A Verdade Sobre Nós

A Verdade Sobre Nós Amanda Grace




Resenhas - A Verdade Sobre Nós


113 encontrados | exibindo 76 a 91
1 | 2 | 3 | 4 | 6 | 7 | 8


@naosouaelsadofrozen 18/01/2018

Leitura válida.
Embora a maioria não goste do final, foi o que mais gostei nesse livro. Fugimos então do grande clichê romântico do "felizes para sempre" em um mundo onde as consequências dos atos são reais e iminentes!
comentários(0)comente



Ana 14/12/2014

Mesmo nesses dias em que músicas como "mãos para o alto novinha" fazem uma apologia descarada ao sexo com menores, A verdade sobre nós trata de um assunto que ainda é um tabu na sociedade o AMOR entre um adulto e uma menor. O livro é uma verdadeira carta de Madelyn a seu professor lindo, que a encanta já no primeiro dia de aula, tentando se desculpar por todo o deslize que ela cometeu.
Mesmo ela tendo 16 anos está na faculdade devido a um programa de sua escola e por sua inteligência "anormal". Nunca que Bennet ia imaginar que a menina era tão nova. Fico imaginando... eu, agora com 17, não tenho maturidade suficiente pra namorar um cara quase 10 anos mais velho, imagina ano passado. Mas Maddie ainda seguiu em frente e de certa forma foi egoísta por não ter pensado no que tudo iria acarretar pra o boy magic.
Não pude deixar de ficar aflita e com o coração partido. O amor foi sincero, não como esses atuais, retratados constantemente na mídia, em que o homem sabe da idade da menina e é isso o que torna o relacionamento interessante e não o sentimento em sim.
Acredito que é possível um relacionamento maduro entre um casal com anos de diferença, (Malu e Camelo, dentre tantos outros) mas, infelizmente, Madelyn e Bennet se conheceram em um local e em um ano inapropriado. Logo, o fim não poderia ser menos triste.
comentários(0)comente



Neila 25/01/2018

Minha opinião:
"A verdade sobre nós" me achou a atenção pela capa: linda! Quando li a sinopse, fiquei curiosa e comprei - o imediatamente. Devorei o livro em poucos dias. É diferente de tudo o que já li, um livro escrito em forma de cartas, o qual dá a ideia do que já aconteceu,mas mesmo assim, nos atiça a curiosidade sobre o que aconteceu com o Bennett e como se dará o final da história! A clássica história de amor entre o professor e a aluna, do ponto de vista apenas dela, já que é narrada em primeira pessoa.
comentários(0)comente



tiagoodesouza 24/09/2014

A verdade sobre nós | @blogocapitulo
Eu não tenho costume de ler livros com narrativa epistolar - feita através de carta. Não porque eu não curta, mas livros assim não são comuns ou poucos são os autores que conseguem envolver e nos deixar empáticos ao personagem-narrador. São narrativas muito íntimas e a única verdade que temos é a de quem nos conta.

"É difícil decidir o que ser quando você só se destaca naquilo que não quer ser."
Página 56.

Portanto, em A verdade sobre nós vamos acompanhar Madelyn, uma garota de 16 anos, que faz parte de um programa educacional chamado Running Start em que alunos com uma inteligência maior podem concluir o ensino médio enquanto cursam os anos iniciais da faculdade. No seu primeiro dia de aula, Maddie logo se sente atraída pelo professor de Biologia, Bennet.

Com o tempo, os dois se aproximam mais e começam uma relação secreta, sem maiores envolvimentos, com a expectativa do fim do trimestre pra poderem se curti sem preocupações. Mas acontece que Bennet se envolve com Maddie sem tomar conhecimento dos dez anos que os separam.

Durante toda a leitura desse livro, eu fiquei imaginando uma forma de usá-lo numa sala de aula do ensino médio como forma de levar a discussão sobre literatura aos jovens. A verdade sobre nós dá aos professores boas ferramentas pra ajudá-los a trabalhar a interpretação de texto com os alunos.

Amanda narra com uma linha muito tênue o envolvimento da aluna e professor, deixando aquela dúvida sobre o que nos é contado. Se a verdade de Madelyn é realmente tudo o que parece ou apenas uma visão extremamente apaixonada de uma garota com toda o deslumbre que a juventude traz.

Eu recomendo uma leitura mais calma, sem pressa para pegar esses pequenos conflitos da narrativa.

"(...) Porque aquele foi o momento em que tudo mudou. O ponto sem retorno, o momento em que olhei para você e pulei do precipício, sabendo que jamais voltaria, que jamais desistiria de meus sentimentos."
Página 73.
comentários(0)comente



Thay 26/03/2015

A verdade sobre o livro
“A Verdade Sobre Nós” é um livro breve, com uma narrativa clichê e repetitiva. A história é contada por Madelyn, através de uma carta, destinada a Bennet. A carta se trata sobre o relacionamento desses dois. Um romance familiar e profissionalmente proibido.

Madelyn Hawkins é uma adolescente de dezesseis anos, bonita, inteligente e perfeita aos olhos da sua família. Avançada dois anos no Ensino Médio, conseguiu com suas notas altas, participar de um programa que concilia o High School e a faculdade. No entanto, está cansada de viver uma vida planejada e sob pressão que seus pais impõem. Apesar de se sentir imatura, quando começam as aulas na universidade, tudo muda. A história se desenrola quando ela tem a sua primeira aula de Biologia, na qual se apaixona perdidamente pelo professor, Bennet Cartwright, de vinte e cinco anos. E cada gesto que ele faz se torna algo extraordinário aos olhos da menina e então ela delira de amores.

Coincidentemente eles se encontram fora da sala de aula e desenvolvem um vínculo. Desde então, Hawkins faz de tudo para se aproximar do professor e consegue criar uma relação, mas, logo de início, Bennet deixa claro que não poderão ter um relacionamento como desejam até o dia que ele deixe de ser seu professor. Madelyn não havia dito a sua verdadeira idade e também escondia que ainda “estava” no Ensino Médio, e isso permitiu que Cartwright continuasse a se aproximar dela. O professor era 9 anos mais velho que a adolescente, e isso colocava muitas coisas em risco.

Inicialmente, quando se começa a ler o livro, são evidentes os indícios de um final desastroso, pois constantemente a autora relata que, se “eles” (esse “eles” fica claro na reta final da narrativa, mas não é nada surpreendente) entendessem como ela se sentia, as coisas teriam sido diferentes. E essa insistência em frisar a todo momento que poderia sido diferente acaba deixando a leitura cansativa e entediante. Além disso, o livro não alimenta curiosidade, uma vez que todos os acontecimentos são esclarecidos logo após serem contados. Outro ponto negativo é o fato do enredo não ser surpreendente, desde o início é possível pressupor um desfecho. E ao chegar nas páginas finais do livro, todas as ideias pressupostas de quando começamos a ler (pelo menos as minhas) são confirmadas.

* Vi que teve gente que até gostou do livro, ou pelo menos achou bem razoável, mas eu realmente não gostei e nem recomendaria.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Carol Santana 01/07/2016

lindo
Apesar de já ter lido vários livros desta temática aluno/professor que se apaixonam, esse livro acabou sendo uma surpresa boa, por mostrar algumas coisas de um ponto de vista diferente, inclusive no final que sinceramente não podia acabar de outro jeito, pra mim foi perfeito!
comentários(0)comente



Rafaela.Teixeira 10/01/2018

13 de Dezembro
Eu gostei muito da história! Mas, foi beeeeem diferente dos romances que estamos acostumados a ler.
Mas, recomendo. É uma leitura leve, que dá pra ser feita em pouco tempo.
Nunca tinha lido nenhuma obra da autora, mas posso dizer que gostei e recomendo
comentários(0)comente



Malu 29/03/2015

Todo sentimento traz consigo a verdade...
"...Bom, o final do livro eu não vou contar, mas posso adiantar que se fosse minha a mente que tivesse idealizado esse romance, você pode apostar que ele seria outro, e completamente diferente. Isso, porém, não significa que não gostei da leitura. Pelo contrário. Amanda Grace conseguiu criar um enredo delicado e ao mesmo tempo intenso, em que cada passagem desperta os nossos sentimentos mais diversos. Uma história que narra o que poderia ter sido um "simples" amor platônico, mas que pela coragem dos personagens foi muito além disso..." (Continue lendo no blog)
comentários(0)comente



Andresa 14/11/2014

Foi só ler o título pra eu sentir a imensa vontade de desvendar um segredo, de saber a verdade sobre esse "nós" estampado na capa do livro. Aí descobri que esse "nós" se referia a Madelyn e Bennet, aluna e professor que acabam se apaixonando. Pode parecer clichê, mas não é. A autora conseguiu ir além desse conceito e o resultado foi uma história intensa e muito diferente.
O livro todo é escrito em formato de carta, endereçada de Maddie para Bennet. Nas primeiras linhas, já sentimos a aflição de uma protagonista que culpa-se imensamente por uma situação envolvendo ela e o homem que ama. Não tem como não ser fisgado. Li uma página atrás da outra como se a carta fosse endereçada a mim e eu tivesse que entender de uma vez por todas o que raios tinha acontecido.
Apesar de, no início, eu ter demorado pra me encontrar com os personagens, senti-los e entendê-los, foi bem rápido que me entreguei a história.
Maddie é uma adolescente de 16 anos, muitíssimo inteligente, que acaba pulando alguns anos do ensino médio e indo direto pra faculdade. Apesar da mente brilhante, do boletim cheio de notas incríveis e do futuro perfeito que a espera, ela se sente constantemente vazia e pressionada. Isso porque seus pais, no intuito de não fazê-la desperdiçar a vida e almejar sempre mais e mais, acabam forçando-a até o limite pra que ela sempre tenha resultados acima da média.
Por temer decepcioná-los, ela sempre acata as decisões deles e faz tudo muito direitinho, até o momento em que conhece Bennet, o lindo e apaixonante professor de Biologia! A atração entre eles é instantânea, mas existe um problema (na verdade, dois): ele não se permite ter qualquer relacionamento com ela enquanto existe a relação aluna/professor. Apesar da convivência constante, Bennet e Maddie contam os dias até o momento em que finalmente não terão mais essa formalidade e poderão, finalmente, ficar juntos. Mas isso é o que pensa Bennet, uma vez que um segundo problema, o qual ele desconhece, se encontra no caminho deles: Maddie tem apenas 16 anos! Ele, com 25 anos, jamais poderia ter um relacionamento com ela. Caso contrário, seria contra a lei. Mas como Maddie já está na faculdade e não o revelou a verdade sobre sua idade, foi fácil enganá-lo. Bonita e desenvolta, ela se passa facilmente por uma jovem de 19 anos.
No meio das descrições de Maddie sobre os momentos em que eles passavam juntos, o crescente sentimento entre ambos, a paciência de Bennet em esperar o final das aulas (tem como não se apaixonar por um personagem desses?) e as mentiras em que Maddie se afundava cada vez mais, me vi muito entristecida por perceber o quanto as circunstâncias, às vezes tão banais, como o tempo, podem ser um obstáculo gigante que nos separa da felicidade.
De uma forma geral, o livro nos traz grandes lições sobre confiança. Que, sem ela, é impossível que as coisas deem certo, principalmente num relacionamento. Talvez se ela tivesse sido sincera desde o início com Bennet, as coisas fossem diferentes. Mas quem é que pode culpar uma pessoa apaixonada?
Outro ponto que achei muito interessante foi a forma como representaram uma situação que, com certeza, acontece em muitas famílias por aí: aquela ideia terrível que os pais tem de se projetarem nos filhos. Você com certeza deve conhecer alguém que não teve condições de ser isso ou aquilo, então acaba forçando os filhos a serem algo que eles não querem, e sim o que os pais almejam. Esse é um erro tão grotesco que não sei como tem gente que consegue fazer isso. E acredito que essa é a principal razão pra vermos por aí tantos profissionais incapazes de fazer um trabalho bem feito. Maddie sofre muita pressão da família para ser perfeita, literalmente. Eles são capazes até de jogá-la contra seu próprio irmão, como uma forma de a rivalidade entre eles ser capaz de fazê-los aumentar ainda mais seus rendimentos. Odiei os pais dela por isso.
No mais, apesar da personagem ser, a princípio, bastante ingênua (talvez pela pouca idade, ou pela super proteção e falta de vivência), gostei bastante da forma como ela amadureceu ao longo da história de amor com o Bennet. Meu coração ficou muito partido ao ler a última carta que ela escreveu, e as palavras de Bennet me cortaram como se ele as tivesse dito pra mim.
Ainda estou esperando ansiosamente que a autora repense o final e me faça feliz, rs. Apesar de que sei que relações amorosas entre pessoas com idades muito diferentes sempre causa estranheza na sociedade. Os dois tem 10 anos de diferença. No entanto, não são de números que os casais são feitos, e as cenas dos dois juntos são tão gostosas de se ler que não tive como não torcer por um final feliz!

site: http://andresa-lee.blogspot.com.br/2014/10/livro-verdade-sobre-nos-amanda-grace.html
comentários(0)comente



Elvis 10/08/2015

A verdade sobre nós - opinião
A verdade sobre nós

Amanda Grace

Ed. Intrínseca

Maddie tem 16 anos e sempre foi a filha exemplar. notas A, dedicada aos estudos antes de terminar o ensino medio ela inicia a faculdade. la ela conhece Bennet e é amor a primeira vista. so que ele é seu professor e 9 anos mais velho que ela. ele é inteligente, engraçado e lindo e ele tambem sente uma conexão com ela so que ele não imagina que ela tem essa idade e inicialmente ela esconde esse segredo por medo de perder ele. por ser etico eles mantem um relacionamento amigavel ate a data em que as aulas vão acabar. Bennet ve um futuro com Maddie, mas ele nem imagina que ela esconde um segredo que ira mudar tudo entre eles.
Eu ainda não sei se gostei ou não desse livro. ele com certeza foi inesperado. eu achei que iria acontecer uma coisa mais aconteceu outra. uma narrativa diferente o livro traz o ponto de vista dela, ela escreve cartas que deseja enviar a Bennet. muitas cenas fofas e romanticas mas com um final talvez inesperado. confesso que quando estava no meio do livro li a ultima pagina e ja meio que esperava o que ia acontecer, mas foi meio que diferente do que eu imaginava. 4 estrelas
comentários(0)comente



Maria 18/09/2016

Ótima história!
Mds... O que é esse livro?, nem um pouco clichê e com um desfecho emocionante.
Ps. Chorei muito.
comentários(0)comente



Kamila 27/01/2017

Este livro, que me deixou com sentimentos conflitantes, conta a história da jovem Madelyn Hawkins, uma jovem que vive sob as expectativas e pressões de seus pais: sempre com notas boas, seu futuro está traçado nos mínimos detalhes, foi para a faculdade com apenas 16 anos, através de um projeto relativamente comum nos EUA, o Running Start, que permite que jovens com notas acima da média frequentarem a faculdade, pulando os anos finais do Ensino Médio.

Só que ela não queria seguir à risca a vida que seus pais - um professor de educação física e uma engenheira - impuseram a ela. Chegou o momento que ela queria seguir seu coração. E isso aconteceu na aula de Biologia, quando ela conheceu o sr. Cartwright.

Bennett Cartwriter tem 25 anos e ama lecionar. Ele precisa se conter, pois, quando vê a jovem em sua sala, sente algo novo. Claro que vai pintar um clima. Aliás, mais que um clima, ela se apaixonará por ele e será correspondida. Mas, como vocês perceberam, há uma considerável diferença de idade. Como se não bastasse, nossa Madd simplesmente não conta a verdade sobre sua idade - e não é spoiler, logo de cara ela anuncia a situação.

Apesar desse segredo, eles vão se relacionando. Mas, Bennett, achando que ela tinha 18, resolveu esperar um tempo para que pudessem ficar juntos. E durante essa temporada, ele foi educado e respeitador, enquanto ela só queria beijá-lo. Agora, Madd está entre a espada e a parede: ao mesmo tempo que está envolvida, sabe que, de certa forma, o que está fazendo é errado.

Como eu disse, fiquei com sentimentos conflitantes. Não sei dizer exatamente se gostei ou não. Nunca li nada da Amanda, mas gostei de sua escrita fluida, corrente. Mas não gostei dos rodeios, em certo ponto, a leitura é um pouco lenta, a descrição fica modorrenta, o que me fez ler mais devagar, já queria que chegasse o fim mas nunca chegava.

O final terminou como esperava. A autora soube dosar as palavras. Aliás, o livro foi escrito como se fossem cartas de Madd para Bennett, portanto, em primeira pessoa. Digamos que, dada a gravidade da situação que a protagonista se meteu, Amanda soube ser delicada e ainda assim transmitir a mensagem - eu já estava xingando a Madd nos primeiros capítulos, já que, logo de cara temos uma ideia de como vai acabar. O fato de ter sido escrito de forma epistolar rendeu um debate interessante entre nós.

É o primeiro livro dela que leio. E, mesmo não sabendo o que sentir em relação à obra, procurarei mais livros dela, pois sua escrita fluida me cativou (menos nas partes modorrentas); é uma trama simples, com um final que beira o óbvio, mas ainda assim vale a pena arriscar. É uma leitura rápida, que pode ser feita em dois dias. Para curar uma ressaca literária, a leitura é muito recomendada.

E você, já leu A Verdade Sobre Nós? O que achou da resenha? Vamos lá, me ajude a entender essa história!

site: http://resenhaeoutrascoisas.blogspot.com.br/2017/01/resenha-verdade-sobre-nos.html
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Biblioteca Mágica 08/08/2017

Não me prendeu tanto
A verdade sobre nos é um livro teen, um gênero que não gosto tanto.
Conta sobre Madelyn, uma adolescente CDF que entra na faculdade precocemente por ter notas muito boas na escola.. Mesmo fazendo faculdade, ela continua estudando o ultimo ano do ensino médio.
Na verdade ela está de saco cheio de ser cobrada pelos pais para sempre tirar a nota máxima.
Ela quer ser independente, fazer suas próprias escolhas.
Ela tenta esconder que ainda frequenta o ensino médio e sua verdadeira idade para poder impressionar seu novo professor de Biologia, o Bennet, ao qual ela se apaixona na primeira vez que o vê na sala de aula da Faculdade.
Porém ela parece esquecer das consequências de um adulto se relacionar com uma pessoa menor de idade, e de professores se relacionarem com alunos.
A partir daí a trama se desenrola.
Na capa de trás diz: "Garotas inteligentes não deveriam fazer coisas estúpidas"
Realmente.
comentários(0)comente



113 encontrados | exibindo 76 a 91
1 | 2 | 3 | 4 | 6 | 7 | 8