Folha de Carvalho

Folha de Carvalho John Flanagan




Resenhas - Folha De Carvalho


35 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3


Sil 24/06/2019

Amei!
E quando você precisa se unir aos seus inimigos para sobreviver?
Após conseguir escapar das mãos dos escandinavos (não sem uma preciosa ajuda), Evanlyn e Will se escondem na mata profunda para esperar o fim do rigoroso inverno, ao qual não sobreviveriam, se não tivessem a pequena cabana de madeira.
Will, enfim livre do controle da erva que o havia transformado em um ser que nada sente e nada teme, apenas obedece, passa a ajudar Evanlyn a preparar armadilhas e com isso conseguem pegar pequenos animais que os alimentam no período de reclusão. Quando enfim a neve dá sinais de estar derretendo, eles passam a pensar no caminho que precisam seguir para ir para casa, afinal de contas, com a neve derretendo, os escandinavos voltarão a percorrer aquelas estradas, e vão acabar os descobrindo.
Certo dia, porém, algo dá errado: ao sair para verificar as armadilhas, Evanlyn é capturada por um guerreiro Temujai. Will a espera por horas, e ao concluir que definitivamente algo deve ter dado errado, sai em busca dela, acaba alcançando um grupo de Temujai, que está com ela e monta acampamento próximo a eles, bolando uma estratégia para conseguir soltá-la. Paralelo á isso, Halt e Horace, após se livrarem do terrível Deparnieux, seguem sua viagem em busca dos jovens Araluenses, e acabam descobrindo um grupo de escandinavos assassinados com flechadas. Flechas estas que Halt conhece muito bem, pois passou um tempo entre eles: os Temujai. Finalmente vou então explicar o que eles são: um grupo de guerreiros das estepes, muito numerosos e altamente treinados para o combate. E é com os Temujai que nossos amigos encontram Will e Evanlyn, e os salvam a tempo!
Após libertarem Will e Evanlyn, eles têm finalmente sua missão cumprida e se veem livres para voltar para casa. Mas Halt, muito astuto, não consegue deixar a história da invasão Temujai para lá, afinal, o que aquele exército quer na Escandinávia? Um país frio, onde nada é plantado, onde seus moradores vivem de pilhagem... é quando Halt percebe que a Escandinávia não é o grande prêmio dos Temujai, é somente um obstáculo no meio do caminho até o destino final. Percebe com isso também que se a Escandinávia for tomada, os Temujai terão algo que no momento não têm: navios! E que com isso, Araluen também estará no caminho deles.
Não é preciso pensar muito para que eles decidam ficar e ajudar os escandinavos nessa luta. Porém com que cara os nossos fugitivos vão poder encarar seus antigos captores? É quando percebemos que talvez velhas mágoas possam ser esquecidas, mesmo que temporariamente, para o bem maior.
Estou simplesmente amando cada livro dessa série! Percebemos um crescimento e amadurecimento dos personagens, e que a cada livro a série vai perdendo a “inocência” e ficando mais adulta. A escrita do autor continua fluída e interessante, e a habilidade do mesmo em nos envolver na trama é enorme.
Preciso dar um grito de “alto lá” para uma parte que ficou martelando na minha cabeça: Quando isolados na cabana de madeira, Will e Evanlyn tem a companhia de um pequeno cavalo peludo, roubado dos escandinavos para a sua fuga. O animal é muito bem tratado e estimado. Porém quando Will sai em busca de Evanlyn, ele nem lembra do cavalinho, que ficou amarrado dentro de um rancho, sem comida nem água. Isso realmente me incomodou durante a leitura, eu ficava pensando: Will egoísta, nem mereceu a garupa do pocotó! Mas na verdade não é nem algo que posso reclamar, pois é só o rumo que o autor deu para o livro. Devo ser justa e admitir que o cavalo não foi completamente esquecido na conclusão do livro. Mas aquele trecho, naquele momento, me causou desconforto. Mais amor e empatia com os bichinhos gente. Pode gritar #GOVEGAN em blog literário? hahaha
Tirando isso, só amor pelo livro.
Abraços.


site: www.revelandosentimentos.com.br
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Tamirez | @resenhandosonhos 21/08/2018

RANGERS #4: Folha de Carvalho
O livro três foi um volume de transição, enquanto vimos os personagens amadurecerem, pouco da história realmente caminhou pra frente. Já em Folha de Carvalho, temos uma trama completamente nova que surgiu do nada e foi bem desenvolvida para posicionar novas peças no tabuleiro dessa trama.

Will e Evalyn estavam isolados na cabana, ele tentando se recuperar e ela tentando fazer ambos sobreviverem. O degelo chegou e logo no começo já sabemos que eles precisarão partir, porém isso nem chega a ser imposto, pois a jovem já é levada por um grupo misterioso de novos inimigos.

Os Temujai são o elemento surpresa aqui, não estávamos esperando sua chegada e a forma como ela causa uma nova configuração à história mostra o quanto Flanagan consegue ser bem sucedido em sua construção de narrativa. Com esse novo grupo, dois inimigos declarados precisam se unir para tentar buscar uma alternativa de sobrevivência, pois se esse povo passar pelos Escandinavos estarão a apenas dois passos de também tomar Arualen.

“O arco da sentinela é uma arma de verdade.”

Halt tem um papel muito importante nesse livro, ele é o estrategista, aquele que carrega praticamente o desfecho do confronto nas costas, mas não é só isso que pesa em sua vida no momento. Para ir atrás de Will ele foi expulso da Ordem dos Arqueiros, mas ainda precisar contar esse fato ao garoto, que acabou de reencontrar. Reencontro esse que eu confesso ter achado um pouco “fácil”. Lendo Terra do Gelo não tive a impressão de que eles estivessem tão próximos, o que fez eles se acharem logo nas primeiras páginas ser algo inesperado pra mim (e, sim, depois eu li a sinopse e vi que já entregava, mas como raramente leio essas infos, estava verdadeiramente surpresa).

Folha de Carvalho é um livro para consolidação de todos os personagens. Halt já tinha uma posição concisa e a relação dele com Horace evoluiu bastante, tornando-os bons camaradas, dentro do que o experiente arqueiro permite. Will precisa reaprender muita coisa, ele ficou meses sem treinar e a erva o enfraqueceu consideravelmente. Para enfrentar os inimigos adiante, mais do que nunca ele precisa estar no seu melhor, porém não é uma tarefa fácil.

Evalyn precisa se fazer útil e, por mais que se crie um clima de ciúmes entre Will, Horace e ela, a ligação que ela tem com o primeiro garoto pelo que eles passaram juntos ainda é muito forte e a chateia vê-lo se afastar nesse novo momento. A menina que carrega um fardo nas costas, por ser quem é, precisa manter o disfarce, já que está nas terras daquele que jurou assassinar qualquer membro da família de seu pai. Erak, o escandinavo que vemos ajudando Will e Evalyn no livro anterior faz um importante papel aqui. Além de suas hilárias interações com Halt, ele realmente prova ser um homem de caráter e que se pode confiar. Diferente de seus conterrâneos, ele consegue ver além, e buscar no inimigo um aliado e amigo.

Esse quarto livro também tem uma bela batalha e muita estratégia por parte dos personagens. Conhecer esse novo povo amplia nosso conhecimento sobre o universo da história e abre novas portas para o futuro da trama. Há ação e, como mencionei, um aprofundamento bem trabalhado nos personagens, sem negligenciar ninguém. Will também ganha mais espaço para tomar decisões e opinar, mesmo sendo Halt a grande cabeça da história.

A série Rangers me surpreendeu mais uma vez com possivelmente o livro mais bem estruturado entre os quatro lidos até agora. Ao contrário do terceiro, não foi preciso abrir mão de nada qui para desenvolver a trama, e a união de construção e ação foi muito bem utilizada. Entraremos no quinto livro com uma nova configuração e novos desafios, tendo fechado uma porta que não necessariamente ficará dessa forma por muito tempo.

site: http://resenhandosonhos.com/rangers-4-folha-de-carvalho-john-flanagan/
comentários(0)comente



Bruce 19/02/2018

A quarta obra encerra um arco de forma primordial, resolvendo as pontas soltas e dando margem para um mundo maior. Ótimo livro, traz a emoção de uma boa aventura.
comentários(0)comente



Schumi 04/11/2017

Aquele livro perfeito...com aqueles elementos encantadores: A terrivel invasao dos guerreiros Temujai a Escandinavia onde Will e Evanlyn estavam agora como escravos fugidos, a estratégia de Halt... O Will voltando a mitar, a força e a coragem da Evanlyn (princesa Cassandra), o cavlherismo de Horace, a União fundamental para afungebtar os invasores dos 4 arualenses com os escandinacos contra o inimigo comum... E o carisma de Erak... Will mitando como professor de arqueiros que foram essenciais na "vitoria" provisória... E a volta pra casa... Numa narrativa espetacular... Me surpreendo como gosto de livro com guerra... Se não sou muito de filmes deste estilo mas desde as "cronicas de arthur" me peguei apaixonada por narrativas do genero... E esse me cativou de um jeito que acho q não vai demorar para ler os 12 da saga...
comentários(0)comente



Bibi 03/02/2017

Crescimento
Ver o crescimento dos personagens é um privilégio, se emocionar com suas conquistas não tem preço. Tem uma batalha muito bem narrada nesse Livro. Ansiosa pelo próximo.
comentários(0)comente



clayci 06/01/2017

Ansiosa para ler o 5
Em Folha de Carvalho continuamos a aventura atrás de Will. No livro anterior, Halt, foi banido do reino e contou com a ajuda de Horace para encontrar Will e Evanlyn. Aliás a personagem me surpreendeu nesta história, pois finalmente conseguiu provar que é inteligente e que não é frágil como muitos pensam.



Enquanto Halt e Horace estavam procurando por eles, Evanlyn e Will continuaram na floresta esperando o inverno acabar. Will estava melhor, porém não tinha se recuperado por completo. Esses meses “apagado” fez com ele perdesse não só a forma física, mas também a habilidade com seu arco e flecha. E quando eles estavam se preparando para sair da floresta, Evanlyn foi sequestrada por um temujai.

Os Temujais são os vilões dessa vez! Eles são fortes e estão invadindo a Escandinávia com um grande exército. Halt poderia deixar tudo nas mãos dos escandinavos, mas quando percebe o objetivo dos temujais ele decide ficar e ajudar a enfrentá-los, antes que cheguem à sua terra em Araluen.

Um bom líder é alguém que conhece seus defeitos e contrata alguém com as qualidades que lhe faltam para cuidar das coisas para ele.
RANGERS #4 – FOLHA DE CARVALHO
Aqui nessa história vamos explorar o lado estratégico de Halt! A habilidade que ele possui de identificar e se preparar para resolver um problema. Os escandinavos não são as pessoas mais agradáveis do mundo, porém esquecemos um pouco da história deles ao ver o Halt liderando o exército. Will também está maravilhoso nesse livro. Ficar longe de Halt fez com que ele percebesse que era preciso confiar nos seus instintos e que o treinamento que teve até agora garantiu a sua sobrevivência, claro que Evanlyn ajudou e muito no período em que ele estava inconsciente.



"Para dar o melhor de si, um homem precisa lutar por algo que valha a pena"

. Mas Will se mostrou preparado e seguro em suas ações e teve seu momento de liderança. Horace também não fica para trás! É incrível a sua lealdade ao reino e a habilidade com as espadas. Pensei que a amizade entre os dois ficaria balançada por causa de Evanlyn, contudo pelo menos o Will deixou o sentimento de ciúmes de lado para se dedicar no confronto que estava por vir.

Apesar de ser o estrategista da guerra, Halt ainda não tinha planejado como iria contar a Will sobre sua expulsão dos arqueiros. Folha de Carvalho teve seus momentos de humor, como sempre, e o desfecho me deixou satisfeita. Estou pronta para começar o quinto livro.

site: http://saidaminhalente.com/rangers-4-folha-de-carvalho-john-flanagan/
comentários(0)comente



multiversonews 21/09/2016

Heeeeeeeeey Arqueiros interdimensionais!
AÇÃO, SUSPENSE, COMÉDIA, ROMANCE E MUITA AVENTURA.. ESSE É RANGERS ORDEM DOS ARQUEIROS DE JOHN FLANAGAN !

Recapitulando… Halt, grande arqueiro de Araulen do Rei Duncan forçou uma suspensão de 1 ano para poder procurar por seu aprendiz Will. Horace temendo por Will acaba seguindo Halt e vai com essa inusitada parceria. Evanlyn, nome da escrava da rainha Cassandra (que é a real ela) se supera e salva a vida de Will fugindo da escravidão de Escandinávia e tratando ele do vicio da erva do calor. No final, finalmente Will se liberta do vício e Halt & amp; Horace estão chegando.

Em Folha de Carvalho já se começa com intrigante. Um cavaleiro que também é arqueiro acaba sequestrando Evanlyn em um descuido dela em procurar caça. Will que ainda não está muito bem na forma física vai a procura dela e quase morrendo de cansaço ele consegue achá-la. Ela esta com um grupo de reconhecimento dos Temujai. Já vamos falar deles…




Enquanto isso, Halt e Horace passam por uma estreita montanha que serve de “pedágio” para a Escandinávia. Eles já tinham um plano para enganar a barragem mas descobrem um fato muito suspeito. Cerca de 12 escandinavos foram alvejados por várias e várias flechas Temujai. Halt rastrei pelas pegadas um grupo grande e fica intrigado com isso e segue as pegadas. E coincidentemente, é bem aonde esta Will tentando salvar Evanlyn da morte certa.

Eles se unem de última hora e conseguem salvar Evanlyn e ainda fazer um refém. Quando estão voltando Erak, Escandinavo que ajudou a fuga de Will e Evanlyn é mandado cobrar impostos e passa pela passagem com escandinavos alvejados. Ele tropeça em Halt e seus três companheiros. Ele deduz que seria ele o culpado mas quando se convence que não é eles se unem inusitadamente para achar o inimigo em comum. Já que os temujai, grande povo que não tem derrota alguma no curriculum depois de conquistar Escandinávia e assim os navios daquela nação irão para Araulen logo em seguida.
CONTINUE AQUI:
http://multiversonews.com/review-rangers-ordem-dos-arqueiros_25/

site: http://multiversonews.com/review-rangers-ordem-dos-arqueiros_25/
comentários(0)comente



Lepres 04/09/2016

VIADA, EU TO NO CHÃO
Fiquei sem reação ao final desse livro. O melhor livro da saga Rangers, simplesmente incrível. Após as indas e vindas dos últimos três livros, as reviravoltas são impolgantes - embora meio previsível - chegamos ao epice da história quando os caminhos dos nossos muito queridos passagens se cruzam.
Muito emocionante e com batalhas épicas, temos de volta o gostinho de fantasia que sentimos falta no livro três (cuja narrative é mais lenta e obscura, tratando de acontecimentos polêmicos e adultos.
Simplesmente apaixonada
comentários(0)comente



Yasmim.Speretta 27/10/2015

Reencontro
Quando o Halt finalmente, depois de uma LOOOOONGA espera, encontra o Will, as lagrimas escorrem. Muito bom, a batalha muito bem criada, tudo muito bom rs vale a pena.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Nathi 09/06/2015

Recheado de aventura e ação
Quarto volume da série Rangers – Ordem dos Arqueiros (John Flanagan), Folha de Carvalho é recheado de aventura e ação.

A história começa depois que Will e Evanlyn escapam dos Escandinavos e estão em uma pequena cabana, escondidos, enquanto Will se recupera da droga do calor. O plano é esperar pela primavera e continuar a fuga, mas Evanlyn e capturada por um guerreiro misterioso. Will desesperadamente sai à procura de Evanlyn e encontra Halt e Horace no trajeto, eles acabam descobrindo que quem raptou a princesa foi o grupo Temujai.

Os Temujai são um grupo disposto a dominar a Escandinávia, é isso é um grande problema não apenas para Erak, líder escandinavo, mas também para Araluen. Halt se vê na obrigação de oferecer ajuda aos escandinavos.

Ou seja, começa-se uma corrida contra o tempo para acabar com os Temujai e garantir um governo escandinavo que não provocará guerras. Assim Halt, Horace, Will e Evanlyn se juntam em mais uma perigosa missão.

Muito legal mesmo, outro livro excelente, um dos meus preferidos da série.


site: feitico-literario.blogspot.com
comentários(0)comente



Quel 16/04/2015

Resenha: Folha de Carvalho #4
Por fim livres e, quase - quase mesmo - alcançando a liberdade, quando um novo incidente acontece: A princesa de Araluen, Cassandra, é sequestrada mais uma vez. Mas, essa não é a única má notícia. Um confronto está para começar na Escandinávia e representa perigo para os araluenses também! Será Will capaz de resgatar a princesa e conter as ameaças de invasão se aliando ao povo que o fez de escravo?

***PARA VER A RESENHA COMPLETA, CLIQUE ABAIXO NO LINK DO BLOG***

site: http://estavarelendo.blogspot.com.br/2014/08/rangers-ordem-dos-arqueiros.html
comentários(0)comente



Venturini 10/02/2015

Finalizou Bem
Dois livros depois, Will, Evanlyn, Horace e Halt estão juntos novamente. por uma sorte do destino Evanlyn é capturada por homens maldosos, e ao tentar ajuda, Will acaba de reencontrando com seu antigo mestre e seu grande companheiro. nessa nova aventura eles tem que lutar em uma batalha em favor dos escandinavos (os que sequestraram eles) para assim conseguir se salvarem e voltar para Araluem. nesse quarto livro da serie traz uma historia muito empolgante e com uma leitura que te gruda no livro do começo até um pouco mais da metade, pois na minha opinião Jonh Flanagan detalhou demais a grande batalha que é o tema principal do livro, e esses detalhes ocupam boa parte do livro, deixando uma leitura um pouco cansativa. mas a historia foi muito boa e foi uma otima finalização para a historia que tinha começado no 2° e no 3 livro e agora terminou de uma maneira muito boa.
comentários(0)comente



Gabriel 04/08/2013

Folha de Carvalho: Aventura e ação sem perca de tempo.
Eu adoro a série Rangers: Ordem dos Arqueiros, justamente por ser uma série sem enrolação, direta ao ponto e sem desperdício de páginas com descrição do ambiente.
Gastei dois dias para ler Folha de Carvalho, dois dias muito prazerosos diga-se de passagem. Nesta trama, Will e Evanlyn concordam em ajudar os escandinavos a lutarem contra os Temujai, para que possam evitar uma futura guerra contra Araluen, contando é claro com as preciosas dicas de Halt e as habilidades de Horace. Uma traição inesperada traz uma emoção a mais para o enredo, além é claro, de muita ação regada a aventura. Will se revela um precioso arqueiro, capaz de liderar e mudar os rumos de uma guerra.
Uma leitura leve e gostosa. Um livro recheado de ação, estratégia, acontecimentos inesperados e como já é marca registrada de Rangers: sem enrolação. Super recomendo Rangers, super recomendo Folha de Carvalho, super recomendo John Flanagan.
comentários(0)comente



35 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3