Onde Nascem os Ventos

Onde Nascem os Ventos Brian Payton




Resenhas - Onde Nascem os Ventos


8 encontrados | exibindo 1 a 8


Ju.Inácio 11/05/2021

Onde nascem os ventos
Essa ficção emocionante trata-se de um casal separado pela guerra.
John Easley, repórter americano, acaba naufragado na ilha de Attu no Alasca que está sob domínio japonês e passa por uma fase de provação em que precisa sobreviver no frio exacerbado com alimentos limitados e sem cair nas mãos do inimigo.
Helen Easley, esposa de John, não suporta mais ficar em casa sem notícias do marido e encontra-se numa encruzilhada de emoções já que havia insistido para que John não fosse e agora ela estava sozinha com um pai doente para cuidar e um marido desaparecido.
É um romance interessante, aborda muito sobre a posição dos americanos e japoneses em relação a guerra e entre si prórpios, além da carga dramática acerca do desencontro de Helen e John.
Temos capítulos que se alternam entre a vivência dela e dele o que torna mais interessante a história e o contexto, além da forma como cada um estava sendo tratado e vivendo em locais diferentes. Foi uma leitura um pouco cansativa em alguns pontos, porém julgo que isso é mais pessoal por um momento da minha vida do que da história em si.
Quem gosta de romances e contexto histórico acredito que vai se encantar com esse livro.
comentários(0)comente



Alê 16/01/2021

Vale a pena
Surpreendente, uma mistura de fatos históricos e romance, com uma narrativa tão fluida que é quase impossível parar de ler.
comentários(0)comente



kk3thess 22/08/2020

Um tipo de ambição em histórias que poucas vezes se reflete no resultado é o de achar que o tema é importante e relevante o suficiente para elevar a obra, para fazer com que o leitor deixe de lado os eventuais problemas, pequenos ou não, por causa dessa tal importância. Onde Nascem os Ventos é um livro que sofre exatamente com esse tipo de problema.

Existe a intenção de uma paixão avassaladora que vence barreiras, o comentário cultural sobre os EUA, a proposta de reflexão sobre a violência da guerra, mas é tudo tão superficial que a impressão que se tem é que mais de 300 páginas foram escritas mais para um exercício descritivo do cenário do que para mergulhar emocionalmente, psicologicamente na história. É uma escrita indiferente demais até pra causar qualquer reação extrema para o negativo ou positivo. De qualquer forma, é um dos livros mais esquecíveis que já li.
comentários(0)comente



Ricc 10/06/2020

Amor e guerra
O ano é 1941. Segunda Guerra Mundial.
A história de John e Helen Easley se passa num episódio desconhecido da Guerra: a invasão japonesa ao território norte-americano das Ilhas Aleutas, no Alasca.

Nesse momento, John, um jornalista enlutado pela morte de seu irmão em guerra, decide partir para o território aleúte para cobrir e denunciar a invasão. Enquanto isso, Helen, sua esposa, vulnerável pela partida, decide ir em busca do paradeiro de John.

O ambiente de guerra é realista e doloroso. Ao longo da leitura, vemos a força e determinação dos protagonistas. Há ainda personagens secundários interessantes, como Stephen e Karl.

De modo geral, a narrativa é interessante, embora arrastada em alguns momentos. O desenvolvimento é lento e pouco objetivo. A leitura torna-se cansativa em certo momento, devido ao excesso de descrição em situações pouco relevantes.

Por fim, o final é realista e típico de uma guerra. Trágico e tocante.
comentários(0)comente



Vanehelen 23/02/2020

Bom
Gostei mais do meio para o final em algumas partes achei lento e cansativo porém o final foi uma surpresa pois era para ser um final feliz mas quem disse q a guerra tem um final feliz...
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Juliana.Lima 24/01/2020

Interessante, mas raso
Sempre tive interesse em livros que abordassem a Segunda Guerra. Nesse livro podemos ter uma imagem de como é a vida daqueles que ficam a espera dos que lutam. Não tinha conhecimento de que o território do Alasca tivesse sido um campo de batalha, assim como mais alguns outros detalhes citados no livro. Meu único problema é que alguns bons personagens foram tão rasos, conversas que poderiam ter sido mais estendidas que com certeza enriqueceriam muito mais a história.
comentários(0)comente



Camila 29/09/2016

Esperava mais
O livro não é tão ruim,apenas não dá o que o leitor espera,li todo na esperança de ficar melhor....
comentários(0)comente



8 encontrados | exibindo 1 a 8