Depois Do Que Aconteceu

Depois Do Que Aconteceu Juliana Parrini




Resenhas - Depois do que aconteceu


65 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5


Thays 30/08/2015

Fantástico.
Isabel uma jovem mulher de 27 anos, que está em seu estado mais vulnerável, a mais de um ano vive em uma depressão por ter sido abandonada, como se já não bastasse ter sido abandonada por sua mãe, seu ex noivo Alex a abandona após 13 anos de relacionamento, ao certo não se sabe o que aconteceu Alex, cheguei a cogitar a possibilidade dele ter morrido. (Vocês descobriram ao longo do livro).

“Trezentos e setenta e nove dias, para ser mais específica. Esse é o tempo que venho tentando sobreviver desde que tudo aconteceu.”


Isabel amava e ainda ama Alex, é por conta disso toda a sua depressão, a única coisa a manteve fora de casa foi o seu trabalho de fotografa, por vários momentos temos lembranças de Isabel com Alex no passado e vemos o quanto ela foi feliz e por isso ela está sofrendo.

Suas amigas, as duas gêmeas que são como suas irmãs, não aguentam mais ver sua amiga se afundado e definhando por conta disso. E começam a convencer ela a sair, nessa saída ela conhece Jonathan que é um homem muito bonito mais que não mexeu com ela. Mais que pode ser um grande amigo.

Isabel decide que está na hora de passar por cima disso e mudar, (sem passos de caranguejos Bel).

“Posso passar mil anos sem te ver, mil anos sem sentir sua presença, sem sentir seus braços rodeando meu corpo, mais isso nunca me fará deixar de te amar, infelizmente. Você acabou com a minha vida! Confesso meus sentimentos a mim mesma, indo contra a tática inicial de encontrar motivos para odiá-lo. Eu o odeio. Odeio tudo o que fez, mas eu o amo ainda mais por tudo que significou.
Eu preciso da verdade. Preciso mudar.”

A sua primeira ideia de mudança é ir a São Paulo junto com seu pai, enquanto seu pai está em reunião ela decide se aventura pela avenida paulista e decide dar um trato no visual, ela é uma mulher linda, mais acabou relaxando durante esse 1 ano. Ela sai do salão linda com um visual novo, andando distraída pelas ruas ela esbarra em um homem lindo.

“Assim que termino de ver o estrago da câmera, olho para o homem que quase me jogou no meio da avenida. Levanto as sobrancelhas ao ver os olhos do responsável pelo acidente. Isso é real? Esse homem existe mesmo ou bati com a cabeça? Esfrego a teste, a fim de me concentrar. Ele é tão lindo que fico encabulada.”

Sua câmera quebrou e essa é a desculpa perfeita para que Daniel (o estranho), tenha a oportunidade de ver mais uma vez a linda mulher que mexeu com seus sentimentos. Ele a convida para um jantar e após relutar muito ela aceita. Nossa, ela mesmo não se reconhece, um encontro com um estranho. O pior de tudo isso é que ele despertou nela desejos que a muito tempo estavam adormecidos.

Após um jantar maravilhoso, ela se vê relembrando a forma como aquele homem a beijou com tanta intensidade. É estranho como rapidamente ela sentiu um desejo por aquele homem, um estranho, ela nem sabia quem ele era. O que ela não sabe é que esse estranho não é tão estranho assim acontece que quando ela volta para o Rio de Janeiro, ela não recebe nenhuma ligação e nem mensagem dele. Mas uma hora ela o encontra e bem a revelação causou um pouco de transtorno e raiva para ela. Acontece que não só ela mais como Daniel também ficou encantado e se sentiu diferente, pode ser sido pouco tempo mais ele se sentiu de uma maneira como nunca se sentiu antes.

A relação com Daniel e Isabel, não pode ir pra frente até que a Isabel conte o seu segredo, conte o que aconteceu para ela ser abandonada, ela ama Alex e ela já disse isso muitas vezes para ele, então é nítido seu desconforto e insegurança. Ele a quer por inteiro e não pela metade, Isabel terá que ter forças para enfrentar o seu passado e contar a verdade a Daniel.

