Cinderela Pop

Cinderela Pop Paula Pimenta




Resenhas - Cinderela Pop


144 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Henri B. Neto 17/05/2015

Resenha: Cinderela Pop
Primeira leitura de Maio finalizada, e o saldo não poderia ter sido mais positivo. Depois de sofrer semanas com a minha pior Ressaca Literária de todos os tempos, resolvi enfrentar o problema com artilharia pesada. E, para encarar esta guerra, contei com a ajuda de nada mais e nada menos do que Paula Pimenta. Não é surpresa nenhuma que simplesmente amo todos os livros já escritos pela mineira, então, quando "Princesa Pop" finalmente chegou aqui em casa - direto da editora - eu não tinha dúvidas: Iria parar tudo para ler mais um reconto moderno de um clássico infantil com toda a visão doce e a narrativa gostosa da autora.
.

No segundo volume da série de adaptações dos Contos de Fadas, nós conhecemos a história de Cintia Dorello, conhecida também como DJ Cinderella, que já nos havia sido apresentada no conto "Princesa Pop", da antologia "O Livro das Princesas" (e que deu origem a ideia de toda esta nova saga de Paula Pimenta). Como eu disse na época, a versão que a autora criou para a história da Gata Borralheira foi - em disparada - a melhor narrativa do livro. Na época, me lembro de dizer exatamente o seguinte na resenha: "(...) ''Princesa Pop'' poderia muito bem ganhar uma edição só para ele - que com certeza eu compraria"... E, como a força do pensamento positivo é extremamente poderosa, foi exatamente isto o que aconteceu. Então, quando foi anunciado o projeto e que "Princesa Pop" ganharia um livro só para ele, com capítulos estendidos, fiquei bastante empolgado.
.
Basicamente, o material extra serve para nos apresentar de forma breve uma das próximas protagonistas da série. A participação da futura princesa é bem pequena, mas nem por isso tira o encanto da história. Todos os sentimentos que me arrebataram durante a primeira leitura retornaram com força total, e eu não sabia se torcia pelo final feliz de Cintia ou se invadia o livro e partia para os finalmente com o combo "infernal" - composto pela Madrastra + Pai da garota (este, principalmente, detentor do Prêmio de PIOR Figura Paterna de todos os tempo, além de ser o alvo do meu completo ódio e desprezo).
.
Enfim, mesmo conhecendo a trama e os personagens, foi muito bom reencontrar com eles mais uma vez. Existe algo tão simples, e ao mesmo tempo viciante, na narrativa de Paula Pimenta que - não importa o número de páginas - sempre vamos devorar as suas histórias. E foi isto o que aconteceu com "Cinderela Pop": Em duas horas, tinha voltado para a vida de Cintia, Fredy Prince e todos os outros. E foi uma sensação hiper gostosa, como se estivesse ido visitar velhos amigos. Pois é este o maior dom da autora: Ela nos faz não só acompanhar a vida de cada uma de suas criações... Ela nos transforma em amigos. E não exite nada melhor para curar uma forte Ressaca Literária do que isto.
.
Henri B. Neto
''Na Minha Estante''

site: http://naestante-henribneto.blogspot.com.br/2015/05/resenha-cinderela-pop.html


Tina 13/04/2015

Fofo!
Eu já tinha lido o conto no Livro das Princesas e amado, mas agora consegui amar ainda mais! Os novos detalhes deixaram a história ainda mais divertida, morri de rir lendo as entrevistas do Fredy Prince, gostei de conhecer ele melhor! E a música ficou muito fofa, amei poder escutá-la, pois quando terminei o livro fiquei toda curiosa querendo saber como ela seria! Mal posso esperar pra poder ler a história das outras princesas que a Paula Pimenta vai escrever!
comentários(0)comente



Cintia 04/05/2015

Cinderela Pop
O livro é uma versão estendida do conto publicado em "O livro das princesas", uma coletânea que reinventa contos de fadas clássicos. Esse é o segundo livro da autora, a série Princesas Modernas, o primeiro foi Princesa Adormecida, trazendo Aurora. A pretensão é lançar as demais princesas. Depois de tantas adaptações e versões novas da Cinderela, exemplo o filme A Nova Cinderela, com a maravilhosa Hilary Duff, a autora consegue dar um toque diferente, a sua Cinderela.

Cintia é uma adolescente normal de 17 anos, isso é se adolescentes podem ser considerados "pessoas normais". A Mãe dela trabalha viajando, ficando longe de casa por muito tempo, Cintia descobre que o Pai está traindo a sua mãe com a secretária. O casamento chega ao fim, A Mãe vai morar no Japão a trabalho e ela vai morar com a Tia, pois cortou todos os laços com o Pai, esse passou a morar com a amante e agora madrasta e com suas duas filhas gêmeas.

Após a traição do pai, ela passa a acreditar no amor e na pessoa ideal. Rafael, o namorado de sua tia, percebe que a garota gosta e tem jeito para musica e remix, a convida para trabalhar em festas como DJ, sua tia fez um acordo para que ela pudesse trabalhar, ela teria que manter suas notas elevadas e trabalhar somente até a meia noite, pois ela ainda era menor de idade. A Tia pensou que seria uma boa ideia já que a sobrinha vivia triste e precisava fazer algo pra se distrair.

Por um acaso do destino, ela é contratada para tocar na festa das suas meio-irmãs. Sabia que não poderia contar ao Pai que era a DJ contratada, ele nunca deixaria a filha trabalhar e muito menos a noite. Como se já não tivesse problemas o suficiente, o pai resolve obrigar a ir ao aniversário das irmãs. Com ajuda da Tia ela usa uma mascara para estar no local ao mesmo tempo, como Cintia e DJ sem que o pai perceba. Claro que nesse intervalo de tempo, o universo parece conspirar, na festa ela conhece o um garoto, mascarado, eles tem uma conversa rápida, logo sentem uma química, aquela que parece que você conhece há anos, Cintia não sabia o que fazer, mesmo com o pé atras com o garoto, afinal não acreditava mais no amor. Não sabia o motivo de estar conversando com um estranho, mais aquele garoto simpático parecia ter um ima.

Cintia não esperava que o tal garoto era Frederico, o Freddy Prince. Famoso cantor que foi contratado como atração principal da festa. Já era meia noite e ela precisava ir embora, tirar a mascara e se apresentar ao pai ou estaria encrencada. Na correria ela acabou perdendo o seu tênis que havia customizado para festa e Freddy Prince estava a sua procura... Chamando-a para subir ao palco, para dedicar uma música.

Olha o universo conspirando... De novo!

Paula apresentou personagens tão fofos e maduros para a idade, mesmo sendo um livro infanto-juvenil, ela consegue levar o leitor para dentro da historia, a diagramação e a capa são lindas, segue o mesmo estilo que o livro anterior, A autora faz questão de ela mesma fazer os detalhes. Ela contou num bate-papo que rolou aqui na minha cidade, Recife. No lançamento do livro, pude conhecer bem de pertinho. Entendi bem o que as pessoas falam dela, é uma querida. Muito atenciosa, tenho o mesmo nome que a princesa e ela foi uma fofa.

Um livro fofo e divertido, vale muito a pena. :)

site: http://www.theniceage.blogspot.com.br/2015/05/resenha-cinderela-pop-paula-pimenta.html


ANE 23/06/2015

A mais linda adaptação
A Paula Pimenta arrasa em seus livros, ela aflora suas emoções.
Eu rir, chorei, quase pulei e gritei.

Cyntia, conhece alguém que fará o seu coração derreter, a menina que depois de uma baita decepção, começa ver a vida preto e branco, e tenta encontrar na música seu refugio, essa princesa de all star, começa a ver a vida em um compasso diferente, depois da DJ Cinderela, tocar na festa de 15 anos e encontrar o seu principe mascarado.

Vale muito a pena, a leitura, flui bastante.
comentários(0)comente



Feh 13/06/2015

Romântico e divertido
Já havia lido O Livro das Princesas antes deste e já havia me encantado com a história. Paula Pimenta para mim é umas das melhores escritoras da atualidade.

site: http://canalverbosolto.blogspot.com.br/2015/05/o-livro-das-princesasparte-5-final.html
comentários(0)comente



Kah Gessy (@naoeaterradonunca) 02/06/2015

Já havia algum tempo que tinha curiosidade para ler um livro dessa autora,porém nunca tinha tido a chance.Após ler o conto "Cinderela Pop" no Livro das Princesas,me encantei.
A historia é bem envolvente, a escrita da autora flui muito bem, embora seja voltado mais para jovens,adolescentes, posso garantir que é leitura prazerosa,leve, onde você encontrará mistério,amizade,intriga, e claro: referências à musica pop, afinal a lista da DJ Cinderela é demais,assim como seu romance com Frederico ;) Super recomendo!


Virgínia Brasil 04/05/2015

Cinderela Pop
Há quem diga que estou grande para romances adolescentes, mas o que posso fazer se este é meu gênero favorito?! =P

Tudo começa com Cíntia, uma garota que tem uma vida bastante peculiar. Depois de descobrir que seu pai traía a sua mãe, saiu de casa e foi morar com a tia, ao mesmo tempo que desacreditou completamente do amor. Sua mãe, que mora em um sítio arqueológico no Japão, só consegue falar com ela durante o intervalo das aulas de Cíntia, devido ao fuso horário e outras questões de moradia.

Depois que a diretora do colégio de Cíntia proíbe o uso de celulares na escola, ela não tem outra escolha a não ser encarar o pai e pedir a ele que fale com a diretora sobre a situação dela com a mãe e conseguir uma licença para ela usar o telefone durante os intervalos.

Seu pai aceita ligar para a escola sob a condição de Cíntia ir à festa de 15 anos de suas meias-irmãs gêmeas. A princípio, a menina reclama, mas como não a resta nenhuma outra alternativa, aceita o trato.O que não era esperado é que Cíntia, por ser DJ nas horas vagas da escola, foi contratada para tocar na festa delas! O pai dela não sabe que ela é DJ e não aceitaria este fato, mesmo que sua tia cuide para que isso não influencie seu rendimento escolar.

Agora Cíntia terá que se virar para não ser descoberta pelo seu pai, sua madrasta e suas meias-irmãs, seu desafio será ser duas pessoas ao mesmo tempo e lugar. No meio disso tudo, Ci se envolve com um mascarado fofo que conhece na festa e descobre que o amor pode sim acontecer... *-*

*Para ler a resenha na íntegra, acesse o link do meu blog! :D

site: http://blogfloreando.blogspot.com.br/2015/04/critica-ciderela-pop.html
comentários(0)comente



Bru - @umoceanodehistorias_ 22/04/2015

Paula Pimenta conseguiu, mais uma vez, me surpreender. Quando li Princesa Adormecida, achei que não poderia ler outra releitura melhor, mas aí veio Cinderela Pop e percebi que, sim, eu poderia!

Cíntia, nossa Princesa, tinha uma vida perfeita: Morava com os pais em um apartamento perfeito, estudava em uma ótima escola e acreditava no amor. Mas, nem tudo é perfeito, nem nos contos de fada da Disney, tampouco na vida real. Tentando não ter problemas na escola, Cíntia mata a aula de inglês e vai para casa mais cedo estudar Química, mas, ao entrar na porta, escuta a voz de uma mulher. De imediato, Cíntia pensa que sua mãe voltou antes da viagem que estava fazendo a trabalho e que ela gostaria de fazer uma surpresa, mas como a mãe não aparece, ela quer surpreender a mãe e vai atrás da voz.

Para sua surpresa, a voz não é de sua mãe, mas da secretária – e amante do seu pai – a partir daí, sua vida rui. Ela vai embora da casa do pai e vai morar com a tia enquanto sua mãe se muda definitivamente para outro país a trabalho.

Nesse meio tempo, Cíntia descobre seu talento para ser DJ e, com o apoio de Rafa – namorado de sua tia –, ela começa a trabalhar em diversas festas e passa a ser muito famosa, as pessoas gostam de seu som. Sem falar com o pai há mais de um ano, ela recebe uma ligação dele, no exato momento em que iria contatá-lo, e ele a obriga a ir a festa de aniversário de suas enteadas, elas farão 15 anos e irão debutar. Mas, para sua surpresa, ela é a DJ contratada para a festa e precisará fazer dois papéis!

Na festa tudo muda. Cíntia conhece um príncipe, um príncipe de verdade. Um rapaz que faz com que ela queira acreditar novamente no amor. E, como no conto da Cinderela, quando ela vai embora deixa para trás o “sapatinho de cristal”, o que ela não seria capaz de imaginar é que aquele rapaz iria querer conhece-la. A partir daí, a madrasta de Cíntia torna-se realmente má e está disposta a tornar sua vida um inferno.

Não há outra palavra para descrever esse livro que não incrível. Antes de falar outra coisa, preciso confessar que esse livro me ajudou a sair da Ressaca Literária que eu me encontrava e me deu ânimo para ler outros livros! Também não tenho como descrever esse livro sem soltar nenhum spoiler, ele é fantástico, uma leitura leve que te faz amar ainda mais as palavras. Não sei quais são os planos da Paula, se ela pretende ou não publicar mais releituras, mas, agora, com toda certeza, lerei tudo o que ela já escreveu ou escreverá. E, leitores, por favor, leiam!!


site: http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/2015/04/cinderela-pop-paula-pimenta.html
comentários(0)comente



Mymi 04/07/2015

Tão fofo ??
A Paula Pimenta é uma escritora maravilhosa , os livros dela te puxam e vc só consegue soltar quando acabar . A cada capítulo vc quer mais e mais ...
A Cinderela pop é tão ??. É uma história que vc se delicia com cada palavra . Principalmente para bobas românticas como eu , esse livro é essencial ...
Mostra que todo mundo pode encontrar o seu príncipe , e principalmente , não o espere , Pq ele vai aparecer quando vc menos esperar ??
comentários(0)comente



Isabele Canha 28/05/2015

Resenha: Cinderela Pop - Paula Pimenta
E mais uma vez Paula Pimenta consegue se superar. Nao estava esperando muito desse livro, assumo. Mas assim que parei um pouquinho para ler, nao consegui mais largar! Tanto que terminei o livro poucas horas depois.

A historia me prendeu de um jeito que nao da para explicar. Por mais que seja uma recontagem de contos de fada e tenha tudo para ser clichê, nao foi. Na verdade passou bem longe disso. Por mais que o final feliz todo mundo sabe que vai ter, o modo como a Paula executou o livro todinho foi incrivel. Eu fico muito admirada com essa capacidade dela de criar personagens tao fortes e faceis de se conectar,e sua criatividade para criar as situaçoes mais divertidas e gostosas de se ler, esses sao dois dos varios motivos que fazem a historia fluir tanto.

Foi uma leitura extremamente gostosa, daquele tipo que levanta o seu humor rapidinho. Me diverti muito enquanto estava lendo, e assim como todos os livros da Paula para mim, foi uma experiencia incrivel.

Nao tenho nenhum ponto negativo para ressaltar aqui. Esta tudo perfeito, inclusive a ediçao que acho que nao poderia estar mais linda, muito caprichada mesmo! E para esse livro tao maravilhoso que me conquistou com sua simplicidade, dou 5 estrelas e recomendo muito!
comentários(0)comente



Paula 07/04/2015

Seção Reservada - Fofo e divertido
Primeiramente, é preciso dizer que esse livro faz parte da coleção de princesas que a Paula Pimenta está lançando pela Galera Record, e que se iniciou com a publicação de Princesa Adormecida, no ano passado. Tratam-se de recontagens das histórias clássicas das princesas, que isolam os elementos principais da história e criam um conto de fadas totalmente novo e moderno. Além disso, cabe ressaltar que esse lançamento é uma versão estendida do conto Princesa Pop, da mesma autora claro, que foi publicado na coletânea O Livro das Princesas, também pela Galera Record. Eu ainda não li este livro, o que me impede de realizar comparações, então o que vou falar aqui é puramente o que achei do novo livro, sem interferências anteriores.

A história aborda a vida da estudante do ensino médio Cíntia Dorella, que vivenciou à alguns anos o divórcio traumático dos pais, e com isso perdeu sua fé no amor. assim como passou por grandes mudanças em sua vida. A protagonista, que eu logo simpatizei, é forte, não fica de reclamação pelos cantos como muitas das “heroínas” atuais e conseguiu me prender na história narrada pelo seu ponto de vista. No desenvolvimento da história, descobre-se que Cíntia também é conhecida como DJ Cinderela, tento recebido esse apelido em um dos “bicos” que realiza em festas para a empresa do namorado de sua tia, com quem atualmente mora. E é em uma discotecagem inesperada em uma dessas festas que ela conhecerá o seu príncipe encantado, que pode não ser bem o que ela esperava, mas que vai dar à trama todo o ar de conto de fadas.

“Você sabe o que penso sobre o amor. Simplesmente não existe, é uma coisa que os filmes e livros colocam na cabeça das pessoas e todo mundo sai acreditando, desejando tanto que aconteça, que acaba se apaixonando pelo primeiro ser humano que passa pela frente, simplesmente porque a pessoa sorri, ou é educada, ou…”

Podemos adicionar á equação uma madrasta que faz jus à personagem original de Cinderela: detestável, cruel, arrogante. Apesar do livro ser bem curtinho, gostei do desenvolvimento dessa personagem em especial, que me fez odiá-la com grande intensidade rsrs. O suposto príncipe também me agradou bastante. A história não deixa de ser clichê, até porque utiliza os elementos da história clássica, mas a narrativa leve e engraçada, na medida certa, fez com que eu devorasse suas poucas páginas e ansiasse por mais. Já estou aguardando pelo próximo lançamento da série.

Mais informações e playlist da DJ Cinderela no blog!

site: www.secaoreservada.com.br
comentários(0)comente



ivanafs2 15/07/2015

Lindo
Uma leitura agradável, que no final eu passei até a ler lentamente porque não queria que acabasse o livro,
Minha resenha aqui será um recado, vamos dar atenção aos autores brasileiros, a Paula Pimenta escreve muito bem e é muito criativa, gostei do seu estilo de narrativa, a palavra é sensacional.
comentários(0)comente



Lia 15/05/2015

Envolvente
Cinderela pop é um conto de fadas que se passa na atualidade, o que é muito legal por que nos faz relembrar a infância em um contexto que é o nosso presente. Fala da história de Cíntia, um garota introspectiva,sentimental e sonhadora. Devido a alguns acontecimentos que mudaram completamente o rumo de sua vida Cíntia agora desacreditava no amor e também passou a morar com a sua Tia Helena que namorava o Rafa, um músico Dj. Ela acabou gostando daquilo que passou de hobby para profissão apesar de ser menor de idade ela adorava agitar festas embora seu coração estivesse descompassado. Certo dia em uma festa ela conversa com um músico mascarado que conquista seu coração, o que ela não esperava era que esse músico fosse um astro que ela detestava. Depois desse acontecimento a Dj cinderela e seu prince encantado tem que lidar com algumas coisas para ficarem juntos >3 Um livro muito fofo que te envolve apesar da história já ser conhecida trás consigo seu diferencial.


Paola 18/04/2015

Lindo
Cíntia, a nossa princesa. Uma jovem que vê o casamento dos pais desmoronar e com ele tudo o que ela acreditava ser amor. Depois de ver que seu pai havia traído a sua mãe, Cíntia se fecha para o mundo, pessoas e amores. Passa a ter um mundo pintado de preto, foi morar com a tia Helena (que é ótima) e não quer saber de pensar em nenhum príncipe encantado.

Para passar o tempo, ela se prende as músicas. Percebendo o seu gosto musical, Rafa, namorado de sua tia, a convida para trabalhar com DJ em sua empresa. Mas, como ela ainda era menor, sua tia fez algumas exigências: ela não poderia tocar durante a semana, para não atrapalhar os estudos, e não poderia tocar depois de meia-noite. Sendo assim, Cintia passa a ser DJ a fica apaixonada pela profissão.

Seu pai mora com sua madrasta e suas filhas gêmeas. Sua mãe mora no Japão, pois é arqueóloga. E em um dia desses seu pai liga e "obriga" a filha a ir ao aniversário de suas irmãs, que era temático, um baile de gala. Mas, Cintia tinha uma festa no mesmo dia para tocar. Porém, para sua surpresa, era a festa das "bruxinhas" (apelido carinhoso de suas irmãs). Só que seu pai não sabia da sua profissão. Sendo assim, ela precisou ir disfarçada e depois que desse o horário iria ao banheiro, trocaria de roupa e apareceria na festa como se estivesse por lá o tempo todo. Só que o que Cíntia não esperava era conhecer um menino mascarado, de olhos lindos e nome encantador: Frederico. O famoso Freddy Prince, cantor que iria animar a festa de suas irmãs. E que seu coração iria começar a dar sinal de que queria mudar de ritmo...

Então, o que acontece depois? Surpresa! Afinal, se eu contar aqui o livro perde a graça.
Paula Pimenta reescreveu o conto da Cinderella, minha princesa favorita, de uma forma linda! Cinderela Pop, a nossa DJ, é uma adolescente moderna e cheia de problemas da idade. Corajosa e defende quem ama com unhas e dentes. E sim, por mais negro que o seu mundo estivesse, ela ainda tinha esperança no amor. Mesmo negando. Frederico, nosso príncipe, é apaixonante! Assim como todos os personagens que Paula cria.

O cenário do livro me lembrou os filmes da Disney, tipo Camp Rock, sabe? Gira em todo de música, festa e clima de amor. E eu gostei muito disso.

Como sempre, a autora arrasou na história! E tenho certeza que arrancou vários suspiros por ai, por os meus foram certeiros!
comentários(0)comente



Bianca 30/07/2015

Em uma brilhante referência à Cinderela, Paula Pimenta nos emociona mais uma vez nesse livro. Mesmo sendo uma leitura simples, rápida e breve, a autora cria detalhes que fazem toda a diferença e nos prende do começo ao fim.
Cintia é uma garota dos dias atuais, sempre antenada como uma adolescente qualquer. Mas, quando seus pais se separam, sua vida vira de cabeça para baixo e precisa saber lidar com sua madrasta e suas meias-irmãs longe de sua mãe...


144 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |