Luz e Trevas

Luz e Trevas Elle Casey




Resenhas - Luz e Trevas


28 encontrados | exibindo 16 a 28
1 | 2


PorEssasPáginas 22/06/2015

Estamos de volta com as desventuras de Jayne Sparks e sua língua ferina. O terceiro volume começa exatamente onde o segundo livro termina.

ayne volta ao seu treinamento com o Verde, agora pensando em estratégias para um ataque em conjunto com outros faes da Luz.

A trama tem várias reviravoltas, com participação muito importante do pixie Tim, que conhecemos no livro anterior. Inclusive, é por culpa de Tim que um dos personagens que eu mais gostava acaba indo para o lado oposto (claro que não foi intencional). Além disso, Jayne se vê nas mãos do inimigo pela primeira vez e se dá conta do que os Faes das trevas são capazes de fazer.

Dito tudo isso, o livro continua bom, a leitura é fluida e rápida e as confusões que Jayne se mete são bem hilariantes, ainda mais com a personalidade super tempestuosa que ela tem. Temos a volta ativa de alguns personagens do primeiro livro, inclusive um muito importante para Jayne, além de revelações sobre do que se trata a guerra, sendo algo mais ideológico e de questões de interesse do que uma mera batalha entre o bem e o mal.

Por mais que eu goste dessa série, eu achei esse livro um pouco repetitivo. Mesmo com a guerra iminente, os personagens ainda estão em treinamento, não mostram uma evolução ou desenvolvimento além do que já estamos cientes dos livros anteriores. Talvez seja porque o livro é narrado por Jayne e vemos todo o treinamento dela e apenas a sua evolução como personagem – e mesmo assim eu achei um pouco aquém do que esperava.

Como eu disse antes, um “problema” dos livros é que ele termina bem com o gostinho de “quero mais”, em um clímax que mais parece “aguardem cenas do próximo capítulo”. O final foi bem inesperado e eu espero que a Geração possa publicar logo o quarto e último livro da série.

Eu recomendo a leitura para os fãs de aventura e YAs!

site: http://poressaspaginas.com/resenha-luz-e-trevas-a-guerra-dos-fae-3
comentários(0)comente



Fernanda 02/06/2015

Resenha publicada no blog Caçadora de Livros
Boa tarde, caçadores!

Tudo bem com vocês?

Essa semana vai ser bem intensa, afinal várias resenhas engatilhadas, para a apreciação de vocês.


Série A Guerra dos Fae

Vol. 03

Skoob

Média do Skoob:4.5

Compare & Compre

Classificação do CDL: 5 Lupinhas



Não é mais novidade que eu me apaixonei por essa série e isso foi ocasionado pela autenticidade da personagem Jayne Sparks. Se você ainda não acompanhou as resenhas dos primeiros livros, convido a ler as resenhas do primeiro e segundo volumes.



-Aqueles que não estão conosco, estão contra nós.

p.22

Luz e Trevas é o terceiro volume da série A Guerras dos Fae. Achei tocante esse livro, pois Jayne prova que é uma ótima amiga, tanto que salva Tony de uma possível, ou melhor, provável cilada. Assim, Tony retorna para o mundo de Jayne (o qual nunca deveria ter saído) e descobre ser bem forte, ao contrário do que todos esperavam.



- Não tenho tempo para lhe contar uma versão longa da história. Vou comparecer diante do Conselho em cerca de cinco minutos. Eles vão me acusar, acho, de quebrar algumas leis fae. Nem tenho certeza de quais são, mas preciso de você para me ajudar a me livrar disso primeiro, e depois, para fazer o Conselho ouvir a razão e permitir que meu amigo Tony se torne uma criança trocada.

p.58



- Quero que eles mudem a lei. Quero que Tony seja uma criança trocada.

p.65



A luta entre o lado da Luz e o lado das Trevas fica cada vez mais acirrado e Jayne sofre com isso, tanto fisicamente, pois é vítima de tortura, quanto psicologicamente, já que descobre que o lado da Luz não é tão inocente e bom como pensava.



Adorei a análise de que nada na vida é 100%, que cada lado possui a sua análise e quem é de fora pode compreender melhor o todo.



Tim está impossível nesse livro e junto com Jayne leva todo leitor a beira das lágrimas de tanto sorrir das cenas cômicas.



Uma menção honrosa ao personagem Scrum, que foi terrivelmente analisado de forma errônea pela Jayne, mas quando ele foi para a ação, Jayne descobriu o poder do rapaz.


- Olá... incubo. Desculpe, não sei seu nome. Sou Scrum, e você... âhn... precisa ir embora.

p.140


Ainda tenho minhas desconfianças com o personagem Ben, o fae das Trevas. Ele desde o início ficou como opositor de Jayne, mas em alguns momentos vislumbrei um sentimento bom nele, apesar dos pesares, vamos ver como tudo vai se desenrolar no último livro da série.


A história amadureceu, assim como a personagem principal, os personagens secundários continuam e até aparecem, mas claramente o foco desse livro circulou em Jayne, Tim, Tony e Ben.


Não posso revelar mais, pois seria uma metralhadora de spoilers, mas quando eu digo que essa série vale a pena ser acompanhada, digo não só pela personagem, pela fantasia, pelos faes, ou pelos acessos de risos que você vai ter, é necessário acompanhar essa série pelas análises da vida que ela retrata de forma leve e pontual e claro, pela ação de início ao fim, que faz com que fiquemos com o coração na boca.


O livro terminou em um momento super tenso e eu quero a continuação pra ontem.


Para quem ainda não viu, a capa do último livro já saiu:

A diagramação segue a linha dos livros anteriores, por isso a classificação geral fica em cinco lupinhas.


Gostaram da resenha? Aguardo os comentários de vocês!




site: http://www.cacadoradelivros.com/2015/06/luz-e-trevas-elle-casey-geracaobooks.html
comentários(0)comente



Marcos 14/04/2015

Confira a resenha deste livro e de seu antecessor, Chamado Às Armas. Não há spoilers da história.
Depois de todas as aventuras vividas por Jayne e seus amigos em As Crianças Trocadas, agora, em Chamado às Armas, teremos os protagonistas no meio de uma guerra iminente. Já sabendo de sua condição, revelada no final da primeira história, eles começaram um treinamento em busca de aprimorar suas habilidades para o conflito final. Novos personagens surgem para ajudá-los em sua nova missão e, a medida que conhecem mais os nichos dos Fae, ficam mais próximos desses seres e de sua história pregressa.

Uma forte mudança sentida nesse segundo livro é a personalidade da protagonista. Não sei se foi na tradução ou no original, mas Jayne perdeu todo o sarcasmo e o seu uso de palavrões em suas falas. Além disso a personagem assumiu um comportamento ingênuo, que a faz cair em situações que lhe prejudicam, e que nada tem a ver com o seu comportamento do primeiro livro. Talvez isso deva ter acontecido em virtude de um livro voltado para o público infantojuvenil com a carga de palavrões que tinha não ser bem aceito no mercado, porém tal modificação não me agradou nem um pouco durante a leitura.

No terceiro livro da série, Luz e Trevas, teremos Jayne se preparando para o combate final, que envolve os Fae iluminados e os que vivem de escuridão. Para tal, ela contará com a volta de um personagem que saiu no final do primeiro livro. Jayne terá um novo companheiro para aprimorar suas habilidades: o duende verde Tim. Ele terá papel principal no enredo. Teremos agora novas reviravoltas na história, envolvendo traições, manipulações e um forte jogo de disputa de interesses.

O ponto alto de Luz e Trevas é a retomada da personalidade de Jayne. Ela usa suas astúcia e coragem para sair de inúmeras situações que a colocam em risco. Sua verborragia e o uso de palavrões são retomados em suas falas, o que é um ponto positivo na composição da personagem. Contudo, o enredo continua morno, sem grandes evoluções. Os protagonistas continuam basicamente na mesma situação em que estavam no segundo livro: se preparando para a batalha final.

No geral, os dois livros servem como ritos de transição da primeira história, em que os protagonistas descobrem o que são, e para o embate final entre os Fae das trevas e da luz. Não vejo necessidade de haver dois livros para fazer tal coisa. Os dois, enxugados, dariam um bom livro único que cumpriria o mesmo papel. Pouco se adiciona à história principal e o que se tem é um grupo de personagens caminhando, o tempo todo, para um determinado fim. Agora é esperar o quarto e último livro da série com o desfecho final da história e o tão esperado embate.

site: http://www.capaetitulo.com.br/2015/04/resenha-chamado-as-armas-e-luz-e-trevas.html
comentários(0)comente



Carolina DC 04/02/2015

"Luz e Trevas" é o terceiro livro da série "A Guerra dos Fae". No início do livro acompanhamos a protagonista Jayne tentando salvar a vida de seu amigo Tony, que havia se recusado a participar do mundo Fae. Acontece que Ben acabou envolvendo-o e com isso colocando sua vida em perigo. Jayne se recusou a deixar o melhor amigo enfrentar os perigos sozinhos e o traz para o lado dos Fae da Luz.
Narrado em primeira pessoa pela protagonista, os leitores irão acompanhar detalhes sobre a guerra e tentar entender o motivo dela existir. Iremos também as características e poderes de cada um dos fae.
Temos a presença do grupo que vem conquistando cada vez mais os leitores: Finn, Jared, Spike, Chase, Tim e Beck.
"- Eu sei que meu primeiro encontro com um lobisomem de verdade não foi exatamente como sempre imaginei.
Becky sorriu.
- Pois é! Onde estão todos os Taylor Lautners sem camisa, afinal?" (p. 364)
Além das aventuras e treinamentos pelos quais esse grupo passa, temos muitas cenas engraçadas, principalmente entre Jayne e Tim (esse pixie é muito divertido!), muita sedução graças ao sexy súcubo e vários laços de lealdade e amizade.
"Eu havia feito alguns amigos ali, isso era verdade. E não queria mal a nenhum deles, nunca faria nada para machucar nenhum deles. Mas se eu tivesse que escolher entre eles e Tony? Seria Tony todos os dias da semana e duas vezes no domingo." (p.65)
Alguns personagens ganham destaque nesse livro, como o Tim, que ainda continua se envolvendo em confusões, mas que também irá contar um pouco sobre a sua própria história. Entenderemos sua relação com uma pixie chamada Abby, que é uma fae das trevas. Teremos também uma maior participação dos elfos, incluindo o Gregale e infelizmente, algumas perdas. Personagens que apareceram no primeiro livro retornam e dessa vez, em lados opostos.
"Olhei para ele com piedade fingida, ainda não muito feliz por ele ter escondido isso de mim.
- Foi por causa dos seus problemas com gases?" (p. 261)
Um dos pontos positivos desse terceiro livro é o desenvolvimento das habilidades desse jovens. Acompanharemos a extensão dos poderes de Jayne, mas também dos seus amigos. Novos personagens serão incluídos em seu círculo pessoal e outros terão que tomar decisões difíceis.
A narrativa continua agradável. Jayne é uma protagonista forte, engraçada e que tem alguns pensamentos capazes de arrancar gargalhadas dos leitores. Mas ela também está amadurecendo, pois percebe que ter um grande poder, envolve grandes responsabilidades.
"- Cale a boca. Eu nunca faço coisas estúpidas. Quer dizer, quase nunca..." (p. 23)
A expectativa é grande quanto ao próximo livro da série. Espera-se que ocorra mais cenas de ação e que algumas decisões complicadas sejam tomadas.
Em relação à revisão, diagramação e layout a editora realizou um ótimo trabalho. Os primeiros capítulos tem uma página diferenciada e a revisão é excelente.
Jaqueline 15/02/2015minha estante
Então ainda não tem o 4?




Tayane Cristie 29/01/2015

Luz e Trevas
A Trama: Nesse livro descobriremos mais sobre os Faes das Trevas, além de compreendermos por qual causa cada lado dessa guerra irá lutar. Apesar de o início ter sido meio chatinho, porque parecia que quase nada aconteceria como no segundo volume, Luz e Trevas provou ser melhor que seu antecessor. A trama continua muito bem humorada, já que Jayne e seus amigos são umas peças raras. O final foi de muita ação e, como já é característico, terminou bem no meio de uma cena e me deixou ansiosa para o último volume.


A Protagonista: Apesar de um pouco ingênua para algumas coisas, Jayne não está mais tão sonsa quanto no volume anterior. Seu humor está a todo vapor e eu adoro isso na personagem, porque isso a torna espontânea e única. Sério, acho que não li nenhum outro livro em que a protagonista seja tão hilária e desbocada quanto ela. Uma coisa que não gosto muito em sua personalidade é ela perder o foco sempre que encontra um cara bonitão, não importa se ele é amigo ou inimigo.

Personagens Secundários: Tony está incrível nesse livro, além de provar que é um líder nato. Spike continua "sedutor" como sempre, usando e abusando de seus poderes de íncubo. Becky está meio chatinha e uma coisa no final me fez achá-la bem idiota, daquele tipo que você até revira os olhos. Eu adoro Tim, o pixie, ele e Jayne são uma dupla hilária. Conhecemos alguns novos personagens nesse livro, além de saber um pouco mais sobre Ben, que aparece no final do segundo.

Capa, Diagramação e Escrita: Eu gosto dessa capa, apesar daquela floresta lá atrás estar bem falsa. A diagramação está como a dos livros anteriores, com a primeira página de cada capítulo emoldurada por preto com a silhueta de uma árvore. Eu adoro a escrita da Elle, ela consegue tornar a Jayne hilária, além das situações e dos personagens secundários condizer bastante com esse humor da protagonista. Além disso, é uma narrativa simples e fluida, e todo o humor faz com que mesmo as partes mais chatinhas não sejam monótonas ou cansativas.

Concluindo: Eu gostei bastante desse volume, principalmente pelo final, que me deixou bem ansiosa pela conclusão da série. Se você quer uma leitura divertida e descontraída, eu recomendo de mais. Além do elemento da fantasia e de seres mitológicos/sobrenaturais, há bastante mistério e um pouco de ação na dosagem certa.

site: http://www.fomedelivros.com/2015/01/resenha-luz-e-trevas.html
comentários(0)comente



Dressa Oficial 26/01/2015

Resenha - A Guerra dos Fae - Luz e Trevas Vol.3
Olá, tudo bem com você?

Luz e Trevas é o terceiro volume da Guerra dos FAE uma história de fantasia com uma protagonista boca suja e a junção disso tudo é um livro divertido e muito gostoso de se ler.

Jayne a protagonista boca suja continua falando muito palavrão, mas também continua muito engraçada, eu me identifico muito com a Jayne porque ela tem fama de ser brava, tem um humor mais sério mas tem um coração de ouro e muitas vezes me senti na pele dela com suas atitudes.

Neste terceiro volume Tony o amigo de Jayne que no primeiro livro desistiu de se tornar uma criança trocada agora precisa ir para a floresta e se tornar um FAE pois sua vida corre perigo, porém precisa passar pelo conselho dos FAE para saber se deve ser aceito ou não.

Ben o FAE das trevas que fez amizade com Tony para tentar leva-lo para o lado das trevas está de volta neste volume com uma sede de vingança para acabar literalmente com a vida de Jayne e de quem mais atrapalhar o seu caminho.

Tim o "pixie" amigo de Jayne continua no livro, muito divertido por sinal e para quem ainda não leu os outros volumes o Tim parece um duende só que tem asas e é bem pequeno, eu imagino ele parecido com a "Sininho" do Peter Pan mas na versão masculina.

A amizade de Tim e Jayne é muito divertida e acho que o ponto alto da leitura foi justamente as passagens que tinham os dois juntos, é difícil eu conseguir rir lendo algum livro e nas passagens destes dois eu dei muita risada.

Guerra dos FAE é uma série de fantasia mas que aborda muitas coisas do nosso cotidiano e isso faz a história se tornar muito mais atraente e divertida.

Basicamente este volume conta como todos os FAE vão aceitar Tony de volta, como Jayne precisa escapar das garras de Ben que quer mata-la de qualquer jeito, e também como salvar Chase que foi enfeitiçado com o pó mágico de Tim e agora ele vive em uma felicidade eterna que dança e ri o tempo inteiro.

Além de tudo isso tem cenas engraçadas, com muita ação, mas também tem cenas um pouco paradas como foi o caso do final do livro, achei que a autora enrolou um pouco no final e poderia ter colocado mais emoção nas cenas.

A diagramação segue as mesmas das anteriores capítulos curtos e separados, letras em ótimo tamanho, páginas amareladas e narrativa em primeira pessoa pela Jayne.

Se você está pensando em dar uma chance para um livro de fantasia com certeza indico esta série pois com certeza vai garantir momentos divertido de leitura, agora se você já gosta deste gênero pode ler sem medo de ser feliz.

Se você ainda não conhecia a série ou não acompanhou as resenhas anteriores clique nos títulos abaixo e confira as resenhas anteriores.

A Guerra dos FAE - Crianças Trocadas

A Guerra dos FAE - Chamado as Armas

Beijos

Até mais...

site: http://www.livrosechocolatequente.com.br/2015/01/resenha-guerra-dos-fae-luz-e-trevas-vol3.html
comentários(0)comente



Moonlight Books 11/01/2015

Leia esta e outras resenhas no blog Moonlight Books, www.moonlightbooks.net
A cada dia mais segredos surgem, torço para que no próximo livro a autora consiga dar respostas e atar todas as pontas soltas. Foi uma leitura empolgante, cheia de momentos críticos e lutas perigosas, mais desafiante que o anterior e seguindo para o combate final.

site: Leia o restante da resenha em http://www.moonlightbooks.net/2015/01/resenha-luz-e-trevas.html
comentários(0)comente



Fernanda 27/12/2014

Sensacional! A Guerra dos Fae – Elle Casey


Olá meus queridos leitores! Depois de passar alguns dias desanimada com o blog e com as leituras estou voltando ao ritmo normal. Pois é, muitas vezes, nós, blogueiros, ficamos bem cansados. Mas vamos deixar de papo e partir para a resenha.

Hoje vamos falar do terceiro volume da Série A Guerra dos Fae. Para quem acompanha o blog sabe que gosto demais da história e podem ler as resenhas dos primeiros livros Crianças Trocadas e Chamado às Armas para entenderem porque gosto tanto.

Bom, neste terceiro volume a Jayne está cada vez mais fodona e descobrindo mais a respeito de seus próprios poderes. No último capítulo do segundo volume ela e seus amigos saem do mundo Fae para tentar salvar Tony — seu melhor amigo — das mãos de um fae das trevas, Ben.

Mas imaginem um cara lindo de viver que deixa a sarcástica Jayne Sparks sem palavras, não somente por sua beleza, mas também por causa do calor que emana de seu corpo e claro nossa querida personagem sente tudo. Resta saber: quem Tony escolheu?! Por isso você precisa ler o livro para descobrir, pois Ben e Jayne são amigos de Tony e ele quer estar perto de ambos. E agora?

De volta ao mundo Fae, as crianças trocadas tem muito treinamento pela frente, antes de iniciar a guerra entre Luz e Trevas. Eles se questionam do por que fazer uma guerra, se podem tentar uma conversar para entrarem num acordo, mas eles não sabem tudo que acontece a sua volta. E, por “n” motivos estão sempre a procura de respostas e ninguém quer abrir a boca para falar.

Entretanto, sentimos muitas desconfianças com relação ao Ben. Claro que já falei a respeito dele, mas com a narrativa da trama percebemos certas coisas que jamais imaginaríamos. Esse fato é uma das razões de minha ansiedade pelo próximo livro. Não sou apenas eu que está ansiosa, mas até meu irmão quer ler o quarto livro o quanto antes.

Em suma, o mundo de Jayne fica cada vez mais perigoso e confuso, não somente para ela, mas também para seus amigos. Porque todos querem respostas e ninguém as quer dar. O quarto livro e também o último – acredito – estará recheado de novidades, não somente por causa da guerra que será inevitável, mas também pelas respostas e sentimentos que estarão cada vez mais aflorados.

Estou aflita para saber como terminará as buscas por mudanças dos Faes da Luz e Trevas. E, também para conhecer mais sobre as habilidades de Jayne, Tony e logicamente sobre os traiçoeiros. Não me esquecendo, claro de Ben. Não sei por que, mas a curiosidade a respeito dele está nas alturas.

Série mais que recomendada!


site: www.amorliterario.com
comentários(0)comente



Camilla 15/12/2014

Resenha no blog Segredos e Sussurros entre Livros
Luz e Trevas é o terceiro volume da série A Guerra dos Fae, escrita por Elle Casey e publicada pela Geração Jovem (Geração Editorial). A série possui o enredo voltado para fantasia, Os livros anteriores são As CriançasTrocadas e Chamado às Armas e ambos foram resenhados no blog.

A história começa exatamente do ponto em que parou no volume anterior. Após descobrir ser uma criança trocada e conhecer o mundo a que pertence, ao lado de várias outras espécies de seres mágicos, os fae, Jayne e seus amigos estão em um tenso confronto direto com um fae inimigo. Além de ter que voltar para a base dos Fae da Luz com um amigo ferido, ela ainda vai ter que explicar a chegada de outro, criando um belo conflito burocrático entre os fae, regado a ameças e palavrões como só Jayne sabe fazer. Com a aproximação da guerra, que envolverá os fae da Luz e das Trevas, tudo gira em torno de estratégia e precaução. Entrar na floresta sozinho não é uma opção se o fae quiser voltar para casa, assim como a linha que divide a luz e as trevas está ficando mais tênue. Jayne, na tentativa de salvar um amigo, acaba fazendo um estranho e perigoso acordo, que vai ter um grande peso nos acontecimentos finais. Infelizmente, teremos uma triste troca de lado, feita por um personagem bem querido.

Como havia dito nas resenhas dos volumes anteriores, A Guerra dos Fae é uma série que me encantou bastante, não por ser bonitinha, mas por mesclar fantasia e uma boa dose de sarcasmo. As personagens são tão diretas e carismáticas que, mesmo quando estão sendo grosseiras ou bizarras ainda são amáveis. O terceiro volume segue a mesma fórmula dos anteriores, mantendo um certo suspense e a narrativa do ponto de vista da Jayne, a fae mais desbocada que já conheci. Por alguma razão, pensei que a série se tratava de uma trilogia e, por isso, fui cheia de sede ao livro, achando que seria o volume final. Bem, não é. Na verdade, o que me pareceu foi um volume de enrolação, apenas para acrescentar alguns dramas e nada mais. Ao contrário dos anteriores, não senti a mesma curiosidade a cada página, pois a maioria dos trechos são monótonos e não chegam a lugar algum. Apesar disso, pequenos novos detalhes foram acrescentados à trama, fatores que certamente trarão um encerramento bombástico da série.

Embora não tenha sido um livro tão bom e instigante quanto os anteriores, Luz e Trevas nos conduz a um certo conhecimento dos personagens, apresentando seus motivos por terem escolhido um dos lados e dando-lhes um pouco mais de humanidade, até mesmo àqueles que pertencem às trevas. Mais uma vez, a história termina em um ponto crucial e extremamente tenso da trama, o que provavelmente nos guiará ao último volume da série se esta se encerrar no próximo.

A diagramação do livro, assim como a dos anteriores, é apaixonante, com páginas escuras ao iniciar um novo capítulo. A capa é tão linda e sugestiva quanto às outras e, se compararmos as três, veremos que há uma aproximação/evolução da personagem, gradativamente. Imagino que seja a Jayne, inicialmente perdida e confusa, desenvolvendo seus poderes e chegando mais perto da verdade e do confronto final. Viajei?


site: http://ssentrelivros.blogspot.com.br/2014/12/resenha-luz-e-trevas-guerra-dos-fae-3.html
comentários(0)comente



Fernanda 11/12/2014

Resenha: Luz e trevas
CONFIRA A RESENHA NO BLOG SEGREDOS EM LIVROS:

site: http://www.segredosemlivros.com/2014/12/resenha-luz-e-trevas-elle-casey.html
comentários(0)comente



Naty 02/12/2014

Se tem uma coisa que admiro em Elle Casey, sem dúvida, é a capacidade que ela tem de nos prender na história. Quando li o primeiro livro, As crianças trocadas, não imaginei que gostaria tanto da série. Quando embarquei no segundo, Chamado às Armas, o delírio foi grande e a satisfação foi garantida. Estava ansiosa e sedenta pela continuação. Ao receber o terceiro volume, não deu outra, passei a obra na frente da minha enorme lista pendente para sanar a minha curiosidade.

Mais uma vez, a autora inicia a obra de onde parou. Esse mundo fantástico criado por Elle nos deixa impactados e extasiados na história. Jayne Sparks é a queridinha no livro, a protagonista com respostas ávidas e que não aceita injustiça com seus amigos. Ela enfrentará o que for preciso para salvar as pessoas que gosta e, principalmente, o seu querido pixie.

Eles continuam na floresta e estão em uma guerra incessante contra os Fae das Trevas. Eles são os Fae da Luz que estão em busca do bem e da não extinção de suas espécies. Jayne vai até a casa de seu melhor amigo, Tony, tentar salvá-lo de um dos Fae das Trevas. Ele está completamente cego e não consegue enxergar que Ben apenas se aproximou dele por puro interesse em levá-lo para o caminho maligno.

“- Não tenho tempo para lhe contar uma versão longa da história. Vou comparecer diante do Conselho em cerca de cinco minutos. Eles vão me acusar, acho, de quebrar algumas leis fae. Nem tenho certeza de quais são, mas preciso de você para me ajudar a me livrar disso primeiro, e depois, para fazer o Conselho ouvir a razão e permitir que meu amigo Tony se torne uma criança trocada” (p.58).

Ao levá-lo de volta para a floresta, uma importante missão acontece, pois, quem é considerado uma criança trocada e abdica de continuar a sua função, automaticamente, é apagada de sua memória tudo o que foi feito em benefício dos Fae. Uma vez desistido, não poderá retornar mais. Isso acontece com Tony, porém, Jayne lutará com unhas e dentes para que o Conselho o aceite de volta.

Além desse grande problema, Jayne terá de enfrentar mais um: a vida do pixie Tim. Ele transforma um dos melhores amigos da garota em pixie e a promessa dele era que jamais faria isso. Porém, em um acesso de fúria e para se proteger daquele gigante que estava em seu quarto, o pequeno duende o transforma e a garota terá de enfrentar os sérios problemas causados por ele.

A obra é recheada de momentos engraçados e tensos, porém, o terceiro volume não me agradou tanto quanto os anteriores. Senti que a autora estava prendendo o leitor mais com conteúdos que poderiam ser tirados, em alguns momentos. Notei algumas partes desnecessárias. Quando a obra estava pegando o gancho de ficar impactante e com uma alta adrenalina, o fim chegou e tudo acaba no meio de uma possível luta. Dá para notar a minha frustração? A curiosidade é imensa e o próximo livro não tem nem sinal de lançamento.

“- A lei é que a nenhum ser humano deve ser dada uma segunda chance para fazer a mudança uma vez que a oportunidade tenha sido recusada” (p.64).

A leitura é bastante fluída e os diálogos são rápidos e bem feitos. A diagramação segue o mesmo ritmo das obras anteriores. Devo confessar que eu adoro o trabalho das capas e a forma diagramada que a Editora Geração aplicou nos livros. Uma capa é mais linda do que a outra e são bem chamativas.

Não notei muitos erros ortográficos. Para ser sincera, notei alguns erros de tradução, o que acabou deixando a frase sem sentido. Contudo, foram poucos. A obra é bastante agradável e a leitura é uma diversão garantida.

Embora esse livro não o tenha favoritado como os anteriores, eu favorito a série e super indico para aqueles que gostam de uma fantasia bem criada e que envolva mistérios e elementos da Terra, Ar, Água, Fogo e Vento.
“- Por que esperar? Não há ocasião melhor que o presente” (p.139).
comentários(0)comente



"Ana Paula" 30/11/2014

Como a sinopse diz, Jayne está de volta mais fodona do que nunca (perdão pelo palavrão, mas a Jayne é mesmo fodona). Neste volume vamos conhecer mais sobre seus poderes, descobrir alguns segredos, conhecer personagens novos, embarcar em aventuras divertidas e perigosas... afinal estamos falando de Jayne neh? Apesar de todo poder que ela tem, ela também é um imã para problemas....

"Tinha certeza de que a regra que eu tinha para garotos humanos se aplicava para os fae também - ou seja, quanto mais bonitos eles forem, pior tratarão as garotas e mais superficiais são. Que garoto vai desenvolver uma personalidade descente se todo mundo simplesmente lhe dá tudo que ele quer só porque é lindo?"

Luz e Trevas começa exatamente de onde Chamado às Armas parou. É um dos pontos que mais gosto nesta série. Não tem aquele blábláblá sobre tudo o que já aconteceu. Claro que ela relembra alguns pontos importantes, mas é só isso! A narrativa continua em primeira pessoa, pelo ponto de vista de Jayne e gente! Como eu amo essa personagem! Sabe aquela personagem durona, amiga, sensível, verdadeira? Então, é Jayne. Vocês não imaginam o que ela é capaz de fazer por seus amigos. Seu senso de humor sarcástico e sua boca suja são outros pontos que me deixam mais encantada com a série. Jayne não leva desaforo pra casa. Ela enfrenta o que puder, e se não puder, corre! Isso mesmo, ela não tem vergonha disso!

"Eu havia feito alguns amigos ali, isso era verdade. E não queria mal a nenhum deles, nunca faria nada para machucar nenhum deles. Mas se eu tivesse que escolher entre eles e Tony? Seria Tony todos os dias da semana e duas vezes no domingo."

Este volume focou mais em seus amigos, o que não foi de todo ruim, podemos acompanhar o que seus amigos também são capazes de fazer por ela e entender a verdadeira amizade que os cercam. Também encontramos uma explicação mais plausível para definir os Fae da Lus e das Trevas. Mais para o final é que a coisa ficou séria, mas como é típico da autora... acabou! rsrsrsrsrrs Adoro isso, me deixa desesperada pelo próximo volume mas, fazer o que? Vida de leitor neh?

As capas desta série são lindas demais. Mas essa em especial, me deixou desgostosa... não consigo ver a Jayne de vestido, mas é impossível não concordar que a capa é bonita! A diagramação segue o mesmo parâmetro dos outros volumes: Folhas amarelas, fonte em tamanho confortável para a leitura, capítulos divididos por números e um destaque na folha mais escura. Não encontrei nenhum erro de revisão. Resultado? Livro perfeito! Não é só porque sou fã que recomendo a leitura, tenho certeza que Jayne e seus amigos podem conquistar qualquer idade!

"Minha vida havia dado um giro completo. Eu havia deixado de ser ninguém, invisível, para me tornar alguém que ninguém queria perder. Se antes eu tinha dúvidas sobre ser fae, agora haviam desaparecido completamente."

site: http://www.livrosdeelite.blogspot.com.br/2014/11/resenha-guerra-dos-fae-luz-e-trevas.html#.VHuTLjHF9Ig
comentários(0)comente



Liachristo 23/11/2014

Luz e Trevas - A Guerra dos Fae #3 - Elle Casey - Geração Editorial
Mais uma vez me pego viajando neste mundo encantado que é a Floresta da Guerra dos Fae. Um lugar diferente, misterioso e que sempre me envolve em suas aventuras.

O livro começa exatamente de onde o outro parou e apesar de ainda termos algo divertido, a coisa ficou mais séria, e podemos sentir que a história ficou com ar mais sombrios que os livros anteriores.

Neste terceiro volume finalmente, os personagens começam a questionar as diferenças e semelhanças entre os Fae das trevas e os Fae da luz. Cada um deles deve determinar qual lado eles vão escolher para lutar, e continuar a desenvolver os seus novos poderes, a fim de ganhar a guerra que se aproxima.

Eu sempre gostei de livros que nos remetem aos contos de fadas, a florestas encantadas, e Elle Casey, conseguiu me deixar completamente satisfeita com esta série. O enredo foi bem pensado e original o suficiente. Novos personagens são inseridos, mas como sempre todos são muito bem construídos. E mesmo os mais sombrios tem sempre uma explicação plausível para suas atitudes.

Jayne é uma personagem adorável, mesmo que de vez em quando ela seja meio chorona e cheia de auto-piedade. Ela é uma protagonista sólida, forte, que não aceita insultos e nem ordens que não sejam bem explicadas.
Ela tem um humor sarcástico, o meu tipo favorito é claro, e me peguei rindo alto algumas vezes. A linguagem dela é bem crua, e eu não tenho nada contra, mas provavelmente, não é adequado para menores de 17 anos.

Por várias vezes, durante a leitura destes livros, me vi desejando que eu pudesse estar lá detonando ao lado dos personagens. Estou curiosa para ver qual é a perspectiva de Jayne sobre as semelhanças entre os personagens da luz e os das trevas. Neste livro, senti um indício de que os Fae das trevas não são necessariamente "maus", por isso estou ansiosa para ver se isso acaba sendo correto ou não. Até agora, não me sinto muito convencida.

Eu gostei da forma como a autora introduziu o romance na série. Não temos nada tão meloso e dramático como Romeu e Julieta, e nem mesmo temos o casal como foco principal da trama, mas ela colocou algumas cenas sensuais ao longo dos livros, e isto me agradou muito.

Esta série é cheia de reviravoltas, suspense e drama que faz meu coração disparar... Eu amei cada minuto.

Mais uma vez Elle Casey me conquista com sua escrita e me encanta com sua narrativa. Agora é aguardar o próximo volume e me jogar em mais uma deliciosa aventura.
Bjus


site: http://www.docesletras.com.br
comentários(0)comente



28 encontrados | exibindo 16 a 28
1 | 2