Uma história sobre amor, superação, intrigas, revelações e acima de tudo confiança.
É preciso sentir toda dor, toda angustia para conseguir seguir em frente.

“O amor que sinto pelos dois é diferente: o Alex foi um sonho lindo que vivi e Daniel é a minha empolgante realidade.”
Eu estava a mais de um mês com uma ressaca literária sem saber exatamente o porquê dessa ressaca, e lendo esse livro eu descobri eu estava sentindo falta de um livro que me surpreendesse. E foi bem no ponto que eu queria, eu li sem para esse livro por que eu queria saber o desfecho.
O final desse livro é arrebatador e devastador. Por um momento seu acreditei em algo, e bom, o final tirou isso de mim, mas me fez ver que a história do segundo livro será ainda mais intensa que esse livro.

É muito difícil eu consegui me apegar a uma personagem (feminina), isso mesmo feminina que passou por momentos difíceis e agora está tentando se erguer, mais eu me apeguei muito a Bel, e por muitas vezes me peguei chorando perguntando como alguém aguentaria tudo que ela passou.

O livro é narrado em primeira pessoa apenas pelo ponto de vista da Isabel. Vi algumas resenhas contando o que aconteceu com Alex, eu não vou falar sobre isso, pois eu amei o suspense e foi exatamente esse suspense que não me deixou largar o livro até ler a última página e desmoronar, eu passei pela fase de ódio até a aceitação e neste momento estou ansiosa para saber tudo sobre o próximo livro.

Eu desafio você a ler e não se apaixonar por essa história, foram 7 horas lendo esse livro, as melhores horas da minha vida neste ano. Esse livro sem dúvidas foi um dos melhores livros que li esse ano.
A escrita da Juliana Parrini é encantadora, leve e fácil, eu fiquei fascinada com a forma como a autora descreveu cada sentimento e também cada passo que Isabel estava amadurecendo.

Eu vou parar por aqui, esse livro é maravilhoso e recomendo muito a leitura desse livro. Como eu sempre digo, está aí mais um nacional, que ainda ouviremos muitos elogios!
OBS: necessito urgente da continuação. Juliana você vai me matar de ansiedade.

site: http://thaysmdelima.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Helen 16/05/2016

Uma junção de vários clichês.
Ganhei o livro, li a resenha e imaginei que leria um romancezinho gostoso, porém o livro é extremamente irritante. Há muitos diálogos desnecessários de serem descritos, os personagens me confundem, são todos perfeitos demais para o encaixe da estória e já nos primeiros capítulos você já consegue imaginar como vai acabar.
O término de Alex e Bel é muito meloso, a forma como o Daniel surge é clichê ao extremo, Jonathan e sua perfeição mostrando que essa Bel só encontra "príncipes" na vida dela, a tia da Bel também, a Marcela é o tipo de personagem encaixe para a protagonista conseguir o que quer sendo "correta"...
Uma decepção, de verdade.

É incrivel ver escritores nacionais fazendo sucesso, de verdade. Mas esse tipo de livro tem que criar algo novo, é tudo muito bonzinho, certinho e quem é mau, é mau demais. Seria muito interessante ela sair dessa sem nenhum, ela se encontrar e ser mais feliz, ter colocado ela mais tempo sozinha, curtindo a vida, algo assim.
Lane 29/06/2016minha estante
Acabei de ler o livro ontem e mesmo tendo gostado da história, não deixo de concordar com você Helen... Personagens perfeitos demais, muitos clichês.. :/


Ines.Xavier 26/07/2016minha estante
Uma decepção mesmo. =(


Romane 03/09/2016minha estante
Oh mulher, eu não devia, mas tô tão feliz de não ter sido a única que tinha pensado exatamente isso que você disse em relação a tudo. Tudo mesmo. Muito meloso e irritante, e meu Deus. E ainda tem o segundo que tô criando coragem pra ler.




Nathi 23/06/2015

Curiosa
A história sempre te deixa intrigada para saber o que vem na sequencia. Gostei bastante.
comentários(0)comente



Kennia Santos | @LendoDePijamas 20/10/2015

“Podem se passar dez, vinte, cinquenta anos, sempre me lembrarei do seu sorriso.”
Pense em um livro com MUITAS, mas MUITAS mesmo idas, vindas e surpresa? Esse pode ser chamado de enredo tipo montanha-russa, pois nunca é possível prever o que vai acontecer.
A princípio, fiquei bastante empolgada mesmo com a leitura, a Parrini começa a evolução dos fatos com coisas que te deixam assim: “CACETE, SÉRIO MESMO CARAMBA?”, surpresa atrás de surpresa, que tomam rumos inimagináveis na história, e se encaixam, fazem sentido para a continuação do desenrolar dos fatos.
O que me conquistou nesse livro foi a tamanha qualidade da escrita e do enredo da autora, que consegue intercalar o tempo de narração com perfeição e sem deixar o leitor confuso, a história que faz sentido em tudo, e com fatos jamais esperados, que deixam sempre com expectativa para o próximo capítulo.
Quero esclarecer algo: sou total, absoluta e completamente TEAM ALEX.
Não, não achei o Daniel tudo isso, bastante impulsivo e excessivamente possessivo, dominador, se-faz-de-santo-mas-não-é; no início achei bacana a atitude dele, de realmente ir atrás da mulher que despertou coisas jamais sentidas nele, porém decorrendo a história, se tornou exagero pra mim.
Admiro muito a força da Isabel, porém, também com o decorrer da história, começa a se tornar impulsiva, e confusa; as únicas cenas que eu gostavam eram as narradas do passado, quando ela ainda estava com Alex, porque apesar do que aconteceu, se mostraram de um casal extremamente companheiro e apaixonado, dedicado, e inspirador.
A única coisa que a Juliana Parrini errou foi no excesso e enfatização de termologias românticas. A cada página tinha repetição de no mínimo duas vezes de frases como “mulher da minha vida”, “meu raio de sol”, “luz da minha vida”, (são exemplos), o que me deixou muito enjoada, com vontade de ARGH, CALA A BOCA DANIEL, JÁ ENTENDI, DROGA.
Sem contar que, espera-se que o tal fato que ‘’aconteceu’’ abale a história e dê uma sacudida em tudo, e no fim das contas, não acho nada demais, algo completamente previsível.
Sim, irei ler o próximo livro porque acho que a coisa vai começar a ficar BOA DE VERDADE (quem leu o final sabe o que eu quero dizer), espero que realmente não tenha tantos pecados em termologias. Recomendo esse livro SIM, pois é uma leitura contagiante e que te prende.

comentários(0)comente



Fer Miola 06/09/2014

Lendo a sinopse você já consegue ter uma ideia de que a vida de Isabel não será nada fácil. É difícil achar o rumo certo quando tudo parecia estar nos seus devidos lugares e um furacão dá um sacode em tudo. Com certeza deve haver uma justificativa para que Alex tenha deixado Isabel, mas diante do sofrimento que ela se encontra e do quanto tem anulado sua vida, é difícil demais vê-lo com bons olhos. Também não vou esconder minha torcida pelo Daniel, afinal de contas, a autora usa o avatar do homem mais lindo do meu mundo para representá-lo.

Há quem diga que o destino colocou esse moço tão lindo na vida de Isabel, mas eu prefiro acreditar que nada acontece por acaso e que está mais do que na hora de Isabel tocar sua vida e ser feliz.

Não tem como não comparar os primeiros momentos de Isabel com Alex e de Isabel com Daniel. Sei que terá vários leitores que poderão preferir o Daniel assim como outros irão preferir o Alex. É engraçado que algumas leituras tem tido esse tipo de conflito, onde alguém tem que ser o escolhido, mas vejo isso como algo válido, porque de certa forma faz com que os leitores se dividam em suas preferencias e opinem mais. Eu, como uma #Henrymaníaca, lógico que vou preferir o Daniel... (risos).

A relação de Alex com os pais também não é nada fácil. Os pais queriam que ele seguisse a mesma carreira que eles e assim, assumisse a direção da empresa de advocacia, mas Alex quis fazer administração. Em um primeiro momento não dá para ter certeza de que os pais sejam apenas negligentes com o filho ou se há realmente algo bem pior por trás. O fato é que Alex começa apresentar um comportamento estranho e quando Isabel procura entender o que está acontecendo e recorre ao sogro, este lhe vira as costas, pouco se importando com o filho.

Jonathan também surge na história e está super a fim da Isabel. Bom, dizer que esta garota nasceu virada para a lua é bobagem, né? Só homens lindos aos seus pés. Filhotinha, passa um pouquinho deste seu doce pra cá e divida o pão com as próximas...

Nem tudo são flores da vida da gente, então, não é de estranharmos que na vida dos nossos personagens também haverão espinhos. Daniel tem um impedimento que deixa Isabel transtornada. Ela sabe que não deve, mas ela o deseja muito. Daniel também a quer, mas precisa encontrar a forma de ficarem juntos. O ciúmes que ele sente de Isabel é claro e notório. Nessa jogada está Jonathan. O rapaz está apaixonado no Isabel, mas dá pra sentir que ela ainda (sim, digo ainda porque a gente não sabe o que vai acontecer adiante) não está interessada nele da forma como está por Daniel.

Alex sofre de esquizofrenia. Achei interessante esta abordagem que a Juliana fez, pois este é um tema que até hoje eu nunca havia visto sendo tratado. A medida em que você vai avançando na leitura, você detecta os sinais que Alex transmite, o quanto Isabel se convalescia do problema do namorado e dá a entender até então, que este tenha sido um dos motivos pelo fim do relacionamento deles. Mas até aqui, ainda fica a pergunta: "O que aconteceu com o Alex realmente?"

Isabel terá que enfrentar algumas situações complicadas até mesmo para seu próprio amadurecimento. Depois do que aconteceu (olha o trocadilho), Isabel precisará acreditar mais em si mesma também. Por sorte, seu pai é um grande amigo e ela ainda conta com Lua e Luci, suas amigas de infância, para superar todas essas dificuldades...

Não fique de fora dessa e venha conhecer mais uma história nacional da qual temos muito para nos orgulharmos.

site: http://vivendonomundodelivros.blogspot.com.br/2014/09/livro-depois-do-que-aconteceu-juliana.html
comentários(0)comente



Denise 22/12/2014

amei a história, viciante.
comentários(0)comente



Janise Martins 07/02/2020

Depois Do Que Aconteceu
A escrita de Juliana Parrini é bem simples, do cotidiano, podia até não ser tanto, perde um pouco da nobreza. Os diálogos são pobres, bobos até, eu diria. A história é narrada na primeira pessoa, por Isabel. E já começa com tristeza (ainda) de uma história de amor já terminada a um ano. E por esse motivo a história vai sendo contada ora no presente, ora no passado, assim vamos conhecendo tudo que aconteceu com Isabel.
Para sair da “fossa” e dar uma mudada na vida, Isabel viaja com o pai para São Paulo, para espairecer e visitar a tia e primos, que aliás, estão de mudança para o Rio e vão morar no mesmo prédio de Isabel.
Passeando em plena av. Paulista ela é “atropelada” pelo lindo Daniel. Desse “acidente” eles se aproximam, saem, se sentem atraídos, até aí tudo bem. Ela volta para o Rio, dias depois ele aparece, porque não conseguiu resistir (affff). Na semana seguinte os primos vão visitar Isabel e ela prepara um jantar. A prima de Isabel leva o namorado – pausa para minha revolta – adivinha quem é o namorado da prima??? Pois é, fala sério heim!!!
E essa brincadeira chata de gato (Daniel) e rato (Isabel), rola. Conto, não conto, ciúme, me apaixonei, me deixe, não me deixe… ou seja, o de sempre. Mas piora, ou não, sei lá! Com um mês o cara já diz que ama!!!! Se fosse a mulher, até entenderia, mulher carente é a maior trouxa! Hehehehehehe… mas homem dizer que ama em um mês???? Conto de Fadas? Atração, química, até finjo e deixo passar, mas amor? Forçou.
Mas tem as partes boas, por exemplo Daniel é apaixonado, carinhoso e apesar de Isabel tentar evitar esse “romance”. Tem umas partes tensas e uma parte deliciosa de ação e tapas da Isabel, tirei o chapéu pra ela!! hehehehehe
Agora, ruim é o desfecho da história de Alex com Isabel, que final lascado de ruim! Que na verdade, não é tão final assim. Logo agora que estava tudo bem, todos pingos nos “is” (depois de episódios bem chatos de vai de vem). Como a gente sabe, as coisas podem virar e piorar, pois é, é esse o caso. A coisa vai ficar feia, e a gente só vai saber no segundo livro. Até lá eu vou tomar tônico e vitamina para ter forças para ler, porque não foi fácil ler tanto clichê reunido, e olha que não ligo pra clichê!
Bjoo



site: http://janiselendo.blogspot.com.br/2016/02/depois-do-que-aconteceu.html
comentários(0)comente



Portal JuLund 21/10/2015

Depois do que aconteceu, @Suma_BR
Vivi aquela coisa de amor e ódio quando me coloquei a ler esse livro, a cortesia da Editora do Coração Suma de Letras, o livro da Juliana Parrini me conquistou aos pouquinhos e me fez sentir um turbilhão de sentimentos a cada linha lida.

Teve momentos em que fiquei com tanta ansiedade que cheguei a cogitar odiar a escritora por me torturar tanto assim, mas umas páginas adiante eu já a amava com todo o coração novamente.

A história de Isabel é envolvente, intrigante, romântica, ao mesmo tempo que a trama te prende por você necessitar saber como o coração de Isabel irá ficar, você necessita ainda mais saber o grande mistério que cerca a historia dela com o Alex.

Leia a resenha completa em

site: http://portal.julund.com.br/resenhas/depois-do-que-aconteceu-suma_br
Portal JuLund 30/03/2016minha estante
Depois do que aconteceu II, @Suma_BR

Um começo com um meio fim complicado, e um passado que insiste em se fazer presente, Alex e Isabel, Daniel e Isabel ou Alex e Daniel, rs. Esse livro me acompanhou durante uma semana no trajeto faculdade- casa, enquanto devia estar estudando comportamento infantil e seus moldes, estava entretida com as paisagens do Rio e o casal triangulo mais complicado que já tive o prazer de conhecer.

O livro começa com Isabel a beira do precipício, num luto de 1 ano. Não se sabe ao certo porque Alex não está junto dela: sumiu, arrumou outra, morreu? São tantas perguntas? E o que mantem Isabel ligada à vida é Luci e Lua, as gêmeas mais companheiras e leais que alguém pode ter como amigo.

http://portal.julund.com.br/resenhas/depois-do-que-aconteceu-ii-suma_br




[email protected] 25/07/2015

ME ARREPENDO DE NÃO TER LIDO ANTES!
A historia conta a historia de Isabel que teve o noivado rompido e se ve sem rumo numa especie de luto. Apois um ano se "luto" ela resolve sair da depressão e viver sua vida sem seu noivo.
Em uma visita a São Paulo Isabel conhece Daniel um homem de grande beleza que mexe com ela assim que se conhecem.
Mais muitos obstaculos aparecem para impedir seu felizes para sempre e quem pensa que Depois do que Aconteceu é o fim se engana, o livro tem continuação e é no Antes que aconteça que vai testar os limites de Daniel e Isabel.
comentários(0)comente



crislane.cavalcante 06/01/2017

Contente por dar uma oportunidade a obra
Não criei expectativas nenhuma para ler o livro, e creio que foi algo bastante positivo,pois, a cada capítulo que terminava mais me encantava e não conseguia de jeito nenhum largar o livro. Ainda bem que dei uma chance para esse livro e não me arrependo da escolha. Senti empatia pela Isabel imediatamente suas dores são bem críveis e amei o seu recomeço, essa força de vontade de viver e seguir em frente mesmo depois do que aconteceu. Não dei 5 estrelas porque acho que o Daniel deveria ter sido mais desenvolvido na trama, não estou dizendo que ele foi mal escrito nem nada do gênero, pelo contrário, gostaria de ter lido mais sobre a pessoa dele, saber o que ele pensa, essas coisas, maaaas como o foco é a Isabel tudo bem. Adorei as reviravoltas do enredo, mexeu demais com as minhas emoções, fiquei ansiosa, apreensiva, chateada, feliz... foi um misto de emoções que adorei ter sentido e isso é sinal de que a autora conseguiu mesmo atingir seu objetivo. Tem outro ponto que quero destacar aqui: Juliana colocou um tema difícil de ser abordado - Traição. Não suporto e nem gosto de ler isso, mas com maestria ela soube levar o leitor para outro patamar. E isso mostra que todos os personagens são como os seres humanos, cheios de qualidades mas também com defeitos. Parabéns mais uma vez e estou ansiosa pra concluir essa duologia!
Fabricy 15/05/2017minha estante
Também li sem expectativas e adorei!




Karen Silva 08/10/2015

Superação e amor próprio
Estou completamente encantada e apaixonada por esse livro maravilhoso, gente! A Juliana Parrini está de parabéns pela escrita incrível e pela sensibilidade ao contar a história da Isabel.
Fazia muito tempo que não lia um livro que me deixava, ao mesmo tempo, ansiosa e receosa por terminar. Nas dez últimas páginas eu travei uma completa luta comigo mesma, porque por mais que quisesse terminar, sabia que o fim ia me deixar louca pela continuação. E foi exatamente o que aconteceu. Esse final abalou completamente as minhas estruturas de leitora e confesso que, nesse momento, estou com um pouquinho de raiva pela Saraiva ter me iludido quanto a data de lançamento do segundo livro e depois ter mudado...
No início do livro tive a impressão de que a Isabel seria uma mocinha frágil, facilmente quebrável. Mas me surpreendi muito com como ela é forte e pés no chão, e em como aceita a nova realidade da vida dela e tenta tirar o melhor de tudo isso.
Mas confesso que os mocinhos não me prenderam muito. Alex ou Daniel, ainda não consegui morrer de amores por nenhum dos dois. O meu encanto mesmo ficou com a força da Isabel. Esperemos que a continuação mude isso, né?!
Um livro sobre superação e a importância do amor próprio. Que nos ensina que só não podemos viver sem nós mesmos. E que, muitas vezes, tentar esquecer é inútil. Só o que nos resta é aprender a viver com nossa dor e seguir em frente.
Kennia Santos | @LendoDePijamas 08/10/2015minha estante
vou comprarrrrr


Karen Silva 11/10/2015minha estante
Compraaaa




Ale 21/09/2018

Depois do que aconteceu
Posso afirmar com toda a certeza que a escrita da Juliana Parrini é extremamente cativante, que te faz gostar do livro logo nas primeiras páginas. Fiquei envolvida com a história e adorei a Isabel e os demais personagens apresentados na narrativa. A curiosidade por saber o que aconteceu com a protagonista, deixa a leitura interessante, fiquei me perguntando a todo momento o que tinha ocorrido para deixar marcas emocionais tão fortes em Isabel. Porém, por mais que tenha gostado muito do início da história, acabei me decepcionando com alguns fatos que ocorreram e com a atitude de alguns personagens, não concordando com muitas coisas que aconteceram.


Isabel teve um ano complicado, marcado pela perda e pelo sofrimento. Com a ajuda dos amigos e do pai, Isabel decide mudar sua vida, em busca de um recomeço. Assim, ao fazer uma viagem, Isabel acaba encontrando um homem que desperta sentimentos que ela jamais achou que iria sentir novamente. Daniel, o homem com quem Isabel se encontra, é dominado por um sentimento que nunca havia vivenciado, e por esse sentimento também será capaz de mudar a sua vida.


De início, não sabemos o que aconteceu com Isabel, apenas que ela foi abandonada pelo noivo e que passou o último ano vivendo a dor pelo fim do noivado. A história intercala passado e presente, mostrando detalhes desse relacionamento. Gostei muito de como a autora vai apresentando a história, fui instigada a todo momento sobre o que aconteceu com a protagonista e o que levou ao rompimento do noivado, e ao mesmo tempo torcia por ela, pelo seu recomeço. Vale ressaltar que me surpreendi com o motivo escolhido pela autora para o fim do noivado, pois não esperava pelos acontecimentos que a autora apresentou.


Mas então, você me pergunta: O que te desagradou no livro? O romance.

Daniel, mostra que é um homem possessivo e ciumento, ele trata Isabel como se fosse propriedade dele. Isso me incomodou demais, fora isso, as mentiras que Daniel carrega consigo me irritaram mais ainda e não consegui torcer pelo casal de forma nenhuma. Não sei se o problema sou eu, se problematizei demais a relação, mas eu não consegui gostar do romance criado pela autora.


Mesmo assim, posso dizer que gostei muito escrita da Juliana Parrini, mesmo discordando da forma como a autora conduziu o romance e fiquei curiosa com a continuação da história, o gancho deixado para o próximo livro é interessante e quero muito ver como a autora irá trabalhar o assunto no próximo livro.



Depois do que aconteceu é o primeiro livro de uma duologia, 'Antes que aconteça' é o livro que dá continuidade a história.



site: https://www.paginasdolivro.com.br/2018/09/resenha-depois-do-que-aconteceu.html
comentários(0)comente



Lari 26/08/2016

Emoção a cada página
Genteeee pensa em um livro bom, que vale cada segundo do seu tempo e te prende de um jeito que enquanto você não termina, você não consegue parar de ler.
Recomendo muitoooooo
Juliana você arrasou demais s2
comentários(0)comente



Camila 02/10/2015

Resenha: Depois do que Aconteceu (Por Livros Incríveis)
Isabel é uma carioca que estava prestes a casar, quando seu noivo a abandonou. Um ano depois, com uma forte depressão, suas amigas a fazem perceber que está na hora de recomeçar. Ela volta a ir ao bar, a ter contato dos amigos, e resolve se reaproximar do pai, viajando com ele para São Paulo. Na capital paulista, ela faz mudança de visual, e todas as outras mudanças que uma mulher merece. Bel então acaba esbarrando – literalmente - com o misterioso e charmoso Daniel Clark. Com ele, ela finalmente sente que pode seguir em frente, e abrir seu coração para amar novamente.

Depois do que aconteceu parece uma novela. Eu totalmente vejo o livro transformando-se no mínimo em uma minissérie bem produzida. Tem todos os ingredientes que chamam a atenção. A mocinha deprimida, que se transforma em um mulherão; o galã de novela; o outro galã que também quer conquistar a moça; as megeras que fazem de tudo pra ferrar com o romance da protagonista; e o melhor núcleo, que é o engraçado e auto-astral.

Não me entendam mal, o livro não é ruim. Mas poderia ter sido muito melhor. O início é lento, com muitas apresentações, descrições, e voltas e voltas, sem sair do lugar. Eu me vi querendo abandonar o livro inúmeras vezes. A narrativa só toma um ritmo depois da metade do livro, e aí eu continuei lendo e lendo, para saber o que acontece. A história se alterna entre passado e futuro, entre a vida atual de Bel, e suas lembranças que tanto a atormenta, com Alex, o ex-noivo,
Aliás, o ponto alto do livro é justamente esse; Parrini é MUITO boa com reviravoltas. A história toma um determinado rumo durante algum tempo e de repente, boom!, se transforma em algo totalmente diferente. Como as reviravoltas começaram apenas na metade, eu só me empolguei a partir daí.

Isabel é uma moça que tem certa atitude até certo ponto. Depois de ser abandonada pelo noivo, que estava com ela há 13 anos, ela entra em uma forte depressão, só saindo para trabalhar como fotógrafa, coisa na qual é uma ótima profissional. Eu entendo a parte depressiva, porque acho que quando se termina com alguém amado, o coração fica apertadinho. Imagina então quando 13 anos são gastos! Quando ela conhece Daniel, porém, ela age de forma bem madura, ao se apaixonar. Como dito muitas vezes por ela no livro, ponto pra ela! Entretanto, não foi uma personagem que me cativou.
Quanto aos galãs, eu odiei os dois! Daniel, apesar de eu não ter duvidado de sua paixão por Isabel por nenhum momento, me pareceu um personagem forçado e estereotipado. Gente, possessão não é legal! Nem perseguição, por sinal. O romance dos dois é bonito, porém. Clichê, mas fofinho.
Já Alex, não sabemos nada além do que Isabel conta (já que o livro é narrado em primeira pessoa). Entretanto, achei que muitas de suas escolhas foram erradas e precipitadas, causando mal a várias pessoas.
Uma menção honrosa as amigas gêmeas da protagonista, Lua e Luci. Lua é uma das melhores personagens secundárias que li nos últimos tempos, e espero que tenha surpresas tão boas pra ela quanto sua irmã (que também é ótima!) teve.

Depois do que Aconteceu é um livro bom, mas sem grandes surpresas. Bom, mas nada de novo, nada especial. Ainda sim, pretendo ler o segundo livro, que dizem ser melhor que o primeiro.

Sobre a duologia:
Depois do que Aconteceu é o primeiro livro da autora carioca Juliana Parrini, que começou se lançando no Wattpad. O segundo chama-se Antes que Aconteça, que é a continuação, mas até onde sei, os capítulos se alternam entre os povs dos personagens. Está previsto pra ser lançado em outubro, também pela Editora Suma de Letras.

Leia mais resenhas em:

site: http://porlivrosincriveis.blogspot.com.br/2015/10/resenha-depois-do-que-aconteceu-juliana.html?m=1
comentários(0)comente



Doida pra ler 18/01/2018

Que ansiedade!
Me sigam no Instagram @doidapraler . Lá tem muitas resenhas

Sabe aquele livro que te prende do início ao fim? Que a última página faz seu queixo cair e que você tem que ter a continuação, porque a curiosidade junto com a emoção vai te consumir. Esse livro é o ?Depois do que Aconteceu?.
?
Gente! Juliana Parrini (valorizando #autoresbrasileiros) simplesmente fez uma trama envolvente com aqueles ?tam tam tam? (leia com barulho de suspense de novela) kkkk.
?
Eu precisava entender essa história. Fique intrigada com a protagonista Isabel que sofre logo nas primeiras páginas com uma depressão profunda e a autora só vai liberando aos poucos o motivo.
?
Isabel passa um ano difícil, sofrendo com a ausência do seu noivo, que a abandonou. Decidida a dar um novo rumo para sua vida, a protagonista, com ajuda do seu pai e de suas melhores amigas, resolve seguir em frente. E nesse ritmo de mudança, ela volta a trabalhar como fotógrafa, dá um tapa no visual e decidi fazer uma viagem rápida acompanhado seu pai até São Paulo.
?
Durante o seu passeio, Isabel encontrará uma pessoa que fará ela se sentir viva novamente. Daniel, responsável por essa reviravolta, é misterioso e também ficará mexido com esse encontro. Aí a trama começa de verdade! Várias reviravoltas acontecerão. Vai ter surpresa, vai ter babado, vai ter muita coisa
?
A história é construída intercalando o presente com o passado, e assim conseguimos entender os motivos do ex-noivo e de tanto sofrimento da protagonista. A autora trabalhou de forma brilhante com um tema delicado que eu não tinha muito conhecimento.
?
Cabe ressaltar aqui que achei Daniel um pouco possessivo no relacionamento, mas me esforcei ao máximo para compreender sua insegurança.
?
Essa é uma história de recomeços. E vamos para o segundo livro entender o fim dessa história!
?
comentários(0)comente



65 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5