A Raposa Já Era o Caçador

A Raposa Já Era o Caçador Herta Müller




Resenhas - A Raposa Já Era o Caçador


2 encontrados | exibindo 1 a 2


Pandora 16/09/2018

O que dizer de Herta Müller!?!? Seus textos são enxutos, poéticos, pesados, não dramatizam a vida, não são pretensiosos. Eles apenas documentam a experiência de viver o medo, o peso de viver em um regime autoritário, passando por privação, dor e ameaças constantes. Ela não nos poupa de nada, não tem piedade, meias palavras, apenas franqueza.

"A raposa já era o caçador" é o terceiro livro da romena ganhadora do Prêmio Nobel que leio então já esperava a beleza misturada com dor em cada linha. A história da professora Adina que se vê perseguida pela polícia secreta da Romênia e da operária Clara que se envolve com um agente do serviço secreto não foi por isso menos tensa de se acompanhar.

Aqui a Herta abordou o cotidiano regido pelo medo nas fábricas, nas escolas, na vida doméstica, nas ruas, nos estabelecimentos comerciais. A naturalização da violência, a cumplicidade tácita de alguns que são favorecidos pelo sistema, a tortura psicológica, a vigilância em cada esquina afinal "tudo que brilha vê", o inverno, a privação, o machismo sufocando as mulheres mais que a todos.

Foi uma leitura incrível e terrível, principalmente no momento que vivemos hoje, com tanta gente flertando com o modelo de governo autoritário proposto pelo inominável. Esse é um daqueles livros fortes, sinceros, bonitos e necessários de se ter na estante. Ah, eu não esperava, mas dessa vez o livro não terminou em desamparo. Apesar de toda dor, a Herta me deixou com uma chama de esperança no peito, lágrimas nos olhos e desejo de continuar lendo seus livros daqui até a eternidade.
comentários(0)comente



Lidos e Curtidos 16/04/2018

A Herta Müller é uma escritora, poeta e ensaísta alemã nascida na Romênia. Hoje ela mora em Berlim e em 2009 foi premiada com o Nobel de Literatura, principalmente, pela franqueza e a densidade que ela retrata as duras condições de vida na Romênia na época do regime político comunista de Nicolae Ceau?escu.
?A Raposa Já Era o Caçador? trata justamente desse clima de desconfiança e opressão durante a ditadura na Romênia do final dos anos 80.
A história mostra a relação de duas amigas que moram juntas: a professora Adina e a operária Clara. Elas possuem uma boa relação de cumplicidade que as fazem suportar aquele ambiente um tanto paranóico onde você não pode confiar em quase ninguém. Mas quando Clara começa a se envolver com o misterioso Pavel a amizade das duas é colocada em risco.
Não é um livro de leitura fácil.
O Romance parece um grande poema sobre o terror. É um livro que possui muitas personagens; cada personagem tem as suas particularidades e no decorrer da leitura as personagens ?se transformam umas nas outras?. Trata sobre a dissimulação, sobre o que está escondido numa ditadura e a capacidade do medo em mudar a identidade de uma pessoa.
A obra é repleta de metáforas. Cada frase é muito depurada, muito elaborada e a estrutura é envolvente. Os capítulos são relativamente curtos e eles trazem várias cenas que se cruzam uma nas outras.
É preciso ler esse livro devagar, porque ele é construído por várias peças e você tem que estar atento a essas informações, senão você vai ter que voltar pra entender algo. Mas a sensação da leitura é de que todos esses elementos funcionam em sincronia.
Quer saber mais? Visite o canal no Youtube Lidos e Curtidos
www.youtube.com/lidosecurtidos
Pandora 10/09/2018minha estante
Estou impactada com esse livro. Sua resenha ficou muito boa, concordo muito que esse é um longo poema sobre o terror, o medo, a angústia.




2 encontrados | exibindo 1 a 2