Beleza Estranha

Beleza Estranha Tércio Ribas Torres




Resenhas - Beleza Estranha


7 encontrados | exibindo 1 a 7


Pedro 31/08/2014

Vendo a beleza em atos.
Desde que se entende por gente, Roberto sempre viu o pai como uma figura extremamente severa e dura na criação de seus filhos. E não é por outra: o pai de fato deu esse tratamento as crianças, sendo do tipo que prefere bater em todos a mostrar-se vulnerável. Ou seja, por toda a infância, antes mesmo de mudarem da capital para um cidade do interior por motivos políticos, Roberto, seus irmãos e sua mãe viveram uma vida boa, porém, com momentos em que a rigidez do pai apodrecia toda a família.

Roberto, encostado ao mais novo, nunca entendeu porque o pai agia assim, muito menos o porque de sua mãe aturar todos aqueles desaforos, inclusive apanhar calada, já que ela possuía uma renda própria, que fazia dela independente, na teoria.
Certo dia, ao voltar do colégio, Roberto se depara com mais uma briga de seu pai e sua mãe, e assim, descobre algo que ele jamais imaginaria acerca de suas origens e a de sua mãe, mas que por nada abala a união e amor que há entre mãe e filho.

O livro é narrado em terceira pessoa, e assim, em onze capítulos vamos conhecendo a trajetória do personagem Roberto, rapaz humilde e muito atencioso; dos irmãos, o mais diferente e que exerce um papel fundamental em sua família. Durante a narração, não recebemos nomes de lugares e nem de pessoas, apenas Roberto é nomeado na trama.

Tércio Ribas Torres escreveu um livro que relata fielmente alguns retratos do cotidiano brasileiro, às vezes de forma engraçada, em outras, extremamente triste, mas sem tirar dessas passagens algo que nos pegue pelo pé e que nos faça pensar acerca daquilo que pra gente é tão costumeiro em nosso dia-a-dia. Também toca em assuntos como a valorização do agora, mostrando o quão solitária pode ser a vida daqueles que possuem um orgulho maior do que qualquer coisa no mundo.

Enfim, terminei agora à pouco a leitura do livro, e o que posso dizer é que o autor conseguiu passar a história que se prontificou a transmitir de forma coesa em uma linguagem simples. O livro possui capítulos curtos e um desenrolar muito rápido. Recomendo para todos os leitores as 112 páginas amareladas que compõem o livro e que passam agradavelmente.

site: decaranasletras.blogspot.com.br/2014/08/resenha-28-beleza-estranha-tercio-ribas.html
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Carolina DC 03/11/2014

"Beleza estranha" é narrado em terceira pessoa e conta a história do protagonista Roberto, desde a sua infância até a sua vida adulta.
Inicialmente nos encontramos na década de 70, onde observamos um Roberto de 6 anos de idade mudando junto com a família para uma chácara no interior.
Roberto deveria ter uma vida feliz com seu meio-irmão, sua meia-irmã e seu irmão mais novo, mas a realidade não é bem essa.
Seu pai, o homem que deveria ser o exemplo de vida de Roberto, é a figura constante dos tormentos dessa família. Um homem rígido, que usa da violência e da humilhação para manter-se soberano no seu reino.

"Era daqueles caras que achavam que mulher é produto de cama e mesa. Os filhos são posses, quase escravos. Homem nunca chora. Não hesitava em usar a violência. Se tivesse que partir para a agressão, não pensava duas vezes." (p. 10)

A dinâmica familiar é distorcida pelo medo, pelo terror e pela culpa.
É nesse regime de terror que Roberto vai crescendo, se tornando um homem onde precisa tomar decisões difíceis. Como uma infância violenta tem impacto no molde do homem? Será ele um próximo monstro ou conseguirá atravessar a vida como um homem bom e íntegro?
O autor Tércio Ribas Torres leva o leitor nessa jornada pessoal, com uma escrita poética e intimista. "Beleza Estranha" não é um conto de fadas, uma fantasia onde torcemos para que um acontecimento mágico leve embora toda a dor. É uma história sobre uma pessoa comum, seu dia-a-dia, suas dores e seus amores, seu amadurecimento, suas perdas e desilusões e sobre os pequenos gestos que conseguem mudar a nossa vida.
O livro é cheio de detalhes que enriquecem ainda mais a obra. No início de cada capítulo temos letras de músicas, versos da bíblia, quotes de livros que combinam perfeitamente com o enredo.
Uma história que fala de família, superação e perdão. Um livro com um enredo que fala com o coração do leitor e o obriga a refletir sobre a vida e o que é realmente importante.

"- Estranho como a gente cresce e a união diminui - lamentava." (p. 65)
comentários(0)comente



Dressa Oficial 07/10/2014

Resenha - Beleza Estranha
Olá, tudo bem com você?

Esse é mais um livro brasileiro que passa uma mensagem muito legal e foi recebido em parceria com o autor Tércio Ribas, agradeço a parceria e desejo imenso sucesso para o autor.

Nesse livro conhecemos Roberto ele tem mais três irmãos, e conhecemos todas as passagens de sua vida, Roberto desde pequeno morou com seu pai, sua mãe e seus irmãos, o pai de Roberto sempre foi muito nervoso, rude com a educação dos filhos e em muitos momentos violento.

Roberto tenta estudar religião na escola mas seu pai não acredita em Deus, não tem fé na vida e só pensa em destruir toda a paz que tem em casa.

Roberto desde pequeno não entende porque o pai o trata com tanta indiferença, as vezes até desconfia que não seja filho dele, e também não entende como a mãe pode ser tão passiva e aceitar toda a agressividade.

O livro tem um pouco mais de cem páginas e a leitura é narrada em terceira pessoa, os capítulos são separados e cada capítulo tem um verso de uma música brasileira ou versículo da bíblia, a leitura fluiu muito rápido e passa uma mensagem muito bacana dos nossos relacionamentos familiares.

Página 87
Estranho como os princípios parecem ter pouco valor ante o dinheiro. Dinheiro que compra moral, que compra gente, que compra sentença, sexo, opinião, que compra sofá, que compra tanta coisa.


A vida dá voltas e Roberto cresce, segue o rumo de trabalhar, trabalha como ajudante no restaurante, até vidente ele consegue trabalhar, mas depois consegue arrumar uma vaga em um concurso público, seus irmãos casam e saem de casa, sua mãe toma coragem para se separar de seu pai, que além de violento abusa das empregadas.

Até que o pai de Roberto tem um problema de saúde e faz os dois se aproximarem novamente, gostei muito da leitura mas senti falta de uma descrição melhor dos personagens, tanto que apenas Roberto tem nome, os outros são tratados na história pelo grau de parentesco, a leitura é narrada de forma bem rápida o que de certa forma não deixa criar vínculos com história em si.

Mas com certeza é uma leitura que vale a pena e que passa boas mensagens, o fato de você falar o quanto gosta da pessoa enquanto ela ainda está viva é super importante e com certeza tem pessoas que tem esse bloqueio de falar o que sente devido ao tratamento que teve em sua vida. O Perdão também é essencial para vivermos de maneira mais leve.

Página 109
Estranho como uma família se reúne e se encontra numa hora como essa. Passa a vida toda sem tempo para uma conversa. E na hora derradeira, todos encontram tempo.


Agradeço mais uma vez a parceria do autor, desejo todo sucesso do mundo para ele:)

E para nossa alegria... teremos um sorteio de um exemplar!!!! Para concorrer é muito fácil basta seguir as regras abaixo, preencher o formulário e torcer.



Beijos Boa Sorte!

Até mais...

site: http://www.livrosechocolatequente.com.br/2014/10/resenha-beleza-estranha.html
comentários(0)comente



De Cara Nas Letras 16/03/2015

Beleza Estranha - Tércio Ribas Torres
Desde que se entende por gente, Roberto sempre viu o pai como uma figura extremamente severa e dura na criação de seus filhos. E não é por outra: o pai de fato deu esse tratamento as crianças, sendo do tipo que prefere bater em todos a mostrar-se vulnerável. Ou seja, por toda a infância, antes mesmo de mudarem da capital para um cidade do interior por motivos políticos, Roberto, seus irmãos e sua mãe viveram uma vida boa, porém, com momentos em que a rigidez do pai apodrecia toda a família.

Roberto, encostado ao mais novo, nunca entendeu porque o pai agia assim, muito menos o porque de sua mãe aturar todos aqueles desaforos, inclusive apanhar calada, já que ela possuía uma renda própria, que fazia dela independente, na teoria.
Certo dia, ao voltar do colégio, Roberto se depara com mais uma briga de seu pai e sua mãe, e assim, descobre algo que ele jamais imaginaria acerca de suas origens e a de sua mãe, mas que por nada abala a união e amor que há entre mãe e filho.

O livro é narrado em terceira pessoa, e assim, em onze capítulos vamos conhecendo a trajetória do personagem Roberto, rapaz humilde e muito atencioso; dos irmãos, o mais diferente e que exerce um papel fundamental em sua família. Durante a narração, não recebemos nomes de lugares e nem de pessoas, apenas Roberto é nomeado na trama.

Tércio Ribas Torres escreveu um livro que relata fielmente alguns retratos do cotidiano brasileiro, às vezes de forma engraçada, em outras, extremamente triste, mas sem tirar dessas passagens algo que nos pegue pelo pé e que nos faça pensar acerca daquilo que pra gente é tão costumeiro em nosso dia-a-dia. Também toca em assuntos como a valorização do agora, mostrando o quão solitária pode ser a vida daqueles que possuem um orgulho maior do que qualquer coisa no mundo.

Enfim, terminei agora à pouco a leitura do livro, e o que posso dizer é que o autor conseguiu passar a história que se prontificou a transmitir de forma coesa em uma linguagem simples. O livro possui capítulos curtos e um desenrolar muito rápido. Recomendo para todos os leitores as 112 páginas amareladas que compõem o livro e que passam agradavelmente.

site: www.decaranasletras.blogspot.com
comentários(0)comente



Paac 14/01/2015

Um livro com uma certa Beleza Estranha.

Uma história tão simples quanto encantadora que tem uma certa Beleza Estranha.

O livro Beleza Estranha de Tércio Torres conta a história de Roberto, desde sua infância normal e com certas dificuldades até sua vida adulta, mostra sua relação tumultuada com o pai e o carinho e união com os irmãos e a mãe, um livro rico em detalhes e com uma história tão simples e encantadora que te faz continuar lendo cada capítulo com a mesma curiosidade do começo.
Roberto vive desde sua infância até a vida adulta sempre achando que é tratado de forma diferente pelo pai, sendo maltratado e educado de forma muito rígida e apesar de nunca entender o porque de sua vida ser assim e de seu pai sempre o tratar tão mal continua vivendo e caminhando em frente tendo suas aventuras e desventuras e por mais que não quisesse acaba voltando ao pai que depois de um tempo teve problemas de saúde e estava precisando dele.

Cada capítulo do livro começa com uma citação e me senti ainda mais encantada quando vi parte de uma das músicas que amo ouvir no começo de um dos capítulos, senti que todas essas citações acabavam tendo uma relação com a história não sei se o autor fez de propósito e se o intuito era realmente interligar cada uma com o momento da vida de Roberto mas acabei fazendo essa ligação o que tornou a leitura ainda melhor.
O livro é pequeno, composto por 112 páginas com uma diagramação muito bem feita, letras ótimas para que a leitura seja confortável, uma capa linda que me fez lembrar a casa de Roberto.
Tércio trouxe várias temáticas pesadas ao livro, um pai rígido e violento, atividades ilegais, a omissão de uma mãe entre outras situações que vemos todos os dias no jornais e por esse motivo mereceu cinco estrelas, não ser por trazer tais temáticas mas por tornar a leitura agradável e mostrar que apesar das idas e vindas da vida tudo tem uma certa beleza.


site: http://mylittlegardenofideas.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Juliana 02/12/2014

Estranho mesmo é a beleza dessa vida.
Beleza estranha é o primeiro romance escrito pelo jornalista Tércio R. Torres e é inspirado em uma história real.O livro conta a história de Roberto e sua família. Roberto é o único personagem que possui nome na trama. A história perpassa por sua infância até a vida adulta de maneira envolvente. Roberto e sua família sofrem com os abusos exercidos pelo pai violento e autoritário, fazendo com que pai e filho tenham um relacionamento conturbado.

Roberto, quando pequeno, morava com o pai, a mãe e seus três irmãos. O pai, sempre rude, impõe regras e pune severamente quem as desobedece, humilhando as pessoas ao seu redor. O pai de Roberto não acredita em Deus, não tem fé na vida e seu prazer consiste em dominar seus familiares, como se fossem servos de seu vasto império.

Dentre todos os membros da família, Roberto sente que ele é o que é mais tratado com indiferença e começa a se indagar porque isso acontece. Chega até a cogitar se é filho mesmo daquele homem. Roberto também não entende porque a mãe suporta toda aquela humilhação.

Com o passar do tempo, cada um toma o seu rumo: seus irmãos casam e saem de casa, Roberto passa em um concurso público e sua mãe reúne forças para se separar do marido. Porém, uma doença reaproxima pai e filho. Demonstrando que a vida, mesmo estranha, é bela.

A obra possui uma temática muito forte e logo no primeiro capítulo me senti totalmente emocionada e comovida pelo Roberto. A leitura flui facilmente e o autor consegue facilmente capturar sua atenção, fazendo com que o leitor se envolva cada vez mais com a história. Recomendo a leitura a todos! Independentemente do seu gênero favorito, Beleza Estranha vai mexer com seus sentimentos e fazê-lo refletir sobre muitas coisas.

site: http://www.livroseflores.com/2014/12/resenha-beleza-estranha.html#
comentários(0)comente



7 encontrados | exibindo 1 a 7