Dilúvio

Dilúvio Lauren Kate




Resenhas - Dilúvio


37 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3


Agatha 07/04/2021

O fim desastroso do arco íris
Gostei de trazer muitas coisas da Bíblia esse livro faz muita referência a história de Noé, tanto que acaba com a aliança que Deus fez com Noé: o arco íris.
Mais o final deixa a desejar, a autora desenvolveu o segundo livro de uma forma horrorosa, e deixou a desejar no primeiro porque o segundo implica no final do primeiro livro e como podemos ver...
Me decepcione bastante, não pretendo ler Fallen, e não recomento Teardrop.
Tania 07/04/2021minha estante
Tmbm não gostei....apesar da capa ser linda....achei que a autora se perdeu no enredo, não recomendo tmbm....




Matt 12/11/2020

Perca de tempo
Eu tinha achado muito bom o primeiro volume, e pensei que seria interessante a continuação. Mas foi uma experiência extremamente cansativa, pois os vilões foram derrotados de forma muito besta, a personagem estava muito chata, passando metade do livro se lamentando, relembrando coisas do passado, que sinceramente não acrescentou nada de útil.
Aí chegamos a parte fantasiosa, que é muito mal explorada, senti muitas vezes descrições sem sentido.
Foram acrescentados personagens que nem precisariam existir, os arcos não eram interessantes e eu só queria terminar de uma vez. Por fim a conclusão já era de se esperar, pois depois de tantos pontos negativos, o que era um final ruim?
Eu sou apaixonado pela escrita da Lauren Kate em Fallen, mas este já é minha segunda decepção com os livros fora da saga, acho que ela não soube o que fazer com a própria mitologia que acredito que em somente um livro, poderia ter sido concluído.
comentários(0)comente



Iara.Antunes 29/01/2021

Quis ler a continuação para compreender a proposta da história e qual desfecho desse universo que a autora escreveu.

Essa não é uma história de fantasia com final feliz , senti que a autora quis tratar de depressão e suicídio sobre dor que faz a pessoa tomar essa atitude.

E luta da dor , da angústia e de uma tristeza profunda que sofre com isso sente, onde não é permite amar e ver as alegrias da vida.

Porém com pano de fundo fantasioso entre as consequências do primeiro volume ... Essa história quis mostra o que aconteceu e como Eureka ia salvar o mundo dela própria.

Mas muitas perdas e baixas foram ao longo do caminho, o livros trás reflexões importante, mas a parte sombria e confusa nas descrição de alguns momentos da história acaba deixando a história incompleta. Vale ressaltar que fechou alguns pontos que não tinham sido explicado no primeiro livro sobre personagens e profecia.

Infelizmente a duologia não me agradou. Não me cativou e até tinha um enredo que poderia me prender, mas essa história não foi pra mim.
comentários(0)comente



ViagensdePapel 19/05/2015

Dilúvio, de Lauren Kate
Atenção: Essa resenha não contém spoilers do livro anterior!

Em Dilúvio, a sequência de Lágrima e segundo volume da série Teardrop, Eureka, Ander, Cate, os gêmeos (Claire e Willian) e seu pai partem em busca de Solon, o semeador perdido, após os trágicos acontecimentos do primeiro livro. Desde pequena Eureka foi reprimida pela mãe para que jamais chorasse, a sua tristeza é capaz de inundar a terra, pois qualquer descendente da Linhagem da Lágrima pode trazer Atlântida de volta a vida, assim como Atlas.

Para entendermos como funciona esse processo é necessário que saibamos que Eureka necessita derramar três lágrimas, a primeira delas é responsável por iniciar a inundação, a segunda deve infiltrar-se nas raízes da terra fazendo as profundezas do mar se espalhar e a terceira faz o mundo adormecido despertar. A maioria dos habitantes do planeta morreram, a protagonista tem uma grande responsabilidade, pois a sobrevivência dos que restaram está em suas mãos, ela está motivada a terminar o que havia começado, assim corrigindo seu erro e se redimindo.

O livro tem boas reviravoltas, num dado momento a narrativa muda de rumo, Eureka descobre “certas verdades” que a incomodam ainda mais, antes acreditava ser apenas uma adolescente comum, em seguida descobriu que possui poderes e um passado totalmente fora de realidade, suas lágrimas inundaram o planeta e junto trouxeram o caos, desde o primeiro livro a protagonista é testada por descobertas e perdas, as coisas não mudam muito nesse sentido, ela ainda passa por mais provações que qualquer pessoa seria capaz de aguentar.

Eu gostei da leitura de Dilúvio no momento em que li, mas depois de uns dias o livro não pareceu mais tão interessante, isso me faz pensar que a história não me prendeu, tento não relacionar com a série Fallen, enquanto estou aqui escrevendo, mas isso não sai da minha cabeça, Lauren não conseguiu o mesmo efeito nessa nova série do que em Fallen, eu estou revivendo a história de Luce e Daniel enquanto deveria está revivendo essa, e só consigo me lembra de uma história sem muito contexto, esse segundo volume foi muito melhor que o primeiro, a narrativa ficou mais dinâmica e clara, mas ainda não foi o suficiente para mim, fico contente que autora deu um desfecho para o livro, assim encerrando a história, eu esperava muito mais, eu não gostei do final e também não consigo imaginar outro, o livro parecia um daqueles contos de fada de "Era uma vez..." uma lenda para ser contada de uma menina que trouxe os caos e deu um jeito depois, um novo começo para aqueles que restaram e o fim dos vilões dessa narrativa, Lauren me deixou querendo muitas "coisas" nesse livro e nem uma delas aconteceu, esse conto de fadas não teve o final feliz que eu estava esperando.

Leia mais:

site: http://www.viagensdepapel.com/2015/03/diluvio-por-lauren-kate.html
comentários(0)comente



Isa 07/01/2021

Sem sentindo
O primeiro livro foi tudo pra mim, achei o máximo. Mas esse começou maçante e quando a história começou a desenvolver já tava no final e ficou muita coisa sem sentindo, aprofundou certos personagens pra nada e esqueceu outros como o Ander.
Tania 07/01/2021minha estante
Tmbm achei....




Math 18/06/2020

Decepcionado
Eu terminei o primeiro livro já querendo o segundo. Então eu comprei e comecei a ler.
A história tem um desenvolvimento até que razoável, porém ao longo das páginas eu fui percebendo que a autora parecia se perder na própria criação. Eu achei várias coisas do livros aleatórias e jogadas. Como o fato dos poderes que todos tem dentro de si, apareceu de repente na história, com uma explicação de apenas uma página, o resto era cada um descobrindo o seu na mesma hora das maneiras mais aleatórias possíveis. E algumas descrições de Atlanta me fez sentir como se eu estivesse lendo algo infantil, e bem distante das descrições do livro.
Quando eu vi que estava chegando no final e parecia que nada andava pra frente (pensei até que teria um terceiro livro) me assustei ao ver que o final da história se desenrolou em duas páginas, e o fim de tudo em uma estrofe - literalmente. Parecia que eu estava lendo um conto de fadas (só faltou o "E foram felizes para sempre").
Me decepcionei totalmente com esse livro, essa leitura foi meio cansativa e no final, pareceu ser desnecessária pra mim.
comentários(0)comente



Rebeca 25/04/2020

Decepcionada é pouco!
ODIEI, então não recomendo para vocês que esperam um bom final feliz nos livros. Acredito que a Lauren Kate tinha tudo pra um bom final, mas ao invés disso ela estragou um livro de fantasia acabando com qualquer amor que tivesse envolvido. Me decepcionei e me arrependi de ter perdido meu tempo, só por causa do final. A série Fallen é mil vezes melhor.
comentários(0)comente



Jessie 04/11/2020

Dilúvio
A história ainda continua como protagonista a Eureka, e muitas reviravoltas acontece nesse segundo livro. E confesso que não foi uma boa experiência. Não gostei muito do desenrolar da história, foi algo muito surreal pra mim e constrangedor em algumas partes pois nunca passei pela experiência de tortura com alguns personagem.
Continuando com a história... Eureka passa a conhecer um semeador perdido chamado Solon, pois ele é o único que pode ajudar a derrotar o Rei Atlas que está possuindo o corpo de seu melhor amigo, além de ficar dividida entre salvar a humanidade e a pessoa que ela ama de verdade.
Com a ajuda das bruxas fofoqueiras, Eureka ressurge Atlântida e descobre que a sua entidade verdadeira não é quem ela pensa que é, confesso que nessa parte foi um pouco confuso pra mim, mas depois deu tudo certo.
Mesmo que ela tenha perdido as pessoas que ela mais ama durante o primeiro e o segundo livro. Eureka revive essa sensação de perda novamente, tristeza e luto. E por conta disso, não sabe mais sentir alegria dentro de si. Ela precisa achar uma maneira de usar essa alegria ábdita a muito tempo dentro dela à seu favor para salvar tanto as pessoas que ama como a humanidade.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
Bianca Martins 13/07/2020minha estante
Valeu mesmo por essa resenha! Eu ia acabar lendo mesmo sabendo que era ruim só para saber como a história acaba, mas essa sua resenha completaaassa me salvou...hehe


Ludmilla 14/07/2020minha estante
Imagina. É, realmente esse livro é pessimo, não recomendo. Melhor parar só no primeiro mesmo hahaha




Daniele 25/08/2020

Sinceramente...
Acho que foi enrolação demais para um final tão mal explicado, não gostei!
comentários(0)comente



Mah.Elisabete 02/05/2020

Tinha de tudo pra ser melhor
A história envolvendo Atlântida e todos os seus fatos e histórias são maravilhosas, a autora tinha de tudo pra fazer desse livro um dos melhores que já li; o desenrolar da hóstia foi maravilhoso, oque realmente estragou foi o final, que poderia ser muito mais bem explorado.
comentários(0)comente



Evandro 20/07/2020

Final frustrante
Estava tudo indo bem, até o final ser totalmente diferente do que se esperava de uma forma negativa. Eureka em determinados momentos parecia determinada, mas logo depois voltava a ser ingênua. Isso é muito irritante.
comentários(0)comente



Clara 30/12/2019

Tinha tudo para ser perfeito...
Como que a mulher me cria um put# universo, mágico e maravilhoso como Atlântida e faz a cagada de não explorá-lo?
Faltou muito a contrução de cenário,eu queria muito conhecer melhor Atlântida e ela só me mostra no final do livro!
Queria saber mais sobre a linhagem das garotas das lágrimas e dos semeadores e mais uma vez ela deixou tudo de lado e só se focou nas inseguranças de Eureka.
Nunca engoli o romance dela com Ander,foi totalmente forçado e apressado.
Uma história que tinha tudo para ser perfeita se ela tivesse explorado Atlântida e seus habitantes mágicos,uma pena,Fallen supera e muito essa saga.
comentários(0)comente



hellen.bitencourt1 09/12/2019

História mal construída
O livro é muito confuso, muita coisa sem noção, romances mal construídos, mortes desnecessárias, drama execisso...

O universo tinha tudo pra ser bem legal, mas senti que a autora enfiou muita coisa, e nada ficou bem amarrado. Muita coisa não é bem explicada e acontece sem muito sentido.

O romance da Eureka com o Ander é mal construído, sendo abusivo muitas vezes.
E o romance dela com o Brooks nunca chega a ser desenvolvido bem.

Os personagens, os seres e os ambientes não sao bem explorados deixando muita informação pela metade.

No geral achei o livro chato e mal construído.
comentários(0)comente



Cris 26/08/2016

Lauren Kate se perdeu
Eu estava super ansiosa para ler mas acho que a Lauren Kate não soube direito o que fazer com a história no segundo livro, não sei se foi a pressa, mas ela se perdeu em diversos pontos e mesmo amando essa escritora esse livro me trouxe decepções , a capa é linda e é maravilhosa , mas desde o nome da super heróina Eureka já foi meio estranho. Não recomendo .
comentários(0)comente



37 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3