Tito, meu irmão e eu

Tito, meu irmão e eu Biágio D'Angelo




Resenhas - Tito, meu irmão e eu


3 encontrados | exibindo 1 a 3


Déborah - @lisossomos.lisos 27/04/2017

Pra ler no busão: Tito, meu irmão e eu
Hoje é dia de resenha curtinha... Afinal os livros da Edelbra são curtos, mas trazem grandes ensinamentos tanto para crianças como para adultos.

Nessa curta história conhecemos dois irmãos que que perdem o tio, mas não ficam tão traumatizados com a notícia porque conseguiram aprender o que é a perda graças a experiência de ter um bichinho de estimação.

Os meninos ganham um coelhinho de presente da avó, em um curto período de tempo eles vivenciam várias emoções e entre elas a da perda.

É lindo como o autor mostra de uma forma simples e poética a inocência das crianças e como elas são espertas e aprendem rápido.

Mais uma vez a Edelbra arrasou no cuidado com a obra.

A capa é linda, a revisão está impecável e a diagramação e os desenhos escolhidos simplesmente maravilhosos.

Vale muito a pena para quem tem criança em casa e quer ensinar essa parte do nosso ciclo de vida.

site: http://lisos-somos.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Tayná Coelho 12/05/2015

Essa coleção de infantis da Edelbra é mesmo de matar. Segundo livro, segundo autor e a mesma sensação de que não dava para ser melhor. Ao contrário de Lulu, que tinha o texto em poesia, aqui encontramos o texto em prosa, narrado por um garotinho em meio às descobertas das perdas da vida. O que poderia vir a ser um livro pesado e triste, foi bem conduzido como uma narrativa leve e fofa. Li para o meu filho em três partes (os textos são um pouco mais longos e ele ainda é um bebê, fica cansado rapidamente), mas não resisti e tive de terminar de ler antes dele, para saber o fim da história.

Hoje, às sete e cinco da manhã, mochila pronta para a escola, tocou o telefone e chegou a notícia de que meu tio Jonas voou para morar com os anjos e os bem-te-vis.
É o segundo fato triste da minha vida.

Recomendo muito, especialmente se a criança perdeu recentemente algum parente ou animalzinho querido, o livro pode ajudar a introduzir uma conversa. O trabalho gráfico, mais uma vez impecável: o livro é de capa dura, com as páginas em papel tipo revista, mas mais grosso, todo colorido e ricamente ilustrado por Elma.

site: http://olhandoporai.com/2015/05/13/resenha-tito-meu-irmao-e-eu-biagio-dangelo/
comentários(0)comente



luanjonathan 06/05/2015

Resenha: Tito, meu irmão e eu - Biágio D'Angelo
Vamos a resenha:

"É o segundo fato triste da minha vida."

Alguém já perdeu algo muito valioso? Pois eu já, e esse dois irmãozinhos também vão, o que? Isso só lendo para descobri!

Comentários:

A história é linda, simplesmente linda! A cada frase que eu lia sentia uma sensação de nostalgia, pois eu também já perdi coisas importantes na minha vida e essa história me fez relembra-las, foi um pouco triste, mas ao mesmo tempo foi nostálgico, pois lembrei dos momentos felizes que vivi.

"Enquanto isso, eu estava já ficando vítima da curiosidade..."

Essa história é perfeita para crianças, pois tem grandes ensinamentos sobre perdas, superação e amor. Pode parecer triste, mas é algo que todos se depararam na vida, é algo que devemos lidar e superar.

"Um dia de outono - essa temporada do ano que não gosto."

As ilustrações são perfeitas, eu senti a história por elas, foi de uma suavidade e sentimento cada uma, que eu fui levado a outra dimensão e fiquei um bom tempo admirando cada uma, pois expressava um sentimento diferente, uma lembrança diferente, um amor diferente...

"Finalmente, todos os nossos companheiros e amigos conheceram as façanhas do Tito."

O trabalho gráfico da editora é mágico, simplesmente. A edição é de capa dura e de folhas de fotografia e a letra é em um tamanho perfeito para leitura. Simplesmente perfeito!

Uma lembrança, um momento nostálgico.

site: http://lendoferozmente.blogspot.com.br/2015/03/resenha-tito-meu-irmao-e-eu-biagio.html
comentários(0)comente



3 encontrados | exibindo 1 a 3