O Casamento

O Casamento Nicholas Sparks




Resenhas - O Casamento


265 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Rafa 01/03/2013

Resenha - O Casamento - Nicholas Sparks
O livro começa com questões sobre como uma pessoa pode mudar sua vida, como numa quebra de rotina e permanecer nisso todo dia, se é possível inventar maneiras diferentes de conquistar alguém porque a ama realmente. Pois é, Wilson Lewis é um homem comum, mas muito tímido, que tem seus 56 anos, depois de ter se casado com sua esposa a mais de 30 anos, acaba por esquecer o niver de casamento de 29 anos deles, e Jane, a esposa, fica toda magoada com isso.

Além de nunca reclamar da vida que levava, Wilson, é um bom advogado, tem renome na sociedade e tal, mas chega num momento que sente que não está totalmente feliz com sua família, principalmente com a linda Jane, que se virasse filme, ela seria como a Joly, muito linda mesmo.

Wilson se arrepende, com medo de que seu casamento se acabe. Nesse ínterem, é bom lembrar que dessa história é citada uma outra mais linda, a dos pais de Jane, Ellie e Noah Calhoun, são o casal de "Diários de uma paixão", o livro do mesmo autor, acreditam? Adorei essa parte.

Noah ajuda muito Wilson a reconquistar o amor perdido de Jane, tentando ser um homem perfeito para ela, mas ela só vai percebendo isso aos poucos. Ele planeja uma tática, tentando ser um marido que Jane sempre sonhava, assim como o pai dela era com sua Ellie.

Em 15 dias antes da organização do casamento da filha caçula dele, começa a sua tática com as dicas de Noah, um exemplo de pai para Jane, que achava lindo a história dos seus pais, e considerava bastante por ele ser tão carinhoso com Ellie. Wilson, bom vai nos surpreender neste final, só te digo que Jane vai chorar muito no casamento da filha, e Jane terá um dia inesquecível que Wilson preparou para ela e jamais imaginou. É lindo mesmo, você vai ficar muito emocionado.

Enfim, Sparks é um fenômeno, eu adoro todos os livros dele, espero que tenham gostado da minha primeira resenha, e comentem aqui embaixo, vai me dar um sorriso enorme.
Mony 26/06/2012minha estante
Parabéns pela resenha, não vejo a hora de comprar o livro, amo Nicholas Sparks :D Abraço.


Ana Paula 02/08/2012minha estante
Sua resenha fez eu me interessar ainda mais pelo livro. Obrigada!


Cris Dornelas 24/09/2012minha estante
Adoro esse livro! Ficou tão fofo *-*
Nicholas sabe o que faz, sabe escrever de um jeito leve e gostoso, histórias que marcam e ficam na nossa mente. Por isso é meu autor favorito (pelo menos de romance é...) e adoro tooodooos os livros dele *0*


Elaine 06/02/2013minha estante
nossa, deve ser maravilhoso...eu amo "diario de uma paixão" e este livro ter relação com ele, me deixou animada!! vou ler!!


Ana Paula 01/03/2013minha estante
Adorei a resenha e não vejo a hora de ler O Casamento. Parece ser tão perfeito quanto Diario de uma Paixão. Amo os livros do Nicholas Sparks.


Nara 17/08/2013minha estante
Falou tudo que acho do livro ^^


mônica santos 10/09/2013minha estante
Gostei muito do comentario só tenho duas observaçoes o nome da mãe dela era Allie e se vc reelembra um pouco ers o casamento da filha mais velha e mais nova era Leslie.Mas seu comentário foi ótimo.


Junqueira 21/06/2014minha estante
Gostei da resenha, Rafa, reflete exatamente do que o livro trata. É o primeiro livro de Sparks que eu leio, já assisti um filme baseado em um livro dele, Querido John e espero poder ler mais alguns, pois ele é um romancista que não é torna os detalhes cansativos.


gleicy 11/05/2017minha estante
Parabéns, amei a resenha, fiquei super interessada em ler o livro, mal posso esperar para começar.




Victorya 10/11/2013

O livro da mudança
O casamento foi o livro mais interessante que encontrei na biblioteca da escola. Pelo fato de ser do Nicholas Sparks ja sabia que seria ótimo para minhas expectativas. No começo eu não me prendi a historia, mas achei realmente incrível todo o enredo: primeiro por ser uma especie de continuação de Diário de uma paixão e segundo por falar de algo que é realmente "cotidiano". Fiquei extremamente boquiaberta com o final que me surpreendeu. Achei perfeito pelo fato da mudança do Wilson, que eu confesso aqui: adoraria ser uma Jane nesse caso. Aprendi com o livro que não importa a quantidade de defeitos de uma pessoa, nem se o passado só é lembrado por coisas ruins, mas quando há vontade e determinação pra fazer diferente, tudo é possível. Nunca é tarde para amar nem mudar. Mais que recomendo essa fascinante obra.
comentários(0)comente



Erika Oliveira 08/12/2013

Achei a historia surpreendente. Noah de Diário de uma paixão faz algumas aparições e foi uma delicia.
comentários(0)comente



Nelly 28/04/2012

Sinopse: Advogado de sucesso, Wilson Lewis sempre se esforçou para que a família vivesse confortavelmente, mas talvez tenha dedicado tempo demais ao trabalho e de menos às pessoas mais importantes de sua vida. Depois de 30 anos casado e com a filha mais velha prestes a fazer os próprios votos matrimoniais, ele é forçado a encarar uma verdade dolorosa: já não há paixão em seu casamento – e a culpa é dele. Wilson e sua esposa Jane se afastam cada dia mais e ele questiona se a mulher ainda o ama. Uma coisa é certa: seu amor por Jane só aumentou ao longo dos anos e ele está disposto a fazer o possível para reconquistá-la.

Tenho que confessar que quando ganhei esse livro eu pensei que ia ser mais um romance água com açúcar do Nicholas ( não que eu não goste dos romances dele porque eu sou apaixonada, e quem nunca leu e chorou com os seus livros que atire a primeira pedra), eu só estava achando que eu ia querer jogar o livro longe como eu quase fiz com Um homem de sorte (logo postarei resenha aqui),por ter quase me matado do coração, mas fui persistente e me surpreendi com o livro. A primeira surpresa que eu tive foi que esse livro tem uma ligação com ” Diário de uma paixão”,que por sinal é um dos meus livros favoritos do Nicholas. Wilson é casado com a filha de Noah e Allie ,o nosso casal lindo. E para a alegria da nação o bom e velho Noah tem sua participação na história.

Wilson percebendo que seu casamento está ruindo resolve reconquistar a mulher e fazer uma surpresa pra ela em seu aniversário de casamento de 30 anos. Ele prepara tudo, até que uma semana antes da tão esperada data sua filha entra pela porta da cozinha e diz: Eu quero me casar no próximo sábado. Em meio a correria para a organização de um casamento em uma semana, Wilson vai demonstrando em gestos simples o seu amor por Jane e mesmo com os imprevistos não deixa de fazer a tão esperada surpresa em aniversário de casamento.

“Por favor, não me entenda mal. Posso não ser sentimental,mas não sou completamente desprovido de emoções, e em certos momentos sou tomado por uma profunda sensação de admiração. Em geral,trata-se de coisas simples que eu acho estranhamente comoventes. Na semana passada,senti um aperto na garganta quando vi um garoto estender a mão para o pai enquanto desciam a calçada.”

Nicholas trabalha com todo seu romantismo nessa história, e faz Wilson se esforçar pra conquistar a mulher outra vez, com a ajuda de Noah é claro, e com isso temos uma noção do que aconteceu com ele depois da morte de Allie. Por incrível que pareça não tem nenhuma morte, nem nenhum amor impossível, como em quase todos os outros livros do Nicholas.

Uma coisa é certa nessa história : Todo mundo se surpreende no final. A história é linda,delicada e cativante.O autor te faz perceber que não é dinheiro e uma vida estruturada que pode manter uma relação. Sparks consegue mostrar que o amor e o casamento são estruturados por pequenos gestos todos dias. Você para e pensa no quanto os pequenas coisas podem fazer mais efeito do que muita coisa grandiosa. A história é daquelas que aquecem o coração.

‘(…) Gus me olhou nos olhos e disse: ‘Noah, eu entendo as mulheres’.
Noah deu uma risada.
- O problema é que não existe nenhum homem vivo que possa dizer honestamente essas palavras. Mas isso não quer dizer que você não possa amá-las. E isso não quer dizer que deveria deixar de fazê-las saber como são importantes para você.’

Me respondam meninas: Tem como não gostar da história depois disso? rs . Leiam, e pensem no quanto a mulher do Nicholas é sortuda. RS.

Meu blog: www.desventurasembooks.wordpress.com
comentários(0)comente



Luiza 19/05/2013

"Acima de tudo aprendi que é possível que duas pessoas se apaixonem outra vez."
Novamente, me vi presa a um dos livros de Sparks e, assim como todos os outros, a historia possui a mesma base que o autor gosta de usar e abusar, mas não vejo isso como um problema, de fato. Acredito, na verdade, que se manter em uma mesma base faz com que os leitores que gostam das obras do autor possam sempre se identificar com todas as historias e saber que essas estarão carregadas de romances grudentos. Especificamente, com este livro não foi diferente. Sparks abusa do romance, das tristezas e da comoção para formar uma historia, porem, diferente dos outros livros, o enredo não se desenvolve rapidamente, pelo contrario, vejo o autor se demorar durante todo o desenvolvimento da historia e, no final, no qual se espera uma conclusão me deparei, na verdade, com um clímax, que por sinal, foi muito bem feito. Nicholas, dessa vez, segura um pouco dos acontecimentos realmente significativos ate o final, gerando nos últimos capítulos uma explosão de mudanças. De certa forma, essa tática do autor não tornou o livro, em seu inicio e meio, cansativo, pelo contrario, tornou a historia fácil de ler e, ate mesmo, agradável. Devido ao drama da historia ser completamente superficial e ao fato de grande parte do desenvolvimento do enredo se manter presa em uma mesma linha sem grandes acontecimentos, conclui que O casamento é uma obra de Sparks "mamão com açúcar" ou "sessão da tarde". Mas, mesmo com os contras iniciais, me surpreendi com o destaque que o autor demonstra para uma ideia, que hoje é desvalorizada, de salvar um casamento. Mesmo com os desgastes adquiridos com os anos, Nicholas mostra que nunca é tarde para salvar um laço, não apenas matrimonial, mas de afeto e que, nem mesmo a morte, pode destruir um amor de verdade.
comentários(0)comente



Michele B. 26/07/2012

O casamento
"O casamento" é uma continuação de "O Diário de uma paixão" e esse livro de Nicholas Sparks é um dos meus livros favoritos. Conta a história de como Noah e Allie se apaixonam em um verão, e perdem o contato por 14 anos e depois se encontraram novamente. Sua história de amor é verdadeiramente inspiradora e comovente, e, apesar de todas as dificuldades que tiveram que enfrentar, ainda conseguiram manter a magia em seu relacionamento vivo. O mesmo não aconteceu com sua filha Jane e seu marido Wilson, cuja história é contada no casamento.

Sentado a seu lado no sofá, eu soube que ainda amava Jane tanto quanto no dia de nosso casamento. No entanto, ao olhar para ela, ao reparar pela primeira vez na forma distraída como ela relanceou os olhos para o lado e na postura inegavelmente triste de sua cabeça, de repente percebi que não tinha certeza de que ela ainda me amava. (p. 12)

Wilson não poderia ser mais diferente do romântico pai de Jane, Noah. Ele não é do tipo romântico, ele não é bom em expressar seus sentimentos e trabalhou muito durante todos os anos do seu casamento que, como resultado, ele e Jane ficaram distantes. Mas apesar disso tudo, ele ainda está loucamente apaixonado por ela. Infelizmente, ele percebe que ela não se sente da mesma maneira sobre ele. Então, determinado a salvar seu casamento, ele tenta mudar e se tornar um marido melhor, partindo de simples detalhes do dia-a-dia, a participar em tempo integral dos preparativos para o casamento de sua filha. Agora, tendo em mente os magníficos 50 anos de casamento de seus sogros como um guia, Wilson luta para encontrar o caminho de volta para o coração de sua amada esposa. Ele quer fazer algo especial para seu aniversário de 30 anos, mas duas semanas antes dessa data, sua filha Anna anuncia que vai se casar. Ela quer um casamento pequeno, sem complicações e Jane, que nunca teve um casamento de véu e grinalda que ela tanto desejava, pois seu marido, não acredita em Deus, a convence a ter apenas uma cerimônia civil.

Jane simplesmente não queria que terminássemos como um daqueles casais de certa idade que às vezes víamos quando íamos jantar fora e que sempre nos despertaram pena. Devo deixar claro que esses casais em geral se tratam com educação. O marido pode puxar a cadeira ou tirar o casaco da mulher, ela pode sugerir um dos pratos do dia. E, quando o garçom aparece, eles podem completar os pedidos um do outro com a experiência acumulada ao longo de anos (...) Depois que o pedido é feito, porém, os dois não dirigem mais a palavra um ao outro... Passarão a refeição inteira sentados como dois desconhecidos que por acaso estejam dividindo uma mesa. (p. 22)

Mas acabei entendendo que amar é mais do que resmungar três palavrinhas antes de dormir. O amor é sustentado por ações, pela constante dedicação às coisas que um faz pelo outro diariamente. (p. 58)

Qualquer um que teve um relacionamento que perdeu sua magia (e vamos dizer, quem não teve?) Vai se identificar com a história de Wilson e Jane. Eles são duas pessoas comuns, não há nada de notável sobre eles que os faz sobressair, e de certa forma, isso faz deles personagens bem comuns, mas também os torna reais. E ver o jeito que ele faz para consertar seu casamento é muito tocante. E o final com certeza vai surpreendê-lo. Embora o livro é um pouco sentimental, mas também oferece algum alimento interessante para o pensamento e faz você refletir sobre como um casamento velho pode ser salvo se ambas as partes estão dispostas a trabalhar duro para isso, em vez de simplesmente desistir.

Já reparou que, quanto mais especiais são as coisas, menos atenção as pessoas parecem dedicar a elas? Parece que acham que elas nunca vão mudar. (p. 162)

O livro é envolvente. Uma grande parte do livro é também dedicado aos preparativos para o casamento, que alguns podem achar chato, mas eu realmente gostei. O estilo de escrita é ótimo. Nicholas Sparks realmente tem um jeito com as palavras e, se você é do tipo romântica, este livro vai fazer você derramar algumas lágrimas. Em geral, "O casamento" é bem-escrito, romântico, sentimental e vai fazer você sorrir, chorar e pensar.

...
leia o restante em meu blog
http://lostgirlygirl.blogspot.com.br/2012/07/resenha-o-casamento-nicholas-sparks.html
comentários(0)comente



Elis 16/04/2013

Resenha: O Casamento
O livro narra os acontecimentos posteriores ao aniversário de 29 anos de casamento de Wilson e Jane. Nessa data tão importante para o casal, Wilson simplesmente esquece o aniversário, deixando a esposa magoada. Vendo o que seu esquecimento causou, ele inicia uma jornada de 1 ano (até o aniversário de 30 anos), para reacender a chama de seu relacionamento.

O fato de esquecer o aniversário de casamento, foi apenas a gota d’água. Wilson começa a refletir sobre sua falta de romantismo e sua dedicação excessiva ao trabalho. Decidido a mudar e se tornar um homem melhor, começa a fazer exercícios e a perder peso. Depois passa a cozinhar, e através de pequenas atitudes, como perguntar como foi o dia de Jane, vai tentando reconquistar seu grande amor aos poucos.

A grande expectativa do livro é sobre o presente que Wilson está preparando para o aniversário de 30 anos de casamento e se todo o seu esforço vai ter valido a pena, para que ele e Jane voltem a ser felizes. Para isso, ele vai pedir ajuda a Noah, seu sogro. A história de amor de Allie e Noah, contada em Diário de Uma Paixão, sempre foi um exemplo de romantismo para Jane.

Noah rouba a cena, seu carisma é enorme e mesmo nesse livro, ele é responsável por momentos emocionantes. Allie já morrera, revelando o final de Diário de uma Paixão. Mas Noah acredita que ela renasceu através de um cisne, que nada no lago da casa de repouso. Por isso, considero a capa original do livro, bem melhor que a brasileira, pois é repleta de significados.

Wilson e Jane tem três filhos, todos já adultos e morando fora de casa. Quando o aniversário de 30 anos de casamento se aproxima, sua filha Anna anuncia que vai se casar no prazo de duas semanas, exatamente no dia do aniversário de matrimônio dos pais. O livro mostra todos os preparativos, apesar do pouco tempo para organizar tudo, Wilson mais uma vez prova a sua mulher e seus filhos, que é um homem melhor, ajudando em tudo que for preciso.

A única parte do livro, que não gostei muito, foi a rotina de preparação do casamento, que ocupou várias páginas. Mas ao chegar no final do livro, que culmina no grande dia, tudo se encaixou e Nicholas Sparks conseguiu me surpreender. O livro é muito bom, é uma história mais madura, que nos mostra que em um casamento nem tudo são rosas, mas que é importante manter a chama do relacionamento acesa.

Leia a resenha completa: http://garotadezembro.blogspot.com.br/2013/04/resenha-o-casamento.html
comentários(0)comente



Andreza Alves 21/11/2012

Quando comprei o livro, comprei porque era do Nicholas Sparks e também porque tenho a coleção de todos os seus livros que foram lançados no Brasil. Como profunda fã e admiradora do seu trabalho, achei que não haveria mais nenhuma forma de ser surpreendida por seus livros, suas histórias e suas verdadeiras lições de vida.
Abri a primeira página do livro e comecei a devorá-lo. Ao pé da letra mesmo. A cada página que eu lia, maior era a vontade de continuar lendo e só parar quando estivesse na última página, concluindo toda a história retratada no livro. Lendo este livro, pude ter a certeza de que Nicholas Sparks pode me surpreender sim com cada história que ele construa.
Leila 02/01/2013minha estante
Andreza senti a mesma coisa que você. Novamente Nicholas Spakrs me surpreendeu e me emocionou.


Andreza Alves 22/04/2013minha estante
Ele é show! Sempre surpreende.




Rodrigo Soares 31/01/2013

O Casamento
Foi o livro do Nicholas que menos gostei. Mas recomendo esse livro pra quem já é casado!!
comentários(0)comente



Danielle 16/01/2013

Em "o casamento" você quebra esse preconceito de que a vida é só agora, de que a única época feliz é a adolescência. Com ele, vemos que cada fase é especial. Você percebe o encanto em se casar, ter filhos, ser fiel, amar o seu cônjuge e fazê-lo te amar dia após dia, cada vez mais. O casamento é uma balança e ambos têm que ajudar para deixá-la equilibrada. É o respeito, o esforço para que tudo dê certo, o carinho, o altruísmo, o bem querer, o romance, o amor.
É um livro envolvente que mexeu bastante comigo. Um mar de emoções.
comentários(0)comente



15/04/2013

O Casamento, Nicholas Sparks
Um dos livros mais românticos que eu já li! E o melhor: escrito sobre o ponto de vista de um homem!
É uma estória emocionante, envolvente, que te faz repensar a vida. Mesmo sendo a narração sobre um casal com 30 anos de relacionamento, me peguei pensando nas consequências futuras das atitudes que estou escolhendo hoje.
Enfim, uma leitura obrigatória a todos os românticos de plantão, e claro, preparem os lencinhos!
Recomendo!
comentários(0)comente



Thainá Nazareth 19/07/2013

o casamento - Nicholas Sparks
Meu Deus que final foi aquele !!!!

Tudo bem que em todos os livros do NS eu me emociono, me assusto, me decepciono e tudo que podem imaginar, mas eu juro que não esperava esse desfecho. É Sério não podia ter sido mais perfeito.

Diferente dos outros livro do Nicholas, este conta a história de um casal já formado que estão casados a quase 30 anos. E sim, de certa forma é a continuação de diário de uma paixão, mas não pensem que é a historia do Noah e da Ellie, mas sim de uma das filhas deles, Jane.

Depois de esquecer do seu 29º aniversário de casamento com Jane, Wilson percebe o quão longe ele havia chegado por causa do trabalho, e, para reverter esta situação, resolve se empenhar ao máximo para reconquistar sua mulher e fazer de tudo para preparar uma surpresa no seu 30º aniversário de casamento, até que chega a notícia que sua filha mais velha resolve se casar exatamente no dia do aniversário de casamento dos pais (que por sinal falta apenas uma semana) e começa uma verdadeira corrida com os preparativos do tal casamento e ao mesmo tempo uma corrida de Wilson pelo coração de sua esposa.

Confesso que quando li a resenha atrás do livro não tive tanta curiosidade assim como tive nos outros livros dele, porém resolvi dá-lo uma chace e não me arrependo disso.
No começo parece uma história normal, onde se sente raiva, aflição, pena, mas ao caminhar da história ela vai prendendo cada vez mais e você vai se comovendo com a vontade de Wilson de consertar tudo.

Mas e sério, eu AMEI o final !

Então, não julguem o livro pela capa ou pelo título, deem uma chance à ele, pois garanto que não vão se arrepender.
comentários(0)comente



Saleitura 05/02/2013

Quisera que todos descobrissem a fórmula de “ reascender a chama de seu relacionamento.”
Esta é mais uma resenha de um livro de Nicholas Sparks e aguardem que vem mais por aí que vão alegrar os corações de seus fãs.
Este livro é seqüência do livro Diário de uma paixão que nos conta uma história de amor vivida pelo casal Allie e Noah resistindo a todos os obstáculos que a vida prepara. Já tem resenha postada aqui na Saleta de Leitura.
Em O Casamento vamos conhecer a história de Jane, a filha mais velha de Allie e Noah, que é casada há quase 30 anos com Wilson Lewis e residem em Nova Berna. Ele é um advogado que dedicou grande parte de sua vida aos estudos e ao trabalho deixando os cuidados da casa, a educação dos filhos, praticamente entregues a esposa. Tudo desabou quando ele esqueceu o dia que completavam 29 anos de casados. Jane preparou um belo jantar, se arrumou toda, comprou presentes, mas Wilson concentrado nos problemas do trabalho como sempre, procedeu como se fosse um dia qualquer. E como poderia consertar esse erro?
É narrada em primeira pessoa por Wilson que nos leva a caminhar através dos anos, refletindo em seus erros, buscando uma maneira de poder fazer um novo recomeço.
É muito doloroso pensar que sua mulher talvez não o ame mais, e nessa noite, depois de Jane subir para o nosso quarto levando seu perfume novo, passei horas sentado no sofá me perguntando como a situação tinha chegado a esse ponto. pg. 13

Eles tem três filhos Anna, Joseph e a caçula Leslie. Anna trabalha em um jornal e mora com Keith que pretender ser um ortopedista. Joseph estudou sociologia e trabalha em um abrigo para mulheres vítimas de violência física em Nova York. Leslie “estuda biologia e fisiologia na Universidade de Wake Forest e quer ser veterinária.”
“Agora que nenhum deles mora mais conosco, nossa casa mudou. Onde antes havia música resta apenas silêncio; enquanto antigamente nossa despensa costumava conter oito tipos diferentes de cereal coberto de açúcar, hoje há apenas uma única marca com alto teor de fibras. . . . Lembro-me de desejar que essa mudança pudesse de alguma forma explicar o astral de Jane.” pg. 18

Wilson sempre ia visitar o sogro , Noah, no asilo levando três pacotes de pão de forma para que alimentasse o cisne que vivia por lá. Sempre trocavam as mesmas palavras ao se cumprimentarem.
- Como você está?

- Poderia estar melhor – respondeu ele. Então, com um sorriso maroto, completou: - Mas também poderia estar pior. pg.25

Era seu confidente e em poucas palavras contou sobre como era maravilhosa à sensação de poder se apaixonar várias vezes por alguém que se ama. Foi então que Wilson começou a fazer planos para poder reconquistar a sua esposa e principalmente para o dia que completariam 30 anos de casados. Mudou seus hábitos, começou a fazer caminhadas e com isso emagreceu. Os dias foram passando e ele já tinha até planejado tirar férias do trabalho o que praticamente não fazia parte de seu calendário durante todos esses anos.

A história se passa praticamente contando esses preparativos até que sua filha Anna chega de repente avisando que vai se casar daqui duas semanas, exatamente no dia do aniversário de casamento dos pais. Jane fica nervosa, pois queria que o casamento da filha tivesse tudo o que o seu não tivera.
Começa a corrida contra o tempo e o maior aliado que ela encontra é o seu marido. Wilson, já de férias no trabalho, ajuda muito nos preparativos conseguindo com que o casamento seja aquilo que a esposa sempre sonhou.
Muitas surpresas vão acontecer e Wilson mesmo super atarefado procura reconquistar a esposa. Sempre fora tímido e um dos seus erros era faltar palavras para expressar seus sentimentos.

“Será possível um homem mudar de verdade? Ou será que o temperamento e os hábitos constituem as fronteiras imutáveis de nossa vida? “

Mais uma linda história de Nicholas Sparks que trata de um assunto vivido por muitos casais e quisera que todos descobrissem a fórmula de “ reascender a chama de seu relacionamento.”

Resenha por Irene Moreira
http://www.skoob.com.br/estante/resenha/23755600

Link postagem Saleta da Leitura
http://saletadeleitura.blogspot.com.br/2013/02/resenha-do-livro-o-casamento-de.html

comentários(0)comente



Leandro 30/08/2012

http://www.leandro-de-lira.com/
Não é novidade para ninguém que o nome "Nicholas Sparks" já virou marketing aqui no Brasil. Seus livros são sempre campeões de venda e várias pessoas adoram. Confesso que gosto muito de alguns. Em "O Casamento", eu percebi que o autor não quis repetir o mesmo erro que repetiu em outros livros: escrever mais do mesmo. E isso foi justamente o ponto positivo do livro.

[SINOPSE] Advogado de sucesso, Wilson Lewis sempre se esforçou para que a família vivesse confortavelmente, mas talvez tenha dedicado tempo demais ao trabalho e de menos às pessoas mais importantes de sua vida. Depois de 30 anos casado e com a filha mais velha prestes a fazer os próprios votos matrimoniais, ele é forçado a encarar uma verdade dolorosa: já não há paixão em seu casamento - e a culpa é dele. Wilson e sua esposa Jane se afastam cada dia mais e ele questiona se a mulher ainda o ama. Uma coisa é certa: seu amor por Jane só aumentou ao longo dos anos e ele está disposto a fazer o possível para reconquistá-la. Inspirado pela maravilhosa história de amor dos sogros, Noah e Allie (de Diário de uma Paixão), ele promete a si mesmo que encontrará uma forma de levar o romantismo de volta à sua vida conjugal e fazer a espos apaixonar-se por ele novamente.

O livro narra a história de Wilson, que é genro de Noah (personagem principal do livro "Diário de uma Paixão"). Ele está vivendo um momento complicado do seu casamento e está disposto a não perder o grande amor da sua vida: Jane.
Durante a leitura, percebemos tudo o que aconteceu com o casal, para que ambos tivessem chegado a tal ponto. E é com a ajuda de Noah, que ele vai tentar correr atrás do que foi perdido e reparar seus erros.

Como se percebe, não quis focar muito na história, para não estragar algumas surpresas da história. Esse livro do Nicholas é bem mais maduro do que os seus anteriores. Há de fato, um enredo mais direcionado para casais no geral. Durante a leitura, o Wilson relata de forma natural, vários acontecimentos da sua vida, que muitas vezes, acontecem no nosso dia-a-dia.

"É engraçado, mas já reparou que, quanto mais especiais são as coisas, menos atenção as pessoas parecem dedicar a elas? Parecem que acham que elas nunca vão mudar." Pág.: 162

Eu poderia tirar vários quotes do livro, porque é um livro que vem recheado de ensinamentos, para toda e qualquer pessoa. Confesso que o começo não foi um dos melhores, mas aos poucos, a leitura vai melhorando consideravelmente. Nicholas não focou muito nos personagens secundários, mas nada que prejudique a leitura.

Sobre o final, eu já sabia o que iria acontecer bem antes de concluir a leitura; admito que foi previsível, mas se fosse diferente, iria estragar com toda a história. E por incrível que pareça, Noah tem uma boa participação na história. E como sempre, ele conseguiu me encantar mais uma vez com a sua personalidade.

Concluindo, o livro é muito bom sim. E de fato, me surpreendeu. Não estava esperando muito da história, e aconteceu exatamente o contrário. Se você curte romances, ou melhor, bons romances, não hesite e leia "O Casamento". Você se surpreenderá!

Recomendo!
comentários(0)comente



Thay Gomez Pilha Flutuante 21/07/2012

L'Amour
Nenhum livro de Sparks me confirmou mais fortemente como a esposa de Nicholas é a mulher mais sortuda do mundo. “The lucky one” actually is Cathy Sparks. Recebi o livro e o kit em parceria com a Editora Arqueiro e agradeço demais à editora, pelo carinho!

Depois de quase 30 anos de casamento, Wilson Lewis percebeu uma verdade incômoda: sua esposa, a incrível Jane, não parece amá-lo como antes, e apenas entrando em seu passado sabemos por que isso mexe tanto com ele. O protagonista, que é o narrador desta história, é um workaholic que sempre pensou estar fazendo o bem à família trabalhando sem parar para garantir conforto e segurança no futuro, condenando o bem-estar do presente. Nunca fez o tipo romântico, como seus sogros, Noah e Allie Calhoun, casal que inspirou os filhos sobre como é um casamento ideal. E Jane parece ter dúvidas sobre sua escolha, se foi a certa. Wilson continua apaixonado, mas não consegue demonstrar, típico dos homens. Então, como reconquistar a paixão de sua esposa?

Jane simplesmente não queria que terminássemos como um daqueles casais de certa idade que às vezes víamos quando íamos jantar fora e que sempre nos despertaram pena. Devo deixar claro que esses casais em geral se tratam com educação. O marido pode puxar a cadeira ou tirar o casaco da mulher, ela pode sugerir um dos pratos do dia. E, quando o garçom aparece, eles podem completar os pedidos um do outro com a experiência acumulada ao longo de anos (...) Depois que o pedido é feito, porém, os dois não dirigem mais a palavra um ao outro... Passarão a refeição inteira sentados como dois desconhecidos que por acaso estejam dividindo uma mesa. (p. 22)


Este é um dos livros de Sparks mais fáceis de resenhar, porque traz uma autoavaliação consciente do narrador, um debate interno sobre o que teve de fazer versus o que deveria ter feito. Ao encarar o seu casamento minguante, Wilson procura o melhor amigo, o sogro Noah Calhoun. E como este é possivelmente o "Melhor Melhor do Mundo" no assunto romance, o protagonista percebe os pequenos detalhes que fizeram a diferença, e acabaram passando sem nota.


O descaso com datas importantes, a falta de tato e carinho, a ausência de comunicação, a troca da família pelo trabalho em prol da família, o romantismo e o companheirismo cedendo lugar à tolerância. Todos esses fatores geraram uma pintura tão desagradável que, se Wilson não fosse um Grande Homem, essa história teria terminado no Prólogo.

Mas acabei entendendo que amar é mais do que resmungar três palavrinhas antes de dormir. O amor é sustentado por ações, pela constante dedicação às coisas que um faz pelo outro diariamente. (p. 58)


A parte do livro que me cativou de fato foi a forma como o autor mesclou os problemas do presente com suas raízes no passado, flashes de momentos importantes que levaram ao hoje, a jornada de Wilson ao lado de Jane e por que valia a pena lutar por isso. Foi o ponto alto para mim, mesmo considerando o final mais-que-romântico e surpreendente. Afinal, quem [conhecendo a história de Allie e Noah] não lutaria por um Calhoun? São mais importantes do que eles mesmos imaginam.


Outro ponto positivo foi abrir o coração para três histórias de amor, uma mais diferente que a outra e todas interligadas, durante o livro: Noah e Allie, Wilson e Jane, Anna e Keith [os atuais noivos], casais que enfrentaram ou enfrentam dificuldades distintas e procuram seu caminho de volta ou de partida. Acima de tudo a realidade crua dos altos e baixos por que pode passar um relacionamento ao longo de muitos anos.

Já reparou que, quanto mais especiais são as coisas, menos atenção as pessoas parecem dedicar a elas? Parece que acham que elas nunca vão mudar. (p. 162)


Um ponto a pensar, para mim, foi a distância entre nós, leitores, e a própria Jane. Mesmo que o livro tenha sido narrado em primeira pessoa por Wilson [e eu realmente gostei quase tanto dele quanto de Noah, my endless literary love], não me senti próxima a Jane como a Allie, em “Diário de uma Paixão”. Sem dúvida, o afastamento entre o casal protagonista de O CASAMENTO era opressivo, o desconforto era palpável no ar, mas afora o flash do primeiro encontro, eu não senti Jane Lewis realmente ali. Pode ter sido impressão, mas gostaria muito de ler a história do ponto de vista dela, porque sei que ela tinha muito a falar.

Esteja pronto para a afinidade com as situações difíceis e também para as doses cavalares de romantismo desse livro, porque Wilson não parece ter limites. Os homens podem ler, mas acredito que é o público feminino quem vai se apaixonar pela história. Para homens como Wilson é difícil admitir o que sentem, demonstrar esses sentimentos em palavras e ainda mais em ações. Por alguma razão, homens assim acham esse tipo de coisa boba. Mas nós bem sabemos a diferença que faz um cara que se importa, não é, meninas?

Sabia que ele e mamãe costumavam dançar na cozinha? Uma hora estavam lavando a louça e, no minuto seguinte, estavam abraçados, bailando... Quando fiquei um pouco mais velha, Kate e eu sempre riamos ao vê-los fazerem isso. Apontávamos para eles, dando risadinhas, mas eles riam também e continuavam dançando como se só existissem eles no mundo. (p. 193)

Fofo e adulto. Não é o meu favorito de Sparks (segue sendo Diário de uma Paixão), mas para quem amou The Notebook e acha que viu de tudo com Noah e Allie, esperem só para conhecer Wilson Lewis. Ele também vai conquistar você.
Dani 22/07/2012minha estante
Maravilhosa resenha This.
Como sempre!
Estou para comprar este livro neste exato momento, haha!


Thay Gomez Pilha Flutuante 23/07/2012minha estante
Obrigada, Dani!
Espero que curta o livro (*.*)




265 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |