A Maldição do Titã

A Maldição do Titã
4.46609 54590




Resenhas - A Maldição do Titã


504 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Katrina 26/08/2016


♥♥♥
comentários(0)comente



Rayane.Araujo 26/08/2016

A Maldição do Titã
É um livro bom, com a história bem bacana.
Sugiro que não assistam o filme, que estraga muito o livro!
comentários(0)comente



Bruno 26/08/2016

Recomendo
Ótimo livro. Te prende do inicio ao fim
comentários(0)comente



Garcia 16/08/2016

Leia no blog.

site: http://entrefrasesepalavras.blogspot.com.br/2015/12/percy-jackson-e-os-olimpianos-maldicao.html
comentários(0)comente



Joao.Vitor 13/08/2016

RESENHA DO JÃO: A MALDIÇÃO DO TITÃ
Não tenho muito que falar do terceiro livro da saga “Percy Jackson e os Olimpianos”, a não ser toda a minha decepção. Depois do meu amor com “O Mar de Monstros” e do efeito “puta que pariu isso tá foda!” que o segundo livro engatou, Rick Riordan parou no sinal verde.

Muita gente pode até gostar do terceiro livro “A Maldição do Titã”. Para mim foi mais um livro desnecessário que poderia muito bem ser cortado de toda a saga, a não ser pela apresentação dos novos personagens: Nico e Bianca Di Angelo (irmãos semideuses), o livro não anda, até o vilão fica parado.

Riordan faz a mesma sacada do segundo livro: afasta um personagem para introduzir novos, dessa vez Annabeth vai para o banco de reservas. Percy, Thalia (que, do nada, começa a história como best friend de Percy), Grover e as Caçadoras de Ártemis vão para a missão da vez.

De novo, cada capítulo tem um monstro, é previsível e não surpreende. O final, tem cara de final. Os diálogos são fracos – um exemplo é a ameaça de Dionísio à Percy, esse diálogo não leva a lugar nenhum - e o que empolga mesmo são Nico e Bianca. Do resto: Desenvolvimento de personagem? Não existe. Relacionamento entre eles? Nada.

Se “A Maldição do Titã” fosse o primeiro livro da saga, teria parado aí. Mas graças aos deuses temos a obra épica “A Batalha do Labirinto”.
comentários(0)comente



Orlan 05/08/2016

Melhor livro até agora, pra mim!
Gente, que história tão boa! Novos personagens que me fizeram apaixonar por eles, mais aventura e história bem mais madura também, além de que esse livro é bem mais triste que os outros dois, o que me aproximou ainda mais da saga! Amei mesmo ?
Agora começar A Batalha do Labirinto \o/
comentários(0)comente



spoiler visualizar
Orlan 29/07/2016minha estante
Olha o spoiler aí, cara! Se tiver spoiler tem que avisar quando for escrever a resenha ??


Diogo 04/08/2016minha estante
undefined




Vittória Brasil 17/07/2016

O melhor até agora
Não posso dizer que O Ladrão de Raios e O Mar de Monstros foram leituras de toda fáceis. No geral, são muitos acontecimentos para pouca construção de personagem.
Em outras palavras, acho que faltou diálogo. Nesse livro isso mudou bastante. As melhores cenas são conversas entre os semideuses e os deuses, não as cenas de ação que aparecem a cada capítulo como se fossem um jogo de vídeo game.
Eu realmente daria nota 4,5 a esse livro. Mas aqui coloco 5 porque não há essa avaliação mais meio termo e pesado os prós em contras, está mais para mais que para menos.
Eu gosto dessa história. Gosto dessa série. Vou ler os 2 que faltam logo e depois dar um tempo e ver se me aventurarei em Heróis do Olimpo e em Provações de Apolo (esse último parece muito divertido, porque realmente adorei Apolo nesse livro de agora).
E, bem, nos próximos livros sei que Annabeth e Percy terão um desenvolvimento real, então estou ansiosa porque acho adorável os dois juntos.
comentários(0)comente



Isadora 15/07/2016

Mesma fórmula
Por enquanto, a série de livros Percy Jackson segue a mesma fórmula, mudando apenas alguns itens durante a jornada.

Os livros sempre começam com uma missão onde, possivelmente, Percy não será escolhido. Apesar de já ter mostrado capacidade para lidar com vários problemas, Percy sofre bullying e costuma ser desprezado. Novamente, ele vai atrás da missão sem autorização.

Novamente temos um amigo perdido / sequestrado / em perigo. Novamente uma profecia precisará ser cumprida. Novamente Percy faz a maior parte do trabalho.

Mas é um livro infanto juvenil bom e rápido. Vou continuar acompanhando.

comentários(0)comente



Fortes 22/06/2016

Riordan escreve outra aventura.
Outro grande livro do autor Riordan, dando continuidade a saga de Percy Jackson. Como sempre, o livro é bem humorado, intrigante, envolvente e divertido em geral.

Depois de três livros, concluir-se que a escrita do autor não vai evoluir nunca, então acomode-se com o jeito que ela está. Nesta edição Percy esta mais velho, mas não mais maduro. Muito mais tensão em volta da profecia dos 16 anos é muito mais mistério. Esta edição da saga é mais pesada e tensa do que as outras, é a primeira vez que Percy é deixado em segundo plano e percebe que nem tudo gira em volta dele. Nós nos despedimos de alguns personagens aqui, mas a aventura continua.
comentários(0)comente



Ritinha 31/05/2016

O melhor da série <333
Mais um livro da saga Percy Jackson & os Olimpianos, mais uma vez Rick Riordan acerta em cheio, uma história muito gostosa de se ler, cheia de aventura, amizade e também uma pintada de comédia. Novos personagens aparecem, meios-sangue, caçadoras, novos deuses e muitos monstros.

Em A Maldição do Titã, Percy, Annabeht e Thalia vão atrás de mais dois meio-sangues que Grover encontrou, mas o que eles não esperavam era que Annabeht acabaria sendo sequestrada pelo monstro que estava de olho nos irmãos Di Angelo (os meio-sangues que citei no começo), e é a partir dai que uma verdadeira aventura começa. A deusa Ártemis também é sequestrada e a profecia é revelada:

A oeste, cinco buscarão a deusa acorrentada,
"Um se perderá na terra ressecada,
A desgraça do Olimpo aponta a trilha,
Campistas e Caçadoras, cada um, brilha,
A maldição do titã um deve sustentar,
E, pela mão do pai, um irá expirar."

Na busca da deusa Ártemis vão Zoë, Bianca (caçadoras), Thalia e Gorver. Percy fica de fora por incrível que pareça, mas isso é só temporário. Os buscadores da deusa (nome que inventei para não ficar repetindo os nomes... hehe) partem em sua jornada e Percy decide que irá atrás de Annabeht para tentar salvá-la. Percy segue os buscadores e ele descobre quem está por trás do sequestro de Ártemis e entra para o grupo dos buscadores que são perseguidos por vários monstros. Desse modo, eles percorrem vários quilômetros para enfrentar o titã Atlas que foi condenado por Zeus a sustentar o céu (literalmente) e tudo fica mais complicado ainda.

O final de vários personagens é inesperado, segredos são revelados e ainda tem muita água por rolar até Percy completar 16 anos de idade. Além disso, como sempre, eu recomendo demais que vocês leiam a saga de Percy. De verdade, para mim é como se ele já tivesse virado um amigo... Para quem não viu as resenhas dos volumes anteriores veja aqui e aqui!
comentários(0)comente



aldo 25/05/2016

oiuiii
eu amo percy jhaquisom
comentários(0)comente



Yuki 15/05/2016

As coisas não aconteceram do modo que eu esperava...
Grover encontra dois irmãos semideuses e pede ajuda a seus amigos, Percy, Annabeth e Thalia, que ressuscitou do Pinheiro, para levá-los em segurança ate o acampamento. Percy (só podia ser o Peter Johnson!) vê os dois sendo seguidos por um monstro e decidi ir sozinho até eles, acabando como prisioneiro também. As Caçadoras de Ártemis, um grupo de donzelas que renunciaram a companhia de homens para seguir a deusa, aparecem para ajudar, mas Annabeth acaba desaparecendo junto com o monstro.

“Eu me submeto à deusa Ártemis. Eu abandono a companhia dos homens, aceito eterna virgindade, e me junto a Caça."

Percy deseja ir atrás da sua amiga, mesmo sem saber onde ela está e o Oráculo se recuse a lhe dar uma profecia, dando-a, em vez disso, a Zoe, tenente de Ártemis para encontrar sua senhora, que está desaparecida. Contrariando as regras que deixam apenas três campistas ir por missão, para que não chamem muita atenção de monstros, cinco vão. Mas Percy não é um dos escolhidos e decide ir escondido, ele achará Annabeth sob quaisquer punições.

“A oeste, cinco buscarão a deusa acorrentada
Um se perderá na terra ressecada,
A desgraça do Olimpo aponta a trilha,
Campistas e Caçadoras, cada um brilha,
A maldição do Titã um deve sustentar,
E, pela mão do pai, um irá expirar”

Como no primeiro livro, esse tem um prazo, Ártemis tem que está presente na reunião que acontecerá no dia 24 de dezembro, o dia mais sombrio do ano, favorável para magia negra, pois sem ela a reunião não acontecerá e nenhuma providencia será tomada quanto ao que anda agitando o fundo do tártaro.

Há varias aparições de deuses, alguns que conhecemos já em outros livros, outros ‘novos’ na historia. O irmão gêmeo de Ártemis, Apolo, aparece, ajudando os semideuses de forma indireta na missão de encontrar sua irmã e irritando a todos com os seus (horríveis) haicais; Afrodite, deusa da beleza, faz uma aparição, colocando ideias confusas na cabeça de Percy (que eu aprovo); assim como seu amante (não tão secreto) Ares, dando-lhe o desejo de ter um segundo road da luta que se iniciou em O Ladrão de Raios; Atena é outra que deixa Percy perdido em seus pensamentos (de uma forma não tão boa). Ártemis, Apolo, Afrodite, Ares, Atena... (tudo com A) Esqueci algum? Com certeza, não foi de Dionísio, sempre falando o nome dos semideuses do jeito mais correto possível.

“Eu brigava muito com Thalia , uma vez que ela era uma filha de Zeus? (Eu não respondi essa.) Se a mãe de Annabeth era Atena, a deusa da sabedoria, então por que Annabeth não sabia nada melhor do que cair de um precipício? (Tentei não estrangular Nico por ter perguntado isso.) Annabeth era a minha namorada? (Neste ponto, eu estava pronto para colocar a criança em um saco sabor carne e atira-lo para os lobos.)”

Teve varias partes engraçadas: a droga das coisas, Nico e suas perguntas, a lerdice do Percy (de novo). Mas também considero esse o mais triste da serie: as estrelas, o céu, a historia da espada. Podem parecer apenas palavras aleatórias, mas elas absorvem um novo significado ao ler o livro.

As coisas não aconteceram do modo que eu esperava, eu não tinha nenhuma ideia do que significava a profecia, Tio Rick me surpreendeu 100% (menos no casal que está se formando). Na parte de se perder na terra ressecada, não vou negar que tive esperança que de que ‘ela’ aparecesse de novo. O que está perdido pode ser achado, certo?

"-E eu sei que você fará o melhor para Annabeth.
-Como você pode ter certeza?
-Porque ela faria o mesmo por você."

A luta final foi... Maravilhosa. Não esperei por nenhuma daquelas ações, embora eu deva dizer que não me surpreendeu. Já a revelação do que aconteceu quando Percy retorna ao Acampamento sim. Contudo estava na essência dele, cada um tem seu defeito mortal, como Annabeth já disse que o seu era húbris (orgulho, não aquela cosia que coloca na comida...), e, era óbvio, que Percy agiria daquele jeito. Mas será que ele está certo?

“Os defeitos mais perigosos são aquele que, com moderação, são qualidades.”

site: http://sougeeksim.blogspot.com/2016/05/resenha-maldcao-do-tita-percy-jackson-e.html
comentários(0)comente



Sil 04/05/2016

UM GAROTO PROBLEMA
Olá,

na vida real, sempre conhecemos algum garoto encrenca, nos livros eles também existem. Escrito pelo norte americano Rick Riordan, Percy Jackson e os Olimpianos, é um YA bem divertido!

O primeiro livro, intitulado Percy Jackson e o ladrão de raios, o garoto problema descobre que é um semideus (filho de um deus com uma humana), e que seu pai é Poseidon. Aos poucos, vai conhecendo esse mundo tão diferente para ele, acaba envolvido em mais uma encrenca (pra variar): Existe alguem tentando começar uma guerra entre Zeus, Poseidon e Hades, e Percy está determinado à evitar que isso aconteça, para isso, conta com a ajuda do sátiro Grover e da filha de Atenas, Annabeth Chase.

No segundo livro, O mar de monstros, Grover foi capturado pelo terrível ciclope Polifemo, e Percy precisa encontrá-lo, antes que seja tarde demais. Ao mesmo tempo, precisa encontrar o Velocino de Ouro, que servirá para fortelecer as fronteiras do acampamento meio-sangue (um lugar, onde todos os semideuses vivem).

Percy Jackson e a maldição do Titã, é o título do terceiro livro, Bianca e Nico Di Angelo, (dois novos meio-sangue), aparecem, e Percy precisa ir atrás deles para levá-los em segurança para o acampamento, porém nada é como nós queremos, e muitas coisas podem acontecer.


Em Percy Jackson e a batalha do labirinto, Cronos, o senhor dos titãs, está planejando invadir o acampamento meio-sangue, através do labirinto de Dédalo, onde cada curva, é uma nova surpresa.

No último livro, Percy Jackson e o último olimpiano, os meio sangue estão em guerra declarada contra os titãs e sabem que suas chances de vitória são muito pequenas. A história termina de um forma bem previsível, mas mesmo assim divertida.

Um livro muito legal e engraçado, Percy é muito azarado e a encrenca sempre o procura. A parte chata da série, é que o vilão do história, logo fica evidente, e deixa história se suspense algum. Mas vale a leitura de livros divertidos, e de uma série bem construída.

Abraços.

site: http://www.colunadovale.com.br/um-garoto-problema/
comentários(0)comente



. 26/04/2016

legal
nao e melhor que os interiores mais e legal
comentários(0)comente



504 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |