famosa agência de modelos. O único problema é que Harriet não gosta de moda nem entende como foi escolhida já que o destaque de beleza das duas é Nat, que sempre sonhou ser modelo. Harriet nunca entendeu bem o frisson que a moda exerce na vida das pessoas muito menos na vida da amiga, mas respeita isso com todas as forças. Ao ser escolhida para um teste, ela acaba sentindo que está roubando o sonho da amiga.
Só que depois de uma humilhação muito grande que sofre na escola, ela decide deixar de ser o Patinho Feio e se torna um belo cisne, nem que seja só por alguns minutos. Em meio a grandes trapalhadas e confusões, Harriet descobrirá seu lugar no mundo, perceberá quem são as pessoas que deve valorizar, encontrará forças para enfrentar seus inimigos e encontrar seu caminho.

“ Precisa parar de se importar com o que pessoas insignificantes pensam de você. Seja quem você é, e deixe os outros ser quem são. Diferenças são uma boa coisa. Este seria um mundo terrivelmente entediante se todos fôssemos iguais.”

Não posso deixar de falar no figuraça Wilbur, que rouba a cena com seu jeito despachado e seus apelidos engraçados.

" Suéter do Ursinho Puff e saia da escola - diz Wilbur, admirando o céu, encantado, e dando um tapa na própria testa. - Você é verdadeiramente original, minha pequena Água-Viva."

Pense numa comédia romântica tipicamente adolescente, com todos os conflitos e dilemas próprios desta fase, recheada de referências a Hamlet, Cinderela, Joana D’Arc e, ainda de quebra, com um bom passeio a pontos históricos de Moscou. Isso tudo unido a uma história de amor bem fofurinha, fazem de Geek Girl leitura prazerosa para quem curte este gênero.

“ Personagem, ação e local: são os ingredientes que fazem uma história.”

Delícia! Para que melhor?

A edição está muito boa com capa perfeita para o livro, folhas amareladas e desenho de óculos enfeitando as páginas.

Ansiosa para viver novas aventuras com Harriet e sua trupe nos próximos livros da série.

Beijos, Myl



site: http://www.minhavelhaestante.com.br/2018/12/geek-girl-holly-smale.html
comentários(0)comente



Mylena @gataleitora 18/12/2018

“ Meu nome é Harriet Manners, e sou uma geek.”
Harriet é um adolescente de 15 anos que já se acostumou à vida de excluída e párea da escola graças a sua arqui inimiga Alexa que sempre faz de tudo para menosprezar e humilhar Harriet, desde demonstrar desprezo intitulando a garota de Geek até expondo ela na sala de aula.
Em compensação, Harriet encontra o consolo certo em Nat, sua amiga desde o jardim de infância, e graças a ela que Harriet vai viver uma grande aventura.
“ Nat - só a título de registro - é a minha Melhor Amiga, e estamos tão completamente em sintonia que é como se tivéssemos um único cérebro dividido em duas partes quando nascemos.”
Ao acompanhar Nat em uma atividade escolar numa feira de moda, ela não imaginou que sua vida mudaria da água para o vinho. Lá ela conhece o garoto mais lindo que já viu na vida, Nick.
“Ele não veio à mente nem uma vez, com seus cachos que parecem uma juba de leão, seu cheiro de limão e o rabo de pato em sua nuca.”
Para completar, nesse evento, ela é descoberta por uma famosa agência de modelos. Único problema é que Harriet não gosta de moda nem entende como foi escolhida já que o destaque de beleza das duas é Nat que sempre sonhou em ser modelo foi Nat. Harriet nunca entendeu bem o frisson que a moda exerce na vida das pessoas muito menos na vida da amiga, mas respeita isso com todas as forças. Ao ser escolhida para um teste, ela acaba sentindo que está roubando o sonho da amiga.
Só que depois de uma humilhação muito grande que sofre na escola, ela decide deixar de ser o Patinho Feio e se torna um belo cisne, nem que seja só por alguns minutos. Em meio a grandes trapalhadas e confusões, Harriet descobrirá seu lugar no mundo, perceberá quem são as pessoas que deve valorizar, encontrará forças para enfrentar seus inimigos e tentar encontrar seu caminho seu caminho.
“ Precisa parar de se importar com o que pessoas insignificantes pensam de você. Seja quem você é, e deixe os outros ser quem são. Diferenças são uma boa coisa. Este seria um mundo terrivelmente entediante se todos fôssemos iguais.”
Não posso deixar de falar no figuraça Wilbur que rouba a cena com seu jeito despachado e seus apelidos engraçados.
Pense numa comédia romântica tipicamente adolescente, com todos os conflitos e dilemas próprios desta fase, recheada de referências a Hamlet, Cinderela, Joana D’Arc e ainda de quebra com um bom passeio a pontos históricos de Moscou. Isso tudo unido a uma história de amor bem fofurinha, fazem de Geek Girl, leitura prazerosa para quem curte este gênero.
“ Personagem, ação e local: são os ingredientes que fazem uma história.”
Delícia! Para que melhor?
A edição está muito boa com capa perfeita para o livro, folhas amareladas e desenho de óculos enfeitando as páginas.
Ansiosa para viver novas aventuras com Harriet e sua trupe nos próximos livros da série.
5/5 estrelas
Beijos,Myl




