Minha Vida Daria Um Filme

Minha Vida Daria Um Filme Simona Toma




Resenhas - Minha Vida Daria Um Filme


4 encontrados | exibindo 1 a 4


Debyh 27/08/2019

Este livro faz parte daqueles em que pego pra ler sem esperar nada, a não ser um bom momento sem ter que pensar em grandes dramas. Apenas uma história de uma adolescente (legalmente adulta) onde vamos acompanhar o seu dia a dia. O bom é que eu consegui isso e como bônus algumas coisas inesperadas que me divertiram durante a leitura.
Faltando bem pouco para se formar na escola, Toni ainda não tem muita certeza do que fará no futuro. Porém no momento ela não está pensando nisso já que vê sua vida quase que completamente ocupada por pensamentos em Filippo, rapaz o qual conheceu a pouco tempo. Ainda por cima um filme está sendo gravado na cidade envolvendo a todos e é assim acompanhamos a vida de de Toni.
continua ► http://euinsisto.com.br/minha-vida-daria-um-filme-simona-toma/

site: http://euinsisto.com.br/minha-vida-daria-um-filme-simona-toma/
comentários(0)comente



Izabela 21/02/2015

Sabe aqueles livros que te fazem rir tanto que você até esquece que tem pessoas a sua volta? Pois é. Eu preciso contar que esse livro rendeu algumas das melhores risadas que já dei e que, definitivamente, quase acabou com meus post its. Eu tinha visto esse livro em uma livraria – numa cidade perto da cidade dos meus pais – e fiquei maluca pela história, pela capa e tudo mais, mas no dia eu estava sem dinheiro e meu limite no cartão também não estava muito bem. Guardei o nome do livro e fiquei esperando o momento certo. O que eu não esperava era que o blog seria um dos escolhidos da editora Fundamento para a parceria e que o livro em questão estaria na lista dos livros para parceiros. Eu não pensei nenhuma vez antes de escolhê-lo. Ainda não tinha lido nada sobre ele, mas sabe quando você tem certeza que vai gostar de um livro? Eu estava certa, tanto que ele recebeu cinco estrelinhas lá no skoob. Se quiser ver, em detalhes, o que achei do livro é só continuar lendo! =)

O livro conta a história da estudante Toni (e sim, ela sabe que parece um apelido de menino) que descobriu, sem querer, que pode sim existir amor à primeira vista. Estava tudo tranquilo na vida dela até que, durante um show bem movimentado, ela se perde de sua amiga e é quase esmagada por alguns roqueiros. Disse quase, porque sua vida foi salva pelo (descrito como deus grego) Filippo, um cara que conseguiu sem esforços colocá-la para dentro dos bastidores do show. Tudo estava parecendo um sonho, e ela logo acordou quando foi colocada para fora dos bastidores por um segurança muito mal encarado. Suas melhores amigas ficam sem acreditar na história e uma acha que o amor pode sim existir, enquanto que a outra acredita que isso é a maior besteira do mundo, afinal, o amor sozinho já é uma grande besteira. Mas Toni estava decidida, ela havia achado o amor da vida dela, só faltava ele perceber isso e, claro, ela precisava reencontrá-lo. Por uma graça do destino (assim dizendo) eles acabam se reencontrando e ela descobre que ele trabalha com cinema e, para completar, que ele está precisando de algumas figurantes para o novo filme em que ele está trabalhando. É claro que Toni se joga nessa e leva suas amigas malucas junto.

"O amor é o contrário do amor. O amor é uma guerra, é um derramamento de sangue."

Página 26

A vida – na realidade – é muito mais simples que um filme e Toni vai percebendo isso aos poucos. Atores, quando estão por trás das câmeras, podem ser muito temperamentais, os figurinistas podem sem maníacos, os ajudantes que não recebem nada podem ser muito fofos e os sets de filmagem podem ser piores que a metrópole mais desorganizada que conseguir imaginar. Mas, em tese, o amor vence tudo, não é? Ela tinha certeza que viveria um grande amor de cinema como a diva principal com o garoto perfeito e que suas amigas seriam as coadjuvantes engraçadas que levariam o público à risadas intermináveis. Uma coisa era certa, a vida da personagem principal realmente podia virar um filme de tão doida, o que ela não esperava era que o roteiro daria uma reviravolta tão inesperada. Assim é o amor, às vezes sem roteiro e, em outros momentos, com roteiros cheios de voltas e mais voltas.

"[...] Em quatro segundos procuro minha dignidade no chão

(eu acho só uma parte dela, mas me contento porque estou com pressa), [...]."

Página 119

A personagem principal é completamente maluca, mas em um bom sentido. Toni vive tendo conversas muito sérias com ela mesma e, quando acredita em alguma coisa, ela vai realmente atrás do que quer. As amigas da personagem principal me fizeram sentir um grande misto de emoções, em alguns momentos eu amava muito as duas e, em outros, eu tinha vontade de matá-las. Para falar a verdade, uma delas, Matilde, me deu muito nos nervos, nem parecia que ela era amiga de verdade. Pelo menos elas renderam algumas das melhores frases do livro e me fizeram rir de verdade. A família da personagem principal também é genial. Os avós dela me divertiram de verdade (o avô passa o livro tentando aprender inglês, enquanto que a vó resolve criar um blog de receitas). Alguns outros personagens que vão aparecendo durante a história também me conquistaram muito (até os atores temperamentais), mas não vou contar muito, afinal não gosto de espalhar spoilers.

Se você gosta de livros que rendem boas risadas, esse livro é para você. Uma história de amor que não precisa de mel escorrendo pelas páginas para mostrar isso. Eu gastei muitos post its (vale comentar que, pela primeira vez na vida, coloquei mais de um post it na mesma página!), como comentei no começo, e não me arrependo de nenhum dos que coloquei. O livro é cheio de piadas leves e citações pop. O que achei mais divertido (e até curioso) é que o livro é Italiano! Nunca tinha lido algo que se passava na Itália e achei demais. Foi uma das coisas que, desde o começo, me fez ter vontade de ler, afinal, estamos muito acostumados com os livros americanos e ingleses, né? Foi legal variar isso. Ah, uma coisa que não posso deixar de citar é que a editora está de parabéns, achei genial o fato de que o livro vem com um tipo de classificação indicativa. Sempre achei que isso era necessário nos livros (principalmente os New Adults da vida) e foi bom ver na prática. Se está afim de dar boas risadas, vá logo ler o livro!

site: http://www.brincandodeescritora.com/
comentários(0)comente



Jessica Oliveira 23/09/2014

Resenha para o blog "Books and Movies"
"Minha Vida daria um Filme" é um romance doce, estilo sessão da tarde, ótimo para se apreciar nesses dias frios de inverno.
A história é simples e leve e, mesmo sem perceber você chega ao final completamente imerso na vida de Toni e suas amigas.
Antonia, ou melhor Toni, é a protagonista do romance, uma jovem de dezoito anos que junto com suas amigas Clementina e Matilda vai viver seu penúltimo verão como uma aluna de sua escola.
O título do livro na minha opinião é essencial neste romance, lendo-o, de fato, temos a impressão de estar em frente a uma tela, onde um filme é passado.
O romance é ambientado principalmente em Milão, nem preciso dizer que isso dá um charme todo especial a leitura.
No início da história, encontramos Toni e sua amiga Matilde em um show e, por coincidência, nossa protagonista conhece seu príncipe Philipo, que trabalha como assistente de direção e, graças a esse conhecimento as três amigas entram no mundo do cinema.
Toni literalmente perde a cabeça pelo menino e essa amizade em breve vai se transformar em algo mais!
Mas Toni terá que ter muito cuidado porque Philipo faz parte do mundo do cinema, onde muitas vezes o que parece real é apenas ficção, resultado de escritores hábeis.
Mas além de Philipo Toni ainda terá que lidar com suas amigas, a doce Clementine, sempre pronta para ajudar seus amigos e a pedante Matilda, que sempre tem que estar no centro das atenções e não aceita muito bem o relacionamento de Toni com Philipo.
Devo dizer que achei este romance completamente fofo e com uma narrativa simples e direta.
É claro que é principalmente destinada a um público de adolescentes, as situações que são criadas pela autora e os discursos dos vários personagens são bastante superficiais e tem como objetivo despertar a ironia no leitor.
É uma história alegre, que tem como principal finalidade distrair o leitor de leituras mais densas. Todos personagens foram muito bem criados e caracterizados. A autora conseguiu ambientar muito bem a sua história, eu me senti em Milão. Sem falar que os personagens são hilários, até mesmo os personagens secundários tem uma boa caracterização. Leitura muito bem recomendada!

site: www.booksandmovies.com.br/
comentários(0)comente



Carol Rodrigues 04/09/2014

Leitura recomendada!
"Quer dizer, sabe, quando eu penso em um garoto, eu penso que vai ser pra sempre. Uma coisa que dure mais que o fim de semana."

Minha Vida Daria um Filme tem uma leitura diferente e rápida. A capa engana um pouco, o livro não é infanto e muito menos juvenil... Na verdade, segundo indicativo, é para maiores de 16 anos. A autora criou uma história muito cativante e personagens pra lá de carismáticos. Esse livro tem leitura recomendada e garante boas risadas.

O livro conta a história de Toni, uma garota muito extrovertida que possui duas amigas doidas. Clementina tem seu jeito meigo e Matilde é um pouco sincera demais, sendo até rude algumas vezes. No meio do entendimento confuso entre as amigas, surge um menino chamado Filippo... E Toni se apaixona perdidamente por ele. Só que o tal menino é assistente de direção de um filme que está sendo gravado em Milão, e as três mal sabem o que as esperam.

Como todo filme precisa de figurantes, Toni, Clementina e Matilde vão até o estúdio fazer um teste. Durante as gravações acontecem muitas coisas bizarras, engraçadas e até tristes. O livro possui uma leitura super rápida, mas devo ressaltar que Toni me irritou diversas vezes... Não sei se pelo fato de ela se apaixonar perdidamente pelo bigodudo rápido demais, ou por ela ser impulsiva e assim vai. Mas é quase impossível não rir com as atitudes delas, que várias vezes são imaturas.

Como eu disse, é um livro que a leitura flui rapidamente. Os personagens me cativaram, tirando alguns que realmente a personalidade não batia com meu santo... Achei também o livro leve e divertido, uma boa leitura depois de uma tremenda ressaca literária (experiência própria). Eu recomendo esse livro para qualquer um que deseja rir um pouco de uma história de amor e amizade cheia de reviravoltas.

"A minha vida, até ontem, era cheia de chuva, hoje você sorriu pra mim e a dor foi embora. Talvez ele tenha razão, talvez seja tudo uma questão de chuva e sorrisos."

Para conferir as fotos, acesse o blog: Estante das Fadas.

site: http://www.estantedasfadas.com.br/
comentários(0)comente



4 encontrados | exibindo 1 a 4