Luz e Trevas

Luz e Trevas Elle Casey




Resenhas - Luz e Trevas


28 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2


Ingrid.Christyne 13/08/2020

Perfeição
Neste volume, a Jayne busca aperfeiçoar e entender seu poderes e se mete muito em problemas, típico dela rsrsrs. Ela faz algumas escolhas erradas e outras certas o que faz o enredo bem empolgante e me deixaram fixadas na história e ainda mais apaixonada nessa saga perfeita. Além de que fala um pouco mais sobre o outro lado da moeda. Ansiosa para o próximo livro.
comentários(0)comente



Carol 01/09/2020

Fraco
Não sei bem oq pensar, achei interessante até certo ponto, mas meio forçado e fraco. Vou ler o próximo pra ver se tem algo que valha a pena.
comentários(0)comente



William das galáxias 25/06/2020

Não pode elogia né?! Que já desandou
Terminei luz e trevas com fogo nos olhos de ódio com o final, que na verdade é muito bom, meus deus, que final, o ódio veio por causa da história.
Esse terceiro livro é bom, mas em comparação ao primeiro e ao segundo, esse deixa a desejar.
Mas não tira a graça dele, senti uma enorme satisfação no final, o que deu pra colocar mais uma estrela nele, por que tava já planejando colocar 3 kdkfjfj
Enfim, gostei mas não gostei.... é isso :)
comentários(0)comente



Carolina DC 04/02/2015

"Luz e Trevas" é o terceiro livro da série "A Guerra dos Fae". No início do livro acompanhamos a protagonista Jayne tentando salvar a vida de seu amigo Tony, que havia se recusado a participar do mundo Fae. Acontece que Ben acabou envolvendo-o e com isso colocando sua vida em perigo. Jayne se recusou a deixar o melhor amigo enfrentar os perigos sozinhos e o traz para o lado dos Fae da Luz.
Narrado em primeira pessoa pela protagonista, os leitores irão acompanhar detalhes sobre a guerra e tentar entender o motivo dela existir. Iremos também as características e poderes de cada um dos fae.
Temos a presença do grupo que vem conquistando cada vez mais os leitores: Finn, Jared, Spike, Chase, Tim e Beck.
"- Eu sei que meu primeiro encontro com um lobisomem de verdade não foi exatamente como sempre imaginei.
Becky sorriu.
- Pois é! Onde estão todos os Taylor Lautners sem camisa, afinal?" (p. 364)
Além das aventuras e treinamentos pelos quais esse grupo passa, temos muitas cenas engraçadas, principalmente entre Jayne e Tim (esse pixie é muito divertido!), muita sedução graças ao sexy súcubo e vários laços de lealdade e amizade.
"Eu havia feito alguns amigos ali, isso era verdade. E não queria mal a nenhum deles, nunca faria nada para machucar nenhum deles. Mas se eu tivesse que escolher entre eles e Tony? Seria Tony todos os dias da semana e duas vezes no domingo." (p.65)
Alguns personagens ganham destaque nesse livro, como o Tim, que ainda continua se envolvendo em confusões, mas que também irá contar um pouco sobre a sua própria história. Entenderemos sua relação com uma pixie chamada Abby, que é uma fae das trevas. Teremos também uma maior participação dos elfos, incluindo o Gregale e infelizmente, algumas perdas. Personagens que apareceram no primeiro livro retornam e dessa vez, em lados opostos.
"Olhei para ele com piedade fingida, ainda não muito feliz por ele ter escondido isso de mim.
- Foi por causa dos seus problemas com gases?" (p. 261)
Um dos pontos positivos desse terceiro livro é o desenvolvimento das habilidades desse jovens. Acompanharemos a extensão dos poderes de Jayne, mas também dos seus amigos. Novos personagens serão incluídos em seu círculo pessoal e outros terão que tomar decisões difíceis.
A narrativa continua agradável. Jayne é uma protagonista forte, engraçada e que tem alguns pensamentos capazes de arrancar gargalhadas dos leitores. Mas ela também está amadurecendo, pois percebe que ter um grande poder, envolve grandes responsabilidades.
"- Cale a boca. Eu nunca faço coisas estúpidas. Quer dizer, quase nunca..." (p. 23)
A expectativa é grande quanto ao próximo livro da série. Espera-se que ocorra mais cenas de ação e que algumas decisões complicadas sejam tomadas.
Em relação à revisão, diagramação e layout a editora realizou um ótimo trabalho. Os primeiros capítulos tem uma página diferenciada e a revisão é excelente.
Jaqueline 15/02/2015minha estante
Então ainda não tem o 4?




D. Herondale 08/04/2020

A Guerra dos Fae: Luz e Trevas.
O meu grande problema com este volume foi a protagonista: Jayne pareceu não ter evoluído absolutamente nada nos meses em que passou junto aos Fae da Luz. Continuou insolente, mal educada, achando que é só bater o pezinho pra conseguir o que quer, nem um pouco sábia e agora tá provavelmente mais intolerante do que já era antes, com ideais inflexíveis que mais a fazem parecer uma pessoa da terceira idade se recusando a desconstruir um pensamento. Tudo isso acabou com a minha simpatia por ela e me deixou mais propensa a torcer pra os Fae das Trevas, que passam a sensação de um grupo muito mais real: incompreendido, rejeitado, demonizado e desejando liberdade.
Outra coisa são as "ficadas" casuais da Jayne com o Spike: chegou a um ponto que não é nem engraçado, é só "nada a ver" e muito, muito irritante. Não teria como gostar deles juntos nem se eu fosse uma fã número um de literatura erótica.
A narrativa teve os seus pontos parados, entediantes e um tanto incômodos (infelizmente carisma não é o forte desse grupo, nem piadinhas) mas os picos de ação souberam compensar isso; a volta da Samantha e o incidente com o Chase foram muito bem empregados.
Tô curiosa pra o próximo livro, só tenho medo que a perspectiva da história (ou da Jayne, melhor dizendo, já que ela é a narradora) continue a mesma coisa e tudo acabe sem uma evolução de pensamento dela, porque isso é o que eu mais quero ver (e também quero ver ela com o Chase, se não for pedir muito, risos)
comentários(0)comente



Naty 02/12/2014

Se tem uma coisa que admiro em Elle Casey, sem dúvida, é a capacidade que ela tem de nos prender na história. Quando li o primeiro livro, As crianças trocadas, não imaginei que gostaria tanto da série. Quando embarquei no segundo, Chamado às Armas, o delírio foi grande e a satisfação foi garantida. Estava ansiosa e sedenta pela continuação. Ao receber o terceiro volume, não deu outra, passei a obra na frente da minha enorme lista pendente para sanar a minha curiosidade.

Mais uma vez, a autora inicia a obra de onde parou. Esse mundo fantástico criado por Elle nos deixa impactados e extasiados na história. Jayne Sparks é a queridinha no livro, a protagonista com respostas ávidas e que não aceita injustiça com seus amigos. Ela enfrentará o que for preciso para salvar as pessoas que gosta e, principalmente, o seu querido pixie.

Eles continuam na floresta e estão em uma guerra incessante contra os Fae das Trevas. Eles são os Fae da Luz que estão em busca do bem e da não extinção de suas espécies. Jayne vai até a casa de seu melhor amigo, Tony, tentar salvá-lo de um dos Fae das Trevas. Ele está completamente cego e não consegue enxergar que Ben apenas se aproximou dele por puro interesse em levá-lo para o caminho maligno.

“- Não tenho tempo para lhe contar uma versão longa da história. Vou comparecer diante do Conselho em cerca de cinco minutos. Eles vão me acusar, acho, de quebrar algumas leis fae. Nem tenho certeza de quais são, mas preciso de você para me ajudar a me livrar disso primeiro, e depois, para fazer o Conselho ouvir a razão e permitir que meu amigo Tony se torne uma criança trocada” (p.58).

Ao levá-lo de volta para a floresta, uma importante missão acontece, pois, quem é considerado uma criança trocada e abdica de continuar a sua função, automaticamente, é apagada de sua memória tudo o que foi feito em benefício dos Fae. Uma vez desistido, não poderá retornar mais. Isso acontece com Tony, porém, Jayne lutará com unhas e dentes para que o Conselho o aceite de volta.

Além desse grande problema, Jayne terá de enfrentar mais um: a vida do pixie Tim. Ele transforma um dos melhores amigos da garota em pixie e a promessa dele era que jamais faria isso. Porém, em um acesso de fúria e para se proteger daquele gigante que estava em seu quarto, o pequeno duende o transforma e a garota terá de enfrentar os sérios problemas causados por ele.

A obra é recheada de momentos engraçados e tensos, porém, o terceiro volume não me agradou tanto quanto os anteriores. Senti que a autora estava prendendo o leitor mais com conteúdos que poderiam ser tirados, em alguns momentos. Notei algumas partes desnecessárias. Quando a obra estava pegando o gancho de ficar impactante e com uma alta adrenalina, o fim chegou e tudo acaba no meio de uma possível luta. Dá para notar a minha frustração? A curiosidade é imensa e o próximo livro não tem nem sinal de lançamento.

“- A lei é que a nenhum ser humano deve ser dada uma segunda chance para fazer a mudança uma vez que a oportunidade tenha sido recusada” (p.64).

A leitura é bastante fluída e os diálogos são rápidos e bem feitos. A diagramação segue o mesmo ritmo das obras anteriores. Devo confessar que eu adoro o trabalho das capas e a forma diagramada que a Editora Geração aplicou nos livros. Uma capa é mais linda do que a outra e são bem chamativas.

Não notei muitos erros ortográficos. Para ser sincera, notei alguns erros de tradução, o que acabou deixando a frase sem sentido. Contudo, foram poucos. A obra é bastante agradável e a leitura é uma diversão garantida.

Embora esse livro não o tenha favoritado como os anteriores, eu favorito a série e super indico para aqueles que gostam de uma fantasia bem criada e que envolva mistérios e elementos da Terra, Ar, Água, Fogo e Vento.
“- Por que esperar? Não há ocasião melhor que o presente” (p.139).
comentários(0)comente



Isabela 12/01/2016

Resenha - A Guerra dos Fae #3 - Luz e Trevas
Luz e Trevas é o terceiro livro da série A Guerra dos Fae, e o mais intenso até agora! MEU DEUS QUE FINAL FOI ESSE ME AJUDEM. Mas calma, vamos começar pelo começo.
Diferentemente dos livros anteriores, nesse livro tenho uma pequena crítica a fazer, não à história ou algo relacionado, mas à tradução, que decidiu NO TERCEIRO LIVRO DA SÉRIE traduzir daemon como demônio, e ficou simplesmente péssimo, já que nos livros anteriores eles deixam bem claro que daemon não era um demônio. Minhas reclamações param por aqui e a seguir vem a puxação de saco da série maravilhosa. Obrigada pela atenção.
Jayne continua maravilhosa como sempre, xingando e mais teimosa do que nunca, tudo que eu mais amo sobre ela

site: http://www.isabelaborges.com/
comentários(0)comente



Cindy 16/09/2015

Apaixonada pela série
Uma coisa q me irritou: a Jayne banca muito a babá do Tony no início do livro. O Tony ja tinha deixado claro no primeiro livro q não queria ser uma criança trocada, mas depois de ter a memória apagada muda de opinião.  Algumas atitudes da Jayne me fazem acha-la um pouco mimada, mas ela é uma garota incrível. Tem uma personalidade forte e marcante. Não é nenhuma princesinha, isso que me faz gostar mais dela. Ao longo do livro eu fui me apaixonando mais e mais por todos os personagens, e estou ficando louca com a enrola entre Jayne e o Spike, eles vão ficar juntos ou não? Eu estava quase entrando no livro e juntando os dois. Outra coisa que eu simplesmente amo no livro é que a Jayne não se importa com o que sai da boca dela, ela fala as coisas como elas são. Nunca tinha visto uma heroína da boca tão suja, mas isso me faz gostar dela ainda mais. Adoro a narração do livro, que é pelo ponto de vista da Jayne, logo tudo é narrado com o bom humor, a ironia e o sarcasmo característicos dela. O final do livro foi eletrizante e me deixou roendo as unhas de vontade de ler o próximo. Adorei, super recomendo ele e toda a série para todos.
comentários(0)comente



Nasa 15/04/2016

A Guerra dos Fae, Luz e Trevas
É o terceiro livro da série a Guerra dos Fae, Luz e Trevas, as descobertas não param. As coisas ficaram um pouco complicadas no livro dois quando Jayne descobriu que Tony estava correndo perigo. Não deu outra à turma toda foi salvá-lo e garanto as coisas esquentaram literalmente. O Fae das trevas tumultuou o caminho dos garotos e fiquei em suspense até o último instante. O Pixie, ou seja, Tim se machucou e meu coração ficou em pedaços, adoro esse homenzinho engraçado e brincalhão.

O retorno ao complexo dos Fae da luz é feito sem sobressaltos, mas Tim esta ferido e ninguém sabe o que acontecerá com Tony. Ele terá de se submeter à decisão do conselho e eles não são nada fáceis de lidar. Confesso que quase chorei emocionada quando eles decidiram sobre a situação de Tony.
Tim e Jayne nesse livro estão inseparáveis e vão enfrentar grandes desafios. Maggie, a bruxa, que ajudou Chase a descongelar no livro dois, o Chamado as Armas, ajuda e atrapalha na mesma medida e nesse livro ela complicou tudo.

Bem, normal, é o terceiro livro e as coisas estão tomando um rumo mais complicado e serio. Tony sem dúvida é um Fae, mas de que espécie? Maggie é amiga ou inimiga? Cresce a amizade de Jayne e Tim, sem falar que Spike está mais sexy e louco para absorver um pouco de sua energia.

O que Jayne não contava é que Tim com medo, usasse seus poderes e tocasse um de seus amigos. Ela agora precisa correr contra o tempo para salvar dois amigos. Isso a coloca diante dos Fae das trevas e em perigo mortal. Ela vai atravessar portas proibidas dentro do complexo dos Fae da luz. A floresta Negra não é o quintal de casa, nela existem perigos e inimigos a sua espreita. O certo é que ela vai precisa de toda a ajuda que puder contar para voltar para casa.
Amigos, bruxos, elfos, duendes, crianças trocadas todos se reuniram para trazê-la de volta sã e salva. Mas o confronto será inevitável e alguns cairão.
Minha nota? 4 Beijos mordidos!


comentários(0)comente



Amiga Leitora 22/06/2016

AVISO: PODE CONTER SPOILER DO PRIMEIRO E SEGUNDO LIVRO DA SÉRIE, LEIA POR SUA CONTA E RISCO!

Esse é o terceiro e penúltimo livro da série 'A Guerra dos Fae' (resenha do primeiro livro aqui), que conta a trajetória da destemida Jayne Sparks, que após quase ser molestada pelo padrasto resolve fugir de casa, acaba conhecendo um grupo de crianças fujonas e 'cai de paraquedas' em uma floresta encantada, onde descobre que não só ela, mas todos aqueles ali envolvidos, são seres sobrenaturais, denominados Fae.

No livro anterior (Chamado as Armas) vemos Jayne e seus amigos aceitarem a magia que percorre suas veias, e dar inicio a uma série de treinamentos para descobrir qual espécie de Fae são, e como aprimorarem seus conhecimentos. Além disso uma guerra está prestes a explodir entre os Fae das Luz e os Fae das Trevas, e Jayne e seus amigos voltaram a Miami para salvar a vida de Tony, que após descobrir tudo sobre os Fae, decidiu ter sua memória apagada e retomar a sua vida de simples mortal.

Agora em 'Luz e Trevas: A Guerra dos Fae', retornamos ao momento crucial da história em que o segundo livro acabou. Jayne luta com Ben, um elemental - como ela - dos Fae das Trevas, e recupera a confiança de Tony. Mas a sua missão ainda mais difícil será fazer com que o conselho dos Fae da Luz, ignorem todas as suas regras e aceitem Tony no complexo.

Como se não fosse pouco, seu pequenino amigo Tim, arruma uma bela confusão ao usar seu poder de pixie (uma magia que faz a pessoa sentir tanta felicidade a ponto de enlouquecer ou morrer disso) em Chase, o demônio protetor de Jayne. E para fazer com que seu amigo volte ao normal, Jayne está disposta a quebrar todas as regras, e assim não só salvar Chase como proteger Tim das piores das punições. Só o que ela não contava era ser traída por aqueles a quem confiava, sem falar que tal traição colocará não só sua vida como a vida de todos os Fae da Luz em perigo, acendendo assim a faísca que daria inicio a grande guerra entre os Faes.

Com certeza esse terceiro livro da série superou todas as minhas expectativas, pois mesmo eu tendo feito uma ótima leitura nos dois primeiros, 'Luz e Trevas' conseguiu ser ainda mais emocionante e cheio de ação que ambos. A escrita de Elle Casey continua ainda mais fluida, e a rebeldia e humor de Jayne ainda mais divertido. Sem falar na participação de Tim, que deu um toque especial a toda essa nova aventura da nossa protagonista.

Infelizmente o que me chateou foram algumas atitudes - ou devo dizer destino? - de personagens já queridos, e como o meu shipper pode ter ido por água abaixo depois de alguns acontecimentos. No entanto não foi nada que atrapalhou a leitura, pelo contrário, só me deixou ainda mais curiosa para saber qual será definitivamente o destino de todos eles.

Novamente Elle finaliza sua obra em um momento crucial, me deixando desesperada para dar sequência e concluir a série, que agora se vê diante da tão temida (ou esperada) guerra. Também ganhamos algumas explicações nesse novo livro, como o porque da divisão dos Fae e os motivos que os fazem querer lutar um contra os outros. Além de juntos aos personagens, ganharmos conhecimentos sobre seus poderes e habilidades.

Definitivamente 'Luz e Trevas' é considerado por mim o favorito (até gora) entre os livros dessa série, que é leitura obrigatória para todos os fãs de fantasias e de garotas que não levam desaforo para casa no comando da história. A forma como a construção desse mundo fantástico foi elaborado pela autora em nenhum momento deixa a desejar, e o fato de não existir aquele foco apenas no romance, faz com que a ação e aventura ganhe força total durante a leitura. Super indico a série inteira! E que venha o quarto/ultimo livro para minha lista de leituras \o/.

Resenha feita por Thais - Blog Amiga da Leitora

site: http://www.amigadaleitora.com/2016/06/resenha-guerra-dos-fae-luz-e-trevas.html
comentários(0)comente



25/08/2020

Livro incrível, leitura dinâmica, rápida, intrigante!! Acho super gostoso e continuo indicando toda a saga.
comentários(0)comente



Moonlight Books 11/01/2015

Leia esta e outras resenhas no blog Moonlight Books, www.moonlightbooks.net
A cada dia mais segredos surgem, torço para que no próximo livro a autora consiga dar respostas e atar todas as pontas soltas. Foi uma leitura empolgante, cheia de momentos críticos e lutas perigosas, mais desafiante que o anterior e seguindo para o combate final.

site: Leia o restante da resenha em http://www.moonlightbooks.net/2015/01/resenha-luz-e-trevas.html
comentários(0)comente



Dressa Oficial 26/01/2015

Resenha - A Guerra dos Fae - Luz e Trevas Vol.3
Olá, tudo bem com você?

Luz e Trevas é o terceiro volume da Guerra dos FAE uma história de fantasia com uma protagonista boca suja e a junção disso tudo é um livro divertido e muito gostoso de se ler.

Jayne a protagonista boca suja continua falando muito palavrão, mas também continua muito engraçada, eu me identifico muito com a Jayne porque ela tem fama de ser brava, tem um humor mais sério mas tem um coração de ouro e muitas vezes me senti na pele dela com suas atitudes.

Neste terceiro volume Tony o amigo de Jayne que no primeiro livro desistiu de se tornar uma criança trocada agora precisa ir para a floresta e se tornar um FAE pois sua vida corre perigo, porém precisa passar pelo conselho dos FAE para saber se deve ser aceito ou não.

Ben o FAE das trevas que fez amizade com Tony para tentar leva-lo para o lado das trevas está de volta neste volume com uma sede de vingança para acabar literalmente com a vida de Jayne e de quem mais atrapalhar o seu caminho.

Tim o "pixie" amigo de Jayne continua no livro, muito divertido por sinal e para quem ainda não leu os outros volumes o Tim parece um duende só que tem asas e é bem pequeno, eu imagino ele parecido com a "Sininho" do Peter Pan mas na versão masculina.

A amizade de Tim e Jayne é muito divertida e acho que o ponto alto da leitura foi justamente as passagens que tinham os dois juntos, é difícil eu conseguir rir lendo algum livro e nas passagens destes dois eu dei muita risada.

Guerra dos FAE é uma série de fantasia mas que aborda muitas coisas do nosso cotidiano e isso faz a história se tornar muito mais atraente e divertida.

Basicamente este volume conta como todos os FAE vão aceitar Tony de volta, como Jayne precisa escapar das garras de Ben que quer mata-la de qualquer jeito, e também como salvar Chase que foi enfeitiçado com o pó mágico de Tim e agora ele vive em uma felicidade eterna que dança e ri o tempo inteiro.

Além de tudo isso tem cenas engraçadas, com muita ação, mas também tem cenas um pouco paradas como foi o caso do final do livro, achei que a autora enrolou um pouco no final e poderia ter colocado mais emoção nas cenas.

A diagramação segue as mesmas das anteriores capítulos curtos e separados, letras em ótimo tamanho, páginas amareladas e narrativa em primeira pessoa pela Jayne.

Se você está pensando em dar uma chance para um livro de fantasia com certeza indico esta série pois com certeza vai garantir momentos divertido de leitura, agora se você já gosta deste gênero pode ler sem medo de ser feliz.

Se você ainda não conhecia a série ou não acompanhou as resenhas anteriores clique nos títulos abaixo e confira as resenhas anteriores.

A Guerra dos FAE - Crianças Trocadas

A Guerra dos FAE - Chamado as Armas

Beijos

Até mais...

site: http://www.livrosechocolatequente.com.br/2015/01/resenha-guerra-dos-fae-luz-e-trevas-vol3.html
comentários(0)comente



Cris Paiva 01/11/2017

Apesar da leitura ser rápida e gostosa o maior mal dessa série é a repetição desnecessária. A todo o momento a autora fica lembrando coisas que aconteceram nos livros anteriores para te situar na história, o que só serve para encher linguiça.
Aqui, a Jayne vai atrás de seu amigo Tony, que não quis se tornar uma criança trocada, e está sendo assediado pelos Fae das Trevas para se tornar um Fae do mal, e seu dever é ir até lá, chutar a bunda desse Fae e salvar seu amigo.
Pronto, a história é essa. Todo o resto do livro é formado pelas gracinhas da Jayne, piadinhas e os peidos fedidos do Tim, o seu pixie de estimação. Não que não tenha a sua graça e você não se divirta, mas me incomodou um pouco a falta de uma trama mais elaborada.
comentários(0)comente



Fernanda 02/06/2015

Resenha publicada no blog Caçadora de Livros
Boa tarde, caçadores!

Tudo bem com vocês?

Essa semana vai ser bem intensa, afinal várias resenhas engatilhadas, para a apreciação de vocês.


Série A Guerra dos Fae

Vol. 03

Skoob

Média do Skoob:4.5

Compare & Compre

Classificação do CDL: 5 Lupinhas



Não é mais novidade que eu me apaixonei por essa série e isso foi ocasionado pela autenticidade da personagem Jayne Sparks. Se você ainda não acompanhou as resenhas dos primeiros livros, convido a ler as resenhas do primeiro e segundo volumes.



-Aqueles que não estão conosco, estão contra nós.

p.22

Luz e Trevas é o terceiro volume da série A Guerras dos Fae. Achei tocante esse livro, pois Jayne prova que é uma ótima amiga, tanto que salva Tony de uma possível, ou melhor, provável cilada. Assim, Tony retorna para o mundo de Jayne (o qual nunca deveria ter saído) e descobre ser bem forte, ao contrário do que todos esperavam.



- Não tenho tempo para lhe contar uma versão longa da história. Vou comparecer diante do Conselho em cerca de cinco minutos. Eles vão me acusar, acho, de quebrar algumas leis fae. Nem tenho certeza de quais são, mas preciso de você para me ajudar a me livrar disso primeiro, e depois, para fazer o Conselho ouvir a razão e permitir que meu amigo Tony se torne uma criança trocada.

p.58



- Quero que eles mudem a lei. Quero que Tony seja uma criança trocada.

p.65



A luta entre o lado da Luz e o lado das Trevas fica cada vez mais acirrado e Jayne sofre com isso, tanto fisicamente, pois é vítima de tortura, quanto psicologicamente, já que descobre que o lado da Luz não é tão inocente e bom como pensava.



Adorei a análise de que nada na vida é 100%, que cada lado possui a sua análise e quem é de fora pode compreender melhor o todo.



Tim está impossível nesse livro e junto com Jayne leva todo leitor a beira das lágrimas de tanto sorrir das cenas cômicas.



Uma menção honrosa ao personagem Scrum, que foi terrivelmente analisado de forma errônea pela Jayne, mas quando ele foi para a ação, Jayne descobriu o poder do rapaz.


- Olá... incubo. Desculpe, não sei seu nome. Sou Scrum, e você... âhn... precisa ir embora.

p.140


Ainda tenho minhas desconfianças com o personagem Ben, o fae das Trevas. Ele desde o início ficou como opositor de Jayne, mas em alguns momentos vislumbrei um sentimento bom nele, apesar dos pesares, vamos ver como tudo vai se desenrolar no último livro da série.


A história amadureceu, assim como a personagem principal, os personagens secundários continuam e até aparecem, mas claramente o foco desse livro circulou em Jayne, Tim, Tony e Ben.


Não posso revelar mais, pois seria uma metralhadora de spoilers, mas quando eu digo que essa série vale a pena ser acompanhada, digo não só pela personagem, pela fantasia, pelos faes, ou pelos acessos de risos que você vai ter, é necessário acompanhar essa série pelas análises da vida que ela retrata de forma leve e pontual e claro, pela ação de início ao fim, que faz com que fiquemos com o coração na boca.


O livro terminou em um momento super tenso e eu quero a continuação pra ontem.


Para quem ainda não viu, a capa do último livro já saiu:

A diagramação segue a linha dos livros anteriores, por isso a classificação geral fica em cinco lupinhas.


Gostaram da resenha? Aguardo os comentários de vocês!




site: http://www.cacadoradelivros.com/2015/06/luz-e-trevas-elle-casey-geracaobooks.html
comentários(0)comente



28 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2