Na mira do serial killer

Na mira do serial killer Kim Harrison




Resenhas - Na mira do serial killer


8 encontrados | exibindo 1 a 8


Roberta 11/08/2021

Livro INCRÍVEL mas final a desejar.
O livro é perfeito, enredo impecável, personagens super bem estudados, propostas incríveis...
O pecado do livro foi o final, uma sensação de história incompleta, gostaria de saber mais sobre como ficou a situação de Rachel e Nick, saber um pouco mais sobre a luta de Ivy com ela mesma...
Fora o final, livro incrível!
comentários(0)comente



Carolina DC 15/03/2015

Denso, sexy e sangrento!!
Para quem já conhece a série Hollows, sabe que a vida de Rachel Morgan não é fácil. Após se tornar uma investigadora particular, essa bruxinha se envolve em inúmeras confusões. E nesse segundo livro da série não é diferente.
O livro é narrado em primeira pessoa pela Rachel, que está trabalhando para conseguir pagar o seu aluguel em uma missão peculiar.

"... Eu já disse: computadores são como mulheres. Se gritar com eles ou pedir para fazer muitas coisas ao mesmo tempo, eles desligam sem a gente perceber." (p. 10)

Tudo começa com uma simples missão: resgatar um peixe, que é mascote de um time de beisebol, em um escritório cheio de lóbis. Acontece que é nesse momento que Rachel conhece Glenn um agente da FIB que trabalha para o capitão Edden.
Glenn é o tipo certinho, que age pelas regras e tem um certo receio dos Impercebidos. Sua tarefa é arrastar Rachel até o escritório do Edden, pois um caso sangrento está ocorrendo. É um personagem sério, mas que consegue arrancar risadas em determinadas cenas pela maneira como age com os demais Impercebidos e com os tomates!
Sara Jane (secretária do Kalamack no primeiro livro) vai até a FIB denunciar o desaparecimento do seu namorado Dan Smather, um feiticeiro que mexe com as linhas ley. O problema é que várias pessoas que mexem com as linhas ley estão desaparecendo e quando são encontradas bom... digamos que os cenários descritos são horripilantes!
Rachel tem certeza de que o conselheiro municipal Trent Kalamack está envolvido. Afinal de contas, ele a transformou em uma marta, a torturou e matou pessoas em sua presença. E o fato de que nem Jenks conseguiu definir o que Trent é, torna tudo ainda mais perigoso.
Mas o capitão Edden tem outra teoria, envolvendo a Dra. Anders, professora na disciplina de linhas ley na Universidade e quer que Rachel se matricule na aula. Só que a Dra Anders é uma velha conhecida, e o passado das duas não é muito feliz.
Como se isso não bastasse, Rachel lida com os dilemas do seu cotidiano: a convivência com Ivy, que a cada dia se torna mais perigosa; o seu relacionamento com Nick, um humano praticante de magia e é claro, o fato de que ela deve um favor a um demônio que salvou a sua vida.
Ivy está mais sombria nesse livro. O controle sobre a sua sede de sangue está se esvaindo e ela sobre pressões externas para adotar um "bichinho de estimação".
Nick é um personagem um pouco frustrante. Por ser praticante de magia, ele se acha esperto demais, mas em muitas cenas o leitor tem vontade de sacudi-lo por sua estupidez.
Jenks... é Jenks! Debochado, inteligente e com um senso de moda discutível, esse pixie ocupa as páginas com seu humor e sagacidade. A maneira como ele consegue perturbar os personagens é hilária.

" - Homens - ela disse, revirando os olhos enquanto se sentava na frente da tela novamente. - Eles não percebem que, se quiséssemos governar o mundo, nós conseguiríamos?" (p. 08)

Esse segundo livro possui uma trama bem mais densa do que o primeiro. Há várias subtramas que vão se desenrolando, inclusive sobre o passado de Rachel, a identidade de Kalamack e um final de tirar o fôlego. Temos cenas hots, cenas sangrentas e lutas.
Em "Na mira do serial Killer" temos um enredo cheio de intrigas, mentiras e descobertas. A autora adicionou um pouco mais de violência nessa continuação e deixou um final inquietante.
Um detalhe que precisa ser ressaltado é que a revisão desse segundo livro está mil vezes melhor do que o primeiro. A editora foi cuidadosa e o resultado é perceptível.

" - Na minha opinião, você pode se Virar - eu disse com prazer." (p. 56)

site: http://www.viajenaleitura.com.br/
comentários(0)comente



Dani 16/08/2021

Na mira do Serial Killer
Eu fui pro segundo livro com 0 expectativas pq o primeiro não foi tão bom, foi muito morno rs. Mas, esse segundo volume foi TUDO.

As personagens estão incríveis, o enredo está ótimo, os plots twist sensacionais e dessa vez a tradução está beeem melhor.

Levei quase 1 semana para terminar o livro 1, enquanto o segundo terminei em menos de 2 dias rs. Já vou começar o terceiro, que promete. (Espero que cumpra hahaha)
comentários(0)comente



KARLA 07/02/2020

Na mira do serial killer
A cada livro a personagem se mete mas em confusão, e que depois da tudo certo, porém ela sempre tem que pagar o preço dos problemas para proteger aqueles que ela ama.
comentários(0)comente



Lari 30/03/2020

Gostei mais do primeiro
A leitura desse livro foi arrastada demais pra mim, apesar da história ser boa. Não sei se foi a tradução,mas senti falta de ritmo na história. Vale a pena a leitura, vamos ver o próximo.
comentários(0)comente



Fer 06/07/2021

É melhor que o primeiro
Esse livro é bem melhor que o primeiro, a gente já começa a gostar dos personagens principalmente o trio, e começa a dar algumas explicações para algumas perguntas que ficam no primeiro livro.
comentários(0)comente



Gabb Bridgeton 20/08/2021

Oq foi isso
Foi surpreendente fiquei passada
O piscary era um lixo minha ivy tamwod Não merecia nada disso tadinha
Trent e rachel ficando amigos Será ????
comentários(0)comente



Eloise.Camargo 10/09/2021

Muito bom mesmo!
Eu amei demais esse livro! Algumas cenas no meio e no final me deixaram bem desconfortável e tive que adiar essas partes, mas eu ri e passei raiva a maior parte, oq me faz dar a ele 4 estrelas e um favoritado ?
comentários(0)comente



8 encontrados | exibindo 1 a 8


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR