Oliver Twist

Oliver Twist Charles Dickens




Resenhas - Oliver Twist


50 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4


spoiler visualizar
comentários(0)comente



Flavia 19/07/2019

Que livro mais triste, minha gente. Quase não terminava de ler por conta de todas as coisas horríveis pelas quais Oliver teve que passar. Cada capítulo mais triste que o outro. Coloquei o livro várias vezes de lado e falava que não ia terminar, e voltava atrás.
Oliver é um menino órfão que vive em orfanatos, sofrendo maus tratos e passando fome, até que um dia resolve fugir para Londres. Quando ele chega em Londres, parece que vai dar tudo certo e que o sofrimento acabou, mas não. Oliver ainda precisa passar por maus bocados até ter um fiapo de esperança que as coisas melhorem.
Todos os personagens do livro, cada um à sua própria maneira, são tristes, até os vilões. As situações são tristes, o retrato da cidade é triste, mas vale a pena ser lido. O final do livro é justo, bem resolvido.
comentários(0)comente



Marcinha 06/07/2019

Amei
Primeiro livro de Dickens que leio... e posso dizer que amei a sua escrita.

A história então nem se fala. Que agonia as mazelas que está criança passou... Fico imaginando quantos Olivers Twist não andam por aí, largados à própria sorte, porém sem um final feliz como o dele.

Fiquei aflita muitas vezes durante o livro, torcendo pelo menino.

Dickens retrata muito bem o cenário de pobreza e miséria de Londres daquela época, mesmo sendo irônico e cômico em várias partes.

Com certeza quero conhecer outras obras desse grande escritor.
comentários(0)comente



EltonLM 31/05/2019

Emoções fortes
Oliver Twist se passa na Inglaterra no século XIX, em um cenário cheio de abusos causados pela industrialização. Oliver Twist é aquele menino pobre e órfão, que sobrevive como pode, num cenário tão cruel. A crueldade não é apenas vinda da industrialização, mas também dos personagens; muitos deles são larápios, cruéis e enganadores. O mérito do livro reside justamente no facto de apresentar a vitória do bem sobre o mal.

Foi um livro que me emocionou bastante. Charles Dickens é um dos muitos gênios da literatura.

site: bibliothequeopinatio.wordpress.com
comentários(0)comente



Geraldobneto 20/01/2019

Nunca desista de um livro
Eu geralmente não gosto de abandonar livros, séries, etc. Mesmo se ficar ruim ou se eu perder a vontade, coloco na geladeira e vou pra outro, quem sabe um dia volto. Mas esse livro foi quase um caso de abandono mesmo. Fiz muito esforço no começo, o livro não parecia muito verossímil para mim. Não conseguia ver profundidade nos personagens, parecia ser algo extremamente maniqueista. Com o tempo, esse olhar mudou um pouco, alguns personagens são relativamente bem desenvolvidos, principalmente os bandidos. Já os heróis começam e terminam a história sendo personagens rasos e previsíveis, infelizmente. Principalmente o protagonista, Oliver, que é tão bom mas tão bom (bom oposto de mau, no caso), que chega a ser algo inacreditável.
Porém, fora os problemas com os personagens, a história em si é maravilhosa. Dickens é um exímio contador de histórias, não espere pouco dos seus livros nesse aspecto. Do meio pro fim, fica cada vez melhor. Além disso, a escrita de Dickens é muito boa, irônica, crítica, exagerada propositadamente as vezes. E realmente me surpreendi como no começo da carreira Dickens consegue escrever capítulos de alto nível, como o último em que Fagin aparece e o penúltimo (principalmente) e o último de Sikes. A última parte do livro foi tão boa que até aumentou um pouco a avaliação que eu tinha
comentários(0)comente



wagnermaths 27/11/2018

A natureza do bem
Será que somos bons por natureza ou o meio em que vivemos nos influencia? Pessoas miseráveis, que não conhecem o amor familiar e fraternal, tendem a ser pessoas ruins e, portanto, não devem ter oportunidade? Dickens parece discordar que o meio influencie a personalidade e o caráter da pessoa.

Ao menos em Oliver Twist, ele descreve com maestria a vida de um órfão que viveu durante a infância num ambiente hostil, cheia de castigos e privações e, ao tentar escapar desse cenário, caiu num ainda mais violento e criminoso. Mesmo assim, conseguiu manter sua capacidade para distinguir o certo e o errado, e sua coragem para enfrentar aqueles que o obrigavam a agir contra sua natureza.
comentários(0)comente



Aline Teodosio 01/10/2018

Oliver é um menino que perdeu a mãe no momento em que nascia e, com isso, foi criado em um orfanato, vivendo da caridade paroquial. Sua infância foi de miséria e grandes privações, tendo passado também por inúmeras humilhações e maus tratos. Mas, apesar de uma vida de cão, o menino não se deixa corromper e continua firme na sua busca por uma vida melhor.

O livro, que já teve diversas adaptações infanto-juvenis, é muito mais que a aventura de um pobre órfão que tenta escapar das garras de uma vida maléfica. É na verdade uma grande crítica social, que mostra o lado feio e sofrido da miséria, o descaso dos governos, o preconceito, a violência e a apatia da sociedade perante aqueles que sofrem.

Por várias vezes durante essa leitura me peguei com olhos marejados diante de um cenário caótico e de injustiças a que o pobre menino é submetido. Mesmo tão distante da Londres de 1800 e pouco é possível fazer um paralelo com a nossa realidade e perceber que as coisas não mudaram tanto assim; ainda encontramos crianças em situações de extrema vulnerabilidade, mulheres que sofrem e calam-se perante o machismo, pobreza e falta de políticas sociais que tirem as pessoas da miserabilidade.

Quantos e quantos Olivers reais não estão espalhados mundo afora esperando uma mão amiga, por um socorro? A vida bem que poderia mesmo ser um dramalhão à la Oliver Twist, em que aos poucos tudo vai se encaixando. Quem dera os Olivers reais tivessem ao menos um tiquinho da sorte que o nosso heroi teve.
comentários(0)comente



Ana Beatriz Rosa Alves 23/09/2018

Finalmente pude ler essa maravilhazinha. Um romance cheio de tristezas, dramas e mortes é o que pode caracterizar a história de Oliver Twist, um garoto órfão que vive miseravelmente e sendo humilhado constantemente por aqueles que deveriam protegê-lo.
É sempre um soco no estômago quando lemos algo relacionado ao sofrimento de crianças e essa história não é uma exceção.
comentários(0)comente



Lay 22/08/2018

O encantador Oliver
A tempos que queria ler Oliver Twist, e agora finalmente tenho essa meta concluída. Só fiquei incomodada com o tempo que levei para ler esse livro, apesar de curto. Oliver é um garoto encantador e é impressionante a forma que ele não se contamina como a maldade que o cerca. É um garoto doce e bondoso, que apesar de tudo que sofreu ainda tem amor em seu coração e isso é o que me fez sentir mais encantada por esse personagem.
Esse livro trata a crueldade do ser humano de uma forma que te deixa com raiva e incomodada. Oliver cresceu em um ambiente em que tinha pouco para comer, não porquê faltasse dinheiro ou alimento, mas porque as pessoas que o cercavam decidiam que suas necessidades eram maiores de que a das crianças. Deixando-as crescer fracas e magras, muitas morriam com doenças que viam com a fome, desnutrição e falta de vitaminas. Imaginar que Oliver, um garoto tão diferente de muitos outros, convivia com pessoas desse tipo é chocante. É chocante ainda mais que ele tenha conseguido sobreviver com tamanho desleixo por parte de seus guardiões.
Oliver passa por vários lugares diferentes, com pessoas diferentes, boas e más. Cai nas mãos de pessoas cruéis; de ladrões; e de pessoas completamente o inverso, que o tratam com amor e cuidados. Durante a leitura não consegui me afeiçoar a personagens se não Oliver, mas é triste os momentos das perdas, o tráfico fim daqueles que foram tão importantes na vida de Oliver. A forma injusta como morreram, é realmente dolorosa, apesar dessa não afeição.
Num certo momento do livro, Oliver percebe que um dos ladrões quer a todo custo que ele participe de um assalto, e Oliver implora para que não o obrigue a cometer tal crime. Nesta fala ele diz assim: "Oh! Pelo amor de Deus, deixe-me ir e morrer no campo. Nunca vou chegar perto de Londres, nunca! Oh, por favor, não me faça roubar!". Eu fiquei impressionada com a coragem dele de ainda implorar mesmo que o ladrão estivesse com uma arma e o ameaçando. Impressionada por ele estar disposto a morrer, para não roubar. Isso mostra que é Oliver é realmente um menino puro ao se recusar a fazer qualquer maldade.
Oliver Twist não foi uma leitura rápida, mas foi agradável ao todo, mesmo eu tendo reclamado que estava demorando para terminar de ler, quase que o tempo todo. É um livro tocante, apesar de simples, e que tem a nos ensinar de diversas formas. Uma das coisas que mais gostei neste livro, foi que mostra que há sim esperança para uma pessoa, que mesmo que tenha feito muitas coisas ruins, ainda sim pode ter redenção. E acho que deveria deixar aqui meus cumprimentos a Nancy, que apesar de seu trágico fim e das coisas que fez, mostrou-se ter um coração bom e ainda sentir amor pelo próximo.
comentários(0)comente



stellinha 21/07/2018

Finalmente acabei! Muitos meses mas valeu a pena principalmente como exercício para o inglês. A demora deveu-se a que li a versão em inglês com apoio da tradução que era muito sucinta em relação ao original, bastante prolixo e com muitos personagens. A versão em ebook ajudou ao resgate do histórico dos personagens. Gostei bastante! ?
comentários(0)comente



neia 29/03/2018

Amo esse escritor
Meu segundo livro de Dickens, demorei um pouco para ler, porque estava lendo com outros, mas que livro!!! adoro o jeito com que esse escritor escreve, seu humor é genial, não é a toa que o cara foi um sucesso né!!!
comentários(0)comente



Rafa 27/01/2018

Estilo Dickens
Sombrio porém entremeado por uma luz aqui e ali. Uma representação sem maquiagem da Inglaterra urbana daquele tempo, da degradação, da miséria e do crime em cores escuras e imagens lúgubres. Cheio de ironia e sarcasmo. Um estilo único. Ainda que o protagonista seja uma criança essa não é uma obra infanto-juvenil. Na faixa etária de 10 anos Oliver passa por uma série de venturas e desventuras (essas últimas mais que as primeiras - mas não definitivas) e uma trama desconhecida por ele se desenvolve a seu respeito.
comentários(0)comente



Cassiano Caio 20/09/2017

A obra original certamente deve merecer nota máxima; porém, ainda não encontrei por aqui alguma edição trabalhada com esmero, usando texto completo do autor. Uma das obras mais importantes do século XIX, com influência encontrada até em escritores atuais, mas que no Brasil parece carecer de editora interessada em fazer um trabalho à altura de Dickens. Lamentável.
comentários(0)comente



Isa Soares 13/07/2017

Demorou, mas agora saiu. Finalmente pude ler mais um livro de Dickens. É uma pena que existam tão poucas obras dele traduzidas para o português.

Mas uma vez, o autor retrata o lado obscuro da sociedade inglesa. Dando luz a protagonistas menos favorecidos. O personagem da vez, é Oliver, um menino pobre, orfão e o mais azarado das obras de Dickens. Pois, pois ele passa pelas piores situações. Mas, felizmente, como em toda obra do autor, ele acaba tendo o seu final feliz. Igual nos contos de fadas

Assim como os outros, Oliver Twist é longo, lento, mas cheia de boas tiradas de Dickens. Ele conversa com a gente e nos prende por toda a obra. Nesse, as coisas acontecem um pouco mais rápido e tem um quê de mistério em relação ao passado de Oliver que só é revelado no final, nos fazendo querer ler até o final.

A minha versão foi traduzida pelo MachadodeAssis e a maneira como ele pôe as palavras, chega a lembrar os seus romances. Por fim, recomendo e rezo para as editoras publicarem aqui mais livros de Dickens.
comentários(0)comente



Miguel 17/06/2017

A capa parece desses livros baratos de literatura nacional vendidos em banca... Só que com preço de livraria de shopping!
Eu conheci a Amarilys já tem anos, com os exemplares do Pequeno Príncipe.São simplesmente os exemplares mais lindos que já vi sobre a saga! Os vi na bienal do RJ e me encantei a primeira vista. Não me interessei por nenhum outro título publicado por ela desde então, mas já tornou-se saudosa pra mim! Isso até... Até eu ver que seria ela quem iria publicar novas versões do Dickens, em especial do Oliver Twist, meu favorito. Vale lembrar que suas edições e traduções são bem na média, e o design de outros títulos evoluí do mediano ao medíocre em saltos ornamentais. Mas resolvi fechar meus olhos e esperar. Até que veio o lançamento: É sério? São essas capas mesma que carregarão o nome estampado de tão saudoso autor? E ainda mais á esse preço? Ao invés de postar comentários de um 'estudioso' ou qq outro epilogo completamente dispensável á essa obra, não seria melhor contratar alguém capacitado para fazer o cartão de visita do livro parecer pelo menos tolerável? Prevejo ver essas edições ~se assim mesmo forem publicadas~ mofando no estante virtual em pouquíssimo tempo...
Diandra 14/10/2017minha estante
Vc possui os tres livros do Dickens lançados pela Amarilys? Pq vc está em todos os tres com o mesmo comentário, vc leu todos? Qual é a parte falha na tradução? Vc leu o original ou só veio reclamar da capa?


Renata 20/10/2017minha estante
Pois é Diandra, me pergunto a mesma coisa. Nunca vi isso por aqui, deve ser um boicote, rs.


Diandra 09/11/2017minha estante
Só pode, Renata.




50 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4