Primeiro e Único

Primeiro e Único Lauren Sandler




Resenhas - Primeiro e Único


3 encontrados | exibindo 1 a 3


Jessica Oliveira 30/07/2014

Resenha para o blog Books and Movies
Lauren Sandler é uma jornalista é filha única e tem apenas um único filho, diante de suas experiências ela resolve desmanchar o estigma que os filhos únicos carregam consigo. A autora tenta fazer com que o leitor entenda que nem todos os filhos únicos são solitários, egoístas, infelizes ou inteligentes demais, todos essas teorias que se tem em cima da criação de um único filho.

Eu particularmente venho de uma família grande, tenho 4 irmãos e nossa relação foi sempre maravilhosa, não consigo me imaginar sendo uma filha única e, francamente, não sei se esse fosse o caso se iria gostar. Mas analisando os dias atuais é senso comum percebermos que se você quer ter uma família e viver com qualidade não se é possível ter muitos filhos. Afinal, todos nós sabemos que para educar, vestir e alimentar uma criança, hoje em dia, é muito caro. Sem falar que você tem que ter CERTEZA de que é isso mesmo que você quer, após você colocar no mundo uma criança não existe devolução.

Sandler deixa isso bem claro, além de ressaltar que filhos únicos não são melhores ou piores do que filhos com irmãos. A nossa sociedade hoje em dia vê com maus olhos a mãe que decide ter apenas um filho, é como se quando você decidisse optar por ter apenas um filho você estivesse delegando para a criança o pior destino. Afinal, como essa criança poderá ser feliz tendo apenas os pais como companhia? Ela com certeza precisará de um irmãozinho para brincar. Óbvio que tudo isso não passa apenas de preconceitos, uma criança que é filho único pode ser tão ou mais feliz do que uma que possua irmãos, tudo vai depender da criação que seus pais vão lhe dar.

Ter ou não apenas um filho depende de cada pessoa, depende daquele tão falado planejamento familiar que nós brasileiros a maioria das vezes, se não sempre, deixamos de lado. O fato é que não importa se você vai ter um ou dez filhos, você tem que estar ciente que ter uma família é uma responsabilidade para a vida toda. Saber que a partir daquele momento você é responsável por um outro ser que por muito tempo irá depender exclusivamente de você.

A mensagem que a autora nos passa é que se você quer ter apenas um filho, vá em frente e realize a sua vontade. Não dê bola para o que a sociedade estipula, não dê ouvidos para aquela sua vizinha que quer porque quer convencer você que uma família numerosa é muito mais feliz do que uma pequena. Forme a sua família e seja FELIZ não importando o número de filhos que você tenha.

site: www.booksandmovies.com.br/
comentários(0)comente



Rafaela Rezende 21/02/2020

Não tão interessante como pensei...
O livro não é ruim, porém é indicado pra um determinado grupo, mães. Que querem ou não ter mais filhos.
comentários(0)comente



Marla 09/05/2015

Primeiro e Único – Lauren Sandler
Primeiro e Único levanta a questão, será que é tão ruim ser filho único e optar por ter apenas um filho? Em um total de 174 páginas já que li em e-book, a autora Lauren Sandler, que é filha única e também é mãe de uma filha única relata por meio de pesquisas e depoimentos questões como:

1- Os pros e os contras de ser filho único.
2- As dúvidas sobre ter mais um filho.
3- Os conflitos ao optar em ter apenas um filho.
4- Ser filho único é estar sozinho ou ser solitário?

"Um é realmente o número mais solitário?"

Quando Primeiro e Único estava sendo lançado eu sinceramente não estava tão interessada em lê-lo, mas sua capa que é uma graça, acabou me convencendo a dar uma chance a ele e no final o resultado não foi totalmente positivo. Explico!! Primeiro e Único tem um tema interessante, acredito que exista uma curiosidade sobre os mitos de ser filho único, além das dúvidas que muitos casais tem ao pensar em iniciar uma família. Ter um ou mais filhos? Se você levar para esse lado, o livro e totalmente válido. Mas então vocês devem estar se perguntado, porque então eu dei 2,5 ao livro. O que não me agradou a ponto de não me envolver e levar semanas lendo ele, foi à estrutura com que a autora desenvolveu a trama. Sinceramente achei cansativo ler sobre as pesquisas, índices, probabilidades e etc. Acredito que se a autora tivesse falando apenas sobre sua experiência em ser filha única e mãe de uma filha única, em vez de fazer um apanhado de opiniões, o livro teria me agradado mais. Espero ter conseguido me expressar direito e finalizo dizendo que o livro não foi o que eu imaginava, mas pode vir a agradar vocês, então eu sugiro que vocês leiam e tirem suas próprias conclusões.

Resenha Postada no blog Louca por Romances no dia 09/07/2014

site: http://loucaporromances.blogspot.com.br/2014/07/resenha-primeiro-e-unico-lauren-sandler.html
comentários(0)comente



3 encontrados | exibindo 1 a 3