Nove Noites e Um Sonho de Outono

Nove Noites e Um Sonho de Outono Lesley Livingston




Resenhas - Nove Noites e Um Sonho de Outono


13 encontrados | exibindo 1 a 13


Daniela 17/06/2020

Poderia ser melhor...
Eu tinha muita expectativa pra essa história, porque eu gosto muito de Shakespeare. A proposta do livro É muito interessante, mas se fosse trabalhado mais e assim um livro incrível, tem muitos aspectos do livro que, se fossem aprofundados e é um tornar a história muito mais interessante.
Mas, apesar dos pontos negativos, a história é bem envolvente. É um clichê de romance E uma leitura bem leve ele, chega a ser bem divertido e, rende uma ótima leitura.
comentários(0)comente



Clara Azevedo 11/03/2020

Reinos encantados
Esse livro me deixou intrigada por causa da sinopse gosto muito de historias envolvendo fadas mais não aquelas que chegamos a conhecer pela Disney quando crianças as que temos retratadas em algums livros são ardilosas,manipuladoras e algumas até cruéis. A leitura é bem fluida terminei em dois dias de tanto que estava curiosa para saber o que ia acontecer.
comentários(0)comente



Ana P. Maia 22/01/2018

Nove Noites - The Queen's Castle
Há quem diga que todas as noites são de sonhos. Mas há também quem garanta que nem todas, só as de verão. No fundo, isto não tem muita importância. O que interessa mesmo não é a noite em si, são os sonhos. Sonhos que o homem sonha sempre, em todos os lugares, em todas as épocas do ano, dormindo ou acordado.
Sonho de uma noite de verão – Shakespeare

No primeiro volume, temos Kelley começando a viver o sonho de ser uma grande atriz. Ela é bem normal, como toda protagonista que terá a vida virada de cabeça para baixo deveria ter.
O primeiro passo para a reviravolta, é o encontro com o Guardião Jano, Sonny, seguido por salvar um cavalo de se afogar. Sonny é do tipo difícil de não se apaixonar. E só isso seria suficiente para bagunçar um pouco as coisas.
Mas tudo se intensifica quando Kelley descobre sua verdadeira origem, sua herança e todos os seres mágicos que vivem na terra. O solstício de inverno daquele ano é aguardado e poderá desencadear o fim do mundo como os humanos e os seres mágicos conhecem, e Kelley terá papel fundamental nisso.
Mab e Auberon não são exatamente bons exemplos de pais ou governantes, embora haja necessidade de perceber que o Bom Povo não se parece com os humanos – e não estou falando da imortalidade – seus jogos de palavras e a habilidade de transformar indivíduos em peões é surpreendente. A dimensão das mentes é difícil de acompanhar. Estamos tratando de seres que raptam crianças humanas por diversão, para terem uma guarda, para mudar um pouco a paisagem eterna. E temos a audácia e dor humanas, operando milagres e tomando para si algo como o Reino Mágico fez. Além disso, os seres mágicos são incríveis, com suas habilidades e belezas fora do comum, e de alguma forma todos serão responsáveis por maiores ou menores participações.
A descendência de Kelley é fascinante, a magia que a compõe é ao mesmo tempo, oposta e complementar. Ela descobrirá que o orgulho dos monarcas das cortes é assombroso e isso influenciará as suas decisões no decorrer da trilogia. O primeiro livro é a porta de entrada para o que vem a seguir e uma boa introdução. E não faltam emoções ou batalhas épicas em Nove Noites. O fato é que, a Princesa precisará lidar com sentimentos demais, perdas e mais insanidades do que poderá ser capaz de suportar.
O final do primeiro livro deixa a protagonista com o coração apertado, partido, e carregado de tristeza. É também um gancho desesperador: aconselho a ter o segundo volume nas mãos.

Juntos, eles observavam enquanto o sol, enfim, afundava completamente sob o horizonte e o parque mergulhava na escuridão. A primeira das Nove Noites começara. Pág. 48

site: http://booksandcrowns.blogspot.com.br/2018/01/trilogia-tres-atos.html
comentários(0)comente



AndyinhA 20/01/2018

Trecho de resenha do blog MON PETIT POISON

Não achei a capa aquela maravilha toda, mas a sinopse me chamou atenção, e logo de cara me lembrou a série ‘Os Encantados de Ferro’, mas as semelhanças param aí, só o personagem principal – PUCK está presente nas duas séries e claro, o fato de termos as cortes Faes.

