O Grande Ivan

O Grande Ivan K. A. Applegate




Resenhas - O Grande Ivan


36 encontrados | exibindo 31 a 36
1 | 2 | 3


Henri B. Neto 04/01/2015

Resenha: O Grande Ivan
Bom, antes de começar as minhas impressões sobre o livro, eu vou ser bem sincero: Realmente não esperava que "O Grande Ivan" se tornasse a minha primeira leitura de 2015. Quero dizer, eu já tinha tudo planejado - e não... Ele não figurava na minha lista de opções (que, se tudo der certo, serão as próximas. Eu espero). Entretanto, no dia 1º de Janeiro eu acordei e simplesmente olhei para ele e pensei: Eu vou ler você. Assim, do nada. Então, foi isto. Levantei, peguei o volume da estante e... Aqui estou, em mais um "Diário de Bordo". O primeiro do ano - e com uma história que já começou me surpreendendo.
,
Quinta Feira - 01 de Janeiro, 20:37
Primeiras Impressões - Página 01 até 117
.
Ao iniciar a leitura, eu tinha uma grande interrogação na cabeça... Não sou exatamente o tipo de pessoa que gosta de ler histórias protagonizadas por animais (trauma eterno de filmes da "Sessão da Tarde" do gênero), mas eu tinha lido outro livro da Katherine Applegate ("Eve & Adam", que ela escreveu junto com o seu marido - ninguém menos que Michael Grant) então queria dar uma chance para ele - já que eu gostei MUITO da minha experiência anterior. Entretanto, "O Grande Ivan" é completamente diferente. Não só por ser um infanto-juvenil, mas por ser... Melancólico. Sim, este é o clima que eu sinto nestas primeiras 100 páginas. Eu já deveria suspeitar, afinal, é a história de um gorila preso em uma espécie de mini zoo/circo em um Shopping no meio do nada, mas ao perceber a forma como a autora conduzia sua narrativa, eu fiquei completamente encantado.
.

Cada capítulo é como uma pequena crônica narrada pelo próprio Ivan, extremamente simples mas ao mesmo tempo poética, e elas contém reflexões tão pertinentes que várias vezes me perguntei se ele realmente era um Infanto Juvenil (não por culpa do gênero, e sim por que ele está sendo mais profundo do que muito livro adulto que li nos últimos tempos). E não só isto. Eu teria continuado tranquilamente a leitura se não tivesse acabado de passar por um momento em que precisei colocar ele de lado e respirar. Não quero dizer o que é, para não entrar em spoilers, mas... Só posso dizer que, mesmo já esperando que isto fosse acontecer, eu não queria que tivesse acontecido. Pois o meu lado "paternalista" sempre espera que este tipo de coisa não aconteça em livros para crianças. Só que, esta é a vida - e eu sinto que esta vais ser uma virada importante para a história. E eu preciso continuar.
.
Sexta Feira - 02 de Janeiro, 10:50
Ponto de Virada - Página 118 até 212
.
Como eu esperava, o corte do cotidiano "pacato" de Ivan não foi uma apenas um ferramenta de comoção vazia para o leitor se emocionar. Na verdade, ele foi uma ferramenta de transformação... Pois, agora, o personagem tem um objetivo - uma meta a ser cumprida, e uma promessa a ser honrada. E isto está o mudando completamente, fazendo ele confrontar coisas que ele desde sempre achava que não lembrava - mas que, na verdade, preferia esquecer. E sabe o que é mais incrível nisto tudo? Bom, é que - mesmo este "ponto de virada" sendo um giro perceptível na história, ele não é abrupto. A narrativa de Katherine Applegate continua sendo natural, e calma e tranquila, como as coisas são desde a primeira página. Olhando de longe, parece que nada mudou para Ivan, como se ele analisasse tudo ao seu redor, andando em círculos infinitos em seu "domínio". Mas, ao se aproximar, as coisas são diferentes. O protagonista está diferente. E agora, na página 212, eu já percebo que nada mais será o mesmo. E isto é bom. Muito bom.
.
Sexta Feira - 02 de Janeiro, 12:40
Conclusão - Página 212 até 288
.
Chego ao final de "O Grande Ivan" com lágrimas nos olhos... Não só por saber que ele foi inspirado em fatos reais, mas por todas as gamas de sentimentos que ele reflete. Se pudesse definir este livro em poucas palavras, estas seriam: Enganosamente simples, profundamente maduro. Pois, como eu disse logo que iniciei a leitura, este livro - por mais que seja repleto de ilustrações (que são lindas, devo acrescentar, que tenha uma diagramação espaçada e que sua narrativa seja extremamente simples, ele é... Poético. E questionador. E emocionante. E inteligente. E muito mais maduro do que diversos "livros adultos" que li recentemente. Pois, sim, acho que desde o princípio eu já sabia para onde a trama seria levada. Mas é como a canção: O importante não é o destino, e sim o caminho. E a trajetória criada por Katherine Applegate para o seu herói primata foi doce, melancólica e linda. Começar o ano lendo "O Grande Ivan" foi inesperado, sem sombra de dúvidas. Mas também elevou MUITO o nível. Quem dera se todos os autores tivessem este tato incrível, para escrever um livro infanto que não só não subestima o seu público alvo, como tem o poder de cativar qualquer leitor, de qualquer idade. Pois, é isto que ele é: Um livro que todos deveriam ler, não importa quantos anos você tem.
.
Henri B. Neto
''Na Minha Estante''

site: http://naestante-henribneto.blogspot.com.br/2015/01/resenha-o-grande-ivan.html
comentários(0)comente



Fernanda 22/12/2014

Resenha: O grande Ivan
CONFIRA A RESENHA NO BLOG SEGREDOS EM LIVROS:

site: http://www.segredosemlivros.com/2014/12/resenha-o-grande-ivan-katherine.html
comentários(0)comente



Ricardo Brandes 18/12/2014

O Grande Ivan
Que tal ler uma história simples e direta, mas cheia de conteúdo? Um drama capaz de comover leitores de todas as idades? O Grande Ivan, da autora Katherine Applegate, foi lançado pelo selo #Irado da Editora Novo Conceito e destina-se ao público infantil. Mas nem por isso deixa de agradar as demais faixas etárias. Afinal, uma boa história é sempre uma boa história...
Baseado em fatos reais, os relatos do gorila que morava em um Shopping e sua jaula apertada, retrata todo o sofrimento de Ivan e seus companheiros animais. Um retrato doce e tocante sobre amizade, liberdade e esperança.
O Gorila Ivan, seu amigo cachorro Bob e a elefanta Ruby surgem de forma marcante e logo tomam conta do coração do leitor, expondo os bons e maus momentos do cativeiro em que conviveram como amigos.
As belas e comoventes ilustrações de Patricia Catelao completam o clima, dando um toque dramático ao cenário da obra. O livro tem um acabamento de luxo, com capa dura e textos bem distribuídos, muito agradáveis para a leitura.
Best Seller #1 do The New York Times, Melhor livro infantil de 2013 – Medalha Newbery Honor, O Grande Ivan é uma obra de grande conteúdo e profundidade, que merece ser lido e admirado com carinho. Por todos...

Por Ricardo Brandes / Escritor


site: http://www.amoreselivros.com.br/2014/12/o-grande-ivan-katherine-applegate.html
comentários(0)comente



Marcos 17/12/2014

Ivan é um gorila das costas prateadas que mora no Grande Shopping, um lugar onde tem que se apresentar todos os finais de semana. Ao seu lado mora Stella, uma grande elefoa que foi vendida ao dono do empreendimento por estar mancando de uma perna. Ivan foi capturado muito cedo por seres humanos. Eles mataram seus pais e sua irmã. Desde então, ele mora sozinho no seu domínio, como costuma chamar sua jaula, e nunca mais teve contato com a vida selvagem ou outros de sua espécie. Até o dia da chegada de Ruby, um filhote de elefante que mudará toda a sua perspectiva das coisas.

Ivan é um personagem cativante, assim como Ruby, Stella e Bob, o cachorro que dorme todos os dias na barriga do nosso protagonista. É ele quem trará as notícias do mundo exterior. Completam a história Mack, dono do circo/shopping, George, zelador noturno do lugar, e sua filha Júlia, que adora artes plásticas. Todos eles darão vida e voz a história de animais usados como entretenimento a todo custo e ao seus sofrimentos e pensamentos.

O Grande Ivan é um daqueles livros infantis que devem ser lidos por todos. A mensagem por trás da história é muito forte e vívida, com boas críticas ao comportamento humano em relação a outras espécies e aos direitos dos animais. A história foi muito bem escrita, com o uso de elementos que se encaixam para o desenvolvimento de vários plots. A perspectiva sob a primeira visão de Ivan foi muito bem escolhida, com o uso que é pouco usual em livros com essa temática.

O livro foi inspirado em uma história real. O orangotango Ivan realmente existiu e ele viveu 27 anos de sua vida em uma minúscula jaula em um shopping center do Estados Unidos. Depois de muito tempo, indignados com a situação do animal, os moradores locais começaram uma série de protestos que fizeram com que Ivan fosse realocado para um zoológico local. Todos os demais personagens e boa parte das passagens foram criadas pela autora para contar a história real.

Vale destacar o trabalho da editora Novo Conceito com o livro que tem capa dura, ilustrações e espaçamento duplo, próprio para o público a que se destina. Recomendo a leitura a todos, independente da idade.

site: http://www.capaetitulo.com.br/2014/12/mini-resenha-o-grande-ivan-de-katherine.html
comentários(0)comente



Leitora Viciada 08/12/2014

O Grande Ivan (The One and Only Ivan), foi publicado em inglês em 2012, ganhou o Newbery Honor de 2013, prêmio anual dado pela Association for Library Service to Children, e chegou ao Brasil em dezembro de 2014, pelo #Irado, o selo infantojuvenil do Grupo Editorial Novo Conceito.
O exemplar possui um visual e acabamento perfeitos: A capa é dura e leve, a fonte é agradável, as folhas são amareladas e as ilustrações de Patricia Catelao em tons acinzentados são lindas, divertidas e meigas.
Logo que o livro chegou às minhas mãos, não resisti e imediatamente iniciei a leitura. Além do capricho do exemplar, adoro livros infantojuvenis. Este me atraiu também por ser baseado em uma história real e por ser focado em um gorila. Histórias com animais costumam me comover. Ás vezes tenho até receio de me emocionar demais.
Me sinto à vontade para recomendar O Grande Ivan para leitores de todas as idades. Sempre que leio um infantojuvenil, além de procurar diversão, observo se a obra possui dois fatores: Se apresenta à criança ou pré-adolescente uma trama envolvente e inteligente e se, ainda assim, é capaz de agradar a todas as faixas etárias que se interessem pelo tema. É o caso de O Grande Ivan, o livro merece o prêmio de Melhor Livro Infantil de 2013.

Esta é uma obra de ficção, porém baseada em uma história verídica. Ivan, o gorila, realmente existiu. Ele nasceu por volta de 1962 e foi retirado do seu habitat natural, uma selva na República Democrática do Congo, e separado da família, seu bando de gorilas.

Para ler toda a resenha acesse o Leitora Viciada.
Faço isso para me proteger de plágios, pois lá o texto não pode ser copiado devido a proteção no script. Obrigada pela compreensão.
comentários(0)comente



Robson 02/12/2014

Emocionante e original
Envolvendo fatos reais com ficção infantil, “O Grande Ivan” – da autora Katherine Applegate – é aquele livro que vai encantar os leitores brasileiros das mais diferentes formas.

Baseado na saga de Ivan – um gorila que viveu boa parte de sua vida em um shopping em Washington –, “O Grande Ivan” relata de maneira única e inovadora os pensamentos do gorila enquanto enjaulado. Acompanhamos “de perto” as angustias, peripécias e até mesmo reflexões do gorila, que posso dizer, se tornaram muito próximas do real (o que eu imagino ser real).

Através da simplicidade empregada em sua narrativa em primeira pessoa, é possível perceber o trabalho de pesquisa desempenhado por Katherine. Desde ações comportamentais, até o emocional, Applegate esbanja talento ao desenvolver sua trama.

O texto de Katherine Applegate é, no mínimo, inteligente. A autora usa de artifícios que despertam a vontade de ler, sempre deixando o leitor ansioso para descobrir qual o próximo passo de Ivan.

Além disso, é possível ver diversas criticas ao comportamento humano em relação aos animais embutidas nas entrelinhas. Isso me maravilhou, realmente me deixou pensando durante horas após a leitura.

“O Grande Ivan” é um livro de leitura extremamente rápida – dá pra ler em um dia – e com uma carga emocional elevada. Ao mesmo tempo em que Katherine dá doses boas de emoção (e drama, claro) aos leitores, senti que ela poderia ter usado esse aspecto de sua trama de maneira mais completa incluindo – além do Ivan – um pov humano e como ele via aquela situação.

Katherine Applegate é totalmente merecedora do prêmio conquistado com esse livro. Essa foi a minha primeira experiência com um livro narrado por um animal e, definitivamente, foi uma experiência muito boa. A autora cativa, emociona e deixa o leitor apreensivo com facilidade, tornando a leitura extremamente agradável e envolvente.

Se já não bastasse um ótimo desenvolvimento, Applegate presenteia seus leitores com um final emocionante e completamente arrebatador. A autora faz com que o leitor torça pela “vitória” de Ivan durante o livro inteiro e recompensa isso com um dos “happy endings” mais lindos que eu já li em minha vida.

Se você, leitor (a), gosta de histórias emocionantes e com uma boa carga reflexiva, “O Grande Ivan” é o livro certo para você, não importa sua idade.



P.S: Novo Conceito, querida, vamos melhorar o acabamento desses livros em capa dura? Estou com meu pulso doendo até agora! E favor não esquecer de revisar melhor seus livros!

site: http://www.perdidoempalavras.com/resenha-o-grande-ivan-katherine-applegate/
comentários(0)comente



36 encontrados | exibindo 31 a 36
1 | 2 | 3