Um gosto de verão

Um gosto de verão Helen Walsh




Resenhas - Um gosto de verão


6 encontrados | exibindo 1 a 6


anagehringer 13/03/2020

Sigo chocada
Nat 21/01/2021minha estante
Tu tem ele em pdf?


anagehringer 23/01/2021minha estante
Não, eu li físico, mas sinceramente, não recomendo




Amanda 11/12/2018

Decepção!
Quando li a sinopse desse livro, juntamente aos comentários mostrados na capa, esperei por uma história envolvente e justificada. No entanto, tudo que encontrei foi uma história mal escrita, em que os acontecimentos não são explicados e os personagens não são aprofundados, impedindo que o leitor imagine motivos que levaram à traição além da simples luxúria. Não é possível conhecer a fundo o caráter das personagens e, exceto pelo final, não há eventos que tragam ao livro verdadeira emoção e comprometimento. A leitura torna-se rasa e, ao invés da identificação com qualquer um dos personagens, obtive apenas a repulsa às atitudes do casal principal e dúvidas acerca da história que não foram esclarecidas ao longo do livro.
comentários(0)comente



Mila 29/12/2017

Decepcionante
Ganhei esse livro em 2016, em um evento chamado Tardes sensuais, quando li a sinopse achei que leria uma história parecida com "A Ilha" e as comparações com "Garota exemplar" no verso do livro atiçaram ainda mais os meus olhos, mas o que li não tinha nada de parecido com esses dois livros. Um gosto de verão tem um enredo que te prende, as coisas vão acontecendo e você se vê imaginando o que vai acontecer em seguida. O livro é narrado em terceira pessoa e conta a história da Jenn, que vai passar as férias em Déia com o marido a enteada e o namorado dela, o Nathan. Desde o início fica perceptivel a tensão sexual entre eles, no decorrer do livro a Jenn passa a fantasiar e pensar nele o tempo todo, até que um beijo e um algo mais acontece. A partir daí que muitas reviravoltas se desenrolam e você não sabe em quem acreditar. No decorrer do livro fica perceptível a frustração da Jenn com a vida que levava, já que ao conhecer o Nathan, namorado da Emma (enteada dela) ela cria toda uma obsessão por ele, o sentimento de posse é constante e ela o tempo todo se compara com a Emma... Eu criei muita expectativa sobre os acontecimentos finais, mas as últimas páginas foram extremamente decepcionantes. Eu realmente esperava um desfecho melhor.
comentários(0)comente



Jessica Cibele 12/04/2017

Indico
Me tornei dependente deste livro assim que coloquei os olhos nas primeiras paginas. A cada capitulo que eu lia, queria saber o que aconteceria no próximo.
Os personagens te prendem na leitura, e você tenta entender o motivo de tudo aquilo estar acontecendo.
Com relação a escrita,não achei cansativa e nem difícil, por vezes vulgar.
Eu recomendo a leitura, são 240 paginas que você nem percebe que estão sendo lidas, e quando vê já acabou!
Tudo acontece muito rápido, não fica cansativo ou entediante. É um livro perverso e cheio de suspense.
comentários(0)comente



Thaty 20/04/2015

Decepcionante
Li uma resenha anterior e fiquei animada, mas aparentemente lemos livros muito diferentes. O enredo é fraco e sem embasamento. Ela trai o marido e a enteada do nada?Mas nada no livro leva a crer que ela seja frívola ou fútil. Uma traição como essas deveria suscitar algum tipo de sentimento, mas nada no texto remete a isso. Fora as cenas explícitas e com palavras chulas. Não recomendo.
comentários(0)comente



Raphael 27/03/2015

Um vício de verão!
Um gosto de verão, lançado pela Rocco no início deste ano é o primeiro título da britânica Helen Walsh que tenho a oportunidade de ler. Com críticas positivas do The New York Times, The Guardian dentre outros, é um romance ficcional que promete. E cumpre!

A História

Um gosto de verão se passa na Ilha de Maiorca, que faz parte do arquipélago das Ilhas Baleares, ao leste na Espanha. Em viagem de férias a Jenn, personagem principal, tem sua tranquilidade interrompida com a chegada de sua enteada Emma, criada como filha, e do namorado dela, Nathan.

A chegada do rapaz, até pouco tempo franzino e nada atraente, mas que agora apresenta um corpo exuberante para os seus 17 anos, chama a atenção de Jenn e desperta nela um sentimento que poderíamos chamar de pouco apropriado, tendo em vista que o rapaz é namorado de sua enteada e Jenn por sua vez, é casada.

Durante as férias, que do ritmo calmo, dado por dois adultos, é levada a ebulição comportamental de dois adolescentes, Jenn vai ficando cada vez mais vidrada no jovem Nathan. Seu desejo e sentimento cada vez maiores passam a se tornar uma obsessão. Sendo que para Jenn, seus desejos são correspondidos por atitudes pontuais de Nathan. Ora pelo toque pouco usual, ora pela exibição indiscriminada de seu corpo de porte atlético e sedutor.

Impressões

A ambientação da história dada por Walsh é excelente para construção da ficção. O calor sempre presente, combinado com um clima instável, uma ilha suscetível a calor intenso e tempestades inesperadas fazem com que você imagine com precisão o ambiente narrado em um gosto de verão.

O tom erótico - que me surpreendeu - está presente desde o primeiro capítulo, mas em intensidade suficiente apenas para deixar o leitor a vontade e imaginar o que mais aconteceu durante os momentos íntimos dos personagens. Assim, Walsh apresenta uma narrativa excitante, mas não vulgar.

Um ponto incômodo, é o uso excessivo dos pronomes ele e ela, que em alguns pontos do livro poderiam ser substituídos durante a tradução - presumindo que não exista tal vício no texto original.

Entretanto este incômodo não chega perto de atrapalhar o conjunto da obra que é o livro, pois é um título gostoso de ler. Recomendo a obra sem dúvida alguma. Helen Walsh conseguiu tratar de um assunto já saturado na literatura, que é a presença de um novo elemento na estrutura familiar, e ainda assim trazer algo novo. A história é viciante, o ritmo é constante a leitura corre solta e muito leve.

site: http://www.ocapitulodolivro.com.br/2015/03/resenha-um-gosto-de-verao.html#more
comentários(0)comente



6 encontrados | exibindo 1 a 6