site: http://www.minhavelhaestante.com.br
comentários(0)comente



Mari - Pequenos Retalhos 10/06/2018

Eu me diverti muito lendo a história de Harriet, que continua nos próximos livros da série. Mesmo com as situações um pouco absurdas, o livro consegue prender o leitor e é uma ótima dica para quem quer dar umas boas risadas.

site: http://www.pequenosretalhos.com/geek-girl-holly-smale/
comentários(0)comente



Lorrane Fortunato 12/05/2017

Resenha - Geek Girl / Dreams & Books
"São apenas roupas.
E elas não podem transformá-lo em algo que você não é.
E sim, apenas ajudá-lo a dizer quem é."

Escolhi Geek Girl por que queria um livro curto, leve e engraçado para passar o tempo. Um daqueles livros perfeitos para curar ressacas literárias. E foi exatamente isso que encontrei.

Geek Girl é um livro para se ler em poucas horas. Como eu já disse, é o tipo de livro ideal para se curar uma ressaca literária, ou também, para se ler após uma leitura densa ou complicada.

Seus capítulos curtos, suas tiradas engraçadas e acontecimentos rápidos fazem a leitura ser prazerosa e não ficar entendiante em momento algum. As páginas vão passando tão rápido que, quando você percebe, a leitura já está na metade e você não tem intenção de parar até chegar ao final.

"Precisa parar de se preocupar com que as pessoas insignificantes pensam de você. Seja quem você é, e deixe os outros ser quem são."

A escrita da autora é viciante. Ela faz com que você se identifique com a história e seus personagens cada vez mais. O humor do livro não é forçado e nem óbvio o que conta pontos positivos.

Os temas abordados no livro também merecem destaque! A autora fala sobre bullying, padrão de beleza, autoaceitação, amizades, primeiro amor... tudo de uma forma leve. Ela ensina e levanta questões para se refletir sem parecer que está fazendo. E isso é incrível! Admiro muito a capacidade que alguns autores tem de fazer isso. Afinal, ninguém quer pegar uma história para ler e receber um sermão, não é mesmo?

"É a primeira e única regra:
A mágica vem quando você não está procurando por ela."

A diagramação do livro também está ótima! Amo a beleza simples da capa com a modelo e os desenhos. As páginas são amareladas, as letras tem um bom tamanho e o livro possui orelhas.

Geek Girl é um livro para passar o tempo. Mas, também é um livro para divertir e ensinar! Recomendo demais a leitura dele para todas as Geeks e não Geeks, vão por mim, vocês vão amar a Harriet e a sua história!

"Ninguém se transforma realmente.
Cinderela é sempre Cinderela: só está usando um vestido bonito.
O Patinho Feio sempre foi um cisne, em uma versão um pouco menor.
E aposto que o sapo e alagarta se sentem assim, mesmo quando estão saltando e voando, nadando e flutuando."

site: www.dreamsandbooks.com
comentários(0)comente



Jeh Diário dos Livros 15/10/2016

" São apenas roupas. E elas não podem transformá-lo em algo que você não é. E sim apenas ajudá-lo a dizer quem é."
Harriet Manners é uma geek.
Por ser uma garota muito inteligente e saber de vários assuntos que as outras pessoas não sabem, ela acaba se destacando e com 15 anos ela já foi denominada por todos da escola como uma geek.
Harriet sempre é alvo de piadas de Alexa uma garota popular que não a suporta, mas ela tem sua melhor amiga Nat que sempre está do seu lado para qualquer coisa, mas diferente dela, Nat é uma garota mais descolada e adora moda. Seu sonho sempre foi ser uma modelo. Para ajudar ela tem Toby, um garoto nerd que adora está em seu pé e sempre a está seguindo o que não ajuda muito ela sair da fama de geek.
Harriet não gosta de moda, e quando Nat a arrasta para uma feira e evento importante de moda que a escola vai patrocinar, Harriet não consegue arrumar uma desculpa para não ir. Mas o que era para ser diverto acaba sendo um dia de desastre.
Nossa personagem acaba entrando em uma grande confusão e quando ela acha que o dia não podia ficar pior, ele acaba ficando. Dentre todas as pessoas do evento a Agencia Infinity Models uma das agencias mais famosas do mundo decide que ela é a garota perfeita para a nova propaganda deles. O que só pode ser uma piada para ela.

