Primeiras Impressões

Primeiras Impressões Laís Rodrigues




Resenhas - Primeiras Impressões


42 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3


BG_UPanda 10/09/2020

Às vezes as primeiras impressões são certas
Se você procura um livro cuja linha narrativa esteja muito próxima de Orgulho e Preconceito, esse livro vai te agradar em boa parte. Contudo, na minha experiência, esse foi o problema dele desde o começo.

Deixando de lado incômodos pessoais com a história, a busca da autora por deixar o livro o mais fiel possível a O&P gerou diversas situações que não faziam o menor sentido para a adaptação, sem contar que, volta e meia, era utilizado um vocabulário bastante... Inadequado para a situação (como o termo escusar em uma conversa informal de amigas). E quando a autora decidiu focar mais na narrativa da adaptação, as coisas pareciam ter ainda menos sentido, devido a mudança brusca dos acontecimentos.

Outro ponto que me incomodou é que os personagens principais, na minha perspectiva, não lembram muito a Lizzie e o Darcy de Austen. Nessa versão a Liz julga o tempo todo e de forma muito precipitada, tomando sua opinião como fato, algo que a Elizabeth Bennet tinha um pouco mais de ressalva em fazer. E nunca vi um Darcy tão risonho e sorridente em toda a minha vida, nem suas grosserias serem tão facilmente lidas como piadas pelos demais.

Enfim, o livro não funcionou para mim nem como adaptação, nem como história inspirada em O&P, e achei a maior parte dos acontecimentos sem sentido. Contudo, foi uma narrativa cativante o suficiente para não me fazer abandonar a leitura e foi a primeira história da autora, então é normal ter alguns "vícios".

Às vezes o que não funcionou para mim, funcione para você. Se quiser dar uma chance, boa leitura.
comentários(0)comente



Ana 26/11/2014

Amor à primeira leitura!! ♥
Um romance leve, cheio de ternura e nuances, que ganhou meu coração. Se eu já amava o Mr. Darcy, esse livro só fez avivar ainda mais a minha paixão. rsrsrsrsrsrsrs
Super recomendo a todos que querem ler um romance leve e encantador.
E pra mim, particularmente, ter a continuidade, o desfecho satisfatório da história, que na versão de Austen fica no ar, foi simplesmente espetacular. Uma grande sacada da nossa querida Lai. Simplesmente encantador! Foi amor à primeira leitura!
lila 14/01/2015minha estante
Ganhei o livro de uma amiga e quando li a primeira pagina não consegui parar. O romance e apaixonante e a proximidade com a nossa realidade (Brasil e atualidade) nos remete para dentro da historia. Pra quem quer dar asas a imaginação recomendo a leitura. Fiquei apaixonada e já estou relendo...


Luana.Signorelli 01/02/2015minha estante
Dotado de um toque de sensibilidade, e valendo-se da velha dialética entre o antigo e o moderno, é um livro superdivertido de se ler, envolvente, e que traz temas atuais como o medo do amor, a descrença no relacionamento e a desconfiança que se sente perante o sexo oposto, além de retomar o clássico do romantismo inglês Orgulho e Preconceito, da Jane Austen. Temendo a relação amorosa, os românticos tendem a criar um ideal feminino. Porém, Elizabeth Benevides - a protagonista do livro - não é uma mera personagem típica, idealizada, mas sim uma mulher moderna, com todas as suas contradições, a qual consegue nos provar que ainda se vale a pena lutar pelo amor, e para isso inclusive se contrapor às convenções sociais. Além do mais, o livro ainda adota uma estética que mescla vários estilos, como e-mails e mensagens de texto, sem com isso perder a sua literariedade, muito menos o seu valor. Como Mestranda em Literatura pela Universidade de Brasília, eu MAIS do que recomendo este livro, e acredito veementemente que ele pode se tratar de um marco na literatura contemporânea.




Andri 24/09/2020

Leio tudo relacionado ao Mr Darcy, gostei dessa fic, leitura leve...
comentários(0)comente



Fernanda 02/02/2015

Resenha: Primeiras impressões
CONFIRA A RESENHA NO SEGREDOS EM LIVROS:

site: http://www.segredosemlivros.com/2015/02/resenha-primeiras-impressoes-lrdo.html
comentários(0)comente



Rita Costa 09/03/2017

Primeiras Impressões - Laís Rodrigues
Uma leitura muito relaxante! Um livro Inspirado em uma das obras mais lindas da fantástica Jane Austen não poderia ser diferente: romântico,divertido, leve, diálogo de qualidade entre os personagens, floreios e final feliz! Um livro para ser lido na companhia de uma caneca de chocolate quente ou chá com biscoitos, fim de tarde na praia, jardins , no campo ( ou no seu lugar predileto). Apenas uma ressalva,como é adaptado aos tempos atuais e com personagens femininas brasileiras, na minha opinião, todos os personagens masculinos também deveriam ser brasileiros. Recomendo muito esta leitura. Amei a sensação de encantamento que ela me propiciou!
comentários(0)comente



Garotas de Pemberley 07/04/2016

De Búzios a Pemberley - uma adaptação moderna
O livro vem trazendo a história de Liz Benevides (leia em voz alta e você perceberá a semelhança com a original) e Frederick Darcy. Se conhecem num verão em Búzios, RJ, onde a família Benevides é dona de uma rede de pousadas. Frederick [Darcy] é americano, e vem ao Brasil acompanhando seu amigo, Charles Bing, a fim de estudar um novo local para seu empreendimento, acompanhados [ou seguidos] por Caroline Bing, irmã de Charles. Liz e Jane, as filhas mais velhas dos Benevides, logo captam atenção especial dos americanos recém chegados, por falarem inglês fluentemente, por serem simpáticas, extrovertidas e, tipicamente brasileiras, muito bonitas.

Leia mais em:

site: http://asgarotasdepemberley.blogspot.com.br/2016/01/primeiras-impressoes.html
comentários(0)comente



GeL 18/01/2016

Primeiras Impressões
Primeiras Impressões é uma adaptação nacional e moderna do famoso clássico Orgulho e Preconceito. Bom, eu sou fã de Jane Austen, de O&P e claro, do Mr. Darcy. Então foi uma grata surpresa quando a LRDO entrou em contato conosco nos contando sobre seu livro. - Barbara

Quando a Laís nos procurou e falou sobre seu livro, eu fiquei empolgada por ser uma autora nacional que eu ainda não conhecia, mas confesso que fiquei apreensiva por ser uma adaptação de Orgulho & Preconceito, um clássico que está entre os meus favoritos. - Raquel

Fiquei encantada quando a autora Laís Rodrigues entrou em contato com as Gels e nos apresentou sua visão de um clássico envolvendo dois dos casais mais queridos da literatura. Fiquei bastante curiosa porque estava entrando em terreno desconhecido, uma nova experiência literária.
A principio achei que lendo esse livro eu iria visualizar os atores Keira Knightley e Matthew Macfadyen assim como os demais atores da adaptação de Orgulho e Preconceito de 2005, por mais que seja inspirado, a Laís conseguiu me desligar deles, tornando esses personagens únicos. - Michelli

Começada a leitura, me vi envolvida pela história de um jeito surpreendente. O que me fez gostar do livro foi o fato de conseguir me desligar da história original. O que a Laís fez foi genial, sério. Mesmo com o clássico como pano de fundo, ela conseguiu criar algo novo e que torna o clássico melhor ainda. - Raquel


“É um conhecimento universal que o homem, por mais apaixonado que esteja, não fica com uma mulher se sua família o desagrada.”


Vamos então conhecer a família Benevides. Janaína e Antônio donos das pousadas BenLoCo sucesso na região. - Michelli

Adorei o fato de ter um pezinho no Brasil, contando sobre as nossas maravilhas. Os personagens são os mesmos, tirando uma das irmãs de Elizabeth e Jane, Kitty (confesso que ela não faz muita falta. - Raquel

Logo que a família foi apresentada senti falta da companheira de Lídia, Kittie mas depois nem me lembrei mais dela, foi um corte perdoado rs. - Michelli

No primeiro capítulo nós conhecemos o americano Charles Bing e seu peculiar grupo que acaba de chegar a Búzios – Rio de Janeiro, com a pretensão de abrir um negócio. - Barbara

Charles é um simpático americano, deslumbrado com as belezas brasileiras. - Michelli

Ele está acompanhado de sua irmã Caroline e seu melhor amigo Frederick Darcy... - Barbara

... que não se deixou enfeitiçar pelo país tropical ou assim quer que pensem, cauteloso e reservado acha que precisa ficar de olho no amigo que considera um pouco ingênuo. - Michelli

É no cenário da paradisíaca cidade de Búzios que eles conhecem os Benevides, família dona de pousadas na região com 4 filhas, duas delas – Jane e Liz - radicadas nos EUA que vieram passar as férias com a família no Brasil. - Barbara

O caminho desses personagens se cruzam devido a uma festa de fim de ano na pousada da família Benevides, Janaína manda convite para os americanos cheia de segundas intenções. A matriarca da família parecia saber o que estava fazendo pois acaba que um dos homens realmente se interessa por uma de suas filhas. A partir daí há uma convivência quase forçada de outros dois personagens que apesar das primeiras impressões não podem negar a atração.

As filhas mais velhas Jane e Liz retornam dos States junto com a amiga Charlotte, cujo os pais são sócios dos Benevides, para passar as férias na pousada da família. As três estão com o futuro profissional bem encaminhado, mas quando se trata de futuro amoroso, Janaína, acha que precisam de um empurrãozinho. Bonitas e inteligentes tinham lá suas diferenças se tratando de homens. Liz é mais pé no chão enquanto Jane é sonhadora e acredita que há em algum lugar a tampa pra sua panela kkk já Charlotte acredita no casamento por conveniência. Todas as três tem características bem interessantes para essa versão moderna sem se distanciar tanto da persona como conhecemos. - Michelli


“A cena era inimaginável para Liz: estava sendo confortada por Frederick Darcy.
E gostava da sensação.”




E o que dizer sobre Frederick Darcy? Me apaixonei ardentemente por ele. Embora sua profissão e seu sotaque não fossem os mesmos, seu gênio e orgulho permaneceram, assim como seu charme e todas as outras coisas que amamos no Sr. Darcy original.

Elizabeth bem, ela continua com o mesmo gênio, mas agora melhor ainda. Imagine a Lizzie no século XXI, com uma carreira e um futuro brilhante pela frente, como só as mulheres deste século conseguem. Sim, ‪#‎girlpower‬!

A forma como ela transportou os personagens para o mundo moderno, mas manteve as características originais que nos fez ficar apaixonadas pela obra de Jane Austen, fez com que o livro fosse surpreendente. - Raquel

A trama principal permanece a mesma, mas alguns detalhes são adicionados e enriquecem muito a leitura. Um destaque para as profissões dos personagens, ótimas escolhas que casaram perfeitamente, a tensão entre Lizzie e Fred também é muito boa, eu torcia por eles e ao mesmo tempo achava engraçado o modo com se evitavam e desejavam estar perto ao mesmo tempo... ah um amor! - Barbara

No primeiro capitulo depois dos micos da Lídia, me peguei bem curiosa pra saber o desfecho dessa personagem que acabei simpatizando, algo que eu não esperava. Bing um dono de restaurante, Darcy um político e quem seria o Wickman? Não vou contar rs, adorei o que a autora criou e a mudança de sentimentos por cada personagem que despertou em mim nessa releitura. - Michelli


“A decepção não é fruto somente da surpresa, mas também de expectativas não correspondidas. Acredito que este seja o verdadeiro problema do universo feminino: criamos os heróis, os príncipes, os deuses, e nos esquecemos de que todos os homens têm defeitos. Esta é uma regra absoluta. Então, se nossa esperança é a de que o nosso pretendente seja perfeito, vamos nos decepcionar cem por cento das vezes, pois uma coisa é certa: ele nunca será.”


Não há muito o que falar da história em si, pois segue o original, mas as reviravoltas e os detalhes novos valem a pena ser descobertos pela leitura. Tipo, como os sonhos da Lizzie com o Darcy, sim, esse foi um detalhe que eu aprovei! ahahha - Raquel

Bom, não vou entrar em muitos detalhes a partir de agora, mas se você já leu Orgulho e Preconceito já sabe como algumas coisas vão se desenrolar... E devo confessar que amei muitas das mudanças necessárias que foram feitas para atualizar esse clássico. O livro tem um tom sensual ‪#‎sexysemservulgar‬ que eu achei a cara do Brasil, os personagens não são pudicos e nem tem todas aquelas reservas tão necessárias para o século XIX. - Barbara

Quando peguei o livro fiquei analisando a capa pois achei ela bem diferente, ao terminar de ler e dar de cara com a capa novamente foi que a ficha caiu kkkkkkk sim eu costumo ser meio lerda para algumas coisas e acho o máximo quando a capa tem a ver com algo da história. Ponto pra autora! - Michelli


“Ela era seu tudo”




Enfim, uma ótima adaptação, salvo alguns errinhos bobos que a revisão deixou passar. E a capa é linda, além de ter tudo a ver com a história (que só percebi quando minhas amigas falaram e aí deu um estalo!). Super recomendo!! Foi tão bom que eu tive que reler o clássico e assistir a adaptação para as telinhas. - Raquel



Minhas críticas vão apenas para a revisão que deixou passar alguns erros ‘bobos’, porém irritantes, que poderiam ser solucionados com uma maior atenção à obra. Desejo muito sucesso a Laís e indico Primeiras Impressões pois é bem certo que você vai gostar bastante! Eu adorei! - Barbara

Não vou dar muitos detalhes, a maioria das pessoas conhece essa historia, e o interessante é se deixar surpreender com os rumos inesperados e as surpresas envolvendo esses personagens tão queridos. Me apaixonei novamente por um Darcy, me diverti com uma Lídia que curte tequila como eu kkkk, Liz é aquela que todas gostaríamos de ter como amiga e a doce Jane encanta a todos. E o que vocês acham de um romance inspirado em Orgulho e Preconceito com toque de tempero latino? Eu li, conferi e adorei!!! Tenho certeza que quem curte o romance de Jane Austen assim como quem nunca leu vai se deliciar com essa história que trás personagens tão marcantes com uma roupagem moderna que começa em Búzios e percorre, Boston, NY e Washington. - Michelli

site: http://livrosentregarotas.blogspot.com.br/2015/05/resenha-91-primeiras-impressoes-sorteio.html
Books Friends & News 09/09/2017minha estante
undefined




Acad. Literária 01/10/2015

RESENHA - Primeiras Impressões
Lizzie Benevides é uma mulher independente e charmosa. A brasileira deixou o paraíso, Búzios, e foi estudar nos Estados Unidos com sua irmã Jane e Charlotte, suas melhores amigas. Com o término da faculdade, as amigas voltam para Búzios para passar as férias com a família. Elas não esperavam que o retorno mudaria a vida de todas, para sempre.
Lizzie conhece os turistas Charles Bing e o amigo dele, o arrogante Frederick Darcy. Em uma história que oscila entre o amor e o ódio, descobrimos como a paixão supera todas as primeiras impressões ruins. Com paisagens belíssimas, o romance entre a brasileira e o norte-americano tem altos e baixos. O orgulho de ambos se fixa como uma barreira que eles deverão derrubar para viver o amor.
A obra Primeiras Impressões é uma releitura do clássico “Orgulho e Preconceito”, de Jane Austen. A obra original é um romance de época e foi publicado pela primeira vez em 1813. Já a obra Primeiras Impressões foi publicado em 2014 e tem como pano de fundo a sociedade pós-moderna. Eu ainda não tive a oportunidade de ler “Orgulho e Preconceito”, mas a obra Primeiras Impressões fomentou meu desejo de conhecer a famosa obra de Jane Austen. O livro apresenta muitos personagens e estes são bem organizados, sem se perderem no desenrolar da trama. O romance inesperado entre Liz e Frederick ganhou pontos por quase me matar de curiosidade para saber o que iria acontecer. Porém, o sentimento entre os dois personagens demora a se aflorar, o que desgasta a mente dos imediatistas. Acredito que na obra de Jane Austen seja assim, levando em conta os costumes da época. Por um lado, penso que poderia ser um pouco mais ousado. Por outro, imagino que isso “destruiria” a magia do romance original.
Achei os diálogos incrivelmente bem construídos, da forma que aguça a vontade do leitor de estar participando da história. Entretanto, o longo espaço de tempo entre um acontecimento e o outro me incomodou bastante. Acho que esse “buraco” nos dá a impressão de que estamos perdendo algo de importante para a trama.
A obra é narrada em terceira pessoa, por um narrador onisciente. A narração se restringe (na maioria do tempo) no desenrolar da história de Lizzie e Frederick, mas também dá atenção especial ao romance de Jane e Charles. A trama é fluida e de fácil entendimento, sem complexidade linguística. A relação temporal é truncada, como dito anteriormente, a obra apresenta algumas lacunas de tempo.
A formatação é simples (eu gosto de livros assim) e quase não há ilustrações, apenas flores que separam alguns trechos dentro dos capítulos. Ah! Não poderia deixar de dizer que a capa de Primeiras Impressões é uma das mais lindas e originais que eu já vi - foi amor à primeira vista.
A autora de Primeira Impressões, Laís Rodrigues de Oliveira é especialista em Direito Constitucional. Criou o blog LRDO em 2013 para desfrutar das suas paixões: literatura e cinema. Lançou seu primeiro livro em 2014, uma adaptação de seu livro preferido “Orgulho e Preconceito”, de Jane Austen.
Acredito que a autora soube representar muito bem - o que é uma responsabilidade e tanto - a eterna história de amor de Jane Austen. Recomendo o romance de LRDO para todos os dela e para aqueles que curtem histórias de amor com muitas aventuras que exploram os sentimentos humanos.


site: http://academialiterariadf.blogspot.com.br/2015/09/resenha-primeiras-impressoes-lrdo.html
comentários(0)comente



Beta Oliveira 07/06/2015

Com uma inspiração tão perfeita, "Orgulho & Preconceito" de Jane Austen, gostei de como a autora adaptou e modernizou algumas situações criando encontros e desencontros entre as Benevides, os Darcy e os Bing na ponte aérea Brasil-Estados Unidos.

Confira o texto completo no Literatura de Mulherzinha

site: http://livroaguacomacucar.blogspot.com.br/2015/06/cap-1038-primeiras-impressoes-lrdo.html
comentários(0)comente



Leninha Sempre Romântica 11/02/2015

Nada mais previsível do que iniciar a leitura da adaptação de um livro já sabendo passo a passo o que irá acontecer, ou pelo menos imaginar ser conhecedor dos fatos impregnados na narrativa. E é por isso que digo com conhecimento de causa que Primeiras Impressões — uma adaptação do livro Orgulho e preconceito de Jane Austen — foi mais, bem mais que uma grata surpresa.

Quando recebi o convite da autora LRDO para ler sua adaptação e resenhar no blog eu imaginava que leria um clássico modernizado, algo bem fiel ao livro da Jane e tal, mas nada me preparou para ver Mr. Darcy de sunga numa lancha e fazendo sauna ou mesmo salvando dados no seu celular, e também ver uma Lizzie forte, empreendedora, dinâmica sem perder a doçura dessa protagonista tão querida no meio literário.

Temos aqui uma adaptação primorosa com o mesmo humor, a mesma pegada — na verdade minto, essa adaptação tem mais pegada —, os mesmos personagens com novas roupagens, novos hábitos e sempre com um “que” de surpresa a cada página virada.

LRDO foi feliz em narrar a mesma história, mas com seu toque pessoal, seu jeito delicado de fazer algo antigo ser renovado. E para o leitor que nunca leu Orgulho e Preconceito com certeza vai querer ler para comparar e vai se impressionar com tamanha semelhança, porém com tantas diferenças.

O livro envolve de tal maneira que é quase impossível não imaginar um Mr. Darcy impoluto com seu celular de última geração circulando entre os plenários da vida eleitoreiros ou ver Lizzie entre livros e mais livros. Outros personagens também encantam pela semelhança de caráter como Lídia e sua frivolidade, Wickham e seu caráter duvidoso, Jane e seu medo de expor os sentimentos, Charles e sua indecisão e, claro, como não citar a austera Senadora Catherine e seu nariz empinado. Tudo escrito nos tempos atuais e o que isso acarreta.

Apesar de alguns errinhos de revisão — nada que atrapalhe o bom entendimento da trama —, a história flui divinamente, encanta por sua singeleza e, claro, pela simplicidade e humildade da autora em deixar sua personalidade doce impregnar em cada página. Palmas para ela!

Vou terminando por aqui, indico para os amantes de uma boa leitura, que apreciam um texto leve, modesto em sua criatividade e que faz jus ao original. Agradeço à Laís pela oportunidade de conhecer sua escrita e rendo meus aplausos pelo belo trabalho.

site: http://www.sempreromantica.com.br/2015/02/primeiras-impressoes-lais-r-de-oliveira.html
comentários(0)comente



mara sop 22/02/2015

Nem sempre as primeiras impressões são as corretas
Lizzy Benevides é uma jovem brasileira que estuda nos Estados Unidos e veio passar férias com sua familia em Buzios, aonde ela e a irmã Jane conhecem dois amigos que mudarão suas vidas para sempre. Charles Bing e Frederick Darcy são o oposto um do outro, e no começo Liz antipatiza com Darcy sem perceber que ele está completamente fascinado por ela. E para piorar a situação, nada está a favor de Darcy, já que além de timido e reservado passando a impressão de arrogante e antipático, ele é caluniado por seu ex amigo, David Wickham, para a mulher que o está enfeitiçando sem saber. Após voltar aos Estados Unidos, Liz e Darcy se reencontram em diversas situações, e mesmo jurando odiá-lo pelo resto da vida, ela também se sente atraída por ele sem entender bem o porque.

Uma adaptação moderna de Orgulho e Preconceito com uma pitada de tempero brasileiro. Super recomendo aos fãs de Jane Austen!

site: Orgulho e Preconceito, Jane Austen, Fanfic, Darcy, Elizabeth Bennet
comentários(0)comente



Blog Amo Livros 13/02/2015

[Resenha] Primeiras Impressões - LRDO
Olá pessoal!

Hoje eu trouxe pra vocês a resenha do livro Primeiras Impressões, livro da nossa autora parceira Lais Rodrigues. Primeiras Impressões é um retrato moderno de Orgulho e Preconceito, de Jane Austen, e como uma boa estória moderna todos os personagens foram adaptados para um contexto atual, porém mantendo vários aspectos originais das personagens de Austen. Bem, que tal vocês conferirem nossa resenha?

