O Destruidor de Corações

O Destruidor de Corações Vi Keeland




Resenhas - O Destruidor de Corações


88 encontrados | exibindo 61 a 76
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6


Suiane Henrichs 09/11/2016

Tinha lido muitas resenhas elogiando o livro, porém, não me prendeu. A paixão instantânea deles me incomodou e nem ligo para esse tipo de relação, vide "Série Crossfire".
No começo estava me lembrando de REAL, a diferença é que esse faltava alguma coisa, não achei o mocinho "destruidor de corações" e a mocinha divagava demais até para manter uma conversa simples com a amiga Regina, parecia que toda hora precisava explicar que a relação delas era assim e "blá blá blá" já entendi que vocês são amigas e tem intimidade para zoarem uma com a outra.

Queria muito ter gostado do livro, pois adoro lutadores rs, mas a leitura foi arrastada.
comentários(0)comente



Brenda Silva 09/10/2016

Se eu pudesse dava -5 estrelas. Não aguentei continuar essa leitura.
comentários(0)comente



Bianquinha 29/09/2016

O Destruidor de Corações - Apaixonadas por Livros
Eu sou mulher o suficiente para admitir que o que me atraiu inicialmente neste livro foi a capa. Superficial da minha parte? Possivelmente. Mas será que é tão errado assim eu querer lamber esse homem que está nela? Eu acho que não. Então eu li o seguinte: tatuado, lutador de MMA musculoso e minha parte safada foi conquistada. Felizmente para mim, este livro é muito mais do que uma capa sexy, ao contrário de muitos que eu li antes.

Elle vive bem, embora toda a sua existência seja controlada. Ela é uma advogada bem sucedida com um bom trabalho e namorado que, tecnicamente, deveriam ser perfeitos para ela. Tudo deve ser maravilhoso, e ela deveria estar feliz. A vida controlada é enfadonha, mas é a maneira que ela quer e até gosta desse jeito.

Mas sob essa perfeição aparente, esconde-se um passado obscuro, com um segredo ainda mais sombrio. E se controlar sua vida permite a ela manter tudo isso enterrado e acordar sem pesadelos, então é isso que Elle vai fazer. Mas, um dia, Nico Hunter atravessa as portas do escritório, e tudo muda. Nico com sua altura intimidante, seu porte enorme, e com os olhos verdes emanando sexo. Quando ele vê Elle, sabe que a quer e o homem sabia muito bem como ir atrás dela. Eu tenho que admitir que ele certamente tem jeito com as palavras.

Nico é um lutador… Essa é a sua vida e o que ele ama fazer… Mas no ano passado que tudo mudou. Em um momento trágico, o seu mundo desabou ao redor dele o que lhe obrigou a deixar para trás a luta em um nível profissional. Ele ainda treina como um louco… Mas ele simplesmente não pode voltar para o octógono. Seu coração ainda está magoado e sua mente não vai deixar isso para trás. Um momento ele não pode mudar e por causa disso, convive com a culpa. Nico é agora apenas a casca do homem que já foi…

Elle é doce, engraçada, vivendo uma vida muito chata. Ela tem um amigo com benefícios, um amigo que quer mais, mas ela nunca está disposta a dar. Ela é advogada e ela ama sua profissão, mas está longe de ser feliz e também vive com a culpa profundamente arraigada de um momento horrível em sua vida, que a tem assombrado pelos últimos 15 anos. Ela não pode esquecê-lo e isso a impede de deixar qualquer um entrar em sua vida ao longo do caminho.

Ambos, Nico e Elle, estão vivendo suas vidas da maneira que acham melhor… Até que eles se encontram. Nico está precisando de um advogado para finalizar um contrato e a química entre eles é imediata. Nico com certeza gosta do que vê e vai atrás dela. Ele não se sentiu verdadeiramente vivo por muito tempo, mas algo sobre Elle o impulsiona a ir adiante.

Elle está cansada de sua existência chata e algo sobre Nico começa a revolver com seu interior, e ela está disposta a ter uma chance em algo totalmente diferente, algo que possa fazê-la realmente sentir novamente e Nico pode ser tudo o que ela precisa.

Oh Elle, Elle, Elle, a pobre coitada não fazia ideia de que tipo de kriptonita que Nico estava prestes a injetar em seu sistema, estes dois são QUENTES juntos, muito quentes.

Nico e Elle formam realmente um grande casal! Ambos reconhecendo no outro a mesma dor que guarda em si mesmo, mas será que eles podem curar um ao outro? A bagagem que ambos carregam pode ficar extremamente pesada se eles não permitirem serem ajudados e a culpa também pode corroê-los até que não sobre mais nada a oferecer ao parceiro.

Uau! Eu simplesmente não conseguia parar de ler! A história por trás de cada personagem foi convincente e a química incrível e altamente explosiva. Eu adorei cada detalhe deste livro, mesmo que ele tenha o pano de fundo carregado de culpa e pesar, a trama conta com uma porção grande de sensualidade e diversão acontecendo ao mesmo tempo, o que deixa tudo equilibrado e bem gostoso de ler. Havia humor, tristeza, momentos sensuais super quentes, e um pouco de angústia… Sim, foi muito bem escrito e desenvolvido pela autora.

Acho que fica perceptível que eu mega recomendo a leitura de O Destruidor de Corações, especialmente se você ama um protagonista emocionalmente danificado, lutadores, e os bad boys sensuais possessivos que fazem o estilo macho alfa… Esse livro é para você!

Normalmente não sou um fã de sentimentos que crescem de forma instantânea, sejam eles luxúria, amor, amizade e até quando as relações se desenvolvem dessa forma, bem, não me parece muito honesto. Mas por alguma razão a relação quase instantânea da Nico e Elle não me incomodou nenhum pouco, acho que maneira como a autora fez acontecer, também contribuiu o fato de Nico não ser um mulherengo idiota arrogante, então, esses fatores podem ter contribuído para que esse relacionamento rápido ficasse crível e aceitável, faz sentido para vocês? Eu não consegui perceber nada que o deixasse apressado ou irreal. Nico não quer assustar Elle, então ele tenta ser um cavalheiro e tenta controlar sua vontade de saltar instantaneamente em cima dela. Nico pode ser um cavalheiro na superfície, mas abaixo disso ele é uma delícia obscena.

Se você segue o blog, sabe que eu tenho um fraquinho para homens de boca suja, e Nico não me decepcionou nesse departamento.

Em primeiro lugar, sou fã de MMA e mais ainda de livros com lutadores, mas colocar um lutador deliciosamente sexy e quente foi golpe baixo da Vi Keeland.

A relação entre Nico e Elle não é perfeita, uma vez que os dois personagens estão tentando lidar com um passado que ainda os enfraquece, mas enquanto Elle conhece os pesadelos que assombram Nico, este não percebe a escuridão que Elle esconde. Enquanto conhecemos o que aterroriza Nico praticamente de imediato, existem apenas insinuações e peças alusivas ao passado de Elle. Eu tive um pressentimento sobre o que era desde o princípio, mas eu acho que não era para ser um grande segredo. Mas ainda assim, quando eu descobri toda a história, meu coração se partiu por ela.

A minha única reclamação? Eu realmente queria a autora nos desse mais detalhes e descrições físicas sobre os personagens secundários. Além da descrição do que eles usavam, eu não achei no texto nada que mencionasse a cor do cabelo, olhos, etc. Quando leio um livro, eu gosto de formar uma imagem na mente do que eu estou lendo; para sentir como o autor está me mostrando uma história ao invés de apenas contá-la. Não me interpretem mal, a escrita em si é fantástica. Acho que eu só queria um pouco mais. Não foi algo que tenha me incomodado muito, mas foi o suficiente para notar e fazer um pouco de falta. Eu sou um leitor que gosta de ter uma imagem nítida na minha cabeça de cada personagem, não apenas dos protagonistas. Esta é definitivamente uma série que eu vou acompanhar. Se você gosta de histórias picantes com lutadores de MMA sensuais, definitivamente LEIA ESSE!!!!

E em breve tem Vince Stone de O Invencível,o segundo livro da série !!!!


site: http://www.apaixonadasporlivros.com.br/resenha-o-destruidor-de-coracoes-de-vi-keeland/
comentários(0)comente



Tammy (Livreando) 15/09/2016

O Destruidor de Corações (Livreando)
Elle leva um relacionamento sem muito comprometimento com William, um amigo que conheceu no último ano da Faculdade de Direito e o termo "Amigo" só não ficou fixo pelo fato de acrescentarem o sexo entre eles. Ela sabia que não o amava, não havia possibilidade para isso depois de todo bloqueio emocional que criou em torno de si após os acontecimentos de seu passado. Elle se segurava no fato de não se abrir o suficiente para os sentimentos, e estava tranquila assim, pelo menos por um tempo. Até que certa manhã entra em seu escritório um homem completamente atraente, sedutor e com um olhar que lhe arrepiou por tanta intensidade, a partir desse instante ela sabia que Nico Hunter não passaria desapercebido de suas emoções.

Nico é um lutador de MMA que está afastado do octógono pelo incidente de sua última luta, seus fantasmas internos tinham um grande presença em sua vida, o fazendo não ter forças para ir contra. Na manhã em que entrou no escritório de Elle, sabia que ela tinha algo a mais e que com ela não seria somente mais uma curtição. Ele daria um passo de cada vez e antes que tudo se tornasse algo mais profundo, era preciso ser sincero com ela sobre o que havia acontecido um ano antes. Apesar da culpa que afeta a ambos, o relacionamento dos dois deu início e o leitor observa camada por camada de Elle sendo desfeita e a paixão de Nico sendo despertada de forma libertadora.

O Destruidor de Corações está no comprido hall de livros do gênero onde há um bad boy poderoso que se apaixona por uma mulher afetada que cairá aos seus encantos, certo? Nem tanto! E acho que é aqui que o livro traz o seu diferencial que o faz ser destaque dos demais. Claro que podemos encontrar tópicos típicos de um romance hot, como o alto envolvimento sexual e o frisson em estarem um ao lado do outro. Elle é afetada emocionalmente, mas não se faz de coitada por isso, nem tão pouco se desespera de maneira louca quando se percebe apaixonada por Nico.

Já Nico, apesar de todo os seus músculos e tatuagens, olhar típico macho alpha, em nenhum momento me pareceu o bad boy que temos como impressão ao início da leitura, pelo contrário, é ele que é a parte emocional da história. É o que se paixona primeiro, o que ver um futuro juntos primeiro e o que expressa o seu amor primeiro. E isso é bem legal, deu uma dinâmica diferente para a história em si, e por esse fato é bem difícil o leitor não se encantar por esse personagem.

Por outro lado, houveram alguns fatores que não me deixaram dar cinco corujinhas para esse livro. Primeiro, Elle é uma mulher que tem como objetivo controlar seus sentimentos para não sair da linha, ela sempre os limita, e de repente, em apenas um olhar, todos esses emaranhados de emoções a invade e ela se ver "caidinha" por Nico. Tá vamos lá, eu sei muito bem que sentimentos são confusos mas uma coisa é você ter um bloqueio emocional e caminhar lentamente para fora desse buraco, outra é você simplesmente se deparar no seu dia dia com alguém que lhe tira dos trilhos, e isso foi o que aconteceu com Elle, o que não me convenceu. Conheço diversas pessoas que sobrem com esse tipo de bloqueio e sei muito bem que não é exatamente assim que a pessoa sai de suas amarras e se mete de corpo e alma em uma paixão.

O outro ponto é que apesar de Nico ter voz no livro, aparentemente o conhecemos bem pouco, não entramos em seu mundo por completo, somo aproximados de sua forma de ser, de agir e de como são seus pensamentos, mas faltou aquela ligação mais profunda onde poderíamos sentir muito mais do personagem, acho que isso se dar pela falta de descrição mais detalhada desses sentimentos.

O casal tem uma super química, são intensos, envolventes, apaixonados e completamente expansivos em seus sentimentos. Apesar da figura imponente que Elle demonstra por ser uma mulher decidida, que tem sua vida própria e uma carreira em ascensão, ela não tem medo em se submeter ao domínio de Nico, que não esconde que ela é exclusivamente sua. Em primeiro momento isso pode até não parecer bom os olhos por achar que ele é extremamente possessivo, mas não é o caso, ele se expõe de forma tão emocional e segura que é possível enxergar a cumplicidade e o respeito entre os dois.

site: http://www.livreando.com.br/
comentários(0)comente



Laura 08/08/2016

Gostei!
A história em si não tem nada de extraordinário, mocinho lindo, sexy e lutador traumatizado conhece mocinha linda, sexy, determinada e também traumatizada. Juntos tentam superar seus traumas e encontrar o amor. Mas... o que salva é a forma como a autora coloca tudo do mesmo no papel. Ai vocês me perguntam e faz diferença? Claro que faz! Eu "vira e mexe" pego livros com a mesma estrutura base e depois de 20 páginas descarto com a maior felicidade pela falta de qualidade. Esse eu não conseguia parar de ler. Foram praticamente 24 horas lendo. Eu gostei tanto que já parti para o segundo livro da serie, que é uma nova história, com novos personagens. Mesmo assim a autora nos da um vislumbre da vida do casal deste primeiro livro
comentários(0)comente



Rafaela Rezende 01/08/2016

Foi uma leitura leve...
Independente de ter uma pegada hot, eis uma leitura leve e despreocupada. A história de Elle e Nico faz você devorar o livro em apenas um dia, se estiver de bobeira. Como adoro uma personagem forte e independente, Elle me conquistou. Nico tem aquela pegada de "cara mau", mas que no fundo é uma boa pessoa, só não curto muito essa possessividade dos personagens masculinos (haha, meio estranho). O livro não tem surpresa, mas te prende e faz você querer chegar ao fim logo.
comentários(0)comente



LT 27/07/2016

Me lembro que há um certo tempo atrás estava visitando uns blogs que costumo frequentar e no blog Overdose Literária da Paula Juliana me deparei com a resenha desse livro. Ela tem um jeito todo diferente de escrever suas resenhas e quando a li meu pensamento imediato foi: Ai Jesus, eu necessito ler esse livro! Até brinquei com ela nos comentários e esperei a oportunidade para poder lê-lo até que ela finalmente ela chegou.

O Destruidor de Corações é um livro que me surpreendeu em certos quesitos, pois olhando a capa imaginei logo de cara que iria encontrar uma história praticamente baseada em sexo e não é isso, pelo contrário, o que encontrei foi uma história de superação e lição de vida.

Vou lhes explicar: O livro conta a história de Elle uma advogada metódica que estava acostumada e confortável com a sua vida mesmo não se julgando feliz até que um dia, o famoso lutador de MMA Nico Hunter aparece em seu escritório junto com o seu "namorado" que buscava a sua ajuda em um caso referente ao tal lutador.

''A perfeição é altamente subestimada. Eu sou uma personagem na minha história, passando pelos capítulos da minha vida como se fossem escritos por uma pessoa imaginária, quando eu deveria ser a autora.''

A atração de ambos foi imediata e inevitável. Quando Nico entrou na vida de Elle, tudo de certo modo se modificou, mas valeu a pena porque finalmente ela estava feliz e vivendo e não apenas estando viva.

Nico também não era mais o mesmo, mas a razão disso não foi Elle e sim um acontecimento que abalou totalmente sua carreira enquanto estava no octógono. Sendo assim, mesmo treinando constantemente, não conseguia se ver lutando novamente, não antes de Elle aparecer em sua vida.

Quando surge a chance de sua redenção, tudo volta a tona e de certo modo o seu mundo desaba. Ele se fecha para tudo e todos e a única coisa que o traria novamente para vida era o seu amor e de alguma forma o perdão.

"Eu finalmente entendi isso... o que faz a gente seguir em frente é aceitar o que nós sentimos e compartilhar isso."

Sinceramente, não tenho palavras para descrever esse livro. Dizer que ele se tornou um dos meus favoritos, não seria um completo exagero. A história de fato me envolveu de tal maneira que sofri junto com as personagens.

Elle e Nico de certo modo são tão semelhantes, que é lindo ver o modo como eles se relacionam e tentam se ajudar, no intuito de superarem o passado e seus traumas.

Ao mesmo tempo em que chorei pela trama que se desenvolvia, dei risadas em cenas em família, nos ataques de posse e ciúmes, assim como torcia lendo as lutas que estavam muito bem detalhadas devo frisar.

"Eu não sabia que estava sequer faltando algo até encontrar você, mas agora eu não sei como passar um dia sem o que você tem dado para mim."

Os capítulos são narrados em primeira pessoa de forma intercalada, a escrita da autora é totalmente fluída e os personagens completamente cativantes. Confesso que nunca tinha lido nada da autora, mas agora vou com certeza buscar outras publicações.

Sobre as cenas hots, não vou negar que estão ao longo da história, mas elas não são o foco da história.

Sem dúvidas, é um livro que recomendo a leitura para aquelas pessoas que gostam de uma história que nos trás uma lição de vida. Pois foi isso que encontrei nesse livro. Aprendi que não adianta você seguir uma vida apenas por viver e não se arriscar, não se permitir errar. O que ele nos mostra na verdade é que o nosso hoje é um conjunto de coisas que aconteceu em nossas vidas, mas o nosso amanhã não pode ser impedido por um erro ou acontecimento do passado, pois como todo ser humano, somos fadados ao erro. Por isso, perdoar-se é essencial e nunca, nunca desistir.

"Você colou todas as rachaduras no meu coração e fez melhor."

Agora posso fazer o meu momento tiete? Meuuuuu Deus do seu que homem é esse?? Gente!!! Nico Hunter de fato é a minha nova paixão literária e destruiu meu coração completamente!!! To apaixonada por ele!!!!! hahahaha.

Voltando a razão...

A série possui três livros lançados lá no exterior e, o segundo de título O Invencível foi lançado aqui no Brasil no mês passado, confesso que não vejo a hora de lê-lo.

Resenhista: Mayara Milesi.

site: http://livrosetalgroup.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Mari Scotti 23/02/2016

Resenha no Blog Coração de Papel
O destruidor de corações nos apresenta Nico, um lutador de MMA traumatizado. Dezoito meses antes de conhecer a mocinha da história, ele teve sua última luta e ela foi fatal para o seu adversário. Apesar dos médicos e advogados afirmarem que ele não teve culpa, Nico se afasta das lutas e se culpa dia e noite por ter sido seu punho que tirou a vida de alguém.
Tudo começa a mudar quando ele conhece a advogada Elle, uma mulher com toda a vida harmonizada, mas que sente falta de alguma adrenalina em sua vida. Bom, ela acabou de encontrar alguém que fará sua vida ficar de cabeça para baixo.

Essa premissa me lembrou muito a minha leitura do livro Real. Não que a trama tenha muito a ver, não tem, mas talvez por ser um lutador bipolar que eu tenha pensado tanto em Real.
A escritora teve uma ideia genial: um mocinho com uma barreira para voltar a lutar. Uma mulher com um passado obscuro, muito obscuro, infelizmente, não soube desenvolver, o que não me prendeu positivamente à leitura.
Os capítulos terminam do nada, o que nos faz pensar que faltaram páginas ou frases, mas apesar disso, não fica confuso continuar lendo.
As cenas eróticas foram bem descritas e sem exageros. O Nico tem uma característica que eu gostei muito, ele é todo certinho com a alimentação, bem o oposto da Elle, o que deu um balanço legal à história e deixou bem pontuada a diferença dos personagens.
Como sou curiosa demais e tinha esperanças de encontrar algo que me prendesse na história, continuei lendo e ainda bem que encontrei esse algo. Achei muito inteligente a forma que a escritora resolveu o problema principal do Nico e essa cena foi realmente pensada como se fosse um homem vivenciando, sem blablabla, sem exageros, ficou excelente!
Só por essa cena eu dei três estrelas para o livro.

Desculpem a resenha pequenininha, mas eu não sei mesmo o que falar do livro.

É uma série, mas não prometo ler os próximos. Quem gosta de tramas eróticas com personagens lutadores e cheios de traumas, vai adorar a leitura. Por ser uma escrita simples, pode ser considerada uma leitura rápida.


Beijão!


site: http://mariscotti.blogspot.com.br/2016/02/resenha-o-destruidor-de-coracoes.html
comentários(0)comente



Janaina 13/01/2016

bom.
comentários(0)comente



dayukie 28/12/2015

"provavelmente eu fiquei apaixonada por ele em cada flerte que ele dava, em cada sorriso torto que eu imaginei ele soltar, as covinhas que tanto fascinaram a Elle, bem, eu me apaixonei pelo Nico também. Desculpa Elle."

Confira a resenha completa lá no blog.

site: http://goo.gl/oBe8X8
comentários(0)comente



Carolina DC 04/09/2015

Narrado em primeira pessoa por Elle e Nico, "O Destruidor de Corações" é o primeiro livro da série MMA Fighter, publicado no Brasil pela Editora Charme.

Elle é uma ótima advogada, independente, bonita e inteligente, mas que emocionalmente não se arrisca muito. Ela "namora" William, um advogado, inteligente, gentil e muito bonito. Namora não seria o termo correto, pois eles não realizam passeios românticos ou viagens de casais. Eles se encontram com exclusividade, mas seguem um roteiro simples: jantares e encontros íntimos. Não há uma faísca ou tensão sexual entre os dois. É mais um companheirismo. Para Elle, isso é ótimo, pois ela não tem pretensões de sofrer grandes emoções. Até que William encaminha Nicholas Hunter como cliente para Elle.

"Eu sou assim há muito tempo. Faço escolhas responsáveis. Minha vida é honesta e organizada e minha frequência cardíaca permanece constante. Gosto das coisas assim na maior parte do tempo. Eu deveria ter orgulho da forma como conduzo a minha vida. Mas a verdade é que, muitas vezes, sinto como se eu estivesse sufocando na minha vidinha superficial." (p. 07)

Nicholas ou Nico precisa de um advogado para anular um contrato de patrocínio, pois eles utilizam trabalho infantil. Ao se encontrarem pela primeira vez, faíscam surgem imediatamente. Elle realmente tenta não se deixar levar, mas é impossível.

Os dois tem um passado trágico, cada um a sua maneira. E eles encontraram maneiras de lidar com seus problemas, mas vão perceber que por conta disso, acabam se isolando emocionalmente. Juntos, Elle e Nico, são um exemplo de força e determinação.

Tanto Elle quanto Nico não ficam enrolando. Ao demonstrar interesse, os dois correm atrás do que desejam. Essa é uma característica que agradou bastante durante a leitura. A mocinha não ficou andando de um lado para o outro, com dúvida do que fazer em relação ao Nico. Ela agarrou o lutador com unhas e dentes.

Nico foge do estereótipo. Não tem nada de lutador malvado e tonto. É inteligente, carismático e mesmo que não confesse, é extremamente sensível as necessidades alheias. É um protagonista incrível. Ver alguém se preocupar com o bem-estar, não apenas dos familiares e amigos, mas também dos jovens que se encontram em situações de risco, é maravilhoso de ler.

A química entre os dois é perceptível desde a primeira troca de olhares e eles se complementam muito bem. A preocupação e o carinho ocorrem com os dois protagonistas, mas também com os personagens ao seu redor. Regina, a secretária e amiga de Elle, que sabe toda a sua história e traz sabedoria e bom humor; Preach, o treinador de Nico, que é quase um pai para ele e que o tem como um filho.

A história é um romance, mas também tem um clima familiar. Claro que existem cenas mais sensuais, mas o enredo como um todo fala de amizades, superação, família e amor.

A escrita da autora é fluida e os diálogos foram criados de forma que encantam durante a leitura.

" - Deixe-me te levar para jantar. Apenas jantar. Eu serei um perfeito cavalheiro. Palavra de escoteiro...
... - Você foi mesmo um escoteiro?
- Sim - ....
- Tudo bem, foi somente por um dia. Meu irmão e eu entramos numa briga e fui expulso na segunda reunião. Mas ainda conta. Eu fui escoteiro." (p. 27)

Em relação à revisão, diagramação e layout a editora realizou um ótimo trabalho. A capa tem um modelo M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O, que dispensa comentários.

site: http://www.viajenaleitura.com.br/
comentários(0)comente



Atitude Literária 05/08/2015

Permita-se...
O Destruidor de Corações não é apenas um livro focado no romance, mas uma história mais abrangente com um enredo fluido, bem construído e marcante. O que mais me chamou atenção na história foi à forma como os protagonistas em nenhum momento ficam se fazendo de vítimas de seus passados, pelo contrário eles são ferozes, fortes, determinados e cheios de vitalidade ainda que uma parte de si mesmos esteja praticamente morta.

"Nós dois sabemos que muito pode mudar em um único minuto. O curso de toda uma vida pode ser redirecionado, um homem pode escolher viver, um homem pode morrer inesperadamente. Nada é definitivo até que se dê o último suspiro."

O livro é narrado em primeira pessoa, com pontos de vistas de ambos os protagonistas, o que eu amo, pois nos aproxima mais da verdadeira emoção individual. Aquela sensação de realmente entrar na mente do personagem.

Nico e Elle, podem ser tidos como opostos, ele lutador de MMA, de porte grande, todo construído em músculos e sexy além do que podemos descrever, possui uma aura selvagem, brutal, fatores que apenas o deixa ainda mais irresistível. Mas ao contrário do que imaginei para este romance, Nico é um protagonista carinhoso, sensível, que me deixou suspirando e não apenas um homem com um ego gigante todo arrogante. Ele está marcado com um acidente ocorrido há tempos atrás durante uma de suas lutas e agora carrega o fardo de ter que aprender a lidar com a culpa e a dor e seguir em frente.

Já Elle é uma advogada dedicada, uma mulher extraordinária, com sua vida metódica e rotina certinha, inteligente e engraçada, em busca de segurança “emocional”, fato esse que fica claro quando nos deparamos com seu relacionamento sem vida, mas "seguro". Mas uma de suas grandes virtudes e que me fez me tornar sua fã, é que se ela quer algo ela se joga e pronto, não fica de mimimi, cheia de medos e receios, ela apenas se arrisca. Uma mocinha encantadora e forte, mesmo tendo que lutar contra um passado misterioso e cheio de traumas ela não se esconde.

O ponto que os uni? Nossos protagonistas são exatamente iguais, eles são sobreviventes. Sobreviventes de um passado doloroso, sobreviventes do medo, da culpa, do receio de seguir em frente, sobreviventes deles mesmos. Ambos merecem toda a minha admiração.

“Ninguém nunca olhou para mim do jeito que ele me olha. Sinto uma batalha silenciosa no meu íntimo e sei que alguma coisa mudou em mim, para sempre. Eu nunca vou ser capaz de voltar ao confortável e agradável depois de sentir o que quer que esteja queimando entre nós. Isso me assusta pra cacete e, atrai ao mesmo tempo.”

Nico e Elle são apresentados oficialmente no escritório de Elle, quando Nico precisa de ajuda para se livrar de um contrato. A química entre eles é instantânea, mas não precisa ficar receoso com medo de ser mais um romance água com açúcar, porque como estava dizendo, a atração é imediata, mas o respeito, confiança e amor vão sendo construídos e descobertos aos poucos. No melhor estilo um passo de cada vez, um toque, uma palavra, uma atitude, um olhar é tudo tão natural, tão redondinho que é impossível não ser sugado para dentro da cena e desejar estar vivendo aquele momento. E o que falar das cenas mais hot... Elas são na medida exata, apenas o toque certo para deixar o que já está bom ainda melhor. A verdade é que Nico e Elle são perfeitos um para o outro. E ao longo do desenrolar do enredo e a medida que vamos nos aproximando mais da verdade de cada um, retirando as camadas que ambos escondem, vamos nos apaixonando mais e torcendo para que a felicidade chegue para ambos.

“Sinto que estou preso em um filme ruim, com um diabinho sentado em um ombro e um anjo no outro. Mas o maldito diabo tem o dobro do tamanho e o meu anjo é mudo, porra. Ótimo, eu tenho o caralho de um anjo mudo.”

Amei que mesmo os personagens secundários puderam de alguma forma participar ativamente da história e nos proporcionar bons diálogos e aprendizados.

"(...) o que nos faz seguir em frente é aceitar o que sentimos e compartilhá-lo."

Vi Keeland me conquistou, ela me convenceu, sua escrita é bem construída, fluida, divertida, com emoção e verdade. Acho que temos grandes lições a aprender com a história, como não se deixar abater, não afundar em meio ao caos e tristeza, ser persistente e saber que o tempo é capaz de curar as feridas, cicatrizar a dor e te permitir voltar a acreditar que é merecedor de uma nova chance e felicidade. A vida é uma só então... Use-a, supere seus medos, seus traumas e foque em tudo de bom que ainda pode ter pela frente.

Enfim, o livro é lindo, a história merece ser lida. A capa é um espetáculo a parte, amei a textura e o material utilizado. A diagramação está simples e perfeita. Amei a fonte e o espaçamento. Parabéns a Editora Charme pelo trabalho de qualidade.

Então, sim eu RECOMENDO e muito a leitura, estou muito ansiosa para ler o segundo volume da série e me apaixonar mais uma vez.

site: http://letraselivros2.blogspot.com.br/2015/07/resenha-o-destruidor-de-coracoes-mma.html
comentários(0)comente



Portal JuLund 17/07/2015

O Destruidor de Corações, Resenha, @EditoraCharme
Gente a culpa não é minha se os lutadores me pegam de jeito risos… Esse livro é fofo do início ao fim… Enfim um lutador de liga profissional sem lutas clandestinas, achei o máximo!

Elle é uma advogada bem sucedida, tem um emprego que gosta, tem sua melhor amiga trabalhando no mesmo lugar que ela, costuma sair com um velho amigo de faculdade e considerando seu passado traumático ela conseguiu ter a vida decente que ela sempre quis, mas agora ela percebe que evoluir a amizade para amizade colorida com Willian não foi boa ideia.

Leia a resenha completa em nosso portal!

site: http://portal.julund.com.br/resenhas/o-destruidor-de-coracoes-resenha-editoracharme
comentários(0)comente



Malucas Por Romances 29/06/2015

Comecei a ler O Destruidor de Corações porque sabia que ia amar e porque estava numa ressaca daquelas depois de ler um drama daqueles. Esse livro tem todos elementos que eu gosto:
CAPA BONITA ✔ OK
LUTADOR TATUADO ✔ OK
MOCINHO POSSESSIVO ✔ OK
HOT ✔ OK

Então, li sem medo de ser feliz rsrs.

"Eu sou uma personagem na minha história , passando pelos capítulos da minha vida como se fossem escritos por uma pessoa imaginária, quando eu deveria ser a autora."

O Destruidor de Corações conta a história de Nico e Elle.

[...]

LEIA MAIS NO BLOG

site: http://malucaspor-romances.blogspot.com.br/2015/06/resenha-o-destruidor-de-coracoes.html
comentários(0)comente



Ana Caroline 28/05/2015

m O Destruidor de Corações vamos conhecer a história de Elle e Nico. Elle é uma advogada que tem um passado perturbador e por isso ela gosta da sua vida simples e sem emoção, ela prefere viver a uma vida onde tudo possa ser controlado. Quando se vive muito tempo sem controle sobre a própria vida você assume esse controle assim que pode e não solta nunca mais.

Nico é um lutador de MMA que está vivendo em um trauma, ao contrário de Elle, ele sempre viveu sua vida intensamente, mas depois do que aconteceu durante a sua luta ele não é mais o mesmo e acredita que nunca mais será.

Mais a vida faz com que Elle e Nico se encontrem e a atração entre ambos é instantânea. Ele a quer e ela o quer, mas Nico é um pacote bem grande de toda a emoção que Elle tem fugido a sua vida inteira e ela não se sente preparada para enfrentar tudo o que ele representa.

Acontece que Nico “O Destruidor de Corações” Hunter sempre tem o que quer e agora o seu desejo se concentra totalmente em Elle e com toda a sua habilidade de luta ele vai lutar pelo coração dessa advogada certinha.

Ler O Destruidor de Corações demorou mais do que o meu tempo de leitura habitual, apesar de ser um livro erótico este livro tem uma carga emocional bem grande e eu acabava me perdendo em sentimentos e ficava o tempo todo me colocando no lugar dos personagens então acho que por isso eu acabei parando a leitura em diversos momentos para analisar pedaço por pedaço do que eles estavam sentindo.


"Algum dia, alguém entrara na sua vida e te fará entender porque nunca deu certo com ninguém antes."

Autor Desconhecido


Vi Keeland é aquele tipo de autora que não tem medo de escrever safadeza, ela descreve uma cena com todos os detalhes, tantos detalhes que pode deixar muita gente corada por aí. Eu mesma fui ler esse livro enquanto esperava para ser atendida no médico e toda hora ficava tampando um pedaço do livro para a pessoa do meu lado não ficar lendo junto comigo. Não que eu tenha vergonha de ler livros com cenas hots, mas é que eu sou tímida mesmo. Então fica como dica não ler esse livro em locais públicos se você também for uma pessoa tímida.

Este é um daqueles livros em que na maior parte em que o casal principal está juntos eles vão para cama, ou algo parecido com isso, mas não julguem esse livro por ter muitos momentos de sexo, pois apesar disso a autora conseguiu sim escrever um livro com uma história embasando todo esse sexo alucinado. E por sinal uma história com um final muito bonito e que te passa uma mensagem. E pra mim quando um livro é bom ele tem que te passar algo, tem que te ensinar alguma coisa e, por isso, O Destruidor de Corações entra para a minha lista de bons livros, pois me lembrou que o passado é passado, que devemos lutar para seguir com a nossa vida mesmo com as coisas ruins que aconteceram na nossa vida, que pedir por ajuda, pedir por socorro quando você não está dando mais conta de lidar com algo sozinha não é errado, não te diminui como pessoa e que às vezes você pode se culpar por algo que nem existe, por algo que está somente dentro de você te destruindo dia após dia.


"... o que nos faz seguir em frente é aceitar o que sentimos e compartilhá-lo."


Ensinou-me também que algumas vezes quando você tenta carrega todo o peso de passado sofrido sozinha você pode acabar se sufocando, mas quando você divide com alguém você pode se salvar.

Então leiam o livro e se encantem com a história de Elle e Nico.

Ah, quase ia esquecendo falar sobre o trabalho de edição da Editora Charme que como sempre fez um trabalho lindo, com aquela capa que parece veludo (alguém sabe o nome desse material?), mas que dessa vez optou por uma diagramação simples, que eu gostei muito, pois combinou com a história. Esse é o primeiro livro da editora que eu encontrei alguns errinhos, como a troca do feminino pelo masculino ou a repetição de umas palavras, mas nada que prejudicasse a leitura, estou comentando somente por algumas editoras gostam de saber essas coisas para poder corrigir posteriormente.



site: http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



88 encontrados | exibindo 61 a 76
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6