A Caminho do Altar

A Caminho do Altar Julia Quinn




Resenhas - A Caminho do Altar


174 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Lucélia 12/05/2019

Surpreendente
Quem diria, amei, que livro lindo.
Um dos filhos mais discretos foi o que mais me surpreendeu, suas atitudes, seu olhar apaixonado e uma mocinha que precisa ser salva, mas que quer tomar as rédeas da situação. Uma historia que fala sobre amor mas tambem sobre preconceito. Tantas reviravoltas... Amei Julia
comentários(0)comente



Diane 09/05/2019

Encerrando com chave de ouro!
Gregory Bridgerton, o último solteiro da família, sempre acreditou no amor, ainda mais cercado por uma família onde seus pais e irmãos se casaram por amor. Logo, ele acredita que ainda irá encontrar a pessoa certa para viver o resto de sua vida. Ai ele se apaixona por Hermione Watson, mas ela está apaixonada por outro homem. Mas a melhor amiga de Hermione, Lucinda, está disposta a ajudar Gregory a conquistá-la, só não esperava que ela, mesmo sendo prometida a um casamento arranjado, acaba por se apaixonar por Gregory. E aí se desenrola uma história de encontros e desencontros, onde o objetivo final é alcançar o verdadeiro amor.
Como era de se esperar, mais uma história apaixonante dos Bridgertons. Gregory é tão apaixonante quanto seus irmãos, e a Lucy, uma garota adorável. Torci demais pelo amor deles e vibrei com os capítulos finais, tensos e emocionantes! E é sempre bom poder "rever" os outros integrantes da família, como o Anthony, o Colin e a Hyacinth, além da matriarca maravilhosa, a Violet.
Apesar de ainda conter um livro com epílogos extras, finalmente terminei a leitura da série dessa família apaixonante! Não tem como não amar os Bridgertons!
comentários(0)comente



Sam 06/05/2019

Coração quentinho
Sabe quando o leitor fica triste e feliz ao mesmo tempo assim que termina um livro? É muito louco, mas é justamente assim que me sinto. Seguindo a mesma fórmula de todos os outros livros, porém com elementos particulares e que tornam a história linda do início ao fim. A reviravolta no final do livro realmente me surpreendeu, e como sempre, Julia Quinn apresentou um desfecho maravilhoso e muito romântico.
P.S. Ainda bem que ainda posso ler " Felizes para sempre", assim mato a saudade que toda essa família já deixou no meu coração.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Rafa 21/02/2019

O mais romântico dos Bridgertons
É claro que você deve se lembrar dele, o garotinho terrível dos livros anteriores, agora se tornou um belo homem e que está em busca de amor verdadeiro.

Gregory viu todos seus irmãos encontrando o amor verdadeiro e sendo imensamente felizes, e isso é tudo que ele almeja para sua vida.

Então a espera de seu grande amor, ele verá a nuca que irá mudar tudo em sua vida. Ela é Hermione Watson, uma jovem que vai debutar em breve, dona de uma beleza sem igual.

Ele começa a cortejá-la mas ela não expressa nenhum sentimento ou encorajamento para ele e suas dúvidas aumentam, pois oras, era para ela se sentir da mesma forma, certo?
Ledo engano, e logo Gregory irá perceber que até mesmo encontrando o amor verdadeiro tem que lutar e muito para merecê-lo.

Lady Lucinda não irá debutar como sua melhor amiga Hermione, já que ela está noiva há muito tempo e não há necessidade para isso. Na casa de campo de Anthony e Kate ela vai conhecer o mais novo dos Bridgertons, Gregory e nitidamente notar sua atração por Hermione. Ao ver que ele é um excelente partido para amiga, vai dar um empurrãozinho, contudo ela só não contava que a felicidade da amiga poderia comprometer a sua.

Lucy é prática ao extremo, não acredita no amor e felicidade, e sim no que é conveniente e alegre.Mas tudo muda quando passa a conhecer melhor Gregory. Ela vai entender que quando se trata de amor vale tudo.

É um sentimento de satisfação e tristeza encerrar a série dessa família que aprendemos a amar e queremos fazer parte. Para mim foi o livro mais romântico da Julia Quinn, ela trouxe menos humor e sensualidade, porém muito mais romance. Foi uma experiência enriquecedora ver um homem sonhar com o amor ao invés da mulher, como de praxe.

Gregory é um cavalheiro e daqueles que si põem de joelho diante e por uma dama, sem medo ou vergonha. O que foi aquilo na igreja? Fiquei até arrepiada com a cena s2

Gostei de ambos os personagens, das suas personalidades e das mudanças que tiveram. Aprendi muito, que o amor à primeira vista nem sempre é o melhor, que ele depende da convivência, das coisas em comum e que podemos sim nos apaixonarmos mais de uma vez na vida.

Foi o livro perfeito para encerrar a série. Amo muito!

“Ninguém jamais olharia para ela da maneira como Gregory estava olhando naquele momento”.

“Mas ele não ligava. Não importava se ela tivera ou não a intenção de falar. Já proferira as palavras e não poderia voltar atrás. Ela era dele. E ele era dela. A vida dele agora se dividiria em duas partes: antes e depois daquilo. Ele nunca mais amaria outra mulher. Nunca seria capaz de amar outra mulher. Não depois daquilo. Não enquanto Lucy andasse sobre a Terra. Não poderia haver mais ninguém. O precipício era aterrorizante. Aterrorizante, emocionante e... e ele pulou”.
comentários(0)comente



Books 05/02/2019

A caminho do altar
O último livros dos irmãos Bridgertons, não é o melhor dos 8, só que não faz deste um livro ruim, pelo contrário, neste livro eu ri, chorei e me diverti muito. A história é realmente contagiante, você não consegue parar, pra quem gosta de romance de época. Os Bridgertons são definitivamente a melhor série de romance de época. E esse livro acaba a história dos irmãos com chave de ouro.
comentários(0)comente



duda 31/01/2019

Julia Quinn guardou o melhor pro final
Um livro que realmente me supreendeu, que me fez chorar e dar risada. Julia Quinn não decepciona! (me perdi... estava fazendo contas na cabeça)
comentários(0)comente



Barbara Lima 11/01/2019

Originalmente no blog das Garotas entre Livros
Hey galera! Temos amantes de romance de época por aqui. Eu sei que tem rsrs.

Como estamos?

Hoje vim trazer para vocês as minhas impressões do livro A Caminho do Altar, oitavo da série Os Bridgertons da Julia Quinn. Aqui conhecemos a história de Gregory e Lady Lucinda.

Gregory é o sétimo filho de Violet, depois de ver todos os seus irmãos casados e muito felizes, era impossível nosso mocinho não acreditar em amor ou até mesmo topar um casamento de conveniência. Se não for amor verdadeiro, pra ele não serve. E essa era a maior certeza da vida de Gregory, um dia ele encontraria sua alma gêmea e tudo mudaria para sempre.


Ele só não imaginava que isso aconteceria durante uma festa na casa de seu irmão mais velho, Anthony. Quando ele chega no jardim, seus olhos batem em um certa senhorita e é quando tudo muda. A mágica acontece, o coração palpita e a certeza de que é amor verdadeiro é mais forte do que nunca.

Só que, quem disse que ela também se apaixona por ele? Kkk





Sim meu caros, quando Gregory bate os olhos na senhorita Hermione, ele pensou que havia encontrado a mulher da sua vida, mas a certa senhorita é completamente indiferente a ele.

Hermione é uma das jovens mais bonitas de Londres, e ela está apaixonada, mas por um homem completamente inadequado. Por sorte ela conta com Lady Lucinda como melhor amiga, Lucy está disposta a arranjar um pretendente melhor para sua amiga e o Sr. Bridgerton é o ideal! Ela logo decide se aliar a Gregory para fazer Hermione se apaixonar por ele, mas como faz quando você começa a se apaixonar pelo homem que está tentando juntar com sua amiga?! # tenso

E aí vocês precisam ler pra entender e ver a resolução de toda essa treta rsrs.

Eu adorei o livro, me apaixonei mesmo pelo Gregory e por incrível que pareça, ele conseguiu ficar ao lado do Colin entre meus irmãos Bridgertons favoritos rsrs.

Também gostei que o livro mostrou um outro lado do amor, não aquele arrebatador que te faça querer fazer loucuras ou até morrer por ele (apesar de ter algumas loucurinhas nesse livro rs), mas um amor que traz paz, tranquilidade, risos e muita alegria. Confesso que suspirei em vários momentos, fiquei com o coração na mão no final e torci muito pelo casal.

Como todo bom clichê, esse é um livro com final feliz, mas até chegarmos a ele… leiam! Se esse livro já está na sua estante, leia logo! Se ainda não comprou, tá esperando o que?

Fica a dica.
Até breve!

site: https://www.garotasentrelivros.com/2018/07/resenha-227-a-caminho-do-altar-os-bridgertons-8.html
comentários(0)comente



Xofanna 16/11/2018

É a Hermione do Harry Potter?
Ora, ora, se eu não terminei os Bridgertons. Bom, pelo menos os livros principais.

Enfim chegamos ao caçula dos homens; o querido Gregory que acredita no amor, que acredita que encontrou a mulher... errada. Algo que eu gostei muito de ver no livro foi o mocinho sendo arrebatado e lutando, brandando vezes demais seu amor (sério, não aguentava mais ver ele dizendo que a amava). Quase sempre nos deparamos com homens carrancudos, libertinos e/ou que estão fugindo do amor nos livros, e ver o Gregory se entregando de cabeça a este sentimento, sem ter vergonha de proclamá-lo, foi muito bom.

Gente do céu, que enrolação o começo desse livro. Apesar de ter lido super rapidinho, os primeiros capítulos foram bem arrastados e mornos, possivelmente fracos. Não aguentava mais ver nosso herói igual um cachorrinho bobo atrás da amiga da nossa mocinha.

E a Lucy... Ah, Lucy! Muito nobre sua intenção de querer o melhor para a amiga, querendo salvá-la de um matrimônio improvável, jogando-a para o honorável Sr. Brigerton. Aí chegou uma hora que eu não aguentava mais ver a mesma cena: Gregory correndo atrás da moça, Lucy o "ajudando" (porque não acontecia nada) e a Hermione apatetada por sei lá quem. Não havia química entre os dois até metade do livro, mesmo os diálogos e conversas "profundas" pareceram bem rasos e aquéns. O foco nas primeiras páginas se carregou muito sobre o que ele pensava sentir pela Hermione, e quando viu que não a amava realmente, sua reação foi nula, conformismo e indiferença praticamente.

Cenas de paixão vamos ter realmente apenas nos arcos finais da estória, e é aí que a coisa começa ficar legal.

A infância de Lucy não foi muito agradável, depois da morte dos pais ela ficou aos cuidados de um tio terrível que a negociou em casamento. Na minha humilde opinião, achei uma personagem embotada, muito lerdinha e murcha. Mesmo sua história de vida não me fez simpatizar com ela.

Mas voltando ao infame tio Robert, nosso vilão revelado no último minuto. A expectativa pela resolução daquele caos e a ânsia de ver nossos pombinhos finalmente juntos, me fez correr a leitura. Entre intrigas e mentiras, Lucy se vê presa ao casamento arranjando, então, acompanhamos Gregory arriscar-se infinitas vezes para salvá-la da união. Preciso ressaltar aqui que nem sempre seus métodos me agradaram, apesar da boa intenção gostaria que ele tivesse escutado a parte do "não" (e também não sou grande fã de banheiras e amarras).

As últimas páginas foram bem agitadas e foi ótimo vê-lo salvando o dia, todos juntos bolando estratagemas para romperem aquele casamento. Até o noivo! E a propósito, eu adorei o Haselby (o livro traz um tema não muito citado em romances de época, mesmo que não explorado, adorei quando foi citado). O final do livro que vestiu a capa de super herói e salvou o barco todo, deveras.

No fim, não se pode deixar de ler este formoso enredo da Julia. Os personagens não me cativaram, não foi um dos meus favoritos, mas não poderia (nunca) passar sem este volume. Sentirei um vazio sem meus queridos Brigertons, e, mesmo podendo relembrar de cada um em E Viveram Felizes para Sempre, já estou morrendo de saudades. Com certeza uma das melhores séries de livros.
comentários(0)comente



Jaine Franco 27/10/2018

Finalmente eu terminei a série Os Bridgertons!
A caminho do altar é o último livro da série e conta a história do Gregory o caçula da nossa querida Violet.
Essa foi de toda a série a história que eu mais fiquei agoniada, sofrendo e cheguei até a pensar que o nosso mocinho não teria um final feliz!!
A Sra. Quinn segura o feliz para sempre dele até os acréscimos do segundo tempo! E quase me enganou. Enfim eu amei, favoritei e já estou louca para ler os contos sobre a família que está no livro "E viveram felizes para sempre." Essa história está junto com a do Colin empatada no meu coração como as minhas favoritas da série.
comentários(0)comente



Juu | @aquelabookaholic 16/10/2018

"Nunca, impossível. Essas palavras não encontram-se presentes no vocabulário do amor. Afinal, o amor sempre encontra uma saída.
?
Eu não sabia o que esperar de "A caminho do altar", pois, assim como Francesca, não temos muito contato com o Gregory. Gostei muito dele ser esse rapaz intensamente apaixonado, mas que ainda não sabe o que é o amor de verdade. Assim como os outros irmãos, é muito devoto à família, a ponto de necessitar da aprovação dos irmãos, e desejar da mesma felicidade conjugal que todos partilham.
?
Infelizmente eu demorei bastante a me conectar com o casal (primeira vez com um par da JQ). Creio que isso se deva a como me decepcionei com algumas atitudes da Lucy e a como ela machucou o Gregory, mesmo sem querer (na minha opinião ele a perdoou mt rápido - baixou a Hyacinth aqui - haha).
?
Não é um dos melhores da série, mas não deixa de ser um livro emocionante, divertido, romântico, surpreendente e cheio de aventuras.
?
"Ela estava apaixonada por ele. Não poderia ser mais claro... ou mais cruel."
comentários(0)comente



isismariapl 13/10/2018

A Caminho do Altar, de Julia Quinn
É um romance muito lindo, no qual nosso herói tem que fazer de tudo para conquistar nossa heroína. No romance acontecem algumas reviravoltas e contém muitas descobertas a respeito da família dos personagens principais. Eu, de verdade, gostei muito desse livro.
comentários(0)comente



Momentos da Fogui 24/09/2018

Momentos da Fogui
Leia a resenha no blog:


http://foguiii.blogspot.com/2018/04/serie-os-bridgertons-08-caminho-do.html

site: http://foguiii.blogspot.com/2018/04/serie-os-bridgertons-08-caminho-do.html
comentários(0)comente



Ale 21/09/2018

A caminho do altar
Quando você ama uma série, por mais ansiosa que você esteja para terminá-la, sempre o último livro dá aquela sensação de saudade, de um gostinho de quero mais. E isso aconteceu com Os Bridgertons. Durante a leitura de ‘A caminho do altar’, constantemente relembrei todas as emoções que tive quando li os outros livros da série. No entanto, mesmo gostando desse último livro, posso afirmar que para mim foi o mais fraco de todos, com algumas falhas e sem o brilho e a intensidade dos outros.

Gregory Bridgerton sempre acreditou no amor e tem certeza que encontrará a mulher da sua vida. E ao encontrar com Hermione Watson, ele sabe, ou pelo menos acredita que que está perdidamente apaixonado pela moça e que será com ela que passará os restos dos seus dias. Porém, para tristeza de Gregory, Hermione está apaixonada por outro homem.
Lucinda Abernathy, não gosta do pretendente da melhor amiga e assim, decide ajudar Gregory a conquistar o coração de Hermione. Contudo, quem acaba se apaixonando por Gregory, é Lucy, que está prometida a um outro homem.

O que mais me encantou na história foi a protagonista feminina. Lucy, é determinada e sarcástica mas ao mesmo tempo, faz de tudo para agradar aos outros, e assim sempre colocou a sua felicidade em segundo plano. Com a chegada de Gregory e o interesse amoroso que nutre por ele, Lucy começa a mudar as suas prioridades. Gregory, por sua vez é um mocinho bem interessante. Romântico, almeja com todas as forças conhecer a mulher da sua vida. E é nessa ânsia que ao ver Hermione pela primeira vez, ele acredita que encontrou o amor, mesmo sem saber direito o que isso significa.

O romance, como sempre acontece nos livros de Julia Quinn, é daqueles que faz a gente suspirar e torcer pela felicidade do casal. Mas, nesse livro, senti que demorou demais para acontecer e no final, fiquei com o coração apertado por causa de uma das escolhas que a protagonista faz. E aqui, posso destacar o que mais me decepcionou no livro: O final corrido, muitas coisas aconteceram rápido demais e fiquei com a sensação de que precisava um pouco mais da história de Lucy e Gregory.

Mesmo tendo seus pontos negativos, recomendo a leitura do livro, pois encontramos a escrita deliciosa de Julia Quinn e vemos alguns personagens de outros livros, como Anthony e Kate, meu casal favorito da série, a Hyacinth com seu jeito intrometido, além é claro da sempre constante presença de Violet, matriarca da família Bridgerton.

Sobre a série

Os Bridgertons é uma série composta por 8 livros e mais um compilado com os epílogos de cada livro.
Cada livro conta a história de um irmão da barulhenta família Bridgerton.

Esse ano, Julia Quinn anunciou que a série será adaptada por Shinda Rhimes para a Netflix



site: https://www.paginasdolivro.com.br/2018/09/resenha-caminho-do-altar.html
comentários(0)comente



Fogui 11/09/2018

Série: Os Bridgertons 08 - A Caminho do Altar - Julia Quinn
Título original: On The Way To The Wedding
Título: A Caminho do Altar
Autor: Julia Quinn
Tradução: Claudia Costa Guimarães
Série: Os Bridgertons 08
Editora: Arqueiro
Ano: 2016

Chega ao fim para minha tristeza a série Os Bridgertons. Já estava habituada a esperar o próximo irmão ou irmã e suas aventuras para encontrar um par, mesmo que o pretendente não se dê conta do fato.

A cada livro, a cada irmão foi possível ficar mais próximo da família e de suas peculiaridades. Observar a sua união e principalmente se o amor um pelo outro, e as manias nada convencionais. Por falar nisso, os Bridgertons pareciam estar a frente de seu tempo, principalmente no que se refere e a sentimentos. Todos casaram por amor, algo raro no período...

Quer ler a resenha completa e muito mais, visite o blog Momentos da Fogui:

site: http://foguiii.blogspot.com/2018/04/serie-os-bridgertons-08-caminho-do.html
comentários(0)comente



174 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |