Os Franceses

Os Franceses Ricardo Corrêa Coelho




Resenhas - Os Franceses


6 encontrados | exibindo 1 a 6


luke 17/09/2011

Excelente !!!!!
Indispensável para todos que já viajaram ou ainda pretendem viajar para a França.

Além de ter uma escrita clara, objetiva e bastante agradável, o livro em vários aspectos, me fez rever alguns conceitos que tinha da cultura francesa, que sem dúvida alguma, pode ser considerada como uma das mais ricas do planeta.

O livro é uma maravilhosa aula de história, de cultura, de geografia, dos hábitos, da educação, da culinária, da relação que a França tem com seus vizinhos, da paixão pelo vinho e pelo queijo, e muito mais.

A cada página, um enorme deleite !!!!!!!!!!

Recomendo !!!!!!!!!!!
comentários(0)comente



Larissa Benevides (Clã) 25/09/2017

Resenha: Os franceses
"Definitivamente, os franceses não são um povo insosso, assim como não é insossa a sua comida, nem apática a sua vida política e muito menos desprezível a sua colaboração para a filosofia, a ciência, a literatura e as artes."
Os Franceses é um livro da coleção Povos & Civilização da editora Contexto. Escrito por Ricardo Corrêa Coelho, cientista social, que foi casado com uma francesa e morou algum tempo na França.

O livro segue uma lógica cronológica onde é apresentado primeiramente a história da França, a "criação" do povo, a assimilação da primeira leva de imigrantes que ocorreu depois da primeira guerra, os casos não tão bons na segunda leva de imigrantes após a segunda guerra mundial. Tudo para que possamos entender como foi a formação desse povo.
"Os europeus, com seus muitos séculos de história, percebiam suas culturas e sociedades como matrizes prontas e acabadas a serem reproduzidas nas novas terras. Seu papel no mundo que se inaugurava com as grandes navegações e com o descobrimento da América seria o de levar a civilização aos selvagens por meio da colonização e da evangelização dos pagãos."
Além disso o autor traz toda a parte da evolução do governo e organização territorial do país, bem como o seu relacionamento com os países vizinhos que mostram boa parte dos valores e ideais desse povo.

Depois de passar pela história e entender o passado, o autor traz um pouco do cotidiano dos moradores e também da sua cultura e costumes.
"Esse gosto e inclinação dos franceses pelo belo levou alguns estudiosos do século XIX, como bem lembrou Zeldin, a definir a essência dos franceses como: a capacidade de se divertir de maneira particularmente completa, intelectual e sensualmente, de brincar com as ideias, de conversar de forma brilhante, gentil e espirituosa, de dissipar a tristeza por meio da arte, de aplicar a arte a todos os aspectos da vida, do sexo aos jardins, pois ser francês era ser, sobretudo, artificial."
A educação na França também é abordada mostrando como a preocupação que os governantes franceses vem apresentando no último século. Mostrando a estrutura do ensino no país e os sistemas universitários.

E como não poderia faltar, também temos a abordagem da arte na França. Um pouco parecido com os outros capítulos temos apresentação de alguns locais onde a arte pode ser apreciada e artistas franceses sempre trazendo sua história e influência. Locais como o museu do Louvre, o romancista Balzac, o pintor Claude Monet, entre outros.

É claro que um livro sobre os franceses não deixaria de fora a parte gastronômica, parte tão maravilhosa do local. No livro temos um capítulo inteiro abordando a parte gastronômica dos franceses e fechando com chave de ouro, nos traz três receitas clássicas: Carne à moda da Borgonha, Gratinado à moda de Dauphine e Peras ao vinho. (Ansiosa para testar cada uma delas, rsrs)

O livro tem uma capa linda e confesso que da estante parece até capa dura, rsrs. A diagramação está muito boa e as fotos ajudam na fixação do que aprendemos sobre o país. Realmente uma coleção para se ter na estante.

O autor utiliza uma excelente linguagem e com várias referências. Todas as áreas são bem explicadas, mostrando ao leitor onde os franceses foram influenciados por outras culturas e onde foram os influenciadores. Um livro de história que passa o conhecimento necessário de forma leve e tranquila.
Para aqueles que gostariam de saber mais da cultura francesa, porque gostam do país ou para aqueles que farão uma viagem e querem saber mais sobre estão indo.
"Entre todos os povos da Terra, os franceses são provavelmente os mais irrequietos e inconformados, sempre em busca da inovação e obstinados na sua convicção de que só as luzes da razão são fonte segura para o progresso social, científico e econômico da humanidade."

site: http://www.cladoslivros.com.br/2017/05/resenha-os-franceses-de-ricardo-correa.html
comentários(0)comente



Alexandre 22/08/2018

Muito interessante
Ricardo Corrêa Coelho consegue fazer um panorama interessante de vários aspectos do povo francês, sua história, cultura, gastronomia, educação, valores. Cheio de curiosidacur, o livro prende o leitor do início ao fim. Adorei e recomendo!
comentários(0)comente



Letícia 21/09/2010

AMEI AMEI AMEI!!! Agora que ler toda a coleçao...
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Larissa Benevides 04/07/2017

Resenha: Os franceses
"Definitivamente, os franceses não são um povo insosso, assim como não é insossa a sua comida, nem apática a sua vida política e muito menos desprezível a sua colaboração para a filosofia, a ciência, a literatura e as artes."
Os Franceses é um livro da coleção Povos & Civilização da editora Contexto. Escrito por Ricardo Corrêa Coelho, cientista social, que foi casado com uma francesa e morou algum tempo na França.

O livro segue uma lógica cronológica onde é apresentado primeiramente a história da França, a "criação" do povo, a assimilação da primeira leva de imigrantes que ocorreu depois da primeira guerra, os casos não tão bons na segunda leva de imigrantes após a segunda guerra mundial. Tudo para que possamos entender como foi a formação desse povo.
"Os europeus, com seus muitos séculos de história, percebiam suas culturas e sociedades como matrizes prontas e acabadas a serem reproduzidas nas novas terras. Seu papel no mundo que se inaugurava com as grandes navegações e com o descobrimento da América seria o de levar a civilização aos selvagens por meio da colonização e da evangelização dos pagãos."
Além disso o autor traz toda a parte da evolução do governo e organização territorial do país, bem como o seu relacionamento com os países vizinhos que mostram boa parte dos valores e ideais desse povo.

Depois de passar pela história e entender o passado, o autor traz um pouco do cotidiano dos moradores e também da sua cultura e costumes.
"Esse gosto e inclinação dos franceses pelo belo levou alguns estudiosos do século XIX, como bem lembrou Zeldin, a definir a essência dos franceses como: a capacidade de se divertir de maneira particularmente completa, intelectual e sensualmente, de brincar com as ideias, de conversar de forma brilhante, gentil e espirituosa, de dissipar a tristeza por meio da arte, de aplicar a arte a todos os aspectos da vida, do sexo aos jardins, pois ser francês era ser, sobretudo, artificial."
A educação na França também é abordada mostrando como a preocupação que os governantes franceses vem apresentando no último século. Mostrando a estrutura do ensino no país e os sistemas universitários.

E como não poderia faltar, também temos a abordagem da arte na França. Um pouco parecido com os outros capítulos temos apresentação de alguns locais onde a arte pode ser apreciada e artistas franceses sempre trazendo sua história e influência. Locais como o museu do Louvre, o romancista Balzac, o pintor Claude Monet, entre outros.

É claro que um livro sobre os franceses não deixaria de fora a parte gastronômica, parte tão maravilhosa do local. No livro temos um capítulo inteiro abordando a parte gastronômica dos franceses e fechando com chave de ouro, nos traz três receitas clássicas: Carne à moda da Borgonha, Gratinado à moda de Dauphine e Peras ao vinho. (Ansiosa para testar cada uma delas, rsrs)

O livro tem uma capa linda e confesso que da estante parece até capa dura, rsrs. A diagramação está muito boa e as fotos ajudam na fixação do que aprendemos sobre o país. Realmente uma coleção para se ter na estante.

O autor utiliza uma excelente linguagem e com várias referências. Todas as áreas são bem explicadas, mostrando ao leitor onde os franceses foram influenciados por outras culturas e onde foram os influenciadores. Um livro de história que passa o conhecimento necessário de forma leve e tranquila.
Para aqueles que gostariam de saber mais da cultura francesa, porque gostam do país ou para aqueles que farão uma viagem e querem saber mais sobre estão indo.
"Entre todos os povos da Terra, os franceses são provavelmente os mais irrequietos e inconformados, sempre em busca da inovação e obstinados na sua convicção de que só as luzes da razão são fonte segura para o progresso social, científico e econômico da humanidade."

site: http://www.cladoslivros.com.br/2017/05/resenha-os-franceses-de-ricardo-correa.html
comentários(0)comente



6 encontrados | exibindo 1 a 6