Açúcar amargo

Açúcar amargo
3.51155 2165




Resenhas - Açúcar amargo


38 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3


spoiler visualizar
comentários(0)comente



Julia.Porto 14/10/2016

"Açúcar Amargo"
O livro que escolhi para ler foi o "Açúcar Amargo",do autor Luiz Puntel.Ele nasceu em Guaxupé (MG),mas passou sua infância em São José do Rio Pardo, pensou em ser padre,mas mudou de ideia e exerceu outros trabalhos,como ser professor de Português e Redação,seus livros são para jovens.
O livro conta a história de Marta que morava em uma fazenda na cidade de Catanduva.Vivia com seus pais e seu irmão,onde foram despejados.
Então,eles decidiram morar em Bebedouro,onde seu pai e seu irmão Altair começaram a trabalhar na colheita de laranja como boias-frias.
O Pedro,pai de Marta achava que estudo não levava ela a lugar nenhum,que ela tinha que trabalhar para ajudar a família.
Um dia ela estava na escola e o diretor foi falar com ela.Ele falou que o seu pai e seu irmão tinha sofrido um acidente e que eles não estava bem...
Gostei muito desse livro,pois conta a história dos boias-frias,dos problemas que eles enfrentam.É muito interessante
comentários(0)comente



GIZALYANNE 22/05/2016

Sensacional!!
A estória do livro é sobre Marta uma jovem do interior de São Paulo que dá muito valor aos estudos, mas que encontra vários desafios para terminar a escola. Entre os desafios tem a perda da casa ,do irmão e o relacionamento difícil com o pai , entre outros.
li este livro em umas duas horas e me acabei de chorar pois são muitas as bandas que a vida dá em Marta . Super recomendo!!
comentários(0)comente



Iago.Gabriel 30/04/2016

5 estrelas
Um dos melhores livros que eu li até hoje!! Uma leitura rápida, dinâmica e muito boa. A história é muito bem escrita e o enredo é sensacional, o livro abrange temas como o machismo e as más condições de trabalhos dos boias-frias.
DICA: Esse é um otimo livro para te tirar da ressaca litéraria
comentários(0)comente



Prof. Edivaldo 20/12/2015

Marta, Marta...
Livro muito bom. Hesitei em lê-lo durante algum tempo, mas enfim, a vontade foi mais forte. Confesso que fui atraído um tanto pela capa e outro tanto pelas resenhas que li. O romance é sobre a história de Marta, uma menina do interior, de família humilde. Filha de boias-frias, Marta não leva uma vida muito confortável, com o agravante de que seu pai a despreza. A obra aborta a questão da luta de empregados em busca de melhoria de vida, lutando contra a tirania de seus patrões. Há também um forte preconceito contra a mulher no sentido de ganhar bem menos do que o homem, trabalhando em iguais condições. A obra traz uma mensagem de que o povo unido é sempre mais forte.
comentários(0)comente



Emanuel Xampy Fontinhas 15/12/2015

Consciência de classe
Um livro que conta uma história baseada em pesquisas e fatos, com uma heroína, que apesar de viver os dramas comuns de uma adolescente, precisa enfrentar as dificuldades de estudar sendo de uma família pobre de bóias-frias e provar que uma mulher pode sim ser uma lutadora e uma campeã. Discussões sobre machismo versus feminismo, luta de classes, exploração, desemprego, greves... Está tudo aqui. Um livro que estimula a reflexão, leitura obrigatória para qualquer jovem leitor.
comentários(0)comente



Denise 06/09/2015

Emocionante
Foi o primeiro livro que li, emocionante história!
Marilia 08/09/2015minha estante
É esse :o




spoiler visualizar
comentários(0)comente



tacyo 05/08/2015

Que livro!História perfeitamente original,e um assunto bem interessante a se tratar. (Não faço idéia o porquê dessa nota tão baixa,enfim...)
comentários(0)comente



Rogério 30/05/2015

Um vaga-lume que conservo em minha estante. A coleção tem alguns romances espetaculares sobre conflitos sociais, e este é um deles, evidenciando para a juventude a injustiça no campo com a exploração do trabalhador rural em jornadas exaustivas e sem a garantia de direitos pertinentes e fundamentais. Outra abordagem interessante é a luta pela emancipação e direito feminino. Pontos bem apresentados na determinação de Marta, adolescente de família boia-fria que busca uma nova realidade, vendo nos estudos e organização da classe o caminho para a mobilização e luta pelos direitos.
A obra é inspiradora e tocante, especialmente na última página, mostrando que está além da ficção em uma realidade sofrida e desconhecida por grande parte da juventude na época em que foi publicada.
Marcante e recomendável para jovens leitores.
comentários(0)comente



SakuraUchiha 18/03/2015

Lembro-me sempre da minha avó quando penso neste livro.
Quando li este livro foi uma coisa mais natural para mim, já que venho de famílias de 'usineiros'.
Minha mãe era boia-fria antes de se casar, então ela sempre me contava histórias de seu passado, e como era seu trabalho. Meu pai também era, depois de passar a mexer com fabricação e manutenção de usinas, então era tudo corriqueiro para mim. quando eu li eu sempre acaba assimilando os personagens com meus parentes, como meu bisavô materno que era muito bravo e ficava com os salários dos meus tios, minha mãe e minha avó também. É uma leitura que vale a pena para ver esse lado dos trabalhadores rurais e como era a visão da personagem principal.
comentários(0)comente



Luciano 16/03/2015

Um dos melhores da Série
Esse livro é muito bom,e tem como pano de fundo a vida dos cortadores de cana do interior de São Paulo,a vida precária,falta de estrutura e exploração por parte dos Donos das plantações,achei fantástica a abordagem e a forma com que a história é contada.
comentários(0)comente



Wemerson 28/12/2013

Vale como lição de vida
Apresenta uma vida muito sofrida, de trabalho, estudo, correria e de discriminação contra a figura feminina. Mas também apresenta a superação, a força e a persistência.

Me marcou bastante, esse livro.
comentários(0)comente



Glau 10/12/2013

Leitura realizada quando estava na 4ª série.

Depois de muito tempo, resolvi comprar o livro e reler com meus alunos da 6ª série e foi muito gratificante compartilhar com eles leituras da infância além de entender melhor a história que desta vez foi de forma significativa e não apenas para realizar uma prova.

comentários(0)comente



Weber 20/09/2013

Trabalhar e estudar não é fácil. Principalmente quando se trata do difícil trabalho dos bóias-frias nas lavouras de cana. Mas é essa a realidade em que vivem, e é nela que Marta vai aprender o sentido da luta social e do amor.Pelo ponto de vista de uma jovem decidida, você vai conhecer um pouco da vida dos trabalhadores sem-terra do interior paulista.
comentários(0)comente



38 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3