A Heroica Lenda de Arslan #01

A Heroica Lenda de Arslan #01 Hiromu Arakawa




Resenhas - Arslan Senki 01


7 encontrados | exibindo 1 a 7


Erika 20/04/2020

Bom, mas sem empolgar
O que acontece quando o criador de um dos seus animes favoritos lança uma nova obra? E para melhorar adiciona uma mangaká de sucesso para desenhar todo esse novo universo fantástico? Você provavelmente surta e deseja colocar seus olhos no mangá de todas as formas. Pelo menos foi o que aconteceu comigo.
[...]
Mas para minha decepção o primeiro volume foi bom, mas não empolgou. Uma dose da frustração com certeza é devida à expectativa. Claro que imagino que os próximos volumes serão melhores e a história se tornará incrível como Legend of Galactic Heroes foi.
[...]



site: http://upandoavida.com/manga-resenha-a-heroica-lenda-de-arslan-volume-1/
comentários(0)comente



Cris 01/03/2021

Gostei demais!
Acho que esse mangá tem bastante a surpreender. Temos o plot do garoto rico que tem um tratamento gélido por parte dos pais.
Arslan vive numa nação próspera e bélica. Totalmente o oposto da sua personalidade gentil e até um pouco inocente.
Claro, é um shounen e nosso príncipe Arslan vai conhecer os horrores da guerra.
Vemos que seu reino luta contra um povo que cultua o deus yadalbaoth (não sei se está correta a escrita) e tem muitos escravos. Até às crianças vão pra guerra, e uma delas faz o príncipe Arslan de refém pra poder escapar.
Vemos questões de escravidão, luta entre culturas diferentes, religiões, formas de governo, jogo de interesses, com um pano de guerra num período do povo Persa.
A Arakawa ficou livre para criar e o ritmo é viciante. Fazia tempo que eu não lia um mangá com temática de guerra que me prendesse tanto.
Que rei cego esse pai do Arslan, mas acho que ele esconde segredos.
comentários(0)comente



Estela | @euviestrelas 14/07/2020

Pars é um grande reino localizado sobre a rota continental. Seu exército é famoso por ser inigualável, formado por muitos homens de grande coragem. Neste reino vive o príncipe Arslan, um garoto considerado fraco e incapaz por todo o reino. Com 14 anos, Arslan é levado a marchar para a guerra pela primeira vez onde inicia sua saga.

A Heróica Lenda de Arslan nos apresenta à história do pequeno príncipe de Pars, focando um pouco em sua vida no reino e na primeira guerra do garoto.

Eu gostei muito do primeiro capítulo, que pelo que eu li foi acrescentado ao mangá pra dar uma melhor introdução a história e nos apresenta um pouco ao reino e ao príncipe. O Arslan kid é a coisa mais fofa do mundo e fiquei com dó dele pelo desprezo dos outros que não ligam muito pra ele

Os desenhos da história foram feitos pela Hiromu Arakawa, autora de Fullmetal Alchemist, e eu gostei bastante dos traços dela, as vezes ela faz cenas bem detalhadas e em alguns outros momentos quando não é necessário o foco no plano de fundo as cenas são mais simples focando nos personagens.

É um mangá com mais cenas do que diálogos e o fato de a maior parte ter sido cenas de guerra me deixaram meio perdidas um pouco, acho que isso pode melhorar nos próximos volumes já que é a história do Arslan.

Esse volume é bem introdutivo e como disse fica mais focado na guerra e algumas consequências, o que não me agradou tanto quanto esperava. Faltou algo ali para me empolgar, mas acho que a história pode me conquistar no futuro já que eu gosto bastante de saga de herói.

site: https://www.instagram.com/p/CA6QQswjpjV/
comentários(0)comente



Bárbara Krüger Guimarães 17/06/2021

Um início sanguinário.
A obra começa bastante simples, um início leve que me fez questionar se realmente ficaria mais denso ou se Arslan seria só mais um príncipe sem sal e personalidade, mas conforme as coisas se desenvolvem percebemos que ele é uma criança e é retratado muito bem como uma.
Arslan não sabe lidar com a sua posição nem com a responsabilidade de ser o príncipe, mas quem esperaria isso de uma criança de onze anos? Bom, aparentemente todo o reino. O primeiro capítulo da obra engana muito bem, mas nos capítulos seguintes já é possível ver que vem muita violência, guerras por poder e reflexões sobre a sociedade pela frente.
Achei um bom início, faltaram algumas coisinhas no enredo para que a obra levasse um cinco, mas o traço da Arakawa está fantástico e a edição da JBC excelente!
comentários(0)comente



Priscila 26/04/2020

Esse foi um lançamento que esperei muito, por ser adaptação de uma série que livros que sempre quis ler e o mangá ser adaptado pela mangaká Hiromu Arakawa(autora de de FMA). A história nesse primeiro volume me agradou em partes, mas terminou me deixando ansiosa para o próximo volume. Aqui temos Arslan, o príncipe de Pars, um garoto ingênuo e bondoso, considerado fraco e incapaz. Que acaba indo para a guerra pela primeira vez aos 14 anos. A força do exército do seu pai era inigualável, mas temos um acontecimento dramático e aí partir daí a história irá se desenvolver.
comentários(0)comente



Jessie 04/02/2021

O doce e ingênuo Arslan
"O reino arde em chamas
Quão grande é este mundo?"

Arslan, é o príncipe de Pars, reino localizado sobre a rota continental. Inicialmente o garoto aparece com apenas 11 anos de idade, sendo uma criança dócil e ingênua, é sequestrado por um prisioneiro do reino inimigo dentro do seu próprio lar que foi inspirado no império de Persia, logo sendo um reino farto e rico pelo grande número de escravos.
Depois do ocorrido o príncipe ficou com uma imagem de alguém fraco e incapaz, impressão totalmente oposta a de seu pai que era um rei rígido e forte, nunca havia recuado de uma batalha, até agora.
Aos 14 anos o príncipe Arslan parte para a guerra em sua primeira batalha posicionado justamente na linha de frente liderando 10 mil homens que marcham somente para cavar sua própria cova.
Será que Arslan se tornará um rei tão forte e imponente quanto seu pai?

Observação: a obra é da mesma autora de Fullmetal Alchemist.
comentários(0)comente



Yasmin 20/10/2021

Arslan é um menino muito inocente, mas o que é totalmente compreensível, pelo fato de ser o príncipe e vivia na sua "bolha". Mas nesse primeiro volume já temos uma situação que eu amei, Arslan é confrontado por um menino escravo e aquilo deixa ele pensativo, sobre as coisas que ele conhece, que lhe foram ensinadas como certas, só isso já me fez amar o primeiro volume.

Gostei dos personagens, Arslan é um muito fofo, apesar de sua ingenuidade não deixa de lutar por aquilo que acredita, gostei do Daryun é um personagem centrado, cativante e me deixou interessada pra saber mais sobre ele (e me lembra muito a ganância de Fullmetal, mas só na parte física).

Outra personagem que não teve tanta voz nesse volume mas gostei, foi da rainha, ela tem cara que esconde algum segredo grande e eu adoraria que ela fosse mais desenvolvida nos volumes seguintes.

A Heróica Lenda de Arslan tem uma história muito promissora o mangá é instigante e a guerra te deixa tensa para saber qual lado vai vencer, o porquê de está acontecendo. O que Arslan fará para voltar a ser o príncipe, qual é o futuro da capital na capital e dos outros personagens, e também tem a questão da religiosidade que o mangá deixa no ar.

O mangá de A Heróica Lenda de Arslan é, na verdade, uma adaptação da novel do Yoshiki Tanaka, que foi publicado entre 1986 a 2017, são 16 livros. Já a arte da adaptação do mangá fica por parte da Hiromu Arakawa, autora de Fullmetal Alchemist, também tem uma adaptação para anime que conta com 2 temporadas.

A arte da Hiromu é perfeita, os painéis da guerra são incríveis, imersivo e trás mais sentimentos ainda para a obra, cada detalhe é magnifico e eu não canso de dizer o quanto essa mulher desenha bem, alguns personagens podem lembrar Fullmetal, o que me deixou com saudades.

A Heróica Lenda de Arslan é incrível e eu tô doida pra continuar esse mangá, inclusive continuar colecionando, e conhecer cada vez mais os segredos dessa história.
comentários(0)comente



7 encontrados | exibindo 1 a 7


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR