Contos de Terror

Contos de Terror Ambrose Bierce




Resenhas - Contos de Terror


5 encontrados | exibindo 1 a 5


Fadinha 25/10/2020

Contos de terror tomo I
O livro apresenta cinco bons contos de terror.
É uma leitura rápida e fácil. Bom para pessoas que não gostam de histórias longas e essa temática de terror.
comentários(0)comente



Grace 18/10/2020

Esperava mais...
Bom, essa foi uma leitura que se arrastou durante meses. Para ser sincera não me lembro direito dos contos, com excessão do último, pois nenhum me marcou. Pelo menos o último é excelente!
comentários(0)comente



Edna.Galindo 13/07/2020

Cápsulas
Contos de Terror - Seleção de Contos Martin Claret Tradução de Paulo Cezar Castanheira e Introdução de Maria Aparecida de Oliveira.

As dificuldades da Vida - A marca da Besta

O Riquixá Fantasma

Dois contos de Richard Kipling

Na mesma linha os dois acontecem na Índia, o primeiro narra a celebração de um Ano-novo, e Flerte é um Personagem bem estranho, e demonstra certa dificuldade de dicção, Strickland conhece os nativos do local o suficiente para respeitá-los, com suas culturas e deuses estranhos, e outros fatos como marcar um leproso que caminhava inteiramente nu e música como uma lontra. Daí a ambiguidade da marca como se o Homem de prata (que estava nu) fosse a besta.

"Fleete ñ falava, só rosnava, e seus tornados eram de lobo, ñ humanos."

No RIQUIXÁ temos uma pessoa que sofre de alucinações é bem tenso.


A morte de Halpin Frayser - Ambroise Bierce

Também trabalha o psicólogico, num estilo mais seco, mesmo estilo de Edgar Allan Poe, o medo e o suspense caminham juntos, aqui em meio à uma floresta e levando um pouco para o sobrenatural, o Personagem Halpin no sonho se depara com a morte da mãe, aterrorizante.

A cor do Espaço Distante - H. P. Lovecraft

Ammi Pierce narra os acontecimentos da Fazenda de um amigo Nahum Gardner, onde caiu uma pedra gigante e que nem a Universidade conseguiu determinar a que classe pertencia o material colhido que surpreendentemente encolhia de tamanho e no outro dia só ficava a marca de queimado onde fora colocado.

As frutas e verduras colhidas daquela àrea
também apresentava uma qualidade diferente, eram maiores, o pomar florescia com cores estranhas , nenhuma cor saudável, raízes tinham formas sinistras e cresciam insolentes, todas aquelas cores eram perturbadoras, enfim a terra fora envenenada, surgiram insetos incomuns que transformava as noites em pesadelos.

As pessoas da família começaram a ficar loucas e o maior pesadelo era o isolamento, a cidade se afastou da família.

As pessoas começaram a evitar a estrada que passava na frente da casa que era uma paisagem amaldiçoada, cinzenta até os animais estavam mudando, o leite o comportamento, e outras estranhezas que vão acontecer mas que eu ñ vou contar, assustador.

E quem terá coragem de tomar da água de um reservatório que será construído no local?!

"Vem de algum lugar, de onde as coisas ñ são como são aqui"

Muito apavorante e fiz uma reflexão aqui tão atual em que ao invés de apoio às pessoas envolvidas principalmente os ativos da área da saúde, e áreas imprescindíveis, os que estão na linha de frente combatendo a Pandemia são considerados uma ameaça como vimos muitos sofrendo o preconceito e até sendo vítimas de violência.

"Isso contagia tudo que é orgânico por aqui - murmurou o médico-legista"

Um conto tão assustador e tão provável de acontecer, como uma catástrofe natural, utópico, fictício mas que vivemos um momento tão comparável.

Ethan Brand ( Capítulo de um romance abortivo) Nathaniel Hawthorne

Outro monstro da Literatura Gótica e seus thrillers psicológico. Ethan é o típico personagem que não se encaixa e está em busca do sentido da vida, e se sente atormentado pelo pecado, e nessa busca Ele sec isola e usa isso como uma filosofia em encontra em si o que não encontrou em nenhum outro lugar.

Esse do Hawthorne foi o Melhor conto sem dúvida que me fez refletir que o Isolamento pode ser um período de buscas dentro e em si para descobrir o que anos de rotina ñ conseguiu.


Não leiam o prólogo para não pegar spoiler...

#Bagagemliteraria
#ContosdeTerror
#LiteraturaGotica
#RudyardKipling
#AmbroseBierce
#NathanielHawthorne
#Lovecraft
#Bookstagram
#Instalivros




 
comentários(0)comente



juragni 20/09/2019

Gostei muito
Terror escrito de forma elegante, instigante, tem mais méritos pelo que deixa para a imaginação do que pelo que conta... Jeito antigo de escrever, quando não havia gritos com boca cheias de dentes sujos de sangue nas telas de cinema...
comentários(0)comente



Nirvana 07/11/2018

"[...] do alto e de todos os lados chegavam os sussurros chocantes e os suspiros de criaturas tão obviamente não desta terra [...]"
O livro Contos de Terror Tomo I une contos de quatro autores consagrados na literatura, na qual todos se conectam e compartilham algo em comum: a incrível habilidade de criar e descrever um ambiente de horror e medo. Destaque para "A cor do espaço distante", de H. P. Lovecraft, que se concentra em uma ideia aparentemente simples, porém contada gradativamente, aprofundando e tornando sua ambientação cada vez mais pesada e envolvente. Esse conto, inclusive, foi o primeiro que li desse brilhante autor, que apesar de não ter sido tão conhecido durante seu tempo, hoje possui reconhecimento e admiração devidamente merecidos.

Além de Lovecraft, dois contos ("As dificuldades da vida - A marca da besta" e "O riquixá fantasma") de Joseph Rudyard Kipling, escritor indiano e ganhador do prêmio Nobel de Literatura, são apresentados de um modo que atrai e fascina o leitor, tanto pela sua escrita poética, quanto pelo palco de suas narrativas, a Índia e suas místicas riquezas, tão desconhecidas por muitos de nós. O livro também conta com Nathaniel Hawthorne, autor de "Ethan Brand - Capítulo de um romance abortivo", que trata em seu conto, de maneira crítica e com certo teor filosófico, a respeito da existência.

Por último, "A morte de Halpin Frayser", de Ambrose Bierce, foi um dos contos que mais gostei, principalmente pelas descrições bizarras e pelo mistério crescente e sombrio, que, assim como os demais autores, confunde e altera a nossa percepção do que é realidade e o que é ficção. Apesar da minha expectativa por histórias chocantes e de perturbar o sono, terminei de ler satisfeito por conhecer um pouco mais sobre esses autores que exploraram o gótico, bem como um inerente porém hábil toque de suspense que torna-se, de fato, um grande diferencial na arte do conto.
comentários(0)comente



5 encontrados | exibindo 1 a 5