Luxúria

Luxúria Juliana Bizatto




Resenhas - Herança de Sombras


41 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3


Vi 18/10/2017

Emocionante e delicioso
O livro começa já nos prometendo muitos conflitos e misticismos. Vocês viram como eu estava animada e ansiosa nas minhas Primeiras Impressões. Só demorei para ler por questão de tempo livre. "Luxúria" te prende de tal forma, porém, que a cada momento que eu abria o kindle para continuar a leitura, só largava após vários capítulos. A escrita da autora é entremeada de suspense, mistério e um toque delicioso de paixão. A narrativa é envolvente e muito fluida, e contribui particularmente para a leitura ininterrupta.


A história gira em torno de Sam, nossa personagem principal, e sobre sua família: as Hoffers. Tormento (uma cidade supostamente no sul do Brasil) é financeiramente dominada pelas riquíssimas Hoffers, mulheres belas e loiras. Também é uma cidade relativamente pequena - motivo dos irmãos forasteiros Ben e Tamisa Belli rapidamente se tornarem o assunto de todos. E essa chegada trará muito mais conflitos que o imaginado.

Percebemos logo que Ben e Sam mexem um com o outro de um jeito forte. Samantha é nossa narradora e é divertido e delicioso os detalhes que notamos durante os capítulos. Os traços de Sam está por toda a narrativa: as borboletas de seu estômago - sempre aparecendo de algum jeito hilário - também a linda interjeição "ai, minhas estrelinhas" - que eu tive de me segurar para não adotar. Sam é sarcástica e difícil, a mais diferente das primas Hoffer seja fisicamente ou de jeito. E tem um namorado que já não ama mais - e que trará muitas surpresas inesperadas. Mesmo assim, logo se vê atraída pelo paulista Benjamin que não parece querer deixá-la em paz.

Nossa "Marrentinha" tem que lidar com seu coração, suas borboletas e com os cada vez mais inesperados incidentes que acontecem ao seu redor. Conforme o leitor prossegue a leitura, percebe que Sam tem algum tipo de poder que está prestes a se mostrar fortíssimo. Foi delicioso construir e descobrir o enredo de Luxúria e nunca esperaria aquele final chocante.

Algumas revelações eu esperava que já fosse no primeiro livro, o que me deixou um pouco decepcionada, mas a série é prevista para ter bem mais de cinco livros, então devemos perdoar nossa autora, certo? "Luxúria" se apresenta de diversas formas como o livro introdutório, que nos convida a mergulharmos nas muitas loucuras que nos espera em sua sequência.

Leiam, depois venham discutir comigo. Recomendo para quem está em falta daquele romance sobrenatural e misterioso!

Vamos ler?


site: https://souldoslivros.blospot.com.br
comentários(0)comente



Priscila Cruz 29/08/2017

Belo, criativo e surpreendente
Samantha entrou para a lista das minhas protagonistas prediletas. Tímida, insegura e um tanto mimada. Porém, também é inteligente, sensível, delicada, companheira, leal e poderosa (só lendo para saber pq).
O livro é narrado em primeira pessoa e é pelos olhos de Sam que conhecemos o cotidiano de Tormento e da família Hoffer, mulheres misteriosas, que vivem em uma ilha particular, cercadas por luxos e segredos. Sam fala de forma tranquila, pausada. Conta sua história de forma íntima e pessoal, permitindo que o leitor conheça os fatos e como eles afetaram sua vida e a dos que a cercam.
Ela não tem pressa. E o leitor acaba entrando na história. De forma leve e prazerosa, se apaixona por cada personagem (por quase todos eles, na verdade) e torce pelos amores.
Amei ter lido e conhecido as Hoffer.
O final é surpreendente. E quando a última linha da narrativa é revelada... Tem-se uma nova impressão sobre o todo.
A autora foi muito feliz e estou ansiosa para ler os próximos volumes.
comentários(0)comente



Duda Mel @epifania_literaria 03/08/2017

De repente, fantasia. Um amor!
"Só tinha um problema: eu gosto de ondas grandes, que, quando quebram, não deixam pranchas ou pessoas inteiras".

Resenha:

Detalhado, bem escrito e humorado, trazendo um paralelo entre a modernidade e o romantismo, colocando em cheque as crises de um amor adolescente platônico que pode ser fatal.
A família Hoffer é composta por lindas dez mulheres. Loiras, de olhos claros, ricas, desejadas e um tanto mimadas, com uma família com regras que concedam liberdade sem hipocrisia. A união entre elas é um laço extremamente forte e defendido até mesmo com esquisitices, todavia, qual família não tem?!

"De uma forma ou de outra, a casa branca era a minha igreja e a minha família, minha religião".

Em meio a elas, encontramos a protagonista, Samantha, uma jovem um tanto diferente das demais Hoffer, igualmente linda, porém trazendo como inéditos os olhos negros e um amor impressionante pelo mar, surfista talentosa.
Tormento é uma cidade pequena do litoral sul do Brasil, de belas praias, clima e mar inconstantes, onde as loiras são quase rainhas. Qualquer coisa que envolva seu sobrenome é o suficiente para paralisar e prender a atenção de todos.
Como em todas as cidades pacatas, mudanças são rapidamente notadas e, ao sair da ilha numa típica ida a escola, Sam se depara com os olhos verdes mais impressionantes que já viu na vida.
Benjamin é um rapaz lindo, capaz de enlouquecer inúmeras garotas. Desde o primeiro olhar, consegue mexer com Sam sendo capaz de causar borboletas que ela nunca sentiu, nem mesmo no início de seu namoro com Martin, o qual perpertua desde a infância.
Fadada a uma vida sem aventuras, a jovem era representante do romance perfeito, porém sem sentimentos que fossem além da amizade. A chegada do forasteiro modifica algo em Samantha fazendo-a notar que seu namoro com Martin estava por um fio, contudo o comodismo e a mudança a deixavam com medo.
Enquanto isso, Benjamin não a deixa em paz, sempre provocando e questionando, aproximando-se cada vez mais da vida de Sam e fazendo suas estrelinhas desastradas ainda mais confusas com borboletas dançarinas que não param nunca em sua barriga.
Personagens que variam do amor ao ódio (e alguns que só provocam ódio mesmo), repleta de festas, além de ser possível fazer comparações interessantes com outras obras, revelando uma pitada de Fallen, Mentirosos e, até mesmo, Saramandaia para quem conseguir captar referências, representando o nome do livro pela ânsia da autodescoberta, do desejo e de um passado, presente e futuro desconhecidos e incertos com as novidades.
Com uma construção contempotânea de romance, com surpresas e incertezas, revelando a fantasia em pequenos sinais e um senhor epílogo que te faz criar mil e umas teorias, além de aumentar a ansiedade pelo segundo livro da série, a autora consegue construir uma história animada e instigante, unindo diversas questões sociais em meio aos dramas adolescentes, como a importância da família e os problemas dentro dela, segredos, política (mesmo que não tenha foco nisso), violência, poder aquisitivo e a concepção de maturidade com idade.
comentários(0)comente



Duda Mel @epifania_literaria 03/08/2017

De repente, fantasia. Um amor!
"Só tinha um problema: eu gosto de ondas grandes, que, quando quebram, não deixam pranchas ou pessoas inteiras".

Resenha:

Detalhado, bem escrito e humorado, trazendo um paralelo entre a modernidade e o romantismo, colocando em cheque as crises de um amor adolescente platônico que pode ser fatal.
A família Hoffer é composta por lindas dez mulheres. Loiras, de olhos claros, ricas, desejadas e um tanto mimadas, com uma família com regras que concedam liberdade sem hipocrisia. A união entre elas é um laço extremamente forte e defendido até mesmo com esquisitices, todavia, qual família não tem?!

"De uma forma ou de outra, a casa branca era a minha igreja e a minha família, minha religião".

Em meio a elas, encontramos a protagonista, Samantha, uma jovem um tanto diferente das demais Hoffer, igualmente linda, porém trazendo como inéditos os olhos negros e um amor impressionante pelo mar, surfista talentosa.
Tormento é uma cidade pequena do litoral sul do Brasil, de belas praias, clima e mar inconstantes, onde as loiras são quase rainhas. Qualquer coisa que envolva seu sobrenome é o suficiente para paralisar e prender a atenção de todos.
Como em todas as cidades pacatas, mudanças são rapidamente notadas e, ao sair da ilha numa típica ida a escola, Sam se depara com os olhos verdes mais impressionantes que já viu na vida.
Benjamin é um rapaz lindo, capaz de enlouquecer inúmeras garotas. Desde o primeiro olhar, consegue mexer com Sam sendo capaz de causar borboletas que ela nunca sentiu, nem mesmo no início de seu namoro com Martin, o qual perpertua desde a infância.
Fadada a uma vida sem aventuras, a jovem era representante do romance perfeito, porém sem sentimentos que fossem além da amizade. A chegada do forasteiro modifica algo em Samantha fazendo-a notar que seu namoro com Martin estava por um fio, contudo o comodismo e a mudança a deixavam com medo.
Enquanto isso, Benjamin não a deixa em paz, sempre provocando e questionando, aproximando-se cada vez mais da vida de Sam e fazendo suas estrelinhas desastradas ainda mais confusas com borboletas dançarinas que não param nunca em sua barriga.
Personagens que variam do amor ao ódio (e alguns que só provocam ódio mesmo), repleta de festas, além de ser possível fazer comparações interessantes com outras obras, revelando uma pitada de Fallen, Mentirosos e, até mesmo, Saramandaia para quem conseguir captar referências, representando o nome do livro pela ânsia da autodescoberta, do desejo e de um passado, presente e futuro desconhecidos e incertos com as novidades.
Com uma construção contempotânea de romance, com surpresas e incertezas, revelando a fantasia em pequenos sinais e um senhor epílogo que te faz criar mil e umas teorias, além de aumentar a ansiedade pelo segundo livro da série, a autora consegue construir uma história animada e instigante, unindo diversas questões sociais em meio aos dramas adolescentes, como a importância da família e os problemas dentro dela, segredos, política (mesmo que não tenha foco nisso), violência, poder aquisitivo e a concepção de maturidade com idade.
comentários(0)comente



Lissa 14/07/2017

Luxúria: Herança de Sombras ♥
Luxúria nos conta a história de Samantha Hoffer. A sua família os Hoffers, não tem apenas um sobrenome bonito, mas também tem dinheiro, poder, beleza e segredos (principalmente segredos). Sam — como prefere ser chamada, tem apenas 17 anos e mora em Tormento, uma cidade localizada no Sul do Brasil.

A Família Hoffer, é a família mais famosa da cidade de Tormenta. Mas não se preocupe que a história está longe de ser apenas sobre eles. Todas as mulheres da família, perderam seus respectivos maridos/pais, e apenas as mulheres vivem na ilha. Ao todo são 10 mulheres, e nenhuma delas nunca pisaram fora da cidade. Sam nunca pergunta o por quê, ela apenas aceita como todas as primas...
Todas as garotas da família tem algo em comum; todas são altas, loiras, com olhos azuis e marcantes. Mas o engraçado é que a SAMANTHA não tem essas características herdadas de família — Ela tem cabelos cacheados e olhos escuros.

Sam é uma garota normal, e não é fútil como as primas e a irmã. Vai a escola tem amigos e ama ir à praia. Ela tem uma irmã e um amigo chamado; Tui — ele é aquele amigo que da vontade tirar do livro e pegar pra você. Temos também o Martin que é o namorado da Sam. Logo quando iniciamos a leitura somos apresentados aos novos visitantes da cidade: Benjamim, Marcus e Tamisa. Que trouxeram mais aventura a todos os moradores e também um segredo que poucos sabiam...

O livro é narrado em primeira pessoa, pelo ponto de vista da Samantha. Ela tem primas e tias, todas são muito bonitas e cada uma tem gênio forte e personalidade diferente.
Temos a participação de vários personagens secundários na trama, e cada um deles tem um papel importante em cada momento; tanto as Hoffers como os amigos da Sam, e também os visitantes misteriosos.

A capa é linda, com a paleta de cores escuras e esses detalhes bem "dark", que faz o leitor se apaixonar pelos mínimos detalhes. A diagramação é ótima, com letras do tamanho certo e ideal para a leitura.

Como eu já disse; amei esse livro. A autora fez uma obra maravilhosa, conduziu um mistério envolvente e um romance cativante, sem nos deixar perdidos ou confusos. Esse é um livro do gênero Romance Sobrenatural (♥). Então, se você é daqueles que amam Bruxas, Caçadores e Vampiros. Vai amar esse livro...

site: http://blogenjoybooks.blogspot.com.br/2017/07/resenha-luxuria-heranca-das-sombras-da.html
comentários(0)comente



Mary (Bah Que Livro Tri) 14/07/2017

MARAVILHOSO ?
Em Luxúria conhecemos a história de Sam..
Ela vive em uma ilha junto com sua cozinha, mãe, irmã, tias e primas..
Ela sempre seguia as regras, e nunca se perguntou o porquê de não poder dormir fora, nem sair da cidade, e muitos outros segredos que pairavam sobre sua vida..
Mas coma chegada do aluno novo Benjamin, Sam começará uma busca por respostas.
Luxúria é uma história cheia de mistérios, com romance e muito humor..
Personagens com personalidades e que te conquistam instantaneamente..
comentários(0)comente



Luana Berti 07/07/2017

Luxúria é fantasístico!!
O que falar sobre esse livro?? Enigmatico e Real. Porque Real?? Pois a autora pareceu transformar os personagens em realidade, mostrando o afeto de cada menina com os integrantes de sua família.

Ser uma Hoffer era uma honra, nascer com um sangue real da primeira família em Tormento, transformava as primas em verdadeiras divãs. Mô e Lucy são irmãs, Sy e Regia irmas gêmeas, Babi e Sam (Samantha) são irmas e todos são primas. Elas vivem em Tormento, uma ilha afastada do continente e sempre aprenderam a não fazer perguntas sobre os homens da sua família que só havia mulheres, viviam com sua Vozinha em um casarão junto com sua mães.

Iam para a escola e chamavam a atenção pela beleza e riqueza, todos tinham a ambição de se tornar uma Hoffer porém não era possível se tornar alguém com tanta LUXÚRIA!

Tudo estava na mesma, uma calmaria... Até que Benjamin aparece na vida de Sam que acaba tendo sua vida virada de cabeça para baixo despertando sensações jamais sentidas por qualquer garoto até mesmo por Martin.

Sentindo o perigo uma dadiva e o errado...algo novo, jamais havia desobedecido as regras que eram impostas por Vozinha mas também jamais havia experimentado o errado...


site: https://blogliterariocancaodoslivros.blogspot.com.br/2017/07/resenha-luxuria-heranca-das-sombras.html
comentários(0)comente



Vih 06/07/2017

Amor, Suspense, Magia, Poder... Herança de Sombras
"A tempestade tinha se intensificado e podíamos ficar ilhadas. Eu já disse que adoro as tempestades de Tor?" (página 178)

Olá! Vamos conhecer as Hoffers? Ah! São seis primas, poderosas, milionárias, charmosas e famosas que aprontam cada coisa! São festas, bailes, noites de cinema e surf, e tudo isso acontece em Tormento. São elas: Mô e Luci (Filhas da Tia Leo), Regi e Sy (As gêmeas e filhas da Tia Abi), Sam e Babi (Filhas da Gabi) e também tem a Vozinha, que é a matriarca da família. A ilha onde moram é protegida pelos "fantasmas", que geralmente não a protege muito bem.

 E assim começa, começo do ano letivo com a mesma rotina de sempre, as primas divando na entrada e saída da escola, Sam com seu péssimo namorado Martin,... Porém, há algo diferente neste ano. A chegada da família Belli, que atraiu muita atenção de todos, especificamente um integrante da família, o maravilhoso Benjamim, também conhecido como Ben, que atraiu intensamente a Sam. Fora Bem, tem sua irmã Tami (Tamisa) e Marcus, suas chegadas foram repentinas e ninguém sabia ao certo, o porquê que foram para a cidade.

 As gêmeas não perderam tempo e foram logo conhecer os novos moradores de Tor. Daí em diante, começa o "fervor" entre Sam e Bem. E Martin, o que ele fez? Será que Ben e Sam irão ficar juntos? E as Hoffers, quais são os segredos que elas guardam? Será que elas sabem o que realmente são e os poderes que têm? 🔮 ⛆ 🌊

 "Ser uma Hoffer é quase como ser uma marca, um padrão de qualidade." (página 14)

site: https://mundoliterariodavivi.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Mari - Blog Diversamente 27/06/2017

IMPECÁVEL E MARAVILHOSO
Em Luxúria, somos introduzidos ao luxuoso mundo das Hoffers, 6 primas lindas, milionárias, poderosas e são donas, praticamente, de Tormento, uma cidade localizada no Sul brasileiro.

"Ser uma Hoffer é quase como ser uma marca, um padrão de qualidade. Todas parecem ter saído da mesma fôrma: são lindas, loiras e altas, curvas proporcionais que sempre lhe creditam alguns anos a mais do que está registrado nas suas certidões de nascimento, mas não de uma forma ruim, e sim de uma provocante. Todas, menos eu"

Moradoras de uma Ilha encantadora, as primas: Regi e Sy(S-A-I como diria a própria rs), filhas da Tia Abi, a "descontrolada; Mô e Luci, filhas da tia Leo, a mais "normal" e Sam e Babi, filhas da Gabi, a que vive num eterno estado de luto depois de perder o marido, anos antes. Todas as mães são filhas da Vozinha, a matriarca da família. Fez as contas direitinhos? Isso mesmo, moram 10 mulheres na Ilha! A segurança tem que ser redobrada, por isso a ilha é vigiada 24h pelos "fantasmas", apelidados assim pelo motivo das meninas nunca os verem em serviço.

Sabendo essas informações, entramos no enredo. Início de mais um ano letivo, as Hoffers sendo donas das coisas 'tudo', Sam e seu namoro nada feliz com o Martin e todas da escola querendo ser uma das Hoffers ou querendo uma das até ai tudo ok! Só que nesse ano algo está diferente, Tormento tem novos moradores!

Benjamim, Tamisa e Marcus chegam trazendo uma onda de euforia e desconfiança para os moradores de Tor. Porque será que o dono de olhos verdes tão intensos mexe tanto com a Sam? Ou porque ele tem que ser tão irritante? Isso só lendo a pra descobrir ;)

"Dores são para vida real, não para um mundo imaginário, e eu não sou tão criativa."

Luxúria é daqueles livros que você não consegue largar enquanto não terminar, enquanto não descobrir o porque de tal situação. Luxúria é um livro impecável!

A Ju soube trabalhar bem cada elemento da história, cada personagem ganhou seu espaço e marcou seu lugar. Como não rir com o Peixe? Ou querer matar o Martin? Ou amar incondicionalmente o Ben? Ou amar-odiar a Sy e seu humor ácido? Ou desejar um amigão com o o Tui? Todos foram bem interligados na trama e isso me conquistou muito!

Morando num Ilha, não podia faltar o elemento principal desta: o mar!
Eu sou apaixonada pelo mar e pude me enxergar claramente na Sam em relação a isto. A relação dela com o mar, é algo genuíno. Algo que a gente sabe que é real, que acontece comigo e com você. Eu vi muito da essência da Sam no mar. E ao ler a história, vocês também vão entender!
"Eu amo morar à beira do mar, ou melhor, dentro dele."

"? Por que você olha tanto o mar? Eu nem estava olhando o mar agora. Ou estava?
? Será que é por que ele é bonito?
[...]
?O que você quer que eu diga? É lindo! A cor das suas águas, o movimento constante e eterno das ondas batendo nas pedras, e o seu rugir ao fazê-lo, a sua imensidão e imponência."

Agora falando do que todo mundo e todo adora: romance!
Esse livro é impecável quando se trata de romance. A história de amor que acontece é de não tirar o fôlego, ao ponto de querer viver isso. Bem, em partes, porque com este final SURPREENDENTE a gente fica sem reação. E foi um gran finale para uma obra digna de aplausos.

"Nós devíamos ter química, física e com certeza a biologia!"

Tratando agora dos aspectos técnicos do livro, não encontrei erros ortográficos tampouco de enredo. Como disse, o trabalho está perfeito! O livro é lindo, com a capa maravi, com uma riqueza de detalhes e escrita impressionante e é todo lindo. Gente, sério, mega recomendado! Muito e muito!
O livro tá megaaaa barato, custando 35 reais e vale a pena viu?!!

"O bom é que a experiência ensina e a prática traz a perfeição, e eu nunca tive preguiça."

E com este trecho lindo eu me despeço, por enquanto.
Até mais meus amores e comprem Luxúria!!
comentários(0)comente



Carol.Sousa (@literandosempre) 20/06/2017

Resenha Luxúria
"Nem toda inocência sobrevive ao destino, mas todo segredo nasce com a promessa de um dia ser revelado."
.
Samantha é uma Hoffer e mora com suas primas, mãe tias, irmã e Vozinha em uma ilha particular.
(Isso msm, uma ilha só pra elas.)
.
Todos os dias elas pegam a lancha para irem para a cidade de Tormento estudar e claro ganhar vários admiradores por onde passam.
.
Sam namora um dos rapazes mais cobiçados de Tormento, Martin Primolli. Mas o namoro deles já não anda lá aquelas coisas.
.

E com a chegada do misterioso Benjamim a cidade, os sentimentos de Sam ficam mais abalados ainda.
.
A única coisa que acalma seus pensamentos é o Surf. Sam é apaixonada pelo mar e adora a companhia do seu amigo Tui (coisa que Martin detesta).
.
As Hoffers podem fazer qse td o que quiserem com a condição de estarem sempre juntas e voltarem todas pra ilha até no último horário da lancha. (Essas regras são mais importantes do que parecem).
.
Um forasteiro cheio de mistérios, uma ilha que esconde segredos que nem mesmo as jovens Hoffers imaginam...
.
Luxúria é um livro viciante com personagens apaixonantes e mega divertidos, da vontade de entrar no livro e ser uma delas.
Achei mto lindo a união, a amizade, lealdade e o amor que as Hoffers tem umas pelas outras. Coisa mágica ?.
E o final é arrebatador, a @julianabizatto me surpreendeu mto, preciso urgente da continuação.
Nota: 5/5 ?
comentários(0)comente



Camila Justi 19/05/2017

Mistérios
?? Resenha ??

??
Sam vive em Tormento, mais precisamente na Ilha. Divide a casa com a Vozinha, sua mãe, duas tias, a irmã e com mais quatro primas.
As Hoffer são ricas e lindas, todos as conhecem e veneram. Apesar de não saberem dos segredos da família, como não se separar nunca, não dormir no continente e não sair em dias de lua cheia; as meninas não questionam, já que não lhes falta nada.
??
Samantha tem um namoro "morno" com Martin há anos, acostumada com sua companhia, leva uma vida confortável. Até o dia em que seus olhos encontram os de Benjamin, recém chegado à cidade.

??
Ben mexe com as "borboletas" que habitam a barriga de Sam de uma maneira que nunca nenhum outro fez. Lindo e misterioso não representa ter apenas 16 anos, mas isso só o torna ainda mais interessante.
??
?Que livro instigante. Cheio de mistérios do início ao fim, mantém o leitor sempre atento e tentando adivinhar os segredos que cercam a família Hoffer e também o forasteiro.
?Amei muitooo a relação de amizade e cumplicidade que as primas têm umas com as outras, dá vontade de fazer parte desta família. Me imaginei convivendo e me divertindo com elas. E o melhor ficou para o final e pelo jeito é no segundo livro que começa a revelação dos segredos e as aventuras.
??
??Título: Luxúria-Herança de Sombras Livro Um
??Autora: Juliana Bizatto
??Editora: Independente
??400 páginas
??Adquira em: https://www.herancadesombras.com/book-inner-page
??
#luxúria #herançadassombras #parceirosdoheranca #romance #fantasia #misterio #book #bookholic #bibliophile #livro #love #read #booknerd #goodreads #bookish #leitor #bookworm #bookphotography #leitura #bookadict #bookstragam #amolivros #amoler #ler #leitor #livros #naestante #estantedelivros #instaliterario #instalivros #resenha
comentários(0)comente



Babih - @capadura_coracaomole 05/04/2017

Resenhado do insta @capadura_coracaomole
Luxúria é o primeiro livro da série Herança das Sombras. Nesse primeiro livro vamos conhecer Samantha Hoffer uma garota comum, cujo passado esconde um grande segredo, que mudará tudo na sua vida. Tais segredos poderão unir ou separar sua família.

Sam é indepente, tem língua afiada. Diferente da suas primas e irmã, ela não se importa muito com sua aparência, tudo que importa é sua prancha e o mar. Sam nunca conheceu o amor de verdade, mas a chegada de Ben à ilha mudará isso. .

Benjamin é novo na cidade. Um cara reservado e que esconde vários segredos. Sua missão é: se aproximar das Hoffers e descobrir seus segredos. Entretanto, não contava que uma delas fosse tirar seu chão. E agora ele terá que escolher: Sam ou seu verdadeiro eu.

Quando comecei a leitura, me encantou logo de cara a descrição e o regionalismo empregado no livro, fazendo você se sentir parte da história. Os personagens são bem construídos, com personalidades reais e que faz você se indentificar logo de cara com uma das Hoffers. Sou bem Samantha, apesar de ter uma personagem com meu nome.(Ju me ama tanto, que me colocou no livro. Kkkk) .
.
A leitura começa lenta, porém logo ganha ação e te vicia nela, pior que café - o que eu tomei bastante para ficar acordada- essa com certeza foi uns das melhores leituras do ano passado. Ju está de parabéns e ainda não me recuperei daquele final. Trate de lançar o segundo logo.

site: https://www.instagram.com/capadura_coracaomole/
comentários(0)comente



Camila Paulino 12/02/2017

Apaxionante!
Samantha é uma adolescente de 16 anos que vive numa família cercada de união e de luxos, afinal o sobrenome Hoffer é muito mais que um mero parentesco. Vozinha, que é a matriarca da família, faz questão que as primas Hoffer andem sempre juntas e uma das regras principais é estarem sempre unidas independente de brigas e desavenças. Ser uma Hoffer implica situações políticas e sociais, é como se fosse um status., uma meritocracia. Na escola todos respeitam as meninas e ainda há aquelas que morrem de vontade de ser como as Hoffer.

Um fato curioso da família é que elas vivem em uma ilha particular chamada Tormento, onde Sam e suas primas tem que pegar um barco pra ir pra escola todos os dias, pois a mesma fica no continente. Outro fato curioso é que a família é formada apenas por mulheres, todos os homens que fizeram parte da mesma faleceram de modos pouco ortodoxos.

O livro começa com Sam e suas primas, Mô, Luci, as gêmeas Regi e Sy (não se pronuncia Si e sim SAI porque ela viu em um filme a pronúncia e adorou e desde então pede pra ser chamada assim) e sua irmã Babi indo pegar o barco para volta as aulas depois do término das férias de verão. O que ela não esperava é que ao atracarem no píer tinha um lindo rapaz com olhos verdes brilhantes dentro de uma Dodge Ran que não parava de olhá-la e isso a intrigou muito, pois Sam namora Martin desde muito nova e não esperava se sentir atraída pelo rapaz misterioso do modo como ficou.

Assim que chegam a escola descobrem que o rapaz da Dodge é, na verdade o aluno novo, chamado Benjamin e sua irmã, Tamisa. Então as gêmeas Sy e Regi partem pra cima do garoto com uma disputa para saber quem vai ficar com o rapaz.

Interessante é que Ben despreza as duas e só tem olhos pra Sam, como se fosse o fruto proibido e então passa a persegui-la fazendo repensar sobre sua relação com Martin. Mas o que a garota não imaginava era que sua vida mudaria drasticamente após a tentativa de rompimento com o namorado e que outros segredos a mais sobre sua família viriam a tona.

Antes de iniciar o livro vi pessoas dizendo que os capítulos iniciais eram muito parados e que não despertava o interesse do leitor. ISSO É MENTIRA!!! O livro começa da mesma forma que todo livro tem que começar, apresentando os personagens e suas personalidades e características pessoais, descrevendo os cenários e toda a história é narrada pelo ponto de vista de Samantha. Ela nos conta a rotina das Hoffer, principalmente na hora de arrumarem para uma festa ou de até mesmo irem para a escola. É como se fosse um ritual que todas deveriam cumprir. Sam nos descreve como é a loucura de ser uma Hoffer e principalmente porque não se sente uma delas pois sempre gostou de roupas confortáveis e adora surfar enquanto que as primas piram só de um ventinho bater em seus cabelos e usam roupas coladas, além de serem muito elegantes.

Ela nos relata também a falta que sente do pai e como em algumas situações queria tê-lo por perto para pedir conselhos e orientações. Conhecemos um pouco sobre cada prima Hoffer e além de Sam, Babi e Mô são as minhas preferidas (confesso que foi muito difícil pra escolher uma preferida, cada uma tem características próprias e personalidades distintas).

Nossa protagonista é cheia de manias engraçadas, pra começar, ela sempre agradece as "suas estrelinhas" o que eu achei muito fofo e sua fome é rapidamente saciada com uma maçã, ou melhor, metade dela. Também adora surfar e mais parece um garoto do que uma menina. Outra coisa que me identifiquei muito com ela é o fato de ser totalmente desastrada e ter a coordenação motora praticamente nula. É uma personagem divertida e carismática que mesmo passando pelas coisas que passa, não perde a fé nas suas estrelinhas e que será feliz.

Mô tem um jeito meio fofoqueiro de ser. Ela está sempre por dentro das novidades e sempre atualiza as meninas com as últimas notícias tanto de Tor (como é chamado a ilha de Tormento) como do continente e então logo quando Ben e sua irmã aparecem, ela busca uma ficha completa dele na internet, o que não acaba encontrando muita coisa.

Babi é a caçula da família a que sonha em encontrar o amor verdadeiro e ter um príncipe encantado onde Sy a chama carinhosamente de virgem e Regi tenta fazê-la sua discípula.

Luci namora Rodolfo e o relacionamento deles é uma constante montanha russa, mas mesmo assim eles tem seu charme, apesar de ainda não saber ao certo se gosto ou não de Rodolfo.

Sy e Regi são o que eu diria os holofotes da família, ambas parecem mais duas bonecas de porcelana do que pessoas de verdade e adoram cair na noite e frequentar festinhas e boates. É claro que Regi é um pouco mais contida do que Sy, essa última é meio escandalosa, tem uma risada estridente e um humor ácido, trocando sempre alfinetadas com Samantha principalmente após saber que Ben está interessado em nossa linda protagonista. Posso dizer que a Sy foi a que eu menos me simpatizei e até a achei um pouco vulgar, espero que Sy tome um pouco de juízo nos próximos livros.

A melhor de todas é a Vozinha com suas paranoias e seus chás para todo que é tipo de enfermidade. A mulher não aparenta ter a idade que tem e parece realmente com aquelas avós que vemos em filmes de comédia.

Uma coisa que me incomodou um pouco foi o fato de Tami, a irmã de Ben pegar amizade muito rápido com Mônica, a prima e melhor amiga de Sam. Gente, não me entendam mal e nem levem para o lado pessoal, mas quando eu leio um livro, acabo me incorporando no personagem principal e eu fiquei com ciúmes de ver as duas tão amiguinhas e Sam um pouco jogada pra escanteio. Não que ela se incomodasse, pelo contrário, ela até achava legal o fato de Tami estar se enturmando com a família e tal, mas eu fiquei incomodada por ela entendem? Senti as dores que ela não sentiu e toda vez que ela narrava que Mô e Tami ficavam fofocando sem parar seja aos cochichos, seja em voz alta, o ciúme se instalava dentro de mim de forma desmedida.

Ben é um cara cativante, a autora soube criá-lo muito bem. Apesar de ele ter seus mistérios e toda vez que Samantha perguntava sobre algo da família e ele sempre desviava, senti por ele um amor platônico, aqueles olhos lindos! As tatuagens com letras estranhas! Não que eu seja fã de tatuagem mas isso dá toda uma personalidade pro cara. Não tive como não me apaixonar, ele é simplesmente o garoto que toda adolescente sonha em namorar. Ben foi o cara que eu idealizei namorar na minha adolescência muitas vezes. Sempre gostei de um Bad Boy!

Outro menino que eu gostei muito também foi Tui, o melhor amigo de Sam e que ensina nossa heroína a surfar. O cara é um amor de pessoa e quando descobri um fato importante sobre ele no decorrer das páginas me fez amá-lo ainda mais.

A história segue o rumo natural das coisas e rola um clima de suspense no ar sobre quem é Ben de verdade e sua família, e também o que a família Hoffer esconde, coisa que só descobri no epílogo. O livro todo é eletrizante, com cenas de pura adrenalina intercalando com paixão do início ao fim, dá pra notar o quanto Juliana se empenhou para que a estória saísse perfeita. Embora haja muitos personagens, todos eles recebem a devida atenção e nada passa despercebido pelos olhos da nossa narradora. Os cenários também são muito bem descritos e eu achei que a autora não enrolou em nada, apenas desenvolveu os fatos no tempo correto de modo que nada foi apressado ou postergado.

Mas quem me irritou mesmo foi Martin, no início até cheguei a torcer por ele, pra que ele tomasse jeito e fizesse Sam voltar mas depois vi que não tinha jeito, ele estava fadado ao fracasso e o meu Ben merecia toda atenção!

A leitura flui rapidamente e conta com um tema polêmico sobre violência que só lendo pra saber mesmo, porque eu já falei demais aqui! Então se você gosta de livros de fantasia com uma pitada generosa de romance, vale a pena embarcar nessa jornada e conhecer melhor Sam e sua família com hábitos nada convencionais. Aproveite também para desvendar os mistérios da família Hoffer e venha se encantar com cada uma das integrantes e se surpreender com o que Luxúria pode fazer com você.
comentários(0)comente



Aline 23/01/2017

Está procurando uma ótima fantasia para ler?
Pelo título da série Herança de Sombras, você percebe que se trata de um livro de fantasia, mas você só vai ver a fantasia em si nos últimos capítulos do livro. Você deve estar de perguntando 'Nossa, a autora enrola o livro inteiro, e só quando o livro está terminando que ela faz a revelação?' A revelação é no final sim, por assim dizer, mas a autora vai nos deixando dicas durante o livro inteiro, então é legal pois você vai levantando as suas sugestões.
A autora nos transporta para dentro do livro, muitas vezes parecia que eu estava ali no lugar descrito pela protagonista, sentindo a brisa do mar no meu rosto.
Tem um fato que ocorre na trama que me deixou de boca no chão, nunca me passou pela cabeça que o personagem tinha a capacidade de fazer o que fez. Tem um personagem que tem umas atitudes estranhas, mas conforme vai seguindo a trama, descobrimos o seu motivo, e olha a autora nos surpreende!

Não tem como você não gostar das Hoffer. Elas são sempre unidas, e embora elas tenham personagens bem distintas, elas estão sempre juntas e se apoiando. Um outro ponto que deixa uma marca de originalidade para a história é que a autora usa muitos termos gaúchos, os quais alguns eu jé conhecia já que moro no Parana, mas conheço muitas pessoas gauchas.
Acabei com as minhas unhas, com o final desse livro. Juliana isso não se faz. Não pode terminar um livro dessa forma, a gente não tem o outro ainda.
Conversei com a autora e a série contarão com nove livros, mas apesar de ser um pouco grandinha, se todos seguirem o ritmo do primeiro, iremos querer mais, vai por mim. O segundo livro já está em processo de revisão, e a data prevista para o seu lançamento é em maio.
Agradeço mais uma vez, pela Juliana ter me concedido a oportunidade de conhecer a sua obra e a sua atenção.

Quer conferir a resenha completa? Acesse o blog.

site: http://entrelinhasalways.blogspot.com.br/2017/01/luxuria-juliana-bizatto.html
Duda Mel @epifania_literaria 11/10/2017minha estante
Esse livro é maravilhoso *-*




Bina 11/12/2016

Um motivo para ler: Luxúria
O livro é narrado por Samantha Hoffer, ou apenas Sam. Uma personagem muito única e cativante ♥.
Sam é como a "ovelha negra" de sua família, a famosa família Hoffer, conhecida e admirada por toda a cidade de Tormento.
O livro se passa aqui no nosso Brasil, o que, querendo ou não, dá uma sensação de proximidade com a história.
A família Hoffer criada pela autora é surpreendente, tanto seus costumes como sua história são impressionantes e inovadores. Durante a leitura do livro, você se sente como um dos moradores de Tormento, ou seja, desejando ter algum parentesco com as Hoffer, ou mesmo ser uma delas.
Cada uma das adolescentes Hoffer ( Sam, Lucy, Monica, Bárbara, Sy e Regi) são personagens muito trabalhadas. Admito que demoro para decorar nome de personagens, por isso no começo do livro sempre me enrolava com quem era quem, me ficava fazendo perguntas do tipo: " As gêmeas são quem mesmo..?" ou " Qual delas é a verdadeira irmã da Sam?" Hahaha. Felizmente, logo me acostumei com todas elas, e agora já reconheço e amo cada uma ♥.

Por Sam ser a mais diferente das Hoffer, a narrativa da história fica muito mais interessante, pois ao mesmo tempo em que Sam descreve a história, ela se compara com suas primas / irmãs e sempre
comenta o peso de ser uma Hoffer. A vida de Sam também abrange o surfe, livros, um namorado, chamado Martin, uma irmã, a Babi, uma prima / melhor amiga, a Mô, um melhor amigo, o Tui, uma
mãe com diversos problemas, e além de sua família, dois novos alunos de sua escola, Tami e Ben.
Um dos pontos mais altos desse livro se relaciona ao mistério da família de Sam, e da família de Ben e Tami. Os detalhes são revelados aos poucos, sempre em um momento apropriado. Os segredos que ambas as famílias guardam é o que mais te prende na leitura do livro, e o que mais te deixa ansioso para o segundo.
Restante da resenha no blog ;)

site: https://ummotivoparaler.blogspot.com.br/2016/11/resenha-luxuria.html
comentários(0)comente



41 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3