Primeiras Impressões

Primeiras Impressões Laís Rodrigues




Resenhas - Primeiras Impressões


42 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3


Andri 24/09/2020

Leio tudo relacionado ao Mr Darcy, gostei dessa fic, leitura leve...
comentários(0)comente



BG_UPanda 10/09/2020

Às vezes as primeiras impressões são certas
Se você procura um livro cuja linha narrativa esteja muito próxima de Orgulho e Preconceito, esse livro vai te agradar em boa parte. Contudo, na minha experiência, esse foi o problema dele desde o começo.

Deixando de lado incômodos pessoais com a história, a busca da autora por deixar o livro o mais fiel possível a O&P gerou diversas situações que não faziam o menor sentido para a adaptação, sem contar que, volta e meia, era utilizado um vocabulário bastante... Inadequado para a situação (como o termo escusar em uma conversa informal de amigas). E quando a autora decidiu focar mais na narrativa da adaptação, as coisas pareciam ter ainda menos sentido, devido a mudança brusca dos acontecimentos.

Outro ponto que me incomodou é que os personagens principais, na minha perspectiva, não lembram muito a Lizzie e o Darcy de Austen. Nessa versão a Liz julga o tempo todo e de forma muito precipitada, tomando sua opinião como fato, algo que a Elizabeth Bennet tinha um pouco mais de ressalva em fazer. E nunca vi um Darcy tão risonho e sorridente em toda a minha vida, nem suas grosserias serem tão facilmente lidas como piadas pelos demais.

Enfim, o livro não funcionou para mim nem como adaptação, nem como história inspirada em O&P, e achei a maior parte dos acontecimentos sem sentido. Contudo, foi uma narrativa cativante o suficiente para não me fazer abandonar a leitura e foi a primeira história da autora, então é normal ter alguns "vícios".

Às vezes o que não funcionou para mim, funcione para você. Se quiser dar uma chance, boa leitura.
comentários(0)comente



BG_UPanda 10/09/2020

Às vezes as primeiras impressões são certas
Se você procura um livro cuja linha narrativa esteja muito próxima de Orgulho e Preconceito, esse livro vai te agradar em boa parte. Contudo, na minha experiência, esse foi o problema dele desde o começo.

Deixando de lado incômodos pessoais com a história, a busca da autora por deixar o livro o mais fiel possível a O&P gerou diversas situações que não faziam o menor sentido para a adaptação, sem contar que, volta e meia, era utilizado um vocabulário bastante... Inadequado para a situação (como o termo escusar em uma conversa informal de amigas). E quando a autora decidiu focar mais na narrativa da adaptação, as coisas pareciam ter ainda menos sentido, devido a mudança brusca dos acontecimentos.

Outro ponto que me incomodou é que os personagens principais, na minha perspectiva, não lembram muito a Lizzie e o Darcy de Austen. Nessa versão a Liz julga o tempo todo e de forma muito precipitada, tomando sua opinião como fato, algo que a Elizabeth Bennet tinha um pouco mais de ressalva em fazer. E nunca vi um Darcy tão risonho e sorridente em toda a minha vida, nem suas grosserias serem tão facilmente lidas como piadas pelos demais.

Enfim, o livro não funcionou para mim nem como adaptação, nem como história inspirada em O&P, e achei a maior parte dos acontecimentos sem sentido. Contudo, foi uma narrativa cativante o suficiente para não me fazer abandonar a leitura e foi a primeira história da autora, então é normal ter alguns "vícios".

Às vezes o que não funcionou para mim, funcione para você. Se quiser dar uma chance, boa leitura.
comentários(0)comente



Rafaelle 10/07/2018

Lindo!
Eu comecei essa leitura super receosa por conta do medinho que sempre bate quando vou ler alguma adaptação de um livro que gosto. Mas que grata surpresa me foi esse romance!
A forma como a Lais adaptou cada um dos personagens é maravilhosa e muito concreta! Ela fez escolhas que me surpreenderam muito, deu um rumo que eu jamais imaginaria! Podemos ver semelhanças entre o rumo do livro e a obra original, mas tudo é feito de uma forma tão criativa e tão bem adaptada para os dias atuais! Tem uma dose de sensualidade, mas graças aos céus, sem cenas hot! Tudo na medida certa, de forma que é uma obra moderna mas sem perder a delicadeza do romance original...
Só tenho elogios, é um ótimo livro para nos apaixonarmos de novo pelo mundo de Orgulho e Preconceito, além de ter me tornado uma fã da Lais! Mal posso esperar para ler seu próximo livro!
comentários(0)comente



@livrosmundofantastico 30/04/2018

Uma bela adaptação de Orgulho e Preconceito
Uma bela adaptação do romance da Jane Austen, Orgulho e Preconceito no século XXI.

Liz, Jane, Maria e Lídia quatro irmãs que vivem em Búzios junto com seus pais que tem várias pousadas. Liz e Jane passaram um bom tempo morando fora em Boston e decidem passar as férias com a família.

Para Janaína mãe das quatro ver uma oportunidade muito boa para as duas filhas Liz e Jane, já que dois ingleses estam passando uma temporada em uma ilha perto da pausada e ela já ver as duas se casando com os belos jovens.

Muitas reviravoltas, aventuras, amores verdadeiros e muitas risadas acontece nessa história que foi bem desenvolvida.

Assisti o filme Orgulho e Preconceito e gostei bastante antes de ler o livro e pude perceber a semelhança entre os dois mas de maneira diferente já que esse romance se passa no século XXI, recomendo a leitura; foi uma experiência empolgante. O livro foi relançado pela editora Pedra Azul.
comentários(0)comente



Wilza Mary 06/02/2018

Primeiras impressões é uma releitura do famoso livro Orgulho e preconceito da Jane Austen. Já viu que tem muita emoção não é? Pois bem, só que essa maravilhosa história acontece inicialmente no Brasil, exatamente no RJ onde a Lizzie conhece Darcy em uma festa, mas desta vez em Búzios.
Lizzie é do RJ e trabalha em uma loja dos tios fora do Brasil e Darcy é dos EUA e quer ser senador americano.
Os dois se estranham no início, modo deles de ser, embora haja aquela conexão. Jane irmã de Liz e Charles amigo de Darcy, se apaixonam à primeira vista. O interessante é que os diálogos são super parecidos com o original mas são atuais.
O figurino não deixa de ser também e imaginar Lizzie de biquíni e Darcy de sunga não tem preço. Kkkkkkkkkkkk
E sem falar que todo aquele drama que rola está presente também. Uma irmã problemática, uma mãe interesseira e muitas outras coisas a mais. E sim, já ia esquecendo , o famoso amigo-irmão de Darcy, Beckham aparece e consigo trás a face mais obscura do nosso protagonista.
Não quero aqui ficar falando muito para não estragar a surpresa que nossa Laís( escritora) fez.
Aproveitem a leitura porque está demais e só um pequeno spoilers..... Darcy tem olhos azuis. Uuiiiii
comentários(0)comente



Thaisa 02/12/2017

Uma delicinha!
Para quem é fã das obras de Jane Austen, ter a oportunidade de ler uma versão de seus clássicos é sempre muito empolgante. Confesso que não li muita coisa da autora, mas sou uma das milhares de fãs de Mr. Darcy e quando a Laís Rodrigues me ofereceu Primeiras Impressões para ler, não pensei duas vezes antes de aceitar.

Primeiras Impressões é uma versão moderna do clássico Orgulho e Preconceito. Apesar de ser uma história já bem conhecida, a autora conseguiu criar um ambiente diferente, com uma história envolvente e arrebatadora. A ambientação de uma parte da história no Brasil - especificamente em Búzios, no Rio de Janeiro - foi o diferencial na versão de Laís e ao meu ver, foi o que deu todo um charme especial à história.

Por ser uma versão do clássico de Jane Austen, é claro que a história lembra bastante Orgulho e Preconceito, porém a autora conseguiu adaptar muito bem o clássico para os dias atuais e adicionou elementos que deixaram a história interessante, leve, divertida e apaixonante. Frederick Darcy é tão apaixonante quanto o nosso mocinho de 200 anos atrás...

Quando eu falo que Primeiras Impressões lembra Orgulho e Preconceito, quero dizer que a base da história está presente na narrativa de Laís, mas o desenvolver do enredo segue uma narrativa própria da autora.

Para quem curte romances, é fã de Austen e ama Mr Darcy, vale muito a pena conhecer Frederick Darcy e se apaixonar pelo mocinho mais cobiçado do universo. O melhor de tudo, é que esse Darcy está na nossa época. Livro mais do que recomendado para todos!

Resenha publicada no blog Minha Contracapa:

site: http://minhacontracapa.com.br/2017/12/resenha-primeiras-impressoes-de-lais-rodrigues/
comentários(0)comente



ademircarneiro.prof 09/08/2017

Resenha: Primeiras Impressões
Olá, boa tarde! Terminei recentemente esse livro incrível, uma releitura do clássico "Orgulho e Preconceito" e a @laisrodriguesautora nos apresenta uma narrativa prazerosa, leve e que prende o leitor em suas páginas.

Primeiras Impressões é ambientado inicialmente no Brasil, precisamente em Búzios, cidade turística do Rio de Janeiro, quando Charles Bing, chega a Búzios o intuito dele e trazer uma filial da sua cadeia de restaurante para o local, Charles vem acompanhado de sua irmã e seu grande amigo Frederick Darcy, conhecido por sua personalidade taciturno e humor sarcástico.

Janaina e Augusto Benevides, são donos de uma rede de pousadas conceituada na cidade, e são pais de quatro belas mulheres que não passam despercebidas naquela cidade turística. A narrativa vai se desenrolar em torno das filhas mais velhas do casal Benevides , Jane Benevides e Lizzie Benevides. Logo os caminhos de Charles, Jane , Frederick e Lizzie vão de encontro uns aos outros, e nem sempre as primeiras impressões sobre alguém são as verdadeiras.

Enquanto Jane sempre se decepciona nos seus relacionamentos, por sempre ver nas pessoas seu lado bom, Lizzie é o oposto da irmã, fechada à relacionamentos amorosos. A escritora traz traços de orgulho e preconceito muitos fortes, e o leitor se embebe na narrativa, rememorando o clássico de Jane Austem, Orgulho e Preconceito.

Uma leitura incrivelmente agradável e prazerosa. Indico muito. Obrigado @laisrodriguesautora por me proporcionar conhecer sua escrita.


Fonte: @academicoliterario
comentários(0)comente



Tamires 17/04/2017

Primeiras Impressões, de Laís Rodrigues
Primeiras Impressões é um romance escrito por Laís Rodrigues e que recentemente foi relançado pela Pedrazul Editora, inaugurando o selo Revelações. Aqui, temos uma apaixonante versão moderna do clássico de Jane Austen, Orgulho e Preconceito, nos cenários paradisíacos de Búzios-RJ e também em alguns lugares dos Estados Unidos.

Como fã de Jane Austen, não paro de me surpreender com a infinidade de versões e adaptações de seus livros, o que torna possível sempre ter algo novo para ler, dentro deste universo de poucos livros que a autora nos deixou. Contudo, mais interessante que descobrir um livro ou autora nova que consiga transparecer a essência de Austen, é surpreender-me com a releitura de uma releitura. E foi assim com o livro de Laís Rodrigues.

A primeira vez que li Primeiras Impressões, edição da Kiron Editora, lembro-me de ter ficado impressionada com a rapidez com que finalizei a história. Tratava-se de um enredo, embora previamente conhecido, instigante e, em certas partes, surpreendente. Na época, eu ainda tentava fugir de versões de livros de Jane Austen, pois havia tido uma grande decepção com o livro Cinquenta tons de Mr. Darcy, e Primeiras Impressões foi um dos livros que me ajudaram a perceber que sim, existem boas versões dos livros de Jane Austen.

Com o anúncio de uma nova edição que seria lançada pela Pedrazul Editora, voltei a lembrar da história e tive curiosidade de comparar as duas edições. Sabendo da qualidade editorial da Pedrazul, tinha certeza de que Primeiras Impressões, que já era bom, poderia ficar ainda melhor.

Até certo ponto a história lembra bastante Orgulho e Preconceito: Charles Bing chega a Búzios e causa alvoroço no lugar, especialmente entre os membros da família Benevides, haja vista que a matriarca, Janaína, logo tem o desejo de ver uma de suas filhas casada com o americano (rico). Junto a Charles, também conhecem o Brasil Caroline Bing e Frederick Darcy. Charles e a tímida Jane Benevides logo se envolvem em um romance, irremediavelmente apaixonados que ficam um pelo outro quase instantaneamente. Caroline, embora esnobada por Frederick, não perde uma chance de tentar chamar-lhe atenção. Já Frederick, muito a contragosto, impressiona-se com uma brasileira que não tem papas na língua, Liz Benevides. Liz antipatiza de cara com Frederick, mas até mesmo ela percebe o poder de seus olhos azuis enigmáticos... Some mais uma jovem Benevides rebelde e um outro americano lindo mas que pode não ser exatamente sincero e temos um resumo do início de Primeiras Impressões. Sim, porque tem muito mais nas páginas do livro de Laís Rodrigues. Pode parecer enredo da Quadrilha de Drumond, mas é a formula de um romance que há mais de duzentos anos conquista o coração de leitores mundo afora.

“Não sonhava com o príncipe encantado, pois acreditava que eles somente existiam em romances de Austen, das irmãs Brontë ou de Gaskell. Não havia um John Thornton no mundo real. Ele apenas vagava nos sonhos de jovens ingênuas.” (p. 9)

Laís consegue, além de transportar a história de Orgulho e Preconceito para a nossa época, fazê-lo de uma forma simples e natural. Mais que preconceito de classes, pois a família Benevides é bem estabelecida, embora não tão ricos quanto os Bing ou menos ainda, que os Darcy, a autora fala sobre o preconceito cultural entre os americanos do norte e os brasileiros, em que somos taxados de terceiro mundo, subdesenvolvidos etc. Desta forma, o enredo não ficou forçado e como as irmãs Liz e Jane Benevides estudaram e começam a fazer carreira nos Estados Unidos, a aproximação com os americanos no habitat deles também é bastante natural.

Já tenho (ou li) a edição antiga. Compensa ler (ou comprar) esta?

Recebi algumas mensagens com essa pergunta e já imaginava previamente, como disse acima, fazer um comparativo entre as edições. Posso dizer, verdadeiramente, que, se você leu a edição anterior e gostou da história, vale sim a pena ler essa edição da Pedrazul. Muito além do trabalho de capa, que está tão linda quando a edição anterior, a Pedrazul fez um ótimo trabalho com a edição e a revisão do livro. O texto, que já era bom, ficou mais agradável de ler. Sem contar que, comprando e lendo esta nova edição nós leitores estamos fazendo a engrenagem da literatura nacional girar o que ajuda e muito a editora e a escritora. Mais que ler brasileiros, precisamos ler brasileiros vivos e em atividade!

site: http://www.tamiresdecarvalho.com/resenha-primeiras-impressoes-de-lais-rodrigues/
Kats 28/10/2020minha estante
Tamires, vou ler pois vi sua indicação no seu blog. ;-)




Rita Costa 09/03/2017

Primeiras Impressões - Laís Rodrigues
Uma leitura muito relaxante! Um livro Inspirado em uma das obras mais lindas da fantástica Jane Austen não poderia ser diferente: romântico,divertido, leve, diálogo de qualidade entre os personagens, floreios e final feliz! Um livro para ser lido na companhia de uma caneca de chocolate quente ou chá com biscoitos, fim de tarde na praia, jardins , no campo ( ou no seu lugar predileto). Apenas uma ressalva,como é adaptado aos tempos atuais e com personagens femininas brasileiras, na minha opinião, todos os personagens masculinos também deveriam ser brasileiros. Recomendo muito esta leitura. Amei a sensação de encantamento que ela me propiciou!
comentários(0)comente



Kethlyn 29/01/2017

Leitura leve e prazerosa.
Resenha:
Liz e Federick Darcy não se conhecem muito e depois de um dia se sol na Praia eles passaram a se conhecer mais...
Lizzie é jovem e bonita, nunca namorou e também nunca se sentiu muito bem perto de um homem que não conhecia, mas não era sempre assim até que ela conheceu Frederick Darcy e achou sua aparência um tanto rude, mas após uma conversar percebeu que o homem é bem inteligente e que mesmo percebendo que ele estava tentando ter uma conversa tranquila com ela era impossível afastar o sentimento de desconforto que estava sentido no momento.
Dias se passaram e a cada encontro e a cada conversa que eles tinham Lizzie se escondia dele mas acabavam se encontrando o que levou a jovem a perceber que era estranho esses encontros deles, qual seria o motivo dele querer tanto ter uma conversar com ela e sempre ir procurá-la?
Liz aceita uma proposta de emprego dos tios em se tornar sócia da loja deles em Boston e toda contente segue viajem.
Depois ter trabalhado bastante na loja Geek Liz e seu tio Eduardo resolvem aproveitar o dia visitando a parte da casa dos Darcy's que virou um museu e o inesperado acontece... Seria ele mais uma vez?




"-As últimas doze horas comigo não foram suficientes?

-Nem doze mil horas seriam, Lizzie."

Página: 226

P.S.: Liz e Darcy são lindo juntos. Primeiras Impressões é livro lindo de se ler!
Me encantei com os personagens e dei boas risadas com o jeito deste casal que se torna apaixonante.
Ainda não li a obra "Orgulho e Preconceito" e sem dúvidas ire ler logo pois amei este livro da Laís que é inspirado nesta obra Clássica da Jane Austen.
Tenho que admitir que achei difícil resenhar esta obra pois me encantei tanto com este romance que para qualquer coisinha poderia ser um spoiler... Sorry (por não ter feito uma resenha longa igual as outras).

site: https://parbataibooks.blogspot.com.br/2016/04/resenha-primeiras-impressoes.html
comentários(0)comente



Triz 10/01/2017

Resenha: Primeiras Impressões – LRDO
O enredo é o mesmo, segue o original, mas o ambiente e os detalhes são bem diferentes – dando à obra uma sutil originalidade. Os personagens possuem a mesma personalidade da obra original, Liz com o orgulho e Darcy com o preconceito. Uma das coisas que amei foi que os personagens não são pudicos, visto que a história passa-se no século XXI. (Atenção! Não é um livro erótico. – [risos].)

Uma das coisas que me incita a ler um livro é a capa. A artista responsável pela capa do livro é a Clarice Gonçalves. A Clarice está de parabéns, pois a capa é absurdamente linda. O mais fantástico é que a segunda tem tudo a ver com o livro. Amo quando isso acontece.

Quem está, também, de parabéns é a Laís, visto que, esta captou a essência de “Orgulho e Preconceito” e colocou em “Primeiras Impressões”. Uma leitura fácil, com diálogos levemente humorados e cenários perfeitamente descritos. Indico esta obra para todos os fãs de Jane Austen. Digo mais, não indico apenas para os fãs da Jane, mas para todos que gostam de um bom e trabalhado romance.

site: https://vivendonoslivros.wordpress.com/2017/01/10/resenha-primeiras-impressoes-lrdo/
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Paloma.Isabelle 25/08/2016

Primeiras Impressões
Vaidade e orgulho são coisas diferentes, embora muitas vezes sejam usadas como sinônimos. Uma pessoa pode ser orgulhosa sem ser vaidosa. Orgulho está mais associado à opinião que temos de nós mesmos, vaidade ao que os outros pensam de nós."

Primeiras Impressões é uma adaptação moderna do clássico "Orgulho e Preconceito" de Jane Austen, o livro é situado entre paisagens do nosso Brasil e Estados Unidos.

O livro conta a história de Lizzie Benevides, ela morava em Boston com sua irma Jane e uma amiga chamada Charlote, estudava literatura e após se formar na faculdade elas voltaram para Búzios-RJ, cidade natal e onde seus pais comandavam as pousadas BenLoco.

Após chegarem um boato de que dois americanos ricos estavam na redondeza, o boato se espalhou e deixou a familia de Lizzie empolgada, principalmente a mãe que estava interessada em arrumar um casamento para as filhas.

Frederick Darcy e Charles mas sua irmã Caroline, são os americanos que vieram para o Brasil na intenção de abrir uma filial de seu restaurante.

E é assim que a história começa a surgir.

Lizzie e Darcy além de mundos completamente diferentes,eu diria que eles são o oposto um do outro, o que me chamou muito atenção foi o entrosamento e o romance deles, que além de surgir de uma forma diferente e ao mesmo tempo muito bonita, dava pra sentir como aquilo era tão verdadeiro.

"Um amor não correspondido deve ser uma das tragédias humanas mais cruéis. É melhor ser odiado, do que ser desprezado. Pelo menos, ódio é um sentimento, e pode, lentamente, transformar-se em outro sentimento, como o amor."

Lais conseguiu passar a essência, pureza e além de tudo, deu pra sentir a história com a alma, ela conseguiu escrever sem estragar a releitura, eu achei que não teria como o livro me surpreender, mas teve momentos que fiquei chocada, com sorrisos soltos e apaixonada por esse casal.

A capa do livro ficou perfeita, eu fiquei admirada com ela, as páginas são brancas e não atrapalha a leitura em nenhum momento, a escrita da Laís é leve e ao mesmo tempo encantadora, da pra ler o livro por várias horas sem se preocupar com nada.

Alguns personagens tiverem os nomes adaptados ja outros não, achei Lizzie uma personagem muito forte e determinada que realmente estava disposta a tudo, já Darcy achei meio bruto e arrogante, mas as vezes me peguei meio que apaixonada por ele.

"Em vão tenho lutado comigo mesmo; nada consegui. Meus sentimentos não podem ser reprimidos, e preciso que me permita dizer-lhe que eu a admiro e amo ardentemente."

O final é encantador fazia tempo que não lia um romance tão gostoso e ao mesmo tempo forte, Laís realmente caprichou em tudo, sua escrita me surpreendeu e me deixou com vontade de ler mais.

Primeiras Impressões é uma adapatação que merece nota 10, pelo simples fato de ser incrível e maravilhoso, super recomendo esse livro que acabou tornando o meu favorito.

Laís obrigada pela parceria incrível e por ter me dado a oportunidade de conhecer sua obra, tenha certeza de que com o seu talento você vai muito longe, sou eternamente grata e conte sempre comigo.

site: www.contosliterarios.com.br
comentários(0)comente



Um Rascunho a Mais 25/07/2016

Uma adaptação moderna e encantadora de Orgulho e Preconceito
Sou encantada pela obra Orgulho e Preconceito de Jane Austen desde a primeira vez em que assisti ao filme. Logo depois li o livro e desde então tenho procurado obras que adaptem de forma especial esse clássico maravilhoso. E então conheci Primeiras Impressões e tive o imenso prazer em fazer a leitura através da parceria com a autora LRDO. A escrita da Laís fez com que eu mergulhasse nessa obra moderna, cheia de originalidade, mas sem deixar de lado o toque do clássico da Jane.
Depois de ter morado em Boston com sua irmã Jane e sua melhor amiga Charlotte, Liz decide voltar ao Brasil para passar as férias em Búzios na pousada de seus pais. Havia feito faculdade em uma universidade americana e trabalhava na loja de ficção científica do tio Jardim. Seus pais estavam estabilizados financeiramente e não faltavam a eles o conforto. Além de Jane e Liz,eles tinham mais duas filhas: Maria e Lídia.
Charles e Frederick são melhores amigos e quando chegam ao Brasil para cuidarem dos negócios pois Charles desejava abrir um restaurante, Frederick desaprova completamente a ideia e está disposto a fazer de tudo para que o amigo desista dos planos. Sabendo da chegada dos americanos ricos, quem fica mais animada é Janaína que deseja ver as suas duas filhas mais velhas casadas e não perde tempo para conhecer os estrangeiros e colocar seu plano em prática.
Charles se encanta de imediato pela beleza e pelo jeito da Jane que também logo se encontra completamente apaixonada pelo rapaz. Quem não apoia esse relacionamento é Frederick Darcy e a irmã de Charles, Caroline. E é por causa do amor desse amor que Lizzie e Frederick se tornam próximos, mas a convivência entre eles é bem difícil.
Primeiras Impressões é a primeira adaptação moderna de Orgulho e Preconceito que li e me impressionou da primeira até a última página. Apesar de conhecer bem a obra da Jane, fiquei feliz que a autora tenha sido fiel ao clássico, e os cenários, a forma de ser dos personagens deram o toque de originalidade ao livro. Enquanto Frederick Darcy é um político que almeja o cargo de senador e mostra-se ranzinza na maior parte do tempo, Lizzie está pronta para fazer o mestrado e é inteligente e sarcástica. Mesmo com tantas diferenças, ambos não estavam preparados para o sentimento profundo que despertaria os dois.
Para quem conhece Orgulho e Preconceito, não pode deixar de ler esse livro. Escrito de forma leve e incrível, Laís descreveu a obra clássica de forma admirável. Narrado em terceira pessoa, com personagens bem construídos, só posso dizer que estou ainda mais encantada por Orgulho e Preconceito, pois foi essa obra que me possibilitou ler essa adaptação e tantas outras que desejo ler depois dessa.
Em relação a diagramação, as folhas são brancas, as letras são de um bom tamanho e a capa está demonstrando bem o cenário magnífico em que ocorrem os fatos, e o título explica bem o que acontece no livro.
Recomendo esse livro para os fãs de Orgulho e Preconceito e também para aqueles que ainda não conhecem a obra clássica. Primeiras Impressões é um livro para guardar no coração e também para lembrar que é possível se apaixonar pelos mesmos personagens mais de uma vez!

site: http://umrascunhoamais.blogspot.com.br/2016/07/resenha-primeiras-impressoes.html
comentários(0)comente



42 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR