Super Ocupado

Super Ocupado Kevin DeYoung




Resenhas - SUPER OCUPADO


27 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2


Bruno Santos | DBV Leitor 15/01/2021

Super Ocupado - Kevin DeYoung
Um livro que aborda um tema bem comum em livros de desenvolvimento pessoal: administração do tempo.

Só que aqui (graças a Deus), temos um tratamento bem mais verdadeiro e prático sob uma visão cristã.

O livro possui um esboço que o autor chama de 3-7-1. Ele expõe, durante os capítulos: três perigos que devemos evitar, sete diagnósticos a considerar, e uma coisa que devemos fazer.

Achei a divisão muito boa, com sub-temas muito importantes, sendo que alguns até me surpreenderam positivamente com a forma que foi exposto.

Também temos aqui uma linguagem bem agradável, pois o próprio pastor afirma que o desenvolver do livro foi mais uma explanação de suas próprias lutas do que uma mera coleção de puxões de orelha. Além de possuir referências bíblicas, científicas e citações de outros autores importantes.

Livro recomendadíssimo para você que ocupa cargos demais na sua igreja, clube ou célula. Pois, muitas vezes, achamos que estar totalmente ocupado (mesmo em coisas boas) é sinônimo de estar inteiramente ligado a Jesus, mas na real, não é bem assim.

Instagram: @dbvleitor
comentários(0)comente



Gil 29/05/2020

O que realmente importa
Um livro pequeno mas com tantos ensinamentos que vai se tornar meu livro de cabeceira, para ser folheado sempre que eu estiver me desviando daquilo que realmente importa.

Super Ocupado não é um manual para vencermos o excesso de ocupação nas nossas vidas, mas nos ensina através de princípios bíblicos e bons conselhos a indentificar qual a nossa motivação por trás da agenda lotada e do excesso de comprometimento.

Existem muitas coisas que ocupam o nosso tempo, e no final desse livro eu percebi que apenas uma delas é realmente importante e deve ser prioridade na minha vida. É um livro imprescindível e muito edificante, que me fez abrir os olhos e enxergar que "estar com Jesus é a única coisa forte o bastante para nos arrancar de nossa ocupação."
comentários(0)comente



FLemos 27/04/2020

Uma ótima visão cristã sobre a nossa falta de tempo
Este livro de 114 misericordiosas páginas com grande espaçamento cumpre o papel que promete no subtítulo. Há inúmeros livros sobre gestão de tempo, mas poucos com ponto de vista cristão. Para refletir sobre como estamos levando a vida e lidando com nossas prioridades, ter um ponto de vista cristão é logicamente um diferencial.
.
O autor confessa que sofre constantemente com excesso de ocupação, falta de prioridade, stress e doenças decorrentes das correrias do dia a dia. Por causa disso ele consegue refletir com o leitor como a falta de tempo pode ser prejudicial para nossa vida familiar e, principalmente, espiritual.
.
Este livro vai direto ao ponto. E qual é o ponto? Como sempre o Pecado. Sem pestanejar, já nos coloca contra a parede nas primeiras páginas, falando sobre a falta de prioridade, sobre buscar desejos e prazeres temporais, ao invés de buscar o reino de Deus, que nos deixam ocupados com coisas erradas e sem tempo para o que é essencial. Já te digo que, se não quiser ser confrontado, nem leia.
.
Mas o real diferencial desse livro, acredito, se encontra nos dois últimos capítulos. O autor dá respostas e confortos bíblicos para aquelas pessoas (e sou uma delas) que realmente se sentem culpadas e desanimadas pelo fato de não terem tempo. O sentimento de “por que meu dia não tem 48 horas?” e “o que eu estou fazendo de errado?” podem consumir mais as energias mais do que as atividades em si. E o autor se preocupa em mostrar como, de um ponto de vista bíblico, se estivermos ocupados com as coisas certas, não precisamos ficar preocupados assim.
.
Li, gostei e realmente recomendo para quem quer começar a ajustar a sua rotina e suas ocupações para os caminhos certos.
.
Se quiser mais resenhas como esta, me siga no instagram: www.instagram.com/lemosecremos

site: www.instagram.com/lemosecremos
comentários(0)comente



Joelma Barbosa 15/05/2020

Ainda da tempo de mudar...
O livro fala como a ocupação pode roubar o que há de mais precioso em nossas vidas e sem que percebamos estamos imersos numa vida que não é a vida que o pai deseja pra gente.
E no último capítulo ele reconstroi tudo o que desconstruimos juntos!
Foi um dos melhores livros que li esse ano (2020), sem dúvida!
comentários(0)comente



Gil 30/03/2020

Ilusória Superocupação
Nós PENSAMOS estar superocupados. Esse é um problema universal e Kevin Deyong nos apresenta de maneira inteligente. A superocupação parece hoje ser status de prestígio e importância e há quem o utilize para ter o ego massageado ou ser objeto de apreciação. A questão é: até que ponto esse status nos é favorável?
comentários(0)comente



rhoudini 22/02/2021

Às vezes, descansar é mais necessário e piedoso do que orar
Resumo do livro em 3 frases.
Ocupação em excesso é uma espécie de idolatria, até mesmo se fizermos com aparente boa e piedosa intenção.
Jesus, seguido de Paulo, são os maiores exemplos de pessoas que trabalharam a cada minuto, mas descansando quando necessário e lutando pela prioridade correta.
A prioridade deve ser ser ministrado por Jesus e, depois, prosseguir no trabalho de ministrar a outros, seja na igreja ou em ocupações do dia a dia.

Minhas impressões sobre o livro.
É um livro excelente. Pequeno, bem escrito. Não apresenta uma proposta de solução clara e específica, mas os princípios para que o leitor encontre por si só o caminho para uma melhor relação com suas ocupações, que, embora diferente para cada pessoa, esse caminho deve passar por um relacionamento fiel com Cristo e pela confiança em sua providência.
Com relação ao trabalho da Editora Fiel, sempre primoroso. É possível encontrar alguns termos que poderiam ser melhor traduzidos, mas eles não interferem no conteúdo transmitido de forma significativa.

Quem deveria lê-lo?
Todos aqueles que se sentem sobrecarregados com seu ritmo diário, todos aqueles cujo cansaço tem sido um empecilho para o cumprimento de suas atividades que realmente importam.

Como o livro me mudou?
Sem dúvidas será de grande valia. Fez-me considerar o ritmo que eu estava impondo à minha vida, fugindo do descanso, ficando acordado até tarde. Ele, junto ao Reset, também da Editora Fiel, são baldes de água fria na minha postura idólatra e rebelde de querer depender apenas de mim com relação às minhas atividades.
Devo implementar descansos mais regulares, dormir mais cedo, não forçar tanto conteúdo na minha cabeça, estabelecer prioridades e focar nelas, no que é mais importante: relacionar-me com Deus de forma apropriada e desenvolver as outras atividades confiando que é Deus quem dá o crescimento.

Top 3 citações.
— A situação de estar ocupado demais mata mais cristãos do que balas. A semente da Palavra de Deus não cresce para frutificação sem ser podada por repouso, calma e quietude.
— A pessoa que nunca estabelece prioridades é aquela que não acredita em sua própria finitude.
— O remédio para a ocupação é repouso, ritmo, morte do orgulho, aceitação de nossa finitude e confiança na providência de Deus.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Juliana.Azevedo 28/03/2020

Super Ocupado é um livro de prioridades
O livro tem como tema principal seu título. Como nos deixamos levar pelos nossos afazeres e compromissos e não priorizamos o que mais importa. Quem tiver dificuldade de gerir seu tempo, super indico. E para aqueles que buscam uma boa qualidade de vida em Deus.
comentários(0)comente



Renatha 02/03/2020

Um livro misericordioso
Eu amei a leitura. DeYoung foi muito prático e realista em sua exposição e chega a ser revigorante perceber que não sou a única que estava vivendo pela ditadura do "estou ocupado". Obviamente o livro não oferece soluções milagrosas e é cauteloso nos momentos corretos. Se você está cansado de se dedicar aquilo que não agrega, pode começar lendo esse livro.
comentários(0)comente



Joemy 10/12/2014

Excelente diagnóstico, remédio melhor ainda!
O que este livro tem de curto, tem de certeiro! Ele realmente consegue dar um bom diagnóstico do problema de estarmos sempre "super ocupados". Kevin DeYoung traz insights sábios e "abençoados". A leitura é ao mesmo tempo prazerosa e confrontadora. Se você não quer "estrangular" sua própria alma em meio a tantos afazeres e cansaços, é melhor parar antes que seja tarde demais e ler o que este livro tem a dizer. Sobre a solução que DeYoung traz para o problema, apesar de ser desafiadora, acredito que não poderia haver outra melhor!
comentários(0)comente



Vanderley Batista 15/09/2016

Muito bom
Kevin DeYoung, escritor talentoso, conseguiu fazer um bom diagnóstico sobre um assunto relevante. Leitura altamente recomendada!
comentários(0)comente



Jean 05/01/2018

O autor nos mostra que estar ocupado pode ser evidência de IDOLATRIA, foi essencial para a minha vida, já que sou muito ocupado hahaha
comentários(0)comente



Wellyson 06/08/2018

Não é um livro denso, mas também não é um livro teologicamente raso. Explico: o livro é prático, cheio de experiências pessoais do Kevin e suas dicas, como por exemplo evitar deixar o celular ao lado do travesseiro ao dormir. Mas também o livro aborda questões mais profundas e elevadas, como o fato de nos sentirmos orgulhosos em estarmos super ocupados e como a cultura moderna ocidental molda o que pensamos sobre o tempo. Kevin reuniu o que acredita ser importante para uma pessoa super ocupada que procura ajuda. Ah! O penúltimo capítulo dá um banho de água fria no que é construído nos seis capítulos anteriores. É surpreendente, mas vale a pena!
comentários(0)comente



Icaro.Ferreira 05/12/2018

Um ótimo livro a respeito da nossa falta de disciplina em administrar nosso tempo.
Se você tem dificuldades em administrar o seu tempo. Você é um procrastinador, se você se sente condenado por causa disso. Esse é um livro libertador.

O autor não segue uma lista de passo a passo, mas nos dá reflexões importantes de realidades do cotidiano
comentários(0)comente



Jessé F Beloni 07/02/2019

Um Espetáculo de livro!!!!
Cada capítulo é um confronto direto ao estilo de vida das maioria das pessoas hoje. No último, ele encerra com o essencial.
comentários(0)comente



27 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2