Fiquei super interessada quando a Lais entrou em contato comigo e contou do que se tratava seu livro, meu primeiro instinto foi topar a parceria, quando o livro chegou eu não perdi tempo e parei a leitura de um outro livro para começar a lê-lo e quão grata não foi a surpresa! Lais Rodrigues conseguiu criar um novo contexto histórico muito bem descrito e trabalhado em Primeiras Impressões e posso dizer que tive uma ótima "primeira impressão" do livro - desculpem pelo trocadilho ^^ - que já começou lindo pela capa que é uma obra de arte.

Neste livro Lizzie, recém formada em Literatura, volta ao Brasil depois de uma estadia em Boston, cidade norte-americana onde morou como sua irmã Jane e sua melhor amiga Charlotte por 4 anos enquanto estavam na faculdade. Elas sempre passam as ferias em Búzios, onde os pais delas eram sócios donos de rede de pousadas. Quem também está no Brasil é Charlie Bing e Frederick Darcy, os dois estão olhando a região onde Charlie pretende abrir um restaurante. Não pensem que eu esqueci de citar a irmã de Bing, Caroline Bing que também os acompanha na visita ao país.

A decepção não é fruto somente da surpresa, mas também de expectativas não correspondidas. P. 132

Assim como em Orgulho e Preconceito os personagens centrais da estória se conhecem em uma festa, nesse caso em particular uma festa de fim de ano promovida pela, fútil e sempre interesseira mãe de Lizzie, Janaina Benevides. A mãe de Lizzie era e nesta versão continua sendo para mim um dos personagens mais insuportáveis que já vi, a fixação da mulher por casamento e futilidades é muito irritante, por outro lado o pai de Lizzie é um amor de pessoa que não tinha que está casado com uma mulher tão louca. Lizzie é a segunda de 4 irmãs - Jane, Lizzie, Maria e Lídia -, cada uma com suas peculiaridades, Jane é a tímida que as vezes confia demais nas pessoas, Lizzie é a confiante que cuida de si mesma, Maria é a introvertida que pouco se manifesta e Lídia é a sagaz que está sempre ativa, a última, justamente por seu jeito sempre alerta, será motivo de muita confusão.


A Lais foi super fofa e autografou o livro com dedicatória e tudo mais =D


Primeiras impressões trás o romance de Lizzie e Frederick para uma nova perspectiva, com momentos semelhantes aos retratados em Orgulho e Preconceito - já que se trata de uma adaptação -, mas também com muitos acontecimentos novos. As primeiras impressões realmente falaram mais alto nesse livro, que tem muito de seu tema central voltado para isso, o livro aborda temas como casamento e suas diversas motivações - principalmente a questão de muitas mulheres se sentirem pressionadas a casar -, confiança, diferenças sociais, negligenciamento dos pais diante de algumas ações dos filhos entre outros temas. O casal principal é uma panela fervente de emoções contraditórias, o que nos mantém atentos a estória, enquanto Frederick é um cara cheio de métricas, conservador e "calculista", digamos assim, Lizzie é o oposto, sempre disposta a fazer amizade as vezes é impulsiva e teimosa, essa mistura dos dois no motiva a ler o livro até o fim ^^.

Ele falava sem largá-la, como se ainda temesse que ela pudesse escapar. Como se tivesse medo de que Liz pudesse virar pó. Como se não acreditasse que ela estava em seus braços. P. 297

O que em minha opinião um pouco ficou a desejar foi a revisão do livro* que não ficou tão boa e acabou deixando passar coisa como palavras incompletas, nomes de personagens errados e algumas outras pequenas coisas que no fim não atrapalham no entendimento da estórias, mas que podem ser claramente notadas pelo leitor. Quanto a diagramação, adorei a ilustração da capa que concedeu ao livro um ar de clássico. Por fim, sim eu recomendo a leitura do livro. ^^

Agradeço a autora pela parceria e pela oportunidade de conhecer sua obra. ^^ ♥

* A Lais Rodrigues entrou em contato com o Amo Livros e nos garantiu que os erros serão corrigidos para a próxima impressão do livro e que a versão e-book já se encontra corrigida.

site: http://amolivrosdeverdade.blogspot.com.br/2015/02/resenha-primeiras-impressoes-lais.html#.VN5HdWewIZg
comentários(0)comente



Triz 10/01/2017

Resenha: Primeiras Impressões – LRDO
O enredo é o mesmo, segue o original, mas o ambiente e os detalhes são bem diferentes – dando à obra uma sutil originalidade. Os personagens possuem a mesma personalidade da obra original, Liz com o orgulho e Darcy com o preconceito. Uma das coisas que amei foi que os personagens não são pudicos, visto que a história passa-se no século XXI. (Atenção! Não é um livro erótico. – [risos].)

Uma das coisas que me incita a ler um livro é a capa. A artista responsável pela capa do livro é a Clarice Gonçalves. A Clarice está de parabéns, pois a capa é absurdamente linda. O mais fantástico é que a segunda tem tudo a ver com o livro. Amo quando isso acontece.

Quem está, também, de parabéns é a Laís, visto que, esta captou a essência de “Orgulho e Preconceito” e colocou em “Primeiras Impressões”. Uma leitura fácil, com diálogos levemente humorados e cenários perfeitamente descritos. Indico esta obra para todos os fãs de Jane Austen. Digo mais, não indico apenas para os fãs da Jane, mas para todos que gostam de um bom e trabalhado romance.

site: https://vivendonoslivros.wordpress.com/2017/01/10/resenha-primeiras-impressoes-lrdo/
comentários(0)comente



Kethlyn 29/01/2017

Leitura leve e prazerosa.
Resenha:
Liz e Federick Darcy não se conhecem muito e depois de um dia se sol na Praia eles passaram a se conhecer mais...
Lizzie é jovem e bonita, nunca namorou e também nunca se sentiu muito bem perto de um homem que não conhecia, mas não era sempre assim até que ela conheceu Frederick Darcy e achou sua aparência um tanto rude, mas após uma conversar percebeu que o homem é bem inteligente e que mesmo percebendo que ele estava tentando ter uma conversa tranquila com ela era impossível afastar o sentimento de desconforto que estava sentido no momento.
Dias se passaram e a cada encontro e a cada conversa que eles tinham Lizzie se escondia dele mas acabavam se encontrando o que levou a jovem a perceber que era estranho esses encontros deles, qual seria o motivo dele querer tanto ter uma conversar com ela e sempre ir procurá-la?
Liz aceita uma proposta de emprego dos tios em se tornar sócia da loja deles em Boston e toda contente segue viajem.
Depois ter trabalhado bastante na loja Geek Liz e seu tio Eduardo resolvem aproveitar o dia visitando a parte da casa dos Darcy's que virou um museu e o inesperado acontece... Seria ele mais uma vez?




"-As últimas doze horas comigo não foram suficientes?

-Nem doze mil horas seriam, Lizzie."

Página: 226

P.S.: Liz e Darcy são lindo juntos. Primeiras Impressões é livro lindo de se ler!
Me encantei com os personagens e dei boas risadas com o jeito deste casal que se torna apaixonante.
Ainda não li a obra "Orgulho e Preconceito" e sem dúvidas ire ler logo pois amei este livro da Laís que é inspirado nesta obra Clássica da Jane Austen.
Tenho que admitir que achei difícil resenhar esta obra pois me encantei tanto com este romance que para qualquer coisinha poderia ser um spoiler... Sorry (por não ter feito uma resenha longa igual as outras).

site: https://parbataibooks.blogspot.com.br/2016/04/resenha-primeiras-impressoes.html
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



42 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR