Amor Real

Amor Real Sophia G. Paiva




Resenhas - Amor Real


20 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2


Larissa Endil 13/06/2020

Terminei apenas para criticar.
Olha, sem entrar no mérito da narrativa (super confusa, por sinal), o livro é muito, muito mal escrito. A autora não usa nenhum conectivo entre as frases, o texto não tem coerência nenhuma (ex: comecei a ter mil ideias na minha cabeça, ter a mente fértil às vezes me deixava louca, desliguei o computador, Juliana já estava me esperando com o restante do pessoal [...] - posição 142, Kindle). Isso faz com que o texto não tenha sentido nenhum e tudo pareça apenas uma descrição de fatos, e não uma narrativa. Ruim, muito ruim.
comentários(0)comente



Lud 29/04/2015

Super Divertido!
Você está triste? Feliz? Tá normal!?
Ok.
Esse livro é indicado para todas as idades e estados emocionais. Não tem como não rir, não se debruçar em soluços incontroláveis vendo as atrapalhadas em que se envolve a personagem principal (e talvez a dona do livro todo).
A narrativa é simples, em primeira pessoa, escrita por duas autoras (Sophia G Paiva é pseudônimo) de maneira despretensiosa. E o resultado é exatamente o oposto disso.
Pontos negativos: não chega a ser um ponto, apenas uma observação. Os pontos de vistas alternados não me interessaram tanto quanto o monólogo interessante da protagonista, no restante do livro. Mas acho que isso se deve exatamente por essa questão.
Ponto positivo: por positivo, eu quero dizer: super demais! Gostei da Duda, gostei da abordagem simples da vida (sim leitores, podemos ser felizes apenas por termos um teto sobre nossas cabeças, pois a protagonista não tem nem mesmo um chuveiro elétrico) mas gostei ainda mais da falta de subterfúgios extras para dar contorno as mudanças na história. Não se trata de um personagem que evolui, e sim, de uma protagonista que conquista. Com seu jeito abusado e sem papas na língua ela revela a todos (e aos
Leitores) exatamente o que se passa na cabeça quando ainda nem sequer, se passou. Ela é real, sabe? Do tipo que você esbarra com um carrinho no supermercado (literalmente, quem leu, vai entender como é).
E isso nos toma por completo, a volta da inocência (e não daquela ingenuidade forçada que as protagonistas de hoje parecem ter), do personagem real e de uma história real.
Comecei o livro com a ideia de que o título se referia ao começo de uma paixão virtual que se desdobraria em algo concreto para os personagens.
Descobri que, talvez sem querer, quem escreveu esse livro quis dizer que todos podemos ter um "amor real", bastando encontrar no "simples", algo extraordinário.
Cindy P. 29/04/2015minha estante
Momentos de diversão garantida, leitura rápida, personagem que te tira do tédio, ainda choro pelo Farofa kkkkkkk.




Lane 28/05/2020

Nossa que livro maravilhoso, super engraçado e muito bem escrito.
Biahhy 28/05/2020minha estante
Não conhecia esse livro, mas me interessei já


Lane 28/05/2020minha estante
Eu recomendo, se você gosta de comédia romântica ele é ótimo.




Thays 29/04/2015

Maravilhoso..
Em amor real conhecemos a história da Maria Eduarda.
Duda trabalha com seu amigo Fábio (ou Farofa como Duda o chama), Fábio é o seu chefe e melhor amigo, muitos pensam que eles têm algo a mais, mas não é bem assim, eles são melhores amigos desde a infância e são melhores amigos desde então. ” A amizade deles é linda, eu fiquei impressionada e as brincadeiras entre eles que deixaram o livro mais engraçado”.
Duda é maluquinha, ela sempre se mete em enrascadas. Um certo dia no fim do seu expediente Duda recebe um e-mail de amor, com declarações e pedidos de perdão. Ela fica fascinada, mas ela sabe que o e-mail não é para ela e sim para outra pessoa, mais ela não diz nada e se vê envolvida na expectativa de toda sexta receber o e-mail. Passaram assim quatro semanas e nada de Duda responder e dizer que o Léo estava mandando e-mail para mulher errada, ela era Eduarda mais não a sua Eduarda.
Ela acaba acreditando que os e-mails são enviados de alguma alma perturbada e solitária que precisa encontrar a luz, então ela decide ir a uma Mãe de Santo.
“O que você pretende fazer, Maria Eduarda? ” Meu amigo me olhou com um semblante sério, mas não me deteve.
“Encontrar uma Mãe de Santo, oras! Por acaso você conhece alguma? ” (...)
Era assim Duda sempre se metendo em confusões e coisas malucas. Lá a mãe de Santo benze o seu computador e Fábio a arrasta para fora de casa e a faz prometer que vai parar com essa maluquice e vai dizer a verdade ao Léo, passada uma semana, novamente chegou a sexta e quando ela achava que não receberia nenhum e-mail ela recebe um. Então ela decide confessar que os e-mails estavam sendo enviados a pessoa errada. Ele pede desculpas e não volta a enviar, com vergonha de ter aberto o seu coração para alguém que não conhecia.
Agora imagina a surpresa da Duda quando ela entra na sala de reunião e se depara com um homem lindo, e quando ele a entrega o cartão com os contatos dele fechando um negócio, ela olha com espanto e percebe que ele não e um espirito e sim um homem de verdade.
“-Você não é um espirito” falei em voz alta. (...)
“Eu não conseguia falar mais nada, meu olhar era ora para ele e ora par seu cartão, foi quando então algo mudou em seus olhos. ”
Léo fica muito constrangido, agora imagine a surpresa dela quando um tempo depois ele a confessa que o e-mail era para a sua falecida esposa, que enviar os e-mails era um método que seu amigo e Dr. Arthur viu que poderia ajudar.
Duda agora é sua contadora, ela não queria esse trabalho, por sempre tem se falar com ele, mais Fábio a força aceitar para não perder o cliente. Acontece que Duda sente falta dos e-mails mesmo que não sejam para ela, ela sentiu falta, e resolve enviar um e-mail para ele, e nisso eles acabam conversando e acontece algo a mais com eles. Uma alma triste, uma alma alegre, Duda o contagiou com seu humor e modo como ela era simples e como ela via o mundo. Isso mexeu com Léo.
Dentro da história deles acabamos vemos a história do Farofa. Ops! Fábio rsrs, ele acaba se apaixonando também. Mais bem isso deixarei para vocês leitores saberem, não tem graça contar toda a história.
Amor real é uma história de amizade, amor, superação, recomeços e comédia muita comédia.
Impressões:
Li esse livro em horas! Sério gente esse livro é espetacular, eu fiquei apaixonada eu não ria tanto com um livro a muito tempo, a Duda deu um toque especial no livro com seu humor e seu jeitinho maluco, como eu sempre digo a literatura nacional está fantástica, eu não tenho palavras para expressar o tanto que gostei do livro, todos deveriam ler, sério você não vai se arrepender. A autora se você estiver lendo isso, escreva sempre escreva, suas palavras foram remédios para minha alma e para meu humor, já disse me divertir demais, e seu livro me proporcionou momentos maravilhosos. Você é um talento mulher, sabemos o quanto é difícil ser escritor aqui no Brasil, mais eu não me importo eu leio, eu amo nacionais e sempre dou preferência a eles. Só mais uma coisinha Sophia você me arrebatou por horas, obrigado por nos proporcionar com histórias maravilhosas.
comentários(0)comente



RoseMeire 30/04/2015

P.E.R.F.E.I.T.O.
Perfeito é o que define esse livro. Primeira obra que leio das autoras, e já virei fã! Me diverti muito, ri, chorei, me emocionei...É tão lindo que eu chorava de alegria por estar lendo uma coisa tão deliciosa. Os personagens são muito legais, engraçados, a mocinha é hilária...Sério eu ri quase o tempo todo. Isso sim é uma verdadeira comédia romântica. Bem escrito, direto, sem mi mi mi. Adorei. Nota de 0 a 10: 11
comentários(0)comente



Pick a Book 25/05/2015

Amor Real - Sophia G. Paiva
5 "o que eu tava precisando" estrelas

Depois de ler, na sequência, um livro bem dark e outro bem louco, tudo que eu queria era um livro leve e que me fizesse rir. AMOR REAL "caiu no meu colo" nessa hora e não poderia ter vindo num melhor momento. Já havia lido alguns comentários de outras pessoas falando que era um livro engraçado, mas mesmo sabendo disso, nada te prepara para o tanto de abdominal involuntária que se tem ao ler essa ótima historia da Duda.

Por falar na Duda... dona Maria Eduarda. Todo mundo tem aquele amigo que até quando a pessoa fala sério dá vontade de rir. Então, a Duda é assim. Ela é peculiar, eu CHOREI de rir em várias cenas. Sério! Teve partes que eu, literalmente, tive que enxugar lágrimas de riso para conseguir continuar lendo.

Acho que se eu tivesse na história seria igual ao Farofa. Ia viver rindo da cara da Duda. Como que aguenta tanta maluquice? E Leonardo era um amor. Senti dó dele, mas gostei que o passado não interferiu no futuro. Um livro cheio de personagens carismáticos.

Já havia lido 3 livros da Sophia G. Paiva antes e todos esses três foram da categoria New Adult (Novo Adulto) e drama. E fiquei com um pé atrás antes de ler AMOR REAL, até demorei a ler, porque achei que poderia ser um chick-lit (e eu amo chick-lit, só que não!). Mas, como disse, precisava de um livro para rir e resolvi arriscar. Melhor coisa que fiz. Uma belíssima surpresa! A autora mostrou ter talento na área. Adorei as referências de outros livros e a linguagem leve e coloquial, repleta de gírias que a gente usa no dia a dia.

Ah! Não sabia que iria ter livro dois. Pra falar a verdade, só fiquei sabendo mesmo quando li no final algo do tipo "nos vemos no livro 2" e se me fizer rir metade do que eu ri com AMOR REAL, já irá valer a pena.

SUPER ultra mega recomendo!

Ps: Uma coisa é certa, a frase "cara de tira a mão da minha bunda" já tá incluída no meu vocabulário rs

site: https://www.facebook.com/PickBookAndGoRead
Amanda 14/07/2015minha estante
Oi, eu procurei esse livro, mais só achei em ebook, vc sabe me falar se tem ele físico??


Amanda 14/07/2015minha estante
P.S.: amei sua resenha


Pick a Book 14/07/2015minha estante
A autora é independente. Então vende o físico no site delas. Acho q tem página no face. Joga Sophia G. Paiva lá.


Amanda 21/07/2015minha estante
Oks, mt obg!!


Thalita 25/07/2015minha estante
Esse livro é muito bom mesmo Mi, assim que comecei não conseguia parar, as confusões em que a Duda se mete são super engraçadas. 5 estrelas com certeza!


Pick a Book 28/07/2015minha estante
Chorei de rir com esse! To doida pelo 2!




Clube do Livro 12/06/2015

Um amor Realmente lindo e hilário!!
Esse livro conta a história de Maria Eduarda, uma maluquinha que só se mete em confusão. Ela trabalha de contadora na empresa de seu BFF Fábio, vulgo... farofa! ( Best Friend Forever e sim, já pode gargalhar, ela chama o chefe de farofa..kkkkkkk!) .
Eles são super amigos e confidentes de longa data. Um dia, Duda está tranquilamente trabalhando quando recebe um e-mail muito estranho, e isso começa a se repetir em todas as sextas feiras, mais ou menos no mesmo horário. O e-mail misterioso vai fazer ela encontrar alguém muito especial, e se meter em situações hilárias e doideiras, nas quais só Duda é capaz de se meter.

Esse e-mail que ela primeiramente acha ser de um espírito é de Leo... (abaixo vou contar um pouco sobre cada um dos principais personagens).

Não quero contar muito sobre o decorrer da história porque posso estragar a surpresa com Spoiller...
Posso dizer que do começo ao fim do livro me surpreendi com a criatividade e com as piadas que as autoras conseguiram inserir, tornando o livro tão realista e engraçado.
Com esse livro você ri, se apaixona e fica louco para saber quem é o amor real de Duda, mas é claro que existem outros personagens muito queridos além de Duda nessa história.

Vou contar um pouco sobre o que mais amei... (Como imagino os personagens) kkkk



Duda é contadora, sonhadora desastrada e muito querida. Amei a Duda e suas trapalhadas!!



Temos o misterioso e adorável empresário Leo. Com o coração partido e um sorriso de tirar do fôlego, ele vai deixar vida de Duda de pernas pro ar...



Farofa, amigo inseparável de Duda, solteirão convicto e galinha. Irá fazer você rir e suspirar querendo um homem igualzinho a ele...



Ju, amiga querida de Duda e pivô de sérias mudanças na vida de um certo farofa...



E, Gertrudes, ou Ger, (kkkkkk...).
Uma cadelinha que vai fazer você rir mais um bocado junto com Duda maluquinha.


Ahhhh, não vamos esquecer do João Quarta Feira, né?! O ex da Duda. Por que Quarta Feira? Ahhh..., isso só lendo pra você saber. Já adianto que você vai dar boas risadas, ok?


O livro é maravilhoso, gente. Vale a pena cada lágrima que derramei (de risadas) e cada vez que minha barriga doeu de tanto que rir. As autoras estão de parabéns!


Se querem ler um romance nada convencional, para lá de divertido e maravilhosamente original, leiam agora Amor Real!


site: http://clubedolivro15.blogspot.com.br/2015/06/resenha-amor-real-sophia-g-paiva.html
Fáty 17/06/2015minha estante
Você tem em PDF?


Clube do Livro 19/06/2015minha estante
Não Fáty li no wattpad


Fáty 21/06/2015minha estante
Legal, eu não conhecia. Fiz uma pesquisa agora e me cadastrei...
Muito legal. Valeu a dica. :) Acho suas resenhas bem interessantes.


Fáty 21/06/2015minha estante
Foi retirado do site :((


Clube do Livro 23/06/2015minha estante
Bah Fáty que pena, mas deve está agora no amazon, vale muito a pena e fica de olho que as autoras gostam muito de escrever os livros no wattpad primeiro, e os livros são ótimos ;) o site delas é esse http://sophiagpaiva.wix.com/sophiagpaiva beijão


Fáty 25/06/2015minha estante
Sim, vou olhar no Amazon. :)


Clube do Livro 26/06/2015minha estante




Diana 12/07/2016

Confusa..
Quando li várias resenhas falando super bem dele, fiquei super animada pra ler e tal, mas quando eu comecei, só me vinha a cabeça..Genteee que livro sem nexo!
Já começa estranho, fica uma boa parte do livro sem você nem saber quem é o par de Maria Eduarda.. Pelo que tinha lido na sinopse, e pelo que o próprio livro instiga, eu pensei que era Farofa, já tava até animada com o casal.. E do nada aparece o Leo, quando apareceu eu fiquei tão chocada que abandonei o livro. Não fazia o menooor sentido, um par, com o livro tão adiantado.. Mas mesmo assim, depois de um tempo, resolvi voltar a ler.. Aí começa o romance com o Léo e tal.. E praticamente assim que eles se conhecem, ele paga uma viajem pra ela, e ela aceita! Que doidera.. E ele praticamente nem fica com ela durante a viagem.. Um pouco depois disso eu larguei.. Achei a história confusa, sem continuidade, não me pegou..
Aline 21/09/2016minha estante
O livro se chama Amor Real - VOCÊ TEM UM NOVO E-MAIL, está falando na sinopse que a vida dela iria mudar a partir do dia que começasse a receber os e-mails, não achei sem nexo, muito pelo contrário, mas respeito sua opinião.


p 30/11/2016minha estante
Não achei confusa, só chatinha mesmo hahaha aquela viagem do nada foi estranho pq ele poderia realmente ser um maníaco e ela aceita sem mal conhecer ele. E simmm o farofa era muito mais legal que o léo kk




Camila Nunes | @focanaresenha 04/08/2017

Risadas garantidas!
Gente do céu, quem acompanha meus stories sabe como eu ri com essa história. Nunca ri tanto com um livro como ri ao ler Amor Real. Fiz essa leitura em conjunto com a minha querida irmã e foi como se voltasse a ser criança quando líamos juntas. Foi incrível.

Nesse livro conheci Maria Eduarda Ferraz, ou Duda para os íntimos, uma menina-mulher de 27 anos, cheia de vida e espontaneidade, que não tem filtro e fala e faz o que pensa, com uma pintada se ingenuidade que só ela tem. Mas apesar de ser uma mulher incrivel, Duda está solteira e sua situação amorosa anda de mal a pior.

Até que uma sexta-feira quando Duda estava terminando seu expediente de trabalho em um escritório de contabilidade - onde seu chefe e melhor amigo Fábio, Farofa para a Duda, também trabalha - ela recebe um e-mail desconhecido de um cara super apaixonado se declarando e pedindo perdão para a mulher amada.

Inicialmente ela acha aquele e-mail incrível e super romântico, ciente que a pessoa enviou o e-mail para mulher errada. Porém, o acontecido começa a se repetir por três sextas-feiras seguidas e ela decide fazer alguma coisa referente ao assunto. E é ai que a confusão realmente começa. Com grandes surpresas e muitas encrencas.

Eu amei me aventurar pelas loucuras de Duda e junto descobrir personagens tão carismáticos como ela. Ela, com certeza, é uma menina em corpo de mulher. Me identifiquei muito com ela. Estou ansiosa para ler o segundo livro e não vejo a hora de ter esse livro físico. Sim, minha gente a autora já publicou esse livro e com certeza eu quero tê-lo na minha estante.

Muitas pessoas vieram me perguntar se eu recomendo: Com certeza sim! Sophia, a autora do livro, conseguiu criar uma história divertidíssima e apaixonante. Com uma leveza sem igual e grandes encrencas. É meu povo, tem muuuuuito Nacional melhor que muito livro gringo por aí e esse é um deles, vamos valoriza-los. -

Leiam e venham comentar comigo. Vou adorar me divertir com vocês. -


site: https://www.instagram.com/focanaresenha/
comentários(0)comente



Lay 20/02/2017

Romance leve e divertido
Durante as primeiras páginas pensei em desistir, achei o começo bastante forçado, vou explicar melhor, o livro é bom, mas resolvi enumerar em alguns pontos negativos e positivos.
Negativos: 1) Piadas e diálogos sem graça.Alguns pontos da autora são bastante forçados, como se ela quisesse ser algo que não é. 2) Santidade demais pro meu gosto. Nunca vi em um livro todas as pessoas do mundo serem maravilhosas, serem boas ao extremo, isso deixou o livro chato. 3) O casal tem química, mas não tem ao mesmo tempo. Talvez por mostrarem demais o lado bom deles, não é um casal que a gente imagina juntos no futuro. E 4) Correria em descrever cenas, a autora estava com muita pressa pra terminar, né, quando o negócio ficava interessante, ela saia do carnaval pro ano novo.

Antes que agora me chamem de chata ou que eu sou alguém do contra, vou falar os pontos positivos: 1) A leitura é leve. ideal para quem quer sair de uma ressaca literária, sem textos pomposos. 2) São pessoas normais. Já estava de saco cheio de ler romances que até os gatos tinham traumas do passado. 3) O Léo e a Duda são muito fofos. Algumas cenas (quando não são tão forçadas) são bastante divertidas, e as frases com malícia são apaixonantes. 4) O romance em si, vai muito além do romance, foca também no companheirismo, na amizade verdadeira, na relação com a família, enfim, é muito bonito.

Dei três estrelas porque foi apenas um livro bom.

Recomendo? Sim.

Só não queria ter me decepcionado tanto.
comentários(0)comente



Três Leitoras 17/05/2015

Livro - Amor real - COMEDIA ---- AMEIIIIII
Um belo dia estava procurando uma comédia! E Thãrammmmm

Pra quem gostou de "Fiquei com seu número" e "Aluga-se um noivo", também vai adorar e dar boas gargalhadas com Amor Real.
ps: Se você que sempre quer saber como eu (Luana) sou kkkkkkkk estou descrita nesse livro...
Não é a toa que na escola (ainda hoje) era Doydynha


Se você esta cansada de livros com diálogos previsíveis e atitudes de mocinhas e mocinhos que te faz pensar
"Velho, isso não acontece na vida real!!!!", então esse é o livro pra você! Como eu disse, eu sou mega parecida com a Mari Eduarda. Completamente maluquinha, desastrada, sem papas na língua e encanhada! rs. Mas tudo muda a partir do dia em que recebe um e-mail.

Maria Eduarda, conhecida como Duda, é uma jovem contadora que trabalha com seu amigo de infância, o bem sucedido Fábio, conhecido hilariamente como Farofa (ri demais pelo motivo). Os dois passam vários momentos juntos. Afinal se conhecem desde a escola. Sabe aquela amizade linda, cheia de intimidades. Afinal chamar o chefe de Farofa, tem que ter muita intimidade. Confesso que toda hora eu pensava: Ai tem!!!!

Em mais um dia de trabalho, já prestes a ir embora, em plena sexta-feira, ela recebe um e-mail. Mas não foi um simples e-mail. Ao abrir ela fica de cara. Era um email de alguém apaixonado, desesperado, um e-mail de amor com pedidos de perdão e reconciliação.

Eu, leitora logo imaginaria que seria mais um erro de digitação, ou quem sabe o corretor automático.

Mas a Maluquinha da Duda, não! Além de ter achado o e-mail um encanto, pois o cara tinha sido de tamanha sinceridade, porém ela sabe que o e-mail não é pra ela. O que ela lamenta. Resolvendo apenas ignorar o e-mail, continua sua vida. Mas toda sexta no mesmo horário, um novo e-mail chegava. Quando já não aguentava mais (de curiosidade) ela conta a Fabio sobre os e-mails. Farofa é prático, diz a ela apenas para ela responder dizendo que ele esta mandando o e-mail pra pessoa errada.


Resenha completa no blog

site: http://tresleitoras.blogspot.com/2015/05/resenha-amor-real.html
comentários(0)comente



GiselleC 09/09/2015

Apaixonante!
Esse livro foi uma incrível surpresa. Ganhei de uma das autoras (Sophia G. Paiva é o pseudônimo usado por duas amigas) na Bienal e confesso que não esperava muito. Isso porque a capa e o título passavam o ar de romance e não é exatamente meu tipo de livro favorito, não gosto muito quando a história gira em torno de um casal. Mas amei o presente, porque gosto de descobrir bons autores não tão conhecidos no nosso país.

E bom, com Amor Real descobri duas.

A história gira sim em torno de um casal, mas te faz morrer de rir. Com tantas comédias românticas no cinema, nunca li uma comédia romântica que me prendesse tanto. Eu ria no ônibus e ficava morrendo de vergonha, pensariam que eu sou louca. E talvez eu seja, por isso gostei tanto da Duda, protagonista do livro.

Maria Eduarda trabalha como contadora em um escritório, vive dura e não tem nem água quente. Só anda atrasada, fala demais, fala o que não deveria e para o deleite dos leitores, fala gírias super utilizadas por nós. Ah, e ela está na seca. De verdade, ela está pior que o sertão do Ceará. Sem namorado, sem peguete, sem nada, ela vive ouvindo do Farofa, seu melhor amigo, e de sua mãe que precisa de um homem (bom, talvez não nesses termos). Até que ela se encanta por um homem, mas... Talvez ele esteja morto. É, isso aí. E Duda quer ajudá-lo.

Não quero contar muito para não estragar o desvendar dos fatos, esse livro vale a pena ser lido edesco edto por cada um.

Mas posso garantir que Duda é doida, doidinha. Super atrapalhada, engraçada, sem papas na língua. Me identifiquei num grau que só quem me conhece pode entender. E é por ser tão doida que ao receber alguns e-mails por engano ela entende tudo, tudo errado. E é por ser tão maluquinha que ela conquista todos ao redor, do seu chefe mal humorado e melhor amigo ao leitor.

Senti falta de um revisor ortográfico, vi alguns errinhos bobos, falta de vírgula e pequenos erros em palavras e/ou concordância, mas nada que comprometa a leitura ou tire o mérito das autoras.

O desenrolar do livro é uma delícia. Poderia ser chamado de clichê, mas foge muito disso por ser tão divertido. Recomendo para quem gosta de uma história leve e bem humorada. Você não vai conseguir parar de ler até saber o fim e vai se apaixonar por cada personagem. Mal posso esperar pela continuação!

comentários(0)comente



Atitude Literária 01/10/2015

Apaixonada
Divertido, irreverente, original e muito bem escrito, é assim que começo a falar de uma das melhores leituras que fiz no ano até o momento. Amor Real me surpreendeu do começo ao fim, com um enredo dinâmico, fluido e viciante não vi as horas passarem e quando me dei conta já estava chegando ao final da obra e a única coisa que eu conseguia pensar era: Não, por favor, não termine, não quero dizer tchau, quero ler mais e mais.

AMOR REAL nos conta a atrapalhada e linda história de Maria Eduarda, ou melhor, da Duda, uma menina mulher vibrante, hilária, maluquinha, com pensamentos divertidíssimos e atitudes nem sempre muito bem pensadas. Ela fala o que pensa e vive se metendo em situações inusitadas e confusões. Não por ser uma pessoa ruim, jamais. Duda tem um lado puro, uma inocência de menina por trás da mulher de vinte e sete anos que trabalha como contadora no escritório do seu melhor amigo Farofa, opa quero dizer Fábio. Duda está passando por um longo período de seca, e bota longo nisso, tadinha até eu fiquei com pena, não pensem que isso acontece por ela ser feia ou sem jeito, apesar de ser desastrada, Duda é uma mulher bonita, só que não teve nenhuma sorte em sua vida amorosa. E como se não bastassem todas as suas neuras e humor contagiante, eis que Duda recebe em plena sexta-feira um e-mail completamente inesperado, em seu conteúdo uma declaração de amor repleta de saudade, e culpa e o remetente Léo Dias. Só tem um problema, quem é Léo Dias e por que ele enviou uma declaração de amor justo para ela?

“Definitivamente eu precisava tomar uma atitude!Três semanas!Três sextas-feiras!Três mensagens!Três e-mails misteriosos!Três declarações de amor!Por que eu nunca recebi uma declaração dessa?”

Bastaria uma resposta informando que o e-mail foi endereçado para a pessoa errada. Duda poderia ignorá-lo, fazer de conta que não o havia lido, só que um e-mail se transformou em muitos outros, chegando sempre nas sextas-feiras e como quando Duda esta envolvida nada é convencional, se prepare para rir muito, mas muito mesmo, porque entre todas as possibilidades possíveis, Duda vai fazer justamente o impensável. Eu nunca pensei que e-mails pudessem gerar tanta desordem.

“— Eu não sei, estamos em uma era tão moderna que certamente já existem e-mails no além, ou seja, lá onde ele esta."

E é em meio a muitas confusões, suposições e acertos, que nossa atrapalhada e maluquinha protagonista vai descobrir o verdadeiro significado do amor, mas não pensem que estamos falando de um romance convencional, porque pessoal, não é.

“— Você não é um espírito — falei em voz alta. (...) Eu não conseguia falar mais nada, meu olhar era ora para ele e ora para seu cartão, foi quando então algo mudou em seus olhos.”

A verdade é que fiquei realmente surpreendida pela leveza da história, pela escrita fluida e situações divertidas, foi uma leitura que me distraiu, me fez esquecer os problemas e tudo o mais, uma leitura que me prendeu do inicio ao fim, me deixando com um sorriso nos lábios a cada novo capítulo. Os personagens secundários são muito bem construídos, divertidos, atrativos e carismáticos, o enredo original está tão bem encaixadinho e escrito que em muitos momentos me senti a melhor amiga da Duda, como se ela estivesse conversando comigo.

Eu pensei em escrever esta resenha de diversas maneiras, mas descobri que nenhuma delas independente do quanto me esforçasse faria jus a obra e o quanto eu a amei. Eu me recuso a dar spoiler, a entregar qualquer fagulha da história, porque foi maravilhoso ler e me surpreender, por esta razão não vou me prolongar e me estender sobre a trama, apenas pedirei para que você leia.

Então, se você está procurando por uma leitura rápida, leve e fofa, para te animar e descontrair, AMOR REAL é a leitura perfeita, te garanto que vale muito a pena.

Mega ansiosa para ler o segundo livro. Necessito de mais, muito mais.

Parabéns Sophia G. Paiva, ganharam minha admiração, respeito e espaço eterno na estante.

site: http://letraselivros2.blogspot.com.br/2015/09/resenha-amor-real-sophia-g-paiva.html#more
comentários(0)comente



Juliana 14/01/2016

Esperava mais...
Esse livro é uma comédia romântica. Eduarda tem 27 anos, é solteira e seu chefe é seu melhor amigo de infância! Certo dia recebe um e-mail com conteúdo estranho e a partir daí sua vida vira de pernas pro ar.
A história tinha tudo pra ser boa, Maria Eduarda é divertida, fala o que pensa, não tem filtro algum, porém achei ela muito infantil para a idade dela! Duda chega a culpar o próprio cabelo por não ter um namorado...

"Então, por que não conseguia arrumar um namorado decente?
Olhei para meu cabelo e gemi.
'Isso só pode ser culpa sua' falei apontando para ele."

"Foi so a porcaria do meu cabelo que resolveu me trollar justo hoje, pude entender porque meus relacionamentos não duravam, quem queria acordar com um espantalho do lado?"

Achei a história legalzinha no início, mas chegou a 44% da leitura e eu ja não aguentava mais os "ataques de pelanca" dessa mulher! Hahaha

Alguns erros ortográficos me incomodaram um pouco, mas infelizmente erros acontecem!

Resolvi comprar este e-book porque tinha lido comentários positivos, porém este livro não me surpreendeu nem me arrebatou, mas garantiu algumas risadas.

Classificação: 3 estrelas!
comentários(0)comente



Lids 21/06/2016

[Resenha] Amor Real
Essa história de Amor Real tá na moda, hein.

A premissa do livro é o menos importante do livro, começa com Maria Eduarda recebendo um email por engano e aí é história. O desenvolvimento dessa premissa que achei realmente interessante, em algumas partes me pareceu até surreal a ingenuidade da personagem principal e essa característica da personagem apesar de ser muitas vezes hilária e render boas histórias, às vezes também atrasava um pouco o desenvolvimento da história.

A narrativa do livro é engraçada, divertida e leve, o livro é fácil de ler e te prende até a última página sem que sinta o tempo passar. Os personagens são ótimos, uns mais profundos e bem explorados do que outros, adorei a relação da Duda com o amigo dela, o Fábio, os dois são tão adoráveis juntos que até shippei muito no começo *-*-*

Aliás, no começo do livro vemos muito pouco da vida amorosa da Duda, vemos mais o Fábio e da Juliana, amiga da Duda, falando dos rolos deles, acho que demorou um pouco para eu sentir que a Duda era a protagonista.

De um modo geral, é um livro muito fofo, divertido, apesar de um pouco exagerado, é uma comédia romântica e não tem cenas de sexo! (Apesar de eu achar que poderia ter umazinha, mas deixa quieto rs).

Recomendo para fãs de chick lit e daquelas comédias românticas sobre mulheres adultas, tipo Fiquei Com Seu Número (Sophie Kinsella).

site: https://cacadorasdespoiler.wordpress.com/2016/06/21/resenha-amor-real/
comentários(0)comente



20 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2