De Olhos Fechados

De Olhos Fechados Lavínia Rocha




Resenhas - De Olhos Fechados


23 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2


Geovana 06/09/2020

Eu gostei muito
A leitura é bem fluida, porém em alguns momentos achei meio enjoativo. Mas a história e bem elaborada, e a escrita é ótima
comentários(0)comente



PedroMPilati 22/03/2020

Mais do que os olhos podem ver
A Lavínia é uma das jovens autoras mais simpáticas que já conheci e, tendo seu livro em mãos, tudo o que eu esperava dele era algo leve, otimista e cheio das qualidades que a escritora transmite em seus posts nas redes sociais e também pessoalmente, no trato com leitores e colegas. Felizmente, eu não estava errado: a história de Cecília e Tiago é recheada de ternura, contada com sensibilidade em um sotaque mineiro irresistível. A ambientação, aliás, é um dos grandes destaques da trama: Belo Horizonte não serve apenas de cenário para as peripécias dos personagens, mas participa delas ativamente como uma das personagens centrais. Porém, o leitor não se deve deixar enganar pelo que encontra à primeira vista. A história que se inicia como um romance adolescente, narrada por meio de diálogos ágeis e ritmo envolvente, guarda um mistério que se torna cada vez mais intrigante à medida que avançamos a leitura, conduzindo o leitor por caminhos surpreendentes.

#DesafioSkoob2020
comentários(0)comente



Helô 18/03/2020

Sensibilidade
Uma história linda, escrita com muita sensibilidade e amor em cada palavra.
Vale MUITO a pena ler....
comentários(0)comente



Chimontrufia 03/07/2019

De olhos fechados
Cecília,uma menina cega, se aventura no amor, com um menino de nome Tiago que a trata como se fosse o maior tesouro, logo o casal começa a desvendar os mistérios da família Silva Ortiz, a família da garota.
comentários(0)comente



Elida.Marinho 30/06/2017

Resenha: De olhos Fechados- Lavínia Rocha
Começo falando sobre a escrita da autora, que é incrivelmente maravilhosa, fazendo com que o leitor se envolva rapidamente na estória. A leitura desse livro para mim foi rápida, leve e divertida. Uma história muito linda e bem desenvolvida. Nunca tinha lido nenhum livro do qual a protagonista da estória apresentasse deficiência visual, e para mim foi maravilhosa a sensação. ⠀

De cara me apaixonei pela protagonista da estória a Cecilia, sério.. Ela trás inspiração!

Ela apresenta uma deficiência visual desde que nascera, no entanto, não se incomoda com esse problema, e está sempre tentando fazer tudo o que gosta e vai vivendo da melhor maneira possível. Ela age normalmente como qualquer outra adolescente, todos os dias vai à escola, adora ler *-* e sempre está em busca de livros em braile (adorei ela mais ainda, quando soube que ela amava ler haha) tem amigos, não posso deixar de falar da melhor amiga dela a Bianca, uma menina apaixonante e divertida, adorei a amizade das duas e dei boas risadas com elas. ⠀

Cecília estava feliz com as coisas que tinha na sua vida, era feliz por ter pessoas maravilhosas, que estavam sempre do seu lado e a tratavam normalmente como outra pessoa qualquer, isso para ela era maravilhoso. ⠀
Cecília vai passar por muitas descobertas e aventuras, quando Tiago um novato da escola entra na vida dela. ⠀

De inicio ela não sabe lidar com ele, e com um gênio muito forte custa a acreditar que Tiago se aproximara dela por simplesmente ter gostado da pessoa que ela era. Os dois começam uma amizade meio a contragosto de Cecília, mas logo vai se tornando em um laço mais forte, não demorando muito eles começam a namorar. ⠀
Sabe aquele casal maravilhoso? Eles dois juntos com certeza é a coisa mais fofa.

A estória não vai tratar somente da vida de Cecília, mas também vai tratar de um mistério que a ronda, e isso foi para mim um grande ponto positivo no livro. Um pouco de mistério.


