Velvet Undercover

Velvet Undercover T. J. Brown




Resenhas - Velvet Undercover


1 encontrados | exibindo 1 a 1


Lauraa Machado 20/12/2017

Uma das minhas leituras mais divertidas e interessantes desse ano
É difícil descrever meu alívio ao descobrir que esse livro é tão bom quanto eu precisava que ele fosse! Tinha acabado de ler um que não só deixou muito a desejar, como chegou a estragar uma trilogia para mim e, quando abri esse, vi que só tinha 328 páginas. Meu medo do livro nunca conseguir se desenvolver ou ser mal escrito era grande e eu comecei a ler com muita apreensão. Logo nos primeiros capítulos, fiquei com mais medo ainda de me decepcionar, porque já comecei a gostar muito! Mas ele foi muito bom até o final!

O livro tem a maior combinação de elementos que eu amo que já encontrei: Londres, Berlim, espionagem, personagem feminina forte (mais de uma, que se ajudam), romance sutil, guerra, viagens, realeza, ficção histórica, YA e guardas reais. Sim, tudo que eu mais amo em séries e livros. Ainda bem que não me decepcionei em nada!

A protagonista e narradora, Samantha, não é uma super expert em espionagem. Na verdade, ela é um pouco nova demais para isso, e acho que essa foi a parte que eu mais gostei. Ela é bem inteligente, nunca me fez revirar os olhos por alguma atitude idiota, tem seus defeitos, mas é bem consciente de cada um deles. O desenvolvimento dela é muito bom também, desde seus objetivos comuns de antes na Inglaterra até o epílogo, depois de tudo, tanto em questão de espionagem, quanto pessoalmente.

O enredo tem um ritmo super dosado, você nunca sente que não está saindo do lugar ou que tudo está indo rápido demais. Adorei todas as ramificações da trama, as reviravoltas e os personagens, cada um mais instigante que o outro. O livro realmente foi muito bem escrito e não dá para dizer que a autora errou em nada. Tudo fez sentido, foi realista, mas, ao mesmo tempo, parecia ser sobre um filme de espionagem jovem adulto, divertido. O romance - que mal deve ser chamado de romance, para ser honesta, - é com um cara apaixonante e é um detalhe só. Sim, eu adivinhei quem era Velvet praticamente desde que certa personagem apareceu na história, mas isso não atrapalhou em nada, porque o enredo era bem mais complexo do que só essa descoberta.

Mas é claro que, apesar de eu ter adorado o livro, estar mega aliviada de saber que ele não decepciona e querer loucamente que a autora escreva uma sequência (sei que não vai acontecer, mas isso não impede meus sonhos), tenho crítica a fazer também. Acredito de verdade que tudo aconteceu no ritmo ideal, mas eu queria que a autora tivesse dado um pouco mais de substância para algumas cenas. Para algumas pessoas, seria só encheção (e espero que nenhuma editora tenha tirado isso se esse tiver sido o instinto da autora), mas para mim é esse trabalho extra em nos fazer entrar na cabeça da protagonista que nos faz sentir o que ela sente. Sim, eu fiquei tensa em alguns momentos, mas dava para a autora ter explorado tanto em tantos momentos, que não pude evitar perceber o quanto esse livro teria ficado ainda mais épico.

Mesmo assim, isso definitivamente não chega a estragar o livro em nada. Não vai ser o livro mais inteligente de espionagem do mundo, ainda mais que ele é classificado como YA, nem vai ser o mais tenso ou qualquer coisa assim. Mas é uma leitura ótima e eu me diverti tanto com cada detalhe da história, que não queria ter que abandoná-la agora. Queria uma sequência, uma série, um filme, tudo que pudesse nesse universo! Por mais livros assim no mundo!
Andréa Araújo 20/12/2017minha estante
Ai que delícia! Tão bom quando achamos um livro assim! Agora fiquei aqui morrendo de vontade de ler! SOS


Aline 20/12/2017minha estante
Curiosidade; qual livro de qual triologia não foi tão bom?


Lauraa Machado 21/12/2017minha estante
Fogo contra fogo da Jenny Han e da Siobhan Vivian




1 encontrados | exibindo 1 a 1