Artífices da Vontade

Artífices da Vontade Igor Feijó




Resenhas - Artífices da Vontade


6 encontrados | exibindo 1 a 6


Priscila Marcia 19/01/2017

Magnífico!
O que eu posso dizer sobre o livro de Igor Feijó... Apenas uma palavra me vem a alma: Magnífico! Na verdade, sou meio suspeita, pois adoro fantasia. Artífices da Vontade preenche em todos os sentidos o que é uma obra de fantasia completa, carregada de mistérios, aventura e muito terror. Se vocês gostam disto tudo, corram e adquiram o livro. Eu recomendo de coração e alma. Foi uma das melhores obras de ficção que eu até então li.

site: http://www.livrariadragoeditorial.com/products/artifices-da-vontade-igor-feijo/
comentários(0)comente



Leituranointervalo 20/09/2016

ARTÍFICES DA VONTADE
Livro: Artífices da Vontade
Autor: Igor Feijó
Editora: Drago Editorial
Pág.: 271

Artífices da Vontade é uma fantasia urbana que se passa no Brasil. Nos traz a história de Marco, um escritor que está passando por um bloqueio de criatividade, logo depois de ser contratado por uma mulher desconhecida para a realização de um projeto. Acontece que num determinado dia, ao acordar, ele descobre que enquanto dormia, escreveu símbolos estranhos e fórmulas matemáticas numa linguagem desconhecida, e não tem idéia de como isso aconteceu, pois não se recorda de nada. Assim, Marco procura seu amigo Rafael, que é chegado em coisas sinistras e malucas, para que ele o ajudasse a entender tudo o que estava acontecendo. Depois dessa visita, Marco é apresentado à Janine e fica sabendo que ele é um ser especial, que ele é um Liberto, (pessoas que tem o poder de mexer com a realidade). Assim ele passa a ser discípulo de Janine e aos poucos vai entendendo o que se passa ao seu redor.
Logo, passará a ser perseguido por seres horríveis, sobrenaturais, algo que nunca havia visto na vida. Os libertos sempre lutaram contra um poder maligno conhecido por Sombra, um ser que se alimenta da maldade. Os perseguidores dos Libertos fazem parte de uma organização conhecida por Rede e eles querem controlar a mente humana.
Na aventura ele irá conhecer outros três libertos, Michael, Ivan e Elisa. Juntos lutarão contra as forças do mal e num cenário caótico, tentarão sobreviver.
Gostei muito do livro, pois gosto de histórias sobrenaturais. A narrativa é feita na terceira pessoa e tem uma grande riqueza de detalhes. A capa é linda e as páginas amareladas, facilitam a leitura. Foi muito bem escrito e a história é muito agradável.
O final me surpreendeu e creio que irá te surpreender também. Indico para todos que gostam do fantástico mundo da magia.


site: @leituranointervalo facebook:leituranointervalo
comentários(0)comente



tabathacuzziol 15/07/2016

Um livro genial
O livro "Artífices da Vontade" é uma fantasia que fala sobre a magia presente no mundo e tem como cenário principal o mundo atual.
O livro narra a aventura de Marco que descobre ser um liberto, possuidor da magia, e que está em grande perigo por esse mesmo motivo. Ele, junto com pessoas que conhece no seu caminho, tentam deter o mal do mundo, um ser chamado Sombra, que carrega todas as coisas ruins.
O livro é bem escrito, a narração é bem detalhada e rica e o final é arrasador.
Recomendo 100x essa leitura que foge do esteriótipo da magia que conhecemos, nos mostrando um novo lado desse poder!
Parabéns Igor!

Para saber mais da minha opinião, acesse minha resenha:

site: https://www.youtube.com/watch?v=ej4F4KXsfZY
Igor Feijó 15/07/2016minha estante
Obrigado pelo comentário!

Fico feliz que tenha gostado, de verdade.

A resenha em vídeo ficou maravilhosa!




Renato.Lira 10/07/2016

Um livro que me prendeu
Quando comecei e ler o livro eu o associei ao game of thrones (você não pode se apegar muito ao personagem que ele logo morre), mas depois eu vi que cada um teve uma importância até aquele determinado momento e que mesmo que ele não pudesse mais ajudar o Marco outros surgiram e confesso, nunca li um livro parecido, um ficção diferente de tudo que já li, história totalmente original usando lendas existentes para encaixar na história, só espero que logo saia uma continuação, pois elementos para continuar existe, recomendo muito.
Igor Feijó 11/07/2016minha estante
Muito obrigado pelo comentário Renato, fico muito feliz que tenha gostado!

Aguarde que muitas surpresas virão por aí!





Mah 29/06/2016

Libertos
O livro nos leva a conhecer primeiramente Marco, um autor que está passando por um terrível bloqueio de criatividade, logo após ter sido contratado por uma mulher misteriosa para escrever um projeto.
Mas tudo muda certo dia, quando ele nota que escreveu, mesmo sem se lembrar, uma série de palavras numa língua diferente, semelhante a símbolos.

“Eram formulas matemáticas, símbolos antigos e aquela língua que se mostrou enigmática no começo de tudo, mas que agora era tão transparente como água.”

Logo ele se vê perseguido por pessoas que nunca viu, lhe impulsionando a pedir ajuda ao seu amigo mais antigo, Rafael, um cara carismático que de acordo com Marco entende dessas “coisas malucas”. Este por sua vez acaba lhe contando verdades imagináveis juntamente com Janine, sua mentora.

“Talvez fosse melhor não acordar desta vez. O mundo que conhecia não era bom e, agora que conhecia parte dela, estava ficando cada vez pior. Queria descansar de verdade, queria poder viver, e não sobreviver.”

Rafael é um Liberto e Marco acaba de se tornar um após ter sido acessado psiquicamente por sua contratante misteriosa. Confuso, eu sei, mas garanto que o autor explica tudo bem melhor no livro.

“[...] no começo, parece que tudo aquilo que você conhece não está do jeito que deveria ser, mas, no fundo, você sente algo pulsar, e isso te diz que não é assim, que você pode alcançar um entendimento, não que a resposta virá, mas busca por ela será o seu norte.” –Rafael.

Ao longo da obra conhecemos vários outros personagens, como Victoriya, uma capitã que trabalha para Caster Von Rosen, um homem calculista responsável pela equipe Zero da Rede, que tem por missão interceptar jovens libertos que estão manifestando seus feitos de forma imprudente. A Rede é uma organização comandada pelos Arquitetos, que querem controlar as mentes humanas, deixando-as desacreditar no sobrenatural; ela caça e às vezes destrói seres fantásticos. Os integrantes dessa coordenação são muitas vezes composta por Libertos, que foram convertidos e chamados desde então Esclarecidos, preferindo tratar a magia como ciência.
A data 12-12-12 chegou e muito acreditaram que a raça humana se extinguiria da Terra, mas o que não sabíamos era que naquele dia o mundo mudaria, mas não fisicamente. Uma antiga força foi libertada de novo, conhecida como Sombra. Os libertos têm como papel ajudar quem precisa de ajuda e lutar para sobreviver (pois são constantemente perseguidores por seres de outros planos) enquanto lutam para devolver o espirito da magia à humanidade, e claro, deter o avanço da Sombra para o plano étero, onde os humanos vivem.

“[...] Mas quando uma responsabilidade aparece, não podemos simplesmente virar as costas. A roda do mundo continua a girar, independente de quem segure em suas laterais.”

Marco busca ajuda e encontra outros três libertos que tiveram suas obras interceptadas. Michael é um magico, Ivan, um escultor e Elisa, uma pintora, e todos entregaram suas obras para contratantes misteriosos, menos Marco. Os emissários precisam de quatro obras de quatro libertos para realizar um determinado ritual para invocar algo ou alguém, possivelmente Lords (seres nascidos na Sombra que comandam pequenos reinos abissais).

“—Das quatro artes, um ser superior agirá. Da escultura formará seu corpo. Da pintura se formará sua imagem. Da escrita formará sua história. E da mágica se formará tua essência.”

Enfim leitores, esse é um livro com um início confuso e apressado, mas que melhora ao longo das páginas. Os personagens são diversificados e construídos, entre tantos gostei mais da Elisa, que representou bem o papel de uma mulher forte e determinada, e a escrita do Igor Feijó é fácil e fluída, capaz de nos envolver principalmente nas “cenas” de luta e perdas.

“Marco agradeceu e viu o quanto Elisa podia ser forte. Sua maneira de agir, de falar e até de se impor, tudo nela parecia gerar poder de uma forma elegante.”

O final me surpreendeu bastante, pois juro que não esperava “aquilo”. A narrativa é feita na terceira pessoa, nos dando uma visão privilegiada dos pensamentos de vários personagens, incluindo os vilões. A capa e a gráfica do livro são incríveis! As ilustrações internas são fantásticas, amei os símbolos que antecedem os capítulos, desenhados pelo próprio autor! Aguardo pelos próximos livros dessa série de fantasia fantástica.

Artífices da Vontade é um livro que recomendo principalmente para os jovens leitores, e para os que apreciam uma dose generosa de aventuras sobrenaturais, fantasia e ação.


site: https://colecoes-literarias.blogspot.com.br/2016/06/resenha-artifices-da-vontade.html
Igor Feijó 05/07/2016minha estante
Muito obrigado! LINDA RESENHA!




RodrigoPeron 13/11/2014

História muito boa, leitura que prende e escrito com muita criatividade e inteligencia. O ambiente criado no livro, criaturas e acontecimentos são facilmente visualizados pela forma talentosa que o escritor teve para descrever tudo.
Igor Feijó 13/11/2014minha estante
Muito Obrigado!!! Fico feliz que tenha curtido!




6 encontrados | exibindo 1 a 6