Nossa protagonista faz parte de uma cia de teatro e a história se passa em Nova Iorque nos dias atuais, e claro, a peça que está sendo ensaiada é Sonhos de uma Noite de Verão. Mas engana-se quem acha que as coisas serão cheias de fofocas e mimimis, a autora misturou vários elementos das cortes, algumas histórias e tivemos um enredo legal.

A estrutura da história foi boa e fugiu dos clichês, ao misturar algumas histórias e personagens (que depois acabei vendo os nomes e situações em outros livros), a autora acerta em sair do lugar-comum e tentar algo novo e o mesmo vale para sua narrativa, sua história envolve tramas mal intencionadas, personagens que não podem mentir, mas conseguem omitir, reviravoltas e sobreposição do nosso mundo com o mágico.

Para saber mais, acesse:

site: http://www.monpetitpoison.com/2016/10/TresAtos.html
comentários(0)comente



Jeh Diário dos Livros 13/01/2017

Encantador!
Nove Noites e Um Sonho de Outono é baseado na obra de Shakespeare Sonho de uma Noite de Verão e a história se mistura com a criação da autora de uma maneira muito gostosa de ler.
Kelley é uma garota comum, que perdeu os pais quando era criança e sempre morou com sua tia. Agora ela está morando em outro lugar sozinha tentando seguir sua vida, ela trabalha em uma companhia de teatro como assistente e substituta da atriz principal. Mas uma dia a atriz principal sofre um acidente e Kelley tem a oportunidade de ser a atriz principal da peça. E é desse em dia em diante que a vida dela muda para sempre.

“Poder é poder, Kelley. É o que você faz com ele o que importa.”

Soony Flannery é um Jano, um humano que foi sequestrado do mundo normal e levado para o mundo das fadas e foi criado lá afim de proteger e realizar todas as vontades do seu rei Auberon. Era fim de outubro e o portal entre os dois mundos iria estar vunerável e criaturas tentariam passar por ele. O portal Samhain é dos quatro portais do mundo que tem a passagem para o outro mundo encantado, mas anos atrás um mortal havia roubado algo do mundo mágico e enfurecido, Auberon lançou um encanto que selou o portal do mundo mortal e do mundo magico. Porem, o encanto tinha um pequeno defeito: Todos os anos no por do sol do dia 31 de Outubro até o nascer do sol do dia 1° de Novembro o portal do Central Park de Manhattan abria um pequena fenda onde seres mágicos tentavam passar. Mas tinha algo a mais do que isso: A cada 9 anos o portal ficava aberto durante nove noites sendo o Samhain (Halloween) o ultimo dia dele. Assim Sonny e mais 12 janos protegiam esse portal. Só naquele ano havia algo diferente, pois era o ano das 9 noites.

"-Você não pode falhar, Sonny.
-Não falharei, meu senhor. Neste ano, entre todos os anos… eu não devo falhar.”

Kelley acaba conhecendo Sonny e tudo que ela acredita está prestes a ruir. Ela deve confiar em Sonny um estranho que simplesmente entrou na sua vida do nada? Um cara que diz coisas que não deveria nem existir? Kelley terá que tomar uma decisão importante que irá envolver muitas coisas e também seu coração.

Nove Noites e Um Sonho de Outono foi um livro mágico e cheio de aventuras e imaginações. Ele não é um tipo de livro com uma história totalmente nova e tal, e apesar de não ser tão inovador fiquei muito satisfeita com a criatividade da autora pegar um conto de Shakespeare e misturar sua história nela. Já tinha lido Starling da autora que é baseado na Mitologia Nórdica e tinha gostado muito da sua escrita e história. Adorei o romance que a autora abordou na história, e os personagens são apaixonantes, e gostei muito do livro ser narrado por ambos, assim conhecemos um pouco de cada mundo. A personagem Kelley é bem como nós eu diria, meio atrapalhada e cheia de dúvidas e preocupações simples do dia à dia, isso me fez gostar dela desde o primeiro instante. Sonny é aquele personagem que você já coloca na sua lista de crushes literários. ( desculpem Daemon, Dimitri, Adrian, Patch, Miles, Darcy, Ash e etc)
Enfim, se voce gosta de Romance e Fantasia esse livro é para você! Pois você vai viajar sem sair do lugar com Nove Noites e Um Sonho de Outono.


site: http://diarioelivros.blogspot.com.br/2016/02/resenha-nove-noites-e-um-sonho-de-outono.html
comentários(0)comente



Andressa | @bibliotecapeculiar 18/11/2016

Nove Noites e um Sonho de Outono
Da série: comprei pela capa, 'Nove noites e um sonho de outono' vai contar a história de Kelley, uma jovem de 17 anos que se muda para a grande cidade de Nova York para realizar seu sonho de ser atriz. Ela trabalha em um teatro, não muito renomado, como ajudante de palco. Após a atriz principal sofrer um acidente, Kelley é escalada para substituí - la na peça 'Uma noite de verão' de Shakespeare, e ela interpretará Titânia, a rainha das fadas.

Ao ensaiar sua falas no Central Park, ela conhece um jovem charmoso chamado Sonny, que mais tarde ela descobre que ele é na verdade, um guardião de um portal mágico. Sua vida vira de ponta cabeça quando ela vê um estranho cavalo se afogando no Central Park e decidi ajudá - lo. Mais tarde, ela descobre que o Central Park é na verdade um portal e que sua vida corre risco, mas Sonny está mais que disposto a protegê - lá de qualquer coisa que queira fazer mal à Kelley.

A capa desse livro me chamou muito a atenção, e eu, como uma amante de livros de fantasia, logo me interessei pela história. A história é até legal. É de uma leitura fácil, mas demorou um pouquinho pra fluir. Os personagens não são tão cativantes ao ponto de você ficar apainonado por eles, mas eles tem algo que fica marcado, sabe?

Achei legal o fato de a autora ter usado como pano de fundo uma obra de Shakespeare, e não ter feito uma releitura em si dela. A história é bem legal, mas na parte que deveria ter ação, eu simplesmente não consegui sentir. Na verdade, achei as partes de ação bem chatas e entediante. Demorei bastante pra conseguir terminar a leitura por causa disso. Mas, contudo, o livro é ruim, ele dá pra passar o tempo.
comentários(0)comente



gabriel 21/03/2016

Ato #1 ~ Nove Noites e Um Sonho de Outono
Há muito tempo, o Outro Mundo, um lugar deslumbrante, habitado por seres mágicos e governado por Titânia, Rainha do Verão, Oberon, Rei do Inverno, Mab, Rainha do Outono e “ ’ Rei da Primavera, tinham uma forte ligação com o mundo dos humanos, isto até a filha de Oberon, ser raptada por um humano, fazendo assim o Rei, fechar permanentemente o portal que ligava os mundos.

Aos dezessete anos, Kelley Winslow, é uma jovem aspirante à atriz, que mora em Nova York, bom, não é por ela ser uma atriz que ela viva aparecendo na Broadway, não, só recentemente ela ganhou o papel de Titania, da peça “Sonhos de uma Noite de Verão”, no teatro, Avalon.

Sonny Flannery é um dos 13 guardiões Janos, que protegem o portal do Outro Mundo, principalmente a cada nove anos, quando aparecem por nove noites, algumas vendas que possibilitam os seres mágicos atravessarem, e o dever dele é destruir esses seres.

Ahhh, sendo um pouco contraditório, os Janos, são seres humanos que foram raptados pelo Auberon, e levados para o Outro Mundo, para receberem o treinamento de guardião, isso é claro, sem o seu consentimento. Então para os seres mágicos raptar humanos “pode”, mas o contrario “não”.

Enfim, um dia enquanto Kelley ensaiava no Central Park, ela acabou conhecendo Sonny, mas embora tenha rolado uma atração entre os dois, o encontro acabou não sendo um dos mais românticos, porque ele acabou parecendo ser um perseguidor, mas quem o culparia?

Kelley, não sabe que ela é a princesa do Inverno, mas Sonny conseguiu notar nela algo especial, mas diferente de tudo que ele viu até agora, só que, sem saber ao certo o que. Com isso ele vai acabar se aproximando dela até descobrir sua descendência, mas a pergunta real, é o que fazer depois?

Esse é basicamente o começo da historia, tomei o cuidado para não contar nenhum spoiler, mas já da para você imaginar como vai ser a reação de Kelley, ao descobrir ser do Outro Mundo, ou mesmo se o seu romance com Sonny, vai acontecer, só que isso tudo fica em segundo plano, quando é descoberto que alguém está querendo reviver a "Caçada", um evento que no passado levou a morte de centenas de pessoas, e se ela acontecer novamente, só podemos esperar o pior.

"Esse é um livro encantador, repleto de seres mágicos e personagens cativantes. É impossível ler e não procurar as referencias a peça de Shakespeare, mas a autora conseguiu me pegar de surpresa com algumas revelações, acredito que há você também. Sobre Sonny e Kelley, é um casal que você torce desde o começo para dar certo, só que ao decorrer da historia vamos descobrindo que podem ter alguns algumas complicações no seu futuro, por serem quem são.

site: http://perdidoemlivros.blogspot.com.br/2016/03/resenha-nove-noites-e-um-sonho-de-outono.html
comentários(0)comente



Nainha 14/01/2015

Kelley se muda para Nova York para viver seu sonho de ser atriz. Ela começa a trabalhar em uma companhia de teatro como assistente e substituta. Quando a atriz principal que interpreta Titânia sofre um acidente, Kelley assumi o papel principal. Kelley vê que essa é sua chance de brilhar.
"... e isso significa que você, pequena substituta, assumirá o papel principal como Titânia, a rainha das fadas por toda temporada." Pág. 14
Kelley começa a ensaiar exaustivamente para poder se capaz de superar todas as expectativas. Ela vai para o parque para poder ensaiar em um lugar calmo. Lá ela vê um estranho acidente e acha que está ficando louca. Mas o mundo mágico existe de verdade e Kelley se vê no meio dele.
No parque Kelley conhece Sonny, um misterioso garoto que mexe com seus sentimentos. O que no começo Kelley não sabe é que Sonny é um dos guardiões do portal do Samhain, e que enfrenta as terríveis criaturas que tentam passar pelo portal.
"Kelley olho para a clareira ao redor, atônita, mas o rapaz misterioso - e atraente - havia desaparecido sem fazer nenhum ruído." Pág. 39

A porta entre os mundos está aberta
Quando li a sinopse me interessei pelo livro. Só li Romeu e Julieta do Shakespeare, mas pretendo ler as outras obras do autor, o livro é inspirado em Sonho de uma noite de verão. Adoro livros com uma temática fantástica.
No livro temos as visões de Kelley e de Sonny, nos dando uma percepção mais abrangente sobre a história. Kelley é uma garota esforçada e que vai em busca de seus sonhos, mas as vezes pode ser um pouco contraditória. A vida dela começa a mudar, muitos segredos estão atrelados a sua vida e seu encontro com o estranho misterioso no parque vai fazer com que vários desses segredos sejam revelados. Sonny é um personagem forte e carismático, ele acredita em seu dever, mas com o desenrolar da história vai percebendo que nem tudo em que ele acreditava ser verdade é o certo. O relacionamento entre os dois vai evoluindo gradativamente.
A autora mostra um mundo fantástico em que humanos e criaturas mágicas convivem, mesmo que os humanos não tenham plena consciência deles. A escrita da autora é bem leve, a história flue rapidamente, mesmo que em algumas partes pareça que a história esteja ficando parada a autora consegue retornar para uma narrativa envolvente. A história tem uma boa dose de ação e romance.
O livro mostra diferentes criaturas do Outro mundo. O final do livro é emocionante, vários segredos serão revelados. E nos deixa aguardando o próximo ato.

site: http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/2015/01/livronove-noites-e-um-sonho-de-outono.html
comentários(0)comente



Blog MDL 03/11/2014

Kelley é uma garota que sabe o que quer. Com apenas dezessete anos deixou a segurança e conforto do seu lar para viver na agitada cidade de Nova York na tentativa de realizar o seu sonho de se tornar atriz. Dividindo o apartamento com Tiffy, uma garota temperamental, ela divide seu tempo entre sonhar com a sua carreira e trabalhar no teatro Avalon Grande como ajudante e atriz substituta. As coisas não estavam sendo fáceis, mas parecem melhorar quando a atriz principal se machuca e ela é convocada para interpretar Titânia, a Rainha das Fadas e personagem do clássico de Shakespeare Sonho de Uma Noite de Verão.

Mas a felicidade que ela sentiu a princípio, aos poucos vai se esvaindo quando ela passa a ter dificuldades de demonstrar o talento que tem e esquecer as suas falas. Num esforço para fazer as coisas darem certo, ela vai ao Central Park ensaiar sem saber que o lugar seria um dos grandes responsáveis pela mudança radical que a sua vida sofreria. Ainda mais porque foi lá que ela conheceu Sonny, um garoto bonito e misterioso, que tem um propósito a cumprir diferente de tudo que ela poderia imaginar. Principalmente porque é ao lado dele que ela descobre que nem tudo que estava nos livros de Shakespeare era ficção.

Lembro que uma vez, há muitos anos, eu assisti a adaptação de Sonho de Uma Noite de Verão e fiquei encantada com aquele mundo mágico e com aqueles seres poderosos, mas com personalidades muito traiçoeiras. Nunca cheguei a ler a história escrita por Shakespeare, mas quando li a respeito do livro Nove Noites e Um Sonho de Outono, de imediato quis mergulhar novamente na magia do universo dos seres fantásticos que eu sabia que estaria me aguardando nas páginas. Mas mais do que isso, eu queria saber como a autora faria isso mesclando a fantasia de tempos imemoriais e o mundo moderno.

Para a minha agradável surpresa, ela fez isso tão bem que eu não consegui desgrudar do livro sem antes concluir a leitura. Pois por mais que a linguagem utilizada por ela seja simples, ela flui de uma maneira tão gostosa que a história transcorreu sem que eu sequer notasse. Grande parte disso se deve ao modo como ela construiu uma ponte entre o universo do Reino Encantado e a agitada Nova York, e utilizou dois personagens cuja história de vida é bem mais complicada do que se imagina inicialmente, para retratar as coisas boas e ruins que podem ser encontradas nos dois lugares.

E é ao intercalar os pontos de vistas entre Kelley e Sonny, que o leitor consegue entender a trama como um todo e se envolver ainda mais com a complicada situação que ela propõe para os seus personagens. Particularmente, eu gostei muito de ambos os protagonistas, achei que eles tinham uma maneira de se portar bastante linear apesar de serem adolescentes e encaravam com coragem grande parte das situações extremas aos quais eles eram expostos. Algumas vezes fiquei em dúvida com relação à passividade que eles demonstravam em certos momentos, mas quando as revelações começaram a surgir, foi mais fácil entender as decisões da autora.

No entanto, quando a história foi se aproximando do seu fim, senti que ela se perdeu um pouco, já que ela passou a mudar a personalidade de alguns personagens e a descrever mudanças bruscas demais para que o leitor acreditasse no que ela estava dizendo. Isso me incomodou um pouco, mas a riqueza da sua história acabou me deixando impressionada o suficiente para que eu desejasse ter os próximos livros da série em mãos tão logo terminei de ler a última página. Por isso não hesito em vir aqui hoje e recomendar a leitura do livro para todo aquele que gosta de uma história mágica, repleta de revelações e que de quebra ainda traz grandes personagens de Shakespeare para o centro desse luminoso palco montado por Lesley Livingston.

site: http://www.mundodoslivros.com/2014/11/resenha-nove-noites-e-um-sonho-de.html
comentários(0)comente



LetíciaBaldez 29/09/2014

[Resenha] #Nove noites e um sonho de outono
Kelley Winslow é uma jovem moça de dezessete anos, que acabara de entrar para uma companhia de teatro. A princípio ela é uma espécie de ajudante e substituta. Quando a atriz que interpreta Titânia na peça Sonho de uma noite de verão de Shakespeare ela te a oportunidade de entrar em cena e se firmar como atriz.

No momento em que Kelley está reunida com o elenco para ensaiar suas cenas, ela esquece as falas que já havia decorado, e acaba sendo repreendida pelo diretor Quentin. Depois disso tudo desanda Kelley tropeça, quase cai nas pessoas, e o diretor por fim encerra o ensaio.



Kelley fica extremamente envergonhada, e vai para o Central Park tentar descontrair um pouco, e reler o script para tentar redecorar as falas.

Enquanto isso Sonny Flannery, um Jano do reino de Samhain que fica do outro lado do mundo; Esse lindo e gentil rapaz sente uma presença fora do comum e vai atrás dela. Ao se deparar com a presença diferente que procurava ele se depara com Kelley recitando partes do script de ensaio, e então ele decide ir embora.


Juntos, eles observavam enquanto o sol, enfim, afundava completamente sob o horizonte e o parque mergulhava na escuridão. A primeira das Nove Noites começara.

Mas quando ele está quase saindo ele a ouve chamar por ele e pedir que pare de se esconder claro que estou parafraseando. Ele se assusta, pois está utilizando um véu de ocultamento, mas logo em seguida percebe que se enganou e que a moça está apenas ensaiando uma das falas da tal peça.

Ao terminar de recitar as falas Kelley fica triste pois sabia as falas e mesmo assim errou tudo no ensaio, com pena Sonny leva uma flor linda para Kelley e a moça se assusta com um rapaz estranho que acabara de dar a mais bela flor que ela poderia receber.



Quando ela olhou para ele de novo, ele já havia desaparecido, e ela se frustrou por não poder agradecer a gentileza. Absorta em pensamentos e andando sem parar pelo Central Park, percebeu que escurecera e estava tarde para uma moça ficar só naquele lugar que agora estava deserto.

Caminhando para perto de um lago, percebeu que alguém se afogava, mas não era alguém... Era um cavalo. Kelley não conseguiu deixar o cavalo lá se afogando e então pulou no lago, tentando salvar a vida da criatura. Ela estava com medo, mas aos poucos começou a empurrar, ou pelo menos tentar o cavalo. A essa altura o cavalo já não se debatia mais, e Kelley sentiu alguém puxando- a violentamente. Depois disso tudo ficou escuro.


Aquilo foi planejado. Eu lhe contei que fui lá porque procurava você. E isto não foi uma coincidência, porque não existem coincidências.


Kelley voltou pra em casa, e estava toda suja de lama, com um semblante destruído e foi tomar banho. Tyff sua colega de quarto não estava lá, e ela agradeceu por não ter que explicar tudo a amiga. Entrou no banheiro e encheu a banheira com água quente e ficou relaxando e pesando sobre tudo que acontecera. Ela se lembrou de que acordou na trilha junto ao lago, com o cavalo esfregando o focinho no ombro dela, quando conseguiu se levantar o cavalo desaparecera misteriosamente na escuridão.

No banheiro reclamou do cavalo e puxou a cortina, quando se deu conta que o cavalo estava em seu banheiro ocupando quase tudo. Saiu do banheiro e se lembrou de Tyff e suas regras. Escutou um barulho vindo do banheiro e depois de criar coragem voltou lá e... O cavalo estava em sua banheira!

O Outro Mundo, ou Reino Encantado em Samhain, é dividido em 4 Cortes: A Corte do Inverno, governada por Auberon; A Corte do Verão, governada por Titânia; A Corte do Outono governada por Mab; e a Corte da Primavera governada por Gwyn ap Nudd.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Bom BIBOUSS, o livro em si é mediano, confesso que pela sinopse eu esperava mais. Não que o livro seja ruim, mas eu esperava por personagens mais fortes e uma estória de arrepiar. A trama é boa, mas ficou a desejar. O desfecho foi decepcionante, e as cenas que eu mais queria que eram as de romance, foram bem morninhas.

O livro é de fácil compreensão, não vi erros significativos na tradução do livro. A diagramação é simples e sofisticada. As folhas são amareladas e a capa é linda de morrer. A GUTENBERG caprichou, o livro tem uma das capas mais bonitas da minha coleção.



O livro é narrado em terceira pessoa, um narrador heterodiegético, que não faz parte da estória. Achei que ficou faltando um toque de romance que fosse um pouco mais forte, as cenas desse quesito foram fracas.

O livro em si é bom, eu gostei da escrita, dos personagens. Recomendo para quem gosta de peças de teatro, pois em várias cenas há a utilização de textos de Shakespeare entre ouros autores.

Bom BIBOUSS, essa é a resenha espero que tenham curtido se sim deem um LIKE lá embaixo do título, isso me ajuda muito na divulgação do blog, deixem nos comentários o que acharam e se ficaram com vontade de ler esse livro.

Em fim é isso BIBOUSS, vôLÁ o/
Kissus ?

site: http://sobangulos.blogspot.com.br/2014/09/nove-noites-e-um-sonho-de-outono.html
comentários(0)comente



Bruna 14/08/2014

Kelley Winslow é uma atriz aspirante de 17 anos, que trabalha como assistente de palco e atriz substituta em um pequeno teatro de Nova York. Após a atriz principal da peça quebrar a perna, ela se vê encarando seu primeiro grande papel: a Rainha das Fadas Titânia, da peça Sonhos de uma noite de verão, de Shakespeare. Durante um fim de tarde, enquanto ensaiava a peça no Central Park, ela conhece um lindo jovem, que a fascina desde o primeiro instante: Sonny Flannery. E a atração também é imediata para Sonny, porém ele também percebe que há algo diferente nela, mas não sabe o quê. Após esse encontro, algumas coisas estranhas começam a ocorrer, e seres estranhos e perigosos parecem perseguir Kelley, levando-a a descobertas que abalam seu mundo.

"Aquilo foi planejado. Eu lhe contei que fui lá porque procurava você. E isto não foi uma coincidência, porque não existem coincidências."
pg. 128


Sonny é um dos muitos mortais sequestrados no por criaturas mágicas e levadas para o Outro Mundo, também chamado de Reino Encantado. Esse reino é divido em quatro cortes, que comandam as estações, e Sonny foi criado na Corte do Inverno, governada a mãos de ferro por Auberon, que também é o mais poderoso dos Reis das Fadas. Durante séculos, os seres mágicos tinam acesso livre ao mundo mortal, porém, o sequestro de uma criança mágica, há cem anos, levou Auberon a fechar todos os portais. Mas houve uma falha no feitiço, e o portal Samhain, localizado no Central Park, NY, se abre uma vez por ano, no solstício de inverno, e a cada nove anos, permanece aberto por nove noites seguidas. Visando impedir que as criaturas mágicas fugissem para o plano mortal, Auberon criou a Guarda de Janos, composta por mortais sequestrados e criados no Reino Encanto, que ganharam poderes mágicos para proteger o portal a qualquer custo. E Sonny é um destes guardas.

Juntos, eles observavam enquanto o sol, enfim, afundava completamente sob o horizonte e o parque mergulhava na escuridão. A primeira das Nove Noites começara.
pg. 48


Esse não é um daqueles juvenis melosos, e gostei muito do desenvolvimento da relação do casal. Kelley é uma jovem forte, corajosa e bem teimosa, enquanto Sonny é protetor, carinho e um encanto *-*. Foi legal observar também o amadurecimento de Sonny após conhecer Kelley, já que ele passa questionar toda sua existência, começa a enxergar seu sequestro na infância como algo ruim, e questiona também sua obediência cega a Auberon e o verdadeiro caráter de seu líder.

O livro é baseado em 'Sonhos de uma noite de verão', de Shakespeare, e traz à vida vários dos personagens desta obra. Mas não é necessário ter lido a peça shakespeariana para entender a trama. A autora nos apresenta e explica tudo que precisamos para acompanhar o desenrolar da história. E percebi também a presença de influência de outras obras de Shakespeare, assim como elementos das lendas arthurianas.

Nove noites e um sonho de outono é um livro delicioso de ler. Prepare-se para encontrar fadas, sereias, cães do inferno, e vários outros seres mágicos, mas não espere um conto de fadas com seres bonzinhos e legais, :). Há romance, ação e aventuras na medida certa. A trama é bem construída, e vamos descobrindo aos poucos em quem confiar ou não. Esse é o primeiro livro de uma trilogia, mas tem um fechamento legal, encerrando as questões levantadas, e abrindo outras para serem trabalhadas no próximo livro.

O livro é escrito em terceira pessoa, mas sempre apresentados os pontos de vista de Kelley ou Sonny. A diagramação é simples e muito bem feita, com papel amarelado, a letra tem um tamanho agradável. E amei a capa, super linda e bem trabalhada.

Recomendo para todos que curtem fantasia e principalmente aos apaixonados por Shakespeare!

site: http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/2014/07/resenha-nove-noites-e-um-sonho-de.html
comentários(0)comente



Joyce 20/06/2014

Resenha do blog Entre Páginas e Sonhos
Confesso que só li Romeu e Julieta de Shakespeare, mas tenho muita vontade de ler os outros clássicos do autor. "Nove noites e um sonho de outono" é inspirado na obra "Sonho de uma noite de verão" e mesmo não sabendo do que se trata a história original, pude conhecer algumas partes da obra. E o mais legal é que a autora fez uma mistura que funcionou muito bem.

A história é sobre Kelley Winslow, uma jovem de 17 anos que se mudou para Nova York para ser atriz. Ela divide o apartamento com uma modelo muito exigente, mas elas se dão bem. Seus pais faleceram e ela ficou com a única parente, uma tia. Kelley trabalha como assistente em um teatro não muito qualificado e depois que a atriz principal sofreu um acidente, ela é escalada para interpretar Titânia de "Sonho de uma noite de verão".

Um dia, Kelley vai treinar suas falas no Central Park e conhece um jovem charmoso chamado Sonny Flannery e eles sentem uma atração mútua. Nesse dia, ela sofre um acidente no lago do parque que desencadeia uma aventura que ela jamais imaginaria ser possível e no qual ela faz parte. Ela também descobre que Sonny faz parte desse mundo mágico.

Na verdade, o Central Park é um portal de Samhain que dá passagem para o outro mundo. Esse portal foi criado pelo Rei do Inverno e abre nos solstício de inverno, com a exceção que a cada 9 anos, o portal fica aberto por 9 noites de outono. O portal tem 13 guardiões, chamados de Jano, para que os habitantes do Outro Mundo não passem para o mundo real e Sonny é um dos Jano.

"Por um breve momento, uma expressão vulnerável de saudade passou pelo rosto de Sonny. Kelly perguntou-se como o Outro Mundo era realmente. Parecia exercer uma poderosa atração sobre Sonny, mesmo que ele não pudesse voltar pra lá." pág 177

Depois que Kelly descobre a existência desse mundo mágico, ela passa a correr perigo de vida e estranhas criaturas passam a persegui-la. Por sorte, Sonny vira seu protetor e juntos vão descobrir que existem mais seres do outro mundo vivendo no mundo real do que eles imaginaram. No meio de tudo isso, Kelly vai ensaiando para a apresentação que curiosamente é uma história que aconteceu verdadeiramente no Outro Mundo e ela está interpretando a história de sua família.

A história do Outro Mundo é bem interessante e Kelly é a principal peça dessa briga. Sonny vai fazer de tudo para protegê-la e com isso vai nascendo um amor entre eles. As cenas finais são bem intensas e Kelly tem que ser corajosa para desvendar sua verdadeira identidade e para lutar por seu amor.

Kelly é uma protagonista determinada, independente e teimosa, mas muito cativante. Sonny é muito protetor, fofo, lindo, adorável, eu adorei rsrs. Eles formam um casal bem fofinho e combinam. Os personagens do livro são bem construídos e intensos.

A narrativa está em terceira pessoa e é bem fácil de ser lida. Durante os ensaios, vamos acompanhando trechos da peça de Shakespeare, o que dá um toque especial no livro. Gostei da autora ter feito uma outra história baseada na de Shakespeare e não ter feito só mais uma releitura. Depois de ler o livro, fiquei bem curiosa para ler a peça original.

A capa está maravilhosa, eu adorei ^^. A diagramação é simples e as páginas são amareladas. Esse é o primeiro livro da trilogia que tem peças de Shakespeare como fano de fundo (os outros serão: Romeu e Julieta e A tempestade permeia). O final dele ficou perfeito, mas me deixou com mega vontade de continuar lendo a trilogia haha. Recomendo para quem gosta de Shakespeare e de fantasia!


site: http://entrepaginasesonhos.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



João Pedro 23/05/2014

Uma agradável surpresa
Quando li a sinopse do livro, achei que se trataria de mais um romance na linha de "Crepúsculo". Graças aos céus estava enganado. O romance está lá, mas desenvolvido de forma magistral.
Ao mesmo tempo que encontra o Belo Estranho (Wondrous Strange que nomeia tanto o livro quanto a série no original) a vida de Kelley Winslow vira de pernas pro ar quando uma série de coincidências estranhas a levam não só a encontrar o amor de sua vida, mas também a descobrir os segredos por trás de sua origem, que a jogam no centro de um jogo de intrigas extremamente bem desenvolvido, onde nada é o que parece ser.
Tudo isso enquanto o mundo mortal é ameaçado pelo despertar de um antigo mal.
comentários(0)comente



13 encontrados | exibindo 1 a 13