" Ninguem pulou dentro de um guarda-roupa para encontrar Nárnia; eles pularam lá dentro achando que era só um guarda-roupa. Harry Potter achava que era um garoto normal; Mary Poppins deveria ser apenas uma babá comum, e nenhum personagem dos livros de Enid Blyton sabe o que está se metendo em uma aventura até que a história não tenha mais volta.É a primeira e única regra. A mágica vem quando você não está procurando por ela."

Cansada de ser humilhada por todos, Harriet decide aceitar a proposta da agencia e se tornar modelo, mas ela vai descobrir que a vida de modelo também não é nada simples e ela terá que fazer escolhas difíceis e descobrir que algumas decisões podem ser boas quanto ruins também.

" São apenas roupas. E elas não podem transformá-lo em algo que você não é. E sim apenas ajudá-lo a dizer quem é."

Geek Girl fala sobre escolhas, e principalmente que não devemos se importar com a opinião negativa dos outros, e muito menos com as diferenças, pois importante é o que somos por dentro.
O livro trás temas como bullying e rejeição na escola e nos faz refletir sobre o quanto isso pode afetar uma pessoa.
Harriet é uma garota muito inteligente e para as pessoas isso é algo muito ruim e a tratam como esquisita por ela saber de coisas que outras pessoa não sabem. Mas uma coisa que eu gostei nela é que mesmo com medo e com indecisão ela vai e arrisca, tenta mudar, e hoje dia isso é bem difícil de ser ver, pois muitas pessoas tem receio de contar a outras pessoas sobre bullying ou algum tipo de humilhação que sofre.
Alguns personagens acabam ganhando destaque como a madrasta de Harriet que eu achei que era uma mulher ranzinza e se tornou uma pessoa incrível e sempre está o lado dela para o que precisar. Toby é um personagem engraçado pois ele é bem nerd e vive perseguindo a Harriet pois se diz apaixonado por ela, e por essa fachada nerd acredito que vai ser um personagem bem explorado nos outros livros.
Temos Nick também, o garoto modelo e cheio de mistérios que está sempre ajudando a Harriet nas situações difíceis. Nat é uma amiga incrível, daquelas que a gente pode contar com ela para tudo e apesar de ser o sonho dela ser modelo, ela faz de tudo para Harriet conquistar sua carreira. Os outros personagens foram muito marcantes e acredito que vão se desenvolver ainda mais nos próximos livros.
A história é bem dinâmica e bem divertida, a escrita é bem juvenil o que me fez gostar do livro logo de cara, pois a narração se torna leve e engraçada. A diagramação está perfeita e a capa da segunda edição está muito bonita também.

Geek Girl é um livro que apesar de ser juvenil trás muitas lições que podemos levar para o resto de nossas vidas. Mais do recomendo a leitura.

" Diferenças são uma coisa boa. Este seria um mundo terrivelmente entediante se todos fossemos iguais."

site: http://diarioelivros.blogspot.com.br/2016/10/resenha-geek-girl.html
comentários(0)comente



Laura 19/09/2016

Divertido
Livro infanto-juvenil, mas que da para agradar a adultos tb. Divertido e de leitura fácil, deixa a gente com uma vontade de saber um pouco mais. Se passa na Inglaterra, onde a jovem Harriet Manners de 15 anos, geek, que sofre bullying na escola é descoberta por uma importante agencia de modelos e definitivamente moda não é um assunto que ela nutri interesse. O legal é que por trás das divertidas historias da protagonista, a autora aborda temas importantes como família, amizade, descoberta de si mesmo e até sobre a primeiro romance.
Um detalhe que achei interessante e ne fez achar que o livro é um pouco autobiográfico, foi o fato de que a autora Holly Smale também era geek e também foi descoberta por uma agencia de modelos na sua adolescência.
comentários(0)comente



Aricia 17/07/2016

Harriet Manners, a geek girl
O livro é narrado por Harriet, uma adolescente inglesa geek, atrapalhada e que se mete em várias confusões. Harriet acaba sendo descoberta por uma agência de modelos, algo com que ela nunca sequer tinha sonhado. Ela nunca se importou para moda, seu guarda roupa é bem limitado, e na sua opinião, roupas são só roupas. Mas, querendo deixar de ser uma geek e querendo ser uma nova pessoa, ela aceita a proposta de ser uma modelo.
É um livro bem agradável de se ler e os capítulos são bem curtos. Tem um estilo parecido com aqueles filmes adolescentes da Disney, consigo até imaginar uma adaptação do livro tendo aquele estilo. Devido ao fato de Harriet ser uma geek, muitas vezes no livro ela conta curiosidades, algo que dá um toque legal. Também tem um pouco de comédia. Não gosto muito de livros assim, sou mais aventura e fantasia, mas adorei esse livro.
comentários(0)comente



Vanessa Sueroz 07/06/2016

Neste livro vamos conhecer Harriet, uma geek, uma menina inteligente, tímida e reservada, aqueles que vivem em um computador ou um livro. Harriet tem dificuldade para fazer amizades e todos os colegas da escola tem birra com ela por ela sempre agradar os professores com boas notas e respostas corretas, ninguém a suporta, a não ser sua melhor e única amiga Nat.

Harriet esta cansada desta vida solitária e mesmo quando Nat a força a socializar ela trava e irrita a todos, mas Harriet esta disposta a tudo para mudar sua vida. Em um dia comum Harriet vai ao shopping com Nat que esta de olho em alguns olheiros para modelos, mas por pura infelicidade é Harriet que chama a atenção do olheiro.

Ela nunca se interessou por moda e nem mesmo se acha bonita, e agora ela foi chamada para ser modelo, o sonho de sua melhor amiga. Mas ela já esta decidida em deixar a vida geek e esta foi a oportunidade perfeita. Fingindo estar doente Harriet e seu pai embarcam nesta aventura de ser atriz, mesmo contra a vontade de sua madrasta.

Resenha completa:

site: http://blog.vanessasueroz.com.br/geek-girl/
comentários(0)comente



Thais 26/12/2015

Para quem não sabe, Geek é uma gíria inglesa que se refere a pessoas com gosto peculiares ou excêntricas, obcecadas por tecnologia, eletrônica, jogos, histórias em quadrinhos, livros, filmes, animes e séries. O que na minha época, ou na sua se vocês tiver mais de vinte e tantos anos, denominávamos Nerd! E é exatamente isso que nossa protagonista Harriet Manners é, uma Geek.

Como toda Geek - ou 99% deles - Harriet sofre bulling de alguns colegas da escola, em especialmente Alexa, e isso até lhe fez criar uma lista das que a odeiam,dando a Alexa um lugar bem ao topo. Por outro lado, nossa Geek tem Nat, sua amiga de infância, que ao contrário de Harriet, faz o estilo fashionista e sonha em se tornar modelo.

Um certo dia Nat convence Harriet a ir com ela em um evento de moda, lá estarão alguns olheiros, atrás de novos rostos para suas marcas. Só que inusitadamente, nossa Geek acaba sendo descoberta por uma dessas agencias, e consequentemente é selecionada para fazer a campanha de uma grande marca. O único problema é que Harriet nunca quis nada disso, esse sempre foi o sonho de sua amiga, e não dela. Além do mais, sua família também anda em desacordo com o fato da garota de 15 anos se tornar modelo de uma hora pra outra. Porém, algo dentro de Harriet grita por mudança, ela já está farta de ser zombada por Alexa na escola. Será que essa é a hora de sua grande metamorfose? A hora de Harriet virar o jogo e deixar de ser a desajeitada Geek?

De uma maneira suave e divertida, o livro aborda temas bem juvenis como a descoberta e aceitação do seu próprio 'Eu', coisa bastante comum em se ter duvidas na adolescência. Se você está nessa fase ou já passou por ela, se identificará com certeza com a situação de Harriet, pois atire a primeira pedra quem aqui nunca quis ter uma grande virada na vida e (como diz minha amiga Bah) sambar na cara das inimigas. A diferença é que com Harriet a oportunidade realmente chegou, e colocou diante dela a escolha de ser quem ela realmente é, e mostrar isso da melhor forma para todos, ou se tornar aquilo que ela gostaria de ser, e assim ter aceitação daqueles que a criticavam.

'Geek Girl' é sim um livro voltado para o publico juvenil, nele a autora optou por uma narração em primeira pessoa, onde Harriet é quem conduz a estória. Os pensamentos da adolescente Geek tornou bastante divertido e dinâmico a forma como o enredo era conduzido, me senti realmente dentro da cabeça da personagem, e descobri coisas da qual não fazia ideia mesmo (não me julguem), como por exemplo que nossos batimentos cardíacos param no momento de um espirro. Porém o fato mais curioso nisso tudo, foi descobrir ao finalizar a leitura, que o livro foi baseado na própria experiencia da autora, que quando era adolescente passou pelas mesmas situações de Harriet, não é o máximo? Criar uma nova estória em cima de algo que você viveu? Eu pelo menos acho o máximo!

Os capítulos deste livro são bem curtos, a leitura flui com bastante facilidade, e no final tudo se encaixa, de forma que a autora poderia ter encerrado o destinos de seus personagens apenas com esse volume se quisesse, deixando o leitor imaginar o que poderia vir depois se houvesse continuação. Mas Holly Smale não nos deixou na mão, e um segundo volume de Geek Girl já está disponível para compra. Eu mesmo fico imaginando o que Harriet irá encarar pela frente, quais serão as próximas descobertas e dificuldades a serem vencidas por nossa queria Geek Girl? Recomendo a leitura para todos que gostem de leitura rápidas e do tipo juvenil. Com certeza é o tipo de enredo que irá divertir e ao mesmo tempo ensinar, para aqueles que estão entrando agora na fase da adolescência.

Confira essa resenha no meu blog também - http://migre.me/swKqx

site: www.amigadaleitora.com
comentários(0)comente



La_-la 22/11/2015

Mofo desnecessário. (Amo o livro, entenderão o título ao ler a resenha)
Eu comprei esse livro em Julho, numa livraria no aeroporto de São Francisco. Eu nunca tinha lido um livro em Inglês e acabei ficando com medo... Esse livro, ficou mofando na minha estante por meses, até que eu finalmente resolvi lê-lo. Isso foi um dia antes de uma prova de inglês, eu estava realmente com muuuita preguiça de estudar...
Posso dizer que foi uma das minhas melhores decisões. Mesmo numa língua completamente diferente, acabei o livro em dois dias. Fácil de ler, extremamente divertido e com fatos interessantíssimos, isso pode descrever o livro.
Até agora, rodei o mundo para ler os três seguintes, Model Misfit, Picture Perfect e All That Glitters. Mal posso esperar para Head Over Heels finalmente lançar!
comentários(0)comente



Tamires 20/11/2015

Geek Girl
A princípio é um livro adolescente como qualquer outro. No começo achei que ia ser uma dessas histórias comuns.(Até pensei em desistir), mas conforme foi lendo, queria saber o que ia acontecer e quando vi o livro acabou. É uma história divertida, e com uma escrita de fácil leitura. Mas eu super recomendo é muito legal. E você não vai se arrepender. ?
Esperando pela continuação!
comentários(0)comente



Vi 03/11/2015

Simplesmente geek !
Harriet manners ! É uma geek ! Ok até aí tudo bem ! O problema mesmo começa quando ela decide largar sua fama de "nerd" e entrar no mundo da moda , quer dizer cair de cara no mundo da moda ! Mas aí fica aquela dúvida , ela está fazendo isso pq gosta ou simplesmente pq está cansada de ser alvo das brincadeirinhas de alexa , uma patricinha do colégio ?

Esse livro é realmente encantador , que te prende nas primeiras páginas e é seu companheiro durante todas as madrugadas e é a razão por você dormir nas primeiras aulas pq virou a madruga lendo ! Recomendo super pra vc querido amante de livros pra vc se emocionar como eu me emocionei lendo geek girl !
comentários(0)comente



_mily_91 16/10/2015

favoritooo!!!!!!!!
uma geek q mente para seus pais para virar modelo e se encrenca!!!!!!
comentários(0)comente



Sophia 09/09/2015

Um dos favoritos do momento
Um dia estava no site da Saraiva procurando livros e depois de muita pesquisa encontrei esse livro! De cara me apaixonei pela capa e a sinopse era interessante... Decidi comprar e ver o que dava. O fato é que assim que comecei a ler não consegui parar mais e imediatamente comprei o próximo livro da série. Esse livro é espetacular, não é muito grande e a leitura é super leve e mega engraçada pelo fato da Harriet ser um pouco atrapalhada. Amo esse tipo de livro e que deviam receber muito mais atenção e com certeza estou esperando o terceiro livro ser traduzido!!!
comentários(0)comente



31 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3