Cecília começa a receber papéis escritos em braile com avisos e coisas que para ela não fazem nenhum sentido, então ela resolve ignorá-los. No entanto, chega um momento que não há mais como eles serem ignorados, e quando ela descobre a conexão dos papéis com o passado de sua família fica desesperada.. Infelizmente não posso falar mais do que isso, senão vira spoiler.


É um livro que eu recomendo muito! Com capítulos curtos que envolvem de maneira rápida o leitor, tem personagens maravilhosos, cada um deles com suas características que os tornam especiais. Simplesmente me apaixonei pela Cecília, ela é uma verdadeira inspiração, mesmo com suas limitações ela não deixa de fazer e buscar pelas coisas da qual gosta, é uma personagem forte, meiga, e que me cativou muito!
comentários(0)comente



Primarcolino 23/03/2017

Fantastic Books
Estou sem palavras para descrever esse livro, é uma mistura de romance com mistério.

A protagonista da obra é cega e prefere que usem esse termo ao falar dela e não deficiente visual, pois ela não se intimida com as dificuldades que a vida lhe impõem. Conduto, se intimida com a adolescência... Mas isso não podemos julgar, pois quem não passou ainda vai passar e perceber que não é muito fácil os dramas da época.

O livro conta a história de Cecília, uma garota adolescente que perdeu sua mãe a pouco tempo em uma situação muito estranha e que tenta continuar a sua vida no colégio e em casa. Na obra, conhecemos como é a rotina de uma pessoa cega e quais as dificuldades que ela tem, pois Cecília quer ser totalmente independente e percebemos como o mundo não está preparado para receber essas pessoas. No entanto, ela possui um dom muito especial: consegue sentir o cheiro das cores e das pessoas e sua audição também é muito aguçada.

Certo dia Cecília e Bianca (sua melhor amiga), estão no ônibus a caminho da escola e Bianca começa a falar de um menino que encontra-se dois bancos a sua frente, comentando o quanto ele é bonito e descrevendo ele para a Ceci. E para a sua surpresa ele é seu novo colega de classe e com o destino conspirando a seu favor a professora coloca ele como sua dupla na turma. E Tiago, um garoto lindo de acordo com seu cheiro, começa a puxar assunto e tentar interagir.

Após ele saber da condição de Ceci, os flertes continuam e eles começam a namorar, mesmo ela passando por um período de negação, pois acha injusto inserir Tiago no seu mundo, bem como enfrentam a desaprovação da mãe dele.

Achei eles são muito fofos juntos e se apoiam em todas as situações. Principalmente quando ele descobre que andam enviando bilhetes com ameaças para Ceci e indicando que ela deve ir a alguns lugares para desvendar um mistério que envolve toda a sua família, principalmente a morte de seu avô e mãe.

Assim começa a aventura, com eles decidindo desvendar esse mistério e indo atrás de pistas e correndo muitos riscos de vida...

Achei o livro fantástico, sem contar que é uma leitura super leve e rápida. Adoro o jeito da autora colocar as suas ideias no papel, pois viajamos na história e queremos muito descobrir o final da mesma, tanto que larguei tudo que estava fazendo para terminar o livro logo. Também assumo que comecei a prestar atenção nas coisas a minha volta e reparei o quanto deve ser difícil, ser uma cego no nosso mundo atual, pois no meu dia a dia o único lugar que vi que existe indicação em braile é no elevador de onde moro.

Por fim, informo que as páginas são brancas e as letras são de um tamanho bom para leitura. Espero que vocês gostem do livro tanto quanto eu.

site: http://www.some-fantastic-books.com/2016/11/resenha-de-olhos-fechados-de-lavinia-rocha.html
comentários(0)comente



Lorrane Fortunato 07/12/2016

Resenha - De Olhos Fechados / Dreams & Books
"Uma vez aprendi que um pedido de desculpas não precisava vir em palavras; as vezes vinha em alguma atitude."

Eu já tinha conhecido e amado a escrita da autora ao ler Entre 3 Mundos. Por isso estava muito animada e receosa pra ler De Olhos Fechados. Tinha medo de não haver o mesmo encantamento do primeiro livro, de não gostar dele, de não me identificar com a história, etc. Sempre fico muito empolgada e temerosa ao ler um livro de um autor que amo.

Mas, quando meus olhos pousaram nas primeiras palavras de DOF todo o medo foi embora, pois, logo vi que amaria muito essa história! E foi exatamente isso que aconteceu. Novamente, Lavínia Rocha me faz amar um livro fantástico apesar de não curtir muito o gênero!

DOF ganhou o meu coração logo nas primeiras páginas, foi inevitável amar o livro, as personagens, o enredo... tudo! Logo no início me vi envolvida, amando, torcendo e lendo uma página atrás da outra sem conseguir parar.
A escrita da autora, mais uma vez me surpreendeu e me encantou. Lavínia é uma das provas de que talento não tem nada a ver com idade.

"Nós ainda estamos vivas, com o mundo à nossa espera, não podemos fechar as portas para a felicidade que quer entrar."

O único ponto negativo desse livro é em relação a revisão. Palavras ou termos que se repetem, palavras escrita erradas, por exemplo, são coisas que parecem bobas mas, fazem muita diferença para quem lê. Por isso, sempre é necessário uma revisão rigorosa da editora.

Falando na editora D'Plácido, ela fez um excelente trabalho na capa do livro, as cores fortes nas orelhas ficaram um charme e as páginas brancas não incomodaram.

Sem mais, recomendo muito a leitura de De Olhos Fechados! Ele é mais um daqueles livros nacionais que enchem nosso peito de orgulho da nossa literatura.

Se você está buscando um livro com aventura, fantasia e romance que, lhe fará dar muitos sorrisos, lhe dará lições preciosas e fará seu coração transbordar de amor, esse livro é pra você!

"É como um túnel escuro. Você só precisa achar a luz no final, mas, se ficar parada, permanecerá na escuridão "

site: www.dreamsandbooks.com
comentários(0)comente



Alexia | @osdeliriosliterariosdelex 14/10/2016

Resenha de Flores no Outono
Acredito que De Olhos Fechados pode ser dividido em duas partes: a primeira é sobre Cecília como uma adolescente comum, pelo menos comum para uma deficiente visual, e os dramas dessa fase da vida, em especial a paixão por um novo menino no colégio e os dilemas que sua deficiência traz. A outra parte é ação, suspense e mistério.

Ainda tento imaginar o que se passou na cabeça da Lavínia na hora de escrever essa história. É absolutamente incrível como ela conseguiu mesclar uma história adolescente de romance normal com algo surpreendente que leva ação e mistério.

A história tem todo um mistério que envolve Cecília e um segredo de família muito antigo e começa justamente quando a Ceci começa a receber ameaças e a cada um desses bilhetes elas visualiza uma imagem em sua cabeça. Mas isso é impossível, afinal ela já nasceu cega e nunca enxergou nada!
ma das coisas que me fez pensar que o livro não seria tão legal foi que, enquanto foleava, vi que tinha muitos diálogos e pouquíssima narrativa. Achei que por conta disso a leitura acabaria sendo menos rica, mas foi o mais puro engano.

Ao mesmo tempo em que a autora consegue colocar ação, suspense, romance e tudo para divertir e distrair o leitor, ela acabou me causando uma reflexão. Eu nunca li nada com uma personagem que fosse deficiente visual e gostei muito dessa experiência, a forma como a Lavínia colocava os pensamentos da Ceci e as atitudes das pessoas ao seu redor me fazia pensar em como eu trato pessoas que são deficientes e em como pequenas coisas podem acabar sendo ofensivas.
Na entrevista que fiz, a Lavínia me surpreendeu ao falar que não teve contato com nenhum deficiente visual. Isso porque ela consegue descrever com muita perfeição os pensamentos, atitudes e reflexões da Cecília. Imagino o trabalho que deve ter dado para pesquisar tudo isso. Mas com certeza valeu a pena!

O livro ainda tem um quê sobrenatural (acho que esse é o termo certo) que gostei bastante. É uma mistura de tudo mais legal: romance, drama adolescente -muito dosado na medida certa, devo ressaltar-, ação, mistério e reflexão! A narrativa é super rápida e você devora o livro antes que possa imaginar, o mistério nos faz querer comer as paginas de uma só vez e os personagens são um amor!

de olhos fechados
Gostei bastante da edição da D'Plácido. A capa é uma coisa linda e por dentro as paginas do livro são branquinhas. A diagramação é ok, com o texto bem centralizado e muito espaço nas bordas, não gosto muito disso, mas não foi algo que tenha me incomodado. Tem alguns detalhes que são muito bonitinhos e deram um diferencial.

site: http://flornooutono.blogspot.com.br/2016/03/resenha-de-de-olhos-fechados-da-lavinia.html
comentários(0)comente



@sonhandoaosvinte 27/09/2016

Resenha exclusiva para o blog SammySacional

Desde pequena Cecília sabe o que é viver no escuro - afinal, é cega de nascença. Mas tal deficiência nunca empatou a garota de ser ela mesma. Com seu jeito teimoso e eventualmente irônico de agir e falar, o que ela mais quer alcançar cada vez mais é independência para viver ainda mais novas experiências, o que acaba começando de forma um tanto quanto inusitada e atrapalhada ao conhecer Tiago, recém-chegado no colégio onde ela estuda, já se encantando pela garota e engatando em uma amizade da qual nem ela, com toda sua teimosia, poderá escapar. E a partir do momento em que a confiança entre ambos surge, acompanhada de novos sentimentos, a aventura se dará início com uma série de mensagens estranhas e misteriosas que Cecília anda recebendo aleatoriamente, e que podem trazer revelações e englobar questões maiores do que eles imaginam.

Já tinha muito tempo que eu queria conhecer os livros da Lavínia, desde que havia descoberto este como sendo protagonizado por uma personagem com deficiência visual. Não sei se vocês sabem ou se eu já comentei por aqui, mas gosto muito de histórias com essa temática, principalmente se fazem uma apresentação real e cheia de superação do personagem, ultrapassando suas limitações, o que é bastante o caso de De Olhos Fechados. Cecília é uma personagem que desde o primeiro momento, apesar de às vezes ser um pouco arredia e irônica, cativa o leitor de um jeito único, fazendo a leitura fluir de forma ainda mais rápida e leve.

O início é mais uma apresentação do cotidiano da personagem, por entre o colégio, com os melhores amigos Bianca e Diego, a chegada de Tiago e a vida em casa, com o pai super-protetor e a irmã caçula Luna, de quem tem sido o modelo quase materno da família desde a morte da mãe há alguns poucos anos. Desde então, ela já recebia papéis aleatórios cujas mensagens misteriosas já confundiam sua mente, mas ela só vai dar real atenção à elas após sua amizade com Tiago se firmar ainda mais e ele próprio incentivá-la a descobrir o que os papéis significam, uma vez que elas começam a ficar ainda mais ameaçadoras conforme o tempo vai passando, deixando um tom de suspense e mistério na narrativa que só aumenta à medida que eles passam a procurar pistas dentro das charadas contidas nas mensagens, descobrindo, porém, que tudo só é mais perigoso do que eles achavam à princípio.

“— Eu sinto a falta dela, Luna. E você sabe que isso que sentimos quando pensamos nela nunca vai passar. É uma ferida. Mas nós ainda estamos vivas, com o mundo à nossa espera, não podemos fechar as portas para a felicidade que quer entrar.
— Que ela entre pela janela.
— Acontece que as suas janelas estão fechadas também.”

É assim que a trama vai ganhando nuances, ora cenas mais leves e descontraídas em família e amigos, ora com momentos mais tensos e cheios de adrenalina por entre as escapadelas dos personagens para correr atrás de pistas e descobrir o que tudo significa. E, gente, eu definitivamente não esperava nada do que esse mistério todo reservava à sua revelação; a autora, no fim das contas, trabalha com um plot tão diferenciado e intrínseco, mas igualmente bem desenvolvido e coerente com a história que, realmente, meus parabéns à Lavínia! De repente as coisas se revelam como algo tão único, ao menos para mim, que não tive como não me surpreender e me satisfazer com o desfecho da história, que conseguiu encobrir até mesmo um pouco das visíveis cenas no decorrer do livro como um todo que transcorreram ou mudaram de uma para outra de uma forma muito abrupta, mas que não atrapalharam realmente a leitura.

Assim sendo, De Olhos Fechados conclui-se como uma leitura que leva o leitor das risadas à tensão, dos suspiros às revelações mais inesperadas, com um elenco de personagens muito cativantes e divertidos, mais um romance que me deixou toda boba e com o qual eu tanto me identifico, além de uma protagonista que, por entre seus defeitos e qualidades, destaca-se por ser simplesmente humana, e por procurar ir além de suas limitações! Uma leitura que eu recomendo demais, e mal posso esperar por ler mais da autora!

site: http://sammysacional.blogspot.com.br/2016/08/Resenha-DeOlhosFechados.html
comentários(0)comente



Maravilhosas Descobertas 14/08/2016

DE OLHOS FECHADOS, DE LAVÍNIA ROCHA
De olhos fechados vem para abrir os nossos olhos, ampliar nossa visão, nosso tato, nossa audição, entre outros sentidos que nem sabemos...

"Mas nós ainda estamos vivas, com o mundo à nossa espera, não podemos fechar as portas para a felicidade que quer entrar."

O livro conta a história de Cecília Silva Ortiz e de sua família. Cecília é uma menina com amigos fiéis, uma irmã ciumenta, um pai trabalhador e com um mistério familiar muito intrigante. E a nossa Ceci possui deficiência visual, mas isso é só um detalhe, pois isso não atrapalha em nada em sua vida, não mesmo! Nem mesmo para dar uns beijos no fofo do Tiago...hahahaha... e nem para possuir coragem para desbravar os mistérios da vida e de sua família.

O livro é narrado em forma de diálogos, oferecendo ao leitor uma inclusão total no mundo de Ceci. Assim as descrições físicas do ambiente e das pessoas são dadas através dos diálogos com os personagens secundários. E além de deixar a leitura dinâmica e bem rápida.

Quando você lê a sinopse você acha, por um minuto, que o livro se trata de uma Sick-lit, mas posso te confirmar nesse livro o foco não está no fato de Cecília ter nascido cega. E sim, a sua relação com seus amigos, namorado, família, mais especificamente com o passado e o futuro da família Silva Ortiz.

"É como um túnel escuro. Você só precisa achar a luz no final, mas, se ficar parada, permanecerá na escuridão "

Eu achei o livro incrível, porque eu me senti como se fosse a Ceci, me senti realmente cega, por causa do jeito como Lavínia escreveu a história. Além dela não ter focado só na deficiência da Ceci, e ter feito uma Sick-lit, ela explorou a vida de Cecília e como ela era importante para descobrir o mistério da família Silva Ortiz.

Então, fica aqui meus agradecimentos e de toda a equipe MD, a editora D'Plácido por ter publicado e nos enviado esse livro incrível, e a autora Lavínia Rocha por ter escrito esse livro, que se tornou uma das minhas Maravilhosas Descobertas.

PS: Eu quero o meu autógrafo!...hahaha

Um beijo e até a próxima resenha

site: http://www.maraviilhosasdescobertas.com.br/2016/08/de-olhos-fechados-de-lavinia-rocha.html
comentários(0)comente



Bells 10/08/2016

Resenha: De Olhos Fechados
Bom, o livro nos apresenta Cecília, uma adolescente de 15 anos que nasceu cega e perdeu a mãe. É uma garota forte, que tenta mostrar a todos que ter deficiência visual não é sinônimo de fraqueza, e que apesar de todo o preconceito que sofre ainda vive em busca de sua independência.

Cecilia possui uma irmã, Luna. que sofre muito com a perca da mãe, apesar de não demostra isso o tempo todo. Ela é simpática, admira a irmã e esta disposta a ajuda-la em tudo o que for preciso, é uma grande amiga, um pouco ciumenta e às vezes um pouco fofoqueira rsrs e curiosa. Bianca, a melhor amiga de Cecilia, que sempre esta disposta a ajuda-la no que for preciso, é brincalhona, e o seu namorado, o Diego, que sempre presenteia Cecilia com livros. E o Renato, pai de Cecilia e Luna, que é um pai protetor, ciumento, que faz de tudo pelas suas filhas.

Sofrer preconceito das pessoas ao nosso redor é péssimo e é crime, mas quando o preconceito que sofremos parte de nós mesmo por não aceitarmos as nossas limitações é bem pior. E é assim que Cecilia começa a agir quando conhece o Tiago, ela tenta afasta-lo, apesar de seus sentimentos por ele, alegando que é cega e é melhor assim, pois ela não quer atrapalhar a vida dele. Porém, o Tiago vê na Cecilia mais que uma garota cega e não se importa com suas limitações, isso não muda que ele gosta dela e ele tenta conquista-la.

Gostei muito do livro por trazer uma tema como esse, e mostrar como precisamos de apoio e como as palavras tem poder. É muito importante nos aceitar como somos e nos amar com nossas limitações. A autora soube conduzi muito bem a estória. Usou uma linguagem simples, e muitos diálogos, em alguns momentos me confundi quanto a qual personagem estava falando, mas consegui compreender logo em seguida.

Outra coisa que gostei muito na obra é que a autora não trabalho apenas o romance. Cecilia recebia papeis bejes com algumas coisas escritas, tipo enigmas, as vezes ameaças diretas ou indiretas, porém ela não entendia aquilo e acabou achando melhor ignorar, até que coisas estranhas começam a acontecer relacionado com aquilo e ela sai em busca de descobrir o que aquilo significa e o que representa pra ela.

O livro é narrado em primeira pessoa pela perspectiva de Cecilia, e mais no final passa a ser narrado sob a perspectiva do Tiago também. A diagramação ficou ótima, com a fonte em um tamanho razoável, as páginas são brancas, mas não me incomodou em nada. Também não me lembro de ter encontrado erros de gramatica.

site: http://mysecretworldbells.blogspot.com.br/2016/08/resenha-de-olhos-fechados-lavinia-rocha.html
comentários(0)comente



Consuelo 21/09/2015

Um mundo diferente!
Ver as coisas através dos olhos de outra pessoa não é fácil. Agora, imagine que você não tenha escolha? Pois, assim é a vida de Cecília, carinhosamente chamada de Ceci. Cega desde quando nasceu, passou por vários tratamentos e treinamentos com sua cão guia, a Dina. Aos poucos foi ganhando sua independência.E, como toda adolescente, Ceci tem sua grande amiga Bianca para ajudá-la a enfrentar esta fase da vida, e isto inclui sua primeira paixão.

Tiago é um rapaz muito comprometido, generoso e compreensivo. De acordo com Bianca, é lindo de aparência, e, de acordo com Ceci, tem um cheiro maravilhoso. O relacionamento entre os dois é bem romântico e intenso, pois é cheio de aventuras.

A parte das aventuras fica por conta de um mistério que no início de livro é mencionado levemente. Parece haver na narrativa um divisor de águas, mas nada que não se tenha conseguido conectar de forma coerente. Até a metada do livro ´pe história é focada na relação entre Ceci e Tiago assim como no autoconhecimento de Ceci; depois, na tentativa de resolver o mistério dos bilhetes em braile que tem recebido por quase um ano, Ceci e Tiago, embarcam em uma confusão atrás da outra sempre descobrindo algo surpreendente.

A diagramação do livro é ótima, a história é dinâmica e direta. Com muitos diálogos, nos prende mais ao ler. Os personagens são descritos de forma breve e simples, assim como locais onde se passam a história. A parte do mistério nos faz lembrar um pouco de Anjos e Demônios, Dan Brown, muito pela forma como é resolvido; o que nos deixa muito envolvido.

comentários(0)comente



Gaby 20/08/2015

Resenha De Olhos Fechados | Leio na Rede | Gaby Monteiro
O livro é narrado por Cecília, uma garota cega de 15 anos. Ceci recebe papéis beijes misteriosos com mensagens com informações soltas e algumas ameaças em braile e quando as lê uma imagem surge em sua mente. Ela decidiu que ignorar seria a melhor escolha e escondeu esses acontecimentos de seu pai, sua irmã Luna e sua melhor amiga Bianca.

Para complicar ainda mais sua vida, o garoto novo da escola, Tiago, não para de tentar se enturmar e Ceci não está a fim de que o menino se aproxime somente por pena ou obrigação de ser legal com a menina cega da sala. Mal sabia ela que não era esse o motivo da aproximação de Tiago.

A narrativa é leve e divertida, com muitos diálogos que são possíveis de serem desenvolvidos em uma conversa entre dois adolescentes na escola. Lavínia retratou perfeitamente as aflições e as conversas dos jovens na esfera escolar e me diverti bastante com o humor de Tiago e Cecília.

A forma como Lavínia colocou Cecília também é ótima, quebrando todos os preconceitos, Ceci nos mostra como é ser cega e retrata diversas cenas comuns no dia a dia dos cegos que as pessoas acabam reproduzindo, demonstrando o preconceito, as vezes até sem perceber. É interessante também a forma como Cecília trata a própria condição, ela é bastante independente e também cabeça dura, porém não se exclui do preconceito, vencendo, durante a história, barreiras que ela mesma não aceita que tem.

Para deixar tudo ainda mais interessante, Lavínia colocou uma pitada de suspense na história com os papéis beijes e as mensagens estranhas. Amei essa parte do enredo e fiquei extasiada com a forma com que Lavínia conseguiu unir a história da cidade de Belo Horizonte com alguns de seus pontos turísticos e a história da família Silva Ortiz.

Mais uma vez a equipe da editora parceira D’Plácido está de parabéns com o trabalho com a capa, que reúne diversos elementos extremamente relevantes para a história, e a diagramação interna que também está impecável. Este é o segundo livro da jovem escritora mineira e o primeiro que li da autora, já virei fã. Mal posso esperar para o próximo livro de Lavínia e posso dizer que Cecília, Tiago, Bianca e Luna já deixaram muitas saudades!

site: http://leionarede.blogspot.com.br/2015/08/resenha-de-olhos-fechados.html
comentários(0)comente



Vanessa Meiser 23/05/2015

Este livro se passa em Belorizonte, MG e, toda a trama remete à lugares e pontos turísticos da cidade, gosto bastante quando os autores tomam este cuidado com suas narrativas, dá uma perspectiva bem mais ampla da história que estamos lendo.
A capa do livro já serve como sinopse, mas eu como sou uma pessoa bem desligada e nem sempre leio as sinopses, me surpreendi quando me deparei com uma protagonista cega, mais um ponto positivo para a autora, gosto de enredos imprevisíveis e que fogem do lugar comum.
Cecília não é uma menina como outra qualquer, e não digo isto pelo fato óbvio dela ser cega, na verdade ela possui habilidades inerentes aos cegos que no caso dela são bem mais aguçadas do que o esperado, ou seja, ela sente o cheiro das cores, ouve sons que ninguém mais consegue ouvir e por aí vai... Na verdade ela se vira muito bem com sua deficiência, quase totalmente independente. Aliás, Cecília não gosta de depender de ninguém, quanto mais sozinha conseguir fazer tudo, melhor.
Sua melhor amiga é Bianca, uma menina super engraçada, carinhosa e querida que procura estar sempre por perto para o que Cecília precisar. Elas estudam juntas e vão e voltam da escola todos os dias no mesmo ônibus. Num dia em especial, enquanto estavam à caminho da escola, entrou no mesmo ônibus um garoto novo, lindo e que parecia estar muito interessado em Cecília, já que não tirava os olhos dela. A menina só pelo cheiro dele, podia ter certeza de que era bonito.
A surpresa veio quando já depois de estarem na sala de aula, este mesmo menino entrou pela porta e sentou-se ao seu lado, era um aluno novo, Tiago.
Mesmo depois de perceber que Cecília era cega, ele não mostrou-se arrependido das investidas que havia feito, pelo contrário, aproveitou o fato para se aproximar ainda mais da linda colega. Claro que Cecília não consegue ficar indiferente a ele e, mesmo com receio de que um relacionamento entre os dois pudesse não dar em nada e de que Tiago perceberia estar perdendo tempo com ela, ela aceita investir no namoro e não demora muito para os dois estarem juntos e apaixonados.
Tiago é um anjo na vida de Cecília e, graças a ele, ela terá forças para enfrentar uma grande aventura que se aproxima a cada dia que passa. Há algum tempo Cecília vem recebendo misteriosos bilhetes escritos em braile com frases assustadoras, a princípio ela não dá muita atenção, mas com a constante chegada destes bilhetes ela passa a desconfiar de que algo grande está para acontecer, só não ideia do quão grande é. Tiago será de enorme importância para solucionar este mistério.
Enfim, um livro juvenil com uma trama capaz de envolver leitores de qualquer idade. Um livro repleto de aventura, desafios e superação e claro, emoção!!
A narrativa é bem elaborada, cada personagem com sua parcela de importância, o enredo é todo casadinho e não existem pontas soltas. Um livro animado e de leitura ágil com boas doses de mistério. Eu sem dúvida gostei bastante e recomendo a leitura!!
OBS: Acredito que ainda iremos ouvir falar muito desta autora....


site: http://balaiodelivros.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Cathi 25/02/2015

De Olhos Fechados - Lavinia Rocha
Cecília é uma jovem estudante que possui problemas de visão, ela é cega desde que nasceu. Mora com seu pai e sua irmã mais nova, perdeu a mãe quando era mais nova e sente muita falta dela, sua irmã principalmente e o pai das meninas está sempre dando o melhor para sustenta-las e protege-las.
Tiago, o novo aluno da escola, se torna amigo de Cecília mas gosta dela e então, Cecília se sente meio balançada por ele, porém, sua realidade não tem nada a ver com a dele e não quer se tornar um peso para ele, então passa a tentar se afastar do garoto.


Além de tudo isso, Cecília tem de lidar com alguns bilhetinhos que aparecem de repente em suas coisas, no seu caminho, o tempo todo e não sabe mais o que fazer, então, tenta ignorar, mas os bilhetes se tornam cada vez mais frequente e ela passa a ir atrás deles e então a história começa de verdade, a partir dai não posso contar muito mais.

Gostei muito do enredo que a autora criou, original e criativo, ela soube como deixar o livro bem curioso e emocionante, mas infelizmente, senti falta de mais detalhes na narrativa, pois a história criada aconteceu muito rápida e apesar de ser claramente explicada no livro, foi muito por cima, se a autora tivesse colocado um pouco mais de foco nisso, seria ainda melhor.
Mas claro que isso não afetou tanto o livro, pois gostei muito da leitura, ao mesmo tempo que é leve, consegue ser também inesperada.

Os personagens foram bem construídos e gostei de todos eles, inclusive de Cecília que é uma protagonista forte e apesar de seu problema, aprendeu a lidar bem, claro que ás vezes fica chateada e se sente limitada, mas não fica a história toda se lamentando pela situação, pelo contrário, tenta levar uma vida totalmente normal.

Gostei muito da capa e da Edição que a editora fez, ficou bem legal e espero ainda poder ler mais livros da autora, recomendo a leitura.

site: http://realityofbooks.blogspot.com.br/2015/01/resenha-de-olhos-fechados-lavinia-rocha.html
comentários(0)comente



23 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2